SJB receberá contrapartida social de estaleiro no valor de R$ 500 mil
31/01/2018 | 22h54
A prefeita de São João da Barra, Carla Machado, marcou um "gol de placa" nesta quarta-feira.  Em reunião com o superintendente do Estaleiro BPort, Aldo Manoel, anunciou que, até março, terá início a construção do dique flutuante e as oficinas do Estaleiro da BPort no Porto do Açu. A obra vai gerar em torno de 250 empregos.
Como contrapartida social, São João da Barra receberá da empresa, mediante apresentação de projetos nas áreas de saúde e/ou segurança no valor de 500 mil reais.
Comentar
Compartilhe
Boletos do IPTU com 15% de desconto disponíveis a partir do dia 14
31/01/2018 | 19h59
Por questões técnicas, a Secretaria Municipal de Fazenda adiou o início da retirada dos boletos do IPTU 2018, que seria nesta quinta-feira. Os boletos para pagamento em cota única, com 15% de desconto, estarão disponíveis a partir de 14 de fevereiro até o dia 10 de março. Eles poderão ser retirados na Secretaria de Fazenda, que fica na Rua 13 de Maio, 129, ou pelo portal da Prefeitura de Campos, www.campos.rj.gov.br.
Comentar
Compartilhe
TRE rejeita Embargos do vereador Miguelito, que terá que deixar a Câmara
31/01/2018 | 19h26
O Tribunal Regional Eleitoral rejeitou, hoje, por unanimidade, em Embargos de Declaração do vereador Miguelito (PSL)
Assim, ele poderá recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas fora do cargo, como já aconteceu com Jorge Magal e Vinicius Madureira e acontecerá com Jorge Rangel (PTB), Thiago Virgílio e Linda Mara Silva (ambos do PTC). Estes três últimos tiveram os Embargos rejeitados pelo TRE, que irá comunicar à Câmara sobre o afastamento.
Miguelito, que chegou a ser preso na operação Chequinho e só entrou na Câmara em meados do ano passado, após decisão do TSE e liminar do TRE.
Comentar
Compartilhe
Chequinho Suplente Leo do Morro do Coco tem condenação confirmada pelo TRE
31/01/2018 | 19h11
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) manteve a condenação do suplente de vereador Leonardo Ribeiro Crespo (PRP). É o primeiro suplente julgado pelo TRE, que já confirmou a sentença condenatória de oito vereadores.
Leo de Morro do Coco foi condenado, em julho do ano passado, em primeira instância no caso Chequinho. Lembra no blog do Arnado Neto.
Comentar
Compartilhe
Hospitais cobram e Prefeitura diz que é preciso abrir "caixa-preta"
31/01/2018 | 17h31
O Hospital Plantadores de Cana decidiu suspender atendimento na próxima quinta-feira (01) e o Álvaro Alvim as internações. Em coletiva realizada nesta quarta (31), representantes dos hospitais filantrópicos mostraram que a dívida com as instituições chega a R$ 42,5 milhões. Deste valor, R$ 17,2 milhões são da atual gestão e R$ 19 milhões herdados do governo Rosinha (confira no final do texto os valores da divida de cada instituição).
A Prefeitura ainda não se manifestou a respeito da crise na Saúde. Enviou nota, convidando para entrevista coletiva, nesta quinta-feira (1 de fevereiro), às 8h, no auditório do Centro Administrativo José Alves de Azevedo (CAJAA), sobre os hospitais contratualizados do município.
Após reunião na última terça-feira (30), os gestores do Hospital Escola Álvaro Alvim (HEAA), Hospital Plantadores de Cana (HPC), da Sociedade Portuguesa de Beneficência de Campos (SPBC) e Santa Casa de Misericórdia de Campos (SCMC) já haviam emitido nota coletiva "para alertar a população campista sobre a gravíssima situação que estão passando, em virtude do não pagamento por parte da Prefeitura pelos atendimentos médicos e cirúrgicos prestados à população".
No comunicado, os diretores dos hospitais filantrópicos citaram atrasos dos pagamentos por parte do governo municipal e alertaram para a possibilidade de falência e fechamento das unidades de Saúde. Foram cobradas providências de autoridades municipais, estaduais e federais, nos âmbitos do Executivo, Legislativo e Judiciário, na tentativa de que o problema seja resolvido.
CONFIRA O VALOR DA DÍVIDA PASSADO PELOS GESTORES:
Beneficência Portuguesa: R$ 14 milhões, sendo R$ 5 milhões da atual gestão
Hospital Escola Alvaro Alvim: R$ 5,5 milhões, sendo R$ 2 milhões da atual gestão
Hospital dos Plantadores de Cana: R$ 13 milhões, sendo R$ 6,7 milhões da atual gestão
Santa Casa de Misericórdia: R$ 10 milhões, sendo R$ 3,5 milhões da atual gestão
CONFIRA TRECHOS DO ARTIGO DO PROCURADOR DO MUNICÍPIO, JOSÉ PAES NETO, QUE SERÁ PUBLICADO NA EDIÇÃO DE AMANHA DA FOLHA DA MANHÃ
No texto, o procurador lembra a "venda do futuro" e a redução do orçamento em R$ 1 bilhão e dívidas deixadas pelo governo Rosinha em torno de R$ 40 milhões.
Ele diz também que, "Mesmo diante das dificuldades, em nenhum momento a Prefeitura de Campos esteve inerte. Vem se empenhando para manter em dia o repasse de recursos a estes hospitais de acordo com sua disponibilidade financeira, já tendo quitado, inclusive, dois meses de repasses federais que não haviam sido feitos pela administração anterior, em 2016".
E ressalta: "Importante destacar que, no ano de 2017, as quatro unidades contratualizadas receberam cerca de R$ 160 milhões, entre verbas federais e recursos municipais. Além dessas quatro instituições, outras doze, entre hospitais, clínicas e laboratórios, também receberam verba do município".
José Paes reconhece uma dívida de cerca de R$ 9 milhões dos repasses municipais referentes ao fim do ano 2017. E diz que até a próxima sexta serão pagos R$ 3 milhões. "Do mesmo modo, tão logo os recursos das participações especiais sejam disponibilizados, o que deve ocorrer até o próximo dia 10 de fevereiro, haverá novo pagamento às instituições, praticamente regularizando todas as pendências da atual gestão".
Por fim, fala que, a exemplo do que aconteceu com a Santa Casa através do Ministério Público, "é preciso abrir a caixa-preta de outros hospitais contratualizados para que possamos, juntos, com responsabilidade e sem enfrentamentos, entender a dinâmica dessas unidades e oferecer melhores serviços à população".
CONFIRA NOTA DA PREFEITURA ENVIADA HÁ POUCO:
Somente no ano de 2017, a Prefeitura de Campos realizou o repasse de mais de R$ 160 milhões aos hospitais contratualizados relativos à contrapartida federal e municipal, o que presenta 10% de todo o orçamento municipal. No que diz respeito à contrapartida Federal, os repasses aconteceram rigorosamente em dia e o município, por sua vez, mesmo diante da limitada situação financeira, esteve aberta ao diálogo e buscando, junto a estas unidades, a resolução dos fluxos do pagamento municipal. É importante ressaltar que os hospitais estão cientes, desde a última terça-feira (30), que a Prefeitura realizará o pagamento de R$ 3 milhões referentes à contrapartida municipal até o final desta semana. A Prefeitura comunicou, também, sobre entrada da participação especial dos royalties de petróleo prevista para o dia 10 de fevereiro, período em que seria depositado o pagamento de uma fatura integral às unidades contratualizadas.
A Prefeitura de Campos destaca a importância da transparência diante dos recursos que são investidos na saúde e sempre dialogou com as contratualizadas no sentido de acompanhar de perto a utilização repasses, como já acontece com a Santa Casa de Misericórdia de Campos. O município reforça que todas as medidas necessárias para levar o melhor atendimento à população, mesmo diante de todas as dificuldades financeiras encontradas, tem sido feitas e esclarece que o diálogo tem sido mantido, também, no sentido de fazer uma reflexão sobre a maneira como os recursos vem sendo geridos por estas instituições.
Apenas no mês de novembro, a Prefeitura de Campos realizou um pagamento de R$12 milhões de reais às unidades de saúde contratualizadas, que seria utilizado para o pagamento do 13º do servidor municipal. O município se mantém aberto ao diálogo e continua unindo todos os esforços para que o atendimento ao munícipe ocorra da melhor forma.
ATUALIZAÇÃO NAS INFORMAÇÕES E PARA ACERTO NO TÍTULO
Comentar
Compartilhe
Nenhum supermercado, nem de shopping, ou hortifruti abrirá aos domingos
31/01/2018 | 15h36
Nem supermercados, nem hortifrutis, nem supermercado que funciona dentro de shopping abrirá mais aos domingos. A medida vale por quatro meses, podendo ser prorrogada ou suspensa depois deste período.
A informação é do presidente do Sindicato do Comércio Varejista, Roberto Viana dos Santos, em coletiva na manhã de hoje.
Ele disse, ainda, que a decisão de fechar aos domingos tem por objetivo preservar postos de trabalho. E garantiu que não haverá dispensa de funcionários. Segundo ele, os funcionários irão reforçar o o trabalho nos demais dias da semana.
Comentar
Compartilhe
Limpeza em três canais da Baixada Campista
31/01/2018 | 15h25
Os trabalhos de limpeza nos canais da Baixada Campista seguem a todo o vapor numa parceria firmada entre a Prefeitura de Campos, através da Superintendência Municipal de Agricultura e Pecuária e a Secretaria Estadual do Ambiente (SEA), através do programa “Limpa Rio”, que disponibilizou máquinas para a realização do serviço. Atualmente, três máquinas trabalham na Baixada Campista, nos canais do Cipó, Caxexo e da Onça. Atualmente, uma escavadeira hidráulica Long Reach e duas dragas realizam as ações nestes pontos, para facilitação do escoamento da água para demais canais na Baixada. Centenas de produtores também estão sendo beneficiados com esta parceria, gerando emprego e renda.
 
Iniciada em outubro do ano de 2017, a dragagem do canal Caxexo, que compreende cerca de 12 km de extensão, já foi concluída em 6 km do canal. A pedido dos próprios produtores rurais, também foi iniciada, paralelamente, a limpeza em aproximadamente 2,2 km no canal da Onça, localizado após do canal Caxexo, seguindo o fluxo. Também atendendo à solicitação dos produtores rurais, foi iniciada, há 15 dias, a limpeza no canal do Cipó - que possui 2 km e deságua no Rio Novo, sentido Retiro - que juntos somam 6km. Segundo o superintendente de Agricultura e Pecuária, Nildo Cardoso, há décadas os trechos dos canais da Onça e Cipó não passavam por manutenção.
 
- As ações geram emprego e renda. Buscamos, também, uma parceria com o Projeto do Governo do Estado, o Limpa Rio, para a manutenção de canais como o trecho conhecido como Vala do Mato, por exemplo, que está totalmente seco e não recebe água há anos. A expectativa é que seja necessário remover quantidades de terra para que a água chegue a este trecho na Baixada, por gravidade, como aconteceu durante a limpeza do canal São Bento. Na última semana, recebemos a visita do coordenador do Limpa Rio, Luiz Antônio Correa, que pôde conhecer de perto as demandas da Baixada. O Estado já programa outras intervenções de acordo com o que foi apresentado pelos produtores na ocasião. Essas ações são muito importantes para o produtor da Baixada, principalmente agora, com a chegada das chuvas, que terá maior vazão com a limpeza dos canais e, também, com a chegada do Ceasa, importante ponto para o escoamento da produção no município - destaca Nildo.
 
Outros locais já atendidos - Através da parceria com o Governo do Estado, outros canais, como o São Bento, receberam intervenção de dragagem emergencial. O Canal Coqueiros, a partir do ponto iniciado na localidade de Matadouro chegando ao bairro da Penha e seguindo para a Baixada Campista, em direção ao Canal das Flechas e canal de Cambaíba. A parceria também contemplou a limpeza no entorno dos pilares da Ponte do Gote, sobre o Canal das Flechas, na localidade de São Martinho, na Baixada Campista.
(Fonte: Supcom)
Comentar
Compartilhe
Datafolha: Mesmo após condenação, Lula lidera pesquisas com 37% das intenções de votos
31/01/2018 | 12h23
Pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira mostra que, mesmo condenado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva manteve vantagem sobre os demais pré-candidatos à Presidência da República. Nos cenários em que Lula não aparece, quem assume a liderança é Jair Bolsonaro. Porém, em nenhum deles ultrapassa 20%.
Segundo o levantamento, que foi realizado na segunda (29) e na terça-feira (30), o petista - condenado quarta-feira da semana passada, dia 24, tem até 37% das intenções de voto. No entanto, a briga por uma vaga no segundo turno fica acirrada caso Lula seja impedido de disputar a eleição — a condenação na segunda instância do Judiciário o enquadra na Lei da Ficha Limpa.
O Datafolha fez 2.826 entrevistas. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.
Confira os cenários:
(Sem Marina Silva, João Doria, Henrique Meirelles e Luciano Huck):
Lula (PT): 37%
Jair Bolsonaro (PSC): 16%
Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
Ciro Gomes (PDT): 7%
Joaquim Barbosa (sem partido): 5%
Alvaro Dias (Podemos): 4%
Fernando Collor de Mello (PTC): 2%
Manuela D´Ávila (PCdoB): 1%
Paulo Rabello de Castro (PSC): 1%
João Amoêdo (Partido Novo): 1%
Guilherme Boulos (sem partido): 0
Branco/nulo/nenhum: 17%
Não sabe: 3%
(Sem Marina Silva, João Doria, Luciano Huck e Joaquim Barbosa)
Lula (PT): 36%
Jair Bolsonaro (PSC): 18%
Geraldo Alckmin (PSDB): 7%
Ciro Gomes (PDT): 7%
Alvaro Dias (Podemos): 4%
Manuela D´Ávila (PCdoB): 2%
Fernando Collor de Mello (PTC): 2%
Henrique Meirelles (PSD): 1%
João Amoêdo (Partido Novo): 1%
Paulo Rabello de Castro (PSC): 1%
Guilherme Boulos (sem partido): 0
Branco/nulo/nenhum: 19%
Não sabe: 3%
(Com Marina Silva e Luciano Huck, sem João Doria e Joaquim Barbosa)
Lula (PT): 34%
Jair Bolsonaro (PSC): 16%
Marina Silva (Rede): 8%
Luciano Huck (sem partido): 6%
Geraldo Alckmin (PSDB): 6%
Ciro Gomes (PDT): 6%
Alvaro Dias (Podemos): 3%
Fernando Collor de Mello (PTC): 1%
Manuela D´Ávila (PCdoB): 1%
Henrique Meirelles (PSD): 1%
João Amoêdo (Partido Novo): 1%
Paulo Rabello de Castro (PSC): 1%
Guilherme Boulos (sem partido): 0
Branco/nulo/nenhum: 14%
Não sabe: 2%
(Sem Geraldo Alckmin (PSDB), com João Doria (PSDB), e sem Henrique Meirelles (PSD), Joaquim Barbosa e Luciano Huck)
Lula (PT): 35%
Jair Bolsonaro (PSC): 17%
Marina Silva (REDE): 10%
Ciro Gomes (PDT): 7%
Alvaro Dias (Podemos): 4%
João Doria (PSDB): 4%
Fernando Collor de Mello (PTC): 2%
Manuela D’Ávila (PCdo B): 1%
João Amoêdo (Partido Novo): 1%
Paulo Rabello de Castro (PSC): 1%
Guilherme Boulos (Sem partido): 0
Em branco/nulo/nenhum: 16%
Não sabe: 2%
(Sem Lula (PT), Marina Silva (Rede), João Doria (PSDB), Luciano Huck e Henrique Meirelles (PSD)
Jair Bolsonaro (PSC): 19%
Ciro Gomes (PDT): 12%
Geraldo Alckmin (PSDB): 11%
Alvaro Dias (Podemos): 6%
Joaquim Barbosa (Sem partido): 5%
Fernando Collor de Mello (PTC): 3%
Manuela D´Ávila (PCdoB): 3%
Jaques Wagner (PT): 2%
João Amoêdo (Partido Novo): 1%
Paulo Rabello de Castro (PSC) 1%
Guilherme Boulos (Sem partido): 1%
Em branco/nulo/nenhum: 31%
Não sabe: 4%
(Sem Lula (PT), Marina Silva (Rede), João Doria (PSDB), Joaquim Barbosa e Luciano Huck)
Jair Bolsonaro (PSC): 20%
Ciro Gomes (PDT): 13%
Geraldo Alckmin (PSDB): 11%
Alvaro Dias (Podemos): 6%
Fernando Collor de Mello (PTC): 3%
Manuela D´Àvila (PCdoB): 3%
Henrique Meirelles (PSD): 2%
Jaques Wagner (PT): 2%
Paulo Rabello de Castro (PSC): 1%
João Amoêdo (Partido Novo): 1%
Guilherme Boulos (Sem partido): 1%
Em branco/nulo/nenhum: 32%
Não sabe: 4%
(Sem Lula (PT), João Doria (PSDB) e Joaquim Barbosa, com Marina Silva (REDE)
Jair Bolsonaro (PSC): 18%
Marina Silva (REDE): 13%
Ciro Gomes (PDT): 10%
Luciano Huck (Sem partido): 8%
Geraldo Alckmin (PSDB): 8%
Alvaro Dias (Podemos): 5%
Fernando Collor de Mello (PTC): 2%
Manuela D´Àvila (PCdoB): 2%
Jaques Wagner (PT): 2%
Henrique Meirelles (PSD): 1%
Paulo Rabello de Castro (PSC): 1%
João Amoêdo (Partido Novo): 1%
Guilherme Boulos (Sem partido): 0%
Em branco/nulo/nenhum: 24%
Não sabe: 4%
(Sem Geraldo Alckmin (PSDB), Lula (PT), Henrique Meirelles (PSD), Luciano Huck e Joaquim Barbosa)
Jair Bolsonaro (PSC): 20%
Marina Silva (REDE): 16%
Ciro Gomes (PDT): 12%
Alvaro Dias (Podemos): 6%
João Doria (PSDB): 5%
Fernando Collor de Mello (PTC): 3%
Manuela D´Àvila (PCdoB): 2%
Jaques Wagner (PT): 2%
Paulo Rabello de Castro (PSC): 1%
João Amoêdo (Partido Novo): 1%
Guilherme Boulos (Sem partido): 0
Em branco/nulo/nenhum: 28%
Não sabe: 4%
(Sem João Doria (PSDB), com Michel Temer (MDB) e Rodrigo Maia (DEM)
Lula (PT): 34%
Jair Bolsonaro (PSC): 15%
Marina Silva (REDE): 7%
Geraldo Alckmin (PSDB): 6%
Ciro Gomes (PDT): 6%
Luciano Huck (Sem partido): 5%
Joaquim Barbosa (Sem partido): 3%
Alvaro Dias (Podemos): 3%
Fernando Collor de Mello (PTC): 1%
Michel Temer (MDB): 1%
Henrique Meirelles (PSD): 1%
Rodrigo Maia (DEM): 1%
Manuela D´Àvila (PCdoB): 1%
Paulo Rabello de Castro (PSC): 0
João Amoêdo (Partido Novo): 0
Guilherme Boulos (Sem partido): 0
Em branco/nulo/nenhum: 12%
Não sabe: 3%
Comentar
Compartilhe
Pela primeira vez, produção do pré-sal supera pós-sal
31/01/2018 | 12h06
Em dezembro de 2017, a produção de petróleo e gás no pré-sal brasileiro atingiu, pela primeira vez, mais da metade da produção nacional. A produção total do Brasil foi de 3,325 milhões em barris de óleo equivalente por dia (boe/d, soma das produções de óleo e de gás natural), sendo 1,685 milhão de boe/d (50,7%) do pré-sal.
No mesmo mês, a produção total de petróleo do País foi de 2,612 milhões de barris por dia (bbl/d), um aumento de 0,7%, em comparação ao mês anterior e redução de 4,3%, se comparada com dezembro de 2016.
Já a produção de gás natural totalizou 113 milhões de m³ por dia, uma redução de 0,03% em comparação ao mês anterior e aumento de 1,4%, se comparada com o mesmo mês de 2016.
Os dados de produção de dezembro e também os do ano de 2017 estão disponíveis no Boletim Mensal da produção de Petróleo e Gás Natural na ANP, na página http://www.anp.gov.br/wwwanp/publicacoes/boletins-anp/2395-boletim-mensal-da-producao-de-petroleo-e-gas-natural.
(Fonte: ANP)
Comentar
Compartilhe
Em nota, hospitais alertam para possibilidade de paralisação
30/01/2018 | 23h08
Os hospitais Álvaro Alvim, Santa Casa, Beneficência Portuguesa e Plantadores de Cana divulgaram, nesta terça-feira, um comunicado em que pedem ações de autoridades municipais, estaduais e federais, do Executivo, Legislativo e Judiciário na tentativa de achar uma solução para os problemas da Saúde em Campos. 
Eles falam em atrasos dos pagamentos por parte do governo municipal e alertam para a possibilidade de falência e fechamento das unidades de Saúde.
Atualização:
  Diretores dos hospitais filantrópicos de Campos convidam para entrevista coletiva nesta quarta-feira (31/01), às 16h no auditório da Associação Comercial e Industrial de Campos (ACIC), localizada no 16º andar do Edifício Ninho das Águas.
 
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Juiz mantém condenação de Kellinho, Linda Mara, Thiago Virgílio e Jorge Rangel
30/01/2018 | 12h45
O juiz Ricardo Coimbra, da 76 Zona Eleitoral,  manteve a condenação dos vereadores Kellinho (PR), Thiago Virgílio (PTC), Linda Mara (PTC) e Jorge Rangel (PT do B) na Ação Penal do Caso Chequinho. Eles foram em 1 de dezembro a a 5 anos e 4 meses de prisão em regime semiaberto por participação no "escandaloso esquema" de troca de votos por Cheque Cidadão na última eleição municipal em Campos no ano de 2016. Lembre aqui.
Ao julgar os Embargos de Declaração, o juiz proveu parcialmente o recurso, no sentido de incluir na sentença a alegação da defesa, que pedia nulidade da investigação por inobservância da prerrogativa de foro da ex-prefeita Rosinha Garotinho.
Ao decidir, Coimbra ressaltou: "Quanto à arguição de nulidade da investigação por inobservância do foro pois a Prefeita Rosinha Garotinho deveria ser investigada mas houve cegueira deliberada pelo MP, é caso de acolher os embargos para suprir omissão da sentença". Mas, lembrou : "No caso em tela, a ex-prefeita Rosinha Garotinho não fez, nem faz parte das investigações criminais. Assim, não há nulidade das investigações".
Os quatro, agora, poderão recorrer ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e Superior Eleitoral (TSE). Vale lembrar que os quatro já foram condenados em primeira e segunda instância na esfera cível-eleitoral da Chequinho. Exceto Kellinho, todos já tiveram os recursos negados no Rio e deverão deixar a Câmara para recorrer a Brasília (aqui e aqui)
Atualização no texto.
  
Comentar
Compartilhe
Sérgio Cabral denunciado pela 21ª vez
30/01/2018 | 11h07
O Ministério Público Federal (MPF) denunciou, mais uma vez, o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral. A 21ª denúncia oferecida pelo MPF é um desdobramento das operações Calicute, Eficiência e Mascate, que tem o crime de lavagem de dinheiro como foco da investigação.
Na denúncia, Cabral é apontado novamente como líder de uma organização criminosa com divisão de tarefas em quatro núcleos básicos: núcleo econômico, formado por executivos das empreiteiras cartelizadas contratadas para a execução de obras do estado; núcleo administrativo, formado por gestores públicos do Rio de Janeiro; núcleo financeiro operacional, composto por responsáveis pelo recebimento e repasse de propina; e o núcleo político, formado pelo próprio Sérgio Cabral.
Além do ex-governador, outras seis pessoas também foram denunciadas pelo MPF, são elas: Ary Ferreira da Costa Filho, Sérgio Castro de Oliveira, Gladys Silva Falci de Castro Oliveira, Sonia Ferreira Batista, Jaime Luiz Martons e João do Carmo Monteiro Martins.
(Fonte: G1)
Comentar
Compartilhe
Jorginho Virgílio passa por cirurgia e ficará 30 dias afastado da Câmara
29/01/2018 | 18h51
O vereador Jorginho Virgilio (PRP) passou por uma cirurgia na tarde desta segunda-feira (29) no Hospital São José do Avaí, em Itaperuna e se recupera bem. Após uma série de exames, iniciados desde o final de junho do ano passado, quando chegou a ficar cinco dias hospitalizado, o vereador chegou ao diagnóstico de desvio de septo acentuado, que estava comprometendo não só a sua respiração, mas também prejudicando a qualidade do sono e provocando cansaço, além de ocasionar fortes dores de cabeça, que poderiam trazer danos neurológicos. Nos exames, foram ainda identificados na cavidade nasal dois caroços, já removidos. Por recomendação médica, o vereador terá que se licenciar por 30 dias da Câmara Municipal de Campos.
(Da assessoria)
Comentar
Compartilhe
Helinho para o tio Garotinho: "Se preocupe com os seus processos jurídicos"
29/01/2018 | 18h06
Na última semana, como mostrei aqui, o casal de ex-governadores Anthony e Rosinha Garotinho vieram a Campos, onde passaram alguns dias. Domingo, Garotinho participou de programa de rádio, onde fez críticas ao sobrinho Hélio Nahim, a quem acusou de ser o proprietário da firma do polêmico cinema itinerante, que irá percorrer escolas do município.
Em seu facebook, Helinho negou as acusações: "Talvez por ter trabalhado com cinema itinerante para Ambev, você se aproveita disso para espalhar mentiras, porém é importante frisar que parei de executar esses trabalhos desde 2015". 
E concluiu: "E fique muito bem claro que não tenho a menor preocupação com as suas acusações e a única recomendação é que o senhor se preocupe com os seus processos jurídicos, que já são muitos e muitos outros que ainda estão por vir".
Comentar
Compartilhe
UBS de Guarus será fechada
29/01/2018 | 15h49
Mutirão em abril de 2017
Mutirão em abril de 2017 / Divulgação
Em abril do ano passado, a comunidade de Guarus se uniu para reformar a UBS do bairro. A ação partiu de chamado do vereador Jorginho Virgílio (PRP), após visita ao posto. Um mutirão foi formado com cerca de 30 pessoas, que pintaram, limparam e recuperaram o local. (Lembre no Folha 1).
Porém...
A Unidade será fechada em breve. O prédio era alugado pela prefeitura há anos. O proprietário vendeu o prédio e a UBS do Parque Guarus terá que fechar as portas!
A luta, agora, é para que o consultório dentário e a fisioterapia - que estavam desativadas há anos nessa unidade de saúde e voltaram a funcionar - sejam transferidos para o UBS do Novo Mundo para que a população não seja prejudicada.
Comentar
Compartilhe
Brand Arenari volta à Secretaria de Educação
29/01/2018 | 09h58
O Doutor em Sociologia Brand Arenari retorna ao comando da secretaria de Educação, Cultura e Esporte de Campos. Ele deixou o cargo em 31 de maio, após ser convocado para o concurso público de 2016 para o cargo de professor adjunto no Departamento de Ciência Política da Universidade Federal Fluminense (UFF) de Niterói, no qual passou em primeiro lugar (Lembre aqui).
A portaria que renomeia Brand para a Smece foi publicada na edição desta segunda-feira (29) do Diário Oficial. No período que esteve ausente do cargo, Brand foi substituído interinamente pelo subsecretário Pedagógico, Rafael Damasceno, de maio até novembro, e pela subsecretária Geral, Luciana Eccard, de novembro até a presente data.
— Retorno com o desafio de avançar cada vez mais na área da Educação. De longe, acompanhei a evolução da Educação de Campos, reforma de escolas, um novo galpão da Nutrição com condições adequadas, a chegada do material didático para 2018, convênios com o governo federal, novo sistema de matrícula, tantas outras ações. Estaremos firmes no que o nosso prefeito Rafael Diniz prometeu: educação de qualidade — destacou Brand Arenari.
(Fonte: Supcom)
Comentar
Compartilhe
Garotinho "poupou" executivo da Odebrecht que assinou contrato do Morar Feliz com Rosinha
28/01/2018 | 23h46
Por falar em Anthony Garotinho...
O jornal O Globo traz neste domingo, matéria do jornalista Tiago Prado, mostrando que o ex-governador vangloria-se de ter divulgado, em seu blog, no ano de 2012, fotos da festa em Paris em que o ex-governador Sérgio Cabral e seu secretariado apareciam dançando com guardanapos na cabeça ao lado do empreiteiro Fernando Cavendish.
Porém, quase seis anos depois,  Garotinho permanece sem publicar a imagem de outro relevante empresário do setor de construção que também esteve presente no evento parisiense: trata-se do executivo Benedicto Junior, ex-presidente da Odebrecht Infraestrutura.
Segundo o jornal, "O ex-governador diz só ter recebido tempos depois a fotografia de Benedicto na festa, mas não explica por que nunca a divulgou em seu blog. Ao lado de duas testemunhas, o próprio Garotinho mostrou a imagem à reportagem, na tela de um computador, porém nunca enviou o arquivo".
A matéria lembra que as relações entre a Odebrecht e Garotinho foram destrinchadas na delação premiada do próprio executivo, homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no ano passado. Benedicto fora preso na 23ª fase da Operação Lava-Jato, em fevereiro de 2016 e, meses depois, acabou decidindo colaborar com a Justiça junto com dezenas de executivos da empreiteira.
Na delação, o empresário disse que o ex-governador e sua mulher, Rosinha Garotinho, receberam da Odebrecht quase R$ 20 milhões da empresa em pelo menos quatro campanhas eleitorais passadas. No sistema criado pela empreiteira para administrar pagamentos de propina, chamado de Drousys, Garotinho aparece com os apelidos de “Bolinha”, “Rolinho” e “Pescador”.
PARA LEMBRAR...
Benedicto Barbosa da Silva Junior é o executivo que assinou o contrato do Morar Feliz - programa habitacional do governo Rosinha Garotinho e que consumiu, já com aditivos, quase R$ 1 bilhão. No lançamento do programa, em Campos, compareceu o executivo Leandro Azevedo.
Em junho do ano passado, os estiveram em Campos em junho, onde confirmaram no Ministério Público Estadual as delações, como mostrei AQUI com exclusividade. O inquérito apura denúncias envolvendo o programa habitacional.
Benedicto prestando depoimento
Comentar
Compartilhe
Garotinho de namoro com o Pros?
28/01/2018 | 15h22
Retirado da presidência do PR pela Executiva nacional após inúmeros escândalos e, em ato contínuo, sair do partido, o ex-governador Garotinho anda procurando outra legenda. Mas as conversas estariam adiantadas com o PROS, que tem como presidente regional o deputado federal Felipe Bornier.
A conversa, porém, estaria acontecendo em nível nacional.
Bornier tem sido alvo constante de Garotinho com denúncias no blog. Além disso, o pai de Felipe, Nelson é ex-aliado de Garotinho, com quem rompeu há mais de uma década.
O Pros, porém, em 2014 esteve coligado com o PR - e o PT do B - na campanha de Garotinho ao Governo do Estado. Bornier assumiu em 2016.
Comentar
Compartilhe
Canais Rio Novo e Onça receberão trabalho de dragagem
27/01/2018 | 18h52
A superintendência de Agricultura e Pecuária segue no trabalho de dragagem de canais. Agora, de acordo com o superintendente Nildo Cardoso, serão Rio Novo e Onça. A intervenção emergencial, em vários canais do município, é parte do trabalho que tem como proposta, amenizar os efeitos da estiagem, beneficiando milhares de pequenos produtores rurais, que sofrem com a dificuldade de encontrar água de qualidade para o gado e para irrigar as plantações.
Comentar
Compartilhe
Miguelito na fila do TRE
26/01/2018 | 17h32
Depois de Jorge Rangel (aqui), Thiago Virgílio e Linda Mara (aqui), o próximo vereador a ter os Embargos de Declaração julgados pelo plenário do TRE é Miguelito.
Os Embargos foram juntados hoje ao Recurso que tramita no Rio.
Comentar
Compartilhe
Novo Olhar chega a Farol neste sábado
26/01/2018 | 15h12
A praia do Farol de São Tomé, em Campos, recebe neste sábado (27) o projeto Novo Olhar, da Fundação Leão XIII. Moradores de todo o município, em especial os do litoral e da Baixada Campista, terão acesso a consultas e exames oftalmológicos, receberão óculos gratuitamente e isenção para retirada de diversos documentos. Realizado pela secretaria estadual de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento Social, o projeto chega pela primeira vez ao litoral campista por intermédio do vereador Igor Pereira (PSB), que levou a demanda ao deputado João Peixoto (PSDC). No Rio, Peixoto encaminhou ofício ao secretário Gustavo Tutuca, que atendeu ao pleito. O atendimento será no Colégio Estadual Manoel Pereira Gonçalves, a partir das 8h.
— Estive com o deputado João Peixoto quando o Novo Olhar foi realizado no Ciep da Lapa, em junho. Desde então falei sobre nossa vontade de trazer esse projeto para atender toda nossa Baixada Campista. Enviamos ofício ao deputado, que não mediu esforços para articular junto ao governo estadual. agora, conseguimos trazer justamente no verão, quando o movimento também aumenta no litoral campista — comentou o vereador Igor Pereira.
Como funciona
Para receber o atendimento, é preciso apresentar RG ou Carteira de Trabalho, CPF e comprovante de residência (original ou cópia). Para exames de vista e consequente obtenção dos óculos gratuitos serão 600 senhas, que começarão a ser distribuídas às 8h. Será respeitada ordem de chegada na fila. Já para isenção em documentos — como identidade, certidão de nascimento, certidão de casamento — não há limite de vagas.
Durante o atendimento, o primeiro passo é a realização de cadastro, seguido dos exames de acuidade visual e auto refrator. Logo após, o paciente é encaminhado à consulta médica e recebe na sequência o protocolo para a retirada dos óculos, que serão entregues no Colégio Estadual Manoel Pereira Gonçalves, em dia e horário que ainda serão marcados.
O Novo Olhar, realizado pela Fundação Leão XIII e em parceria com o Detran, é um projeto do governo estadual que tem marcado presença em vários municípios.
(Da assessoria)
Comentar
Compartilhe
TCE mantém adiada licitação para iluminação pública
26/01/2018 | 13h48
O Tribunal de Contas do Estado (TCE) manteve adiada a licitação para contratação de empresa para a manutenção do sistema de iluminação pública. A decisão ocorreu na sessão de ontem. A Prefeitura de Campos tem tomado todas as medidas necessárias para que o município possa retomar, o quanto antes, o pleno atendimento na iluminação pública municipal (LEIA A NOTA COMPLETA ABAIXO)
Assim, continua o imbróglio em torno da iluminação pública de Campos, cuja taxa foi aumentada a partir deste mês e as ruas ainda com problemas de iluminação.
O reajuste da taxa de iluminação tem gerado reclamações da população de modo geral e de entidades como Acic, Firjarn e Carjoja. A prefeitura já reconheceu discrepâncias em comércios e indústrias e disse que cerca de 35% serão reanalisados. Já a respeito das residências, até o momento, apenas aquelas que já foram comércio passarão por nova análise.
ATUALIZAÇÃO PARA INCLUSÃO DE NOTA DA PREFEITURA:
A Prefeitura de Campos tem tomado todas as medidas necessárias para que o município possa retomar, o quanto antes, o pleno atendimento na iluminação pública municipal. Com relação ao processo de licitação em análise por parte do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ), a Prefeitura esclarece que em virtude do contrato vigente na gestão passada, ter sido considerado ilegal pelo Tribunal de Contas do Estado, uma contratação de caráter emergencial foi realizada em 2017 para atender as solicitações, incluindo as lâmpadas apagadas que foram encontradas durante levantamento feito pela equipe técnica, para que o município não ficasse desassistido.
 
De março a agosto de 2017, a superintendência de Iluminação Pública realizou cerca de 15 mil atendimentos em postes localizados em diferentes bairros, localidades e distritos do município. Neste período, foi iniciado processo de licitação para que uma nova empresa pudesse assumir as ações para manutenção da iluminação pública municipal. O edital de licitação para contratação da empresa que vai prestar o serviço de gestão do sistema de iluminação do município chegou a ser publicado em Diário Oficial e foi remetido, pelo próprio município, ao Tribunal de contas do Estado (TCE-RJ) para análise prévia. A Prefeitura de Campos tem buscado junto ao TCE-RJ a liberação o quanto antes do certame, principalmente, respeitando a importância de qualificar o edital em questão
 
Na última quinta, dia 25 de janeiro de 2017, houve nova sessão plenária, onde a Conselheira Substituta Andrea Siqueira, recomendou algumas adequações no intuito de aprimorar o edital e dar o máximo de consistência nos entendimentos do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro. Após tomar conhecimento da decisão, imediatamente a Prefeitura reuniu seus técnicos para atendimentos na íntegra de todas as recomendações proposta pelo TCE-RJ e ainda nesta sexta-feira, dia 26 de janeiro de 2018, remeteu em forma de ofício, todo conteúdo modificado com finalidade de aprovação final do edital.
 
Sobre Cosip.
 
A Prefeitura de Campos esclarece que, com o objetivo de corrigir distorções acumuladas durante anos e garantir a manutenção dos serviços de iluminação pública em todo o município, promoveu uma readequação no cálculo da Contribuição para Custeio de Serviço de Iluminação Pública (Cosip). Prevista pela Constituição da República, esta contribuição se destina exclusivamente ao pagamento da concessionária de energia — no caso de Campos, a Enel — pela iluminação nas vias públicas, assim como ao pagamento da empresa contratada pelo Poder Público para a manutenção do serviço.
 
Desde o dia 5 de janeiro foram identificadas discrepâncias de percentuais da Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip), no que diz respeito às classes comercial e industrial e desde então a equipe técnica responsável já faz as adequações na planilha. Segundo a superintendência de Iluminação Pública, a nova contribuição sobre iluminação pública (Cosip) proporcionará ao município melhorias no parque de iluminação.
Comentar
Compartilhe
Ainda de férias, Carla Machado anuncia recursos e melhorias para Saúde
25/01/2018 | 23h38
A prefeita Carla Machado, que está de férias, recebeu nesta quinta-feira o deputado federal Altineu Cortes.
Durante a visita, ele anunciou que conseguiu viabilizar uma ambulância e um consultório odontológico que em breve serão entregues à São João da Barra. Além disso, haverá uma verba de R$ 700 mil que ajudarão no custeio da Saúde do município.
Comentar
Compartilhe
TRE rejeita Embargos de Thiago Virgílio e Linda Mara, que terão que deixar a Câmara
25/01/2018 | 17h51
O Tribunal Regional Eleitoral acaba de rejeitar, por unanimidade, em Embargos de Declaração dos vereadores Thiago Virgílio e Linda Mara Silva, ambos do PTC.
Assim, os dois poderão recorrer ao Tribunal Superior, mas fora dos cargos, como já aconteceu com Jorge Magal, Vinicius Madureira e Jorge Rangel (este último continua no Legislativo porque o TRE ainda não fez a notificação).
Atualização:
No lugar de Virgílio e Linda Mara devem ser convocados os suplentes Carlos Alberto Canaã e Cabo Alonsimar.
Porém, Canaã já tem condenação em primeira instância. Depois dele, vem Beto Cabeludo.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Embargos de Thiago Virgílio e Linda Mara na pauta do TRE
25/01/2018 | 17h28
Estão na pauta de hoje do TRE os Embargos de Declaração dos vereadores Thiago Virgílio e Linda Mara Silva, ambos do PTC.
Eles tiveram a condenação em primeira instância no caso Chequinho confirmada pelo Tribunal Regional em dezembro. Os Embargos são o último recurso no TRE. Caso os desembargadores sigam os entendimentos já adotados anteriormente e os embargos sejam negados, os dois poderão recorrer ao TSE, mas fora dos cargos.
Virgílio e Linda Mara tiveram os recursos no TRE rejeitados em dezembro.
A Câmara já tem dois vereadores afastados - Jorge Magal (PSD) e Vinicius Madureira (PRP) e um que aguarda notificação do TRE à Câmara para sair: Jorge Rangel (PTB).
Comentar
Compartilhe
Prefeitura de Campos pode fazer nova licitação para ônibus
25/01/2018 | 15h13
A Prefeitura de Campos pode realizar uma nova licitação para transporte público no Município. A informação foi passada pelo presidente do IMTT, Renato Areas Siqueira, no RJ InterTV 1a Edição.
Renato disse que as empresas já existentes no Município terão seus direitos resguardados e poderão contestar a decisão, caso a licitação ocorra.
Existem uma Ação Civil Pública sobre a questão do transporte público em Campos. O MP manifestou-se dizendo que pode haver uma nova licitação.
Campos continua enfrentando crise nos transportes, mesmo após o fim da passagem. Esta semana houve greve e a empresa São Salvador, que atende à Baixada, continua com os trabalhos paralisados (Confira no Folha 1).
Leia mais na edição de amanhã da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
CPI da Odebrecht adiada após pedido de vistas de Thiago Ferrugem
25/01/2018 | 10h08
]
A oitiva de testemunhas na CPI da Odebrecht, que ocorreria na manhã de hoje, na Câmara de Campos, foi adiada. Um dos membros, o vereador Thiago Ferrugem (PR), pediu vistas, o que suspendeu a sessão.
A reunião foi remarcada, em princípio, para 5 de fevereiro.
Nota do presidente da CPI:
O presidente da CPI da Lava Jato, vereador Genásio (PSC), informou que a reunião que aconteceria nesta quinta-feira (25) foi adiada para o próximo dia 05/02. Na ocasião, serão ouvidas cinco pessoas no decorrer do dia. Os nomes não serão divulgados neste momento para preservar os trabalhos em andamento. Ainda no dia 05/02, após as oitivas, o vereador Genásio concederá entrevista, em horário a ser confirmado.
A CPI investiga contratos da gestão anterior com a Odebrecht e os trabalhos continuam sendo realizados, mesmo durante o período de recesso parlamentar. Além do vereador Genásio, presidente da comissão, compõem a CPI o relator José Carlos (PSDC) e os vereadores Abu (PPS), Jorginho Virgílio (PRP) e Thiago Ferrugem (PR).
Atualização no texto.
Comentar
Compartilhe
CPI da Odebrecht ouve ex-integrantes do governo Rosinha
24/01/2018 | 23h54
A CPI da Odebrecht, em andamento na Câmara de Câmara, ouve nesta quinta-feira ex-secretários de Obras e outros ex-integrantes do governo Rosinha Garotinho. Não foi possível contato com o presidente da CPI, vereador Genásio.
A CPI da Odebrecht investiga contrato da empresa com a Prefeitura de Campos para a construção de 10 mil casas populares do Morar Feliz. O valor total chegou quase a R$ 1 bilhão - o maior já firmado no município. Segundo levantamentos da atual gestão, 5.426 unidades foram entregues, mas três mil não saíram do papel. As demais foram encontradas inacabadas.
 
 
Comentar
Compartilhe
TRF confirma condenação de Lula e aumenta pena
24/01/2018 | 23h00
Sem surpresa, o TRF 4 manteve a condenação do ex-presidente Lula no caso do triplex.
Por unanimidade, Lula foi condenado pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Os desembargadores Victor dos Santos Laus, João Pedro Gebran Neto e Leandro Paulsen não só confirmaram o entendimento do juiz Sergio Moro de que o petista cometeu crimes, como aumentaram a pena, que era de nove anos e seis meses de prisão, para 12 anos e um mês.
 
A decisão deixa o ex-presidente enquadrado pela Lei da Ficha Limpa, o que dificulta a candidatura de Lula à Presidência da República na eleição deste ano. O petista depende agora de uma série de recursos no próprio TRF4 ou em tribunais superiores para se manter elegível até o registro da sua candidatura pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
 
O revés no TRF4 também deixa o petista mais perto da prisão, já que entendimento recente do Supremo Tribunal Federal (STF) permite o cumprimento imediato da pena a condenados em segunda instância. Com o placar de 3 a 0, o mais desfavorável possível ao petista, resta a Lula apenas a possibilidade de apresentar embargos de declaração, um recurso limitado, usado apenas para questionar omissões, contradições e pontos obscuros na sentença, e pode ser julgado em menos de um mês. Em suas manifestações, os desembargadores deixaram claro que a pena só vai começar a ser executada depois que esgotarem todos os recursos possíveis na própria Corte.
 
“Há prova acima do razoável de que o ex-presidente foi um dos articuladores, senão o principal, do esquema de corrupção. No mínimo, tinha ciência e dava suporte ao esquema de corrupção na estatal, com destinação de boa parte da propina a campanhas políticas”, afirmou Gebran, relator do processo, em seu voto, de mais de 400 páginas.
Leia mais no blog do Arnaldo Neto.
Comentar
Compartilhe
Caixa d'água: Juiz nega absolvição sumária a presidente do PR e seu genro
24/01/2018 | 18h59
O juiz Ralph Manhães negou absolvição sumária ao presidente nacional do PR, Antonio Carlos Rodrigues, e seu genro Fabiano Alonso. Ambos estão entre os réus da Ação Penal originada da operação Caixa d'água.
Também são réus o casal Anthony e Rosinha Garotinho, o ex-secretário de Controle Suledil Bernardino, o ex-subsecretário de Governo Thiago Godoy, o empresário Ney Flores e o policial aposentado Antonio Carlos Ribeiro, o Toninho. 
A operação Caixa d'água foi desencadeada em novembro passado e investiga supostas doações ilegais para campanha do ex-governador Garotinho e extorsão a empresários. A primeira audiência do caso ocorre em 6 de fevereiro.
Confira, abaixo, a decisão:
Comentar
Compartilhe
Resposta da Postura a respeito de problema de barulho no P. São José
24/01/2018 | 16h59
A superintendência de Postura enviou resposta ao blog a respeito da reclamação feita por um leitor (aqui) sobre barulho no Parque São José. A Postura informa que já foi notificado anteriormente e continuará a fiscalização para sanar o problema.
Confira abaixo:
Em esclarecimento à postagem em seu blog Na Curva do Rio, a superintendência municipal de Postura informa que já recebeu denúncia a respeito deste estabelecimento, e que vistorias foram realizadas pelas equipes, tendo sido o estabelecimento notificado, cessando, na oportunidade, com a poluição sonora.
 
A Superintendência ressalta ainda que continuará fiscalizando a fim de sanar o problema, e caso qualquer reclamante queira passar mais informações para auxiliar a fiscalização, o contato pode ser feito através do telefone 981683645 ou pessoalmente na Rua Tenente Coronel Cardoso, n° 91.
Comentar
Compartilhe
Sistema do ISP reúne dados de crimes contra crianças, mulheres e idosos
24/01/2018 | 10h35
Olha que boa notícia. Tomara que seja implantado em outros setores também:
O Instituto de Segurança Pública (ISP) lançou uma ferramenta de visualização de dados que permite consultas sobre vitimização de grupos vulneráveis no estado, o primeiro do gênero no Brasil. Na ferramenta, é possível visualizar dados significativos. Por exemplo, em aproximadamente 40% dos casos de estupros de crianças ou adolescentes em 2016, o autor tinha relação de proximidade com a vítima e em 17% das vezes, os crimes foram cometidos pelos pais ou padrastos dos menores. Violência contra idosos e mulheres também ganham mais visibilidade.
Por seis meses, a equipe do ISP montou a nova ferramenta, que a partir de agora terá atualização anual. O lançamento da plataforma faz parte de uma série de iniciativas da Secretaria de Segurança para dar visibilidade e conscientizar a população e agentes de segurança e de assistência social sobre os crimes que atingem grupos vulneráveis específicos. No site
www.ispvisualizacao.rj.gov.br/grupos.html, além das informações sobre os crimes contra vulneráveis, há uma lista de endereços das redes de atendimento a idosos, mulheres e crianças e adolescentes no estado.
- Um dos nossos objetivos é entender a magnitude desses problemas. Esta é a nossa contribuição para conseguir ter um trabalho mais focado e mostrar o problema. Há dois públicos que se beneficiam com essa plataforma: as pessoas que trabalham no Estado, fazendo atendimento direto, e a sociedade em geral, que precisa estar consciente sobre esses problemas – afirmou a diretora-presidente do ISP, Joana Monteiro.
As informações têm como fonte os registros de ocorrência da Polícia Civil entre 2014 e 2016. Ao destacar dados sobre a faixa etária das vítimas, a ferramenta garante o que foi determinado pelas leis nº 7.550/2017 e 7.558/2017, que abordam a divulgação de estatísticas de violência contra crianças, adolescentes e idosos.
Pela seleção de faixas etárias das vítimas dos diversos tipos de crimes, é possível fazer uma análise detalhada sobre delitos que vitimam mais crianças e adolescentes, mulheres e idosos. É possível, ainda, visualizar os percentuais de cada sexo e da cor das vítimas, assim como a relação entre autor e vítima.
Ferramenta cria perfis de crimes
Além dos menores, outros dois grupos estão no foco da plataforma do ISP: mulheres e idosos. O trabalho se soma a ações e órgãos estaduais que defendem esses grupos. A violência contra a mulher, por exemplo, conta com as delegacias especializadas. Hoje, há 14 unidades espalhadas pelo estado.
Já contra os idosos, o crime mais comum é de natureza financeira.
Contato DCVA: (021) 97255-4560 (WhatsApp)
Comentar
Compartilhe
Alô Postura: Reclamação sobre barulho no S. José
24/01/2018 | 10h14
O blog recebeu reclamação através de sua página no Facebook (https://www.facebook.com/Nacurvadorioreal) direcionada à Superintendência de Postura.
Uma pessoa, que pediu para não ser identificada, reclama sobre um pagode na praça do Parque São José, em um quiosque: "Já estamos enjoados de ligar para postura e nem aqui eles vem. Esse pagode começa as 22:00 hrs e vai até as 7:00 da manhã do outro dia".
Fica aí a queixa de moradores e o pedido para que a Postura dê uma olhada na situação.
 
Comentar
Compartilhe
Estado afasta cúpula da Seap
23/01/2018 | 22h43
O governo do Estado do Rio de Janeiro informa que cumpriu a decisão judicial de afastamento do secretário de Administração Penitenciária, Erir Ribeiro, e de outros cinco servidores da pasta.
 
O corregedor-geral da Secretaria de Administração Penitenciária, coronel Robson dos Santos Batalha, vai responder interinamente pela Secretaria.
Comentar
Compartilhe
Casal Garotinho em Campos e com aliados
23/01/2018 | 21h37
Casal Garotinho
Casal Garotinho
Segundo informações, o casal Garotinho chegou a Campos hoje. Neste momento, recebe alguns correligionários na casa da Lapa. 
Rosinha teria uma audiência amanhã, quarta-feira, mas ela foi adiada.
Comentar
Compartilhe
Rafael em Brasília por royalties de minério e saúde
23/01/2018 | 19h55
O prefeito Rafael Diniz cumpriu agenda nesta terça-feira (23), em Brasília, onde foi recebido no Ministério de Minas e Energia e também no Ministério da Saúde. O prefeito de Campos segue buscando, na capital do país, parcerias que possam viabilizar o desenvolvimento da cidade, ajudando a combater a crise financeira.
No Ministério de Minas e Energia, Rafael foi recebido pelo secretário de Geologia, Mineração e Transformação Mineral, Vicente Lobo Cruz. De acordo com Rafael, o encontro serviu para abordar sobre a regulamentação da lei que trata da distribuição dos royalties relativos ao minério.
— Desde o ano passado temos lutado para que Campos possa ser beneficiado por essa lei e, neste momento de crise, o aumento de receita é extremamente importante para o nosso município e toda a população — afirmou o prefeito de Campos, que esteve acompanhado por prefeitos de diversos municípios, da deputada federal Soraya Santos, de Marivaldo, representante do deputado federal Júlio Lopes e também do secretário Adjunto de Transporte do Rio de Janeiro, Delmo Pinho.
Já no Ministério da Saúde, Rafael esteve reunido com uma equipe técnica para buscar mais recursos federais para a Saúde de Campos. “Ano passado já demos um passo importante, quando recebemos em Campos uma comitiva enviada pelo deputado federal Rodrigo Maia, e hoje demos mais um passo nessa luta incansável pelo fortalecimento do nosso município. Sabemos da importância da ampliação dos recursos federais, sobretudo na Saúde”.
Comentar
Compartilhe
Pudim é pré-candidato a deputado federal
23/01/2018 | 13h43
Aos poucos, o tabuleiro pré-eleitoral para 2018 vai ganhando forma. Desta vez, a disputa à Câmara federal ganha mais um nome: O deputado estadual Geraldo Pudim (MDB) não deve disputar, neste ano, a reeleição. Ele conversou com seu grupo político e está praticamente certo que irá concorrer à Câmara Federal.
Em contato com o blog, Pudim lembrou que foi deputado federal entre 2007 e 2010 e disse que ficou uma lacuna em muitos trabalhos iniciados e não concluídos, em função de decisão do grupo político que participava até então, de não participar da campanha a deputado federal.
"Tenho amadurecido, nos últimos dias, com aquelas pessoas que fazem parte do nosso grupo político, a possibilidade do retorno à Câmara Federal. Nas eleições anteriores, fui retirado do processo para que Garotinho pudesse vir candidato a deputado federal e na outra também fui retirado em função da Clarissa ser candidata a deputada federal. Agora, é um processo que está em construção, mas no meu coração e no coração do grupo político que participamos, já está consolidado essa vontade de a gente participar das eleições de 2018 como candidato a deputado federal"
Comentar
Compartilhe
Carnaval de Campos passa a ser Campos Fest e terá realização através de empresa privada
23/01/2018 | 11h33
A exemplo do que já acontecendo em outros municípios, o Carnaval de Campos em 2018 – e nos próximos anos - será realizado com patrocínio obtido através de uma empresa particular. Embora ainda não tenha definição de data e não queira adiantar o nome dos patrocinadores, Leila Sarmento, representante legal do Instituto Arte Life, empresa responsável pela captação de recursos, execução e organização do 1º Campos Fest, garante que as negociações estão bastante adiantadas.
Aliás, o nome do evento é mais uma mudança: do Campos Folia de Rosinha Garotinho para Campos Fest. A festa passará a ser regional e até a estrutura será fornecida pela iniciativa privada.
De acordo com Leila, a iniciativa privada foi procurada por intermédio do Instituto Arte Life que faz gestão de projetos na cultura, esporte e meio ambiente, atuando como ponte entre as empresas que tratam dessas questões através de projetos incentivados, e o Poder Público.
- O projeto do carnaval foi apresentado ao Arte Life em momento em que não se tinha perspectivas de captação de recursos e a certeza anunciada pelo Poder Público Municipal, de que não haveria, por conta da crise financeira, disponibilidade de verba pública. Enquanto a Associação de Bois Pintadinhos de Campos dos Goytacazes (Aboipic), que tem a outorga para buscar recursos e realizar o evento, tratava junto ao município da organização das associações com a “agenda positiva”, o Arte Life tratava de ir ao mercado, com o projeto embaixo do braço para buscar os parceiros, e diga-se de passagem, a estrutura física disponível na cidade e a história rica do carnaval da cidade, mesmo diante de tantos obstáculos, foram decisivos para que a principal empresa que está apalavrada, decidisse por investir na cidade. O Instituto teve papel decisivo ao apresentar e defender o projeto, mas apresentando as dificuldades e saídas para sua excelência na execução, tanto é que, a empresa propôs contrato de quatro anos, o que demonstra que o projeto não é curto – diz Leila.
Burocracia
Um problema sempre a ser vencido, especialmente quando se lida com arte, a burocracia está sendo resolvida aos poucos. Dados de 34 agremiações foram enviados ao TCE, das quais 19 receberam o ok.
Verba
Em função das festas de final de ano, Leila disse que a expectativa para liberação de parte da verba ainda não aconteceu, mas a instituição está trabalhando neste sentido.
Comentar
Compartilhe
Helicóptero da Globo cai no Recife e mata duas pessoas
23/01/2018 | 11h19
O Globocop, helicóptero que presta serviço à Globo em Pernambuco, caiu na manhã desta terça-feira (23), na Praia do Pina, na Zona Sul do Recife. O acidente ocorreu por volta das 6h15 (horário local). De acordo com informações do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), três pessoas estavam na aeronave. Duas delas morreram e uma foi encaminhada para o Hospital da Restauração (HR), na área central capital.
Dois dos ocupantes eram funcionários da empresa Helisae, que presta serviços para a TV Globo há mais de 15 anos. O helicóptero era pilotado pelo comandante Daniel Galvão, que morreu no local. Também estavam a bordo a 1ª sargento da Aeronáutica Lia Maria Abreu de Souza, que chegou a ser socorrida, mas faleceu, e o operador de transmissão Miguel Brendo Pontes Simões, que se encontra em estado grave.
 
 
 
(Fonte: G1)
Comentar
Compartilhe
João Peixoto visita municípios do interior
22/01/2018 | 22h33
Aos 72 anos, o deputado estadual João Peixoto, presidente regional do PSDC/RJ, continua demonstrando disposição de garoto e percorrendo vários municípios.
Quinta-feira esteve ao lado de vereadores, secretários municipais, da prefeita Francimara e o vice Cláudio, participando da solenidade na praça três poderes, em frente a prefeitura municipal de São Francisco de Itabapoana, onde foi comemorado os 23 anos de emancipação política do município.
Hoje foi a vez de São José de Ubá, onde foi recebido pelo prefeito Marcionilo e seus secretários:
" No encontro onde traçamos metas e objetivos a serem alcançados nesse ano de 2018, sobretudo o desenvolvimento do município de São José de Ubá. Também nessa oportunidade, estive com o presidente do diretório municipal do PSDC Vaguinho e com o Rafael, que é Secretário de Agricultura no município e faz parte da executiva do nosso partido", falou, em rede social.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Recurso de Roberto Pinto é retirado de pauta
22/01/2018 | 17h51
O recurso do vereador Roberto Pinto, previsto para ser julgado hoje no TRE, foi retirado de pauta. A relatora desembargadora Cristiane Frota não compareceu. Deve ser posto em julgamento nas próximas sessões.
Comentar
Compartilhe
Associação quer contraprova na perícia do vídeo de Garotinho na prisão
22/01/2018 | 16h54
Imagem divulgada no dia seguinte da suposta invasão
Imagem divulgada no dia seguinte da suposta invasão / Imagem divulgada no dia seguinte da suposta invasão
                                                               Imagem divulgada no dia seguinte da suposta invasão
O presidente da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF), Marcos Camargo, defende que, para confirmar ou descartar completamente a edição nos vídeos do monitoramento da cela do ex-governador Anthony Garotinho, o material e o equipamento usados para filmar precisam passar pela perícia oficial.
“Falar de intervenção humana sem deixar dúvidas só é possível através metodologia adequada, ou seja, temos que garantir, por exemplo, que não seria uma falha do próprio equipamento”, afirma Camargo, que representa uma das carreiras da Polícia Federal.
Segundo a associação, no caso de Garotinho, a competência pela perícia oficial é do Instituto Carlos Éboli, da Polícia Civil Fluminense.
Em nota que será divulgada nesta segunda-feira (22), a associação explicará que “o trabalho da perícia oficial não se confunde com o desempenhado pelos assistentes técnicos do investigado ou réu e do Ministério Público, sendo inadmissível, em havendo vestígios, qualquer dispensa do trabalho da perícia oficial e da devida imparcialidade na produção das provas”.
Nos últimos dias foi divulgada a opinião de perícia realizada pelo Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro sobre o caso, que concluiu ter havido edição nas imagens. A APCF afirma que, além da especialidade técnica, é preciso que o material passe pelos peritos oficiais por determinação de lei.
“Espera-se que, em respeito às disposições do Código de Processo Penal, as evidências relacionadas ao caso, incluindo os equipamentos, sejam devidamente analisadas por órgão de Perícia Oficial, dotado de especialistas forenses em evidências multimídia e a quem efetivamente compete realizar as análises científicas com vistas à produção das provas materiais, imprescindíveis ao esclarecimento dos fatos”, afirma Camargo.
Os peritos do Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro identificaram que três câmeras no presídio em Benfica, Zona Norte, foram desligadas, e uma teve a imagem congelada. O laudo diz que houve ausência de movimento com padrão de "interrupção". 
(Fonte: G1)
Comentar
Compartilhe
Moro e Bretas investigam algemas em mãos e pés de Sérgio Cabral
22/01/2018 | 15h20
Depois de uma reação de advogados, juristas e até da mãe do ex-governador Sérgio Cabral, o juiz Sergio Moro intimou a Polícia Federal, nesta segunda-feira, a esclarecer os motivos de ter utilizado algemas nos pés e nas mãos do político, durante a transferência do Rio para o Complexo Médico Penal do Paraná, onde ficam os presos da Lava-Jato. Moro recomendou que a escolta seja orientada a observar a Súmula vinculante 11 do Supremo Tribunal Federal (STF). O texto determina que as algemas sejam usadas em casos de risco de fuga e de perigo à integridade do preso ou de terceiros.
Também nesta segunda-feira, a 7ª Vara Federal Criminal do Rio, cujo responsável é o juiz Marcelo Bretas, mando oficio à Polícia Federal (PF) e ao Ministério Público Federal (MPF) para apurar se houve eventual excesso ou irregularidades no uso de algemas em Cabral.
A transferência foi determinada na última quinta-feira, a pedido do Ministério Público Federal, depois que foram constatadas regalias a Cabral dentro do sistema prisional do Rio.
"Cabe à escolta policial avaliar os riscos e decidir sobre os melhores procedimentos de segurança para a condução de presos. Não raramente rege a decisão o princípio da precaução, com o que, compreensivelmente, prefere-se exagerar nas cautelas do que incorrer em riscos desnecessários", escreveu Moro, acrescentando que a Justiça deve evitar interferências excessivas na decisão, que cabe aos agentes da escolta.
Comentar
Compartilhe
Chequinho: Vereador Roberto Pinto na pauta de hoje do TRE
22/01/2018 | 14h18
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) volta hoje a realizar julgamentos e, já no primeiro dia, traz um processo de Campos referente ao caso Chequinho. O vereador Roberto Pinto recorre contra a condenação em primeira instância.
Outros oito vereadores já tiveram a condenação confirmada pelo TRE. Confira a situação de cada um deles:
Jorge Magal (PSD) - condenado em primeira instância, perdeu no TRE e teve que sair do cargo, recorreu ao TSE e perdeu.
Vinicius Madureira (PRP) - condenado em primeira instância, perdeu no TRE e teve que sair do cargo, recorre ao TSE.
Jorge Rangel (PTB) - condenado em primeira instância, perdeu no TRE e terá que sair do cargo assim que o TRE notificar à Câmara para deixar o cargo. 
Ozéias (PSDB), Kellinho (PR), Miguelito (PSL), Thiago Virgílio (PTC) e Linda Mara (PTC) - condenado em primeira instância, perderam no TRE e aguardam julgamento dos embargos de declaração ainda no TRE.
Falta, ainda, ser marcado o julgamento de Thiago Ferrugem (PR).
Comentar
Compartilhe
Garotinho pede (de novo) escolta e MP nega
22/01/2018 | 13h08
O ex-governador Anthony Garotinho, que está se sentindo muito ameaçado, procurou o Ministério Público Estadual em busca de uma escolta permanente.
Mesmo entendendo as razões do ex-governador, o MP negou. Alega que não há base legal para fazer a proteção.
(Informações do Ancelmo Gois)
Comentar
Compartilhe
Travessão faz caminhada pela paz nesta segunda
21/01/2018 | 23h48
A população de Travessão, 7º distrito de Campos, faz, na noite desta segunda-feira (22), uma caminhada pela paz. A iniciativa é da própria população, alarmada diante do aumento da violência na localidade com casos de homicídios, furtos a residências, roubos de automóveis, assaltos à mão armada a transeuntes e assaltos em estabelecimentos comerciais.
A mobilização aconteceu através do grupos de redes sociais (facebook e WhatsApp), além de carro de som que está percorrendo a localidade.
Segundo moradores, o efetivo de policiais do DPO de Travessão de Campos diminuiu e tem que atender Arraial, Amendoeiras, Bariri, Parque Santuário, Cobra Velha, Balança Rangel, Santa Ana, Guandu, Ribeiro do Amaro, Escova Macaco, Km 13, Km 14, Km 15, Giró faísca, Matutu, Colégio, Lagoa Limpa, Canaã, Km 8, Km 10, Caxias, Caixeta, Cantinho do céu, Campelo etc, com uma população aproximadamente de 13,4 mil habitantes, contando com apenas uma viatura e três policiais. A viatura, segundo eles, encontra-se com defeito. A população pede para aumentar o número de policiais militares e viaturas para que assim seja melhorado o patrulhamento preventivo ostensivo e diz que a Equipe Delta 7, com os policias hoje lotados no DPO de Travessão, "vem com todos esforço e vem desempenho um ótimo trabalho, pois queremos o aumento do efetivo, e não troca pois esta ocorrendo muitos assalto".
Comentar
Compartilhe
Funcionários da UPA podem entrar nesta segunda-feira
21/01/2018 | 23h29
Os funcionários da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Campos podem entrar em greve nesta segunda-feira (22).
Eles alegam que estão sem receber os 13 de 2016 e 2017, FGTS desde 2015 e o salário de dezembro. Aguardam um posicionamento do Governo do Estado.
Comentar
Compartilhe
Nahim: "Houve motivação política no envolvimento do meu nome no processo"
20/01/2018 | 22h49
Ex-presidente da Câmara de Campos, ex-prefeito e, agora, prestes a assumir uma cadeira como deputado federal, Nelson Nahim viu sua vida política e particular após ser nome ligado ao chamado "Meninas de Guarus", pelo qual foi condenado e preso duas vezes. Em sua primeira entrevista sobre o caso, Nahim afirma que existe motivação política com a intenção de prejudicá-lo no envolvimento de seu nome e fala sobre o relacionamento (ou falta dele) com o irmão Anthony Garotinho. Diz, também, que tudo de ruim em sua vida tem a digital do irmão.
Nahim concedeu a entrevista antes de o STJ garantir a posse de Cristiane Brasil à frente do Ministério do Trabalho, o que carimba seu passaporte para a Câmara Federal (confira no blog do Arnaldo Neto).
Ele não deixou de responder a nenhuma pergunta, como a que você confere a seguir:
"Você tinha um caso com aquela menina? Você tinha um relacionamento com ela?"
"Claro que não. E o próprio processo mostra isso. Qualquer pessoa que examine os autos do processo vai verificar que, desde o primeiro depoimento da suposta vítima. Aliás, nem existe vítima. Fui condenado por estupro, sem ter uma “estuprada”. Nos meus 37 anos de formado em Direito nunca tinha visto isso. Não sei como uma pessoa pode ser condenada por um crime, se a própria vítima nega que tenha havido crime contra ela. Claro que nunca tinha. A suposta vítima, desde a delegacia, depois no Ministério Público, depois em Juízo, sempre disse que nunca teve qualquer tipo de relacionamento nem pessoal, quanto mais sexual comigo. Que me conhecia por fotografia. Isso que estou falando está nos autos do processo".
Confira a entrevista completa na edição deste domingo da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Pezão cria Conselho de Liberdade Religiosa
20/01/2018 | 12h09
Para marcar o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, no próximo domingo (21/01), o Governo do Rio de Janeiro criou o Conselho Estadual de Defesa e Promoção da Liberdade Religiosa. Decreto do governador Luiz Fernando Pezão, publicado nesta sexta-feira (19) no Diário Oficial, estabelece que o órgão, pioneiro no Brasil, será coordenado pela Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres e Idosos (SEDHMI) e vai articular as ações entre as instituições públicas e a sociedade civil para atuar contra a discriminação.
 O conselho terá, entre suas atribuições, contribuir para a definição de políticas públicas destinadas a promover a liberdade religiosa; acompanhar denúncias de violações de direitos relacionadas à intolerância; promover o intercâmbio e cooperação com outras entidades de combate ao preconceito; fiscalizar a aplicação da legislação; promover eventos e publicar trabalhos em defesa da liberdade religiosa.
 - O estado do Rio de Janeiro é pioneiro no país com essa iniciativa, ao criar um fórum democrático, aberto e plural, capaz de tratar essa temática com dignidade e eficiência. Com esse organismo, conseguiremos ouvir as demandas das diversas vertentes religiosas para elaborar de maneira mais eficaz nossas políticas públicas. - explica o secretário de Direitos Humanos Átila Alexandre Nunes.
Comentar
Compartilhe
Imagens do dia da suposta agressão a Garotinho foram editadas, diz perícia
19/01/2018 | 14h27
Segundo perícia feita pelo Ministério Público do Rio, as imagens do circuito interno da cadeia pública José Frederico Marques no dia em que o ex-governador Anthony Garotinho (PR) diz ter sido agredido foram editadas. Peritos do Dedit (Divisão de Evidências Digitais e Tecnologia) do MP-RJ apontaram três fragilidades nas imagens usadas pela Seap (Secretaria de Administração Penitenciária) para afirmar que não houve invasão à cela do ex-governador.
De acordo com a promotoria, o conjunto de gravações do caso apresentou "interrupções atípicas", imagem congelada e evidência de "interferência humana" na captação dos vídeos.
Garotinho foi preso no dia 22 de novembro e ficou detido, inicialmente, na galeria A com outros presos. O ex-governador Sérgio Cabral (MDB), seu rival político, ficava na C até ser transferido para Curitiba nesta quinta (18).
No dia seguinte, ele foi levado para a galeria B, uma ala que estava desativada. Único preso no local, ele afirma ter sido agredido na madrugada do dia 24. Segundo seu relato, um homem bateu em seu joelho com um porrete e pisou em seu pé.
"Depois apontou uma pistola dizendo: 'Você não vai morrer hoje para não sujar para o lado do pessoal ali', apontando para a galeria do pessoal da Lava Jato", afirmou Garotinho.
Garotinho registrou queixa e foi transferido para Bangu 8, onde ficou em uma cela monitorada 24h.
(Informações da Folha de S. Paulo)
Comentar
Compartilhe
Truck Center: Porto do Açu assina contrato com Petrobras Distribuidora
19/01/2018 | 10h00
Porto do Açu divulgou, ontem, a assinatura de contrato definitivo com a Petrobras Distribuidora (BR) para fornecimento de combustível para veículos e equipamentos, por meio da instalação e operação de um ponto de abastecimento no Complexo Portuário. Também foi assinado entre as empresas contrato definitivo de prestação de serviços para a operação de um terminal de triagem de caminhões que acessam o empreendimento. Ambos os contratos terão duração de 10 anos a partir do início das operações do Truck Center.
A área destinada ao ponto de abastecimento, de aproximadamente 5 mil m², contará com estrutura de tanques para fornecimento de combustível, com venda direta para as empresas instaladas no Complexo Portuário. O terminal de triagem de caminhões terá área inicial de 15 mil m², com 80 vagas para caminhões, prédio administrativo e área de conveniência para os caminhoneiros.
“Com a parceria com a BR, poderemos contar com a experiência de uma das principais empresas do setor de distribuição de combustíveis. O desenvolvimento do Truck Center do Porto do Açu irá gerar mais eficiência operacional e segurança dentro do empreendimento”, garantiu José Magela, presidente da Prumo Logística, empresa que desenvolve e opera o Porto do Açu.
A estrutura de triagem fará a gestão da fila de caminhões para acesso ao Porto do Açu e aos terminais portuários do empreendimento. O projeto já contempla áreas de expansões, que serão feitas de acordo com o aumento do número de caminhões.
Para o desenvolvimento e implantação do Truck Center, a Porto do Açu está negociando com potenciais investidores, que irão construir a infraestrutura e superestrutura necessárias.
DCIM100MEDIADJI_0091.JPG
DCIM100MEDIADJI_0091.JPG
Comentar
Compartilhe
MP ajuiza ação de improbidade contra ex-prefeita de Bom Jesus
19/01/2018 | 09h47
O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 1ª Promotoria de Tutela Coletiva do Núcleo Itaperuna, ajuizou, na terça-feira (16/01), ação civil pública por improbidade administrativa contra a ex-prefeita de Bom Jesus de Itabapoana Maria das Graças Ferreira Motta, o ex-secretário de obras do município e marido da ex-prefeita, Miguel Ângelo Barbosa Motta, o arquiteto do município Leopoldo Guilherme Laborne Mathias e os sócios da empresa Indústrias Reunidas Bom Jesus Luiz Fernando Boechat Garcia e Dina Maria Borges do Couto Garcia.
Segundo a ação, os réus fraudaram e se beneficiaram de ilegalidades, superfaturamento e violação à Lei de Licitações e Contratos na execução de obras de revitalização no Centro de Bom Jesus, referente ao contrato administrativo nº 28/2010. Foram encontradas ilicitudes como superfaturamento, ausência de especificação dos itens e estimativa dos preços praticados.
Na planilha orçamentária apresentada pela empresa vencedora, destaca-se uma única “luminária” no valor exorbitante de R$ 825 mil e uma fonte luminosa ornamental interativa que custou ao contribuinte de Bom Jesus mais de R$ 149 mil.
Ao analisar a execução do contrato administrativo, o Grupo de Apoio Técnico Especializado (GATE/MPRJ) verificou que até itens com alusão à tabela do Boletim Mensal de Custo da Empresas de Obras Públicas do Estado do Rio de Janeiro (EMOP) foram superfaturados no equivalente à 49.713,94 UFIRs, que atualmente representa aproximadamente R$ 159 mil.
O texto da ação descreve, ainda, que materiais e serviços, sem especificações e nem código EMOP ou qualquer outra estimativa de preço, chegam ao valor exorbitante de R$ 1.177 milhão. O total de despesas públicas ilegais supera R$ 1.33 milhão.
Além disso, os peritos do GATE/MPRJ, em vistoria ao local das obras, constataram que não foram realizados diversos serviços previstos na planilha orçamentária, no projeto básico, contratados e pagos pelo erário.
Em pedido liminar o Ministério Público do Estado requer a decretação de indisponibilidade de bens dos envolvidos no valor total de duas vezes o valor do dano, ou seja, mais de R$ 2.66 milhões.
(Fonte: Ascom MPRJ)
Comentar
Compartilhe
Polo Agroalimentar terá energia solar
19/01/2018 | 03h17
O Polo Agroalimentar do Norte Fluminense, lançado terça-feira (16), em Campos, será alimentado, em parte, por energia solar.
O superintendente de Agricultura e Pecuária, Nildo Cardoso, obteve ontem, no Rio, com o deputado André Corrêa, placas de energia solar para o Polo. Mais um passo em direção à concretização do espaço.
Pelo projeto, o Polo Agroalimentar vai concentrar a comercialização e distribuição de gêneros alimentícios diversos em um raio de 200 quilômetros, chegando a municípios da Região dos Lagos, Região Serrana e partes dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, gerando emprego e renda para todos os municípios envolvidos.
Comentar
Compartilhe
Confira a informação da Prefeitura sobre a reunião com vereadores de situação
18/01/2018 | 22h38
Foi infrutífera a reunião dos vereadores do G6 e demais bancada de situação sobre a taxa de iluminação pública. Para residências não haverá mudanças, apenas algumas pontuais. Já para o comércio e indústria, foi reafirmado que houve discrepâncias.
Confira, abaixo, o release da Prefeitura de Campos sobre a reunião com vereadores:
O prefeito Rafael Diniz recebeu na tarde desta quinta-feira (18), em seu gabinete, vereadores da bancada governista. Na pauta, temas referentes à Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip). O prefeito destacou que o município arrecadava cerca de R$ 800 mil, por mês, com a Cosip e gastava quase R$ 3 milhões com iluminação pública. Assim como ocorre em diversos municípios, foi necessária uma revisão dos valores para tornar o serviço autossuficiente. Além disso, ele lembrou que a Prefeitura tem uma dívida com a Enel que chega a quase R$ 11 milhões.
 
Ao lado do Procurador Geral do Município, José Paes Neto, que explicou todas as questões técnicas, o prefeito ressaltou que foram identificadas discrepâncias de percentuais, no que diz respeito às classes 2 e 3, respectivamente, comercial e industrial. A equipe técnica responsável já está fazendo as adequações na planilha e após resultado da análise e modificações, 35% dos consumidores das classes 2 e 3, comercial e industrial, vão pagar menos do que o valor praticado nos anos anteriores.
 
O prefeito recebeu em seu gabinete os vereadores Jorginho Virgílio (PRP), Silvinho Martins (PRP), Enock Amaral (PHS), Marcelo Perfil (PHS), Igor Pereira (PSB), Marcos Bacelar (PDT) e Cláudio Andrade (PSDC), Abdu Neme (PR), Marcão (Rede) Fred Machado (PPS), Abu (PPS), Pastor Vanderly (PRB), Roberto Pinto (PTC), José Carlos (PSDC), Genásio (PSC), Álvaro César (PRTB) e Neném (PTB).
 
Nos próximos dias, o governo irá disponibilizar uma estrutura para avaliar casos pontuais que necessitem de ajustes e já existe uma força tarefa para garantir, o mais rápido possível, a prestação de um serviço de excelência, inclusive em pontos que hoje não contam com iluminação pública.
 
Para dar continuidade ao processo licitatório, o governo aguarda a liberação do Tribunal de Contas do Estado (TCE) para fazer a publicação do edital e, posteriormente, a contratação da empresa.
Comentar
Compartilhe
Prefeita Francimara no Solidariedade
18/01/2018 | 20h19
A prefeita de São Francisco de Itabapoana, Francimara Barbosa Lemos, e o marido Frederico vão se filiar ao Solidariedade. Francimara foi eleita em 2016 pelo PSB.
O convite para mudança de partido foi formalizado pelo deputado Áureo, que esteve nesta quinta-feira no município, durante as comemorações de aniversário da cidade. A posse acontece dia 2 de março.
Comentar
Compartilhe
Reunião termina, vereadores não falam e Prefeitura vai emitir nota
18/01/2018 | 20h06
A reunião solicitada pelos vereadores do G6 - Jorginho Virgilio (PRP), Silvinho Martins (PRP), Enock Amaral (PHS), Marcelo Perfil (PHS), Igor Pereira (PSB) e Marcos Bacelar (PDT) - além do vereador da base Cláudio Andrade (PSDC) com o prefeito Rafael Diniz (PPS) sobre o aumento da iluminação pública aconteceu na tarde desta quinta-feira, de portas fechadas.
Após o encontro, os vereadores saíram sem falar com a imprensa. A posicionamento, ao que parece comum entre vereadores e Prefeitura, será emitido através de nota da superintendência de Comunicação.
A informação inicial é que o município irá rever apenas discrepância identificada na cobrança de 40% dos estabelecimentos comerciais e industriais. Portanto, não há nenhuma previsão de mudança nas contribuições residenciais.
(Informações do jornalista Aldir Sales)
Comentar
Compartilhe
Ministro da Educação em Campos dia 22 para inauguração no IFF
18/01/2018 | 17h45
O Ministro da Educação, Mendonça Filho, vai inaugurar segunda-feira, dia 22 de janeiro, o edifício de oito andares situado entre as ruas Dr. Siqueira e Barão da Lagoa Dourada, no Parque Dom Bosco, em Campos dos Goytacazes. O prédio será o sétimo bloco composto por salas e laboratórios do Campus Campos Centro do Instituto Federal Fluminense. A informação foi postada foi facebook do reitor do IFF Fluminense Jefferson Manhães.
Comentar
Compartilhe
Petrobras quer transferir campos de petróleo da Bacia de Campos para Espírito Santo
18/01/2018 | 15h04
A Petrobras planeja levar para o Espírito Santo, diversos campos de petróleo da Bacia de Campos. Entre eles o Roncador e Albacora Leste. No passado, quando comandada por dirigentes ligados ao PT e ao PMDB, a estatal já havia feito o mesmo com diversos campos do litoral fluminense para viabilizar a unidade da Petrobras em Santos. Os técnicos veem suposta influência política na transferência da gestão desses ativos.
A Petrobras nega influência política no episódio e posiciona que o Conselho de Administração da empresa aprovou em outubro de 2017 a reestruturação nas áreas operacionais de Exploração de Produção e de Refino e Gás Natural. E sustenta que haverá uma economia de 35 milhões por ano e redução de 11% no número de funções gerenciais, "mas nenhuma demissão vai ocorrer".
(Da coluna Esplanada, do jornal O Dia)
Comentar
Compartilhe
Quintanilha assume o Desenvolvimento e Marcilene a Transparência e Controle
18/01/2018 | 10h48
A edição do Diário Oficial desta quinta-feira (18) traz novas mudanças na estrutura administrativa da Prefeitura de Campos. O secretário da Transparência e Controle, Felipe Quintanilha, passa a ocupar a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE), no lugar de Victor de Aquino, que pediu exoneração no início deste ano. No lugar de Quintanilha, assume Marcilene Daflon, até então subsecretária municipal de Fazenda.
Atualização:
A edição do Diário Oficial desta quinta-feira (18) traz novas mudanças na estrutura administrativa da Prefeitura de Campos. O secretário da Transparência e Controle, Felipe Quintanilha, passa a ocupar a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE), no lugar de Victor de Aquino, que pediu exoneração no início deste ano. No lugar de Quintanilha, assume Marcilene Daflon, até então subsecretária municipal de Fazenda.
Quintanilha analisou 2017, quando esteve à frente da pasta de Controle, como um ano difícil, mas importante e de aprendizado para a gestão do prefeito Rafael Diniz. Agora, na secretaria de Desenvolvimento Econômico, ele destaca o desafio da nova fase.
- Encontramos uma falta de gestão, de cultura orçamentária e de controle, mas tivemos que superar as dificuldades. Auditamos as contas de 2016 e diversos processos, literalmente trocamos o pneu com o carro andando, mas finalizamos com boas perspectivas para 2018. Assumo esse novo desafio, que o prefeito Rafael Diniz me coloca, em dar continuidade ao legado do grande profissional Victor de Aquino, que tive o prazer de trabalhar em São João da Barra. Nesta nova missão, nosso desafio é buscar Campos além dos royalties e desenvolvimento econômico significa melhorar a qualidade de vida das pessoas. Estou muito empolgado e feliz pela confiança do prefeito Rafael Diniz, e na certeza da capacidade que o governo tem, e das condições que nós temos de melhorar a qualidade de vida das pessoas, a partir deste ano - afirmou Quintanilha que deu as boas-vindas à Marcilene: “profissional com vasta experiência na área e que com certeza conduzirá, brilhantemente, os trabalhos, com todo conhecimento e suporte da equipe da secretaria da Transparência e Controle que é formada por grandes profissionais”, concluiu.
Subsecretária de Fazenda há um ano, desde o início do governo Rafael Diniz, a contadora com pós-graduação em gestão municipal Marcilene Daflon, com experiência em administração pública na área, assume a Transparência e Controle otimista com as perspectivas de reestruturação da economia do município.
— Na subsecretaria de Fazenda tivemos em 2017 muito trabalho, com foco na recuperação das receitas próprias, e vamos agora para o desafio de realizar uma boa gestão na secretaria da Transparência e Controle. Parabenizamos o colega Quintanilha pelo ótimo trabalho neste difícil primeiro ano do governo e acreditamos que teremos agora um ano pouco melhor para todos, mesmo que ainda com dificuldades — afirma Daflon.
Fonte: Supcom
Comentar
Compartilhe
Niteroi tem primeiro caso de macaco infectado por febre amarela
18/01/2018 | 00h09
 
Macaco morto em Laje de Muriaé, ano passado
Macaco morto em Laje de Muriaé, ano passado / Imagem meramente ilustrativa
Niterói, na Região Metropolitana do Rio, registrou o primeiro caso de um macaco infectado pelo vírus da febre amarela no estado em 2018. A confirmação é da Secretaria Estadual de Saúde. Além disso, subiu para cinco o número de caso da doença no Estado do Rio. De acordo com o informe epidemiológico divulgado na tarde desta quarta-feira pela secretaria estadual de Saúde, foi registrado um novo caso em Teresópolis, na Região Serrana. Ao todo, são cinco casos no estado desde o início do ano: dois em Teresópolis (uma morte) e três em Valença (duas mortes).
Dia D
O Rio de Janeiro realiza, dia 27, o Dia D de vacinação contra a febre amarela. Todos os 92 municípios do Rio vão participar da campanha com o objetivo de chamar a atenção da população para a importância de se imunizar contra a doença. A informação foi divulgada pela secretaria de Estado de Saúde (SES) e comentada pelo subsecretário de Vigilância em Saúde, Alexandre Chieppe, durante o tira-dúvidas promovido pelo GLOBO, ao vivo, nesta quarta-feira, 17.
— Será um dia de grande mobilização. Ressalto que será aplicada a dose integral, não fracionada. Optamos pelo sábado para facilitar a ida das pessoas. Especialmente quem mora em região de mata deve buscar a vacinação o quanto antes. Temos doses para todos e a vacina é a melhor e mais eficaz opção para se proteger contra a febre amarela – ressaltou Chieppe.
Comentar
Compartilhe
Prefeitura fala sobre iluminação
17/01/2018 | 22h34
A Prefeitura de Campos reafirmou hoje que alguns valores para comércio e indústria serão revistos na questão da taxa de iluminação. Confira abaixo:
A Prefeitura de Campos esclarece que foram identificadas discrepâncias de percentuais da Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip), no que diz respeito às classes 2 e 3, respectivamente, comercial e industrial. A equipe técnica responsável já está fazendo as adequações na planilha e após resultado da análise e posterior modificações, 35% dos consumidores das classes 2 e 3, comercial e industrial, vão pagar menos do que o valor praticado nos anos anteriores.
Segundo a Prefeitura, a redução deve girar em torno de 40%.
Comentar
Compartilhe
Morre o bebê Matheus
17/01/2018 | 20h10
Quem acompanha o blog por certo já leu sobre o bebê Matheus Vieira Lucas, que nasceu nasceu com 5 meses e meio a uma gestação de gêmeos, após uma infecção na placenta. O irmão dele não sobreviveu e morreu três horas após o parto.
Por falta de oxigênio, ele ficou uma lesão cerebral que atinge o funcionamento dos pulmões, entre outras sequelas. Mas era um verdadeiro guerreiro e tinha ao seu lado na batalha pela vida os pais Gabrielle e Marcos Lucas.
Hoje, aos 2 anos e 7 meses, o bebê Mateus não resistiu em mais uma internação e veio a falecer. Embora não conheça a família pessoalmente, a luta deles sempre me emocionou muito pela garra, determinação e amor pelo pequeno anjo. E por todas as vezes que eles tiveram que gritar ao mundo para conseguir algo para o bebê, algumas, ecoadas aqui no blog.
Deus, que já acolheu Matheus em seus braços, acalente os corações dos pais e de toda família neste momento de dor.
                                                  Mensagem da tia de Mateus, Isabelle
Comentar
Compartilhe
Taxa de iluminação: Audiência de vereadores de situação será amanhã com prefeito
17/01/2018 | 12h30
Vereadores de situação protocolaram, nesta quarta-feira(17), um pedido para audiência urgente com o prefeito Rafael Diniz (PPS). O motivo é o aumento da taxa de iluminação pública, que tem gerado protesto da população em geral e entidades como CDL, Firjan e Acic.
Atualização:
A audiência já está marcada: Será amanhã, às 15h.
Atualização:
Os vereadores integrantes do G6, Jorginho Virgilio (PRP), Silvinho Martins (PRP), Enock Amaral (PHS), Marcelo Perfil (PHS), Igor Pereira (PSB), representado pelo chefe de gabinete Gustavo Guimarães, e Marcos Bacelar (PDT) , além do vereador da base Cláudio Andrade (PSDC), terão nesta quinta-feira (18), à 15h, uma reunião extraordinária com o prefeito Rafael Diniz (PPS), secretários e superintendentes para discutir o aumento na contribuição de iluminação pública Os parlamentares entendem que os valores estão abusivos, não condizentes com a realidade econômica da população e nem com os serviços prestados no município, já que são várias as queixas de ruas com lâmpadas queimadas.
- Atendemos o clamor popular e também o princípio que nunca é tarde para corrigir um erro, por isso protocolamos, nesta quarta, o pedido para que o encontro ocorresse dentro do prazo de 24 horas, após o protocolo, o que já fomos atendidos, sendo marcada a reunião. Vamos buscar no diálogo o melhor caminho, mas a nossa proposta é que o prefeito e sua equipe revejam a forma da cobrança, principalmente pela ausência há meses de um trabalho de manutenção - destacou Jorginho Virgílio.
Também é esperada, na reunião, a participação dos secretários municipais de Fazenda, Leonardo Wigand; de Transparência e Controle, Felipe Quintanilha; e do superintendente de Iluminação Pública, Daniel Duarte.
Comentar
Compartilhe
Fátima Pacheco visita Porto do Açu
17/01/2018 | 00h49
A prefeita de Quissamã, Fátima Pacheco, realmente não para. Nesta terça-feira, mesmo dia em que lançou o Programa Municipal de Microcrédito Produtivo Orientado – Acreditar Microempreendedor - ela visitou o Porto do Açu com secretários, coordenadores e vereadores, além de representantes do IFF, Associação Empresarial e ICMBio
O objetivo foi conhecer melhor o empreendimento que é uma referência nacional e ampliará o desenvolvimento de toda nossa Região.
A comitiva foi recebida pelo representante da Prumo Logística, Caio Cunha, que explicou o empreendimento e falou sobre as oportunidades para a região.
Microcrédito
A linha especial de financiamento, lançada na noite desta terça-feira, oferecerá até R$ 5 mil por interessado, com taxa de juros reduzida.
“Esse é um momento de alegria. Olho esse auditório e vejo profissionais de diversos setores. Vamos dar oportunidade a muitos trabalhadores e colaborar para o fortalecimento da economia local. É um programa inclusivo, que terá um olhar diferenciado”, destacou a prefeita, destacando ainda a parceria da Câmara Municipal na aprovação da projeto.
Comentar
Compartilhe
Executiva Nacional tira Garotinho do PR
16/01/2018 | 20h13
O que adiantei aqui, em primeira mão, se confirmou: o ex-governador Garotinho não é mais presidente do PR no Estado do Rio.
A informação foi postada no blog dele, em que fala que a Comissão Executiva Regional Provisória do PR foi dissolvida pela Comissão Executiva Nacional do Partido da República.
Entre os motivos, é quem dos seis deputados federais eleitos em 2014, segunda maior bancada do estado, a maioria saiu. Dos oito deputados estaduais, restam apenas dois "que tem sido ameaçados de forma pública pelo presidente do PR, Anthony Garotinho, de serem expulsos do partido."
A ameaça, aliás, foi admitida pelo próprio Garotinho no blog: "É verdade. Expulsos porque se renderam à pressão de Sérgio Cabral, Picciani e à quadrilha do PMDB. Em 2014 o PR elegeu a segunda maior bancada de deputados federais, só ficando atrás do PMDB, que detinha a máquina estadual, da Prefeitura do Rio e a maioria das prefeituras. E mesmo assim, nossa coligação com o PROS elegeu oito deputados federais, seis do PR e dois do PROS". 
Ele manteve para quinta-feira uma reunião no Rio para definir os rumos de seu grupo político.
(Confira mais aqui)
Comentar
Compartilhe
Garotinho fora do PR?
16/01/2018 | 17h09
A comemoração do ex-governador Anthony Garotinho ao se garantir, através de liminar do ministro plantonista do TSE, à frente do PR no Rio pode não durar muito. Corre nos bastidores da política a informação de que ele estaria próximo de ser retirado da presidência regional. 
Caciques do Partido da República já teriam perdido a paciência diante dos inúmeros escândalos, o mais recente que envolveu diretamente a legenda e o presidente nacional, Antônio Carlos Rodrigues. Não é a primeira vez. Há cerca de um ano, parlamentares teriam chegado a pedir a saído do presidente, mas a turma do "deixa disso" conseguiu acalmar os ânimos.
O martelo já teria sido batido.
A conferir.
Comentar
Compartilhe
Pezão sanciona lei de Pudim para criação de museu afro-brasileiro
16/01/2018 | 16h38
A Lei 7.851/18, que estabelece diretrizes para a criação de um museu afro-brasileiro na capital fluminense, foi sancionada pelo governador Luiz Fernando Pezão. A medida, publicada no Diário Oficial desta terça-feira (16/1), é de autoria do deputado Geraldo Pudim (PMDB) e determina critérios para a formação do acervo, capacitação da equipe e captação de recursos.
De acordo com o texto, os objetivos do museu são: auxiliar as escolas no ensino da história e da cultura afro-brasileira, conforme determina a Lei Federal 9.394/96, divulgando a contribuição dos afrodescendentes para o desenvolvimento do estado e do Brasil. Uma maneira de garantir que o local seja uma referência de expressão e manifestação cultural do povo negro e de sua história.
“Por que não temos um museu afro-brasileiro capaz de provocar nos visitantes as mesmas reflexões humanistas e antirracistas que o museu dedicado ao Holocausto provoca? A escravidão é o fato histórico mais relevante da história do Brasil. Seus efeitos sociais, culturais e econômicos estão em toda parte. A violência da escravidão durou mais de 300 anos, consumiu a vida de 3 milhões de africanos e de incontáveis descendentes”, argumentou o autor da lei.
O acervo do museu será composto de todos os objetos que possam reconstituir a contribuição cultural e histórica dos afrodescendentes. Para garantir a captação de verba para a criação do museu, o Executivo poderá destinar recursos próprios e celebrar convênios com órgãos públicos federais e estaduais e com entidades sem fins lucrativos da sociedade civil.
A lei é fruto de um substitutivo que incorporou doze emendas realizadas pelos deputados. Entre as mudanças propostas pelos parlamentares, está a que determina que o museu capacite professores e intelectuais para implantarem estudos sobre a escravidão nas instituições de ensino do Rio.
(Fonte: Ascom/Alerj)
Comentar
Compartilhe
"Que tiro foi esse" na versão Lula
16/01/2018 | 13h41
O novo hit do verão "Que tiro foi esse", de Jojo Todynho, já tomou conta da internet. Ok que é de um gosto duvidoso e tem recebido muitas críticas, até pela violência presente no cotidiano dos brasileiros. Mas viralizou e já ganhou interpretações de famosos, como os filhos dos apresentadores Luciano Huck e Angelica, Giovanna Ewbank pulando na piscina com a filha Titi e o marido Bruno Gagliasso (ela, aliás, saiu em defesa do funk)
Sem perder o (bom) humor, saiu uma versão política, com o ex-presidente Lula estrelando. Polêmicas à parte, está hilário - ou, como diz o funk "um arraso"
Comentar
Compartilhe
Morre ex-ministro do Exército, o campista Carlos Tinoco Ribeiro Gomes
16/01/2018 | 13h16
Morreu nessa segunda-feira (15), no Hospital do Exército, no Rio, o general do Exército Carlos Tinoco Ribeiro Gomes, aos 90 anos. 
 General Tinoco foi ministro do Exército entre março de 1990 e outubro de 1992, durante o governo do ex-presidente Fernando Collor. Antes, havia sido comandante do Comando Militar do Sudeste (São Paulo).
Homenagem no Palácio Duque de Caxias
Homenagem no Palácio Duque de Caxias / Divulgação
Nascido em Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, Tinoco ingressou na Escola Militar do Realengo (RJ) em 1946. Ao longo da carreira, recebeu diversas condecorações civis e militares, em várias funções de destaque.
O corpo do general está recebendo as homenagens no Palácio Duque de Caxias e virá para Campos ainda nesta terça-feira. A previsão, segundo familiares, é que ele chegue para o velório no Campo da Paz, por volta das 22h, escoltado por combatentes do exército. Já o sepultamento está previsto para as 10h desta quarta-feira (17), no cemitério do Caju.
(Com informações do G1)
Comentar
Compartilhe
Rafael troca comando da Guarda Municipal: Sai Bolckau e entra Mariano
16/01/2018 | 11h43
O Diário Oficial de hoje traz a exoneração de Wylliam Carvalho Pacheco Bolckau do comando da Guarda Municipal. Em seu lugar assume Fabiano de Araújo Mariano, superintendente de Postura. 
Já para a Postura ainda não há um novo superintendente designado.
Atualização:
Em nota, a superintendência de Comunicação falou sobre a mudança:
"A Guarda Civil Municipal (GCM) de Campos tem a partir desta terça-feira (16), como publicado em Diário Oficial, o comando do servidor de carreira Fabiano de Araújo Mariano. Com 18 anos de atuação na Guarda, Mariano tem amplo exercício na área. Já comandou a Guarda na Baixada Campista por mais de cinco anos, de 2008 a 2013.
O servidor também esteve na coordenação do verão da praia do Farol de São Thomé de 2014 a 2017. Há quatro anos, atua como superintendente de Postura na cidade.
— Nenhuma mudança deve ser vista como conquista ou derrota e sim como transformação. A busca é por serenidade para ultrapassar os desafios. Até porque, não estou aqui para ser considerado “bom”, estou aqui para ser ético, justo e coerente na busca de uma boa gestão, que some ao governo Rafael Diniz — disse Mariano.
Fabiano Mariano assume a Guarda Civil Municipal no lugar Wylliam Carvalho Pacheco Bolckau, que esteve à frente do comando da Guarda de Campos no ano de 2017".
E acrescentou: "Conforme anunciado na imprensa, recentemente, a Prefeitura de Campos vem passando por readequações em seu quadro administrativo. Estas alterações já estavam previstas".
Fabiano Mariano
Fabiano Mariano / Supcom
 
Comentar
Compartilhe
Nildo Cardoso desiste da pré-candidatura à Alerj
16/01/2018 | 10h53
Nome tido como certo para disputa à Assembleia Legislativa do Estado (Alerj), o ex-vereador Nildo Cardoso, hoje superintendente municipal de Agricultura e Pecuária, desistiu da pré-candidatura. 
De acordo com Nildo, ele pretende dedicar-se à Pasta e, em especial, ao projeto do Polo Agroalimentar, que, aliás, começa a ser debatido nesta terça-feira (lembre aqui)
O superintendente vai apoiar um nome em 2018, mas não revelou qual.
Comentar
Compartilhe
Ministro do TSE mantém Garotinho na presidência do PR
16/01/2018 | 10h38
O ministro do Tribunal Superior Eleitoral, Admar Gonzaga, concedeu liminar em Habeas corpus (HC) para manter o ex-governador Anthony Garotinho na presidência do Partido da República (PR). 
Na última quarta-feira (11) o juiz da 129ª Zona Eleitoral de Campos, Ralph Manhães, reafirmou o afastamento de Garotinho da presidência do partido, o que havia sido determinado na mesma decisão que determinou sua prisão, em 22 de novembro do ano passado, dentro da operação Caixa d'água.
O ministro Admar, que em substituição ao ministro de plantão Luiz Fux – que se declarou impedido, reafirmou a decisão concedida em habeas corpus anteriormente e determinou que qualquer medida cautelar imposta ao ex-governador seja revogada.
(A informação é do blog de Ralfe Reis)
Comentar
Compartilhe
"Bancadas" misturadas na missa de Sto Amaro
15/01/2018 | 16h50
Como todos os anos, os políticos compareceram em massa à Festa de Santo Amaro, na Baixada campista.
No mais tradicional espírito de confraternização, teve o vereador Thiago Ferrugem (PR) no mesmo lado do prefeito Rafael Diniz e parte da bancada de situação.
No lado contrário, tinha a oposição junto com Wladimir Garotinho (PR). Ali também estavam o vereador Igor Pereira (PSB), governista, e o deputado estadual João Peixoto (PSDC). Desafeto de Peixoto, o vereador José Carlos (PSDC) estava ao lado de Rafael.
Vídeo do face do vereador Abu 
Comentar
Compartilhe
Gilmar Mendes hostilizado por brasileiras em Portugal
15/01/2018 | 00h06
Ainda presidente do TSE, o ministro Gilmar Mendes - que também é membro do Supremo Tribunal Federal - foi hostilizado por brasileiras em Lisboa, Portugal.
O ministro aparece passeando em frente à Livraria Sá da Costa, no bairro de Chiado, quando é abordado pelas mulheres brasileiras. Uma delas afirma: "O senhor é de uma injustiça imensurável. Inclusive, deve estar querendo se disfarçar aqui, andando como um comum dos mortais, coisa que não é". Outra brasileira indaga: "O senhor não tem vergonha do que faz pelo País?" Em outro momento do vídeo, a brasileira diz que "viu o senhor de longe". E acrescenta: "A gente pede pra Deus levar o senhor para o inferno.
Mendes não responde os comentários feitos pelas brasileiras, mas solta um "Ai, meu Deus do céu" e segue caminhando com um sorriso no rosto.
Gilmar Mendes vem enfrentando forte oposição, inclusive dentro do próprio STF, por causa de seu posicionamento com relação a acusados, principalmente no âmbito da Lava Jato. No fim de 2017, o ministro concedeu habeas corpus a vários presos, entre eles a ex-primeira dama do Rio Adriana Ancelmo, o empresário do ramo de ônibus Jacob Barata (por três vezes) e o ex-governador Anthony Garotinho, este último na operação Caixa d'água.
Comentar
Compartilhe
Eron Simas: investigar quem compra e quem vende voto
13/01/2018 | 22h34
Em entrevista exclusiva - a primeira desde que assumiu a esfera cível-eleitoral oriunda da operação Chequinho - o juiz Eron Simas fala sobre condução das Ações de Investigação Judicial Eleitoral (Aije), que levaram à condenação de 42 réus, entre eles, a ex-prefeita Rosinha Garotinho. Como efeito das sentenças de Eron Simas, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) já cassou o mandato de oito vereadores de Campos, sendo que dois deles - Jorge Magal e Vinícius Madureira - estão recorrendo ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas fora dos cargos. O magistrado diz que em todas as sentenças estão demonstradas, de maneira muito clara, as provas que levaram à condenação ou à absolvição. Afirma, ainda, que não parece crível que a ex-prefeita Rosinha ignorasse o que estava acontecendo e diz que a Lava Jato é importante, mas, por si só não é a solução para a corrupção no Brasil.
Folha da Manhã – O senhor assumiu o caso Chequinho no dia 21 de setembro de 2016, no auge da operação e às vésperas da tensa eleição municipal. Assumiu, por determinação do então presidente do TRE, desembargador Jayme Boente, depois que vários magistrados se declararam impedidos. Como recebeu esta “missão”?
Juiz Eron Simas – Para o juiz eleição municipal é sempre um desafio, principalmente em cidades de interior, onde há essa proximidade dos candidatos com os eleitores. Em Campos, pelo histórico de acirramento político, é ainda mais desafiador. Fui pego de surpresa com a nomeação, que ocorreu devido a licença-médica de uma colega, mas logo que comunicado procurei tomar par do que estava ocorrendo, resolver o que havia pendente e manter a tranquilidade para cumprir a tarefa da melhor maneira possível.
Folha – No dia seguinte, o senhor proferiu sua primeira decisão no caso: Suspendeu, até as eleições, o Cheque Cidadão para cadastrados a partir de junho daquele ano. Na decisão, destaca a importância do programa social, prova documental indicava que passou a haver componente político, “tornando-o ferramenta de campanha eleitoral”. Já naquele momento identificava-se isso?
Juiz Eron Simas – É. Naquele momento as investigações ainda estavam no início, mas já era possível verificar que havia algo de errado. Além do número de beneficiários do Cheque Cidadão ter aumento consideravelmente num curto período, as listas encontradas na em-presa responsável pela confecção dos cartões indicavam um número ainda maior de pessoas inscritas. Foi essa diferença alarmante e até então inexplicada que chamou a atenção e que gerou suspeita. No entanto, mesmo diante deste cenário, busquei preservar as pessoas que já recebiam o Cheque Cidadão há mais tempo, porque elas nada tinham a ver com essa situação. E nós sabemos que no final são essas pessoas mais humildes, que realmente dependem do benefício para viver, que acabam sofren-do. Quis preservá-los disso e focar apenas nos beneficiários inscritos de última hora, isto é, nos meses próximos às eleições.
Folha – Por incontáveis vezes na esfera criminal-eleitoral da Chequinho, o ex-governador Garotinho, a então prefeita Rosinha e os demais réus contestaram a presença do juiz Ralph Manhães no processo. De certa forma o senhor foi mais “poupado”. Os ataques não eram tão diretos, embora houvessem. Como vê este posicionamento dos políticos envolvidos no caso?
Juiz Eron Simas – Infelizmente, esse é um comportamento que tem se tornado frequente. Isso faz me lembrar uma de frase de Millôr Fernandes. Em uma de suas tiradas sarcásticas, Millôr se questionava: “Como posso confiar numa justiça que não me dá razão?” No entanto, descontentamento com decisão judicial resolve-se pela via do recurso, jamais por ataques pessoais ao juiz, com o intuito de pôr em xeque a sua integridade e a sua imparcialidade de forma infundada.
Folha – No decorrer do processo, o senhor recebeu algum tipo de pressão? Alguma ameaça, mesmo que velada?
Juiz Eron Simas – Nunca recebi qualquer tipo de pressão, nem de ameaça.
Folha – Foram 38 Aijes e apenas um dos réus não condenado – Wellington Levino. A teoria da “perseguição” alegada pelo casal Garotinho é derrubada por este número de ações e 42 réus?
Juiz Eron Simas – Na verdade, a tese de perseguição que eles sustentam é porque todos os condenados seriam do seu grupo político. Mas posso afiançar, ao menos que diz respeito à minha atuação – e só posso falar por mim –, que sempre conduzi e julguei os processos com absoluta imparcialidade. Não julguei nenhum dos réus a partir da aproximação política que tem com A ou B. Em todas as sentenças estão demonstradas, de maneira muito clara, as provas que levaram à condenação ou à absolvição. As partes e o público em geral têm o direito de discordarem da sentença, mas nunca poderão dizer que decidi de tal ou qual forma para prejudicar ou favorecer quem quer que seja.
Folha – Além das provas testemunhais, havia os documentos apreendidos e que demonstraram o au-mento de beneficiários: Oficialmente, entre março e agosto, passou de 11.542 para 12.954. Extraoficialmente, em uma lista da Trivale/Valecard, para 30.469. Mais de R$ 6 milhões repassados pela Prefeitura à empresa em um único mês, enquanto se fosse pelo oficial seria cerca de R$ 2,6 milhões. Essa sangria nos cofres públicos era muito aparente, difícil não enxergar, correto?
Juiz Eron Simas – Eu acho difícil não enxergar, sobretudo pelo considerável aumento de repasse num momento em que se dizia de crise financeira. De qualquer forma, essa questão ainda será levada à apreciação do TRE e, possivelmente, ao TSE, de sorte que não me sinto à vontade tecendo considerações específicas e alongadas sobre o mérito de recurso ainda pendente de julgamento. Também não sou de fazer ode às minhas decisões.
Folha – Como o senhor mesmo diz na sentença “o conjunto probatório também não deixa qualquer dúvida de que a inscrição indiscriminada e clandestina de novos beneficiários no programa social Cheque Cidadão tinha por objetivo servir como moeda de troca por voto em benefício dos candidatos aliados do grupo político que estava à frente da administração municipal”. Acha que essa quantidade de provas era uma demonstração de crença na impunidade?
Juiz Eron Simas – Tenho para mim que sim. Até bem pouco tempo o pensamento reinante era o de que em eleição podia-se fazer tudo. Aliás, há a célebre frase de uma ex-presidente da República de que em hora de eleição pode-se (podia-se) fazer o “diabo”. Contava-se muito – e que devemos fazer uma mea-culpa – que eventuais abusos, se descobertos, dariam em processos que se arrastariam por anos na Justiça Eleitoral. Hoje o cenário está bem diferente e devemos lutar para permaneça assim. Digo mais: devemos avançar para começar a investigar e punir também os que vendem o seu voto. Atualmente, há uma caçada contra os políticos por corrupção eleitoral – o que é salutar, mas um aparente esquecimento de um sem número de pessoas que fomentam esse comportamento. Não podemos tratar o eleitor que troca o seu voto por “carrada de areia”, por “milheiro de tijolos” e por cargos comissionados para parentes como vítimas. Essas pessoas são tão responsáveis quanto os candidatos. Não podemos esperar uma reforma política sem a correspondente e necessária mudança daqueles que são os responsáveis por prover esses cargos.
Folha – Na sentença da Aije principal, o senhor cita sobre a participação da então prefeita Rosinha: “...ingênuo supor que a investigada ignorava a compra de votos com o Cheque Cidadão. A magnitude do esquema, por si só, rechaça qualquer raciocínio que tente trilhar por esse caminho”. E, em outro trecho: “Quanto a ela também são duas as hipóteses possíveis, ambas conducentes à sua responsabilidade. Ou a então Prefeita avalizou a realização da fraude eleitoral por meio da distribuição irregular de Cheque Cidadão ou, ao menos, permitiu que essa ilegalidade fosse cometida, por me-ses, fazendo vista grossa”. Em uma terceira vez: “Em conclusão, reitera-se, quanto à investigada Rosângela Rosinha Garotinho Barros Assed Matheus de Oliveira, não é crível, nem lógico, que tenha sido alijada do processo decisório que resultou no esquema fraudulento com o programa Cheque Cidadão. De outro lado, mesmo que se admita, por suposição, essa possibilidade, não há como escapar do juízo de responsabilidade que advém de sua flagrante omissão, ao permitir tamanha violação aos cofres públicos do Município que comandava”. Era pontuar exatamente a participação da ex-prefeita no esquema?
Juiz Eron Simas – Exato. Não me pareceu crível que ela desconhecesse tudo o que estava ocorrendo. De toda forma, repito aqui, essa questão será analisada pelo TRE e talvez pelo TSE. Assim, não me sinto à vontade para comentar sobre detalhes.
Folha – O TRE tem confirmado todas as sentenças da Chequinho, o que resulta na cassação dos mandatos e o consequente afastamento dos condenados. O TSE já confirmou a sentença de um deles. Os demais ficarão para 2018, o TSE já sob a pre-sidência do ministro Luiz Fux. Na primeira prisão do ex-governador Garotinho, ele chegou a dizer que o TSE concedeu Habeas corpus pela “fragilidade” da prova que levou à prisão preventiva. Como avalia que o TSE deverá se comportar nos casos da Chequinho no próximo ano?
Juiz Eron Simas – Não há como fazer qualquer prognóstico. Como se diz, cada cabeça é uma sentença. Para agravar, o julgamento é colegiado. Há que se considerar, ainda, que os processos envolvem a valoração de provas, o que permite interpretações diversas. O mais importante é mantermos a confiança na lisura e imparcialidade dos julgamentos. Não podemos apenas aplaudir quem concorda conosco e pôr em dúvida a integridade de quem decide de forma diferente. Infelizmente, isso tem ocorrido.
Folha – A eleição do ano passado foi a primeira depois da operação Lava Jato já devidamente consolidada, com os efeitos já percebidos e confirmados através de prisões e condenações. A operação também já estava em andamento no Rio. A Lava Jato, sem dúvidas, é um divisor de águas na Justiça brasileira. Acha que os políticos têm consciência disso? De que o Brasil que existia antes dela acabou?
Juiz Eron Simas – Veja bem: sou um pouco pessimista em relação a isso. Acho que ainda é muito cedo para asseverarmos que o Brasil que existia antes da Lava Jato acabou. Não po-demos esquecer que os esquemas de corrupção continuaram mesmo com a operação todos os dias nas primeiras páginas dos jornais. Além disso, são mais de 500 anos de uma cultura política carregada de vícios. É ilusão acreditar que em três anos esse problema estará resolvido. A mudança dependerá, em muito, das nossas escolhas nas próximas eleições. Mas com cuidado redobrado. Se fizermos um paralelo com a Itália, vamos observar que foram os resultados positivos da Operação Mãos Limpas que criaram o cenário para a ascensão de Silvio Berlusconi e o resultado dessa história nós conhecemos. Então, em resumo, acredito que a Operação Lava Jato foi importantíssima, mas, por si só, não é a solução. O Judiciário, apesar dos ataques que vem sofrendo da classe política, deve continuar firme na sua missão de combate à corrupção. E, para finalizar, embora digam que elogio em boca própria é vitupério, deve-se reconhecer que nesse quesito a Justiça de Campos dos Goytacazes tem se destacado.
Folha – No final do ano, o vazamento de um áudio atribuído ao juiz Glaucenir Oliveira acabou repercutindo na imprensa e no meio político e jurídico. Até o momento, ele responde em três frentes: Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Corregedoria Geral da Justiça Eleitoral movidas pelo ministro Gilmar Mendes e inquérito da Polícia Federal. Como o senhor viu o episódio?
Juiz Eron Simas – Prefiro não comentar sobre esse assunto.
Folha – Em um julgamento no TSE, em abril do ano passado, o então ministro Hermann Benjamin falou, de maneira irônica, que deveria ser muito difícil atual em Campos porque: “juiz não presta, promotor não presta, polícia não presta”. Quinta-feira, durante visita do presidente do TRE, desembargador Fonseca Passos, à cidade, os juízes eleitorais relataram a dificuldade de conduzir processos aqui na cidade. É realmente difícil atuar aqui?
Juiz Eron Simas – A observação feita por Sua Excelência, o ministro Hermann Benjamin, referia-se – de fato em tom irônico – a algumas queixas e acusações feitas por determinados réus a autoridades que participaram da Operação Chequinho. Mas, no geral, ser juiz em Campos é como ser Juiz em qualquer outro lugar. A peculiaridade daqui é esse intenso e constante embate de forças políticas, do qual o magistrado deve estar ciente e cuidar para que não influencie na sua atuação. Isso exige equilíbrio e sangue frio.
Folha – Qual sua impressão da reunião com desembargador Fonseca Passos (presidente do TRE, que esteve em Campos quinta-feira, dia 11)? O que se pode esperar da próxima eleição?
Juiz Eron Simas – A reunião destinava-se apenas a Juízes que estão em exercício da Justiça Eleitoral, o que não é mais o meu caso. Por isso, não participei. Passei apenas ao final para cumprimentar o presidente, Des. Fonseca Passos, e o corregedor, Des. Carlos San-tos. Quanto à próxima eleição, são eleições gerais, de modo geral, mais tranquilas do que as eleições municipais. Mas seja como for, a população pode esperar uma Justiça Eleitoral atuante, presente, e muito atenta a toda e qualquer ação que busque influenciar indevidamente na disputa entre os candidatos.
Comentar
Compartilhe
"Não parece crível que a ex-prefeita desconhecesse o que estava acontecendo", diz juiz
13/01/2018 | 22h26
Responsável pelo julgamento de 38 Ações de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) do caso Chequinho, o juiz Eron Simas fala em entrevista exclusiva sobre a condução do caso, que resultou na condenação de 42 réus, entre eles, a ex-prefeita Rosinha Garotinho.
O magistrado diz que em todas as sentenças estão demonstradas, de maneira muito clara, as provas que levaram à condenação ou à absolvição. Afirma, ainda, que não parece crível que a ex-prefeita Rosinha ignorasse o que estava acontecendo.
Destaca que a mudança que a sociedade tanto almeja tem que ser iniciada por ela mesmo. E que quem vende seu voto não pode mais ser tratado como vítima.
Confira a entrevista completa na edição deste domingo da Folha da Manhã.
Comentar
Compartilhe
Polo Agroalimentar de Campos em debate na próxima terça
12/01/2018 | 12h57
Projeto desde que o hoje superintendente de Agricultura e Pecuária, Nildo Cardoso, era vereador, o Polo Agroalimentar de Campos será discutido na próxima terça-feira, no 1º Encontro de Secretários Municipais de Agricultura do Norte Fluminense. O Encontro acontece a partir das 10h, nas instalações da antiga Ceasa, em Guarus, que serão recuperadas.
— O encontro será importante para aprofundarmos os detalhes da implantação do Polo Agroalimentar, que representará a largada para o desenvolvimento econômico não só de Campos, mas também dos nossos vizinhos. Temos que trabalhar integrados — afirmou o superintendente.
O encontro, organizado pelo Conselho dos Secretários Municipais de Agricultura do Norte Fluminense, do qual Nildo é presidente, será aberto com um café da manhã com produtos da região. Depois, o superintendente dará início aos trabalhos, coordenando os pronunciamentos dos participantes, dentre eles um representante do Ministério da Agricultura, o superintendente Federal de Agricultura no estado, José Essiomar Gomes. Confirmou presença também a superintendente estadual da Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB), Janine Martins. Vão falar ainda especialistas em gestão de centrais de abastecimento.
Segundo Nildo, a proposta é fazer o polo concentrar a comercialização e distribuição de gêneros alimentícios diversos em um raio de 200 quilômetros, chegando a municípios da Região dos Lagos, Região Serrana e partes dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo.
— Precisamos fortalecer a agricultura regional. Produtores de Campos e dos municípios da região terão espaços no polo e ali venderão seus gêneros a fregueses de diversas regiões. Queremos implantar uma forte rede de comércio para alavancar esse importante setor econômico não só em Campos, mas também em toda a região — acrescentou o superintendente.
(Com informações da Supcom)
Comentar
Compartilhe
Projeto "Verão com Cristo" em Farol
12/01/2018 | 12h40
Para quem curte uma programação diferenciada no verão, a Praia do Farol tem essa opção. E recebeu, pela primeira vez, no sábado dia 6, o Projeto Verão com Cristo. Com o tema “Todos Verão Jesus”.
O projeto, do vereador Marcelo Perfil, aconteceu na Tenda para Todos, estrutura montada pela Prefeitura na Aldeia do Sol, com um culto celebrado pelo Apóstolo Paulo Velasco e pela Pastora Damiana Freire. "Uma multidão pode adorar ao Senhor naquele lugar e aprovou a iniciativa de ter uma programação voltada para os Cristãos durante o verão na praia campista" disse Perfil, destacando que não há custo nenhum para a Prefeitura de Campos.
O projeto funcionará todas as sextas e sábados e para esse final de semana está programada a realização da 2ª Edição do Profetiza Campos, com a participação do DJ Mothé de Jesus, Pastora Damiana Freire e Banda, além de outros ministérios de louvor.Ao longo da programação estão previstas as participações do Ministério Nova Jerusalém, Salomão do Reggae, Eli Soares e outros nomes que serão divulgados pela organização.
"Foi um sucesso o lançamento no último sábado 6/1. E neste sábado será melhor ainda", afirma o vereador.
Comentar
Compartilhe
Prefeito de São Fidélis exonera todos os secretários e cargos de confiança
12/01/2018 | 09h48
O prefeito de São Fidélis, Amarildo do Hospital, exonerou o pessoal dos cargos comissionados, inclusive secretários.
A medida, de acordo com a portaria publicada em Diário Oficial, foi para adequar e otimizar a estrutura administrativa básica do município;
Ele também anunciou que contará trabalhadores para varrição de rua, alugando apenas os caminhões e ainda reduziu o horário de funcionamento da prefeitura - que passa a ser das 7 às 13h, de segunda a sexta-feira.
Comentar
Compartilhe
Juízo da 129 Zona Eleitoral com poder de polícia em 2018
11/01/2018 | 12h29
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) já está estabelecendo as regras para as eleições de 2018. O Diário Oficial da Justiça, edição de hoje, traz que em Campos, o juízo da 129 Zona Eleitoral terá poder de polícia. O titular é o juiz Ralph Manhães.
As próximas eleições, aliás, estão na pauta da reunião que o presidente do TRE desembargador Carlos Eduardo da Rosa da Fonseca Passos terá com juízes eleitorais e servidores, na tarde de hoje, em Campos.
Comentar
Compartilhe
Pescadores de Campos poderão ser beneficiados por portaria federal
11/01/2018 | 12h12
Cerca de 350 pescadores de Campos poderão ser beneficiados com a Portaria 2.546, de 29/12/17, da Secretaria Federal de Aquicultura e Pesca, do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. A Portaria regula a autorização temporária da atividade pesqueira na categoria de “Pescador Profissional Artesanal”, até que seja finalizado o recadastramento geral do “Registro Geral da Atividade Pesqueira” (RGP).
 
— A publicação desta portaria representa um grande avanço na política de desenvolvimento do segmento pesqueiro. Desde 2012, pescadores artesanais têm conseguido apenas o protocolo do RGP, que não dá direito às diversas políticas públicas voltadas a esta classe de trabalhadores e trabalhadoras, sendo um destes direitos o de receber o Seguro Defeso — afirmou o superintendente adjunto de Pesca e Aquicultura, José Armando Ribeiro.
 
 
A medida acontece menos de dois meses após visita de José Armando ao Escritório Federal da Pesca e Aquicultura, no Rio de Janeiro. “A necessidade de se autorizar o andamento destes processos foi pauta na reunião, que tive com o coordenador do escritório Federal da Pesca, Jaime Marinho. E pouco mais de um mês depois temos a confirmação desta importante medida”, destaca o superintendente adjunto.
 
Também está assegurada a reabertura da Sala da Pesca em Campos, inaugurada ainda sob a administração do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), mas que acabou fechada em meados do ano passado.
 
— Agora, em conversa telefônica, o Doutor Jaime confirmou a reabertura, em cooperação com a prefeitura, e com a possibilidade de atendimento a todos pescadores dos municípios da região. Procedimentos como documentos de embarcações, permissões de pesca e arrasto e relacionados cadastro do RGP, voltarão a ser realizados na região — conclui José Armando.
Comentar
Compartilhe
Juiz mantém afastamento de Garotinho da presidência regional do PR
10/01/2018 | 20h05
O juiz Ralph Manhães manteve o afastamento do presidente regional do PR, Anthony Garotinho, e do nacional, Antônio Carlos Rodrigues, de seus cargos. O afastamento foi estabelecido na decisão que levou os dois e outras seis pessoas à cadeia, em novembro.
Com isso, "qualquer ato praticado pelos referidos réus na condição de presidente do partido a que pertencem será considerado como descumprimento de ordem judicial, sujeitando-se aqueles, portanto, à imposição de medidas mais rígidas".
Comentar
Compartilhe
Vereadores de oposição no MP contra aumento da taxa de iluminação
10/01/2018 | 19h29
Vereadores de oposição protocolaram, nesta quarta-feira (10), uma Representação junto ao Ministério Público Estadual (MPE) contra o aumento da taxa de iluminação pública, que agora passa a ser cobrada de acordo com o gasto por kwh de residência ou comércio. No documento, os parlamentares pedem que o MP fiscalize a iluminação pública no município. Estiveram no MP os vereadores Thiago Virgílio (PTC), Thiago Ferrugem (PR), Kellinho (PR), Linda Mara (PTC), Ozéias (PSDB), Miguelito (PSL) e a suplente Josiane Morumbi (PRP).
Segunda-feira, CDL, Acic e Firjan também questionaram o aumento. A CDL, inclusive, informou que fará um estudo independente sobre o assunto.
No MP, após sorteio, a Representação foi encaminhada à 1 Promotoria de Tutela Coletiva, que tem como responsável o promotor Leandro Manhães.
Pela nova planilha, a população de baixa renda com faixa de consumo de energia de 0-30 kwh não pagará taxa de iluminação. De 101-200 kwh pagará R$ 7,04 e assim sucessivamente. Acima de 1001 kwh, o valor da taxa vai a R$ 57,77. Em outra classe, a residencial o valor vai de R$ 1,55 a R$ 57,77 dependendo do consumo em kwh. Em alguns casos tem consumidor arcando com mais de 200% de aumento.
De acordo com o vereador Thiago Ferrugem, entre os pontos questionados na Representação, estão aumento abusivo e diante de um serviço que não está sendo prestado a contento.
Já Josiane explicou: "O que esse aumento faz é afogar de novo os geradores de empregos e renda do nosso município, que agora que começaram a ter um fôlego de esperança, já se veem de novo prejudicados e se afogando em tributos. Dessa forma se torna impossível se reerguer economicamente, diante do tamanho peso que foi literalmente “ imposto”, pelo atual governo".
"Há mais de sete meses nosso município vem sofrendo com falta de iluminação e agora este aumento", disse Thiago Virgílio.
POSICIONAMENTO DA PREFEITURA:
Em nota anterior, a Prefeitura de Campos confirmou “discrepâncias de percentuais da Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip), no que diz respeito às classes comercial e industrial”. No entanto, não explica de que forma ou se novo cálculo já está sendo realizado e como será a restituição para quem já pagou a conta. Sobre as residências não comentou.
Em nota salienta: “O cálculo leva em consideração a capacidade contributiva de cada consumidor”.
Segundo o superintendente de Iluminação Pública, Daniel Duarte, a nova contribuição sobre iluminação pública (Cosip) proporcionará ao município melhorias no parque de iluminação.
Explica que os cálculos são feitos de acordo com as variáveis: taxa de consumo, bandeira tarifária do mês, conforme definição do governo federal, e classe que o consumidor está inserida na concessionária de energia. Entre a classe residencial — baixa renda, por exemplo, cerca de 2.800 contribuintes terão isenção total da taxa. Já na classe residencial, aproximadamente, 58 mil contribuintes terão redução de, aproximadamente, 60% da taxa em relação ao exercício anterior. Da classe rural, 2.200 clientes terão redução de, aproximadamente, 10% em relação à taxa anterior.
Daniel ressalta, ainda, que nos últimos anos não houve correção dos valores que correspondesse ao aumento do número de pontos de iluminação e aos reajustes anuais do governo federal em relação à tarifa de energia. Com isso, a arrecadação da taxa de iluminação em 2017 não cobriu nem 40% dos custos da energia consumida, além de serviços de manutenção como troca de lâmpadas e melhorias no parque de iluminação.
Leia mais no Folha 1.
Comentar
Compartilhe
Câmara de SJB realiza sessão extra para avaliar pedido do Executivo para melhorias na Saúde
10/01/2018 | 15h03
A Câmara de Vereadores de São João da Barra vai promover uma sessão extraordinária sexta-feira (12), às 14h. O objetivo é apreciar um projeto de lei enviado à Casa pelo Executivo, através do edital de convocação 001/2018. A matéria dispõe sobre o seguinte assunto:
Autorização para o município promover transação com a Santa Casa de Misericórdia de Campos recebendo seu crédito em serviços fornecidos pelo referido hospital. E visa ampliar a prestação de serviços de saúde fornecidos pelo município, em especial, àqueles referentes a procedimentos médicos de média e alta complexidade, assim ampliando e otimizando os mesmos.
(Fonte: Ascom Câmara)
Comentar
Compartilhe
Estado quita hoje salários de novembro
10/01/2018 | 09h35
A Secretaria de Estado de Fazenda quita hoje (10/1) os salários de novembro do funcionalismo público para quem não havia recebido os seus vencimentos até o momento. Ao todo, serão depositados R$ 169,8 milhões para 15.927 servidores ativos, inativos e pensionistas, de todas as categorias.
 
Os pagamentos efetuados hoje são com recursos da arrecadação tributária. Os depósitos ocorrerão ao longo do dia, mesmo após o término do expediente bancário.
(Fonte: Assessoria)
Comentar
Compartilhe
Caixa d'água: Audiência remarcada para dia 6 de fevereiro
09/01/2018 | 18h12
O juiz Ralph Manhães, responsável pela investigação da Operação Caixa d’água, remarcou para o dia 6 de fevereiro, às 12h40, a oitiva das testemunhas de acusação, inicialmente marcada para amanhã (quarta-feira).
Ontem, os réus Fabiano Alonso e Suledil Bernardino haviam requerido o adiamento. Os pedidos foram encaminhados para o Ministério Público Eleitoral, que também se manifestou pelo remarcação da data, considerando que os prazos processuais continuam suspensos em função do recesso forense.
Confira abaixo a decisão do juiz Ralph Manhães:
DECISÃO
Tendo em vista a proximidade da audiência de Instrução e Julgamento marcada nestes autos e considerando-se que os prazos processuais estão suspensos, não tendo sido, portanto, apresentadas todas as defesas prévias, bem como por se tratar de pedido da defesa, redesigno a audiência para oitiva das testemunhas de acusação para o dia 06/02/2018 às 12h40min. Intimem-se.
Oficie-se à ilustre relatora junto ao TRE-RJ.
Intime-se o dativo já nomeado acerca da nova data, devendo o cartório informar o termo final dos prazos de respostas, dando-se ciência ao dativo também acerca deste prazo, quando então poderá apresentar a defesa prévia daqueles que não ofertarem tal peça técnica.
Campos, RJ, 09 de janeiro de 2018.
Ralph Machado Manhães Júnior - Juiz Eleitoral
Atualização para correção e inclusão de informações.
 
Comentar
Compartilhe
Caixa d'água: Dois réus pedem que audiência seja remarcada
09/01/2018 | 11h44
Dois réus em ação oriunda da operação Caixa d'água - Fabiano Alonso e Suledil Bernardino - apresentaram pedido para que a primeira audiência, marcada para esta quarta-feira (10), seja adiada. 
A operação Caixa d’água foi desencadeada em 22 de novembro do ano passado e levou à prisão oito pessoas, entre elas os ex-governadores Anthony e Rosinha Garotinho (PR). Eles foram presos sob a acusação de integrarem uma organização criminosa que arrecadava recursos de forma ilícita com empresários com o objetivo de financiar as próprias campanhas eleitorais e a de aliados, inclusive mediante extorsão.
Suledil figura na denúncia do Ministério Público Eleitoral (MPE) como “fiel e obediente executor e cumpridor das ordens emanadas por Anthony e Rosinha Garotinho, principalmente as ordens relativas à execução ou não do pagamento às empresas, a fim de nelas gerar uma situação de necessidade e dependência extremas em relação do Grupo político que estava no Poder Executivo Municipal, criando um círculo vicioso de obrigatoriedade de realização de doações oficiais e oficiosas, conforme o caso, para campanhas eleitorais”. Já Alonso, segundo a denúncia, faria intermediação com empresários.
Leia mais na Folha1.
Comentar
Compartilhe
Taxa de iluminação na pauta da CDL
09/01/2018 | 11h06
Na primeira reunião da nova diretoria da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Campos (CDL), realizada na segunda-feira (08/01) dois assuntos se destacaram: o aumento taxa de iluminação pública cobrada pela prefeitura na conta de energia elétrica da operadora e também a estratégia para o setor do comércio operar ao longo de um ano repleto de feriados que tendem a ser dilatados.
 
O presidente da entidade Joilson Barcelos disse que determinou um estudo sobre os critérios que a prefeitura usou para reajustar a taxa de iluminação pública.
 
- Não é um assunto que diz respeito só ao comércio, mas também a indústrias e aos donos de residências. Foi um aumento de surpresa e temos que neste primeiro momento avaliar os critérios adotados – disse Joilson Barcelos.
Comentar
Compartilhe
Segundo Circuito Gastronômico de Verão será lançado na quarta-feira
08/01/2018 | 18h21
O 2º Circuito Gastronômico de Verão será lançado nesta quarta (10/01) às 19h30, na Oficina La Patria.
O evento é uma realização da Liga Gastronômica de Campos e do Sebrae/RJ e acontece entre os dias 16 de janeiro e 04 de fevereiro, com 19 restaurantes participantes oferecendo pratos especiais a R$ 32,90 e drink a R$ 12.
Já vi uns pratos nas redes sociais e estão de "comer rezando" rsrsrs. Vamos prestigiar?
Comentar
Compartilhe
João Peixoto sobre Zé Carlos: "Estou orando por ele"
08/01/2018 | 15h48
Mantendo seu estilo "paz e amor" o deputado estadual João Peixoto falou, por telefone, há pouco sobre o episódio com o ex-aliado e hoje desafeto político vereador Zé Carlos, que entrou em uma reunião que uma assessora sua fazia para Peixoto (Confira aqui)
Evitando polemizar, João Peixoto disse que lamenta o acontecimento, em especial por causa da assessora envolvida: "Vejo que Mara, por tudo que já fez por Zé Carlos, não merecia passar por este constrangimento". E concluiu: "Peço a Deus que o abençoe. Estou orando por ele", afirmou o deputado.
Já assessoria de João Peixoto enviou nota oficial, transcrita abaixo:
"A assessoria do deputado João Peixoto vem a público esclarecer que o parlamentar considerou o episódio lamentável e desrespeitoso. Acrescentamos ainda que todos os cidadãos brasileiros precisam ter garantidos o respeito ao seu caráter e à sua honra. Os fatos estão sendo avaliados internamente pelo corpo jurídico para adoção de providências cabíveis".
Comentar
Compartilhe
Consórcio formado por Siemens e Andrade Gutierrez irá construir termelétrica no Porto do Açu
08/01/2018 | 12h03
Gás Natural Açu (GNA), subsidiária da Prumo Logística, concluiu a contratação do consórcio Siemens e Andrade Gutierrez para a construção da primeira usina termelétrica no Porto do Açu, a UTE GNA I. As negociações entre as empresas foram concluídas após a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizar a transferência da termelétrica UTE Novo Tempo para a UTE GNA I, empresa ligada à GNA. O consórcio será responsável pelas soluções de engenharia, suprimentos e construção da térmica, que terá capacidade instalada próxima a 1,3 GW.
A instalação da termelétrica é parte do Açu Gas Hub, projeto em desenvolvimento no Complexo Portuário do Açu, cujo objetivo é constituir uma solução logística para o recebimento, processamento, consumo e transporte de gás natural produzido nas Bacias de Campos e Santos, assim como importação e armazenagem de GNL importado.
A previsão é que as obras de construção da primeira térmica no Porto do Açu sejam iniciadas ainda no primeiro trimestre deste ano. A mobilização dos trabalhadores para prestação de serviço nas obras da termelétrica será realizada pela Rede de Empregabilidade do Porto do Açu, pelo e-mail currí[email protected] Já as contratações diretas da GNA estão sendo divulgadas no portal vagas.com/prumologistica.
Comentar
Compartilhe
Estado quita 96% dos salários de novembro nesta segunda-feira
08/01/2018 | 11h00
Secretaria de Estado de Fazenda deposita hoje (8/1) os salários integrais de novembro para 55.136 servidores ativos, inativos e pensionistas, de todas as categorias, que recebem vencimento líquido de até R$ 6.244. Com esses depósitos, que somam R$ 200 milhões, o Estado terá pago integralmente os salários de novembro para 96% do funcionalismo público.
Ao todo, somados os pagamentos referentes ao mês de novembro já efetuados anteriormente, os vencimentos ficarão quitados para 446.214 servidores, em um total de R$ 1,412 bilhão. Os salários de novembro ficarão pendentes para 15.927 servidores ativos, inativos e pensionistas, em um total de R$ 169,8 milhões.
Os pagamentos desta segunda-feira serão efetuados com recursos da arrecadação tributária e ocorrerão ao longo do dia, mesmo após o término do expediente bancário. De acordo com o resultado da arrecadação, a Fazenda anunciará posteriormente quando se dará um novo depósito.
Comentar
Compartilhe
Vereador invade reunião e faz acusações a deputado
08/01/2018 | 00h54
O clima, que há muito tempo não andava bom, azedou de vez no PSDC de Campos. No último sábado, o vereador José Carlos foi a uma casa no Parque Tropical, onde acontecia uma reunião de prestação de contas do deputado estadual João Peixoto, presidente estadual e municipal do partido. 
O vereador, que há muito tempo está rompido com o deputado, fez uma série de acusações, inclusive de ser "perseguido" por João Peixoto, entre outras coisas. 
Ele também se voltou para a ex-vereadora Dona Penha, dizendo que ela "enjoou de ser vereadora" "colocou o filho" e "está tentando pegar carona com João". Dona Penha é mãe do vereador Silvinho Martins, líder do G6. Zé Carlos e Silvinho são da bancada governista. E ainda para a dona da casa, que seria uma assessora sua.
Zé Carlos foi convidado a deixar a casa e, segundo informações, até a PM teria sido chamada. Depois da confusão, a reunião aconteceu com a presença de Peixoto, que chegou depois. 
O espaço está aberto aos envolvidos.
Confira os vídeos abaixo:
Comentar
Compartilhe
Folha da Manhã: Histórias de 40 anos de história
07/01/2018 | 00h34
A razão
Como resumir 40 anos em uma única edição? Na difícil tarefa, o diretor de redação da Folha da Manhã, Aluysio Abreu Barbosa, convocou um time de peso: jornalistas, fotógrafos, amigos e a diretora-presidente do grupo Folha, Diva Abreu Barbosa. No caderno especial comemorativo, eles ajudam a contar as histórias por trás das páginas que chegam a você, leitor, há quatro décadas. Aliás, como é destacado no primeiro artigo, o já premiado jornalista Aluysio Cardoso Barbosa decidiu fazer o caminho inverso de muitos e voltar para Campos, “na função ancestral de contar as histórias de sua tribo”. Desde aquele primeiro dia, ou, muito antes dele, a única razão da Folha é você, leitor.
A emoção
Mergulhar nos textos deste caderno comemorativo é viajar no tempo, até mesmo muito antes de a Folha da Manhã existir ou ser gerada. Diva, mais que esposa de Aluysio, uma parceira e companheira de vida, destaca a participação ímpar de outro fundador, Pereira Jr. Lembra os caminhos percorridos para que os sonhos se tornassem a realidade de hoje. Jornalista, escritor e amigo, Péris Ribeiro relata a vida de Aluysio Cardoso Barbosa desde a juventude inquieta, mas que serviu de semente para tudo o que viria depois. O ofício e a paixão do comunicador Andral Tavares, também fundador da Folha, é lembrado por Andral Filho.
Aventura antes e agora
O repórter-fotográfico, colunista e blogueiro Esdras Pereira fala da parceria que resultou no apelido de “caçadores de primeira página”. Presente como colaborador da Folha desde a primeira edição, em 8 de janeiro de 1978, o historiador Aristides Soffiati fala sobre a liberdade de escrever, o relacionamento com Aluysios pai e filho e sobre as gerações que vão e vêm, enquanto o jornal fica. Como encarar os desafios de fazer um jornal totalmente diferente dos que existiam em Campos e conquistar a liderança quase de imediato? As conquistas são relatadas pelos ex-editores da Folha, Luiz Mário Concebida e Giannino Sossai.
Barbosão,carta e jornal
Em uma bem humorada carta, a jornalista e ex-editora da Folha, Jane Nunes, atualiza Aluysio Cardoso Barbosa, o Barbosão, colega de redação de todos os jornalistas que já passaram pela Folha, sobre a vida e a política desde que se ele se foi, em 2012. Ricardo André Vasconcelos, jornalista e também ex-editor, lembra a primeira e as mais marcantes edições comemorativas. A literatura, sempre presente nas páginas, teve destaque com a poesia de Kapi, como conta o jornalista Martinho Santafé.
Os primeiros 40
Os citados acima e os tantos outros que estão na edição de hoje são uma parcela dos inúmeros profissionais que ajudaram a Folha a contar tantas histórias nestes primeiros 40 anos. A razão para o sucesso de quatro décadas talvez seja explicada por alguém que não esteve na Folha, mas a conhece antes mesmo de ela nascer: o jornalista, advogado e ex-editor de Aluysio Cardoso Barbosa no Jornal do Brasil, João Luiz Faria Netto: “Posso dizer: um dia conheci um sonhador que deseja voltar para escrever as notícias de sua terra e tinha uma âncora que segurou os seus pés no chão às vezes quente do calor natal. Deu certo. Um pequeno grande sonho que continua sendo sonhado”.
Dias melhores em 2018
Na entrevista em que traz balanço de seu primeiro ano de governo, o prefeito Rafael Diniz toca em pontos importantes e acena com esperança de dias melhores. Um dos pontos positivos anunciados é a reabertura do Restaurante Popular ainda este ano e a inauguração de um do mesmo tipo em Guarus. Ele, aliás, promete uma atenção especial ao subdistrito. Também afirma que o Hospital São José, obra parada do governo passado, será entregue ainda no início de 2018.
Questões polêmicas
O prefeito também não se furtou em tocar em questões espinhosas, como as críticas constantes a integrantes de sua equipe. Embora continue defendendo a equipe, muitas vezes criticada pela população e pela academia, Rafael Diniz afirmou que fará reforma “em alguns pontos”.Também explicou que a meta é reduzir a folha em 20%, além da instalação do ponto biométrico ainda neste semestre. E disse que, diante de uma cidade arrasada encontrada em 2017, sua gestão optou por fazer o alicerce, que ainda não está totalmente concluído.
Comentar
Compartilhe
Morre Carlos Heitor Cony
06/01/2018 | 21h11
Mais cedo, quando li sobre a morte de Cony, senti, mais uma vez, que via um pouco da beleza da literatura brasileira indo embora. Cony era e continua a ser referência para quem entre o texto escrito como arte.
Certa vez, perguntado sobre o que gostaria de ver escrito em sua lápide quando morresse, respondeu: "Meu epitáfio seria: 'Aqui não jaz Carlos Heitor Cony. Porque, realmente, aquele que for para debaixo da terra não vai ter nada comigo do que sou hoje e do que eu represento'".
Estava certo.
(Com informações de O Globo)
Comentar
Compartilhe
Conta chega com taxa de iluminação mais alta e assusta
06/01/2018 | 15h11
A edição de hoje da Folha Manhã traz matéria da jornalista Dora Paula Paes, que fala sobre a alta na taxa de iluminação pública em Campos. Aprovada pela Câmara de Vereadores em novembro, a taxa passa a ser diferenciada, variando de acordo com o consumo de energia, mas dentro das casas, comércios e indústrias.
Pela nova planilha a população de baixa renda com faixa de consumo de energia de 0-100 kwh não pagará taxa de iluminação. De 101-200 kwh pagará R$ 7,04 e assim sucessivamente. Acima de 1001 kwh, o valor da taxa vai a R$ 57,77. Em outra classe, a residencial o valor vai de R$ 1,55 a R$ 57,77 dependendo do consumo em kwh. 
Antes, a taxa era fixa de R$ 4,89.
À Folha, a Prefeitura informou “que foram identificadas discrepâncias de percentuais da Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip), no que diz respeito às classes 2 e 3, respectivamente, comercial e industrial. A equipe técnica responsável já está fazendo as adequações na planilha e, após resultado da análise e posterior modificações, 35% dos consumidores das classes 2 e 3, comercial e industrial, vão pagar menos do que o valor praticado nos anos anteriores”.
Fica a dúvida:
 
 
E em relação às residências, é possível alguém fazer uma reavaliação? Porque passar de quase R$ 5 para R$ 7, ou R$ 14, podendo chegar, em alguns casos, a quase R$ 58, também é uma discrepância. Fica aí o pedido ao Executivo e ao Legislativo para que revejam essa questão. 
Comentar
Compartilhe
Hemorio irá avisar por SMS quando sangue for utilizado
05/01/2018 | 11h13
Olha que legal:
O Hemorio, hemocentro coordenador do Estado do Rio de Janeiro e órgão da Secretaria de Saúde, e a Ong Associação Pró-Vita – Transplante de Medula Óssea começaram a utilizar um sistema unificado de envio de mensagens SMS para os doadores de sangue. O torpedo será enviado no momento em que o sangue for usado para salvar uma vida ou ajudar alguém hospitalizado.
 
 
 
O sistema, que procura atrair novos doadores de sangue ao hemocentro e também incentivar os existentes a doarem com maior regularidade, já está em funcionamento. O doador recebe o seguinte texto: “Seu sangue está salvando alguém agora mesmo! Pró-Vita e Hemorio informam: o sangue que vc doou acabou de ser utilizado. Parabéns! Saiba mais: provita.org.br/sms”.
 
 
 
O diretor-geral do Hemorio, Luiz Amorim, acredita que a iniciativa pode aumentar o número de doadores.
 
 
 
– As pessoas gostam de saber que realmente contribuíram para salvar a vida de alguém. A ação deve não só atrair novos doadores, mas também fidelizar os antigos – afirmou o diretor-geral.
Comentar
Compartilhe
PSDB de Campos define pré-candidatos para 2018
05/01/2018 | 10h52
O PSDB de Campos também já definiu seus pré-candidatos para eleição deste ano. Isso não acontecia desde 2002. Porém, ainda não há definição sobre quem será a deputado estadual ou federal. São eles:
Alexandre Said Delvaux
- Ex-Presidente do PSDB
- Economista da VALEC (antiga Rede Ferroviária Federal)
- Professor Universitário do ISE e da Universidade Candido Mendes
- Já foi candidato a Vereador
Lucas Rodrigues Alkmin
- Empresário do ramo alimentício
- Estudante de Direito
- Já foi candidato a Vereador
- Primo do Governador Geraldo Alckmin
Atualização nas informações.
Comentar
Compartilhe
Em função das chuvas, Prefeitura interdita Ponte Leonel Brizola
04/01/2018 | 16h03
Em função das chuvas, a Prefeitura de Campos interditou a Ponte Leonel Brizola. Quem precisa ir ou vir de Guarus, atenção.
Confira o texto abaixo:
A pista da Ponte Leonel Brizola no sentido Guarus-Centro foi interditada na tarde desta quinta-feira (4), pela Guarda Civil Municipal. A medida é em virtude do alagamento, ocasionado pela forte chuva, na descida do viaduto na Avenida José Alves de Azevedo, no Centro. Uma viatura da Guarda faz o isolamento na subida da ponte em Guarus e a orientação é que os motoristas desviem para as pontes Alair Ferreira, no Fundão e Saturnino de Brito, na Lapa. A interdição segue até a água baixar.
Foto: Reprodução Facebook Ana Cancio
Comentar
Compartilhe
Ex-governador Garotinho conclui retrato falado do suposto agressor
04/01/2018 | 15h49
O ex-governador Anthony Garotinho esteve na Cidade da Polícia na manhã desta quinta-feira (5) para terminar o retrato falado do homem que o teria supostamente agredido dentro da Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, na Zona Norte do Rio. Segundo ele, o retrato já estava praticamente pronto, faltando apenas o nariz para terminar a imagem.
“O retrato estava pronto, praticamente. Estávamos em Bangu e faltava apenas colocar o nariz quando o sistema deu pane, e estamos há mais de 30 dias querendo completar o nariz”, explicou Garotinho, antes de ser encaminhado para a Coordenadoria de Recursos Especiais [Core] para finalizar o retrato.
O ex-governador disse que foi atacado -- enquanto dormia -- por um homem que tinha um taco de beisebol. As imagens das câmeras de segurança do presídio não mostraram nenhuma movimentação suspeita.
Comentar
Compartilhe
Disputa quente na pré-campanha na PR
04/01/2018 | 13h32
Disputa no PR
Para quem acha que a campanha eleitoral deste ano será intensa, uma boa demonstração é a pré-campanha que já vem mobilizando as articulações políticas em uma disputa acirrada. Um bom exemplo é o PR do ex-governador Anthony Garotinho. Para federal, as forças deverão ficar concentradas em Wladimir Garotinho. Mas, para deputado estadual, o partido deverá ter apenas dois candidatos. Uma das vagas será de Bruno Dauaire, que tentará a reeleição à Assembleia Legislativa do Estado (Alerj). Já a outra, segundo fontes, estaria entre o vereador Thiago Virgilio (PTC) e a ex-vereadora Auxiliadora Freitas.
E Ferrugem?
Acontece que o PR tem em Campos um pré-candidato a deputado estadual: o vereador Thiago Ferrugem. Além dele, o Partido Republicano tem como representante no Legislativo campista, Kellinho. Se a disputa esta entre dois nomes políticos que não são do partido, como ficará de Thiago Ferrugem? É certo que, há algum tempo, ele não está em situação das mais confortáveis no PR e tem recebido pressão de dentro da legenda pelo tipo de oposição que tem feito ao governo municipal. Enquanto isso, Thiago Virgilio e Auxiliadora estão se dividindo no título de mais fieis ao ex-governador Garotinho, que é quem bate o martelo.
Comentar
Compartilhe
Nahim diz que irá provar inocência
04/01/2018 | 13h12
Como a Folha mostrou aqui, o ex-presidente da Câmara de Campos, Nelson Nahim, afirmou que irá provar sua inocência. Ele vai assumir uma cadeira na Câmara Federal no lugar de Cristiane Brasil, que vai para o Ministério do Trabalho.
Confira, abaixo, a nota de Nahim:
"...Agradeço a Deus e, ao assumir o mandato de Deputado Federal, vou à luta pela população e mostrarei com documentos minha inocência."
No momento em que recebi a notícia de que serei convocado para assumir o mandato de Deputado Federal, agradeci a Deus por ter estado comigo em todos os momentos que passei e, ainda, estou passando ao lado da minha mulher e, é com muito orgulho que, assumirei o mandato confiado a mim por mais de 25.800 pessoas. Mandato que vou continuar lutando não só por minha querida Campos, como, também, por toda região Norte/Noroeste Fluminense. Obrigado, Senhor, por permitir que eu possa mostrar, literalmente, não só do que já fiz em toda minha vida política, como viabilizar dentro da própria Câmara dos Deputados e disponibilizar em cada Gabinete Parlamentar acesso a cópias de todos os documentos da grande e absurda injustiça que fizeram comigo em ser condenado num processo em que a suposta vítima jamais confirmou ter tido qualquer envolvimento comigo. Só assim, todos saberão, inclusive a grande imprensa que me julga sem saber o que consta nos autos, que comigo desde o meu primeiro mandato como vereador sempre assumi o compromisso da VERDADE EM PRIMEIRO LUGAR.
Comentar
Compartilhe
Igor Pereira confirma pré-candidatura e dobradinha com João Peixoto
03/01/2018 | 19h21
As articulações nos bastidores da política, tendo como objetivo o pleito de outubro deste ano, continuam a todo vapor. Em Campos, o vereador Igor Pereira (PSB) tem firmado posição como pré-candidato a deputado federal, apostando numa dobrada com o deputado estadual João Peixoto (PSDC), que vai buscar mais um mandato na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj). E nesse período de diálogos, os dois caminham juntos por toda a região, na busca por apoio em municípios do Norte e Noroeste Fluminense para o projeto políticos de ambos. Pereira, que foi o mais votado entre os candidatos a vereador na Baixada Campista, aposta, ainda, no potencial eleitoral do seu reduto.
Não é de hoje que a dobradinha está acertada. Foi Peixoto, inclusive, quem lançou a pré-candidatura de Pereira, em uma reunião com a presença dos dois, na Baixada. João já convidou Igor a se filiar no seu partido, o PSDC, mas a mudança ainda não está definida. A certeza, entre eles, é que vão trabalhar juntos na região, mesmo se confirmarem suas candidaturas em legendas distintas.
— Ainda estamos conversando sobre nossa pré-candidatura, mas ela é uma realidade. Estou junto com o João em várias reuniões nas cidades da região e a acolhida sempre é animadora. Acredito que na eleição para deputado federal em 2018 o espaço será ainda maior para novos candidatos. E Campos, como polo regional, pode eleger mais de um representante para a Câmara dos Deputados. Tenho, ainda, a satisfação de contar com apoio de muitos amigos da Baixada Campista, que sem dúvida é meu reduto eleitoral, e conta com mais de 60 mil eleitores — avalia Pereira.
Vereador de primeiro mandato, Igor faz parte na Câmara de Campos do G-6 — grupo composto por cinco parlamentares de primeiro mandato, que caminham na base de apoio a Rafael Diniz (PPS), e recentemente teve a adesão do experiente parlamentar Marcos Bacellar (PDT). Presidente do PSB em Campos, e coordenador regional, Pereira fez quase quatro mil votos no último pleito. “Na eleição de 2016 foi a Baixada Campista que me deu a votação mais expressiva, mas tive a alegria de ser votado em todos os distritos de Campos. Meu esforço no ano passado foi para honrar essa confiança da população, mesmo com todas as dificuldades enfrentadas. Estamos muito felizes com a aceitação da nossa pré-candidatura, mas sabemos que ainda é cedo para bater o martelo”, afirmou o vereador.
(Da assessoria)
Comentar
Compartilhe
Cristiane Brasil no Ministério do Trabalho e Nahim na Câmara Federal
03/01/2018 | 17h14
A deputada federal Cristiane Brasil será a nova ministra do Trabalho. O presidente Michel Temer teria aceitado nesta quarta-feira (3) a indicação e a nomeação está prevista o Diário Oficial da União de amanhã, quinta-feira. Confirmando o nome de Cristiane Brasil para o ministério, o ex-presidente do Legislativo de Campos, Nelson Nahim assume a vaga deixada por ela na Câmara Federal. Ele é o primeiro suplente.
O nome da deputada foi levado ao presidente, segundo informou o Blog do Camarotti, depois de uma reunião no Palácio do Jaburu entre Temer e o pai dela, o ex-deputado Roberto Jefferson, presidente nacional do partido e condenado pelo Supremo Tribunal Federal no julgamento do mensalão – em março de 2016, ele obteve o perdão da pena.
Após a reunião com Temer e o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, Roberto Jefferson, em entrevista coletiva, confirmou a indicação e disse que o presidente aceitou. O ex-deputado chorou ao fazer o anúncio.
"Eu não indiquei [a própria filha], surgiu o nome dela. Então, analisando vários nomes, aí surge o nome dela", disse o ex-deputado. Segundo Jefferson, consultado, o líder do PTB na Câmara, deputado Jovair Arantes (PTB-GO), "anuiu".
“Na verdade, eu já estava na expectativa de assumir o mandato pela situação do deputado Celso Jacob (PMDB). Estava esperando apenas por uma definição do Rodrigo Maia (DEM). Porém, se a Cristiane assumir mesmo, a minha entrada na Câmara será automática”, disse Nahim.
(Fontes G1 e blog do Bastos)
Comentar
Compartilhe
Repercussão "um ano governo Rafael Diniz"
03/01/2018 | 12h42
Matéria publicada na edição desta quarta-feira (3), na Folha da Manhã com políticos repercutindo um ano do governo Rafael Diniz. No final da postagem, está a fala do vereador governista José Carlos, que não está na matéria de hoje do impresso.
Confira:
Na edição do último domingo (31), a Folha da Manhã trouxe matéria especial, com análise de acadêmicos de diversas áreas e população de modo geral a respeito do primeiro ano do governo Rafael Diniz (PPS). Além dos mesmos professores das ciências humanas que atuam do meio universitário de Campos e que falaram no balanço dos seis meses, foram acrescidos especialistas em economia. E, ao final do primeiro ano do novo governo municipal, as críticas populares e acadêmicas parecem ter subido o tom. Políticos de vários partidos comentaram o resultado.
Da bancada governista e do mesmo partido do prefeito, o vereador Abu admite que o desgaste político é grande, mas acredita em recuperação.
- Entrei em 2018 com esperança de dias melhores. O prefeito quando assumiu pediu um ano à população. E teve que tomar atitudes firmes e corajosas. É preciso admitir, por exemplo, que a Saúde não está boa. Mas as dívidas do governo eram altas. Com certeza, começarão a aparecer sinais de recuperação e o prefeito voltará a ter credibilidade - disse.
Membro do G6, grupo da base governista, o vereador Jorginho Virgílio (PRP) é categórico:
- Como já falei há alguns meses, é preciso reforma administrativa urgente. Ter só diploma não é o suficiente, é necessário ter “poeira na mochila” no que diz respeito a experiência na administração pública. Serviços básicos como saúde, educação e limpeza pública não podem haver erros, a não ser que sejam erros pontuais como existem em qualquer governo. Estamos há aproximadamente seis meses para fazer licitação para contratar empresa que irá fazer a troca de lâmpadas na cidade. Segundo informações é que houve algumas “ponderações” do TCE... E, enquanto isso, as ruas ficam às escuras - disse o vereador.
Membro da oposição, o vereador Thiago Ferrugem (PR) também não poupou críticas:
- Inegavelmente o prefeito enquanto candidato usou e abusou de retórica, se valendo de uma onda de mudança que dominou o país e que estava em busca do ‘novo’. Ocorre que, de forma irresponsável, prometeu um oásis que ele é incapaz de entregar, primeiro porque ignorou a situação econômica do país e do estado, segundo porque lhe falta experiência e humildade para formar uma equipe que ultrapasse o ‘clube dos amigos’. Agora, vejo muita gente falando do empréstimo como se isso fosse decisivo na conjuntura do orçamento, mas que representou apenas 2,5% do orçamento e que o próprio prefeito quando foi candidato sabia de sua existência. As desculpas do passado já cansaram e começam irritar até aqueles que levantaram a bandeira verde em 2016 - declarou Ferrugem.
Já o presidente do PT em Campos, Rafael Crespo, disse que “As análises na matéria exemplificam o sentimento das ruas. Andando pelo terminal rodoviário, centro da cidade, baixada ou Guarus, por exemplo, a percepção é de que a nova gestão municipal não consegue fazer um governo para todos. Onde em um momento em que escolhas deveriam ser feitas, o prefeito optou pelo caminho mais fácil, o de cortes drásticos em programas sociais para as camadas mais pobres sem pensar nas graves consequências... A atual gestão não tem e não consegue executar um programa de governo minimamente condizente com as necessidades da cidade, trazendo perigoso sentimento entre diversas camadas de volta do garotismo, que tanto mal fez ao nosso município”, afirmou.
Vice-presidente da Câmara, o governista José Carlos (PSDC):
"O Brasil, Estado e Município vivenciaram uma crise muito grande, em especial Campos. Nós, que fomos vereadores de oposição, já tínhamos noção da dificuldade que a cidade ia passar porque víamos tudo de ruim que o Executivo com a prefeita Rosinha vinha fazendo. As mazelas, os descasos, as inconsequências. Por último, foi a venda do futuro. No ano de 2016, a Prefeitura teve orçamento de quase R$ 2,5 bilhão, além de mais R$ 900 milhões de empréstimos, mais R$ 48 milhões de resgate de fundo perdido de royalties. Mesmo assim, deixou de pagar todos os RPAS de dezembro, os hospitais contratualizados, alguns meses de passagem social, instituições conveniadas. E mais de 100 empreiteiros ficaram sem receber. Enfim, um descaso total. Passamos 2017 com orçamento infinitamente menor (R$ 1,6 bilhão) e o prefeito teve que cortar quase 600 DAS, entre outras medidas. E a oposição, de forma maldosa, cria mentiras e sensacionalismo. Temos fazer com que Campos cresça e tenha uma consistência na receita própria. Acreditamos que este será um ano bem melhor que 2017 e continuamos na bancada dando sustentabilidade ao governo Rafael Diniz, que está, bravamente, aguentando todas as maldades e inverdades da oposição” 
Comentar
Compartilhe
Políticos analisam governo Rafael
03/01/2018 | 09h59
José Renato
Começou ou começa agora?
Com o recém chegado 2018, começa efetivamente o primeiro ano do governo Rafael Diniz. Tudo que se viveu em 2017 era um presente com reflexo do passado. Não quer dizer que os efeitos de anos de uma administração “como se não houvesse amanhã” não continuem. Permanecem e ficarão presentes na vida do município por muitos e muitos anos ainda. Agora, com orçamento próprio, já com mais experiência irá administrar com “suas próprias pernas”. É saber como será a condução neste caminho.
Equipe
As dificuldades financeiras existem, mas não pode caber somente ao prefeito Rafael Diniz a busca de soluções. Com raras exceções, como no caso da Agricultura, secretarias que buscam o desenvolvimento, atração de emprego, empresas e indústrias são primordiais e não mostraram a que vieram, até o momento. Está difícil, mas é preciso trabalhar em conjunto e, principalmente, dar esperança à população campista. A matéria publicada na edição de domingo da Folha da Manhã (confira aqui), com análise de acadêmicos e população, serve de alerta.
Repercussão
Hoje, a Folha da Manhã traz a repercussão com políticos sobre a visão dos acadêmicos e da população de modo geral. Todos admitem as dificuldades e, a maioria, a necessidade de mexer na equipe e imprimir novo ritmo ao governo. A esperança de melhora vem na fala do vereador Abu: “O prefeito quando assumiu pediu um ano à população. E teve que tomar atitudes firmes e corajosas. Com certeza, começarão a aparecer sinais de recuperação e o prefeito voltará a ter credibilidade”.
Boas novas
Começando 2018 com uma boa notícia vinda, ainda, de 2017. Finalmente saiu o resultado da licitação para a manutenção de 25 plataformas de petróleo da Bacia Campos. As empresas vencedoras foram a espanhola Cobra Instalaciones Y Servicios, a CSE Mecânica e Instrumentação, do Grupo Aker Solutions, e a Enesa Engenharia. Seguindo critério da Petrobras, as três empresas venceram pela maior economia do conjunto de preços. Isso significa geração de emprego para a região, mas também pode representar certa queda na produção de royalties, pois algumas plataformas chegam a parar.
Mais educação
Mesmo com o passar do tempo, alguns hábitos mal-educados são constantes nas vias públicas de Campos. Um deles é o despejo irregular de entulhos nas ruas. As pessoas que acabam contribuindo com esse mal deveriam se conscientizar mais e procurar um ponto adequado para o descarte de materiais inservíveis. Além de prejudicar a estética da cidade, os entulhos também geram outros transtornos como proliferação de ratos e, também, de doenças. Vale lembrar que o município conta com 10 Pontos de Entrega Voluntária de Entulhos (Peve), distribuídos em bairros estratégicos.
Atenção
Para evitar as consequências trágicas da mistura entre álcool e direção, a secretaria de Saúde de Quissamã iniciou uma campanha para informar e conscientizar a população sobre os riscos dessa combinação. Durante os festejos de fim de ano, faixas e banners foram afixados no trio elétrico e postes dos locais onde houve programação oficial. A campanha será contínua e a secretaria pretende buscar apoio de outros órgãos da Prefeitura, entidades externas e sociedade civil organizada para dar mais efetividade ao movimento.
Contas
Como toda virada de ano, a população aguarda a divulgação das contas a serem pagas nessa época. O calendário do IPVA já foi divulgado desde o ano passado e a expectativa agora é com o IPTU. Também há as pessoas que possuem despesas com matrícula e material escolar. Alguns até preparam o bolso com antecedência, mas nem todos têm esse hábito. A vantagem, nesses casos, é a opção de parcelamento desses gastos.
Comentar
Compartilhe
Animais na pista em plena RJ 216
02/01/2018 | 13h34
Na noite do primeiro dia do ano e na volta do feriadão, em meio ao trânsito intenso, o jornalista Cilênio Tavares flagrou, na noite dessa segunda-feira (1), diversos animais atravessando a pista da RJ 216 - que liga Campos à praia de Farol de São Thomé. Fica aí o alerta às autoridades.
Confira o relato do jornalista:
"Aí você vai levar o filho pra casa, na primeira noite do ano, e na volta se depara com uma cena dessa. Local: Goitacazes, por volta de 23h. Eram mais ou menos 20 animais atravessando a pista da RJ-216, em frente à antiga usina São José
O dono? Provavelmente dormindo".
Comentar
Compartilhe
2018, o primeiro ano do governo Rafael Diniz
02/01/2018 | 13h15
Com o recém chegado 2018, começa efetivamente o primeiro ano do governo Rafael Diniz. Tudo que se viveu em 2017 era um presente com reflexo do passado. Não quer dizer que os efeitos de anos de uma administração "como se não houvesse amanhã" não continuem. Permanecem e ficarão presentes na vida do município por muitos e muitos anos ainda.
Mas se a matéria publicada pela Folha da Manhã (confira no Folha1) não servir de, no mínimo, sinal amarelo, pouca coisa servirá.
As dificuldades financeiras existem, mas não pode caber somente ao prefeito a busca de soluções. Com raras exceções, como no caso da Agricultura, secretarias que buscam o desenvolvimento, atração de emprego, empresas e indústrias são primordiais e não mostraram a que vieram, até o momento. 
Ouvir o que dizem as ruas, as academias, as categorias é igualmente primordial. Mudar o olhar talvez seja. Muito além dos 151,462 eleitores de 2016, meio milhão de habitantes de Campos esperam por isso.
Feliz 2018 para todos nós!
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Suzy Monteiro

[email protected]

Arquivos