Cenas na Alerj pós Picciani: Grades retiradas
06/07/2017 | 06h46
Com o presidente Jorge Picciani, em licença médica e os ajustes já votados, as grades que circundavam a Alerj começaram a ser retirados hoje.
Comentar
Compartilhe
Bruno Dauaire quer mais policiais de volta à região
06/07/2017 | 11h07
Os 40 policiais militares do 8º BPM que tinham sido transferidos no início de maio para a Região Metropolitana do Rio estão de volta e vão passar a reforçar o policiamento no Centro de Campos, que tem registrado, nos últimos dias, um aumento no número de ocorrências. O deputado estadual Bruno Dauaire (PR), que vinha denunciando a transferência e chegou a se reunir com a cúpula da segurança pública no Rio para pedir o retorno dos PMs, ressaltou a importância da decisão do comando, mas destacou que ainda há policiais atuando fora do interior e que vai continuar lutando pelo retorno aos batalhões de origem.
São pouco mais de mil policiais nos municípios de Campos, São João da Barra, São Francisco de Itabapoana e São Fidélis. O número é insuficiente para a região, afirma Bruno, que é vice-presidente da Comissão de Segurança Pública da Alerj. "De nada adianta uma política de segurança que não pense o Estado do Rio como um todo. A violência é crescente no Norte Fluminense e em muitas regiões fora da capital e da Região Metropolitana. Não é possível que se continue insistindo em tirar policiais do interior", critica o deputado.
Comentar
Compartilhe
Governo autoriza Forças Armadas nas ruas do Rio
13/02/2017 | 06h58
O governo federal vai empregar as Forças Armadas no Rio de Janeiro para auxiliar o policiamento das ruas, a pedido do governador Luiz Fernando Pezão. O Ministério da Defesa planeja, nesta segunda-feira, o tamanho do efetivo, área de atuação e período, entre outras informações necessárias para editar o decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO).
Somente após isso, militares das Forças Armadas podem atuar na área da segurança pública. A cúpula da Defesa estuda se o efetivo ficará até o carnaval, quando a cidade reúne uma quantidade importante de turistas e poderá ficar desguarnecida caso a Polícia Militar resolva cruzar os braços.
(Fonte: O Globo)
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Suzy Monteiro

[email protected]