Externato Campista recebe suposta ameaça e reforça segurança
04/04/2019 | 03h41
Escola tradicional de Campos, o Externato Campista recebeu, através do computador, suposta ameaça contra a instituição de ensino. O fato ocorreu logo após a tragédia de Suzano, quando dois homens invadiram uma escola e mataram 10 pessoas. Porém, somente tempo depois o fato foi descoberto pela escola, segundo nota oficial divulgada há pouco através de rede social.
 Ainda segundo a nota, medidas de segurança, entre outras foram tomadas desde então.
Comentar
Compartilhe
Prefeito Rafael Diniz inaugura nesta quinta Centro Integrado de Segurança Pública
13/03/2019 | 07h34
Nesta quinta-feira (14), às 10h, o prefeito Rafael Diniz vai inaugurar o Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) de Campos, que conta com uma central de monitoramento com 90 câmeras de tecnologia avançada. O centro, implantado pela Prefeitura de Campos a partir de parcerias, vai contribuir para a integração das forças de segurança no município — Corpo de Bombeiros, Guarda Civil Municipal (GCM), Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal (PRF) — oferecendo à população maior sensação de segurança.
 O CISP, neste primeiro momento, possui 90 câmeras instaladas em pontos estratégicos do município, como as rodoviárias Roberto Silveira e Shopping Estrada, além de vias com grande circulação de pessoas e que estão interligadas a servidores com desenvolvimento no programa Milestone (usado mundialmente para monitoramento urbano). O centro está sob responsabilidade da superintendência de Paz e Defesa Social e é operado, 24 horas, por guardas municipais.
 — A nossa gestão não vai se ausentar do debate sobre segurança pública e muito menos de ações efetivas na área. No ano passado, apresentamos o Plano Municipal de Segurança Pública, que foi debatido com os órgãos de segurança, e esse centro integrado é prova do nosso compromisso com a população de Campos. Vamos dar um passo importante no combate à violência e não estamos sozinhos. As polícias, Ministério Público, o Judiciário e, sobretudo, a iniciativa privada, abraçaram este projeto em benefício da sociedade campista — destacou o prefeito Rafael Diniz.
Comentar
Compartilhe
Governador Witzel usará dinheiro recuperado pela Lava Jato na Segurança Pública
13/02/2019 | 05h26
O governador Wilson Witzel (PSC) anunciou, nesta quarta-feira que o MPF aceitou um pedido seu para que R$ 80 milhões resgatados na operação Ponto Final, desdobramento da Lava Jato, sejam destinados à segurança pública do Estado. Confira abaixo:
 Para lembrar...
Operação Ponto Final foi uma operação da Polícia Federal (PF) deflagrada em 3 de julho de 2017. A operação é um desdobramento da Operação Lava Jato. Foram cumpridos dez mandados de prisão,tendo como um dos alvos o empresário Jacob Barata Filho, preso na operação. Barata integra o quadro societário de mais de 25 empresas do ramo de transportes no Rio de Janeiro e, por isso, é conhecido como "rei do ônibus", e é acusado de pagar mais de 270 milhões de reais em propina para agentes públicos, incluindo o ex-governador Sérgio Cabral.
Em 5 de 2018, a PF deu sequência a operação e cumpriu um mandado de condução coercitiva contra Alexander Luiz de Queiroz Silva, além de três mandados de busca e apreensão.
Em agosto de 2018, Barata Filho, em depoimento, admitiu ter feito pagamentos aos deputados Jorge Picciani e Paulo Melo, ex-presidentes da Assembleia Legislativa, além de outro agentes públicos.
As ações criminosas contavam com o apoio do doleiro e operador financeiro Álvaro Novis, que posteriormente tornou-se colaborador da Justiça, e alguns dos principais donos de empresas de ônibus ligados à Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Rio de Janeiro (Fetranspor).
 
 
Comentar
Compartilhe
Assaltos levam PM e BPRV a patrulhamento na RJ 158
07/11/2018 | 12h59
A Polícia Militar está realizando rondas na RJ 158 (Campos-São Fidélis), entre 18h e 0h. O patrulhamento teve início nesta terça-feira, após pedidos dos vereadores de São Fidélis Higor Porto (PSB) e Rogerinho (PSDB).
Enquanto uma viatura do 8 BPM fará ronda no período noturno, a Polícia Rodoviária Estadual (BPRV) vai realizar operações em trechos diferentes da estrada durante o dia. O patrulhamento do BPRV também começou ontem.
O vereador Higor Porto explicou que existe uma cratera na estrada há cerca de 8 meses. Enquanto ela não é consertada, foram construídos dois quebra-molas, o que obriga motoristas a reduzirem a velocidade, se tornando alvo fácil para assaltantes. 
 
 
Comentar
Compartilhe
Cenas na Alerj pós Picciani: Grades retiradas
06/07/2017 | 06h46
Com o presidente Jorge Picciani, em licença médica e os ajustes já votados, as grades que circundavam a Alerj começaram a ser retirados hoje.
Comentar
Compartilhe
Bruno Dauaire quer mais policiais de volta à região
06/07/2017 | 11h07
Os 40 policiais militares do 8º BPM que tinham sido transferidos no início de maio para a Região Metropolitana do Rio estão de volta e vão passar a reforçar o policiamento no Centro de Campos, que tem registrado, nos últimos dias, um aumento no número de ocorrências. O deputado estadual Bruno Dauaire (PR), que vinha denunciando a transferência e chegou a se reunir com a cúpula da segurança pública no Rio para pedir o retorno dos PMs, ressaltou a importância da decisão do comando, mas destacou que ainda há policiais atuando fora do interior e que vai continuar lutando pelo retorno aos batalhões de origem.
São pouco mais de mil policiais nos municípios de Campos, São João da Barra, São Francisco de Itabapoana e São Fidélis. O número é insuficiente para a região, afirma Bruno, que é vice-presidente da Comissão de Segurança Pública da Alerj. "De nada adianta uma política de segurança que não pense o Estado do Rio como um todo. A violência é crescente no Norte Fluminense e em muitas regiões fora da capital e da Região Metropolitana. Não é possível que se continue insistindo em tirar policiais do interior", critica o deputado.
Comentar
Compartilhe
Governo autoriza Forças Armadas nas ruas do Rio
13/02/2017 | 06h58
O governo federal vai empregar as Forças Armadas no Rio de Janeiro para auxiliar o policiamento das ruas, a pedido do governador Luiz Fernando Pezão. O Ministério da Defesa planeja, nesta segunda-feira, o tamanho do efetivo, área de atuação e período, entre outras informações necessárias para editar o decreto de Garantia da Lei e da Ordem (GLO).
Somente após isso, militares das Forças Armadas podem atuar na área da segurança pública. A cúpula da Defesa estuda se o efetivo ficará até o carnaval, quando a cidade reúne uma quantidade importante de turistas e poderá ficar desguarnecida caso a Polícia Militar resolva cruzar os braços.
(Fonte: O Globo)
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Suzy Monteiro

[email protected]