Carla: "Reajuste do IPTU vem ganhando contornos politiqueiros"
11/07/2018 | 03h25
A prefeita de São João Barra, Carla Machado, falou, há pouco, a respeito da polêmica em torno do reajuste do IPTU no município. Ontem, o deputado Bruno Dauaire chegou a falar em ir à Justiça contra a lei, aprovada ano passado (Leia no Folha 1).
Esta semana, a Prefeitura de SJB anunciou revisão nos valores de IPTU, reajustados indevidamente (AQUI)
Carla afirmou que a questão está ganhando "contornos politiqueiros" e "oportunismo político", em função do período pré-eleitoral. Confira abaixo:
Comentar
Compartilhe
Políticos analisam governo Rafael
03/01/2018 | 09h59
José Renato
Começou ou começa agora?
Com o recém chegado 2018, começa efetivamente o primeiro ano do governo Rafael Diniz. Tudo que se viveu em 2017 era um presente com reflexo do passado. Não quer dizer que os efeitos de anos de uma administração “como se não houvesse amanhã” não continuem. Permanecem e ficarão presentes na vida do município por muitos e muitos anos ainda. Agora, com orçamento próprio, já com mais experiência irá administrar com “suas próprias pernas”. É saber como será a condução neste caminho.
Equipe
As dificuldades financeiras existem, mas não pode caber somente ao prefeito Rafael Diniz a busca de soluções. Com raras exceções, como no caso da Agricultura, secretarias que buscam o desenvolvimento, atração de emprego, empresas e indústrias são primordiais e não mostraram a que vieram, até o momento. Está difícil, mas é preciso trabalhar em conjunto e, principalmente, dar esperança à população campista. A matéria publicada na edição de domingo da Folha da Manhã (confira aqui), com análise de acadêmicos e população, serve de alerta.
Repercussão
Hoje, a Folha da Manhã traz a repercussão com políticos sobre a visão dos acadêmicos e da população de modo geral. Todos admitem as dificuldades e, a maioria, a necessidade de mexer na equipe e imprimir novo ritmo ao governo. A esperança de melhora vem na fala do vereador Abu: “O prefeito quando assumiu pediu um ano à população. E teve que tomar atitudes firmes e corajosas. Com certeza, começarão a aparecer sinais de recuperação e o prefeito voltará a ter credibilidade”.
Boas novas
Começando 2018 com uma boa notícia vinda, ainda, de 2017. Finalmente saiu o resultado da licitação para a manutenção de 25 plataformas de petróleo da Bacia Campos. As empresas vencedoras foram a espanhola Cobra Instalaciones Y Servicios, a CSE Mecânica e Instrumentação, do Grupo Aker Solutions, e a Enesa Engenharia. Seguindo critério da Petrobras, as três empresas venceram pela maior economia do conjunto de preços. Isso significa geração de emprego para a região, mas também pode representar certa queda na produção de royalties, pois algumas plataformas chegam a parar.
Mais educação
Mesmo com o passar do tempo, alguns hábitos mal-educados são constantes nas vias públicas de Campos. Um deles é o despejo irregular de entulhos nas ruas. As pessoas que acabam contribuindo com esse mal deveriam se conscientizar mais e procurar um ponto adequado para o descarte de materiais inservíveis. Além de prejudicar a estética da cidade, os entulhos também geram outros transtornos como proliferação de ratos e, também, de doenças. Vale lembrar que o município conta com 10 Pontos de Entrega Voluntária de Entulhos (Peve), distribuídos em bairros estratégicos.
Atenção
Para evitar as consequências trágicas da mistura entre álcool e direção, a secretaria de Saúde de Quissamã iniciou uma campanha para informar e conscientizar a população sobre os riscos dessa combinação. Durante os festejos de fim de ano, faixas e banners foram afixados no trio elétrico e postes dos locais onde houve programação oficial. A campanha será contínua e a secretaria pretende buscar apoio de outros órgãos da Prefeitura, entidades externas e sociedade civil organizada para dar mais efetividade ao movimento.
Contas
Como toda virada de ano, a população aguarda a divulgação das contas a serem pagas nessa época. O calendário do IPVA já foi divulgado desde o ano passado e a expectativa agora é com o IPTU. Também há as pessoas que possuem despesas com matrícula e material escolar. Alguns até preparam o bolso com antecedência, mas nem todos têm esse hábito. A vantagem, nesses casos, é a opção de parcelamento desses gastos.
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Suzy Monteiro

[email protected]