Ibope: Eduardo Paes vira e lidera na capital com 52% dos votos válidos
23/10/2018 | 22h14
O ex-prefeito do Rio Eduardo Paes (DEM) virou a disputa com Wilson Witzel (PSC) na capital, segundo a pesquisa Ibope divulgada na noite desta terça-feira. O candidato tem 52% dos votos válidos entre os cariocas, contra 48% do ex-juiz federal. No levantamento anterior, Witzel vencia por 55% a 45% na cidade do Rio. A pesquisa foi encomendada pelo GLOBO e pela TV Globo. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.
 Ainda segundo dados do Ibope, Witzel lidera nas outras regiões do estado, mas viu sua vantagem diminuir. Na periferia do Grande Rio, a diferença caiu oito pontos percentuais. O ex-juiz marcou 60% dos votos válidos, enquanto Paes chegou a 40%. Já no interior, Witzel tem 61% e Paes tem 39%. O levantamento anterior do Ibope foi feito entre os dias 15 e 17 de outubro.
 Saiba mais sobre Ibope no Arnaldo Neto.
Compartilhe
Depois dos EUA, nem o céu é o limite para HGG/Sta Rosa
23/10/2018 | 18h11
Em julho do ano passado, mostrei AQUI, o caso de campistas que, em viagem aos Estados Unidos, gritavam "HGG/Santa Rosa" enquanto circulavam por uma cidade americana.
Mas, como para nossa criatividade nem o céu é o limite, eis que surgiu nesta terça-feira (23), outro vídeo, desta vez com um grupo de mulheres visitando a cabine de um avião e pedindo para o piloto falar que o avião vai para "HGG/Santa Rosa" e, ainda, "alô, Farol". O que ele, muito solícito, faz.
O vídeo já viralizou nas redes sociais.
Compartilhe
Mais cinco aprovados em concursos da Prefeitura são convocados por decisão da Justiça
23/10/2018 | 12h57
O Diário Oficial desta terça-feira (23) traz uma série de convocações, por determinação da Justiça. de aprovados em concursos para a Prefeitura de Campos.
ANDREIA AZEREDO DE SOUZA DA SILVA, aprovada no concurso público de 2012 para Técnica em Farmácia 
MARILANE GONÇALVES DOS SANTOS; aprovada no concurso público de 2008 para Agente Comunitário de Saúde
GUSTAVO FERREIRA DA SILVA RIBEIRO, aprovado no concurso de 2014 para cargo de Inspetor de Alunos
MARINÊS DA SILVA GAMA, aprovada no concurso de 2012 para o cargo de Professor II
WHASEN PEREIRA DE PALMA, cargo de Inspetor de Alunos, concurso de 2014
Todos têm 30 dias para comparecerem à Prefeitura levando a documentação que consta no DO.
Compartilhe
Marina Silva declara apoio a Fernando Haddad
22/10/2018 | 19h13
A ex-senadora Marina Silva (Rede) declarou nesta segunda-feira apoio ao candidato Fernando Haddad (PT) no segundo turno das eleições. Em nota pública, Marina escreveu que vê no projeto político de Jair Bolsonaro (PSL) "risco imediato" contra a "estrutura de proteção ambiental", "os direitos e a diversidade existente na sociedade" e "as regras democráticas".
 Marina também faz críticas a dirigentes petistas que, segundo ela, "construíram um projeto de poder pelo poder, pouco afeito à alternância democrática", que infla realizações e não reconhece erros. E termina dizendo que a candidatura petista "pelo menos" "não prega a extinção dos direitos dos índios, a discriminação das minorias, a repressão aos movimentos, o aviltamento ainda maior das mulheres, negros e pobres". A nota termina declarando voto crítico e reafirma que seu partido será oposição em qualquer resultado
 Marina Silva terminou o primeiro turno deste ano em oitavo lugar, com pouco mais de um milhão. A Rede terá em 2019 uma deputada federal e cinco senadores no Congresso. Há duas semana ela afirmou que faria oposição a qualquer que seja o governo eleito.
 
 
Compartilhe
Pesquisa CNT/MDA: Bolsonaro 57%, Haddad 43% dos votos válidos
22/10/2018 | 14h25
Pesquisa eleitoral CNT (Confederação Nacional do Transporte)/MDA mostra Jair Bolsonaro (PSL) com 57% dos votos válidos na disputa à Presidência da República, contra 43% de Fernando Haddad (PT). Contabilizando o total de votos, Bolsonaro tem 48,8% e Haddad 36,7%. Outros 11% declararam voto branco ou nulo, e 3,5% estão indecisos.
O levantamento mostra maior rejeição a Haddad do que a Bolsonaro.
De acordo com a pesquisa, 51,4% dos eleitores não votariam de jeito nenhum em Haddad e 31,2% dizem que ele é o único em quem votariam. Em relação a Bolsonaro, 42,7% não votariam nele de jeito nenhum e 41,5% afirmam que ele é o único em quem votariam.
Para 74,4%, Jair Bolsonaro vai vencer a eleição para presidente da República. Já 14,6% acham que Haddad vencerá.
O levantamento foi feito entre os dias 20 e 21 de outubro. Foram ouvidas 2.002 pessoas em 137 municípios de 25 Unidades Federativas, das cinco regiões. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos.
A pesquisa está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), sob o número BR-00346/2018.
(Fonte: Folha de S. Paulo)
Compartilhe
Prefeitura de Campos convoca mais 20 professores substitutos
22/10/2018 | 14h01
A secretaria municipal de Educação, Cultura e Esporte (Smece) publicou no Diário oficial desta segunda-feira (22) mais uma chamada para professores substitutos aprovados no Processo Seletivo Simplificado 2018 para contratação temporária (AQUI). Foram mais 20 convocados para a vaga de Professor II (25h), aproximando de 500 este ano, incluindo as demais categorias.
Os selecionados deverão comparecer à sede da Smece, impreterivelmente, na quarta-feira (24), na parte da manhã, portando documentos pessoais (Cédula de Identidade; CPF; Título de Eleitor com comprovação de regularidade com a Justiça Eleitoral; Documentação comprobatória de nível de escolaridade e formação para o cargo pretendido; 01(uma) foto colorida 3X4 recente; Carteira de Trabalho (cópia da parte da foto frente e verso); Certificado de Reservista ou Dispensa de Incorporação, para os candidatos do sexo masculino; Certidão de Nascimento dos filhos menores de 18 anos; Cartão PIS/PASEP; Comprovante de Residência; Certidão Negativa de Antecedentes Criminais; e habilitação para a função pretendida).
Após esta etapa, haverá o encaminhamento para escolha de local de atuação, que acontecerá na quinta-feira (25).
 
 
Aqueles que faltarem, sem justificativa, serão considerados desistentes. A Smece fica na Praça Cinco de Julho, 60 (prédio da antiga Estação Ferroviária). As chamadas ocorrem de acordo com a demanda das unidades de ensino, seguindo a ordem de classificação.
(Fonte: Supcom)
 
Compartilhe
Pezão anuncia hoje 61 novas escolas profissionalizantes em tempo integral
22/10/2018 | 10h45
Nesta segunda-feira (22/10), o governador Luiz Fernando Pezão, e o secretário de Estado de Educação, Wagner Victer, vão anunciar as novas Escolas em Tempo Integral Profissionalizantes da rede estadual que oferecerão Ensino Médio Profissionalizante de Técnico de Administração com ênfase em Empreendedorismo. No total, serão 61 novas unidades escolares que já terão matrículas abertas, a partir do dia 31 outubro, no portal Matrícula Fácil (www.matriculafacil.rj.gov.br).
Na ocasião, também estarão presentes o Presidente do Conselho Federal de Administração (CFA), Wagner Siqueira; o Presidente do Conselho Regional de Administração (CRA), Leocir Dal Pai; e o Diretor-Geral do SEBRAE do Rio de Janeiro, Cezar Vasquez.
O Secretário Wagner Victer informou que com essas novas 61 unidades, o estado Rio de Janeiro alcançará a marca de 241 Escolas em Tempo Integral Profissionalizantes funcionando em 88 dos 92 municípios e que, em muitos casos, estão sendo aproveitadas estruturas do passado, que estavam subutilizadas, como dezenas de CIEPs (Brizolões). Das 61 novas escolas nessa modalidade, 26 serão Brizolões (CIEPs). Com isso, além do ganho pedagógico e de desenvolvimento dos alunos, o projeto também se torna uma ação de resgate desses patrimônios que estavam subutilizados.
– Esse total de 241 escolas em Tempo Integral Profissionalizantes é equivalente a cerca de 26% das unidades do ensino médio da nossa rede. Ou seja, nos últimos quatro anos, teremos implantado mais Escolas em Tempo Integral Profissionalizantes, 105% a mais, do que o acumulado (117 escolas) deste modelo implantadas em toda história dos Estados que por fusão formaram o atual Estado do Rio de Janeiro – destacou Victer.
Compartilhe
Clarissa Garotinho pode perder vaga na Câmara?
22/10/2018 | 01h50
Com 10 vezes menos votos que 2014, a deputada federal Clarissa Garotinho (Pros) foi reeleita graças a votação de Otoni de Paula (PSC), que recebeu 120.498 votos e "puxou" a filha do casal Garotinho - ela recebeu 35.131 votos.
Mas ela pode enfrentar outro dissabor e nem assumir o próximo mandato.
O ex-prefeito de Maricá e presidente estadual do PT, Whashington Quaquá, terá julgado recurso em que tenta carimbar seu passaporte para Brasília. Ele recebeu 74.175 votos e foi o mais votado da coligação PT-PCdoB. Porém, teve o registro de candidatura indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RJ) por cinco votos a um, mas garantiu o nome nas urnas por meio de uma liminar concedida pelo TSE no último dia 16 de setembro.
A entrada de Quaquá pode retirar a vaga de Clarissa. Ela teve a pior média partidária levando-se em conta o quociente eleitoral e por isso perderia a cadeira.
 O detalhe é que, durante a campanha, Clarissa ganhou reforço orçamentário no valor de R$ 700 mil do próprio PT.
Se isso realmente acontecer, a região perderia um deputado e a família Garotinho ficaria representada apenas por Wladimir.
(Fontes: Site: Lei Seca Maricá e O Globo)
Compartilhe
Caminhada neste domingo alerta para importância da prevenção ao câncer
20/10/2018 | 13h12
A importância da prevenção ao câncer é o tema da caminhada que acontece neste domingo, dia 21, a partir das 9h, com saída da na Praça da República (atrás da Rodoviária do centro) e parada no Jardim São Benedito, onde ocorrerá uma AÇÃO GLOBAL.
O evento será realizado pela AMUNNF – Associação das mulheres do Norte e Noroeste Fluminense - em parceria com a ONG Mulheres que Fazem – RJ, Grupo Amigas Guerreiras (Grupo de Apoio a Mulheres com Câncer), Instituto Missionário Aviva Senhor a Sua Obra (ASSO).
O objetivo é conscientizar a população sobre a importância da prevenção contra o câncer, conhecimentos e serviços essenciais voltados à área da saúde.
No Jardim São Benedito haverá vários stands como o de Saúde bucal, Nutrição, Enfermagem, Entretenimento, Saúde alternativa, Espaço da beleza, Orientação psicológica e Stand para doação de cabelo.
ADQUIRA SUA CAMISA:
99834-2075
Priscilla
Compartilhe
"WhatsAppgate": TSE instaura para investigar compra de disparos por aplicativo de mensagem
19/10/2018 | 22h35
O corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Jorge Mussi, decidiu nesta sexta-feira (19) instaurar a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) em que a Coligação O Povo Feliz de Novo pede que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) declare o candidato Jair Bolsonaro (PSL) inelegível por oito anos por abuso do poder econômico e uso indevido de meios de comunicação digital. A coligação é integrada pelos partidos PT, PCdoB e PROS.
 Mussi rejeitou os pedidos cautelares feitos pela autora relativos à busca e apreensão de documentos na sede da empresa Havan e na residência do proprietário da companhia, Luciano Hang, o depósito de documentação contábil, financeira, administrativa e de gestão referentes a possíveis atividades e gastos que o empresário tenha realizado no sentido de contribuir, direta ou indiretamente, para a campanha do candidato Jair Bolsonaro.
 O ministro negou ainda a quebra do sigilo bancário de Hang, bem como das empresas de tecnologia e desenvolvimento de software citadas na ação apresentada pela coligação.
 O corregedor-geral também indeferiu o pedido para que o TSE determinasse à empresa WhatsApp a apresentação, no prazo de 24 horas, de um plano de contingência para suspender o disparo em massa de mensagens ofensivas ao candidato Fernando Haddad e aos partidos que integram a coligação, sob pena de suspensão de todos os serviços do aplicativo de mensagem até o cumprimento da determinação.
 “Apesar da previsão legal de concessão de liminares antes mesmo da oitiva da parte contrária, postergando-se o contraditório, essa medida deve ser acompanhada de muita cautela no caso concreto e concedida em caráter excepcional, de forma a prestigiar as garantias constitucionais”, afirmou Mussi. Ele abriu prazo de cinco dias para que os representados apresentem defesa, caso queiram.
Disparo de mensagens
 De acordo com a ação apresentada pela Coligação O Povo Feliz de Novo, Jair Bolsonaro estaria se beneficiando diretamente de empresas de disparo de mensagens em massa via WhatsApp, contratadas por empresários que apoiam o candidato, fato que configuraria conduta vedada pela legislação eleitoral.
 A autora da ação acrescenta que as mensagens disparadas constituem fake news contra seu candidato a presidente, Fernando Haddad, e buscam desequilibrar o pleito. “Resta evidente o abuso de poder econômico na medida em que a campanha do candidato representado ganha reforço financeiro que não está demonstrado nos gastos oficiais de arrecadação eleitoral”, afirma no pedido inicial. “Não é crível atribuir apenas à militância orgânica de Jair Bolsonaro e Hamilton Maurão a capacidade de produzir e disseminar com tamanha eficácia todas as notícias falsas editadas em detrimento da coligação (do PT)”, acrescenta.
 A ação é baseada em reportagem da Folha de S. Paulo, publicada nesta quinta-feira (18), que revelou supostos indícios de que foram comprados pacotes para disparo de mensagens em massa no WhatsApp contra o PT e a Coligação O Povo Feliz de Novo. A sigla afirma que a reportagem do jornal teve acesso a contratos firmados entre empresas privadas, as quais pertenceriam a pessoas que publicamente apoiam o candidato Jair Bolsonaro, dentre elas o proprietário da Havan Lojas, Luciano Hang.
  Além disso, a PGR (Procuradoria-Geral da República) divulgou nota afirmando que pediu inquérito para investigar criminalmente empresas que possam ter sido contratadas para disseminar notícias contra candidatos. A PGR pediu investigação sobre as duas campanhas, de Bolsonaro e do petista Fernando Haddad.
  
 
 
Compartilhe
Sobre o autor

Suzy Monteiro

[email protected]