Chequinho: Recurso negado a Madureira publicado no DO do TRE
31/05/2017 | 18h21
Está publicado no Diário Oficial, edição de amanhã, o acórdão dos Embargos de Declaração do vereador Vinicius Madureira (PRP). Ele teve a condenação confirmada pelo TRE no caso Chequinho.
Segunda-feira última, os Embargos foram julgados e rejeitados pelo TRE.
Com isso, como no caso de Jorge Magal (PSD), o Tribunal Regional deverá notificar a Câmara de Campos para o afastamento de Madureira.
Com a condenação em segunda instância, ele poderá recorrer ao TSE. Mas, em Brasília terá que obter resultado positivo específico para recorrer no cargo.
Saindo Vinicius Madureira, quem deve voltar à Câmara será Josiane Morumbi.
Comentar
Compartilhe
Câmara publica convocação de Thiago Godoy
31/05/2017 | 14h00
Como o blog adiantou ontem, a Câmara dos Vereadores publicou hoje ato executivo convocando o suplente Thiago Godoy (PR) para a vaga de Jorge Magal (PSD), afastado após notificação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sobre a confirmação de sua condenação em segunda instância no caso Chequinho.
Comentar
Compartilhe
Brand deixa Educação
31/05/2017 | 12h04
Brand deixa Educação
Antes da reforma administrativa, o governo Rafael Diniz sofreu ontem sua primeira baixa. Mas foi por uma boa causa: Secretário de Educação, Cultura e Esportes (Smece), Brand Arenari deixará o comando da pasta para assumir vaga em concurso público de 2016 para o cargo de professor adjunto no Departamento de Ciência Política da Universidade Federal Fluminense (UFF) de Niterói. Interinamente assume o subsecretário Pedagógico, Rafael Damasceno.
Prazo
Não se sabe quanto tempo Brand ficará fora, mas o prefeito Rafael afirmou que o cargo continua sendo dele: “Nossas escolhas são muito técnicas e Brand é uma prova disso. A aprovação dele em primeiro lugar neste concurso mostra a qualificação do nosso quadro de secretariado. Espero que ele retorne o quanto antes. Durante o período, o também competente Rafael Damasceno vai responder pela pasta, e tenho certeza que fará um ótimo trabalho”, afirmou o prefeito.
Desmonte oficial
O que a estatal Correios está promovendo em Campos e em outras cidades pelos quatro cantos do Brasil é um retrocesso. Por mais que já se viva em uma era digital, na qual se corresponder por e-mail e mensagens pelo celular se tornam práticas corriqueiras, são justamente onde os Correios vêm fazendo o seu desmonte que estão, na maioria das vezes, as dificuldades de acesso a esses novos canais comunicação. Muitos locais nem tem acesso à internet ou sinal de celular e o deslocamento para outras agências é dificultada pelo transporte escasso.
Irresponsável
Alegar crise e contenção de gastos e jogar a responsabilidade para as prefeituras, como tem tentado fazer, é ignorar que as dificuldades financeiras hoje atingem também os municípios. Em Campos, por exemplo, a procuradoria do município já tem tentando buscar alternativas para evitar o fechamento dos postos dos Correios nas localidades de Goitacazes, Ponta Grossa, Poço Gordo, Santa Cruz, Travessão e Santo Eduardo. A estatal não dá nenhuma garantia que ao fechar estas unidades vai implantar ou ampliar, no mínimo, o serviço de distribuição dos carteiros. Fechar agências sem apresentar um planejamento de compensação é no mínimo irresponsável.
Decisão
Quinze dias após o julgamento pelo TSE dos Recursos em Habeas Corpus dos seis vereadores eleitos e não diplomados, já condenados em primeira instância na Chequinho, ainda não há definição sobre o destino deles. O Tribunal ainda não publicou o acórdão no Diário Oficial – em alguns casos esse procedimento pode demorar até 25 dias. Essa publicação poderia esclarecer sobre a abrangência da decisão. Os vereadores foram afastados tanto na esfera criminal quanto na eleitoral-cível. A expectativa é que, nos próximos dias, haja uma definição, talvez vinda até através do Tribunal Regional. O jeito é aguardar.
Mistério
O vereador Thiago Ferrugem tem se ausentado das sessões da Câmara, sempre por volta das 18h. Aliás, este é o horário que as sessões têm começado, embora oficialmente deveriam começar às 17h. Segundo fontes não oficiais, ele estaria cumprindo decisão judicial que revogou a prisão domiciliar e o afastamento das funções públicas, mas manteve a medida cautelar que consta no V, do art. 319 do Código de Processo Penal (CPP): “recolhimento domiciliar no período noturno e nos dias de folga quando o investigado ou acusado tenha residência e trabalho fixos”.
Medidas
O governador Luiz Fernando Pezão assinou, ontem, decreto que determina prazo de até três dias para registro de novas empresas na Junta Comercial do Estado (Jucerja), sem prejuízo das formalidades legais. A medida foi instituída no âmbito do Comitê de Desburocratização. Outra importante alteração proposta pelo decreto é a simplificação do processo de legalização e inscrição estadual no Documento de Cadastro do ICMS pela secretaria de estado de Fazenda e Planejamento (Sefaz).
Charge do dia
Charge do dia 31/05
Charge do dia 31/05 / José Renato
Comentar
Compartilhe
Brand Arenari deixa pasta da Educação
30/05/2017 | 20h36
O secretário municipal de Educação Brand Arenari deixará a pasta da Educação. Brand foi convocado para o concurso público de 2016 para o cargo de professor adjunto no Departamento de Ciência Política da Universidade Federal Fluminense (UFF) de Niterói e terá que se apresentar. O subsecretário Pedagógico, Rafael Damasceno, assume, por ora, a direção da Educação até que Brand retorne ao posto. Não foi especificado por quanto tempo será este afastamento.
— Eu agradeço a oportunidade ao prefeito Rafael Diniz, em confiar no meu trabalho e tão logo estarei de volta para dar continuidade ao que temos realizado com responsabilidade e dedicação — afirmou Brand.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Câmara notifica amanhã suplente para lugar de Magal
30/05/2017 | 18h47
A Câmara dos Vereadores convoca amanhã o suplente Thiago Godoy (PR), que assume no lugar de Jorge Magal (PSD).
Magal foi condenado em segunda instância pelo TRE no caso Chequinho e o Tribunal notificou a Câmara, semana passada, para que ele fosse afastado das funções públicas.
O Legislativo tinha concedido três dias úteis para apresentação de defesa, o que ele não fez.
Magal só poderá recorrer no cargo se conseguir se obtiver uma decisão favorável no TSE.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Câmara nega que tenha sido notificada sobre Vinicius Madureira
30/05/2017 | 17h16
Circulou um boato na tarde de hoje informando que a Câmara dos Vereadores teria recebido notificação sobre a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que negou recurso do vereador Vinicius Madureira (PRP), já condenado em segunda instância. 
Em contato com a assessoria do Legislativo, a informação foi negada.
(Com atualização no texto)
Comentar
Compartilhe
Defesa de Garotinho emite nota sobre a participação da OAB/RJ em audiência
30/05/2017 | 16h59
A defesa do ex-secretário municipal de Governo, Anthony Garotinho, divulgou nota a respeito do pedido para que a OAB Rio participasse das audiências de instrução e julgamento na Ação Penal na qual ele é réu.
Apesar de propagada anteriormente pela defesa, quem esteve presente foi a OAB de Campos e chamada pelo próprio juiz Ralph Manhães.
Leia a nota abaixo:
"Sobre as informações publicadas, na edição desta terça-feira (dia 30), relacionadas à oitiva do caso do ex-governador Anthony Garotinho, a Comissão de Prerrogativas da OAB/RJ esclarece que a Seccional, desde o primeiro momento em que foi acionada, vem fornecendo toda a assistência jurídica necessária aos advogados visando garantir o livre exercício da advocacia e a lisura do processo jurídico. Os pedidos referentes ao caso tramitam na Comissão em regime de pronta-resposta. A Seccional ofereceu ainda participação presencial nas etapas processuais quando acionada. Inclusive, estuda entrar como ‘amicus curie’ - figura jurídica que permite à entidade contribuir diretamente como parte do processo.
Lembramos ainda que OAB/RJ estava, na ocasião, representada pela Subseção de Campos de Goytacazes, por um dos três mil delegados da Comissão distribuídos pelo Estado. Por último, importante ressaltar que o objetivo da Comissão é assegurar a garantia do pleno exercício profissional dos advogados e fiscalizar a garantia constitucional da ampla defesa".
Comentar
Compartilhe
Fachin autoriza PF a tomar depoimento de Michel Temer
30/05/2017 | 15h55
O relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Edson Fachin, autorizou o interrogatório de Michel Temer no inquérito em que o presidente é investigado com base nas delações premiadas dos donos da empresa JBS.
O interrogatório poderá ser feito por escrito e respondido pelo presidente 24 horas após a entrega das perguntas pela Polícia Federal.
Nesta terça-feira (30), Fachin também decidiu separar a investigação do senador Aécio Neves (PSDB-MG) do inquérito de Temer, que também inclui o deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR). Com isso, a investigação foi dividida em dois inquéritos diferentes.
Comentar
Compartilhe
TCE rejeita contas de Pezão
30/05/2017 | 14h42
O Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) rejeitou por 4 a 0, no início da tarde desta terça-feira, as contas de 2016 do governo de Luiz Fernando Pezão (PMDB) e de seu vice, Francisco Dornelles (PP). Momentos antes, a presidente interina do órgão, Marianna Montebello Willeman, já havia emitido um parecer contrário às contas. O órgão recomenda que a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) rejeite as contas, que vão ser votadas na Casa.
Marianna criticou a falta de informações sobre o decreto que determinou o estado de calamidade financeira e também à política de isenções fiscais do governo. No parecer, ela se baseou em dados divulgados pela Secretaria de Estado de Fazenda. Segundo a conselheria, que assumiu a presidência após a prisão de cinco dos seis conselheiros do TCE, o estado deixou de arrecadar quase R$ 10 bilhões.
(Fonte: O Dia)
Comentar
Compartilhe
Prefeitura notificada para fechar agências dos Correios de Poço Gordo, Ponta Grossa e Sta Cruz
30/05/2017 | 12h13
Os Correios notificaram hoje a Prefeitura de Campos para fechar as agências de Poço Gordo, Ponta Grossa e Santa Cruz. O prazo é de 30 dias.
Semana passada, a Folha da Manhã trouxe matéria sobre fechamento de agências dos Correios, mas, na ocasião, a instituição confirmou o fechamento em Sto Eduardo, Goytacazes e Travessão. Confira no Folha 1.
Resta saber, se a notificação de agora significa que mais três serão fechadas ou se substituíram as agências que sofreram a intervenção.
A equipe da Folha está apurando a informação e a matéria completa estará na edição da Folha da Manhã de amanhã.
Comentar
Compartilhe
Presença
30/05/2017 | 11h28
Presença
Alardeada pela defesa do ex-governador Garotinho, a presença da OAB em mais uma etapa do julgamento dele na Ação Penal da Chequinho aconteceu, mas por determinação do próprio juiz que o advogado Fernando Fernandes escolheu como alvo. Responsável pelas investigações da esfera criminal, Ralph Manhães convocou a OAB de Campos, enquanto o MP, Amaerj e Associação de serventuários enviaram representantes. Tudo para garantir que prerrogativas de ninguém – réu, promotor de Justiça ou juiz – pudessem ser afetadas.
Perícia federal
Os advogados de Garotinho e dos demais réus que tiveram audiência ontem apresentaram entre os nomes a serem ouvidas a partir da próxima semana como testemunha de defesa o perito Ricardo Molina. O mesmo que, semana passada, deu parecer sobre os áudios do presidente Michel Temer, gravados pelo empresário da JBS Joesley Batista. Molina disse que eles não poderiam ser utilizados como prova porque o gravador é “vagabundo” e “não é possível” garantir que a gravação seja “autêntica”
Velho conhecido
Molina é um velho conhecido da mídia: foi professor da Unicamp, mas acabou demitido pela instituição em 2001 acusado de irregularidades administrativas. Ele nega. Já participou das investigações sobre a morte de Paulo Cesar Farias, o PC Farias, a confirmação da autenticidade da gravação de uma conversa entre ACM e o procurador da República em que o parlamentar insinuava ter tido acesso às informações sigilosas, cuja transcrição do áudio não comprovou a denúncia. E ainda o polêmico laudo sobre a “bolinha de papel” que teria atingido José Serra (PSDB) na campanha eleitoral, em 2010. Ralph Manhães negou o pedido para que Molina prestasse depoimento no caso.
Sunset (I)
A sempre polêmica política de São João da Barra voltou a se agitar ontem com a informação de que foi marcada para o dia 26 de junho a audiência sobre o “caso Sunset”. Durante a eleição de 2012, O PMDB e a coligação “São João da Barra não pode parar” — vencedores do pleito com Neco (PMDB) como prefeito e Alexandre Rosa (hoje PRB) como vice — denunciaram o grupo político liderado, à época, pelo ex-prefeito e candidato ao mesmo cargo Betinho Dauaire (PR) de participação em um esquema de compra de votos na véspera da eleição.
Sunset (II)
Os denunciantes apresentaram imagens do circuito interno de câmeras do edifício Sunset, em Campos, onde alegam que teria ocorrido a suposta entrega do dinheiro para a compra de votos. Além de Betinho, também foram denunciados seu candidato a vice e atualmente vereador, Gersinho Crispim (atual SD); o presidente do diretório do PR em SJB, Bruno Dauaire, hoje deputado estadual; os ex-vereadores Kaká (PT do B) e Zezinho Camarão (DEM); além dos candidatos à Câmara Winster Brito, Luiz Fernando, Jakson Meireles, Rodrigo Rocha, Renan Sampaio e o apontado como proprietário do imóvel, Lucas Assed.
Seminário sobre turismo
Acontece hoje, no Centro de Convenções Oscar Niemeyer, na Uenf, o 1º Seminário Empresarial de Turismo de Campos. Durante o evento, das 8h às 17h, na área externa, estarão expostos equipamentos utilizados em diferentes áreas para desenvolvimento do setor. O evento contará com cerca de 200 participantes, entre eles, profissionais que atuam em várias modalidades do turismo, como o esportivo, de aventura, de negócios, entre outros.
Doação de sangue em SJB
Com apoio logístico da Prefeitura de São João da Barra, em parceria com Hospital Ferreira Machado e o Projeto Vidas sem Fronteiras, a Unidade Móvel do Hemocentro estará efetuando o trabalho de coleta de sangue de pessoas voluntárias, hoje, das 9h às 15h, em frente ao Ginásio de Esportes, no Centro. O objetivo é suprir o déficit no estoque de sangue do hemocentro de Campos, que atende também ao município vizinho, além de outros.
Charge do dia
Charge do dia 30-05-2017
Charge do dia 30-05-2017/José Renato
Comentar
Compartilhe
Câmara convoca aprovados para segunda fase do concurso
30/05/2017 | 11h18
O presidente da Câmara, Marcão Gomes (Rede), publicou hoje em Diário Oficial a convocação dos aprovados no concurso do Legislativo em 2012. 
Esses aprovados enfrentaram todo tipo de dificuldade na legislatura passada, que chegou a extinguir os cargos para não chamá-los.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Audiência de Garotinho sem OAB do Rio e com a Associação do MP e Amaerj. Confira os vídeos
29/05/2017 | 20h37
Apesar de muito estardalhaço nas redes sociais, a audiência de instrução e julgamento da Ação Penal do ex-secretário de Governo de Campos, Anthony Garotinho, aconteceu sem a presença da OAB/RJ, como foi alardeado que aconteceria.
A OAB, de Campos, foi chamada, mas pelo juiz Ralph Manhães.
Já o promotor Leandro Manhães solicitou à Associação do MPRJ (AMPERJ) a presença de um representante da entidade para  fiscalizar o respeito às suas prerrogativas.
Também foi chamada a Associação dos Magistrados (Amaerj) e a Associação dos Serventuários.
Foram ouvidas 17 testemunhas de acusação e marcado para o próximo dia 5, segunda-feira, às 13 horas, o início da oitiva das testemunhas de defesa.
Confira no Folha 1 os vídeos das testemunhas de acusação que prestaram depoimento nesta segunda-feira.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: TRE nega recurso de Vinicius Madureira
29/05/2017 | 19h11
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) confirmou, há pouco, que foram negados provimentos aos embargos de declaração do vereador Vinicius Madureira (PRP).
Madureira foi condenado na Aije da Chequinho em janeiro e teve a sentença confirmada no início de abril. Hoje foram julgados os embargos, que esclarecem pontos da sentença.
A exemplo do que aconteceu com Magal (PSD), Madureira também terá que recorrer ao TSE para poder recorrer da decisão no cargo.
Por falar em Magal, termina amanhã (terça) o prazo de três dias dado pela Câmara para que ele apresente defesa. Ainda não o fez.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Juiz marca para 27 de junho interrogatório de Ozéias, Miguelito, Ana Alice e Gisele
29/05/2017 | 18h42
Além da audiência de instrução e julgamento de Anthony Garotinho, também aconteceu nesta segunda-feira mais uma etapa do julgamento da Ação Penal que tem como réus os vereadores eleitos e não diplomados Ozéias (PSDB) e Miguelito (PSL), a ex-secretária de Desenvolvimento Humano e Social, Ana Alice Alvarenga e a ex-coordenadora do programa Cheque Cidadão, Gisele Koch.
A fase de oitiva terminou. O interrogatório dos réus foi marcado para 27 de junho.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Nova audiência de julgamento de Garotinho
29/05/2017 | 15h50
Audiência de julgamento de Garotinho
Audiência de julgamento de Garotinho / Paulo S. Pinheiro
Acontece na tarde desta segunda-feira (29) mais uma etapa da audiência de instrução e julgamento da Ação Penal que tem como réu o ex-secretário de Governo Anthony Garotinho (PR). A previsão é que seja a última etapa da oitiva das testemunhas de acusação. Uma nova data deve ser marcada para oitiva das testemunhas de defesa.
Foram arroladas 19 testemunhas, sendo que duas foram dispensadas. Depois, acontece mais uma audiência, mas que tem como réus Ozéias Miguelito Ana Alice e Gisele Koch. As testemunhas de Gisele foram dispensadas pela própria defesa.
Comentar
Compartilhe
Sem Zé Carlos, João Peixoto realiza prestação de contas
29/05/2017 | 12h59
Por falar em PSDC, como pode conferir no post anterior, o deputado estadual João Peixoto realizou sexta-feira evento de prestação de contas que lotou um clube em Guarus.
Peixoto destacou ações de seu mandato como obras e serviços pleiteados.
O vereador do PSDC, José Carlos, que recentemente rompeu com o Governo do Estado e está estremecido com Peixoto, não compareceu.
(Com informações da assessoria)
Comentar
Compartilhe
Sem Gil, presidente do PSB anuncia que partido terá novo pré-candidato de Campos à Alerj
29/05/2017 | 11h43
O Partido Socialista Brasileiro (PSB) reuniu sábado dirigentes e militantes dos municípios do Norte e Noroeste Fluminense para um pré-congresso regional em Campos. Presidente da legenda no estado do Rio de Janeiro, o deputado federal Hugo Leal, e o coordenador regional do PSB e presidente do diretório de Campos, vereador Igor Pereira, receberam lideranças e militantes de toda região.
Quem não estava presente foi o deputado estadual Gil Vianna, que recentemente recebeu convite do presidente regional do PSDC, deputado João Peixoto, para ingressar no partido pelo qual ganhou a primeira eleição. Gil disse que está bem no PSB, onde é líder do partido na Alerj, mas confirmou o convite e disse que está avaliando (leia no Folha Online)
No encontro para debater o cenário político nacional, além da organização partidária com foco nas eleições de 2018, Hugo Leal afirmou que o partido terá um novo político campista na disputa por uma à Alerj.
— Primeiro temos que unificar o discurso do PSB. Temos que analisar o cenário no âmbito federal, estadual e o impacto dessa situação nas prefeituras. Entre julho e agosto vamos começar a organizar a preparação das chapas para deputado estadual e deputado federal. Com certeza do Norte e Noroeste fluminense vão sair candidatos a deputado estadual e federal. Fazendo o dever de casa, vamos passar a analisar para ocuparmos outros espaços, composições na majoritária para disputa a governador e senador — disse Leal.
O vereador Igor Pereira salientou a necessidade da união de forças na região para o fortalecimento da legenda partidária em todo Rio de Janeiro e já se colocou à disposição do grupo político: “Estamos empenhados na construção de um projeto. Nossa política é de grupo, vamos ajudar o PSB. Nossa maior meta é o crescimento do partido em todo estado Sou soldado do grupo e, quem sabe, aqui não temos o futuro governador do Rio”.
O PSB cresceu bastante na região — tem dois prefeitos, Francimara Barbosa Lemos (São Francisco de Itabapoana) e Josias Quintal (Santo Antônio de Pádua), e número significativo de vices e vereadores.
(Com assessoria)
(Atualização para correção de informação)
Comentar
Compartilhe
PF apreende na casa de Aécio depósitos com identificação 'cx 2'
26/05/2017 | 19h01
A Polícia Federal apreendeu no apartamento do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) uma série de papéis e objetos, dentre eles uma anotação manuscrita com a inscrição “cx 2”, conforme indica o relatório dos investigadores enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF). A operação foi realizada em 18 de maio no apartamento que o parlamentar mantém na Avenida Vieira Souto, no Rio de Janeiro. Na ocasião, também foram levados 15 quadros e uma escultura, classificados pela PF como obras de arte.
No relatório, consta a apreensão de “diversos documentos acondicionados em saco plástico transparente, dentre eles um papel azul com senhas, diversos comprovantes de depósitos e anotações manuscritas, dentre elas a inscrição 'cx 2' ".
Também foi apreendido na residência do senador um aparelho bloqueador de sinal telefônico, um telefone celular e um pen drive. No mesmo dia, outra operação de busca e apreensão foi realizada no gabinete de Aécio no Senado, onde foram encontrados outros documentos. Foi apreendida “uma pasta transparente contendo cópias da agenda de 2016 onde verifica-se agendamento com Joesley Batista”. Também foram retiradas do local “folhas impressas contendo planilhas com indicações para cargos federais, com remuneração e direcionamento em qual partido político pertence ou foi indicado”.
No gabinete de Aécio, também foram encontradas “folhas impressas no idioma aparentemente alemão, relativo a Norbert Muller”. De acordo com outras investigações, Muller era um doleiro especializado em abrir contas no exterior para políticos.
Comentar
Compartilhe
Audiência tensa em Ação Penal da Chequinho
26/05/2017 | 18h58
Aconteceu, na última quinta-feira, mais uma audiência do caso Chequinho. Desta vez, na Ação Penal que tem como réus os vereadores eleitos e não diplomados Ozéias (PSDB) e Miguelito (PSL) e a ex-secretária municipal de Desenvolvimento Humano e Social Ana Alice Alvarenga e a ex-coordenadora do Cheque Cidadão, Gisele Koch. Os quatro chegaram a ser presos durante a operação Chequinho, ano passado.
Desta vez, a oitiva foi das testemunhas de defesa. Sete foram ouvidas e negaram conhecimento sobre quaisquer irregularidades na distribuição do Cheque Cidadão.
A audiência teve vários momentos de tensão e, por várias vezes, o juiz Ralph Manhães teve que chamar a atenção dos advogados, dizendo que o local não é próprio para discursos políticos.
Ralph também negou pedido da defesa sobre reexame de decisões anteriores, como o adiamento de todas as audiências já marcadas, a determinação de não uso de celular dentro da sala de audiências e o sigilo das gravações dos julgamentos.
O juiz também reagiu com veemência ao que, para um leigo, poderia parecer uma tentativa da defesa de intimidar o magistrado e o MP: No momento dos requerimentos, o advogado informou ao juiz que a defesa estuda representação junto ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em função da condução coercitiva da testemunha Verônica Ramos Daniel e requereu que Ralph Manhães "se abstenha de praticar tais atos novamente". Ainda sobre Verônica, disse que o juiz deveria ter extraído cópias para apurar abusos que teriam sido denunciados por ela. E afirmou que o juiz estaria conduzindo o processo de forma parcial.
O magistrado respondeu: "Tudo isso já foi apreciado e negado. O senhor está fazendo discurso político aqui? Vou extrair cópias (...) em relação ao que Verônica falou: Que é analfabeta, que prestou depoimento não sabe a quem, uma pessoa paga por pessoas... levada ao Rio de Janeiro... Então, ao final a gente pode determinar a extração de peças para propor uma Ação Penal, se assim entender o Ministério Público, para averiguar, em tese, se há crimes cometidos naquela situação".
Ela foi levada a depor na audiência do dia 9 de maio último, que tem Anthony Garotinho como réu, pela Polícia Federal como testemunha do Juízo, o que é permitido pelo parágrafo 1º, do art. 209 do CPP. (lembre aqui).
Acompanhe todos os vídeos da audiência no Folha 1.
Comentar
Compartilhe
Francimara antecipa pagamento de servidores e disponibiliza enquadramento de Plano de Cargos
26/05/2017 | 17h52
A Prefeitura de São Francisco de Itabapoana (SFI) liberou nesta sexta-feira (26) o pagamento dos servidores públicos municipais, referente ao mês de maio. De acordo com o secretário de Administração, Igor Siqueira Leal, também foi disponibilizado o enquadramento do Plano de Cargos e Salários dos funcionários da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC) que deram entrada no processo em 2016.
“O objetivo da prefeita Francimara, além de valorizar os nossos servidores com o pagamento antecipado dos salários, é permitir a injeção de recursos na economia local, movimentando o comércio, a fim de garantir os empregos já existentes e possibilitar a abertura de novos postos de trabalho”, ressaltou o secretário.
Igor também destacou a liberação do enquadramento da Educação. “A prefeita Francimara, sensibilizada com a situação dos servidores da área educacional, autorizou o enquadramento dos funcionários, cujos processos estavam parados desde o início do ano passado. Nesta sexta-feira (26) autorizamos a regulamentação de 99% dos casos”, revelou Igor.
(Da assessoria)
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Recurso de Madureira na pauta de segunda-feira do TRE
26/05/2017 | 13h00
O recurso do vereador Vinicius Madureira (PRP) está na pauta de segunda-feira do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).
A condenação já foi confirmada, mas agora serão julgados os embargos de declaração (recursos que esclarecem pontos da sentença).
Caso os embargos sejam rejeitados, o TRE poderá seguir o mesmo procedimento adotado com Jorge Magal (PSD) e determinar que ele recorra ao TSE fora do cargo.
Comentar
Compartilhe
João Peixoto convida Gil Vianna para o PSDC
26/05/2017 | 12h21
O deputado estadual João Peixoto, presidente regional do PSDC, convidou o colega da Alerj, Gil Vianna para ingressar no partido.
Gil é do PSB e exerce o cargo como suplente.
João Peixoto disse que seu objetivo sempre é fortalecer seu partido, levando nomes fortes: "Se ele quiser ser candidato a deputado estadual pelo PSDC, terá a vaga. Não há nenhum problema. Sou muito democrático a respeito disso".
Ano passado, Gil e João Peixoto já tiveram uma parceria, quando caminharam juntos na campanha de Caio Vianna, que não foi eleito, à prefeito.
Esta semana, o vereador campista José Carlos, do PSDC, anunciou rompimento com o Governo do Estado, enquanto o deputado tratava-se de uma divergência política e não pessoal. E também garantiu que, se José Carlos quiser, pode disputar a deputado estadual pelo partido: "Sou candidato à reeleição, mas quem ganhar leva", afirmou.
Só para lembrar, na eleição do ano passado, José Carlos apoiou Rafael Diniz, que foi eleito em primeiro turno.
Comentar
Compartilhe
Vereador Abu doa salário do mês para entidades assistenciais
26/05/2017 | 01h40
A audiência pública da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), realizada nesta quinta-feira (25), na Câmara, teve um momento inusitado: O vereador Abú Azevedo (PPS) anunciou que irá doar seu salário do mês para as entidades assistenciais de Campos. O parlamentar agradeceu aos diretores das entidades como Apoe, Apae, Apape e o Educandário São José Operário por todo trabalho filantrópico que cada uma faz na cidade.
 "Eu queria agora aqui, presidente... que vocês aceitassem a minha humilde contribuição, eu queria estar doando um mês do meu vencimento aqui de vereador para a entidade Apape, Apoe, Apae e o Educandário São José Operário." finalizou o vereador.
Comentar
Compartilhe
OAB entrega à Câmara dos Deputados pedido de impeachment de Temer
25/05/2017 | 17h36
A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) entregou na tarde desta quinta-feira (25) à Câmara dos Deputados o pedido de impeachment do presidente Michel Temer. A entidade também pediu que Temer fique inabilitado de exercer cargo público por oito anos.
Leia os principais pontos do pedido da OAB:
1) O documento diz que considera as gravações feitas por Joesley Batista, dono da JBS, mas não se pauta apenas por elas. Também leva em conta depoimentos que estão no inquérito e declarações de Temer.
2) Aponta crimes de responsabilidade em duas condutas do presidente da República.
3) A 1ª conduta seria o encontro de Temer com Joesley sem divulgação em agenda oficial. Isso fere o Código de Conduta Ética de Agentes Públicos.
4) Nessa reunião, o presidente pode ter cometido outra infração: a promessa de favorecimento da JBS na nomeação de um presidente de seu interesse no Cade.
5) Outro trecho da conversa gravada indica que Temer agiu de modo incompatível com o cargo ao dizer que, quando Joesley quisesse falar com ele, poderia procurar Rodrigo Rocha Loures, o deputado que foi filmado recebendo R$ 500 mil em dinheiro vivo da JBS.
6) A 2ª conduta trata da parte do encontro em que Joesley relata ao presidente ter "dado conta" de um juiz e um juiz substituto, além de tentar trocar o procurador que cuida das investigações relacionadas à JBS. Para a OAB, o presidente feriu a Constituição ao não reportar às autoridades o relato do empresário.
Leia mais no G1.
Comentar
Compartilhe
Dr. Aluízio convida para audiência pública sobre porto de Macaé
25/05/2017 | 16h41
O porto de Macaé está cada dia mais perto de se tornar uma realidade. No próximo dia 5 de junho, às 18h, na Câmara dos Vereadores, acontece audiência pública para debater a implantação do empreendimento.
O anúncio foi feito pelo prefeito Dr. Aluízio no facebook, como você pode conferir no vídeo acima.
Comentar
Compartilhe
Câmara emite nota oficial sobre Magal
25/05/2017 | 12h39
A Câmara emitiu hoje nota oficial sobre a notificação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para que o vereador Jorge Magal seja afastado do Legislativo por já ter sido condenado no caso Chequinho em segunda instância.
A Câmara foi notificada ontem, dia 24. (Leia na Folha Online)
Após análise da Procuradoria, foram concedidos ao vereador três dias para que ele se defenda a respeito da perda do mandato.
Obs.:
Assim, Magal ganha uma sobrevida até a próxima semana para conseguir uma decisão favorável no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, para recorrer no cargo.
Comentar
Compartilhe
Marcão lê parecer favorável à abertura das CPIs das Rosas e Lava Jato
24/05/2017 | 21h00
O presidente da Câmara, Marcão Gomes (Rede), leu hoje parecer favorável à abertura de duas CPIs: A das Rosas, que investigará contrato da prefeitura de Campos durante a gestão da prefeita Rosinha,entre 2011 e 2016, com a Emec Obras e Serviços Ltda, no valor total de R$ 76.150.706,73, para manutenção civil e paisagística de canteiros, parques, praças, jardins e afins. O autor do pedido é o vereador Genásio (PSC).
E da Lava Jato, sobre contrato da Odebrecht também com a Prefeitura de Campos e também na gestão Rosinha. O valor do contrato, quase R$ 1 bilhão com aditivos, foi o maior já firmado até agora no Município. O autor do pedido é o vereador Fred Machado (PPS), líder do governo.
Assinaram o pedido de abertura de CPIs: Marcão, Fred Machado, Genásio, Abu (PPS), Marcos Bacellar (PDT), Cláudio Andrade (PSDC), José Carlos (PSDC), Jorginho Virgílio (PRP), Igor Pereira (PSB), Silvinho (PRP), Neném (PTB), Álvaro Cesar (PRTB), Enock Amaral (PHS) e Pastor Vanderly (PRB).
Comentar
Compartilhe
Temer aciona tropas federais para proteger Planalto e ministérios
24/05/2017 | 17h51
O presidente Michel Temer decretou a ação de garantia da lei e da ordem", convocando as tropas federais para garantir a segurança no Palácio do Planalto e ministérios.
A informação é do ministro da Defesa, Raul Jungmann.
A decisão de Temer, atendendo a um pedido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ocorreu após um grupo de cerca de 50 pessoas usando máscaras promover um quebra-quebra em meio à manifestação contra o Governo Temer em Brasília. Parte dos manifestantes destruiu persianas e vidraças de pelo menos cinco ministérios, entre eles o da Integração Nacional, o do Trabalho, da Cultura e o da Agricultura. Este último havia sido cercado por tapumes, mas, mesmo assim, teve os vidros quebrados, e teve parte do térreo incendiado.
Comentar
Compartilhe
João Peixoto: 'Se Zé Carlos quiser, dou a vaga para ele disputar a deputado estadual ano que vem'
24/05/2017 | 15h04
Por telefone, agora há pouco, o deputado estadual João Peixoto, presidente regional do PSDC, comentou as declarações do vereador José Carlos, do mesmo partido, que, ontem, desabafou na tribuna da Câmara e anunciou rompimento com o Governo do Estado.
Mantendo o estilo mineirinho e evitando confrontos diretos, João Peixoto disse que Zé Carlos teria feito algumas reivindicações que não puderam ser atendidas por ele e por isso entregou a chefia do posto do Detran em Campos, que seria indicação do vereador.
De acordo com Peixoto, foi uma posição política e, que ele espera, que não se transforme em nada pessoal:
"Já passei por uma situação de um vereador que era do meu grupo, quis sair e nunca mais me deu um bom dia", falou, referindo-se a Kellinho, que rompeu com o deputado em 2010 e passou para o grupo de Garotinho.
Ainda segundo João Peixoto, Zé Carlos continua no PSDC e, caso queira, terá vaga para disputar a deputado estadual em 2018: "Sou candidato à reeleição, mas dou uma vaga a ele também. Sem nenhum problema. Quem ganhar, leva", afirmou, acrescentando que, se o vereador quiser disputar uma cadeira na Câmara Federal, também terá a vaga". 
Comentar
Compartilhe
Chequinho: TRE notifica Câmara sobre afastamento de Magal
24/05/2017 | 11h59
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) notificou, na manhã desta quarta-feira (24), a Câmara dos Vereadores a respeito da condenação em segunda instância do vereador no caso Chequinho, o que leva ao afastamento.
Magal pode (se já não está) recorrer ao TSE. Mas, diferente do que acontece em segunda instância, onde os recursos têm efeito suspensivo, em Brasília será preciso um recurso contra a cassação e outro pedindo que ele continue no cargo enquanto recorre.
Também já foi condenado em segunda instância Vinícius Madureira (PRP), mas NÃO HÁ ainda nenhuma movimentação a respeito dele.
Saindo Magal, quem deve entrar é o suplente Thiago Godoy (PR), que, se assumir, pode ficar pouco na cadeira, já que existem mais seis vereadores aguardando publicação de acórdão do TSE no Diário Oficial para serem diplomados.
Godoy, aliás, preferiu não assumir no início do mês, justamente porque já antevia que ficaria pouco tempo.
Embora a Câmara tenha sido notificada, Magal esteve na sessão desta quarta-feira. 
De acordo com a assessoria do Legislativo, a Procuradoria está analisando o caso e o presidente Marcão Gomes só vai se pronunciar nesta quinta-feira.
Atualização no texto:
Abaixo, a publicação do Diário Oficial de amanhã, que já traz os embargos de declaração do vereador Magal:
Comentar
Compartilhe
Madureira: 'Estou na Câmara de forma legítima, através dos votos'
23/05/2017 | 23h18
Um dos quatro vereadores que voltaram à Câmara, Vinicius Madureira agradeceu a solidariedade durante seu afastamento. Ele agradeceu aos vereadores que ligaram e a seu grupo político que, mesmo quando estava fora do legislativo, continuava "pensando Campos".
Madureira falou que nunca comprou votos e que está na Câmara de forma legítima, através dos 2.333 votos recebidos.
Comentar
Compartilhe
Zé Carlos: 'Triste é quem descobre o que está acontecendo e continua com o Governo do Estado'
23/05/2017 | 21h39
O vereador José Carlos (PSDC) usou a tribuna nesta terça-feira (23) para anunciar que estava rompido com o Detran e com o Governo do Estado.
Zé Carlos, do partido do deputado João Peixoto, que é da base de sustentação do governo Pezão, disse que o Estado vem pecando, consecutivamente, com a população e vinha tentando há muito tempo tomar essa decisão:
"Fiz uma passagem lá (no Detran, ontem foi chefe chefe do setor de vistoria por cinco anos) com muita lisura e transparência e quando me tornei vereador, meu filho já era funcionário do Detran há três anos e, por reunir os requisitos, se tornou chefe do Detran. Mas eu não poderia mais caminhar com o Governo. O setor vem todo dia machucando o povo de Campos. Um Estado mentiroso que, quando chega nas eleições, em São Francisco e São João da Barra, período de eleição para governador, eles vão ali e botam um barquinho, bota 20 pessoas trabalhando, bota uns ferrinhos lá, começa a bater uma marreta. Eles ganham a eleição, o barquinho some. A ponte também de Dores de Macabu, tão sonhada. A gente vê o Estado tirando policial militar de Campos e levando para as UPPs. Vemos um Estado falido, através de governo que antecederam, atacando os cofres do erário, levando a parcelamento de direitos de funcionários públicos. Não posso mais fazer parte de um grupo que está acabando com o Estado. Não posso mais caminhar com o Governo do Estado. O triste é quem descobre o que está acontecendo e não toma uma providência. Quem me conhece sabe que fiz parte do grupo de garotinho aqui em Campos. Quando vi que o grupo estava perdendo sua essência, se envolvendo com gente não comprometida com a causa pública, fiz a mesma coisa.
Comentar
Compartilhe
STF determina prisão de deputado Celso Jacob e Nahim fica mais perto da Câmara Federal
23/05/2017 | 18h37
O Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou hoje (23) recurso apresentado pela defesa do deputado Celso Jacob (PMDB-RJ) e determinou a imediata execução da pena, de 7 anos e 2 meses de prisão, em regime semiaberto (que permite o trabalho fora da cadeia durante o dia).
Por unanimidade, a Primeira Turma da Corte confirmou a condenação do parlamentar por falsificação de documento público e dispensa de licitação fora das hipóteses previstas em lei quando era prefeito de Três Rios (RJ).
A defesa do deputado argumenta que ele agiu de acordo com recomendações técnicas e que não gerou prejuízo para o município.
Na decisão, foi determinada a expedição de um mandado de prisão, que permitirá o início da execução da pena. Jacob foi condenado em 2006 e teve um primeiro recurso negado pelo STF em agosto do ano passado, mas a defesa recorreu novamente.
Na sessão desta terça, os ministros consideraram que os recursos visavam apenas atrasar o processo e decidiram declarar o “trânsito em julgado”, isto é, a conclusão da ação, para cumprimentos dos efeitos da condenação.
Sendo cumprida a pena, a dúvida é como a Câmara vai reagir: Aceitará um deputado que dorme na prisão e sai para "legislar" ou irá cassar o mandato?
Caso casse, a possibilidade é que assuma a vaga o suplente Nelson Nahim (PMDB), que chegou a ocupar a vaga de Indio da Costa no início do ano.
Comentar
Compartilhe
Rocha Loures entrega mala com R$ 500 mil à PF
23/05/2017 | 13h28
O deputado federal Rocha Loures (PMDB-PR) entregou à Polícia Federal, em São Paulo, a mala dos R$ 500 mil da JBS. O parlamentar, aliado do presidente Michel Temer (PMDB), foi flagrado na noite de 24 de abril, em São Paulo, saindo apressado do estacionamento de uma pizzaria nos Jardins, na zona sul da capital, carregando uma mala preta com R$ 500 mil em dinheiro vivo. Agentes da Polícia Federal o seguiam e o filmaram.
 
Rocha Loures teve a prisão pedida pela Procuradoria-Geral da República. O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, negou a prisão do aliado de Temer, mas decretou seu afastamento do mandato.
 
De acordo com a investigação, os R$ 500 mil seriam referentes a uma propina da JBS em troca do empenho do parlamentar em um projeto de interesse do grupo na Câmara dos Deputados.
Comentar
Compartilhe
PF prende ex-governadores do DF e assessor especial de Temer
23/05/2017 | 09h47
A Polícia Federal prendeu hoje os ex-governadores do Distrito Federal José Roberto Arruda e Agnelo Queiroz e o ex-vice governador Tadeu Filippelli — também assessor especial do presidente Michel Temer. Eles foram presos em suas residências em Brasília. A operação - denominada "Panatenaico" - cumpre, ao todo, 15 mandados de busca e apreensão, 10 mandados de prisão temporária e três conduções coercitivas.
Filippelli é mais um dos assessores próximos a Temer com problemas com a polícia. Os outros são Rodrigo Rochas Loures, José Yunes e o ex-ministro Geddel Vieira Lima. Os ministros mais próximos ao presidente - Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral) - também respondem a inquérito no Supremo Tribunal Federal.
Filipelli dividia sala com Rocha Loures, a exemplo da que fica ao lado do gabinete presidencial, no terceiro andar do Palácio do Planalto, hoje reservada para Marcela Temer, de acordo com o jornalista Lauro Jardim, de O Globo. 
Atualização:
O objetivo, de acordo com a PF, é investigar organização criminosa que fraudou e desviou recursos das obras de reforma do Estádio Nacional Mané Garrincha para a Copa do Mundo de Futebol de 2014. Inicialmente orçadas em cerca de R$ 600 milhões, as obras no estádio custaram ao fim, em 2014, um total R$ 1,575 Bilhão. O superfaturamento, portanto, segundo os investigadores, pode ter chegado a quase R$ 900 milhões.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Também condenados Paulinho Camelô, Tia Penha, Katia Venina
22/05/2017 | 19h09
Também foram condenados na Chequinho mais dois candidatos não eleitos. As decisões também estão no DO da Justiça:
PAULO RENATO GAMA PEDROSA, o Paulinho Camelô (PRP), que obteve 965 votos e MARIA DA PENHA VELASCO SIQUEIRA, a Tia Penha (PHS), que recebeu 160 votos. Também foi condenada KATIA VENINA DOS SANTOS, a Enfermeira Katia Venina (PR), que recebeu 343 votos.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Roberta Moura também condenada
22/05/2017 | 18h29
A suplente de vereadora Roberta Moura (PR), que chegou a assumir uma cadeira na Câmara de Vereadores, também foi condenada no caso Chequinho.
A condenação está no Diário Oficial da Justiça.
Roberta chegou a tomar posse no último dia 3 de maio, mas voltou à suplência depois das movimentações jurídicas em torno das cadeiras da Câmara, semana passada.
Na última eleição, ela obteve 1,182 VOTOS.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Diplomação e posse só após publicação de acórdão do TSE no Diário Oficial
22/05/2017 | 16h23
Desde a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), muitas têm sido as dúvidas a respeito dos seis vereadores que estavam impedidos de serem diplomados por decisão da Justiça Eleitoral.
Há pouco, o advogado Thiago Godoy, que atua na defesa, explicou as dúvidas:
"Estamos aguardando o acórdão ser publicado no Diário Oficial e não temos dúvidas sobre a posse imediata dos vereadores afastados pois a decisão nas AIJE tem efeito suspensivo com o protocolo do recurso, ou seja, ela só passa a valer se o TRE mantiver a condenação e por consequência o afastamento deles", disse Thiago Godoy.
Em geral, a publicação de um acórdão demora em torno de 15 dias.
Na última terça-feira, o TSE determinou a diplomação dos vereadores eleitos Linda Mara (PTC), Kellinho (PR), Miguelito (PSL), Ozéias (PSDB) e Thiago Virgílio (PP), que chegaram a ser presos na Operação Chequinho, e Jorge Rangel (PTB).
No dia seguinte, o juiz Ralph Manhães determinou o retorno de outros quatro vereadores afastados em abril - Thiago Ferrugem (PR), Roberto Pinto (PTC), Vinícius Madureira (PRP) e Jorge Magal (PSD). Já sobre os outros seis, ele encaminhou a solução de possíveis questionamentos ao Tribunal Regional Eleitoral e TSE.
Comentar
Compartilhe
Audiências de Edilson Peixoto e Albertinho remarcadas para 30 de junho
22/05/2017 | 16h17
Foram remarcadas para 30 de junho as audiências de instrução do ex-secretário de Obras do governo Rosinha e do ex-vereador Albertinho. Em princípio, as audiências estavam marcadas, respectivamente, para 9 e 12 de maio, mas elas estão sendo reagendadas em função do afastamento do juiz Eron Simas, que durou cerca de uma semana.
Dia 30, a de Edilson será às 8h e de Albertinho, às 10h.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Advogado de Garotinho diz que OAB/RJ atende seu pedido e vai ajudar em investigação sobre testemunha
22/05/2017 | 15h29
De acordo com a assessoria do advogado de Anthony Garotinho, a OAB-RJ (Ordem dos Advogados do Brasil- Seccional RJ) atendeu o pedido de Fernando Fernandes para atuar no que ele classifica de "insistente esforço das autoridades do município de Campos" que, no entendimento do advogado, estariam cometendo abusos.
Segundo Fernando Fernandes os promotores da Operação Chequinho tentam intimidar e criar fatos para acusar os advogados de defesa por obstrução à Justiça.
O advogado cita o fato de uma testemunha, Verônica Ramos Daniel. Ela mudou seu depoimento e foi levada ao Rio pela defesa, onde registrou em cartório que teria sido induzida quando foi ouvida na Polícia Federal. Recentemente, o MP de Campos entrou com Ação Penal contra o tabelião que registrou em cartório o novo depoimento.
(
Comentar
Compartilhe
Depois da Odebrecht, a JBS e os Garotinho
21/05/2017 | 16h35
Depois da delação da Odebrecht, em que o nome do casal Garotinho apareceu nas planilhas de doações de R$ 9,5milhões, mais uma vez eles apareceram, mas na delação do executivo da JBS, Ricardo Saud. A informação foi postada em primeira mão no blog do jornalista Ricardo André Vasconcelos (aqui e aqui) e replicado no Ponto de Vista, de Christiano Abreu Barbosa.
Ao ser citado o pagamento de propina ao ex-senador e ex-ministro Antonio Carlos Rodrigues, do PR, partido da ex-prefeita Rosinha e do ex-governador Anthony Garotinho, a Nota Fiscal apresentada tem o brasão do município de Campos.
No canto superior direito da NF consta a observação: "PR Garotinho 17". Ela foi emitida pela empresa OCEAN LINK SOLUTIONS LTDA, no valor de R$ 3.004.160,00 e é referente à contratação, pela JBS S/A de serviços de consultoria, engenharia de telecomunicações e desenvolvimento de softwere. A nota fiscal consta no apenso 13 da delação premiada dos donos e executivos da JBS, homologada pelo ministro Luiz Edson Fachin, do STF, no último dia 18 de maio.
A Ocean Link Solutions tem como sócio André Luiz da Silva Rodrigues, que é sócio também da Working Empreendimentos e Serviços, a empresa multifacetada que, no governo Rosinha, atuou reformando escolas, fazendo manutenção preventiva, montando estruturas de shows, aluguel de palcos, entre outros.
Abaixo, a Nota Fiscal original, baixada do site da Prefeitura de Campos:
Comentar
Compartilhe
PSDB do Rio quer partido fora do governo Temer e pede a renúncia
20/05/2017 | 19h15
O PSDB do Rio decidiu hoje encaminhar posicionamento do partido à Executiva Nacional, pedindo que os ministros tucanos deixem o governo Temer e, ainda, sugerindo a renúncia do presidente Temer. Caso isso não aconteça, já se manifesta a favor do impeachment.
Comentar
Compartilhe
PSB vai para oposição, pede renúncia de Temer e quer eleições diretas
20/05/2017 | 15h22
A executiva nacional do PSB realizou reunião hoje, onde decidiu deixar o governo Temer e tornar-se oposição. Também pediu a renúncia do presidente Michel Temer.
A cúpula da sigla diz que Temer perdeu as condições de governar.
O PSB também resolveu que irá fechar questão em favor da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do deputado Miro Teixeira (Rede-RJ), que antecipa as eleições diretas para presidente da República, que já vem sendo apelidada de “emenda das Diretas já”.
Pela Constituição, em caso de vacância da cadeira de presidente a menos de dois anos do fim do mandato tem de ser feita uma eleição indireta na qual apenas deputados e senadores votam.
 
 
 
Comentar
Compartilhe
Chequinho: julgamento de Thiago Godoy e Gilson Gomes sem a presença dos réus
19/05/2017 | 15h15
Duas audiências do caso Chequinho foram realizadas na manhã de hoje no Fórum Maria Teresa Gusmão, em Campos: as do ex-secretário dos Direitos dos Idosos, Gilson Gomes, e do ex-subsecretário de Governo, Thiago Godoy. Nenhum dos dois investigados compareceu.
As duas audiências haviam sido adiadas em função do rápido afastamento do juiz Eron Simas do caso.
Comentar
Compartilhe
Reforma administrativa para ajustar gestão
19/05/2017 | 13h04
Prestes a completar seis meses no governo, o prefeito Rafael Diniz (PPS) prepara uma reforma administrativa. Passada a fase inicial, a ideia é ajustar a gestão para os próximos anos. A previsão é que aconteça ainda em junho.
Mais informações na edição de amanhã da Folha da Manhã.
Prefeito Rafael Diniz
Prefeito Rafael Diniz / Rodrigo Silveira
Comentar
Compartilhe
Entrega de propina em imagens
18/05/2017 | 15h09
  • Fred, primo de Aécio, contando dinheiro na sede da JBS

    Fred, primo de Aécio, contando dinheiro na sede da JBS

Imagens divulgadas nesta quinta-feira (18) pelo blog de Lauro Jardim, hospedado no jornal O Globo, mostram o flagrante do deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), destacado pelo presidente Michel Temer para tratar com Joesley Batista dos interesses de seu grupo empresarial, pegando R$ 500 mil em propina — a primeira parcela de um montante prometido de R$ 480 milhões.
As imagens também mostram o primo de Aécio, Frederico Pacheco de Medeiros, pegando, a mando de Aécio, R$ 1,5 milhão em propina — três quartos dos R$ 2 milhões que Aécio pediu, sem saber que era gravado, para Joesley. As cenas abaixo mostram esta entrega, ocorrida em 28 de abril deste ano.
Comentar
Compartilhe
Fachin manda afastar Aécio e prende irmã do senador
18/05/2017 | 08h40
O ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), mandou afastar o presidente nacional do PSDB, Aécio Neves (MG), do mandato de senador. O magistrado, no entanto, negou o pedido apresentado da Procuradoria Geral da República (PGR) para prender o parlamentar tucano. No despacho, conforme apurou a TV Globo, Fachin decidiu submeter ao plenário do Supremo o pedido de prisão de Aécio solicitado pela PGR.
Endereços ligados ao parlamentar tucano também são alvo de mandados de busca e apreensão na manhã desta quinta-feira (18) no Rio de Janeiro e em Brasília.
O relator da Lava Jato determinou ainda que o deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) seja afastado da Câmara.
A irmã do senador Aécio Neves, Andréa Neves, foi presa por agentes da Polícia Federal e do Ministério Público Federal na manhã desta quinta-feira (18) em Nova Lima, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, em Minas Gerais.
Fonte: G1
Comentar
Compartilhe
Justiça manda voltar todos os vereadores eleitos e investigados na Chequinho
17/05/2017 | 20h28
O juiz Ralph Manhães estendeu a decisão de ontem do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que permitiu a diplomação de Linda Mara (PTC), Kellinho (PR), Miguelito (PSL), Ozéias (PSDB), Thiago Virgílio (PTC) e Jorge Rangel (PTB), ao segundo grupo de vereadores, afastado em 17 de abril: Thiago Ferrugem (PR), Jorge Magal (PSD), Roberto Pinto (PTC), Cecília Ribeiro Gomes (PT do B) e Vinícius Madureira (PRP).
Com isso, os 10 eleitos e investigados na Chequinho, já condenados em primeiro grau, passam a integrar a composição da Câmara de Campos.
Apenas Cecília não volta, porque a vaga que ela ocupava era de Marcos Bacellar (PDT), já diplomado e empossado por decisão judicial, em uma ação que não tem a ver com a Chequinho.
Leia a cobertura completa amanhã na edição da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: TSE já comunicou ao TRE sobre decisão da noite de ontem
17/05/2017 | 18h10
Menos de 24 horas depois do julgamento, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já comunicou ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sobre a decisão que permite diplomar os seis vereadores.
Caberá ao TRE comunicar o juízo de Campos, que, então, marcará a diplomação.
 
 
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Confira quem vai deixar a Câmara
17/05/2017 | 15h47
Como nada relacionado à política de Campos é muito fácil de entender, vamos lá:
Com a diplomação dos vereadores Linda Mara (PTC), Kellinho (PR), Miguelito (PSL), Ozéias (PSDB), Thiago Virgílio (PTC) e Jorge Rangel (PTB). Fica a dúvida: Quais suplentes deixarão o Legislativo (pelo menos por enquanto)?
Bom, vamos lá:
Os que tomaram posse em 1 de janeiro:
Alvaro Oliveira (SD), da coligação PSL / SD









Cabo Alonsimar (PTC)









Geraldinho de Santa Cruz (PSDB)









E os que tomaram posse em abril:
Roberta Moura (PR) -Quarta suplente da coligação PR/PSD/PTB, e que assumiu a vaga deixada por Jorge Magal (PSD), afastado em 17 de abril.








Beto Cabeludo (PTC)









Thiago Godoy (PR), coligação PR/PSD/PTB e que preferiu não assumir
Comentar
Compartilhe
Garotinho: 'TSE revogou absurda censura'
16/05/2017 | 22h49
Liberado para falar sobre a Chequinho, o ex-governador Garotinho já está preparando a artilharia. Em seu blog afirmou que em breve vai se pronunciar sobre o que, segundo ele, está acontecendo nos julgamentos de Campos.
Veja abaixo:
"O Tribunal Superior Eleitoral revogou, em sessão que terminou agora há pouco, a absurda censura que havia sido imposta a mim pelo juiz Ralph Manhães. Na mesma sessão o TSE cassou outra decisão do juiz, a que impedia a diplomação e a posse de seis vereadores eleitos com votações expressivas para a Câmara de Campos dos Goytacazes.
Tanto o fim da censura quanto a decisão favorável aos vereadores foram tomadas por unanimidade dos ministros que compõem a maior corte eleitoral do país.
Aliás, até ao momento, praticamente todas as decisões tomadas pelo juízo de primeira instância e ratificadas pelo TRE-RJ foram modificadas pelo TSE.
Hoje ainda não falarei sobre o caso, mas nos próximos dias, com o meu direito constitucional da liberdade de imprensa e expressão restabelecido, estarei me pronunciando sobre os fatos que vêm ocorrendo nos julgamentos em Campos". 
Comentar
Compartilhe
Thiago Virgílio: 'Deus é bom o tempo todo'
16/05/2017 | 22h08
O vereador Thiago Virgílio (PTC) acabou de se manifestar no facebook a respeito da decisão do TSE, que autorizou sua diplomação e de outros cinco vereadores.
Comentar
Compartilhe
TSE autoriza diplomação de Ozeias, Miguelito, Linda Mara, Thiago Virgilio, Kellinho, Rangel e libera Garotinho
16/05/2017 | 21h32
O plenário do TSE acaba de deferir Habeas corpus aos vereadores eleitos e não diplomados Linda Mara (PTC), Kellinho (PR), Miguelito (PSL), Ozéias (PSDB), Thiago Virgílio (PTC) e Jorge Rangel (PTB).
A decisão foi unânime, acompanhando o voto da hoje ex-ministra Luciana Lóssio.
Por unanimidade, o TSE também liberou o ex-governador Anthony Garotinho para falar sobre a Chequinho.
Exceto Rangel, os outros cinco chegaram a ser presos na operação Chequinho. Linda Mara estava em prisão domiciliar até semana passada.
Os seis foram impedidos de receberem os diplomas em dezembro pela Justiça Eleitoral.
No dia 1º de janeiro, suplentes foram convocados e tomaram posse na Câmara - Álvaro Oliveira (SD), Joilza Rangel (PSD), Luiz Alberto Neném (PTB), Carlos Alberto Canaã (PTC), Cabo Alonsimar (PTC) e Geraldinho de Santa Cruz (PSDB).
Atualização:
Só para esclarecer, o julgamento de hoje do TSE não analisou se houve ou não crime. Apenas e tão somente se os vereadores poderiam ser impedidos de serem diplomados antes da condenação e se o ex-governador Garotinho poderia falar sobre a operação Chequinho. O mérito da Chequinho ainda não foi nem analisado em primeira instância (em Campos)
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Começa sessão do TSE que julgará diplomação de vereadores. Acompanhe ao vivo
16/05/2017 | 19h35
Começou há pouco a sessão do TSE que irá julgar a diplomação de seis vereadores do caso Chequinho. O debate sobre o caso de Campos terá início daqui a alguns instantes. Acompanhe ao vivo:
O julgamento dos recursos começa agora:
Depois de muita discussão, a ministra Rosa Weber, que preside a sessão, passou a palavra ao advogado Fernando Fernandes, que faz a sustentação oral.
O primeiro a ser analisado é o que contesta a competência do juiz Ralph Manhães para atuar no caso. Negado por unanimidade.
Comentar
Compartilhe
TSE julga chapa Dilma/Temer nos dias 6, 7 e 8 de junho
16/05/2017 | 18h23
O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, marcou nesta terça-feira o julgamento da cassação da chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer para os dias 6, 7 e 8 de junho. Ontem, o relator do processo, ministro Herman Benjamin, liberou o caso ontem para a pauta de julgamentos. Inicialmente, a expectativa do início do julgamento era em maio. Com o  atraso os ministros Admar Gonzaga e Tarcísio Vieira, que tomaram posse no TSE recentemente, terão mais tempo para estudar melhor o processo – que já soma 29 volumes, com várias provas anexadas e depoimentos de mais de 50 testemunhas.
 
 
O voto do relator deve ser pela condenação da chapa. No entanto, cresce entre os demais ministros a preocupação de costurar uma solução pela absolvição de Temer, para que a crise política e econômica não tome proporções grandiosas no país.
 
(Fonte: O Globo)
Comentar
Compartilhe
João Peixoto articula visando eleições 2018
16/05/2017 | 09h57
No estilo mineirinho, o deputado João Peixoto vem trabalhando para manter o PSDC presente na Alerj e Câmara Federal.
Ontem (15), ele esteve em São Paulo, na sede do partido, participando de uma reunião da Executiva Nacional, da qual faz parte, com o presidente nacional do PSDC José Maria Eymael.
 
"Foi um encontro muito produtivo, debatemos ali assuntos importantes que irão contribuir muito para o fortalecimento do PSDC em nosso estado e em todo Brasil. Agradeço ao presidente Eymael e a toda Executiva do partido pela confiança depositada em mim e reconhecimento do trabalho prestado ao nosso estado do Rio de Janeiro ao longo de todos esses anos", afirmou o deputado João Peixoto, que é presidente regional do Partido Social Democrata Cristão.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: HCs na pauta de hoje do TSE
16/05/2017 | 09h32
Está confirmado para a sessão de hoje do TSE o julgamento dos Habeas corpus do caso Chequinho: Um que libera o ex-governador Anthony Garotinho para falar sobre o caso e outro que pede a diplomação dos vereadores Thiago Virgílio, Linda Mara, Ozéias, Kellinho, Miguelito e Jorge Rangel.
O julgamento foi suspenso semana passada após pedido de vista do ministro Tarcísio Vieira.
Comentar
Compartilhe
Garotinho diz que é 'filho da mãe', mas não vem a Campos passar o Dia com ela
15/05/2017 | 20h59
Depois da defesa pedir e conseguir autorização da Justiça para que o ex-governador Anthony Garotinho estivesse em Campos no Dia das Mães, ele desistiu da ideia.
Na cidade, ele seria acompanhado por policiais federais, que verificariam o cumprimento das determinações judiciais, entre elas não estar em contato com réus ou testemunhas da Chequinho.
Também não poderia ir a nenhuma festa.
Nas redes sociais, ele optou por portar uma foto de dona Samira com Rosinha e falou que é um "filho da mãe", ao citar uma mensagem pelo dia.
Em rede social, Esdras Pereira também comentou o assunto.
Comentar
Compartilhe
HCs de vereadores afastados na pauta do TRE
15/05/2017 | 12h40
Dois HCs do caso Chequinho estão na pauta de hoje do TRE. O primeiro, pede revogação das medidas cautelares que afataram o segundogrupo de vereadoresda Câmara, em abril - .
Em caráter liminar, o HC foi negado pela desembargadora Cristina Feijó e agora vai para apreciação do plenário.
O segundo pede a revogação da prisão domiciliar de Thiago Ferruguem, o que já aconteceu semana passada por falta de tornozeleira eletrônica.
Atualização: O julgamento dos HCs foi adiado.
Comentar
Compartilhe
Agora é lei: Empresas terão que informar nome e RG de funcionário que fará serviço na casa do cliente
15/05/2017 | 11h26
Empresas prestadoras de serviço estão obrigadas a informar aos consumidores os dados dos funcionários que executarão o atendimento na casa ou estabelecimento comercial dos solicitantes. É o que determina a Lei 7.574/17, de autoria da deputada Lucinha (PSDB), sancionada pelo governador Luiz Fernando Pezão e publicada no Diário Oficial do Poder Executivo nesta segunda-feira (15/05). “Em muitos casos, assaltos se concretizam justamente porque o consumidor solicitou o serviço e, quando os criminosos comparecem se identificando como funcionários da empresa acionada, têm livre acesso ao local pelo próprio morador da residência”, justificou a autora da norma.
 
De acordo com a lei, o prestador de serviço, ao ser contactado, fica obrigado a enviar, em, pelo menos, uma hora antes do horário agendado, uma mensagem de celular com os nomes e os números de RG dos funcionários destacados para o atendimento. Se o solicitante não tiver celular, os dados devem ser passados por e-mail. Caso o consumidor também não tenha e-mail, a empresa deve criar, no ato do agendamento, uma “palavra-chave” que será informada pelos funcionários enviados para o atendimento.
(Fonte: Alerj)
Comentar
Compartilhe
Recomendação sobre nepotismo é genérica, explica MP
12/05/2017 | 19h40
O Ministério Público divulgou há pouco um esclarecimento a respeito de supostos casos de nepotismo que estariam ocorrendo na região. Ao contrário do que foi divulgado, não há uma recomendação específica para Cardoso Moreira, embora esteja entre os municípios na mira da Promotoria.
Confira abaixo o esclarecimento:
"A 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva - Núcleo Itaperuna instaurou inquérito civil para acompanhar a regularidade da transição de governo dos municípios de Itaperuna, Natividades, Porciúncula, Italva, Cardoso Moreira, Bom Jesus de Itabapoana, Varre-Sai e São José de Ubá.
 
No âmbito desse inquérito, foi expedida recomendação a todos os municípios em razão de notícia de diversas contratações irregulares praticadas pelas atuais gestões dos poderes Executivo e Legislativo, em afronta ao enunciado nº 13 de súmula vinculante do Supremo Tribunal Federal (que trata sobre nepotismo).
 
Essa mencionada recomendação foi efetuada de forma ampla e genérica, em razão da necessidade de abarcar todos os casos de nepotismo. Desse modo, foi recomendada a exoneração dos nomeados e contratados irregulares, sob pena da adoção das medidas judiciais cabíveis, conforme abaixo:
"Recomendar Prefeito Municipal e ao Presidente da Câmara Municipal, respectivamente, que efetuem, no prazo de 15 (quinze) dias, a exoneração de todos os ocupantes de cargos comissionados, função de confiança ou função gratificada, que detenham relação de parentesco consanguíneo, em linha reta ou colateral, ou por afinidade até o terceiro grau com Sua Excelência, Vice-Prefeito, Secretários Municipais, Procurador-Geral do Município, Chefe de Gabinete, com o titular de qualquer outro cargo comissionado do referido Município, incluindo Vereadores, que, sendo de outro Poder, se caracterize o nepotismo cruzado"
Comentar
Compartilhe
Estado derruba decisão que determinava volta de PMs para Campos
12/05/2017 | 19h05
A polêmica sobre remanejamento de policiais militares de Campos para São Gonçalo está longe de acabar. A Procuradoria Geral do Estado recorreu da decisão do juiz Eron Simas e consegui derrubar a liminar que permitia a volta dos PMs. Confira abaixo:
Com base em agravo de instrumento da Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro (PGE-RJ), a Desembargadora Claudia Pires dos Santos Ferreira, da 6ª Câmara Cível do TJ-RJ, suspendeu, nesta sexta-feira (12/05), liminar de primeira instância que impedia o remanejamento de policiais militares entre os batalhões de Campos dos Goytacazes e São Gonçalo.
A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro havia deslocado policiais do 8º BPM, de Campos dos Goytacazes, para reforçar o policiamento de rua na área do 7º BPM, em São Gonçalo. O remanejamento obedeceu a uma estratégia da Operação Presença, cuja finalidade era regularizar e potencializar as ações contra os crimes de roubo de rua e roubo de veículos.
A Defensoria Pública ajuizou ação civil pública e obteve uma liminar da 4ª Vara Cível da Comarca de Campos obrigando o retorno dos policiais ao 8º Batalhão de Polícia Militar, em Campos.
Acolhendo os argumentos da PGE-RJ, a Desembargadora Claudia Pires anotou em sua decisão: “Em juízo de cognição sumária, verifica-se a presença de evidente risco de lesão grave ou de difícil reparação, pois o cumprimento da decisão atacada compromete a gestão de segurança pública, bem como a administração do efetivo da Polícia Militar, além de trazer graves riscos para a população de São Gonçalo, não restando caracterizado, qualquer desvio de finalidade no ato administrativo em questão”.
(Fonte: Secom)
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Presidente do TRE encaminha mais HCs para TSE
12/05/2017 | 17h02
Mais dois Habeas corpus (HCs) do caso Chequinho foram encaminhados pela presidente do TRE, desembargadora Jacqueline Montenegro, esta semana para o Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília.
O primeiro é o que tem o ex-governador Garotinho como paciente e é contra ato praticado pelo Juízo da 100ª Zona Eleitoral, que, a requerimento do Ministério Público Eleitoral, determinou a realização de busca e apreensão de imagens do sistema de câmeras dos prédios onde se situam a residência do paciente e a sede da empresa Palavra da Paz. 
O outro tem Ozéias, Miguelito, Ana Alice e Gisele Kosh como pacientes e unanimidade de votos, denegou a ordem de habeas corpus impetrado contra decisão proferida pelo Juízo da 100ª Zona Eleitoralnos autos da Ação Penal 26-93.2016.6.19.0100, que rejeitou as preliminares aventadas pela defesa e determinou a indicação da pertinência da oitiva das testemunhas.
Os dois HCs foram negados pelo TRE, mas a defesa recorreu e a presidente encaminhou ao TSE.
Comentar
Compartilhe
Odebrecht e a hora de recomeçar: Anúncio de novo presidente
12/05/2017 | 16h34
A Odebrecht, maior empreiteira do País cujos executivos participaram da chamada "delação do fim do mundo", está recomeçando. Quitando sua dívidas com a Justiça (?!) ela agora se prepara para um novo tempo - espera-se sem pagamento de propinas, caixa 2, sabe-se mais o quê nos envolvimentos com a política brasileira.
Hoje ela anunciou seu novo diretor presidente: Luciano Nitrini Guidolin, funcionário de carreira da empresa, onde começou como estagiário.
Veja, abaixo, o comunicado da empresa:
"A Odebrecht S.A. anunciou hoje como seu novo Diretor Presidente Luciano Nitrini Guidolin, 44 anos de idade, paulista descendente de migrantes italianos, formado em Engenharia de Produção na Escola Politécnica da USP e com mestrado em Administração de Empresas na Universidade de Harvard (EUA).
Luciano Guidolin é considerado no grupo como líder de uma nova geração de empresários. Ele substituirá Newton de Souza, que estava no cargo desde 2015 e será Vice-Presidente do Conselho de Administração da Odebrecht S.A.
A mudança é mais uma etapa no processo de transformação da Odebrecht. Nos últimos dois anos, Newton de Souza teve papel importante na coordenação das negociações que levaram à assinatura do Acordo de Leniência com o Ministério Público Federal no Brasil e a Justiça dos Estados Unidos e da Suíça. Acordos semelhantes estão sendo negociados em outros países.
Sob a liderança de Newton, a Odebrecht criou um novo modelo de governança, com maior número de conselheiros independentes e o fortalecimento do Sistema de Conformidade. Newton iniciou a reestruturação empresarial com a venda de vários ativos para aumentar a liquidez do grupo. Há 15 dias, foi concluída a venda da Odebrecht Ambiental. No mesmo momento, acordo fechado com os maiores bancos brasileiros permitiu que os recursos da venda, aproximadamente R$ 2,5 bilhões, sejam investidos nos próprios negócios, dando ao grupo fôlego de caixa no horizonte de dois anos.
Luciano Guidolin começou na Odebrecht como estagiário nas empresas que deram origem à Braskem. Durante 12 anos, passou por várias áreas da empresa petroquímica (Comercial, Planejamento, Marketing, Tecnologia e Exportação), até chegar a Diretor. Em três anos de implantação e expansão da antiga ETH, hoje Odebrecht Agroindustrial, foi Diretor Financeiro e de Planejamento. Teve passagem de um ano como VP de Finanças na holding Odebrecht S.A. e voltou à Braskem, onde permaneceu durante cinco anos como Vice-Presidente da Unidade de Polímeros Brasil e Europa e de Tecnologia & Inovação. No início de 2017, assumiu como Vice-Presidente de Investimentos da Odebrecht S.A., o que ampliou sua visão sobre todos os negócios do grupo.
O novo DP dará continuidade à reestruturação empresarial e ao desafio de levar a Odebrecht de volta ao crescimento, a partir do compromisso assumido pelo grupo – o de atuar sempre com ética, integridade e transparência".
Comentar
Compartilhe
Ponto Final: E abril? E o 13º?
12/05/2017 | 11h36
E abril? E o 13º?
Ontem, o Governo do Estado anunciou que pagará o salário referente ao mês de março de todos os servidores estaduais. A notícia fez acender uma esperança para os 950 funcionários da Uenf, que também receberam a promessa de Pezão de equiparar a data do pagamento dos servidores da Ciência e Tecnologia aos da Educação. Isso vale a partir deste mês trabalhado, mas que se pagará em junho. No entanto, como fica o atrasado referente ao mês de abril? Além disso, e o 13º salário de 2016 que também não foi pago? Pelo visto, servidores da Uenf ainda terão que se desdobrar como podem, principalmente com as dívidas.
Fornecedores
Aos servidores não restado outra alternativa a não ser usar o jogo de cintura para driblar suas dívidas, assim como tem feito a própria Uenf com os seus débitos, em torno já de R$ 16 milhões. O reitor da universidade Luis Passoni chegou a dizer, em entrevista, que a empresa que fazia a vigilância dos prédios da Uenf não aguentou e pulou fora. Já a responsável pela limpeza continua, a base de conversas, mas a qualquer momento pode romper o contrato. E Passo já avisou: “O dia que ela parar de trabalhar, em uma semana a gente já não tem mais condições de funcionar”. Será preciso isso acontecer?
Bolsistas
Quem também aguarda que a promessa de Pezão seja cumprida são os alunos bolsistas da Uenf, que passarão a amargar três meses de atraso em seus benefícios. Eles sequer sabem quando receberão os seus atrasados, já que isso depende não só da aprovação do Plano de Recuperação Fiscal, mas também de votações na Alerj que permitam a sua execução. Para estes restam ainda só a promessa que passarão a receber em dia, a partir de junho. No entanto, a falta do benefício é só um dos inúmeros problemas enfrentados por eles na universidade.
Defesa de quem sabe
Durante julgamento, ontem, no Tribunal Superior Eleitoral, o ministro Herman Benjamin, fez uma ampla explanação em defesa do trabalho dos juízes eleitorais. Ao elogiar a sustentação oral do advogado Fernando Fernandes, “sempre muito vibrante” , Herman destacou que o tribunal deve ter a cautela de evitar demonizar quem não pode estar lá presente – juiz de primeira instância: “Uma coisa é atacar a decisão. Outra coisa é querer transformar o juiz em um marginal da lei”. E concluiu: “é importante que se saiba que este tribunal não permite que os recursos se transformem não em peça de defesa, mas de acusação ao juiz”
Vá explicar...
Inegável o trabalho firme e decisivo que vem sendo desenvolvido pelo Ministério Público Eleitoral e pela Justiça Eleitoral, em Campos. De maneira célere e transparente, os dois órgãos vêm atuando no que já se configura como um dos maiores escândalos eleitorais da história do município. Porém, como explicar o afastamento do juiz Eron Simas do caso? Burocracia? Rotina? Em uma situação como esta, com incontáveis recursos e o número elevado de Aijes, retirar, no meio do processo, um juiz que assumiu as investigações desde o início deveria ter sido ponderada. Ainda mais, que foi retirado, para voltar, o que não causou surpresa.
Falha
Na esfera penal, outra decisão teve recuo: As prisões domiciliares de Linda Mara Silva e Thiago Ferrugem. Eles ficariam presos até que fossem colocados aparelhos de monitoramento eletrônico. Porém, os órgãos responsáveis não forneceram tornozeleira eletrônica e o juiz Ralph Manhães tomou a decisão de revogar as medidas cautelares, para não causar prejuízo aos réus. A mesma decisão já tinha sido tomada, anteriormente, com outros condenados. Se o estado não pode arcar com sua parte, como dar continuidade aos trabalhos sem prejuízo à própria Justiça?
Lenta
Na contramão do que vem ocorrendo na esfera eleitoral, a Justiça continua dando exemplos de lentidão, como é o caso do assassinato brutal do presidente do instituto Mão Amiga, Adriano Ferreira Machado. Desde terça-feira, dia seguinte ao crime, o delegado identificou os suspeitos e pediu a prisão preventiva. Até agora, não houve uma decisão por parte da Justiça, apesar de toda comoção em Campos.
Boa ação
A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Campos entrega hoje, às 8h30, cestas básicas para sete entidades sociais. O material foi adquirido com o dinheiro arrecadado na bilheteria da 29ª Feira de Preços Especiais (Fepe), que aconteceu entre os dias 6 e 9 de abril. A entrega será na CDL.
Comentar
Compartilhe
Carla cumpre agenda no Rio com secretários de Estado e políticos
12/05/2017 | 10h26
Na contramão da crise, a prefeita Carla Machado continua agindo para levar melhorias ao Município.
Desta vez ela esteve no Rio, onde cumpriu agenda com o secretário estadual de Educação, Wagner Victer, o secretário da Casa Civil, Christino Áureo, o vice-presidente do Detro-Olívio Soares, e o presidente da Câmara de Comercio e Indústria Brasil/China- Charles Tang
Ela também almoçou com o deputado estadual Gil Viana e o vereador de Campos, Genásio.
Comentar
Compartilhe
Empresa do polêmico A4 vendeu A4 e até sapatos para o governo Rosinha
12/05/2017 | 00h33
Um extrato de contrato da Prefeitura de Campos com a A.F.M.F Distribuidora de Gêneros alimentícios tem feito a festa da oposição. O extrato, publicado no Diário Oficial, é para a compra de papel A4, no valor de R$ 77.450 mil por um mês. 
O grande questionamento não tem sido nem o valor - dado o tamanho da estrutura da Prefeitura - mas, sim, o fato de a empresa ser "de gênero alimentício", uma "quitanda" como chegaram a classificar uns.
Bem, a empresa tem atestado de capacidade técnica desde 2009, em que o papel A4 é apenas um dos itens que ela comercializa.
Confira na imagem abaixo:
Além do mais, não foi o primeiro contrato com a Prefeitura de Campos. Ao contrário: No governo Rosinha, a A.F.M.F Distribuidora de Gêneros Alimentícios vendeu vários itens ao Município. Entre eles, o próprio papel A4 e até sapatos.
Fica a dúvida: No governo Rosinha a empresa podia vender para o Município e agora não? 
Comentar
Compartilhe
Diário Oficial já traz designação de Eron Simas de volta ao caso Chequinho
11/05/2017 | 18h44
O Diário Oficial de amanhã já traz a designação do juiz Eron Simas para assumir a 99ª Zona Eleitoral no lugar da juiza Daniella Binato de Castro, que se declarou impedida de atuar no caso Chequinho.
Assumindo a 99, ele irá acumular os processos da Chequinho que estão na 76ª ZE. Faltam 13 sentenças, inclusive a da Aije principal, que tem a ex-prefeita Rosinha Garotinho como investigada.
Comentar
Compartilhe
TJ condena Rosinha por abusos na eleição de 2004
11/05/2017 | 14h46
A Justiça do Rio condenou nesta terça-feira (9) a ex-prefeita de Campos Rosinha Garotinho e o ex-secretário de Comunicação Ricardo Bruno à suspensão dos direitos políticos por cinco anos, por improbidade administrativa. Segundo informações do site G1, a decisão da 15ª Câmara Cível, por unanimidade, acatou pedido do Ministério Público do Rio (MP-RJ). Os dois podem recorrer.
Durante o período, os dois não poderão votar e ser votados. De acordo com a sentença, eles também terão que ressarcir os cofres públicos em R$ 165.979,44, acrescidos de correção monetária e multa de 1% ao mês. Rosinha e Ricardo Bruno também foram condenados a pagar uma multa civil de igual valor e arcar com as despesas processuais.
Ainda segundo o G1, a publicação de um informe publicitário deu origem à ação. Segundo o Ministério Público, em outubro de 2004, às vésperas do segundo turno das eleições municipais, o governo do Rio deflagrou diversos programas assistenciais em Campos, reduto eleitoral de Rosinha. O governo promoveu o cadastramento e distribuição de benefícios do "Cheque Cidadão" (no valor de R$ 100) e do "Morar Feliz" (entrega de casas populares), além da distribuição extemporânea de material escolar.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Eron Simas volta a atuar no caso
11/05/2017 | 13h35
Com a declaração de suspeição da juíza Maria Daniella Binato de Castro, o juiz Eron Simas dos Santos foi designado para assumir a 99ª Zona Eleitoral. Ele dará continuidade aos julgamentos do caso Chequinho.
Eron Simas assumiu o caso em setembro do ano passado, depois que os juízes Heitor Campinho e Elisabeth Longobardi se declararam suspeitos.
Ele esteve à frente de 19 julgamentos de Aijes no caso, todas com condenações, mas foi substituído semana passada. No lugar dele assumiria Natasha Maculan Adum Dazz. Mas, em razão de prorrogação de licença, foi substituída pela 2ª mais antiga até 30 de maio de 2017, Maria Daniella Binato de Castro, que se declarou impedida ontem, em ofício encaminhado à presidência do TRE.
Comentar
Compartilhe
PRE apura irregularidades no 'Fala Garotinho'
11/05/2017 | 12h39
Reprodução página oficial de Garotinho
Reprodução página oficial de Garotinho
A Procuradoria Regional Eleitoral no Rio de Janeiro (PRE/RJ) instaurou um Procedimento Preparatório Eleitoral para apurar possíveis irregularidades cometidas no programa “Fala Garotinho”, veiculado pela Super Rádio Tupi e apresentado por Anthony Garotinho. A transmissão é suspeita de abuso dos meios de comunicação e de poder e de promover propaganda antecipada de seu apresentador visando às próximas eleições.
Segundo notícia de fato recebida, no programa do último dia 02/05, teriam sido transmitidas mensagens de telespectadores fazendo alusões à candidatura de Garotinho ao Governo do Rio de Janeiro em 2018 e pedindo seu retorno ao executivo estadual. Ainda durante a mesma transmissão, o apresentador teria enaltecido suas próprias realizações enquanto era governador do estado.
Para apurar as possíveis irregularidades, a PRE solicitou à emissora de rádio cópias dos programas exibidos nos meses de março e abril, além da disponibilização posterior das edições do “Fala Garotinho” de maio deste ano a julho de 2018.
(Fonte: Assessoria PRE)
Obs.: Na página oficial do ex-secretário de Governo há disponíveis os vídeos do programa. Até as 12h51, quando foi concluída esta postagem, não havia o vídeo do Fala Garotinho do dia 2, apenas do programa Encontro Marcado.
Comentar
Compartilhe
Em divergência, TSE suspende julgamento dos HCs e remarca para terça-feira
11/05/2017 | 11h08
O plenário do TSE decidiu adiar o julgamento dos HCs do caso Chequinho e que estavam na pauta de hoje.
A divergência surgiu no julgamento do primeiro, que tem Kellinho e outros cinco vereadores não diplomados como réus.
Após a sustentação oral da defesa, através de Fernando Fernandes, e do vice-procurador eleitoral Nicolao Dino, o ministro Admar Gonzaga, que pediu vistas na última sessão ordinária, seguiu o voto da ministra Luciana Lóssio, pelo deferimento do HC.
Porém, desde o início, o novo ministro Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, que substitui Lóssio, pediu vistas para se inteirar do caso.
O ministro corregedor Herman Benjamin concordou com o pedido de vistas, o que foi contestado pela defesa.
O julgamento chegou a continuar, com voto da ministra Rosa Weber, divergindo dos votos de Admar Gonzaga. Também divergiu o ministro Herman.
O ministro Napoleão Maia Filho levou dúvida sobre o que tinha sido apreciado pela ministra Luciana Lóssio - se o mérito ou partes do HC. Assim, o ministro Luiz Fux, que estava ocupando a presidência no momento, após Gilmar Mendes sair do plenário para um compromisso, colocou em votação o pedido de vistas, que foi aprovado, estendendo aos outros dois que ainda seriam julgados.
A continuação do julgamento ficou para a próxima terça-feira, dia 16.
Placar:
Até ser interrompido, havia dois votos a favor da concessão do primeiro HC (da ministra Luciana Lóssio, na sua última sessão, dia 4) e do ministro Admar Gonzaga. E dois contrários, da ministra Rosa Weber e do ministro Herman Benjamin.
Como bem disse o ministro-corregedor, neste caso específico, nem tudo que parece simples, realmente é simples.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: TSE começa a julgar HCs
11/05/2017 | 10h27
 O TSE começou a julgar os Hcs dos vereadores impedidos de serem diplomados por decisão judicial. O primeiro é Kellinho.
Neste momento, o advogado Fernando Fernandes faz a sustentação oral do caso. Ele diz que há em Campos "perseguição ao ex-governador Garotinho".
Ele também cumprimentou a hoje ex-ministra Luciana Lóssio "que foi sensível" desde o primeiro momento".
Afirmou, ainda, que o TRE tem apoiado suas decisões em "disse-me-disse".
Já o Vice-procurador-geral eleitoral, Nicolao Dino, cita novas ameaças a testemunhas e a grave situação de instabilidade em Campos.
Comentar
Compartilhe
Olha ele: Advogado de Garotinho no depoimento de Lula
10/05/2017 | 21h54
A
 O depoimento do ex-presidente Lula, hoje, na sede da Polícia Federal, em Curitiba, tinha entre os advogados Fernando Fernandes, que lidera a defesa do ex-secretário de Governo Anthony Garotinho no caso Chequinho.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Juíza se declara impedida e TRE irá designar juiz tabelar
10/05/2017 | 19h17
A juíza Maria Daniella Binato se declarou impedida de assumir o julgamento das ações de Investigação Judicial Eleitoral (Aijes) do caso Chequinho.
Ela foi designada pelo TRE semana passada, para substituir Eron Simas, que estava à frente do caso desde setembro. A mudança foi mostrada em primeira mão aqui no blog.
Eron, que já condenou 19 investigados na Chequinho, assumiu as Aijes após outros dois juízes se declararem impedidos.
Agora, o TRE irá designar um novo juiz substituto.
Comentar
Compartilhe
Novo ministro do TSE foi advogado de Rosinha na segunda cassação
10/05/2017 | 12h30
Como são as coisas. Semana passada, deixou o TSE a ministra Luciana Lóssio, profunda conhecedora e relatora de processos relacionados a Campos.
Para seu lugar foi indicado o jurista Tarcísio Vieira de Carvalho Neto, natural do Rio de Janeiro. O advogado, que é professor adjunto da Universidade de Brasília (UnB) e subprocurador-geral do Distrito Federal, já atuou em um caso de Campos e que teve bastante repercussão: A segunda cassação da então prefeita Rosinha Garotinho, em 2011. Aquele, em que a prefeita se recusou a deixar o cargo e chegou a acampar no pátio da Prefeitura.
No TRE, ele aparece na defesa de Chicão e, nos recursos no TSE, já na defesa de Rosinha.
(Com contribuição do leitor Carlos Eduardo Azevedo e mais sobre a cassação pode ser conferidas em publicações à época do blog de Paulo Ourives e Foco da Verdade)
Comentar
Compartilhe
Dr Aluízio fala sobre retomada econômica de Macaé
10/05/2017 | 09h55
O prefeito de Macaé, Dr Aluizio, divulgou vídeo hoje falando sobre a retomada econômica do município. Dr Aluízio lembra a situação de crise enfrentada e a possibilidade de melhora, destacando que a nova rodada de leilões e a lei do Porto trazem Macaé para uma nova fase.
Dr. Aluízio também destaca investimentos para reestruturação da cidade e a Feira Offshore, que acontece de 20 a 23 de junho, afirmando que terá que ser "uma grande feira"
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Julgamento de vereadores no TSE (talvez) só na próxima semana
09/05/2017 | 20h14
O julgamento no TSE dos vereadores eleitos e não diplomados só deverá ser concluído na próxima semana.
A previsão era que tivesse prosseguimento hoje a análise de três Habeas corpus (HC), iniciada semana passada, na última sessão com a presença da ministra Luciana Lóssio. 
Porém, a sessão desta terça-feira é solene, para a posse do novo ministro Tarcísio Vieira.
A próxima sessão acontece na quita-feira, porém não há nada de Campos na pauta. Isso não impede que os recursos sejam apreciados, porém, segundo fontes, o julgamento só deve continuar na próxima semana.
Entenda o caso:
Quinta-feira passada, a ministra Luciana Lóssio adiantou seu voto favorável a HC impetrado pelos seis vereadores eleitos e não diplomados Linda Mara (PTC), Kellinho (PR), Miguelito (PSL), Ozéias (PSDB), Thiago Virgílio (PP), que chegaram a ser presos na Operação Chequinho, e Jorge Rangel (PTB).
Os seis foram impedidos de receberem os diplomas por já responderem a Ação Penal no caso Chequinho. Em abril, mais cinco vereadores que estavam no cargo foram afastados da Câmara pelo mesmo motivo.
Lóssio também foi a favor de liberar Garotinho para falar sobre a Chequinho. Ele está proibido pela Justiça de se manifestar a respeito do assunto.
O julgamento foi suspenso por pedido de vista do ministro subsequente Admar Gonzaga e está previsto recomeçar nesta terça. Caso o plenário confirme o posicionamento da ministra, os vereadores serão autorizados a receber os diplomas e tomarem posse.
Comentar
Compartilhe
Wallace Andrade lança livro 'Mãe de Milagres'
09/05/2017 | 16h57
O jornalista campista Wallace Andrade, radicado há anos na Canção Nova, lança, no próximo dia 18, o livro "Mãe de Milagres" - Nossa Senhora Aparecida.
O livro é uma comemoração pelos 25 anos de jornalismo de Wallace. Formado pela antiga Fafic (Faculdade de Filosofia de Campos), ele passou pelas TVs Planície, Norte Fluminense, Alto Litoral e InterTV e, há 10 anos é missionário e atua na TV Canção Nova.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Mais uma audiência de Garotinho
09/05/2017 | 14h14
Aconteceu nesta terça-feira a terceira audiência de instrução e julgamento do caso Chequinho e que tem o ex-secretário de governo, Anthony Garotinho, como réu.
Até às 18h, cinco das 33 testemunhas de acusação tinham sido ouvidas. As de defesa serão em outro dia.
A audiência teve um fato inusitado até o momento: Uma das testemunhas foi conduzida ao Fórum para prestar depoimento, como testemunha do juízo, com base no art 209 do CPP — O juiz, quando julgar necessário, poderá ouvir outras testemunhas, além das indicadas pelas partes.
Atualização às 21h.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: TRE explica saída de Eron e confirma juíza Daniella
08/05/2017 | 19h47
O TRE explicou, ontem, a mudança na área eleitoral do caso Chequinho.
Como mostrei na última quinta-feira, o juiz Eron Simas deixou o caso.
A juíza Maria Daniella foi confirmada para assumir os 13 julgamentos que faltam.
Confira a explicação do TRE abaixo:
“A mudança de juiz tem fundamento no artigo Art. 128 do Regimento Interno do TRE-RJ, o qual dispõe que:
'No caso de vacância de zona eleitoral, até que seja realizado novo rodízio de juízes eleitorais, o Presidente designará os juízes de direito em efetivo exercício na comarca, salvo impossibilidade, para assumirem temporariamente, na condição de substituto, as atribuições eleitorais'.
Em janeiro deste ano, foi aberto Edital de Rodízio de Juízes Eleitorais, em que foi contemplada a 99ª ZE. No entanto, em razão do remanejamento das zonas eleitorais (rezoneamento), solicitado pelo TSE, o edital foi sobrestado.
Assim, foi designada, na semana passada, a 1ª colocada da lista de antiguidade, Natascha Maculan Adum Dazz. Mas, em razão de prorrogação de licença, foi substituída pela 2ª mais antiga até 30 de maio de 2017, Maria Daniella Binato de Castro. Esse ato de retificação será publicado com efeito retroativo nesta semana”.
Comentar
Compartilhe
Ações para agricultura familiar em SJB
08/05/2017 | 15h20
Reunião no Incra - divulgação
Reunião no Incra - divulgação
O vereador Gersinho (Solidariedade) e o coordenador do partido na região, Sandro Cruz, cumpriram agenda hoje, no Rio, tratando do fortalecimento da agricultura em São João da Barra. A primeira reunião foi no Incra, com o superintendente Carlos Castilho do Nascimento, onde o assunto foi cadastramento de pequenos produtores através de Unidade Municipal de Cadastramento (UMC). Os postos de atendimento são destinados ao cadastro de participantes de agricultura familiar, onde é possível acessar serviços da autarquia, como a emissão de Certificado de Cadastro do Imóvel Rural (CCIR) e atualização cadastral de propriedades rurais.
Reunião no MDA - divulgação
Reunião no MDA - divulgação
Em seguida, eles estiveram no Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) para tratar de estreitamento de parcerias para agricultura familiar. Delegada Federal do Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA), Danielle Christian Ribeiro Barros, informou que visitará o município no próximo mês
Comentar
Compartilhe
Campos, de Eldorado à realidade com queda dos roaylties
07/05/2017 | 16h02
Reportagem do jornal O Globo, edição de hoje, retrata municípios ex-símbolos de prosperidade e que hoje estão lutando para não afundarem. Entre eles, nossa Campos, campeã em arrecadação de royalties em quase duas décadas.
A matéria mostra realidade que os campistas conhecem bem: violência, que colocou a cidade como a 19ª mais violenta do mundo, emergência econômica decretada ano passado, quando a cidade perdeu 6.520 empregos. Crise na Uenf, na Polícia Civil e Militar também são mostradas.
Na verdade, a crise é grande, mas o município viveu como "se não houvesse amanhã" e agora paga um alto preço. Obras e outros gastos questionáveis, dívidas e um sem-número de desmandos, também bem conhecidos pelos campistas.
Agora, é analisar os erros e tentar evitá-los para manter o município dentro da realidade, sem o sonho dourado do passado, mas, também, sem o pesadelo que se vislumbra para o futuro.
Leia a matéria completa em O Globo, onde também estão listadas, na região, São João da Barra e Macaé.
Comentar
Compartilhe
Ao lado do prefeito, secretária de Saúde afasta boatos
05/05/2017 | 15h07
Apesar das especulações fomentadas pela oposição, ao que parece, a secretária municipal de Saúde, Fabiana Catalani continua firme e forte no governo Rafael Diniz.
Ao lado do prefeito, participou, na manhã de hoje, da inauguração da policlínica do servidor, e era só sorrisos.
Comentar
Compartilhe
Fundador do Fundo de Quintal, sambista Almir Guineto morre no Rio
05/05/2017 | 14h12
O sambista Almir Guineto morreu, aos 70 anos, na manhã desta sexta-feira (5) no Rio após complicações de problemas renais crônicos e diabetes. Um dos fundadores do Fundo de Quintal, ele estava em tratamento no Hospital Clementino Fraga Filho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro.
A família do cantor agradeceu pelas orações e o carinho de todos os fãs e admiradores através de uma rede social. As informações sobre o velório e o sepultamento ainda não foram divulga
Nos últimos 15 meses, Almir Guineto lutava contra problemas renais crônicos, o que o impossibilitou de assumir compromissos em shows e apresentações.
Confira abaixo alguns vídeos de Almir Guineto:
Comentar
Compartilhe
Juiz que atuou em Campos a favor da diplomação no caso Chequinho
05/05/2017 | 13h39
O desembargador eleitoral Leonardo Grandmasson conhece a realidade de Campos, onde atuou atuou na 1 Vara Cível e também na 100 Zona Eleitoral de Campos.
Na Eleitoral, inclusive, atuou no caso envolvendo a primeira cassação da prefeita em 2010.
Na eleição de 2008, a juíza Márcia Alves Succi indeferiu o registro de Arnaldo Vianna, então candidato a prefeito. Por Arnaldo não ter registro, o juiz Grandmasson extinguiu ação da coligação de Arnaldo contra Rosinha por entender que o candidato não teria legitimidade.
Grandmasson é de uma conceituada família de advogados. Seu irmão, Guilherme Grandmasson, inclusive, foi advogado dos Garotinho em várias ações na Justiça Eleitoral.
Ele tomou posse no TRE em abril de 2015, na classe de juiz de Direito.
Comentar
Compartilhe
Leonardo Gradmasson a favor da diplomação dos vereadores
05/05/2017 | 10h24
Ao que parece, demorou, mas os bons ventos finalmente começaram a soprar para o lado do grupo dos Garotinho no caso Chequinho. E não só no TSE, onde a ministra Luciana Lóssio despediu-se com chave de ouro, votando a favor da diplomação dos vereadores eleitos e da liberação para que Garotinho fale sobre a operação envolvendo o Cheque Cidadão.
No TRE, julgamento de um "pacotão" de recursos de envolvidos na Chequinho também obteve votos favoráveis para concessão de efeito suspensivo aos efeitos das condenações.
É o caso da AÇÃO CAUTELAR impetrado pelo vereador eleito e não diplomado Jorge Rangel e dois MANDADO DE SEGURANÇA, de Thiago Virgílio, Linda Mara, Miguelito, Ozéias, de novo Jorge Rangel e Kellinho (eleitos e não diplomados).
O desembargador Leonardo Grandmasson divergiu do relator André Fontes em alguns pontos e votos favoravelmente à aplicação de efeito suspensivo nas condenações e decisões que impedia a diplomação.
O desembargador Fonseca Passos votou acompanhando o relator.
O julgamento foi interrompido após pedido de vista da desembargadora Fernanda Tórtima e deve ser retomado na próxima semana.
Atualização: O julgamento foi iniciado em 5 de abril e até o momento não retomado.
Comentar
Compartilhe
Eron Simas deixa caso Chequinho
04/05/2017 | 19h16
O juiz Eron Simas não é mais responsável pelo julgamento das Aijes do caso Chequinho. Ele estava designado para a 99a ZE e, como tabelar (em função da suspeição dos juízes da 76a e da 98ªZE) atuava na 76.
Segundo informações, o TRE designou a Dra. Maria Daniela, juíza da Vara da Infância, para a 99a ZE. Agora ela passa a ser a tabelar da 76a e da 98ªZE nas AIJES da Chequinho.
A mudança seria burocrática. As designações são mensais. Como não Eron não era titular da Zona Eleitoral, poderia ser substituído por outro juiz a qualquer momento, sem aviso prévio.
Com a mudança, a audiência de Thiago Godoy, marcada para amanhã às 15h, foi adiada.
Comentar
Compartilhe
Em sua última sessão, Lóssio dá voto favorável à diplomação dos vereadores e liberação para Garotinho falar
04/05/2017 | 15h15
Hoje foi a última sessão da ministra Luciana Lóssio no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Como previu  o Ponto Final publicado na última terça-feira, a despedida de Lóssio era de expectativa para os vereadores e para o próprio ex-secretário de Governo, Anthony Garotinho. Três Habeas corpus de Campos começaram a ser apreciados, mas houve pedido de vista: Um que pede a diplomação dos vereadores não diplomados em dezembro, outro que pede que Garotinho seja liberado para falar sobre o processo e um terceiro que prevê a redistribuição dos processos da Chequinho, para saírem das mãos do juiz Ralph Manhães.
Lóssio votou favoravelmente para diplomar os vereadores, suspender as medidas cautelares impostas a eles e ainda para liberar Garotinho para falar sobre a Chequinho. Sobre a redistribuição, ela votou contrário.
O julgamento foi suspenso por pedido de vista do ministro subsequente e será retomado na próxima terça-feira (9).
Indicada para o Tribunal pela ex-presidente Dilma Rousseff, Luciana atuou quatro anos na Corte. Bastante conhecida pelos campistas, a ministra é relatora de quase todos os processos relacionados a Campos e foi determinante, ano passado, nos recursos do caso Chequinho que chegaram ao TSE, inclusive concedendo a liberdade a vereadores e a Anthony Garotinho (PR), presos na operação.
A possibilidade de uma proximidade da ministra com o grupo do ex-governador, que foi negada por ambos e inclusive pelo plenário do Tribunal, chegou a ser destaque na mídia nacional quando da prisão de Garotinho, em novembro passado.
Lóssio admitiu que recebeu o ex-governador e advogados em seu gabinete, mas destacou que isso era passível de acontecer com qualquer réu.
Confira o vídeo com o voto da ministra:
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Mais um candidato não eleito é condenado
04/05/2017 | 03h34
Mais um candidato a vereador não eleito foi condenado na Chequinho. Desta vez, foi Aldo Jabes Silva Aguiar, o Aldo de Tocos (PRP).
Ele obteve 1,077 votos.
Além dele, também já foram condenados os não eleitos Pepeu de Baixa Grande (PSD) e Binho de Conselheiro (PRTB).
Atualização:
Também já foram condenados, os candidatos não eleitos Paulo Henrique PH (PTC), Kelynho Povão (PHS) e Heloísa Rocha (PR).
Comentar
Compartilhe
Roberta Moura admite não saber quanto tempo ficará no cargo
03/05/2017 | 18h46
Em seu primeiro discurso, após a posse na tarde de hoje, Roberta Moura admitiu que poderá estar na situação dos afastados: "Sei que meu mandato pode durar um dia, um mês. Também pode durar até o fim dessa legislatura. Independente disso, farei o meu melhor”, afirmou.
Também investigada na Chequinho, e já julgada, Roberta agradeceu a Garotinho o apoio e mandato e afirmou que será oposição no Legislativo.
Já Beto Cabeludo agradeceu aos eleitores e prometeu lutar pela melhoria da Saúde e Educação, garantindo que trabalhará em harmonia com os demais colegas.
Josiane Morumbi falou que vai tentar executar todos os projetos que apresentou durante sua campanha. “Já existia um trabalho social na minha comunidade, antes de existir a política, e pretendo dar continuidade a isso”, disse.
Comentar
Compartilhe
Câmara de Campos dá posse a três suplentes de afastados pela Chequinho
03/05/2017 | 14h33

Três suplentes - Roberta Moura (PR), Josiane Morumbi (PRP) e Beto Cabeludo (PTC) - tomaram posse na Câmara de Campos na tarde desta quarta-feira (3).
Como explicou ontem o presidente do Legislativo, Marcão Gomes (Rede), eles tinham, a partir de hoje, 15 dias para marcar a posse na secretaria da presidência.
Fica faltando apenas Thiago Godoy (PR), que ainda terá a posse agendada.
Eles tomaram posse no lugar dos afastados por envolvimento na Chequinho - Thiago Ferrugem (PR), Jorge Magal (PR), Vinicius Madureira (PRP) e Roberto Pinto (PTC).
Atualização: Thiago Godoy está em Brasília, cuidando de compromissos profissionais, como explicou por telefone há pouco.
Thiago Godoy (PR)
Ex-subsecretário de Governo e considerado braço direito do ex-governador Anthony Garotinho (PR), Godoy obteve 1.539 votos. Ficou na 3ª suplência da coligação PR/PSD/PTB. Assume uma cadeira após os afastamentos de Jorge Rangel, Kellinho, Magal e Ferrugem. É réu na Chequinho e será julgado na sexta.
Roberta Moura (PR)
Obteve 1.182 votos e ficou na 4ª suplência da coligação PR/PSD/PTB. Assume uma cadeira após os afastamentos de Jorge Rangel, Kellinho, Magal e Ferrugem. Ela também é investigada na Chequinho. Na última sexta, foi julgada. Contudo, não quis comentar sobre o caso.
Josiane Morumbi (PRP)
Candidata pelo Partido Republicano Progressista (PRP), Josiane obteve 1.833 votos e ficou na 1ª suplência do PRP. Assume uma cadeira após os afastamento do mais votado e presidente local do partido, Vinicius Madureira. Não é citada no “escandaloso esquema”.
Beto Cabeludo (PTC)
Candidato pelo Partido Trabalhista Cristão (PTC), obteve 1.676 votos e ficou na 3ª suplência da legenda. Assume uma cadeira após os afastamento dos eleitos pelo partido, Linda Mara, Roberto Pinto e Thiago Virgílio, todos já condenados na Chequinho. Ele não é citado no “escandaloso esquema”.
Veja o vídeo:
Comentar
Compartilhe
Rafael explica polêmica dos auxiliares de vigilância
03/05/2017 | 10h36
O prefeito Rafael Diniz (PPS) usou hoje as redes sociais para explicar a polêmica envolvendo auxiliares de Vigilância. Ele informou que tornou sem efeito a lei, inconstitucional, aprovada ano passado pela gestão rosácea. Segundo explicou, a Constituição rege que a equiparação com os guardas municipais, como em qualquer cargo, só pode ser feita através de concurso.
Confira no vídeo e no texto abaixo o que disse o prefeito:
"Como sempre deixei claro, o nosso governo é um governo responsável e por isso é incabível a aplicação da lei que equipara os cargos de Auxiliares de Vigilância aos de Guarda Civil Municipal. Esta lei foi aprovada no último governo e simplesmente ludibria os servidores, já que fere o Artigo 37, inciso II da Constituição e a Súmula Vinculante Número 43 do Supremo Tribunal Federal (STF), onde é vedada a transformação de um cargo em outro, sobretudo neste caso, onde um cargo de ensino fundamental foi transformado em cargo de ensino médio".
Comentar
Compartilhe
Câmara estabelece prazo de até 15 dias para posse dos suplentes
02/05/2017 | 19h06
marcao.png
marcao.png
O presidente da Câmara, Marcão Gomes (Rede), leu há pouco  a convocação dos quatro suplentes que tomarão posse no Legislativo em função do afastamento dos titulares por decisão judicial.
De acordo com Marcão, a partir desta quarta-feira (02), os suplentes serão convocados e poderão agendar as posses na secretaria da presidência. Eles têm prazo de 15 dias para isso.
Comentar
Compartilhe
STF liberta José Dirceu
02/05/2017 | 18h32
Por 3 votos a 2, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta tarde libertar o ex-ministro José Dirceu da prisão preventiva, decretada pelo juiz Sérgio Moro em 2015; o relator do caso, ministro Edson Fachin votou pela manutenção da prisão preventiva; o ministro Dias Toffoli abriu divergência e votou pela soltura de Dirceu; ministro Ricardo Lewandowski também votou pela soltura do ex-ministro; o decano Celso de Mello votou por manter prisão de Dirceu, empatando o julgamento em 2 a 2; Gilmar Mendes, que tem criticando as longas prisões preventivas, votou pela soltura de José Dirceu
Comentar
Compartilhe
STF aplica pena de 12 anos a Feijó por corrupção e lavagem de dinheiro. Cabe recurso
02/05/2017 | 17h26
A Primeira Turma do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiu nesta terça-feira (2) aplicar pena de 12 anos, seis meses e seis dias contra o deputado federal Paulo Feijó (PR-RJ) pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro em caso da operação Sanguessuga. Ele foi condenado no dia 4 do mês passado. Seguindo posição apresentada pelo ministro Luís Roberto Barroso, o colegiado abriu um precedente e determinou que a perda do mandato do parlamentar deve ser declarada pela Mesa Diretora da Câmara, e não decidida em votação no plenário da Casa. Cabe recurso.
A assessoria jurídica do deputado informou que vai aguardar a publicação do acórdão e entrará com recurso.
Após a publicação do acórdão, a defesa de Feijó ainda pode apresentar recurso, como por exemplo um embargo de declaração (para esclarecer pontos da decisão), que será novamente apreciado pelos cinco ministros que integram a Primeira Turma.
Caso a decisão seja mantida, aí sim a pena e a consequência da condenação deverão ser executadas.
O entendimento de Barroso, acompanhado pela relatora, ministra Rosa Weber, pelo presidente do colegiado, Marco Aurélio Mello, e pelos ministros Luiz Fux e Alexandre de Moraes, foi de que a perda de mandato deveria ser automática por conta do tamanho da pena.
Comentar
Compartilhe
Juiz impõe fiança de R$ 52 milhões para Eike Batista
02/05/2017 | 15h30
O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal Federal, determinou que o empresário Eike Batista pague fiança de R$ 52 milhões para permanecer em prisão domiciliar. O magistrado determina que o pagamento deverá ser feito em cinco dias úteis ou então Eike deverá voltar para a prisão.
A determinação é uma medida cautelar adicional à decisão do juiz federal Gustavo Arruda Macedo, que mandou o empresário para a prisão domiciliar no sábado (29). O juiz decidiu ainda que ele deverá cumprir nove medidas cautelares como a vistoria da Polícia Federal em casa sem aviso prévio, afastamento das empresas e entrega do passaporte.
Eike foi preso em janeiro após dois doleiros dizerem que ele pagou US$ 16,5 milhões a Sérgio Cabral, ex-governador do Rio, o equivalente a R$ 52 milhões, em propina. O pagamento teria sido feito em troca de contratos com o governo estadual. Ele já foi denunciado nas investigações por corrupção e lavagem de dinheiro.
(Fonte: G1)
Comentar
Compartilhe
Crivella e Clarissa vaiados no 1 de maio
02/05/2017 | 00h18
.
.
O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, e a secretária de Desenvolvimento, Emprego e Inovação, Clarissa Garotinho, foram vaiados no palco do Boulevard Olímpico, onde é realizado nesta segunda-feira (1º) um evento em homenagem ao Dia Mundial do Trabalhador. Houve também quem aplaudisse o prefeito, de acordo com informações da GloboNews.
As vaias começaram quando Crivella foi anunciado no palco (veja no vídeo acima, da GloboNews). Apesar das manifestações, o prefeito seguiu o discurso e culpou a gestão anterior pelo desemprego no município.
Questionada, a prefeitura respondeu que "foi um fato isolado em um universo de 10 mil pessoas ao longo do evento e que o prefeito reforça que toda manifestação pacífica faz parte da democracia".
(Fonte: G1)
Comentar
Compartilhe
Morre o comentarista esportivo Gilberto Vasconcelos
01/05/2017 | 19h54
O radialista e comentarista esportivo Gilberto Vasconcelos faleceu hoje, no Hospital Geral de Guarus. Ele atuou em várias emissoras de rádio de Campos.
Seu clube do coração, Goytacaz, emitiu nota de pesar através do seu presidente Dartagnan Fernandes, que decretou luto de 3 dias. "O Goytacaz F. C. vem através de sua diretoria comunicar o falecimento do ex dirigente Sr Gilberto Vasconcelos no dia de hoje ficando decretado luto por três dias, e em nome da diretoria rogamos ao senhor que conforte seus familiares neste momento de dor."
O velório acontecerá na Associação de Imprensa de Campista, na rua Tenente Coronel Cardoso..
(Com informações do radialista Diego Machado)
Obs.: Conheci seu Gilberto por intermédio de uma das filhas, que estudava com minha sobrinha.Pessoa sempre muito carinhosa, nossas famílias ficaram amigas e conviveram por muitos anos. A Marta, filhos e netos, meu abraço especial.
Comentar
Compartilhe
Expectativa para a posse dos suplentes na Câmara de Campos
01/05/2017 | 17h10
A expectativa na Câmara de Vereadores em torno da posse dos suplentes Thiago Godoy (PR), Roberta Moura (PR), Josiane Morumbi (PRP) e Beto Cabeludo (PTC).
Eles substituirão os vereadores Jorge Magal (PSD), Roberto Pinto (PTC), Thiago Ferrugem (PR) e Vinícius Madureira (PRP), afastados por determinação do juiz Ralph Manhães, da 100ª Zona Eleitoral (ZE).
O presidente da Câmara, Marcão Gomes (Rede), vai encaminhar, nesta terça-feira, para a procuradoria a documentação enviadas pelos suplentes. Se estiver tudo certo, a posse será marcada.
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Suzy Monteiro

suzy@fmanha.com.br