TJ condena Rosinha por abusos na eleição de 2004
11/05/2017 | 02h46
A Justiça do Rio condenou nesta terça-feira (9) a ex-prefeita de Campos Rosinha Garotinho e o ex-secretário de Comunicação Ricardo Bruno à suspensão dos direitos políticos por cinco anos, por improbidade administrativa. Segundo informações do site G1, a decisão da 15ª Câmara Cível, por unanimidade, acatou pedido do Ministério Público do Rio (MP-RJ). Os dois podem recorrer.
Durante o período, os dois não poderão votar e ser votados. De acordo com a sentença, eles também terão que ressarcir os cofres públicos em R$ 165.979,44, acrescidos de correção monetária e multa de 1% ao mês. Rosinha e Ricardo Bruno também foram condenados a pagar uma multa civil de igual valor e arcar com as despesas processuais.
Ainda segundo o G1, a publicação de um informe publicitário deu origem à ação. Segundo o Ministério Público, em outubro de 2004, às vésperas do segundo turno das eleições municipais, o governo do Rio deflagrou diversos programas assistenciais em Campos, reduto eleitoral de Rosinha. O governo promoveu o cadastramento e distribuição de benefícios do "Cheque Cidadão" (no valor de R$ 100) e do "Morar Feliz" (entrega de casas populares), além da distribuição extemporânea de material escolar.
Comentar
Compartilhe