Chequinho: Mais uma derrota para rosáceos no TSE
30/06/2017 | 21h48
Na última sessão plenária antes do recesso forense, ocorrida nesta sexta-feira (30), o Plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou, por unanimidade, provimento a recursos em habeas corpus de Ana Alice Alvarenga, Alcimar Avelino, vereador Miguel Machado e Ozéias Martins, que questionavam prisões temporárias contra eles decretadas pelo Juízo da 100ª Zona Eleitoral de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro. Como o próprio juiz eleitoral já substituiu as prisões por medidas cautelares, o TSE entendeu que os habeas corpus perderam o objeto.
Relator dos três recursos, o ministro Tarcisio Vieira de Carvalho Neto informou que os pedidos não trazem quais das medidas alternativas, impostas pelo juiz eleitoral, seriam abusivas. Ele informou que os recursos apenas tratam das prisões, já substituídas pelo juízo da 100ª Zona Eleitoral do município pelas medidas cautelares.
O relator acrescentou que cabe ainda ao TRE do Rio de Janeiro examinar eventuais recursos dos atingidos pelas medidas cautelares, antes do TSE.
Comentar
Compartilhe
Ainda internado, Jorginho Virgílio passará por novos exames
30/06/2017 | 18h50
O vereador Jorginho Virgílio (PRP) continua internado, onde passa por novos exames. Ele passou mal na manhã de ontem e ficou com um braço paralisado. 
Segundo vice-presidente da Câmara, Jorginho já passou por avaliações de neurologista, cardiologista e, por último, um ortopedista que solicitou ressonância magnética. O vereador também já passou por uma tomografia e aguarda o resultado do exame para este sábado.
De acordo com médicos, o estado de saúde dele é bom e a internação é necessária para averiguação do que o levou a passar mal.
Comentar
Compartilhe
SJB terá Festival Gastronômico em julho
30/06/2017 | 17h35
Em abril, Festival lotou Polo Gastronômico
Em abril, Festival lotou Polo Gastronômico
Após o sucesso do 1º Festival Gastronômico Sabores da Barra, no mês de abril, comerciantes do Polo Gastronômico, em Grussaí, resolveram unir forças para promover, nos dias 22 e 23 e 29 e 30 de julho, o 1º Arraiá Gastronômico. O objetivo é incentivar a culinária local, o turismo e a economia. Uma reunião entre representantes da Prefeitura de São João da Barra e os oito proprietários de quiosque do Polo discutiu, na quinta-feira, 29, estratégias de ação do evento.
“Nossa intenção, em apoiar este evento, é estimular o associativismo, o empreendedorismo e a efetivação do processo coletivo de organização e independência econômica”, declarou a prefeita Carla Machado, informando que, desde quando assumiu seu 3º mandato, vem disponibilizando trabalho de suporte técnico aos comerciantes visando o desenvolvimento e fortalecimento do setor gastronômico do município.
O Arraiá, que terá na gastronomia o seu principal atrativo, contará com um cardápio diversificado de comidas típicas, incluindo, bobó de carne seca; estrogonofe de camarão com arroz e batata palha; sopão da roça; caldo verde; torresminho com aipim; caldo de mandioquinha com costela suína; caldo de abóbora com carne seca; canjiquinha à caipira e mocotó. Camarão sete barbas empanado com a arroz e molho de ervas finas; moqueca de cação e camarão com farofinha de banana; paella mineira; arroz carreteiro; caldo de aipim com carne seca desfiada; feijoada com arroz, farofa e couve; moqueca de frango com arroz, entre outros, completam os pratos que serão comercializados a R$ 15,00.
Marli de Souza, uma das proprietárias de quiosque, relatou que o Arraiá Gastronômico fará parte do calendário de eventos que o Polo promoverá anualmente. “Estamos inovando pra movimentar este espaço que tem uma estrutura ótima, oferecendo o que temos de melhor, uma culinária de qualidade e preços acessíveis”, declarou Marli, que servirá como “Prato Arraiá”, o bobó de carne seca.
(Da Secom)
Comentar
Compartilhe
Uenf, Uerj e Uezo divulgam manifesto público
30/06/2017 | 14h05
Os Reitores e Vice-reitores das Universidades Estaduais do Rio de Janeiro – Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF) e Centro Universitário da Zona Oeste (UEZO) – vêm a público denunciar a deterioração progressiva das condições mínimas de funcionamento das três instituições. Desde julho de 2015, as dívidas com fornecedores e terceirizados vêm aumentando, haja vista a falta de pagamento por parte do Governo do Estado. Essa alta inadimplência afeta frontalmente a capacidade de as universidades exercerem suas funções de ensino, pesquisa e extensão, devido, p. ex. à falta de insumos para as aulas práticas, seguro para os estudantes realizarem estágios curriculares, materiais de consumo e, inclusive, materiais simples de escritório. Também os serviços terceirizados, como limpeza, vigilância, coleta de lixo, restaurante universitário, entre muitos outros, estão seriamente ameaçados e, em alguns casos, completamente ausentes, contribuindo para a precariedade a que vimos sendo expostos. A falta de pagamento dos projetos de pesquisa outorgados pela FAPERJ agrava a situação, afetando diretamente a quase totalidade das pesquisas desenvolvidas nas universidades.
É ainda mais grave o atraso nos pagamentos dos salários e bolsas, que já se cronificou e atingiu um patamar insuportável para a maioria de nós. Na data de hoje, 28 de junho, ainda não foi pago integralmente o salário de abril, o de maio, o décimo terceiro de 2016 e, dentro de mais alguns dias, também o salário de junho será devido. Esses atrasos trazem graves consequências aos servidores, que se veem endividados, muitos sem condições de prover as suas necessidades fundamentais, gerando altos níveis de estresse, entre outros problemas de saúde, agravados em muitos casos pela falta de recursos para a compra de medicamentos. O mesmo ocorre em relação às bolsas, aí incluídas as dos alunos cotistas. Mais que tudo isso, a constatação aviltante e reiterada de que alguns setores do funcionalismo estão recebendo em dia seus salários, sem parcelamentos ou atrasos, sugerindo que as universidades são as vítimas preferenciais desta crise, que afeta seletivamente mais alguns setores do serviço público do que outros. Nesse cenário, repudiamos, com veemência, a situação perversa e inadmissível como o Governo vem nos tratando e a nossas instituições estaduais.
Defendemos que é urgente a resolução dos problemas aqui expostos!
Faz-se necessária a implementação da nossa autonomia de execução financeira, por meio do repasse dos recursos em duodécimos!
UERJ, UENF e UEZO são patrimônios públicos que precisam da mobilização de toda a sociedade para a sua manutenção.
É preciso uma ação rápida do Governo. O tempo está se esgotando!
Ruy Garcia Marques – Reitor da UERJ
Maria Georgina Muniz Washington – Vice-reitora da UERJ
Luis Passoni – Reitor da UENF
Teresa Peixoto – Vice-reitora da UENF
Maria Cristina de Assis – Reitora da UEZO
Luanda Silva de Moraes – Vice-reitora da UEZO
Comentar
Compartilhe
Prefeito sanciona lei que denomina Kapi antiteatro do Alberto Sampaio
30/06/2017 | 13h58
O prefeito Rafael Diniz sancionou a lei que denomina "Antonio Roberto de Gois Cavalcanti, Kapi" o anfiteatro do Parque Alberto Sampaio.
Comentar
Compartilhe
Vereador Abu entrega cheques de seu salário a instituições nesta sexta
29/06/2017 | 23h14
Lembram que o vereador Abu (PPS) anunciou que doaria seu salário a instituições de caridade?
Pois é, nesta sexta-feira (30/06) às 15h, Abu entregará os cheques referentes à doação de seu salário às instituições Apae, Apoe, Apape e ao Serviço de Assistência São José Operário.
 
Entrega será feita no gabinete do mesmo.
Comentar
Compartilhe
Vereador Jorginho Virgílio volta a ser internado
29/06/2017 | 20h17
Após receber alta no início da tarde de hoje, o vereador Jorginho Virgílio (PRP) voltou a ser internado. Como o resultado da tomografia realizada de manhã só sai em 48 horas, os médicos acharam melhor manter Jorginho em observação. 
Ele está com o braço direito ainda paralisado e as causas ainda estão sendo levantadas pela equipe médica.
Segundo informações, embora internado, o vereador está passando bem.
Comentar
Compartilhe
IFF rescinde contrato com empresa, anula provas e fará novo concurso
29/06/2017 | 18h04
/
O concurso para o IFF/Campos, realizado em março último, foi anulado. O anúncio foi feito hoje pela reitoria, que também rescindiu contrato com a empresa responsável.
Uma outra será contratada e uma nova prova aplicada.
Para os cargos de Assistente em Administração, Auxiliar de Enfermagem e Revisor de Texto Braile as provas foram validadas e o cronograma das etapas posteriores será atualizado.
O concurso de março foi envolto em polêmica, especialmente por perguntas iguais em provas aplicadas em dois turnos diferentes. Candidatos que prestaram concurso para atuar em diversas áreas, reclamaram que as provas de português e legislação, de nível superior, continham as mesmas questões.
Comentar
Compartilhe
Garotinho, palpiteiro de Crivella??
29/06/2017 | 17h06
Durante o primeiro governo Rosinha e até metade do segundo, quando ainda se dividia entre Campos e Brasília, onde era deputado federal, o "prefeito de fato" - como foi apontado pela Justiça na decisão que o levou à prisão, em novembro - Anthony Garotinho atuou como palpiteiro, sem cargo, mas dando palpites aqui e ali.
Mais uma vez sem cargo público, pode ter voltado à função, agora do prefeito Marcelo Crivella. Com a filha Clarissa como secretária de Desenvolvimento, Emprego e Inovação e já com alguns nomes de sua confiança emplacados na Prefeitura do Rio, será que partiu de Garotinho a "dica" para Crivella contrair empréstimos para o governo municipal, que já somam mais de R$ 700 milhões?
De acordo com a coluna Extra, Extra, a Câmara dos Vereadores do Rio autorizou a prefeitura a contrair um subempréstimo com o governo federal, por intermédio da Caixa Econômica Federal (CEF).
Os recursos de até R$ 49 milhões poderão ser usados em:
"(...) projetos destinados à modernização administrativa, fiscal, tributária e financeira do Município; nas ações de tecnologia da informação de capacitação e; na coordenação do projeto visando ao aumento de receitas próprias, maior economicidade, melhor atendimento ao cidadão e maior transparência".
Na semana passada, a Câmara aprovou outro empréstimo com a CEF, bem maior: são R$ 652 milhões, pelo programa de financiamento FINISA.
Olha Campos, Crivella...
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Juiz fala em gravações clandestinas pela defesa e remarca para julho interrogatório de Ozeias, Miguelito, Ana Alice e Gisele
29/06/2017 | 15h11
O interrogatório dos vereadores Ozéias (PSDB) e Miguelito (PSL) e da ex-secretária de Desenvolvimento Humano e Social Ana Alice Alvarenga e da ex-coordenadora do Cheque Cidadão, Gisele Koch foi remarcado para o dia 20 de julho, às 14h.
O interrogatório estava marcado para hoje, mas o juiz Ralph Manhães, em função de "colidência de pautas", adiou.
Anteriormente, o interrogatório dos quatro, que são réus em Ação Penal do caso Chequinho, estava marcado para dia 27 de junho, mesmo dia em que foi interrogado o réu em outra AP do caso: Anthony Garotinho.
Na decisão que remarcou para julho o interrogatório, o juiz também falou em gravações clandestinas por parte da defesa, que, como fez no caso de Garotinho, entrou mais uma vez com pedido de suspeição do juiz, da testemunha Elizabeth Gonçalves, além de revelar ter gravado audiências, sem a autorização do juiz Ralph Manhães. Ele determinou que as peças sejam extraídas e enviadas para o MP Eleitoral, além de comunicar o fato à presidência e corregedoria do TREe do TSE.
Comentar
Compartilhe
Fred Machado: "Temos que ter um lado: Da população de Campos"
29/06/2017 | 14h33
Líder do governo, o vereador Fred Machado (PPS) chamou, ontem, os colegas para um momento de união, independentemente das cores partidárias. O motivo? O desastre financeiro para o município que se vislumbra depois da decisão que derrubou a liminar que permitia a Prefeitura pagar à Caixa, como determina a lei aprovada no Senado, 10% dos recursos dos royalties e Participação Especial.
“A gente sabe da dificuldade do município. O que a gente precisa é de união neste momento. Teremos que ter um lado: o da população de Campos”, afirmou.
Leia a matéria completa aqui.
Comentar
Compartilhe
Vereador Jorginho Virgílio passa mal e é internado
29/06/2017 | 14h06
O vereador Jorginho Virgílio (PRP) passou mal na manhã de hoje e foi internado em um hospital da cidade. Com o braço direito paralisado, Jorginho passou por tomografia e está estabilizado.
Ele aguarda alta médica agora na parte da tarde.
Atualização:
Em contato com o blog, o vereador informou que já foi liberado:
"Após passar a manhã toda hospitalizado já fui liberado temporariamente pelo médico. Ainda não sabemos exatamente o que me levou a passar mal, mas Deus está no controle. Fiz alguns exames imediatos, como tomografia, entre outros, para ver o que levou ao comprometimento temporário do movimento de um dos meus braços... Fui só liberado para uma entrevista que já tínhamos agendado com a InterTV, mas por recomendação médica terei que suspender minha agenda pelos próximos dias. Espero retornar o quanto antes aos nossos trabalhos e vou me cuidar neste período realizando inclusive outros exames. Agradeço a atenção, orações e carinhos de todos. JUNTOS SOMOS MAIS FORTES!"
Comentar
Compartilhe
Marcão diz que Câmara vai à Justiça contra Caixa Econômica
28/06/2017 | 22h21
Presidente do Legislativo, Marcão Gomes (Rede) informou há pouco que determinou à Procuradoria da Câmara que ingresse na Justiça contra a Caixa Econômica. Na sessão de terça ele já havia adiantado que tomaria essa medida (aqui)
De acordo com Marcão, a Câmara não pode aceitar que seja pago valor acima dos 10% aprovados ano passado no Legislativo.
Para isso, já solicitou ao Executivo a cópia do contrato assinado pela gestão anterior da prefeita Rosinha com a Caixa Econômica.
O vereador de oposição Thiago Ferrugem (PR) também fez o pedido para que cópia do contrato seja encaminhado à Câmara.
Leia mais sobre o assunto no blog Opiniões.
Comentar
Compartilhe
No debate sobre esportes, Chequinho entra em campo
28/06/2017 | 22h11
Logo no início da sessão desta quarta-feira (28), o vereador José Carlos (PSDC) apresentou moção de aplauso ao atleta Allif Gomes Barreto, campeão de taekwondo.
Porém, nas duas horas e meia seguintes, a moção foi debatida, com o assunto resvalando para o Esporte, a Fundação Municipal e seu presidente Raphael Thuim e até Chequinho.
Os momentos de maiores desconforto começaram quando a vereadora Linda Mara (PTC), ré na Chequinho, subiu à tribuna para dizer que vereadores que fizeram parte do governo Rosinha agora faziam várias críticas à gestão em que atuaram.
Líder do G5, da base do governo Rafael Diniz, Silvinho Martins, que fez parte do governo Rosinha, disse que não se envergonhava de ter participado e que trabalho bem. Como resultado, foi eleito. E disse que Linda Mara foi eleita, sendo sentença do juiz Eron Simas, através de compra de votos.
Thiago Ferrugem (PR), também réu na Chequinho, disse que não tem vergonha de admitir que responde processo, mas que conseguirá demonstrar sua inocência.
Já Thiago, mas o Virgílio, outro réu na Chequinho, falou que não foi com ele, mas se alguém quiser "cutuca-lo" com o assunto, falará como cada um foi eleito foi eleito.
Linda Mara voltou à tribuna, onde se desculpou com os colegas, dizendo que não pretendia ofender ninguém.
Os debates demoraram tanto que o homenageado foi embora sem receber a devida homenagem, antes até que a moção fosse votada e aprovada, duas horas e meia depois.
Atualização no texto.
Comentar
Compartilhe
Sindicato dos Médicos dá posse a diretoria para triênio 2017/2020
28/06/2017 | 16h33
O Sindicato dos Médicos dará posse à diretoria para o triênio 2017/2020, na próxima sexta-feira (30), às 19h, no auditório "Dr. Lenício de Almeida Cordeiro".
O atual presidente José Roberto Crespo de Souza foi reeleito.
Na programação, homenagem a ex-presidentes e palestra com Dr. Paulo Celso Nogueira Fontão, professor da Faculdade de Medicina Santa Marcelina - São Paulo.
Ele falará sobre "Espiritualidade na Formação dos Profissionais Médicos"
Comentar
Compartilhe
Fernando Fernandes sobre Garotinho: "Não houve qualquer mudança na defesa do caso"
28/06/2017 | 15h57
O advogado Fernando Augusto Fernandes enviou nota ao blog, esclarecendo o episódio de ontem, no interrogatório de Anthony Garotinho, em que vou destituído, e depois "readmitido", pelo cliente.
Leia a nota abaixo:
"O advogado Fernando Augusto Fernandes esclarece que a situação decorreu apenas de uma diferença entre a condução técnica e jurídica do processo e dos desejos pessoais de esclarecimento amplo do ex-governador Anthony Garotinho. Não houve qualquer mudança na defesa do caso".
Comentar
Compartilhe
Câmara de SJB aprova LDO com previsão de R$ 307 milhões
28/06/2017 | 12h25
A Câmara de São João da Barra aprovou na sessão desta quarta-feira (28), o Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que recebeu uma emenda aditiva proposta pelos nove vereadores. O projeto seguirá esta semana para o Executivo para ser sancionado pela prefeita Carla Machado. A LDO tem por objetivo, orientar e estabelecer mecanismos para a elaboração do orçamento do próximo ano.
Segundo o presidente da Casa, Aluizio Siqueira, a emenda aditiva visa permitir que sejam previstas no orçamento de 2018 – desde que também previsto no Plano Plurianual de 2018-2021 – dotações orçamentárias destinando recursos para atendimento a várias sugestões apresentadas pela Secretaria de Meio Ambiente, pelo Núcleo de Educação Ambiental da Bacia de Campos (NEA-BC), pelo Coletivo Embarcação (Projeto Rema) e os cidadãos, Robson Peixoto e Marcelo da Silva Araújo.
A LDO foi discutida em audiência pública no Legislativo no dia seis deste mês. Segundo o texto do projeto, a estimativa orçamentária para 2018 é de R$ 307.511.763,86 – valor que pode sofrer alteração devido à instabilidade política e econômica nacional. É o que está ocorrendo este ano (2017): o orçamento foi elaborado com base em R$ 353,4 milhões, mas os números têm se mostrado atípicos nas previsões. De janeiro até maio, o valor arrecadado foi de R$ 133 milhões.
Emenda aditiva - Feita ao artigo 2º, a emenda aprovada diz que: a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2018, em consonância com o disposto no Plano Plurianual de 2018-2021 e seus programas de trabalho, proverá recursos que forem necessários, para a execução das seguintes obras e serviços:
Projeto, estudos, pesquisas e obras para contenção de processo erosivo e restauração da praia de Atafona e Açu;
Fornecimento de passe estudantil;
Fornecimento de bolsas de estudos para munícipes em cursos de nível superior, pós-graduação, mestrado e doutorado;
Manutenção de ônibus escolares;
Pavimentação e manutenção de ruas, avenidas e estradas;
Construção e manutenção de centros culturais;
Construção e ampliação de bibliotecas públicas;
Construção, manutenção e revitalização de praças, com inclusão de equipamentos esportivos e culturais;
Coleta seletiva de resíduos sólidos;
Continuidade do programa "Pé Diabético”
(Da assessoria)
Comentar
Compartilhe
Por decisão da Justiça, mais quatro aprovados do concurso 2012
28/06/2017 | 12h00
Mais quatro candidatos aprovados no concurso de 2012 para a Prefeitura de Campos e que procuraram a Justiça para garantir suas vagas foram convocados. A informação está no Diário Oficial de hoje.
Comentar
Compartilhe
No gran finale do interrogatório, Garotinho demite (e readmite) Fernando Fernandes
27/06/2017 | 21h00
Em uma audiência que teve de tudo um pouco, ou de muito, o interrogatório do ex-governador Anthony Garotinho, que terminou há pouco, no Fórum, teve como "grand finale" a demissão do advogado Fernando Fernandes pelo próprio cliente e na frente de todo mundo.
Isso porque Garotinho queria incluir fatos que o advogado não considerava que deveriam constar do Termo de Interrogatório.
Após uma discussão entre os dois, Fernandes disse que a defesa estava satisfeita, mas Garotinho disse que não estava. Fernandes falou que o cliente, então, tirasse a procuração dele. Ao que Garotinho respondeu: "Então eu tiro".
E o advogado: "Então eu vou embora".
Fernando Fernandes, então, levantou-se e deixou a sala.
Diante de uma "plateia" atônita - onde estavam representantes da OAB, Amaerj, entre outros - os demais advogados pediram uma interrupção ao juiz Ralph Manhães e foram atrás de Fernandes, levando junto Garotinho.
A turma do "deixa disso" conseguiu contornar a situação e, depois de muita conversa, Fernandes voltou para a sala de audiência, informou ao juiz que voltava a ter a procuração para representar o ex-governador e deu por concluído o interrogatório, ainda sob protestos de Garotinho.
A "demissão" contornada não é novidade no Garotinho, que já demitiu, pelo rádio, secretários municipais, quando a esposa era prefeita.
Atualização no texto.
Comentar
Compartilhe
Clima quente no Fórum para depoimento de Garotinho
27/06/2017 | 14h06
  • Chegada de Garotinho ao Fórum de Campos

    Chegada de Garotinho ao Fórum de Campos

  • Chegada de Garotinho ao Fórum de Campos

    Chegada de Garotinho ao Fórum de Campos

  • Chegada de Garotinho ao Fórum de Campos

    Chegada de Garotinho ao Fórum de Campos

  • Chegada de Garotinho ao Fórum de Campos

    Chegada de Garotinho ao Fórum de Campos

  • Chegada de Garotinho ao Fórum de Campos

    Chegada de Garotinho ao Fórum de Campos

  • Depoimento de Garotinho

    Depoimento de Garotinho

  • Depoimento de Garotinho

    Depoimento de Garotinho

  • Depoimento de Garotinho

    Depoimento de Garotinho

  • Depoimento de Garotinho

    Depoimento de Garotinho

  • Depoimento de Garotinho

    Depoimento de Garotinho

  • Depoimento de Garotinho

    Depoimento de Garotinho

  • Depoimento de Garotinho

    Depoimento de Garotinho

  • Depoimento de Garotinho

    Depoimento de Garotinho

O clima foi de tensão no Fórum Maria Teresa Gusmão, em Campos, onde o ex-Governador Anthony Garotinho foi interrogado por suspeita de envolvimento no “escandaloso esquema” de troca de votos por Cheque Cidadão. Nesta terça-feira (27), mais de 100 perguntas foram feitas pelo juiz Ralph Manhães. Em todas as respostas, Garotinho declarou apenas: “Tudo o que eu disser vai ser usado contra mim”. O ex-governador também antecipou que não responderia aos questionamentos do Ministério Público.
Antes mesmo da chegada de Garotinho ao Fórum Maria Tereza Gusmão, o clima foi de tensão em frente à Comarca. Apoiadores do ex-governador se concentraram em frente ao local e um tumulto foi formado. Um dos manifestantes, o jornalista Avelino Ferreira, chegou a ser detido por desacato, mas já foi liberado. Os portões principais do fórum foram fechados e a entrada de pessoas está sendo controlada pelos portões laterais e dos fundos.
Garotinho chegou por volta das 14h10, acompanhado da mulher, Rosinha, e do filho Wladimir, e entrou pelo portão dos fundos. A audiência terminou por volta de 20h15 e os militantes, mesmo com chuva, ainda aguardavam pela saída de Garotinho nos fundos da Comarca junto à ex-prefeita de Campos.
Com informações e fotos de Bárbara Cabral, Matheus Berriel e Paulo Pinheiro
Comentar
Compartilhe
Defesa de Garotinho confirma gravações clandestinas e diz que há parcialidade no juiz
27/06/2017 | 11h49
A defesa do ex-governador Garotinho divulgou nota, há pouco, dando suas versões do caso sobre as alegadas gravações clandestinas, reveladas ontem, na decisão do juiz Ralph Manhães, que manteve para hoje, o interrogatório do marido da ex-prefeita Rosinha.
De acordo com a defesa, "as gravações demonstram várias diferenças entre o que ocorreu nas audiências de depoimentos, além da total parcialidade do juiz".
E: "As provas que respondem as gravações alegadas pelo magistrado são evidências claras de cerceamento de defesa e do impedimento de perguntas quando o advogado instaurou a contradita da testemunha Elizabeth Gonçalves, conhecida como 'Beth Megafone', para torná-la suspeita".
Afirmou que "os advogados com auxílio da Ordem dos Advogados do Brasil- Seccional Rio de Janeiro (OAB- RJ) impetraram Mandado de Segurança no Tribunal Regional Eleitoral contra a decisão do juiz" - (Não informa, porém, se houve decisão em contrário, que não havia até ontem).
O advogado "fundamenta várias nulidades do processo como o arrolamento de testemunhas com interesse na causa, processamento de crimes sem competência da Justiça Eleitoral, e obstrução de acesso aos computadores apreendidos".
Leia a nota completa abaixo:
"A defesa do ex-governador Anthony Garotinho juntou nesta segunda-feira, (26/06), nos autos da ação penal provas de cerceamento de defesa por parte do juiz Ralph Manhães, da 100ª Zona Eleitoral de Campos dos Goytacazes (RJ).
As provas que respondem as gravações alegadas pelo magistrado são evidências claras de cerceamento de defesa e do impedimento de perguntas quando o advogado instaurou a contradita da testemunha Elizabeth Gonçalves, conhecida como 'Beth Megafone', para torná-la suspeita.
Segundo o advogado Fernando Fernandes, as gravações demonstram várias diferenças entre o que ocorreu nas audiências de depoimentos, além da total parcialidade do juiz. “O magistrado que passou a gravar as audiências em vídeo, havia anteriormente proibido os advogados de registrarem os julgamentos. Em contrapartida, os advogados com auxílio da Ordem dos Advogados do Brasil- Seccional Rio de Janeiro (OAB- RJ) impetraram Mandado de Segurança no Tribunal Regional Eleitoral contra a decisão do juiz”, explica Fernandes.
Entre as muitas arbitrariedades do juiz está a determinação de que trechos da petição que constam as gravações sejam riscados e que seja oficiado o Ministério Público Eleitoral para denunciar o advogado por desobediência, sob acusação de má-fé.
Na petição o advogado fundamenta várias nulidades do processo como o arrolamento de testemunhas com interesse na causa, processamento de crimes sem competência da Justiça Eleitoral, e obstrução de acesso aos computadores apreendidos.
De acordo com Fernandes, o juiz confunde poder de polícia com ação policialesca ao impedir a juntada de gravações de audiências, que o próprio magistrado passou a gravar e a divulgar na imprensa, realizando uma ação carregada de ilegalidades. “O Supremo Tribunal Federal já decidiu que há legalidade e publicidade no uso de gravações ambientais de audiências”.
Sobre a acusação do juiz de agir de má-fé e sem lealdade processual o advogado rechaça e diz que, "a lealdade do advogado é com a legalidade e com a constituição e essencialmente com o amplo direito de defesa. Não há exigência de lealdade com atos arbitrários do juiz", finaliza Fernandes".
Comentar
Compartilhe
Câmara: Audiência sobre Plano de Metas, LDO e recesso no sábado
27/06/2017 | 11h18
A Câmara de Campos tem agenda cheia esta semana. Depois da audiência pública ontem, sobre cirurgias bariátricas, proposta pelo vereador José Carlos, hoje acontece, às 15h, audiência pública para demonstrar e avaliar o cumprimento de metas fiscais referentes ao 3 quadrimestre de 2016, ao 1 quadrimestre de 2017 e apresentação da metodologia do orçamento participativo do PPA 2018/2021.
Em seguida, na sessão, está prevista votação da LDO.
E o recesso começa sábado. Porém, de acordo com o presidente Marcão Gomes, o Legislativo funcionará normalmente, ficando apenas sem as sessões. As CPIs, por exemplo, manterão o ritmo normal.
Comentar
Compartilhe
Juiz diz que defesa de Garotinho trapaceia ao fazer gravação clandestina
26/06/2017 | 20h10
Fernando Fernandes lidera equipe de advogados de Garotinho no caso
Fernando Fernandes lidera equipe de advogados de Garotinho no caso
Com interrogatório do réu marcado para amanhã, a defesa do ex-governador Anthony Garotinho tentou hoje, mais uma vez, adiar a realização da audiência e evitar a presença dele em Campos.
Em uma das mais duras decisões de todo processo da Chequinho, o juiz Ralph Manhães, da 100 Zona Eleitoral, denunciou que a defesa teria gravado clandestinamente audiências, apesar de decisões em contrário dele próprio e do Tribunal Regional Eleitoral.
Ralph classificou a atitude como "total desrespeito, a falta de lealdade processual e má-fé do patrono do réu, cuja litigância de má-fé já foi reconhecida pelo TRE-RJ".
Ressaltou, também, que a defesa já foi advertida "de que qualquer gravação das audiências seria clandestina, o mesmo, em total afronto às decisões judiciais e demonstrando completo desprezo para com o judiciário, até porque a decisão em comento foi confirmada nas Instâncias Superiores e não revertida até a presente data, informa e afronta o judiciário dizendo que gravou clandestinamente as audiências, não se encontrando até os dias de hoje tamanha deslealdade e desrespeito nas avenidas pretorianas".
E, diante da desobediência, determinou que o caso seja investigado pelo Ministério Público. E ainda, disse que a notícia de gravação clandestina é extremamente grave e deve ser de conhecimento das autoridades superiores, razão pela qual devem ser expedidos ofícios à Presidência e Corregedoria do TRE-RJ e do TSE.
"A briga pelo direito é legítima, mas a trapaça não pode ser tolerada", afirma o juiz.
Ralph Manhães negou pedido de suspeição da testemunha Beth Megafone e manteve o interrogatório marcado para amanhã, às 14h.
O espaço está aberto para a defesa de Garotinho se manifestar.
Confira, abaixo, a decisão completa:
/
Comentar
Compartilhe
CPI das Rosas realiza primeiras diligências
26/06/2017 | 16h22
Foto: Arquivo
Foto: Arquivo/
A CPI das Rosas iniciou, efetivamente, seus trabalhos na manhã de hoje. À primeira reunião, compareceram os vereadores Fred Machado (presidente), Cláudio Andrade (relator) e os membros da comissão Neném e Marcelo Perfil.
O vereador Silvinho Martins, integrante da CPI, não esteve presente porque estava realizando a primeira diligência a pedido do presidente. 
"A CPI seguirá o propósito de ser técnica e será focada nos documentos e nas oitivas", afirmou Fred.
Durante a reunião, foram feitas as primeiras análises dos documentos e a delimitação dos pontos e a organização nominal das primeiras pessoas que serão intimadas a depor. Inicialmente a comissão vai identificar quais empresas solicitaram os editais, quais efetivamente participaram do certame e os motivos de outras tantas não disputarem.
A CPI continuará com seus trabalhos normalmente, mesmo diante do recesso parlamentar que se refere apenas a pausa de sessões, não comprometendo os trabalhos internos.
 
" Uma relatoria firme é feita com base nos dados apresentados e no respeito à verdade dos fatos", afirmou Cláudio Andrade, relator da CPI.
 
O grupo de trabalho da CPI das Rosas se reunirá todas as segundas-feiras, às 10h, na Câmara de Vereadores de Campos.
(Da assessoria)
Comentar
Compartilhe
Campista é vencedor do Prêmio "João Batista Rocha"
26/06/2017 | 12h18
O campista Rodrigo Nunes Rangel foi o vencedor do concurso cultural “Prêmio João Batista Rocha”, promovido pelo Porto do Açu. Um total de 1.306 que participaram do concurso, que teve como tema o município de São João da Barra. Os fotógrafos amadores da região tiveram a missão de tomar a cidade como personagem principal de seus registros para entrarem na disputa. Todas as fotografias publicadas no Instagram com #premiojbatistarocha foram submetidas à avaliação de uma Comissão Julgadora, que selecionou as 10 melhores imagens. Foram utilizados critérios como originalidade, criatividade e adequação ao tema proposto.
Os selecionados no concurso foram: Bruna Peixoto Gomes; Danilo Coutinho; Joel de Sá Rosa; Lívia de Siqueira Manhães; Matheus Drumond Costa Junior; Rafaela França da Silva; Raphael Fonseca de Souza; Rodrigo Nunes Rangel; Victor de Aquino Vianna Fernandes; Victor Hugo Rangel Duarte. Todos participaram de uma cerimônia para entrega de certificados, no Centro Cultural Narcisa Amália, em São João da Barra, onde foi inaugurada uma exposição das fotos escolhidas. A mostra estará disponível até o dia 15 de julho.
O ganhador do concurso retratou um momento de descontração de uma família, no Pontal de Atafona. Além do certificado de participação, Rodrigo Nunes Rangel recebeu uma câmera fotográfica Cannon T5 I.
E Rodrigo passou por um juri de peso, que teve os fotógrafos profissionais Leonardo Berenger, Paulo Sérgio Pinheiro e Diomarcelo Pessanha.
Atualização: Com informações da assessoria da Prumo.
Comentar
Compartilhe
Prefeitura convoca aprovados em processo seletivo de 2015
26/06/2017 | 12h04
/
O Diário Oficial de hoje traz a convocação de 19 aprovados no Processo Seletivo 02/2015 para assinatura de contrato.
Eles devem comparecer nos dias 29 e 30, no RH da secretaria municipal de Educação.
Comentar
Compartilhe
Primeira audiência do orçamento participativo nesta segunda, em Farol
25/06/2017 | 15h18
Acontece nesta segunda-feira (26), a primeira das 11 audiências públicas distritais do “Orçamento Participativo – Plano Plurianual”.
Será uma oportunidade dos moradores de Campos contribuírem, efetivamente, com a elaboração do Plano Plurianual (PPA) para o exercício do próximo quadriênio 2018-2021. A reunião será realizada na Escola Municipal Farol de São Thomé, das 18h às 21h.
Já na terça-feira (27), o secretário da Transparência e Controle, Felipe Quintanilha, irá à Câmara Municipal para a abertura oficial da metodologia de trabalho do orçamento participativo, e ainda fará prestação de contas do relatório de gestão fiscal.
O Orçamento Participativo é uma ação conjunta, realizada entre o poder público e a sociedade, que possibilita a participação popular na escolha das prioridades para os investimentos municipais. O link já está disponível no Portal da Prefeitura, com o formulário de sugestões. Mais de 200 pessoas, de várias regiões do município, já apresentaram sugestões em várias áreas, como: educação, saúde, segurança e transporte.
— A população vai atuar efetivamente em todos os distritos de forma regionalizada. Queremos a participação cidadã de forma ampla e democrática para que seja exercido o controle social na prática. Além de promover maior transparência nas ações, o Orçamento Participativo também promove maior eficiência na aplicação dos recursos públicos — destacou o prefeito Rafael Diniz.
Confira na imagem acima o cronograma das audiências.
(Da Assessoria)
Comentar
Compartilhe
Silvinho Martins: "G5 está firme e forte"
24/06/2017 | 19h25
Firme e forte. Assim define Silvinho Martins (PRP), líder do G5, bloco de sustentação do governo Rafael, oficializado em maio último.
Além de Silvinho, o grupo conta com os vereadores Jorginho Virgílio (também do PRP), Enock Amaral, Marcelo Perfil (ambos do PHS) e Igor Pereira (PSB). 
De acordo com Silvinho Martins, na sexta (23) os colegas do grupo estiveram reunidos definindo estratégias para o segundo semestre na Câmara. Uma das mudanças, mas que começa já na próxima sessão, é o encaminhamento dos votos.
— Nosso grupo continua unido e forte, embora alguns plantem notícias para tentar nos separar. Mas está tudo certinho e em breve poderemos ser G7 ou G8. Neste momento, porém, somos o G5, que faz parte da base do governo Rafael, mantendo claro nosso posicionamento — afirmou Silvinho.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Muito além de apenas "um depoimento"
24/06/2017 | 19h20
Em vídeo, o ex-governador Garotinho afirma que as acusações na Ação Penal em que é réu, no caso Chequinho, são baseadas em um único depoimento: da radialista Beth Megafone.
Será?
Leia a matéria completa na edição de amanhã da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
O que estava certo antes não está agora?
24/06/2017 | 15h07
Lá da zona sul do Rio, Garotinho continua atirando para Campos. Nos últimos dias, apontou suposta fraude na Câmara envolvendo a empresa FNL Empreendimentos, contratada para realização de cobertura de eventos fotográficos.
Segundo o extrato do contrato, a empresa deverá cobrir 75 eventos (sessões, audiências públicas, participação de vereadores em reuniões públicas) da Câmara. Cada evento sairá pelo valor de R$ 1 mil, com 100 imagens cada evento, saindo cada imagem fotográfica com todos os custos da empresa incluindo pagamento de profissionais por cerca de R$ 10, preço praticado no mercado.
O que Garotinho não citou foi que a mesma empresa prestou serviços para a gestão da ex-prefeita Rosinha Garotinho. A contratação – sem licitação - ocorreu através da FCJOL, que era comandada pela amiga íntima da prefeita: Patrícia Cordeiro.
E ainda prestou serviços à Câmara, na gestão do fiel escudeiro de Garotinho, Edson Batista.
Fica a dúvida: Estava certo antes e não está agora?
Comentar
Compartilhe
Ferrugem e Linda Mara ainda não estão com tornozeleira, diz advogado
23/06/2017 | 20h01
O advogado do vereador Thiago Ferrugem (PR), Rafael Crespo, entrou em contato e informou que seu cliente foi intimado hoje sobre a tornozeleira, mas ainda não colocou o equipamento eletrônico.
De acordo com o advogado, hoje foi feito contato com a Seap, mas ainda não foi agendado o dia em que a tornozeleira será colocada.
A informação de que o vereador está com tornozeleira veio através de email da Seap, que já tinha se equivocado um dia antes, ao afirmar que não tinha equipamentos disponíveis.
Segundo informações, a situação da vereadora Linda Mara é a mesma: Aguardando agendamento.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Thiago Godoy e Gilson Gomes também condenados
23/06/2017 | 18h44
Mais duas sentenças de ações de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) do caso Chequinho estão no Diário Oficial da Justiça.
Desta vez foram condenados à inelegibilidade por oito anos, o ex-sub-secretário de Governo na gestão rosácea, Thiago Godoy (PR) e o ex-secretário dos dos Direitos dos Idosos, Gilson Gomes (PRTB). 
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Decisão cumprida e vereadores já com tornozeleiras
23/06/2017 | 16h50
A Secretaria de Administração Penitenciária (Seap) encaminhou resposta ao jornalista Aldir Sales, explicando que houve erro na informação de ontem.
De acordo com a Seap: "Houve um equívoco. A Seap está mantendo a tornozeleira nas duas pessoas citadas".
Comentar
Compartilhe
Rafael Diniz reage: "Garotinho, você é covarde, maldoso e mentiroso"
23/06/2017 | 11h39
Ponto Final
Ponto Final / Reprodução
Limite
Atacado no pessoal, na política e administrativamente pelo ex-governador Garotinho e seu grupo, a quem derrotou em uma vitória memorável no primeiro turno das eleições municipais do ano passado, o prefeito Rafael Diniz adotou o “deixa pra lá”. Até porque, se for parar para responder todos os dias alguma coisa, o governo não vai andar e o que mais os campistas querem é que a cidade saia, enfim, do atoleiro financeiro em que está, refletido em todas as áreas.
Limite 2
Mas, o prefeito chegou a seu limite com a divulgação, no final de semana, de uma suposta conversa, mostrada no blog do ex-governador durante o final de semana, e que atribuiu a Rafael. Garotinho disse, porém, que deletou o áudio para preservar a fonte. No vídeo divulgado ontem na página de Rafael, ele chamou Garotinho de “covarde, maldoso, mentiroso e medroso” e diz que ele usa de “artimanhas para atacar as pessoas”.
Limite 3
Rafael Diniz destaca que a população campista está cansada deste tipo de política e fala ao “prefeito de fato” na gestão Rosinha, como citou o juiz Glaucenir de Oliveira, ao decretar a prisão de Garotinho, em novembro do ano passado: “Campos só está na crise financeira ‘jamais vista’ por conta das irresponsabilidades de Garotinho”. E finalizou: “Prefiro sofrer seus ataques, que você ficar fazendo maldade com nossa cidade”.
Debate
As comissões de Defesa dos Direitos da Mulher e de Educação da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) promovem, hoje, audiência pública em Campos, no Norte Fluminense, para debater a situação dos formandos do curso de enfermagem da Escola Técnica Jomasa. Cerca de 300 alunos, a maioria mulheres, finalizaram o curso, mas não conseguem obter o diploma, e por isso estão impedidos de exercer a profissão. O encontro acontece às 10h no auditório da Universidade Federal Fluminense (UFF) do município.
Alternativa
Com a queda do repasse dos royalties do petróleo, os municípios produtores estão sendo obrigados a buscarem alternativas para alavancar suas economias e aumentar suas arrecadações. No interior do estado, os gestores têm apostado na produção agropecuária para recuperarem um tempo de investimento perdido. Ontem, um seminário regional foi realizado na Prefeitura de Campos e reuniu prefeitos e representantes de quase todas as cidades do Norte Fluminense, que apontaram o setor agrícola como o caminho para acabar com a dependência dos royalties. O lema agora, como ressaltou o prefeito Rafael Diniz, é não deixar que as vontades eleitoreiras falem mais alto que as necessidades do povo. O momento é de fazer o dever de casa com técnica, organização e parcerias.
Pesca
Durante o seminário regional, o secretário estadual de Agricultura, Jair Bittencourt, informou sobre um convênio assinado com a Petrobras, no valor de quase R$ 11 milhões, para a elaboração da estatística pesqueira do estado. O estudo já começou a ser feito em alguns municípios e a frente de trabalho para a região Norte Fluminense será assinada na próxima terça-feira. Como a pesca também é um meio produtivo forte, principalmente em São João da Barra e São Francisco de Itabapoana, espera-se que o levantamento possa fomentar as informações relacionadas ao pescado que é mais encontrado em cada região para que ações mais específicas possam ser desenvolvidas.
Prevenção
A procura pela vacina contra a febre amarela tem estado em baixa nos últimos meses. Parece até que as pessoas deram uma relaxada, após a mobilização intensa com o anúncio dos primeiros casos na região. Embora em Campos não haja nenhum caso da doença, no estado 22 confirmações de febre amarela foram notificadas e isso é um sinal de que a doença ainda está em circulação. Em Campos, a vacina ainda pode ser encontrada. Já diz o dito popular: “prevenir é melhor que remediar”.
Charge do dia
/
Comentar
Compartilhe
Rafael Diniz: "Garotinho, você é covarde, maldoso e mentiroso"
22/06/2017 | 19h02
Atacado de todas as maneiras - pessoal, política e administrativamente – pelo ex-governador Garotinho e seu grupo, desde o início de seu governo, o prefeito Rafael Diniz respondeu hoje, de forma dura ao que chamou de "mentiras que beiram à insanidade".
O prefeito referiu-se a uma suposta conversa, divulgada no blog do ex-governador, durante o final de semana, e que Garotinho atribuiu a Rafael. Garotinho disse, porém, que deletou o áudio para preservar a fonte.
No vídeo divulgado hoje na página de Rafael, o prefeito chamou Garotinho de “covarde, maldoso, mentiroso e medroso” e que usaria de “artimanhas para atacar as pessoas”. Rafael disse que a população campista está cansada deste tipo de política e que Campos só está na crise financeira “jamais vista” por conta das “irresponsabilidades” de Garotinho.
E finalizou: “Prefiro sofrer seus ataques, que você ficar fazendo maldade com nossa cidade”.
O espaço está aberto à defesa do ex-governador.
Comentar
Compartilhe
Equipes do TRE intimando vereadores. Seap diz que não tem tornozeleiras. E agora?
22/06/2017 | 17h06
Equipes do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) intimaram hoje a vereadora Linda Mara Silva sobre a decisão da 100 Zona Eleitoral, que determinou a colocação de tornozeleira eletrônica.
Já o vereador Thiago Ferrugem deve ser intimado amanhã.
Depois disso, os réus, segundo informações, teriam que procurar a Seap para colocação dos equipamentos.
Porém...
Em nota, a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) informa que: "no momento, está sem o monitoramento através de tornozeleiras. A Seap esclarece, ainda, que vem se esforçando para cumprir o seu compromisso junto aos fornecedores e restabelecer o mais rapidamente possível o serviço prestado".
Assim, como se dará o cumprimento da decisão?
Nota da defesa dos vereadores:
"A defesa dos vereadores, representada pelo criminalista Fernando Fernandes ressalta que 'o juiz insiste em abusos que descumprem ordens do TSE - que quando revogou o impedimento de diplomação e determinou a posse dos vereadores, anulou todas as medidas cautelares. Esta nova decisão será levada a conhecimento do Tribunal Superior, que até hoje revogou 100% de todas as ordens emanadas. A defesa não acredita em isenção ou busca da verdade por este juízo', conclui.
Fernando Fernandes"
Atualização no texto.
* Com informações do jornalista Aldir Sales.
Comentar
Compartilhe
Comércio do varejo em debate na Alerj
22/06/2017 | 16h05
A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado do Rio (FCDL-RJ), em conjunto com a Comissão de Economia, Indústria e Comércio da Assembléia Legislativa do Estado (Alerj) , realizou nesta quinta-feira (22), audiência pública para discutir políticas públicas e leis para o desenvolvimento do comércio, com geração e manutenção de negócios e empregos.
O presidente da Comissão, deputado estadual Waldeck Carneiro, e os deputados estaduais Bruno Dauaire, Carlos Osório, e Ana Paula Rechuan, propuseram a criação de uma Frente Parlamentar em Defesa do Varejo na Assembléia Legislativa, que vai atuar junto ao Estado e municípios para rever e simplificar leis afetas ao segmento.
(Fonte: Assessoria)
Comentar
Compartilhe
Picciani: "Intervenção federal ou impeachment de Pezão"
22/06/2017 | 12h19
jorge_picciani-2015_05_06.jpg
jorge_picciani-2015_05_06.jpg / [email protected]
Intervenção federal ou impeachment. Este foi o tom do email enviado pelo presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Jorge Picciani, ao líder do governo na assembleia, Edson Albertassi (PMDB), onde criticava duramente o governo Pezão.
Na mensagem, ele fala até em votação para o impeachment do governador. Em entrevista ao CBN Rio, Picciani afirmou que, se o acordo de recuperação fiscal não for homologado, o Rio só tem duas alternativas: intervenção federal ou impeachment do governador.
— Há uma constatação de uma pessoa que se elegeu através de muitos companheiros e companheiras no estado todo, mas já se elegeu com um equívoco, que eu não estava na assembleia, não percebi, que foi aquele aumento, quase que uma fraude eleitoral, em junho de 2014, onde chegou-se a aumentar a folha de pagamento em 70% e esqueceu que, na Constituição de 88, tem a isonomia para aposentados e pensionistas. Depois veio a crise do petróleo, veio a queda da arrecadação, mas o outros estados procuraram de uma forma ou de outra a se ajustar — afirmou.
O presidente da Alerj disse que fez alertas sobre a situação do estado desde o início.
— Eu alertei a ele ainda no mês de março de 2015 , de que era preciso cortar despesas, era preciso ter austeridade, era preciso tomar uma solução para uma concessão de aguá mantendo uma estatal forte na área de produção. Hoje você perde entre 35% a 40%, entre o que se produz no Gandu até chegar à casa do consumidor. É muito melhor você fazer a concessão das distribuições, teriam bilhares de empresas no mundo interessadas em fazer, sete, oito, dez lotes para não concentrar na mão de uma só, fazer investimento, gerar emprego, botar bilhões no caixa, quando fica correndo atrás do governo federal para poder pegar de R$ 3 bilhões. É uma incompetência total. É um governo muito despreparado, começando pelo governador, e isso avança muito quando não tem comando.
Sobre as discussões para assinatura do acordo de ajuste fiscal, o presidente da Alerj afirmou que o governador Pezão é incompetente nas negociações, não tem força política e que não sabe argumentar com o governo federal. Para ele, quem pode ajudar nisso é o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e a bancada federal.
— O governo federal não está cumprindo a sua parte, e falta tudo no governo do estado. O Rio de Janeiro não pode ser tratado assim. Ele estava preparado para defender Piraí e não estava o estado do Rio. Mas isso não significa que as forças politicas do Rio não devam se movimentar. Eu faço um apelo nessa carta ao presidente Rodrigo Maia.
(Fonte: O Globo)
Comentar
Compartilhe
Vale a pena ter um líder como Garotinho?
22/06/2017 | 10h51
Ponto Final
Ponto Final/Reprodução
Vale a pena?
Dois vereadores mais próximos aos Garotinho sofreram outro revés ontem, com a determinação de colocação de tornozeleiras eletrônicas. Linda Mara Silva e Thiago Ferrugem já foram presos, embora o vereador apenas de modo domiciliar. Já Linda, que fez de tudo um pouco na gestão rosácea, até marcar depilação da então prefeita Rosinha, além de presa atrás das grades e na própria casa, foi impedida judicialmente de ser diplomada, só conseguindo recentemente. Caso não consigam reverter a decisão de ontem, os dois terão que ir para a Câmara, na próxima semana, levando no corpo o símbolo de que teriam cometido suposto crime. Enquanto isso, o “líder” está na zona sul do Rio, junto com a família, falando o que bem entende na rádio e redes sociais. Fica a dúvida: Vale a pena ter um líder desses?
Charge do dia
/
Ação
Em meio à falação comum ao Legislativo, foi aprovado por unanimidade na sessão de ontem requerimento do vereador Álvaro César (PRTB) para uma ação prática de combate a um dos maiores problemas no Brasil e em Campos: o desemprego. Pelo requerimento, aprovado por unanimidade, criação de uma comissão parlamentar para intermediar a instalação de novas empresas no município. O objetivo é gerar empregos para o município. “Vemos em nossos gabinetes todos os dias pessoas que começam a chorar antes mesmo de falar. Esta Câmara tem força e pode fazer esse papel de buscar essas empresas e intermediar a instalação em nossa cidade”, disse o vereador.
União de forças
Empresário, o vereador Neném (PTB) estará hoje na Alerj, em um encontro sobre comércio varejista. Ontem, ele levou a sugestão para que entidades como Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Associação Comercial e Industrial de Campos (Acic) e Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) sejam chamadas a participar do projeto de Álvaro Cesar. Membro do conselho de jovens empresários da Firjan, a vereadora Joseane Morumbi (PRP) afirmou que a entidade aceitará o convite para participar da comissão.
Maquiagem cara
Enquanto o governo da ex-prefeita Rosinha Garotinho esbanjou em torno de R$ 20 milhões para tentar dar um aspecto menos pior ao canal Campos-Macaé, popularmente conhecido como valão, a concessionária Águas do Paraíba anunciou que com R$ 1 milhão, valor que representa 5% do dinheiro gasto na gestão Rosinha, é possível realizar, de fato, o que deveria ter sido feito há anos, que é a limpeza do canal eliminando o mau cheiro não cessado após as obras de mera “maquiagem”.
Seis meses para limpeza
Se a diferença de valores entre uma intervenção e outra já é algo que chama atenção, o tempo para conclusão do serviço também é de se levar em consideração. Na previsão da Águas do Paraíba, o trabalho de limpeza do canal deve durar seis meses. Já a “maquiagem” de Rosinha durou mais de um ano para ser finalizada.
FDP!
A segunda edição do Festival Doces Palavras tem cada vez mais ganhado forma. Ontem, a comissão organizadora do evento realizou uma visita técnica ao Jardim do Liceu, palco central do evento, que será realizado entre os dias 20 e 24 de setembro. A primeira edição do FDP! foi considerada um sucesso e espera-se que neste ano o festival supere ainda mais as expectativas. Para isso, ainda dá tempo de os artistas e autores se inscreverem para o evento. A inscrição deve ser entregue no Trianon até amanhã.
Luto
Pessoa de grande estima em Campos, Luiz Sérgio Artiles faleceu ontem. Ele estava internado com problemas respiratórios. Luiz Sérgio foi proprietário da banca de jornais e revistas que fica na avenida Pelinca, esquina do Banco Itau, e também foi distribuidor da Abril Cultural na região. Amigos mais chegados contam que Sérgio era uma pessoa generosa, amigo dos amigos e sempre estava de bem com a vida. Uma perda lastimável.
Comentar
Compartilhe
Justiça manda colocar tornozeleiras em Linda Mara e Thiago Ferrugem
21/06/2017 | 19h13
O juiz Ralph Manhães determinou a "imediata instalação das tornozeleiras eletrônicas dos réus Thiago Ferrugem e Linda Mara como determinado anteriormente e cuja decisão não foi revogada até a presente data".
Thiago e Linda Mara chegaram a ficar em prisão domiciliar até mês passado, em função da falta de tornozeleiras eletrônicas, mas esta foi relaxada pela falta dos equipamentos.
Com isso, a Câmara Municipal terá dois vereadores no exercício da função e com tornozeleiras eletrônicas.
Aliás, os dois estavam na sessão de hoje, mas saíram mais cedo.
Atualização:A decisão foi dentro da Ação Penal 45-02, que tem como réus além de Linda Mara e Ferrugem, os vereadores eleitos e ainda não diplomados Jorge Rangel e Kellinho.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Defesa de Linda Mara tenta tirar Ação Penal do juiz Ralph Manhães
21/06/2017 | 12h50
O advogado Fernando Fernandes, que representa a maioria dos réus no caso Chequinho, impetrou novo Habeas corpus no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), direcionado à presidente do tribunal, Jacqueline Montenegro, pedindo que a Ação Penal que tem a vereadora Linda Mara Silva (PTC) como ré, seja retirada do juiz da 100ª zona eleitoral, Ralph Manhães. De acordo com a alegação da defesa, crimes imputados a Linda Mara teriam ocorrido após 2 de outro do ano passado, quando aconteceu a eleição.
Fernando Fernandes questiona a aplicação de medidas alternativas a prisão imposta pelo juiz da 100ª Zona Eleitoral de Campos dos Goytacazes, no processo contra a vereadora.
A principal alegação da defesa é a falta de competência da Justiça Eleitoral para tratar a matéria." O que vemos é uma clara tentativa de extensão dos poderes dos juízes de Campos dos Goytacazes, quando a competência criminal da Justiça Eleitoral se restringe ao processo e julgamento dos crimes tipicamente eleitorais", defende o advogado.
(Com informações da assessoria)
Comentar
Compartilhe
Sindicato dos Bancários realiza assembleia amanhã
21/06/2017 | 12h43
O Sindicato dos Bancários de Campos e Região realiza assembleia nesta quinta-feira, 22, às 19h, em sua sede, para definir a participação da categoria na mobilização nacional contra as reformas trabalhista e da Previdência, agendada pelas centrais sindicais do país para o próximo dia 30. Nesta quarta-feira, 21, o sindicato foi às ruas do centro financeiro da cidade para convocar os bancários e toda a sociedade não só para a pauta do dia 30, mas para participarem da agenda de manifestações definida pelo Movimento Unificado Sindical, Social e Estudantil do Norte Fluminense (Muse-NF).
Comentar
Compartilhe
Campos passa a ser polo do ITV
21/06/2017 | 12h25
Campos passou a ser polo regional do ITV - Instituto Teotônio Vilela, centro de estudos e formação política do PSDB, que está sob a direção de Alexandre Buchaul.
Para marcar, haverá um evento dia 15 de julho, na Câmara de Dirigentes Lojistas, com representantes das regiões Norte, Noroeste e Lagos. O tema abordado será "Inclusão Social e Produtiva".
Comentar
Compartilhe
Fred Machado: "Se bater, vai levar"
20/06/2017 | 20h30
O clima de aparente cordialidade na Câmara de Vereadores foi desfeito na sessão de hoje.
Na hora da palavra livre, já no final da sessão, a vereadora Linda Mara Silva, já condenada na Chequinho, usou a tribuna para reclamar do fechamento do restaurante popular. Ela foi aplaudida por militantes.
Pouco depois, Miguelito, também já condenado na Chequinho - e que, minutos antes havia usado a palavra para elogiar o ex-secretário de Governo Anthony Garotinho - foi à tribuna e chegou a sugerir que a Câmara cortasse o lanche dos vereadores e assumisse o restaurante. Miguelito disse que estava sendo feito "teatro" na tribuna"
O vereador Genásio, relator da CPI da Lava Jato, destacou que o Centro Pop está aberto, com três refeições diárias para população de rua. 
- Mas não podemos deixar de falar o que deixou o governo Rafael Diniz nessa situação e a tomar algumas medidas. Se devolverem o que foi retirado no governo passado, iremos reabrir o restaurante popular. E a CPI vai querer repatriar** este dinheiro. Devolve, que o restaurante poderá ser reaberto - afirmou.
** Só para lembrar, o dinheiro não pode ser repatriado por não ser de contas no exterior. Segundo os delatores da Odebrecht, o dinheiro que teria sido entregue a Garotinho em mãos e em espécie (em reais).
Em seguida, o líder do governo Fred Machado (PPS) endureceu o tom com a hoje oposição e que fez parte do governo anterior:
Gravação: "A CPI já aprovada foi sucumbida no esquema lá atrás. Querem fazer teatro eleitoral com fome dos outros. Usam palavra de Deus", afirmou, citando, ainda, o caso de uma suposta gravação atribuída ao prefeito Rafael, publicada por Garotinho no final de semana e que afirmou ter apagado a gravação: "Quem destrói provas é criminoso. Tem provas? Mostre".
* Sobre o restaurante popular: "Campanha eleitoral que fizeram e hoje o que a gente está fazendo é readequando. Um prato de comida custava R$ 11. E comiam pessoas sem nenhum critério. Muitas precisavam, mas muitas não precisavam e acabam tirando da boca das que necessitavam".
* A escola (citada pelo vereador Ozéias mais cedo, pedindo que fosse inaugurada): "Há dois anos eu e o vereador Rafael estivemos lá e ela já estava pronta, com uma família morando lá dentro. E agora é cobrado aqui na Casa. Rafael não tem que dar explicação não. Tem é que por na Justiça pessoas que mentem, pessoas que não tem respeito nenhum e fica colocando Deus em tudo que fala. Deus sabe realmente quem quer o bem da população, quem fez essa cidade ficar do jeito que está".
Bateu-levou: "Aqui tem duas CPIs em andamento. E que andem mais três, quatro, quantas forem necessárias. Vou trabalhar de acordo com a música. Gostaria que o vereador que falou um pouco antes de mim falasse se alguma vez deixou de comer o lanche. Muito pelo contrário.  Não tem como ter diálogo com pessoas que passaram por coisas e hoje estamos vivendo tudo isso por conta do governo que passou. A gente aqui tem uma postura digna, de homem correto. Não falamos sobre problemas externos. Mas quem aprende lições com um homem como foi enaltecido hoje, nada de bom traz no coração"
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Interrogatório de Ozeias, Miguelito, Ana Alice e Gisele remarcado para dia 29
20/06/2017 | 20h21
O interrogatório dos vereadores Ozéias (PSDB) e Miguelito (PSL) e da ex-secretária de Desenvolvimento Humano e Social Ana Alice Alvarenga e da ex-coordenadora do Cheque Cidadão, Gisele Koch foi remarcado para o dia 29/06/17 às 14h30.
Anteriormente, o interrogatório dos quatro, que são réus em Ação Penal do caso Chequinho, estava marcado para dia 27 de junho, mesmo dia em que será interrogado o réu em outra AP do caso: Anthony Garotinho.
 
Comentar
Compartilhe
Morre Oswaldo Botelho, ex-prefeito de Cambuci
20/06/2017 | 14h38
O ex-prefeito de Cambuci, Oswaldo Botelho, o Vavado, morreu hoje, aos 82 anos.
A informação foi postada em rede social pela assessoria da Câmara de Cambuci.
"É com muito pesar, que a Câmara Municipal de Cambuci, em nome de todos os Vereadores, Assessores e demais funcionários comunica que está de luto devido ao falecimento do ex-prefeito, ex-vereador e ex-presidente da Casa de Leis, Sr. Oswaldo Botelho (Vavado).
O presidente da Câmara de Vereadores José Ronaldo, em nome de todos os Parlamentares e funcionários manifesta suas condolências à família e amigos, na certeza de que Deus os consolará e confortará".
Comentar
Compartilhe
Reforma Trabalhista: Governo Federal sofre derrota no Senado
20/06/2017 | 14h31

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado rejeitou nesta terça-feira (20), por 10 votos a 9, o relatório da reforma trabalhista elaborado pelo senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES), que era favorável ao texto aprovado pela Câmara.

No lugar do parecer de Ferraço, a comissão aprovou um texto alternativo, do senador oposicionista Paulo Paim (PT-RS). O relatório de Paim recomenda a rejeição integral da reforma.

O resultado representa uma derrota para o governo Michel Temer, que vê na reforma trabalhista uma das principais medidas para a área econômica.

Apesar de o texto do governo ter sido rejeitado na Comissão de Assuntos Sociais, a reforma trabalhista ainda vai passar pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e, por fim, pelo plenário do Senado.

Segundo a Mesa Diretora do Senado, os relatórios da CAE, CAS e CCJ vão servir de orientação para a votação em plenário. O texto que vai ser analisado em plenário é a matéria que veio da Câmara.

(Do G1)

Comentar
Compartilhe
Réus na Chequinho, casal Garotinho insiste em afastar juiz
20/06/2017 | 11h46
ccc
ccc/rrr
Condenada na esfera eleitoral da Chequinho, a ex-prefeita Rosinha Garotinho e o marido, também réu no mesmo caso, mas na parte criminal, não desistem de tentar afastar o juiz Ralph Manhães das investigações.
Acontece hoje, na 2 Vara Criminal de Campos oitiva de testemunhas do pedido de exceção do magistrado, responsável pelo julgamento das ações penais.
O pedido já foi negado anteriormente até pelo TSE, mas os réus voltaram a pedir a exceção.
Desde o ano passado, quando foi desencadeada a Chequinho, já foram vários pedidos de afastamento e anulação das investigações, não apenas do juiz Ralph, mas também de Glaucenir de Oliveira, além do delegado Paulo Cassiano e do promotor Leandro Manhães.
Comentar
Compartilhe
Cotado para ministro da Cultura, Jorge Coutinho fala ao blog sobre expectativa
19/06/2017 | 18h48
Cotado para o ministério da Cultura, o presidente do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos e Diversões do Rio de Janeiro (Sated-RJ) e membro do Conselho de Comunicação do Congresso Nacional, Jorge Coutinho, falou há pouco, por telefone, sobre a a campanha em torno de seu nome e que conta com apoios de peso: O presidente do PMDB Afro do Rio de Janeiro, Nayt Júnior, o ministro dos Esportes, Leonardo Picciani (PMDB-RJ), e o coordenador da bancada fluminense do partido na Câmara, o deputado federal Altineu Côrtes.
- Fico muito feliz com toda esta mobilização, que é um reconhecimento por todo trabalho que desenvolvi ao longo dos anos. Mas fico feliz, também, com manifestações como as que recebi hoje, de comunidades. Mostra que as pessoas ainda conseguem acreditar em algo e se identificar. De qualquer forma, quem bate o martelo é o presidente Temer.
Coutinho lembrou que gravou em Campos Ganga Zumba, de Cacá Dieguez e música de Moacir Santos e interpretação de Nara Leão: "Já corri muito pelos canaviais daí", disse, prometendo uma visita à cidade.
O cargo de ministro da Cultura está vago desde sexta-feira, quando João Batista de Andrade, interino no posto desde a renuncia do deputado Roberto Freire (PPS-SP), anunciou o desligamento.
Comentar
Compartilhe
CPIs das Rosas e Lava Jato elegem seus membros e marcam a primeira reunião
19/06/2017 | 10h11
Instauração da CPI das Rosas
Instauração da CPI das Rosas/Paulo Sérgio Pinheiro
As duas CPIs que investigarão contratos firmados no governo Rosinha elegeram, na manhã de hoje 19), seus membros.
A primeira é a CPI das Rosas, que investigará possíveis irregularidades envolvendo a contratação da Empresa EMEC e a Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes.
Para integrar a Comissão foram nomeados os vereadores Fred Machado (PPS), Cláudio Andrade (PSDC), Marcelo Perfil (PHS), Luiz Alberto Neném (PTB) e Silvinho Martins (PRP).
A presidência caberá a Fred Machado, autor do requerimento para CPI. O relator será Cláudio Andrade e os demais serão membros.
Instauração da CPI da Lava Jato
Instauração da CPI da Lava Jato/Paulo Sérgio Pinheiro
A outra é a CPI da Lava Jato, destinada a apurar possíveis irregularidades envolvendo a contratação da Empresa ODEBRECHT e a Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes.
Para integrar a Comissão foram nomeados os vereadores Paulo César Genásio (PSC); José Carlos Gonçalves (PSDC); Abu (PPS), Jorginho Virgílio (PRP) e Thiago Cerqueira Ferrugem (PR).
O presidente será Genásio, também autor do requerimento para CPI. O relator será José Carlos e os demais serão membros.
A primeira reunião da CPI das Rosas acontece dia 26.
Atualização nas informações e no título.
Comentar
Compartilhe
Audiência pública sobre Águas do Paraíba hoje às 16h
19/06/2017 | 09h58
A Câmara de Vereadores de Campos realiza nesta segunda-feira, dia 19, às 16h, a audiência pública com a concessionária Águas do Paraíba. A discussão que contará com a participação de entidades de classe, órgãos públicos e da população em geral atende a um pedido feito pelo vereador Jorginho Virgílio (PRP), segundo vice-presidente da Câmara. Duas entidades já se inscreveram para participar do debate, mas outras ainda podem garantir o direito da palavra no dia da audiência.
De acordo com o vereador Jorginho, cerca de 20 convites foram feitos oficialmente a diferentes associações e órgãos públicos. Segundo ele, a proposta é ouvir o máximo de questionamentos possíveis e tentar respostas com a concessionária. Para seu respaldo e dos demais vereadores na discussão, Jorginho conseguiu com a Procuradoria do município uma cópia do contrato da Águas do Paraíba com a Prefeitura e disponibilizou há cerca de um mês para que todos tivessem acesso. O vereador deixou à disposição dos campistas suas redes socais e o e-mail da Câmara ([email protected]) para que eles pudessem enviar suas demandas e dúvidas.
— A nossa proposta com essa audiência é trazer ganhos reais para a população. Não queremos que seja mais um debate como os que já aconteceram e que não vimos resultados práticos. A empresa terá a chance de se explicar melhor, mas sabemos que os serviços podem melhorar pelos valores que são cobrados. A limpeza do Canal Campos-Macaé, já iniciada, é uma conquista, mas queremos mais — destacou Jorginho, ressaltando que ainda espera a concessionária cumprir com um requerimento de sua autoria, aprovado por unanimidade, pedindo que a empresa disponibilize a tabela de valor dos serviços de forma permanente no site oficial.
Comentar
Compartilhe
Desejos de uma boa semana
19/06/2017 | 09h46
Com a linda foto da Agência Berenger, do meu amigo Leonardo Berenger, os desejos de uma semana de muita luz e trabalho para todos nós.
Comentar
Compartilhe
"Temer lidera a maior e mais perigosa organização criminosa" do Brasil, diz Joesley Batista
16/06/2017 | 23h58
Em entrevista à revista Época, o empresário Joesley Batista, dono da JBS e delator na Operação Lava-Jato, afirmou que o presidente Michel Temer lidera “a maior e mais perigosa organização criminosa” do Brasil.
Na entrevista, ele descreve a relação que mantinha com Temer, os pedidos de propina que teriam sido feitos pelo presidente e seu grupo político e as negociações para os pagamentos ao ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha depois de preso.
Joesley descreveu Temer como o líder do grupo político do PMDB que comanda a Câmara dos Deputados. Fariam parte desse grupo os ministros Eliseu Padilha (Casa-Civil) e Moreira Franco (Secretaria de Governo), os ex-ministros Henrique Eduardo Alves, que está preso, Geddel Vieira Lima e Cunha.
“Essa é a maior e mais perigosa organização criminosa desse país. Liderada pelo presidente”, declarou Joesley. “O Temer é o chefe da Orcrim da Câmara. Temer, Eduardo, Geddel, Henrique, Padilha e Moreira. É o grupo deles. Quem não está preso está hoje no Planalto”.
 Leia a matéria completa na Época.
Comentar
Compartilhe
Inquérito na PF investiga denúncias de ameaças a testemunha da Chequinho
16/06/2017 | 15h58
Reprodução jornal O Globo de 15/05/2017
Reprodução jornal O Globo de 15/05/2017
A Polícia Federal instaurou inquérito policial para investigar denúncias de ameaças a uma das testemunhas do caso Chequinho.
No início de maio, a radialista Elizabeth Gonçalves dos Santos, a Beth Megafone, denunciou à Polícia Federal ter sofrido ameaças. A pressão seria para não dar detalhes, em depoimento, sobre o esquema que envolveria uso político do programa Cheque Cidadão.
À PF, Elizabeth disse que estava num ponto de ônibus da Avenida 28 de março quando dois homens em uma moto sem placa subiram a calçada. Ao pensar que era um assalto, fez menção de entregar o celular, mas um dos homens perguntou se ela era a “Beth Megafone” e em seguida afirmou “Cala sua boca, porque assim como nós te achamos hoje, achamos você e sua família em qualquer dia, em qualquer lugar”. Em seguida, os dois saíram com a moto.
Beth trabalhou na Secretaria municipal de Desenvolvimento Humano e Social em 2016, foi presa em outubro acusada de participar do esquema e detalhou à PF e ao MP como funcionava o suposto esquema.
Comentar
Compartilhe
Eduardo Cunha perde processo contra Garotinho
16/06/2017 | 00h59
O ex-deputado federal Eduardo Cunha perdeu um processo contra o também ex-deputado Anthony Garotinho, após ter sido xingado pelo ex-parlamentar em 2013.
Na ocasião, quando Cunha exercia o cargo de deputado federal e ainda não havia assumido a presidência da Câmara, ele foi chamado de deputado-lobista pelo colega.
Segundo a coluna Expresso, a decisão foi assinada pelo juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara da Justiça Federal, em Brasília.
Mesmo preso no Paraná, Eduardo Cunha ainda pode recorrer da decisão.
Comentar
Compartilhe
Peregrinação dos comunicadores pela celebração do Ano Mariano
16/06/2017 | 00h52
Muito feliz com a convite recebido da Diocese de Campos para participação na peregrinação dos comunicadores pela celebração do Ano Mariano, nos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida e 100 anos da aparição de Nossa Senhora de Fátima. Momento excepcional de fé!
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Juiz nega pedido de Garotinho para ficar 10 dias com processo
14/06/2017 | 14h21
Com interrogatório marcado para dia 27, o ex-governador Anthony Garotinho (PR) teve negado pedido para que sua defesa retirasse os autos da Ação Penal na qual é réu no caso Chequinho.
A defesa queria retirar os autos durante 10 dias. Segundo o juiz Glaucenir de Oliveira, substituindo Ralph Manhães, que está de férias, "não vislumbro cabimento e tampouco necessidade de entregar os autos a defesa pelo prazo elástico de 10 dias.
Isto porque a defesa já tem conhecimento da integral idade dos elementos probatórios e peças constantes dos autos, o que aponta para a desnecessidade do ato requerido. Por outro lado, os autos interessam também a outros processos por fatos que guardam certa relação de conexão e, desta forma, a retirada dos autos do cartório pode impedir que a defesa dos outros réus e até mesmo o MPE tenham acesso a elementos probatórios que se fizerem necessários para análise".
O juiz lembrou que os autos estão à disposição no cartório eleitoral e por meio eletrônico.
Comentar
Compartilhe
CPI das Rosas e da Lava Jato publicadas no Diário Oficial
14/06/2017 | 11h11
O Diário Oficial de hoje traz a publicação de duas Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs), que investigarão contratos do governo Rosinha.
A primeira é a CPI das Rosas, que investigará possíveis irregularidades envolvendo a contratação da Empresa EMEC e a Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes.
Para integrar a Comissão foram nomeados os vereadores Fred Machado (PPS), Cláudio Andrade (PSDC), Marcelo Perfil (PHS), Luiz Alberto Neném (PTB) e Silvinho Martins (PRP).
A instalação da Comissão acontece dia 19/06/2017 (segunda-feira), às 10 horas, na Sala da Presidência, quando será eleito o Relator, sendo a Presidência exercida pelo Vereador Carlos Frederico Machado dos Santos, primeiro signatário do Requerimento, conforme Parágrafo único do Art. 119, do Regimento Interno.
A outra é a CPI da Lava Jato, destinada a apurar possíveis irregularidades envolvendo a contratação da Empresa ODEBRECHT e a Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes.
Para integrar a Comissão foram nomeados os vereadores Paulo César Genásio (PSC); José Carlos Gonçalves (PSDC); Abu (PPS), Jorginho Virgílio (PRP) e Thiago Cerqueira Ferrugem (PR).
A instalação da Comissão acontece dia 19/06/2017 (segunda-feira), às 11 horas, na Sala da Presidência, quando será eleito o Relator, sendo a Presidência exercida pelo Vereador Paulo César Genásio de Souza, primeiro signatário do Requerimento, conforme Parágrafo único do Art. 119, do Regimento Interno da Câmara Municipal de Campos dos Goytacazes. 
Comentar
Compartilhe
Morre jornalista Jorge Bastos Moreno
14/06/2017 | 10h45
O jornalista e colunista do jornal O Globo, Jorge Bastos Moreno, morreu no início da madrugada desta quarta-feira (14), no Rio de Janeiro, aos 63 anos.
Moreno morreu à 1h, de edema agudo de pulmão decorrente de complicações cardiovasculares, conforme informou "O Globo". O corpo do jornalista será velado no cemitério São João Batista, em Botafogo, Zona Sul do Rio, a partir das 12h30.
Um dos mais respeitados repórteres de política do Brasil, Moreno nasceu em Cuiabá (MT) e foi morar em Brasília na década de 1970. Há 10 anos vivia no Rio.
Moreno tinha mais de 40 anos de carreira. Trabalhou no jornal "O Globo" por cerca de 35 anos, onde chegou a dirigir a sucursal de Brasília.
Comentar
Compartilhe
Câmara lotada e vereadores de volta
13/06/2017 | 18h00
A primeira sessão da Câmara com a presença dos vereadores empossados semana passada está sendo de casa lotada.
Antes do início da sessão, o presidente Marcão Gomes abriu a palavra aos vereadores empossados semana passada. Além dos quatro, também já está presente Josiane Morumbi, que assumiu a vaga de Vinicius Madureira (PRP), afastado semana passada.
Linda Mara Silva (PTC): "Passei tempos difíceis. Aqui nasce uma nova história. Vim hoje só para agradecer. Meu mandato está à disposição de cada um de vocês. E Campos sempre será minha cidade, meu amor".
Miguelito (PSL): "Muita emoção. Trabalharei para o povo. Esse  sempre foi meu compromisso. Capacitação de jovens, lutando por emprego e qualificação. 
Ozéias (PSDB): "Minha consciência está tranquila. Deus estava comigo há todo momento. Agradecer a minha família. Nunca fez dinheiro com a política".
Thiago Virgílio (PTC): "Se estamos aqui hoje é pela vontade de Deus. Reafirmar nosso compromisso com a população. Quer contribuir para cidade. Não quer ser oposição do quanto pior melhor. Temos como ajudar o prefeito. Não quer atrapalhar a cidade".
Comentar
Compartilhe
Governo Rafael revoga sete licitações da gestão Rosinha
13/06/2017 | 12h06
O Diário Oficial de hoje traz sete avisos de revogação de licitações de 2016, ainda no governo rosáceo e quando o município estava em emergência econômica decretada pela então prefeita Rosinha.
De acordo com a publicação, assinada pelo secretário municipal de Gestão Pública André Oliveira, a revogação ocorre por razões de interesse público “decorrente de fato superveniente devidamente comprovado, conforme decisão circunstanciada inserta nos autos do processo licitatório”.
As licitações revogadas eram para contratação de empresa especializada para a prestação de serviços terceirizados de vigilância desarmada, de natureza contínua, com dedicação exclusiva de mão de obra, para atender as necessidades da Prefeitura, contratação de empresa especializada para a prestação de serviços terceirizados de portaria, de natureza contínua, com dedicação exclusiva de mão de obra, para atender as necessidades da Prefeitura, contratação de empresa especializada para a prestação de serviços terceirizados de limpeza e conservação das áreas internas e externas sem fornecimento de material, de natureza contínua, com dedicação exclusiva de mão de obra, para atender a Fundação Municipal de Saúde.
E ainda contratação de “empresa especializada para a prestação de serviços de limpeza e conservação das áreas internas e externas, sem fornecimento de material, consubstanciada na disponibilização de pessoal, sob regular vínculo de emprego, para atendimento aos órgãos da Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes, com exceção da Secretaria Municipal de Educação e da Fundação Municipal de Saúde, contratação de empresa especializada na prestação de serviços terceirizados de limpeza e conservação das áreas internas e externas, sem fornecimento de material, consubstanciada na disponibilização de pessoal, sob regular vínculo de emprego, para atendimento a Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Esporte de Campos dos Goytacazes, de natureza contínua, com dedicação exclusiva de mão de obra, para os postos e quantitativos descritos nas tabelas e anexos do Termo de Referência.
E contratação de empresa especializada para a prestação de serviços terceirizados de Condutor de Veículos Oficiais, de natureza contínua, com dedicação exclusiva de mão de obra, para atender as necessidades da Prefeitura e contratação de empresa especializada para a prestação de serviços de merendeira, consubstanciada na disponibilização de pessoal, de natureza contínua, com dedicação exclusiva de mão de obra, para atender a Secretaria Municipal de Educação e Fundação Municipal da Infância e Juventude.
Comentar
Compartilhe
Moro condena Cabral a 14 anos de prisão
13/06/2017 | 11h51
O ex-governador do Rio, Sérgio Cabral, foi condenado pelo juiz Sérgio Moro em uma ação da Lava Jato a 14 anos e 2 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.
A mulher dele, Adriana Ancelmo, foi absolvida por falta de prova suficiente de autoria ou participação. A ré Mônica Carvalho também foi absolvida pelo mesmo processo.
De acordo com a força-tarefa da Lava Jato, os investigados tiveram envolvimento no pagamento de vantagens indevidas a partir do contrato da Petrobras com o Consórcio Terraplanagem Comperj, formado pelas empresas Andrade Gutierrez, Odebrecht e Queiroz Galvão. A denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal (MPF) foi aceita em dezembro do ano passado.
Veja os réus condenados e os respectivos crimes
Sérgio Cabral – ex-governador do Rio de Janeiro: corrupção passiva, 12 crimes de lavagem de dinheiro
Wilson Carlos Cordeiro de Silva Carvalho - secretário do governo do Rio de Janeiro durante a gestão de
Cabral - corrupção passiva e dois crimes de lavagem de dinheiro
Carlos Emanuel de Carvalho Miranda - sócio do ex-governador Sérgio Cabral - corrupção passiva e quatro crimes de lavagem de dinheiro
Rogério Nora e Clóvis Peixoto também foram denunciados pelo MPF e se tornaram réus nesta mesma ação penal pelo crime de corrupção ativa. Entretanto, em janeiro de 2017, o MPF requereu a suspensão do processo em relação aos dois, devido ao acordo de colaboração premiada firmado com eles.
“Considerando a dimensão dos crimes e especialmente a capacidade econômica de Sérgio Cabral ilustrada pelo patrimônio declarado de quase R$ 3 milhões e, que considerando o examinado nesta sentença, certamente é maior, fixo o dia multa em cinco salários mínimos vigentes ao tempo do último fato delitivo (05/2014)”, disse Sérgio Moro sobre a multa destinada a Cabral.
Caso haja recurso, Cabral deve responder preso, de acordo com a sentença de Sérgio Moro.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Não eleito, Paulinho Camelô também condenado
12/06/2017 | 17h07
Mais um candidato a vereador não eleito foi condenado em Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) da Chequinho. Desta vez foi Paulinho Camelô (PRP), que recebeu 965 votos.
Comentar
Compartilhe
Câmara convoca Josiane Morumbi para vaga de Madureira
12/06/2017 | 16h22
A Câmara Municipal publicou hoje ato executivo do presidente Marcão Gomes (Rede) convocando a suplente Josiane Morumbi para a vaga do vereador Vinicius Madureira (PRP).
O vereador teve condenação confirmada em segunda instância e, semana passada, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) comunicou o Legislativo a respeito que ele deveria ser afastado.
Madureira ainda pode recorrer ao TSE contra a condenação, mas fora do cargo. Para voltar à Câmara enquanto recorre, somente com autorização do Tribunal em Brasília.
Comentar
Compartilhe
Mais um aprovado de 2008 convocado para Prefeitura através da Justiça
12/06/2017 | 13h20
Mais um aprovado no concurso de 2008 - PSF - para Prefeitura de Campos está sendo convocado para assumir sua vaga. Marcus Sérgio Vilela Ribeiro foi aprovado para o cargo de cirurgião dentista.
O concurso de 2008 não foi homologado pela então prefeita Rosinha e a maioria dos aprovados teve que recorrer à Justiça para garantir seus direitos.
Comentar
Compartilhe
Após requerimento do vereador Jorginho Virgílio, Águas do Paraíba limpará parte do Canal Campos-Macaé
12/06/2017 | 10h53
/
/
/
Às vésperas da audiência pública convocada pelo vereador Jorginho Virgílio (PRP), segundo vice-presidente da Câmara, a concessionária Águas do Paraíba respondeu a um requerimento de autoria do vereador, aprovado por unanimidade no início do mês de abril.
A empresa garantiu a limpeza de parte do Canal Campos-Macaé e a disponibilização no seu site da tabela de preços dos serviços prestados.
A audiência está marcada para o plenário da Casa, no próximo dia 19, às 16h,
Comentar
Compartilhe
Morre terceira vítima da explosão no navio sonda NS - 32
11/06/2017 | 22h30
A explosão da caldeira do navio sonda NS-32 (Norbe VIII), no Campo de Marlim, na Bacia de Campos, fez mais uma vitima fatal: Eduardo Aragão de Lima, de 33 anos, morreu no início da madrugada no Hospital Público de Macaé. Os outros dois mortos são Ericson Nascimento de Freitas, 29 anos, Jorge Luiz Daminão, 44 anos. Eles morreram, respectivamente, na sexta-feira e no sábado, e eram técnicos em inspeções e calibração do Instituto de Metrologia Ltda (IMI) prestadora de serviço da Odebrecht Óleo e Gás, que opera a sonda para a Petrobras.
Já trabalhador identificado como Fernando Garcia teve alta no sábado.
A morte da terceira vítima foi informada no site do Sindipetro NF.
Comentar
Compartilhe
PSDB repete PMDB em 2016 e adia decisão de deixar governo
11/06/2017 | 21h28
Como o o próprio partido do presidente, o PMDB, que, em 2016 esperou até os 45 do segundo tempo para deixar o governo Dilma, o PSDB adiou, mais uma vez, a decisão de romper com gestão Temer.
O PSDB é a principal legenda da base do governo.
O partido marcou para a tarde desta segunda-feira, 12, reunião de sua executiva nacional para tratar do assunto. O encontro, porém, deve servir apenas para discussão, sem anúncio de uma decisão final. "A ideia é não tomar uma decisão amanhã, 12. Será mais ouvir os diversos segmentos. É muito curto o tempo entre a decisão do TSE e a reunião", afirmou o secretário-geral do PSDB, o deputado federal Silvio Torres (SP). 
Lembre aqui a decisão do PMDB de sair do governo petista, em março do ano passado.
Comentar
Compartilhe
Carla anuncia que Elymar fará show gratuito em SJB no dia do padroeiro
11/06/2017 | 20h37
A prefeita de São João da Barra, Carla Machado, continua usando criatividade na administração do município, também afetado pela crise.
Carla anunciou há pouco que o cantor Elymar Santos fará show gratuito no dia do padroeiro da cidade, 24 de junho.
O show será possível porque um comércio local (Lalilus) patrocinará a hospedagem e a prefeitura entrará com transporte e diária dos integrantes da banda.
Elymar, aliás, falou sobre o Circuito Junino 2017 no programa Domingão do Faustão, onde esteve hoje.
A informação foi publicada no site Paraybano.
Comentar
Compartilhe
Por 4 a 3, TSE decide não cassar chapa Dilma/Temer
09/06/2017 | 20h28
Por 4 votos a 3, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu não cassar a chapa Dilma/Temer.
O voto de Minerva foi do presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes.
Mesmo reconhecendo a gravidade das provas, a maioria decidiu se ater ao que foi relatado na inicial.
Voto a voto
Confira abaixo como votaram os ministros do TSE:
CONTRA A CASSAÇÃO
Napoleão Nunes Maia
Admar Gonzaga
Tarcísio Vieira
Gilmar Mendes
A FAVOR DA CASSAÇÃO
Herman Benjamin (relator)
Luiz Fux
Rosa Weber
Comentar
Compartilhe
Garotinho em Campos para depoimento sobre calçadas
09/06/2017 | 15h38
Proibido pela Justiça Eleitoral de estar em Campos sem autorização, o ex-governador Anthony Garotinho (PR) chegou ao Ministério Público Estadual, em Campos, para prestar esclarecimentos no âmbito da investigação penal que apura possíveis fraudes na licitação que originou as polêmicas obras nas calçadas da área central do município no ano passado. Impedido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de pisar em Campos sem autorização judicial desde novembro de 2016, Garotinho teve o depoimento inicialmente marcado para o dia 1º de junho, mas foi adiado após pedido da defesa.
Além do ex-secretário de Governo, a esposa dele, a ex-prefeita Rosinha Garotinho (PR) também foi chamada.
Mais cedo, Garotinho tinha convocado a claque por mensagem. Na frente do MP estão cerca de 50 pessoas, entre militantes, ex-secretários, vereadores.
* Com informações do jornalista Aldir Sales.
Comentar
Compartilhe
Nildo Cardoso eleito presidente do Conselho Regional de Sec. de Agricultura
09/06/2017 | 11h12
O secretário de Agricultura de Campos, Nildo Cardoso, foi eleito, por unanimidade, presidente do Conselho Regional de Secretários de Agricultura e Pesca da Região Norte Fluminense. Os demais membros são Osvaldo Barreto (São João da Barra), como vice presidente, e Flávio da Silva Ferreira (Cardoso Moreira), secretário.
A informação foi postada pelo engenheiro do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento em Campos, Carlos Café.
Comentar
Compartilhe
Morre no Rio ex-deputada Marina Magessi
09/06/2017 | 10h28
A ex-deputada Marina Magessi morreu na madrugada desta sexta-feira, aos 58 anos. Ela estava internada no CTI do Hospital São Francisco na Providência da Deus, na Tijuca, Zona Norte do Rio. A causa da morte ainda não foi revelada.
Antes de ingressar na política, Marina foi inspetora da Polícia Civil e chefiou a Coordenadoria de Inteligência da corporação. Durante sua coordenação, prendeu grandes criminosos do Rio de Janeiro, como o Uê e Elias Maluco. Em 2006, Magessi foi eleita deputada federal pelo Partido Popular Socialista (PPS).
Comentar
Compartilhe
Chequinho: TSE publica acórdão do julgamento de vereadores e Garotinho
08/06/2017 | 19h12
/
/
/
O Diário Oficial do TSE traz, em sua edição desta sexta-feira (09), o acórdão do julgamento realizado dia 16 de maio, que permitiu a diplomação dos seis vereadores.
Também está publicado o acórdão referente ao ex-secretário, Anthony Garotinho:
/
/
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Juiz rejeita denúncia contra Magal na Ação Penal
08/06/2017 | 16h53
O juiz Glaucenir de Oliveira rejeitou denúncia contra o vereador afastado Jorge Magal, em Ação Penal do caso Chequinho.
A mesma AP tem como réus os vereadores Vinicius Madureira, Cecília Ribeiro Gomes, Thiago Ferrugem, Roberto Pinto além de Bruno Gomes e Marcos Amdré Elias de Freitas.
De acordo com a decisão, "Diante do contexto probatório, o MPE pugnou, acertadamente, pela absolvição sumária do réu, posto que muito embora haja provas fartas da existência dos crimes narrados na inicial, envolvendo o beneficio assistencialista usado politicamente, não há elementos mínimos para se vislumbrar a participação do réu no esquema criminoso.
Entretanto, com a devida vênia, entendo que não se trata de caso de absolvição sumária, a teor do disposto no artigo 397 e seus incisos do CPP, mas de rejeição parcial e subjetiva da denúncia com relação ao réu indicado, por falta de justa causa verificada supervenientemente.
Outrossim, esclareço que o STJ reconhece a possibilidade da chamada "rejeição tardia da denúncia", visto que o fato de a inicial já ter sido recebida não impede que o juízo de primeiro grau, após a resposta do réu, (art. 396 e
396-A do CPP) reconsidere a decisão anterior e rejeite a peça acusatória
diante da constatação da presença de alguma das hipóteses elencadas nos incisos do art. 395 do CPP. Neste sentido: STJ, 6a Turma, REsp. 1.318.180- DF, Rel. Min. Sebastião Reis Júnior, julgo 16/05/2013.
Ante o exposto, :REJEITO A DENÚNCIA parcialmente, apenas em relação ao acusado Jorge Santana de Azeredo, nos termos do disposto no art. 395, IV do CPP .
Transitada em julgado esta, dê-se baixa no. distribuidor quanto ao nome do denunciado".
A informação foi postada, também, no Blog do Arnaldo Neto.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Vereadores já empossados na Câmara
08/06/2017 | 16h34
Os quatro vereadores diplomados ontem - Thiago Virgílio (PTC), Linda Mara Silva (PTC), Ozéias (PSDB) e Miguelito (PSL) - já tomaram posse na Câmara, em cerimônia no gabinete do presidente Marcão Gomes (Rede).
Os quatro foram impedidos pela Justiça Eleitoral de receberem os diplomas em dezembro, junto com os demais eleitos, por responderem a Ação Penal e Aije no caso Chequinho.
Comentar
Compartilhe
Números da crise: PreviCampos
08/06/2017 | 16h15
Auditoria realizada nas contas da PreviCampos revelou números alarmantes:
Carteira de investimentos com redução de R$ 383.432.979,49, representando 32,28% do valor total da carteira, em dezembro de 2016 quando comparada ao período do exercício anterior.
Entre as causas dessa diminuição, estão a antecipação da absorção, pelo Instituto, do custeio da folha de pagamento de dezembro de 2015 para abril de 2015 e ausência de repasse para o Instituto das contribuições dos servidores municipais no período de novembro de 2015 a dezembro de 2016, somando um montante de R$ 74.562.963,16 a receber que, após uma compensação de débitos no valor de R$ 71.342.317,40, passou a ser de R$ 3.220.645,76.
Repasse a menor das contribuições patronais, no período de maio a dezembro de 2016, gerando um valor a receber no montante de R$ 39.966.178,60 e parcelamento dos débitos de contribuições patronais dos períodos de junho a dezembro de 2012, maio a outubro de 2014 e novembro de 2014 a abril de 2016, em 60 meses, por meio dos acordos CADPREV nº 485, 486 e 487/2016, totalizando um saldo a receber de R$ 138.466.630,98.]
Alteração da Lei de Criação (Art. 30, 6.786/1999), pela Lei 8.626/2015, que limitou o percentual de multa sobre o atraso dos repasses pelo Município, que é de 0,33% ao dia, em 2%, quando anteriormente o limite era de 20%.
Em razão da redução apontada, o Instituto perdeu a classificação de Investidor Profissional, prevista para todo regime de previdência que possua recursos aplicados em montante igual ou superior a R$ 1 bilhão.
Leia a matéria completa na Folha 1.
Comentar
Compartilhe
Thiago Virgílio: " Não falamos que iríamos dormir na Câmara. Não seríamos deselegantes com nossos colegas"
08/06/2017 | 14h56
O vereador Thiago Virgílio (PTC) negou há pouco que ele ou os outros recém-diplomados tenham falado em dormir na Câmara, caso a posse não acontecesse ontem.
Segundo Thiago, seria uma deselegância com os colegas suplentes, que fazem parte do mesmo grupo político deles e que agora deixarão o Legislativo.
"Poderíamos ter tomado posse ontem mesmo, mas vamos tomar hoje, sem problemas. O que é mais um dia para quem esperou cinco meses?"
Obs.: O suposto "acampamento" no Legislativo para garantir a posse estava sendo aventada entre a militância presente ontem, durante a entrega da documentação à Câmara. Nada de muito estranho, se formos procurar a história recente da política de Campos.
Só para lembrar, a posse é daqui a pouco, às 16h.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: posse nesta quinta-feira de novos vereadores e outra saída na sexta
07/06/2017 | 19h05
  • Vereador diplomado

    Vereador diplomado

  • Vereador diplomado

    Vereador diplomado

  • Vereador diplomado

    Vereador diplomado

  • Vereador diplomado

    Vereador diplomado

Acontece nesta quinta-feira (8), às 16h, a posse dos quatro vereadores diplomados hoje na 76 Zona Eleitoral. Réus na Chequinho, Thiago Virgílio (PTC), Linda Mara Silva (PTC), Ozéias (PSDB) e Miguelito (PSL) foram impedidos pela Justiça Eleitoral de receberem os diplomas em dezembro, junto com os demais eleitos.
Além deles, também não foram diplomados Kellinho (PR) e Jorge Rangel. A defesa de ambos tenta no TRE obter extensão da decisão que beneficiou os quatro, permitindo a diplomação enquanto recorrem das decisões.
Após serem diplomados na tarde desta quarta-feira, os quatro seguiram para a Câmara e chegaram a ameaçar dormir no Legislativo se não tomassem posse, mas depois optaram por esperar até amanhã.
O presidente Marcão Gomes lembrou que é preciso cumprir os trâmites e, mais ainda, respeitar os colegas suplentes que estão deixando a Casa. Eles terão até o final de quinta-feira (09) para desocupar os gabinetes. Já os vereadores recém diplomados poderão ocupar os gabinetes a partir de sexta-feira (09).
Outro 
Mas essa não é a única movimentação na Câmara esta semana em função da Chequinho.
Termina sexta-feira o prazo dado pelo Legislativo ao vereador Vinicius Madureira (PRP) para apresentação de defesa.
O TRE comunicou esta semana ao Legislativo a respeito da condenação em segunda instância, o que faz com que ele tenha que recorrer ao TSE fora do cargo.
Na segunda-feira, a Câmara deverá convocar, mais uma vez, Josiane Morumbi (PRP), suplente de Madureira.
Comentar
Compartilhe
Vereadores já diplomados seguem para a Câmara
07/06/2017 | 16h02
  • Ozéias exibe diploma

    Ozéias exibe diploma

Os quatro vereadores - Thiago Virgílio (PTC), Linda Mara Silva (PTC), Ozéias (PSDB) e Miguelito (PSL) - já foram diplomados e seguem agora para a Câmara Municipal.
Eles querem tomar posse ainda hoje.
Há uma dúvida se serão empossados hoje, já que os suplentes têm que ser notificados para desocuparem os gabinetes.
Atualização: Os "novos" vereadores ameaçam dormir na Câmara, se a posse não for hoje.
Atualização: A posse não irá acontecer hoje.
O presidente do Legislativo, vereador Marcão, disse que os documentos dos recém diplomados precisam ser conferidos pela Procuradoria e ainda informada a situação aos suplentes: "Temos que tratar a todos com respeito", afirmou.
Deixam a Casa os vereadores Carlinhos Canaã, Cabo Alonsimar, Geraldinho de Santa Cruz e Álvaro Oliveira.
Comentar
Compartilhe
Garotinho garante: 'TSE fará justiça a Rosinha'
07/06/2017 | 11h15
Réu na Chequinho, o ex-secretário municipal de Governo Anthony Garotinho deu sua versão sobre a condenação à inelegibilidade por oito anos de Rosinha, ex-prefeita de Campos.
Reclamou da Justiça em Campos e afirmou que a decisão será revertida no Tribunal Superior Eleitoral. 
"A perseguição política é tão clara, evidente, que os ministros do TSE já têm opinião formada a respeito do procedimento adotado em Campos pelas autoridades que conduziram a eleição na cidade na cidade e agora esse processo eleitoral", disse. 
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Presidente interino do TRE manda diplomar vereadores
06/06/2017 | 18h09
O presidente interino do TRE, Carlos Eduardo Rosa da Fonseca Passos, encaminhou há pouco à 76ª Zona Eleitoral ofício comunicando sobre a decisão de ontem, para diplomação imediata dos vereadores Thiago Virgílio, Ozéias, Miguelito e Linda Mara.
O ofício foi recebido na 76ª, mas ainda não teria chegado às mãos do juiz responsável pela diplomação, Heitor Campinho, que está em reunião.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Rosinha condenada e declarada inelegível por oito anos
06/06/2017 | 15h43
A ex-prefeita de Campos, Rosinha Garotinho, foi condenada na Aije principal da Chequinho. Ela foi declarada inelegível por oito anos, a contar de 2016. Além de Rosinha, também foram condenados Dr. Chicão, Mauro Silva, Ana Alice Alvarenga e Gisele Koch.
De acordo com decisão do juiz Eron Simas, "não é crível, nem lógico, que tenha sido alijada do processo decisório que resultou no esquema fraudulento com o programa Cheque Cidadão. De outro lado, mesmo que se admita, por suposição, essa possibilidade, não há como escapar do juízo de responsabilidade que advém de sua flagrante omissão, ao permitir tamanha violação aos cofres públicos do Município que comandava".
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Câmara recebe notificação sobre afastamento de Vinicius Madureira
06/06/2017 | 15h02
A Câmara de Campos recebeu hoje a notificação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sobre o afastamento do vereador Vinicius Madureira (PRP), condenado em segunda instância na esfera cível eleitoral da Chequinho.
Assim como ocorreu com Jorge Magal, Madureira pode recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra a condenação, mas fora do cargo.
Para recorrer no cargo, terá que  entrar com outro recurso no TSE, uma vez que não há efeito suspensivo nas apelações a Brasília (o recurso não suspende automaticamente os efeitos da condenação).
Comentar
Compartilhe
Números da crise: Morar Feliz
06/06/2017 | 11h27
Auditoria realizada nos contratos da Prefeitura de Campos com a empreiteira Odebrecht Ltda mostra que, das 4.554 mil casas previstas para a segunda fase do programa Morar Feliz, apenas 708 foram entregues e 682 estão inacabadas. O valor de cada unidade, segundo o que foi levantado pelos auditores, chega a mais de R$ 300 mil.
De acordo com a auditoria, na primeira fase do Morar Feliz, foram construídas 5.100 casas. Já na segunda etapa, seriam 4.574 unidades ao valor de R$ 476.565.447,55. O prazo de conclusão era de 36 meses - entre 2013 (o contrato foi assinado em 28 de fevereiro daquele ano) e 2016. A obra completa deveria ter sido entregue em abril do ano passado, porém, isso não aconteceu.
As casas deveriam ter sido construídas em 24 localidades, mas somente em cinco houve movimentação. Em Ururaí, foram entregues 504 casas, ficando 308 inacabadas e 32 para serem entregues. Em Donana, 364 inacabadas. Também foram entregues casas em Tócos (84), Saturnino Braga (90) e Dores de Macabu (30).
Leia a matéria completa na Folha 1.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: TRE determina posse de Thiago Virgílio, Ozéias, Miguelito e Linda Mara
05/06/2017 | 18h32
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu hoje, por unanimidade, que os vereadores eleitos e não diplomados Thiago Virgílio (PTC), Ozéias (PSDB), Miguelito (PSL) e Linda Mara Silva (PTC) podem ser diplomados e, por consequência, empossados.
Neste Mandado de Segurança só constavam os quatro como pacientes. A defesa entrará com recurso para estender a Kellinho (PR) e Jorge Rangel os efeitos da decisão.
Leia a matéria completa na edição de amanhã da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Juiz Glaucenir dá 'lição' de Direito à defesa de Garotinho
05/06/2017 | 17h55
O juiz Glaucenir de Oliveira negou hoje pedido do Ministério Público Eleitoral sobre nova prisão de Garotinho no caso Chequinho.
A negativa pode ser até comemorada pelo réu e seu grupo político. Mas, antes de decidir, o juiz deu uma dura resposta, com "lição" de Direito à defesa de Garotinho. Confira na imagem acima.
Já a defesa rebateu:
"A defesa do ex-governador Anthony Garotinho representada pelo advogado Fernando Augusto Fernandes vem de forma pública rebater os termos depreciativos e impolidos que o juiz substituto de Campos de Goytacazes, Glaucemir Silva de Oliveira utilizou em sua decisão sobre a exceção de impedimento formalizada. Segundo a defesa, as razões para o impedimento são objetivas e decorrem como represália à notícia crime encaminhada pelo juiz após a soltura pelo Tribunal Superior Eleitoral do ex-governador e do ingresso de notícia crime por denunciação caluniosa contra o juiz Glaucemir Silva de Oliveira. Fernando Fernandes esclarece, que a defesa tem se portado de maneira combativa contra as ilegalidades cometidas em Campos, todas reconhecidas pelo Superior Tribunal Eleitoral. 'O Tribunal já revogou a prisão do ex-governador, após cenas de máxima arbitrariedade cometida pelo juiz Glaucemir, que o arrancou de um hospital, o TSE ainda determinou o fim do da censura contra ex-governador e o retorno dos vereadores afastados pelos juízes da 100ª Zona eleitoral de Campos dos Goytacazes', conclui".
Comentar
Compartilhe
Interrogatório de Garotinho marcado para dia 27
05/06/2017 | 14h52
O interrogatório de Anthony Garotinho na ação penal da Chequinho foi marcado para o dia 27 de junho. Nesta segunda, aconteceu mais uma fase do julgamento. Apenas uma testemunha foi ouvida. O restante foi dispensado pelos advogados do réu. Um pouco antes da audiência, o juiz Glaucenir de Oliveira negou pedido de prisão formulado contra o réu na última sexta feira.
Como o interrogatório ficou para o final deste mês, caberá ao juiz Ralph Manhães, que já estará de volta das férias, interrogar Garotinho e proferir a sentença.
Já a audiência de amanhã, também de Ação Penal, mas que tem Kellinho, Linda Mara, Thiago Virígilio e Jorge Rangel como réus, foi suspensa.
Atualização nas informações.
Juiz Glaucenir de Oliveira
Juiz Glaucenir de Oliveira/Paulo S. Pinheiro
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Mais uma etapa da audiência de Garotinho
05/06/2017 | 14h23
  • Juiz Glaucenir de Oliveira

    Juiz Glaucenir de Oliveira

  • Nova audiência da Chequinho

    Nova audiência da Chequinho

Acontece neste momento, mais uma fase do julgamento do ex-governador Anthony Garotinho. Ele é réu em Ação Criminal do caso Chequinho. Um pouco antes da audiência, o juiz Glaucenir de Oliveira negou pedido de prisão formulado contra o réu na última sexta feira. Hoje começam as oitivas das testemunhas de defesa.
Comentar
Compartilhe
Justiça nega pedido de prisão de Garotinho, mas diz que novos poderão ser analisados
05/06/2017 | 13h11
O juiz Glaucenir de Oliveira, substituto de Ralph Manhães na 100 Zona Eleitoral, negou há pouco o pedido de prisão formulado pelo Ministério Público Eleitoral contra Anthony Garotinho.
Glaucenir ressalta que "É certo que existe um clamor popular neste município de Campos dos Goytacazes pela realização da Justiça e solução final deste e de outros processos criminais que envolvem o réu e outros políticos, e a aspiração popular é compreensível. No entanto, o tempo do Judiciário não é o tempo da política ou da mídia, nem mesmo é o tempo da visão popular do leigo. A Justiça tem ritos a seguir, procedimentos e prazos a observar, técnica e questões jurídicas a analisar, e não pode laborar com quaisquer outros fatores que não sejam legais, jurídicos e fáticos pertinentes ao processo". 
O juiz destaca que a decisão de agora não inviabiliza eventuais análise de novos pedidos de prisão.
O blog do Arnaldo Neto também falou sobre o assunto.
Comentar
Compartilhe
Auditoria da Crise: Números do IMTT
05/06/2017 | 10h51
Auditoria realizada em contratos e programas da gestão anterior apontam que não houve planejamento das despesas nem dos eventuais aumentos nos números de beneficiários. Um exemplo é o Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT). No ano eleitoral de 2016, as despesas do órgão chegaram a R$ 33.726.759,28. Deste valor, 95%, ou R$ 32.038.525,95, foram da Passagem a R$ 1. 
Os números chamam mais a atenção: 95% das despesas do órgão ano passado foram para pagamento da Passagem a R$1. O total de gasto com o programa em 2016 superou em 116% o que estava previsto. Inicialmente, deveria ser pago R$ 14.813.250,00. Porém, foram mais de R$ 32 milhões. O valor pago a mais, no ano em que o município estava em emergência econômica, foi de R$ 17.225.276,95.
(Leia a matéria completa no Folha 1)
Comentar
Compartilhe
Toda atenção voltada para mais uma etapa da Chequinho
04/06/2017 | 01h11
No ritmo
Na semana seguinte ao pedido de prisão formulado pelo Ministério Público por “constrangimento de testemunhas”, todos os olhos estarão voltados, amanhã, para o Fórum de Campos, onde acontece mais uma etapa do julgamento de Anthony Garotinho. No dia seguinte, está marcada a audiência da Ação Penal que tem como réus Kellinho, Linda Mara, Thiago Virgílio e Jorge Rangel. A Justiça tem feito sua parte de manter ritmo célere, sem deixar de respeitar todas as fases do processo.
Tentativas (I)
Enquanto isso, a defesa vem tentando diminuir o ritmo, sem sucesso. Depois de ter o pedido negado para apresentação de testemunhas que, no entendimento do juízo, não eram pertinentes ao caso, os advogados pediram de novo, mas já com a decisão cabendo ao juiz Glaucenir de Oliveira, que substitui Ralph Manhães. De novo, a negativa. Na decisão, Glaucenir destaca que o próprio Tribunal Regional Eleitoral já opinou sobre o caso, afirmando que cabe ao magistrado verificar a relevância dos pedidos.
Tentativas (II)
“Insistentemente, o réu vem requerendo a oitiva de testemunhas que residem fora e muito distante do distrito da culpa, sem que apresente a relevância de seus depoimentos, afirmando apenas, como o fez neste mero petitório, que insiste na oitiva e que são as testemunhas imprescindíveis, não cumprindo, assim, e pela enésima vez, o determinado pelo juízo e que foi sufragado na decisão do colendo do TRE”. Entre as testemunhas apontadas pela defesa está o perito Ricardo Molina. O mesmo que, há duas semanas, foi levado pela defesa do presidente Temer para uma coletiva onde “deu sua opinião” sobre o áudio gravado pelo executivo da JBS.
Ad aeternum
Na decisão que negou o pedido, afirmou o juiz: “Vislumbra-se, mais uma vez, que a defesa insiste em manobra processual procrastinatória e que visa eternizar o processo, quando deveria observar o princípio da celeridade processual e a garantia da duração razoável do processo, mediante expedientes repetitivos e que já foram, inclusive, objeto de decisão denegatória do TRE. Apresentou, em cima da hora (petição apresentada ontem, dia 01/06/2017, às 18:03 horas) o rol de testemunhas, das quais, 04 (quatro) delas deveriam ser ouvidas por carta precatória”. A tentativa não colou.
Exemplo
Não sem razão este posicionamento da Justiça em ser célere. Um exemplo de quanto tempo pode demorar uma decisão pode ser dado no caso da ex-prefeita Rosinha. No último dia 9 de maio, a Justiça do Rio condenou Rosinha e o ex-secretário de Comunicação Ricardo Bruno à suspensão dos direitos políticos por cinco anos, por improbidade administrativa. O motivo? Supostos abusos cometidos na eleição de... 2004. Ah, os dois ainda podem recorrer.
Lava Jato (I)
Nova ação da Polícia Federal, no âmbito da Operação Lava Jato, voltou a estremecer o Planalto ontem. Ex-assessor do presidente Michel Temer, o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures foi preso preventivamente em Brasília e levado para a Superintendência da PF, de onde deve ser transferido para a ala federal do Complexo Penitenciário da Papuda. A ordem de prisão foi expedida pelo ministro do STF Edson Fachin, a pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Loures é acusado de receber propina da JBS em nome de Temer.
Lava Jato (II)
Apesar de a defesa de Rocha Loures alegar que a prisão era desnecessária e garantir que o ex-deputado não fará acordo de delação premiada, os ânimos estão tensos no Palácio do Planalto. A situação do presidente Michel Temer está mais delicada do que nunca, a partir da prisão de seu ex-assessor. Loures e o presidente respondem juntos a inquérito por corrupção no STF.
Charge do dia
Charge do dia 03-06-2017
Charge do dia 03-06-2017
Comentar
Compartilhe
Pedido de prisão de Garotinho é destaque no Jornal Nacional
03/06/2017 | 23h02
(Confira o vídeo e a matéria completa do JN)
O Jornal Nacional de hoje trouxe uma ampla matéria sobre o novo pedido de prisão do ex-governador Garotinho que, de acordo com o Ministério Público, estaria constrangendo testemunhas do processo em que é réu na Chequinho.
Confira a matéria do pedido na Folha1.
Comentar
Compartilhe
Ponto Final: Festival Doces Palavras, verba específica e questionamentos
03/06/2017 | 14h35
/
FDP! (I)
Presidente da Associação de Imprensa Campista (AIC), Vitor Menezes entrou em contato com a coluna para esclarecer algumas polêmicas surgidas após a Folha Dois divulgar a obtenção, pelo prefeito Rafael Diniz (PPS), de uma verba federal de R$ 100 mil que garantiu a realização da segunda edição do Festival Doces Palavras (FDP!), entre 24 a 27 de setembro deste ano. Segundo Menezes, as principais críticas, sobretudo nas redes sociais, se centraram no aporte financeiro ao FDP!, enquanto setores essenciais como a Saúde padecem de problemas, e as queixas de coletivos culturais locais, que também querem apoio municipal aos seus eventos.
FDP! (II)
O presidente da AIC esclareceu que a verba que Rafael conseguiu do ministério da Cultura (Minc) tem destinação específica, não podendo ser usada em qualquer outro setor. Vitor também alegou que o FDP! é uma promoção da Prefeitura, não da AIC ou da Academia Campista de Letras (ACL), responsáveis só pela curadoria do evento, sem retorno pecuniário. Quanto à primeira questão, não resta nenhuma dúvida. Já sobre a segunda, embora seja correta a falta de interesse financeiro dos organizadores do FDP!, talvez caiba a pergunta: os coletivos culturais também não aceitariam ter suas ideias encampadas apenas por prestígio e prazer?
Ação
Sem surpresa, ao saber do pedido de prisão formulado pelo Ministério Público, o ex-secretário municipal de Governo Anthony Garotinho partiu para o ataque contra o promotor Leandro Manhães. Em mensagem compartilhada em grupos na internet, Garotinho diz que o promotor “mais uma vez tenta se colocar acima da lei”. E disse estranhar o fato de o promotor fazer novamente o pedido ao juiz que acaba de assumir a ação no lugar de Ralph Manhães, que saiu de férias.
Reação
Já a defesa foi mais longe: Disse que o promotor está desafiando o TSE ao pedir a prisão de Garotinho. Também ingressou com exceção do juiz substituto Glaucenir Oliveira. Segundo Fernando Fernandes, “as razões constantes no pedido são uma afronta à decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que deu liberdade de manifestação ao ex-governador Anthony Garotinho”. O juiz não decidiu ainda. Vale lembrar que foi Glaucenir, atuando como substituto, que decretou a prisão de Garotinho em novembro do ano passado. E, segunda-feira, deverá presidir mais uma etapa do julgamento do ex-governador — a oitiva das testemunhas de defesa. Até lá, haja calmante.
Balanço
O prefeito Rafael Diniz divulgou ontem vídeo com balanço dos primeiros meses de seu governo. Rafael voltou a afirmar que não houve transição e nesses cinco meses o governo tem feito isso: buscar as informações, em uma espécie de transição pós-governo. “O que encontramos foi muito pior do que imaginávamos. Arrombaram os cofres do Município”, afirmou Rafael.
Para rumo certo
Rafael Diniz destacou, ainda, que medidas difíceis serão tomadas para “colocar Campos no rumo certo”. E disse que é preciso ter coragem para enfrentar todos os problemas. Ele lembrou que o déficit mensal é de R$ 35 milhões, mais de R$ 2,4 bilhões em dívidas, enquanto o orçamento é quase a metade do ano anterior. De acordo com o prefeito, somente com essas medidas, difíceis, será possível fazer o município voltar a crescer.
Agricultura em pauta
O agronegócio estará em pauta segunda-feira (5), durante o Seminário Regional de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento. O evento, promovido pela secretaria estadual de Agricultura, acontece em Itaperuna, a partir das 9 horas, no auditório do Sebrae. A palestra de abertura será com o secretário Jair Bittencourt. Também participarão Emater-Rio, Pesagro-Rio e Ceasa. O objetivo é estabelecer propostas para o setor.
Charge do dia
Comentar
Compartilhe
PF prende Rocha Loures
03/06/2017 | 10h41
A Polícia Federal prendeu na manhã deste sábado (3) o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), ex-assessor especial do presidente Michel Temer. O mandado de prisão foi assinado na noite desta sexta pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato, a pedido da Procuradoria Geral da República (PGR).
Rocha Loures foi preso preventivamente (antes do julgamento) em Brasília e foi levado para a Superintendência da PF no Distrito Federal. Em março, ele flagrado pela PF recebendo em São Paulo uma mala com R$ 500 mil que, segundo delações de executivos da JBS no âmbito da Operação Lava Jato, seriam dinheiro de propina.
Ao reapresentar no Supremo Tribunal Federal pedido de prisão preventiva do ex-deputado, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, o classificou como ‘homem de total confiança, verdadeiro longa manus do presidente da República, Michel Miguel Elias Temer Lulia’.
Longa manus é aquele que executa crime premeditado por outro. 
Comentar
Compartilhe
Após pedido de prisão, Garotinho ataca promotor e pede suspeição de juiz
02/06/2017 | 20h36
Com pedido de prisão formulado pelo Ministério Público para ser apreciado pelo juiz da 100 Zona Eleitoral, interinamente Glaucenir Oliveira, o ex-governador Garotinho partiu para o ataque contra promotor e juiz.
O advogado Fernando Fernandes divulgou nota afirmando que o promotor está desafiando o TSE ao pedir prisão de Garotinho e que ingressou com exceção do Juiz substituto. Segundo Fernandes, as razões constantes no pedido são uma afronta a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que deu liberdade de manifestação ao ex-governador Anthony Garotinho. “Caso qualquer autoridade local se sinta ofendido com as denúncias do ex-governador os mesmos têm o direito de representar contra Garotinho e até mesmo processá-lo. Contudo, a justiça eleitoral não é competente para proteger a honra de delegado da polícia federal”, explica o defensor.
 
 
Leia a matéria completa na edição de amanhã da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Inelegível e sem cargo público, Rosinha passa a ser consultora de produtos de beleza
02/06/2017 | 15h22
Para quem acha que a crise econômica atinge apenas quem sobrevive com salários mínimos, um alento: Está ruim para todo mundo.
A ex-prefeita Rosinha, por exemplo, voltou a sua antiga profissão, de revendedora de produtos de beleza.
Hoje, ela postou em rede social o link da Hinode, empresa de comercialização de produtos para a beleza e bem estar.
Inelegível e atualmente sem nenhum cargo público, Rosinha será consultora para auxiliar os potenciais clientes.
Atualização: O site Clickcampos também falou sobre o assunto.
Comentar
Compartilhe
PT do B de Campos com nova executiva e novo posicionamento
02/06/2017 | 12h13
O PT do B de Campos dá posse, amanhã, sábado (3), ao novo diretório municipal.
O novo presidente é Nilo Gomes, bacharel em Direito e empresário.
Nilo era tesoureiro do PSC e agora assumiu o Avante PT do B.
O partido, que era da base do governo Rosinha, deve anunciar mudanças de posicionamento.
Membro do executiva nacional e presidente regional do partido, Vinicius Cordeiro estará em Campos para o evento.
Comentar
Compartilhe
Sem festa
02/06/2017 | 11h32
Sem festa
No dia em que o governo Rafael Diniz completou seis meses começaram a ser divulgados os resultados das seis auditorias e um levantamento realizados nas contas do município dos últimos anos. Não há o que festejar. O rombo, segundo apurado na auditoria, é milionário. E vai exigir medidas duras para evitar que, mais à frente, Campos não passe a enfrentar situações que beirem à falência.
No vermelho
Com receita mensal de R$ 95 milhões e despesa de R$ 130 milhões, o déficit chega a R$ 35 milhões por mês. A conta não fecha, é claro. Lógico, também, que é necessário fazer cortes e logo. Mas o maior problema é saber onde cortar e como isso vai atingir politicamente o governo. Recentemente, o prefeito Rafael Diniz disse que é preciso coragem para fazer os ajustes necessários. Mas, será que todos os atores envolvidos neste processo terão?
Social x Econômico
Qualquer programa de transferência de renda deveria ser transitório. Se não é significa que aquilo que é sua destinação — melhorar a vida da população mais carente — não está atingindo seu objetivo. E aí, precisa ser pensado muito além do simples “dar” R$ 200. É necessário libertar essa população das amarras de qualquer governo e isso só se faz através de Educação e oferta de emprego.
Econômico x Social
Depois de quase três décadas de governos populistas, cuja base eleitoral está entre os mais carentes, resta saber como será a reação desta população, bombardeada cotidianamente por falsas e/ou distorcidas informações. Mais que coragem, será preciso mais paciência e estofo para aguentar as reações adversas. Na política, como na vida, é preciso unir o que se quer e o que se deve fazer e o que precisa ser feito.
CPIs em pauta
Já tramitando na Câmara, a reavaliação do Cheque Cidadão e a mudança nos critérios da passagem social vão causar um desgaste até mesmo entre a base do governo. A oposição não ficará quieta, mas também encontrará pela frente os relatórios entregues sobre os que defendem. Com as auditorias já encaminhadas ao Legislativo é certo que as CPIs das Rosas e da Odebrecht começarão a andar, já que com os relatórios não faltarão mais os subsídios para as comissões começarem a trabalhar. Os vereadores terão muito trabalho e as próximas sessões prometem ser quentes.
Dança das cadeiras
Se esta semana já tem sido bastante agitada para o ex-governador Anthony Garotinho (PR) e para a Câmara de Vereadores, que vive uma enorme “dança das cadeiras” com os desdobramentos da operação Chequinho, a próxima semana promete ser ainda mais quente. O juiz da 76ª Zona Eleitoral, Heitor Campinho, encaminhou pedido de informação ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para saber se Thiago Virgílio (PTC), Linda Mara (PTC), Kellinho (PR), Miguelito (PSL), Ozéias (PSDB) e Jorge Rangel (PTB), beneficiados por um habeas corpus na Corte, podem tomar posse. Mas, essa decisão vai ficar nas mãos do presidente do TSE, o ministro Gilmar Mendes.
Decisões
Aliás, os seis tiveram nova derrota no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) ontem. Por maioria dos votos, o TRE negou o mandado de segurança do grupo que pedia autorização para diplomação e, consequentemente, a posse na Câmara. Aliás, a Corte do Rio de Janeiro tem mantido coerência nas decisões, sustentando as deliberações da Primeira Instância de Campos. No entanto, todas as reversões conseguidas pelo grupo de Garotinho tem se dado em Brasília, no Tribunal Superior Eleitoral.
Quente
Para fechar a semana ainda tem a audiência de Garotinho e da ex-prefeita Rosinha Garotinho (PR) ao promotor Fabiano Rangel, que apura uma suposta fraude na licitação que gerou as polêmicas obras das calçadas na área central do município no ano passado. Inicialmente, a promotoria convocou o ex-governador para prestar esclarecimentos ontem, mas Fabiano acatou um pedido da defesa para adiar a audiência, que foi remarcada para a próxima sexta-feira.
Charge do dia
Charge do dia 02/06
Charge do dia 02/06 / José Renato
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Vereadores não diplomados com derrota no TRE e dúvida no TSE
01/06/2017 | 19h43
Os vereadores eleitos e não diplomados tiveram derrota ontem no TRE: O plenário julgou e denegou a ordem no Mandado de Segurança, em que pediam a diplomação.
De acordo com entendimento da maioria, "o presente feito deve encontrar-se adstrito às decisões pertinentes à esfera cível-eleitoral, em sede de AIJE, não podendo ser conhecida qualquer matéria relacionada à cautelar deferida na seara penal, uma vez que já foi objeto de enfrentamento por este Colegiado, em sede de Habeas Corpus".
Estavam como parte no Mandado de Segurança Thiago Virgílio, Linda Mara, Ozéias e Miguelito. Uma decisão favorável, porém, seria extensiva, também, a Kellinho e Jorge Rangel.
Já no TSE, o ministro-relator Tarcísio Vieira, encaminhou à Presidência do órgão, questionamento feito pelo juiz responsável pela diplomação, Heitor Campinho.
O juiz pedia elucidações "acerca de quais medidas foram contempladas no referido acórdão, se apenas aquelas determinadas em sede criminal, pelo juízo da 100ª ZE, ou se, também, as restrições impostas no âmbito das investigações judiciais eleitorais em trâmite perante a 99ª ZE daquele Estado. Nos termos do art. 257, § 1º, do Código Eleitoral1, c/c com o art. 9º, e, do Regimento Interno do TSE2, compete ao Presidente deste Tribunal Superior examinar os pedidos e expedientes relacionados à execução das decisões proferidas pelo Colegiado. Tendo em vista que o RHC nº 515-42/RJ foi julgado na sessão jurisdicional do dia 16.5.2017, não cabe a este Relator, data vênia, apreciar os questionamentos formulados no aludido ofício, por meio dos quais se buscam parâmetros para o cumprimento do decisum".
O ministro destacou que "compete ao Presidente deste Tribunal Superior examinar os pedidos e expedientes relacionados à execução das decisões proferidas pelo Colegiado". 
Comentar
Compartilhe
Secretário entrega à Câmara relatório de sete auditorias em contas do Município
01/06/2017 | 17h18
O secretário municipal de Transparência e Controle de Campos, Felipe Quintanilha, entregou à Câmara de Vereadores, nesta quinta-feira (01), os relatórios das sete auditorias internas realizadas em contas estratégicas do município nos últimos anos. Quintanilha ressaltou que a Prefeitura tem um rombo milionário e que foram constatadas irregularidades em todos os setores analisados, no entanto, os problemas mais graves estão no PreviCampos, Morar Feliz e Cheque Cidadão.
 Além desses três setores, também foram auditadas as contas do Cartão Cidadão, das contratações diretas, locações de imóveis, folha de pagamento e das dívidas. Além do legislativo campista, Quintanilha anunciou que vai encaminhar os relatórios que somam 2 mil páginas também ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas do Estado (TCE).
Comentar
Compartilhe
Crise em Campos: Cortar em que?
01/06/2017 | 12h34
É público e notório a (péssima) situação financeira da Prefeitura de Campos, herdada pelo atual governo. 
O déficit, de acordo com o prefeito Rafael Diniz, chega a R$ 35 milhões mensais.
A conta não fecha, claro. Hoje, inclusive, circula em rede social, um informe intitulado "A crise em números", onde é mostrado, de forma mais superficial, receita, despesa e saldo negativo mensal.
O maior problema, porém, é onde serão feitos os cortes - que são necessários.
Ontem, começou a tramitar na Câmara de Vereadores, projeto que modifica a passagem a R$ 1 - ganho social, usado sem critérios pelo governo Rosinha.
Ainda não se sabe o teor do projeto, mas importante lembrar que os cortes são necessários. Mas será preciso mais que técnica. Será preciso sensibilidade para saber onde e como cortar.
Comentar
Compartilhe
Veio, viu e não falou
01/06/2017 | 11h18
Veio, viu e não falou
Ainda não foi desta vez que o comandante geral da PM, coronel Wolney Dias Ferreira, se manifestou a respeito da transferência de 40 policiais militares do 8º BPM para o Grande Rio, mesmo diante da violência na região. Ontem, no Conselho Comunitário de Segurança Pública de São Francisco de Itabapoana, em que Wolney esteve presente, o assunto não foi discutido. No dia anterior, a violência no interior do Estado do Rio foi tema de reunião entre o deputado estadual Bruno Dauaire (PR) e o comandante Wolney.
Sem resposta
Para os que ficaram, a situação do trabalho também é precária e, muitas vezes, viaturas não estão podendo circular, ficando em pontos estratégicos e os PMs contando com auxílio de lojistas para itens básicos, como pneus. Sem um posicionamento do comando geral da PM, os policiais que poderiam estar atuando na região, estão garantindo a segurança na região metropolitana. Enquanto isso, Campos e os municípios de abrangência do 8º Batalhão de Polícia Militar continuam à mercê dos bandidos, com a insegurança fazendo parte do cotidiano.
Incerteza
A dúvida sobre quando Garotinho vai voltar a pisar em Campos continua. Impedido de voltar a terra natal sem autorização judicial desde novembro de 2016 pelo TSE, o ex-governador esteve na cidade quando foi obrigado a comparecer a audiência de ação penal da Chequinho em fevereiro. Ele teve a chance de retornar no Dia das Mães, mas não apareceu na planície goitacá. Os advogados de defesa de Garotinho entraram com pedido de adiamento da audiência sobre as polêmicas obras das calçadas para a próxima semana e o MP ainda avalia se aceita. Será que ele vem?
Presença
O jornalista editor de Política da Folha da Manhã, Aldir Sales, mediou, na noite de ontem, debate sobre assessoria de imprensa em entidades sindicais. O evento faz parte da Semana da Imprensa, organizada pela Associação de Imprensa Campista (AIC), e que acontece no Uniflu, em parceria com o curso de Jornalismo. No debate os jornalistas Júlia Maria Assis, da assessoria do Sindicato dos Bancários, e Vitor Menezes, do Sindipetro.
Cresceu apesar da crise
Mesmo em tempo de crise, a Prefeitura de Macaé registrou um aumento na arrecadação do primeiro quadrimestre de 2017. O relatório de desempenho financeiro foi apresentado em audiência pública realizada na Câmara de Vereadores, na tarde de ontem. A receita estimada, de R$ 629.700.355,00, teve um acréscimo de 17,90% e chegou a uma arrecadação, de janeiro a abril de 2017, de R$ 742.422.499,49 - já descontados os R$ 36.129.134,64 referentes ao Fundeb, fundo destinado à Educação.
Atualização
Acontece de hoje a sábado (3) a XII Jornada de Clínica Médica do Estado do Rio de Janeiro e o I Simpósio Nacional de Medicina de Urgência e emergência. Um dos destaques desta quinta-feira é a conferência sobre Febre Amarela, presidida pelo médico José Galvão-Alves e tendo como conferencista o virologista Pedro Fernando da Costa Vasconcelos, um dos maiores especialistas do mundo em febre amarela e diretor do Instituto Evandro Chagas (referência para o diagnóstico da doença).
Mais
Amanhã, entre os muitos temas, acontece Simpósio Infectologia - Dengue, Zyka e Chikungunya. Diretor do Centro de Referência de Doenças Imuno-infecciosas (CRDI), Luiz José de Souza falará sobre diagnóstico clínico e diferencial e manejo terapêutico da Dengue. Vacinação da Dengue também estará em pauta com a diretora médica da Sanofi Pasteur, Sheila Homsani, além da Zyka e Chikungunya, abordadas pelo professor a Universidade Federal de Pernambuco Carlos Brito (PE).
Charge do dia 
Charge do dia 01/06
Charge do dia 01/06 / José Renato
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Suzy Monteiro

[email protected]