Sem Limites para Surfar as Ondas Mais Extensas do Mundo a Pororoca com Serginho Laus Abrindo a Boca para Marco Barcelos
14/09/2018 | 21h02
1 – Serginho Laus, desbravando os rios mais selvagens e surfando as ondas mais extensas do mundo. Qual seu planejamento e preparação para obter êxito em uma prova que exige técnica, habilidades e alto condicionamento físico?
R - Com anos de experiência surfando as pororocas do Brasil e mundo a fora, desenvolvi com minha equipe um método de treinamento muito eficaz para aguentar surfando longas distâncias e com tanta pressão. Além do conhecimento das ondas de marés, é importante estar com as pernas em dia. Numa onda de pororoca, usamos 98% do tempo as pernas, diferente do mar que usamos 85% do tempo nas pernas. A habilidades contam muito, assim como controlar o nosso estado emocional e mental. Gosto muito de um trabalho de skate que desenvolvi para ficar em dia na parte de condicionamento físico.
2 – Serginho Laus, oque o motivou a surfar as ondas mais extensas do mundo e que o levou ao Guinness Book?
R - Nunca pensei em quebrar um recorde mundial para o Guinness Book! Descobrimos o surf na pororoca e começamos a surfar ondas extremamente longas, com mais de 15 minutos de perfeição sem parar! Alguns anos depois com bastante conhecimento na Pororoca, fui convidado a bater um recorde mundial já existente na Inglaterra. Teria que surfar uma onda, por mais de 9,1km sem parar, independente do tempo! Aceitei na hora, pois sabia que poderia superar a marca. Organizei tudo junto com a minha equipe e fomos nos superar. A motivação vem de toda essa história, na vontade de superar seu próprio limite, fazer teste com equipamentos e difundir o esporte/modalidade para o mundo inteiro.
3 – Serginho Laus, quantas pessoas são envolvidas e qual a logística necessária para alcançar o recorde mundial?
R - Normalmente tenho uma equipe de até 10 pessoas para fazer funcionar toda a logística de uma expedição para a selva. Usamos embarcações de porte grande, pois ela se torna nossa casa num ciclo de 07 dias das luas de sigízea. Desde marinheiros, cozinheiros, pilotos, equipe de apoio, câmeras man, fotógrafo ... todos envolvidos num objetivo; ir surfar a pororoca!
4 – Serginho Laus, como foi sua trajetória do Amapá até alcançar reconhecimento mundial?
R - Foi com muita dedicação, empenho, foco, empreendedorismo que pude colaborar para a maior divulgação que uma pororoca já teve no mundo. O Amapá é um centro de pororocas e foi de lá que registrei 02 recordes mundiais para o livro dos recordes, vários recordes pessoais e muitas histórias.
5 – Serginho Laus, quais foram os países que surfou e qual encontrou maior dificuldade e quais foram?
R - Já explorei as pororocas da França, Inglaterra, China, Indonésia, Alaska e Índia. Gosto dos desafio de todas... mas a mais complicada de execução foi a da China e a mais complexa de logística foi na da Índia. É muita aventura em todos os lugares!!!
6 – Quais países estão na sua programação para surfar nos próximos 2 anos e qual sua expectativa?
R - Ainda tenho na minha lista Canadá, Malasya e Papua Nova Guiné. Dependo apenas de patrocinadores para poder continuar com o projeto.
7 – Serginho Laus, como foi a aventura de quebrar mais um recorde mundial surfando com o labrador Bono?
R - O Bono, cão surfista, é muito fissurado por surf! O Ivan, seu dono, também e com isso formamos uma equipe para quebrar mais um novo recorde!!! Dessa vez no Tandem Surf PET, o Ivan e Bono surfando juntos na mesma prancha, a onda mais longa do mundo por mais de 10km de distância, mais de 30 minutos surfando na pororoca sem descansar as pernas. Praticamente igual a minha segunda marca no Guinness Book.
8 - Serginho Laus, o surf é um esporte desafiador que vem crescendo a cada ano. Com sua experiência, quais as dicas que pode repassar para quem deseja iniciar?
R - É verdade, o surf vem crescendo muito! Para quem quer começar agora, sugiro procurar uma escolinha de surf ou professores capacitados! Junto com bons equipamentos, vc pode evoluir bem rápido. Basta querer...
Compartilhe
Manter o Americano na Liderança da Pontuação Geral é o Planejamento do Professor Josué Teixeira Abrindo a Boca para Marco Barcelos.
02/08/2018 | 17h27
1 - Josué Teixeira, após a conquista da taça Santos Dumond e um excelente início do Segundo Turno, qual seu planejamento para conseguir o tão sonhado acesso a elite do futebol carioca?
R: Nosso planejamento é manter a equipe na liderança da pontuação geral, que nos garantirá a vantagem de dois resultados iguais na semifinal geral do acesso.

2 - Josué Teixeira, quais os fatores que contribuíram para a eliminação precoce do Americano no Campeonato Brasileiro da Série D?
R: O curto tempo de preparação da equipe com atletas chegando durante a pretemporada para a competição.

3 - Josué Teixeira, com um inédito contrato de 2 anos com o Americano FC no comando da equipe profissional e Manager das categorias de Base, qual seu planejamento para curto, médio e longo prazo?
R: A curto prazo buscar o acesso que nos dará a visibilidade e suporte financeiro pra desenvolver os outros objetivos que são: acesso no Brasileiro e capacitação da base pra formar novos jogadores. 

4 - Josué Teixeira, o Americano FC está atravessando uma crise financeira e os abnegados torcedores estão ajudando financeiramente ao Clube. Com a excelente campanha que está fazendo com a equipe, acredita que irá conquistar novos patrocinadores?
R: Realmente a participação dos abnegados está sendo muito importante, o que precisamos é melhorar o suporte financeiro e isto vai acontecer com a valorização da marca. Por isso é muito importante o acesso.

5 - Josué Teixeira, para a disputa da Copa Rio, acredita que irá precisar de reforços?
R: Não temos recursos pra contratar, usaremos a base para repor os atletas mais desgastados.

6 - Josué Teixeira, como está sendo sua adaptação ao novo Clube e a cidade?
R: Estou muito feliz e adaptado ao Clube e a cidade, por força do trabalho, pouco visitei os pontos turísticos, mas existe uma estrutura que possibilita viver com tranquilidade. Tenho parentes por parte de Pai que moram na cidade e passar por alguns lugares onde passei algumas férias escolares é muito bom.
 
Compartilhe
Alterações nas Prestações de Contas Para Maior Transparências Com a Especialista de Contabilidade Eleitoral Tânia Scher Abrindo a Boca Para Marco Barcelos.
21/06/2018 | 16h45
1 – Tânia Scher, após a Resolução TSE nº 23.553 publicada pelo Tribunal Superior Eleitoral em 18 de dezembro de 2017, que dispõe sobre a arrecadação e os gastos de recursos por partidos políticos, candidatos e sobre a prestação de contas nas eleições. Quais foram as alterações para as próximas eleições?

As principais alterações são:
- Criação do Fundo Especial de Financiamento de Campanha - FEFC.
- Limites de gastos de campanha agora definidos por lei.
- Novas formas de arrecadação: Crowdfunding (financiamento coletivo) ; venda de bens para arrecadação; Autofinanciamento de campanha eleitoral.

Atenção: Gastar recursos além dos limites: multa no valor equivalente
a 100% da quantia que exceder o limite.

2 – Tânia Scher, a contabilidade eleitoral está adormecida para alguns profissionais, especialmente no Art. 48, Parágrafo 4, onde lemos: “A arrecadação de recursos e a realização de gastos eleitorais devem ser acompanhadas por profissionais habilitados em contabilidade desde o início da campanha. Qual a sua avaliação desta resolução do TSE?
Essa pergunta é muito relevante. Muitos profissionais da contabilidade não estavam preparados para as reais oportunidades que despontam no atual cenário da contabilidade eleitoral, mas observo que muitos estão buscando o conhecimento através de estudos técnicos contínuos.
A Resolução TSE nº 23553/17, determina que os profissionais da contabilidade acompanhem a campanha eleitoral desde o início. Com isso, os contratos deverão ser firmados para a campanha no início da mesma.
Tendo em vista, que os registros contábeis no Sistema de Prestação de Contas Eleitorais – SPCE, que será disponibilizado pelo Tribunal Superior Eleitoral para a prestação de contas de campanhas eleitorais, precisam ser realizados por profissionais habilitados. Além de auxiliar o candidato e o partido na elaboração da prestação de contas, observando as normas estabelecidas pelo Conselho Federal de Contabilidade e as regras estabelecidas nesta resolução.
O profissional contábil tornou-se indispensável no processo de prestação de contas eleitorais, porque é o responsável em registrar o patrimônio. Estamos falando de patrimônio público e privado que são aportados no pleito eleitoral. Somos agentes que participam do processo em busca de transparência e comprometimento com a ética.
É a valorização do profissional da contabilidade, que precisará estar habilitado e qualificado para esse nicho de mercado, primando sempre por prestar um serviço de qualidade, para contribuir com o fortalecimento da democracia.


3 – Tânia Scher na sua opinião, estas alterações previstas pelo TSE, terá uma maior transparência nas prestações de contas dos candidatos?

Transparência é a palavra chave para as eleições. Sabemos que a população precisa resgatar a credibilidade da classe política, pois estamos passando por problemas sérios nesta área no momento.
Precisamos ter consciência que o país somente será forte novamente com a participação popular. Por esse motivo, nós profissionais da contabilidade, somos importantes, pois o controle da arrecadação e gastos eleitorais precisa estar devidamente demonstrado através dos registros contábeis, uma vez que somos os profissionais qualificados para execução do trabalho.
Como sabemos, existem recursos aplicados nas campanhas eleitorais e neste momento tão singular, as informações inseridas na prestação de contas eleitorais, precisam ser elaboradas com precisão e lisura como requer a legislação e o anseio da população.

4 – Tânia Scher, a prestação de contas para as eleições de 2018 estão mais rígidas. Quais serão as maiores dificuldades dos partidos políticos e candidatos para cumprir essas novas regras?
As prestações de contas eleitorais saíram do amadorismo e entraram no profissionalismo, com a presença constante do profissional da contabilidade e do advogado. Se os candidatos e partidos políticos seguirem estritamente a fundamentação legal, não vejo dificuldades para prestarem contas devidamente. Mesmo porque, a população precisa acompanhar e participar literalmente do pleito eleitoral. E somente com a transparência das informações prestadas obteremos sucesso.
Destaco que a Justiça Eleitoral divulgará na página do Tribunal Superior Eleitoral na internet todas as informações referentes às prestações de contas, e na ausência das mesmas o nome dos candidatos e dos órgãos partidários.

5 – Tânia Scher, caso o candidato ou partido político não prestar contas, poderão sofrer algum tipo de sanção?
Com certeza.
Ao candidato, o impedimento de obter a Certidão de quitação eleitoral e a inobservância do prazo para encaminhamento das prestações de contas impede a diplomação dos candidatos eleitos enquanto perdurar a omissão.
Já no caso dos partidos políticos, ficam impedidos de receber a quota de recursos do Fundo Partidário e a suspensão do registro ou anotação do órgão de direção estadual ou municipal.

Tânia Scher é contadora, professora, especialista em Contabilidade Eleitoral, Contabilidade Pública, Prestações de Contas.
Membro da Comissão de Estudos Eleitorais do Conselho Regional de Contabilidade do RJ.
Compartilhe
Implantação da Diretoria de Esportes Paralímpicos no Americano FC é o Novo Desafio de Marco Barcelos
01/06/2018 | 15h17
1 - Americano FC: Marco Barcelos, como foi aceitar o desafio de ser o novo diretor de Esportes Paralímpicos no Americano Futebol Clube?

Com muita alegria recebi este convite do Presidente Carlos Abreu e foi uma honra aceitar este novo desafio na minha vida. Em virtude de um erro médico a sete anos, fiquei deficiente visual, e na época era candidato a Presidente do Americano, sendo interrompida por este incidente, mas nada me abalou, graças a Deus. Estou muito motivado a desenvolver Projetos de Esportes paralímpicos no meu clube de coração.

2 - Americano FC: Quais os Projetos que prestende desenvolver na Diretoria de Esportes Paralímpicos do Americano FC?

Marco Barcelos: Acredito que todo trabalho se inicia na Base, desenvolvendo Escolinhas de Esportes Paralimpicos no qual o Clube possa encampar. Primeiramente pretendo desenvolver um projeto de uma Escolinha de Futebol de Cinco em parceria com o Educandário São José Operário que são assistidos aproximadamente 200 deficientes visuais, inclusive eu mesmo já fui asssitido durante 2 anos. O Educandário tem em suas instalações uma quadra que precisa de uma reforma e pretendo conseguir parcerias para adequa-la a demanda de assistidos. Pretendemos conseguir apoio da Fundação Municipal de Esportes para qualificar professores de Educação Física para ministrar as aulas.

3 - Americano FC: Os Esportes Paralímpicos são pouco desenvolvidos por Clubes de Futebol do Interior do Estado do Rio de Janeiro. Como pretende fomentar a prática dos Esportes Paralímpicos?

Marco Barcelos: A divulgação é o meio mais importante para que seja alcançado o objetivo de levar o maior número de crianças que tenham alguma deficiência para a prática do esporte. Usaremos nosso Centro de Treinamento Eduardo Viana para levar as crianças para serem felizes na prática do esporte, com brincadeiras nas várias modalidades para ver qual ela melhor se adapta.

4 - Americano FC: O esporte é o melhor caminho para a ressocialização de crianças que tem alguma deficiência. Como pretende alcança-las para conseguir este objetivo?

Marco Barcelos: temos que levar a importância da pratica do esporte para as Escolas e familias que tem crianças com deficiência, fazendo palestras com jogadores e técnicos do Clube afim de motiva-las que muitas vezes ficam a mercê da sociedade.

5 - Americano FC: Qual a importância do Americano Futebol Clube na sua vida?

Marco Barcelos: Meu amado glorioso que frequento ha 36 anos e tive muitas alegrias em ver o Americano ganhar de vários Clubes considerados grandes de todo o Brasil. Na época, meu Tio Altivo Luso que me pegava em casa todos os jogos para assistir a preliminar e depois o jogo principal. Frequentei muito a picina do Clube onde fiz natação e competí. Agora quero retribuir estas alegrias que tive desenvolvendo um excelente trabalho e fazer tudo que tiver ao meu alcance para desenvolver projetos que mudem a vida das nossas crianças levando a marca do Americano para os quatro cantos deste município, e quem sabe em 2020 tenhamos um representante nas paralimpíadas de Tóquio no Japão.
Compartilhe
Suplente Paulo Arantes Aguarda Convocação da Câmara para Assumir a Cadeira de Vereador com posicionamento a Favor de Campos Abrindo a Boca para Marco Barcelos
24/05/2018 | 12h07
Paulo Arantes, sendo você o segundo suplente do PSDB, o que tem a falar acerca de comentários de que com o afastamento de Geraldinho de Santa Cruz (Primeiro Suplente do PSDB) da câmara de vereadores de Campos dos Goytacazes, após o TRE manter a sentença prolatada pela justiça Eleitoral de Campos, deveria haver uma recontagem de votos?
Não acredito que isso irá acontecer.
O artigo 112 Parágrafo Único do Código Eleitoral é claro ao afirmar que o Suplente não precisa da votação mínima exigida no artigo 108 do Código Eleitoral.
Para haver recontagem de votos, deve haver decisão judicial neste sentido, o que não existe.
Assumindo a cadeira de vereador, qual vai ser a posição do Vereador Paulo Arantes?
Irei me posicionar em favor de Campos. O Vereador deve atuar em prol do cidadão, ouvindo seus anseios e lutando para que a população tenha uma melhor qualidade de vida.
Qual a sua opinião para que Campos saia da crise que vem atravessando e quais as dificuldades que o Paulo Arantes empresário vem passando neste momento de crise nacional?
Primeiro deve sair da dependência dos royalties do petróleo, depois deve ser criado um ambiente de negócios onde os empresários possam investir em nossa cidade para geração de emprego e renda. A carga tributária altíssima e o desemprego atrapalham por demais os empresários.
Paulo Arantes, sua experiência como empresário vai poder ajudar no seu mandato de vereador?
 
Pretendo utilizar toda criatividade e perseverança que utilizo no meu negócio no mandato de vereador, sem esquecer que a população carente precisa de atenção e atitude.
 
Paulo Arantes, qual a sua opinião acerca da decisão dos sindicatos em não abrir os supermercados aos domingos?
Sou a favor que os domingos sejam com a família, assim os supermercados fechados aos domingos proporciona aos funcionários aproveitem a folga nos domingos para curtir seus familiares.
Como você vê as eleições deste ano? Já definiu os candidatos que irá apoiar?
Estas eleições vão ser surpreendentes, e devemos dar muita atenção em quem iremos votar, pois nosso futuro está em jogo. Acredito que as eleições irão começar para valer após a copa do mundo, até lá decidirei.
Compartilhe
Direito - Curso de Extensão - Oficinas de Produção Textual Jus Científica com Dr Auner Pereira Carneiro Abrindo a Boca para Marco Barcelos
22/05/2018 | 11h59
Direito - Curso de extensão - Oficinas de produção textual jus científica.
Sem taxa de inscrição – Certificação – UNIFLU/CONSUN-CONSEP.
Inscrições até dia 22.05.2018 – enviar e-mail – favor confirmar a presença. <[email protected]> Programação:
Início: 23.05; 28-05; 30-05; 04.06. Local: sala 303 - Horário: das 14 às 15 horas.
Atividades:
1 - 23/05 – Definição temática e estrutura da redação – matriz analítica - procedimentos de levantamento de dados e informações - exemplos e resultados. Registro no Lattes.
2 – 28/05 -Redação preliminar do texto – dinâmica redacional nos padrões ABNT.
3 – 30/05 - Leitura e avaliação do texto para publicação.
4 – 04/06 - Redação final e encaminhamento para publicação. Registro lattes.
Orientador da atividade educativa científica.
Prof. Auner Pereira Carneiro. (D.Sc. USP-SP) UNIFLU. GPIDMR
Consultores:
Profa. Gláucia Martins Quaresma. (M.Sc. FDC);UNIFLU-GPIDMR.
Profa. Maria Amélia Belizário. (M.Sc.) UNIFLU - GPIDMR Obs.
Prof. João Alvarenga. Mestre em Filosofia UFRJ –UNIFLU - . GPIDMR
GPIDMR – Grupo de Pesquisa interinstitucional de desenvolvimento municipal regional.
Obs. O curso exige a presença do participante com equipamento de mídia eletrônica disponível para a realização do texto individual-coletivo.
Compartilhe
Oportunidade com o Curso Liderança na Prática 16 horas da Fundação Estudar com Caio Fernandes Abrindo a Boca para Marco Barcelos
18/05/2018 | 09h31
1 – Caio Fernandes, a Fundação Estudar está fazendo curso de Liderança na Prática 16 horas . Qual o objetivo e o público alvo?
O Curso é um programa de introdução ao modelo de liderança da Fundação Estudar, ONG fundada pelo famoso empresário brasileiro Jorge Paulo Lemann. Organizado por voluntários em todo o Brasil, o curso busca desenvolver uma mentalidade mais protagonista e uma visão transformadora que te permite começar a pensar e agir em prol de atingir seus objetivos de carreira e ter mais sucesso.
O seu público alvo são jovens em graduação ou recém-formados. Que estão perdidos sobre o que fazer (autoconhecimento), onde fazer (mercado), como começar (liderança) ou já tem alguma experiência na faculdade, estágio ou empresa júnior (já começou a ter contato com o mercado).
A principal entrega do curso são jovens com mentalidade de liderança, ou seja, com maior potencial de realização, sabendo onde quer chegar e como fazer para conseguir.
 2 – Qual a dinâmica do curso Liderança 16 horas na Prática?
O curso é dividido em dois módulos, com oito horas de duração cada um, sendo o primeiro encontro no dia 19 de maio e o segundo dia 16 de junho. Durante cada módulo além de conteúdos programados será desenvolvida uma rede de conexão entre os participantes.
O que é?
Um curso voltado para autoliderança;
Você vai aprender sobre o modelo de liderança da Fundação Estudar;
Você vai despertar uma mentalidade protagonista para alavancar a sua carreira;
O que não é?
Não se trata de liderança de equipes;
Não aprofunda temas como propósito e decisão de carreira;
Não é uma formação em empreendedorismo;
3 – Caio Fernandes, quando será realizado o curso e como as pessoas interessadas devem se inscrever, o Local e carga horária?
O primeiro será dia 19 de maio e o segundo será dia 16 de junho. O local estará sendo definido na próxima semana, e será divulgado no evento do Facebook “liderança na prática 16h em Campos dos Goytacazes” ou acessar esse siteÇ https://www.facebook.com/events/597421477308814/ . Onde está sendo divulgando todas as informações do curso.
A inscrição é feita no site: https://www.napratica.org.br/edicoes/lideranca-16
4 – Qual o perfil das pessoas para fazer o curso de liderança 16 horas na Prática?
Como dito acima, são jovens universitários ou recém-formados, que buscam a autoliderança, e que querem ser protagonistas do seu próprio futuro.
Mas como ter certeza se esse curso é para mim?
Basta refletir sobre as perguntas abaixo:
Você é 100% feliz com o seu curso e/ou emprego?
Vê com clareza os seus próximos passos?
Consegue planejar e executar tudo aquilo que sonha?
Não? Então o curso Liderança Na Prática 16 horas é para você!
5 – Caio Fernandes, existe em Campos alguma organização voltada ao treinamento de líderes?
Nas universidades desde 2005 existe o Movimento Empresa Júnior em Campos, que capacita os jovens através da vivência empresarial. Colocando em prática o conteúdo da sala de aula e realizando serviços de consultoria com o valor abaixo do mercado, que trabalha fortemente a liderança da empresa, da equipe e de projetos. Outras organizações também desenvolvem a liderança de seus membros, como: JCI, Rotary, Rotaract, DeMolay, Lions, Enactus, Maçonaria, Hacking Health entre outras que direta e indiretamente contribuem para a formação de liderança através de cargos, cursos, treinamentos e posições de liderança frente a sociedade e a projetos.
Compartilhe
Hanseníase no Programa Oratória nas Escolas Municipais pela JCI com Junielly Maia Abrindo a Boca para Marco Barcelos
10/05/2018 | 18h57
A JCI de Campos dos Goytacazes implanta o programa que consiste no estímulo ao estudo e reflexão sobre temas relacionados ao Marco da Cidadania, que este ano será sobre Hanseníase atendendo a mais de 160 alunos da rede Municipal de ensino.
Acredita-se que com esta iniciativa, jovens estudantes poderão formar uma consciência crítica em relação ao tema.
Também será possível estimular a prática de falar em público, competência necessária para diferenciar-se no mercado de trabalho atualmente.
O objetivo é oferecer aos jovens estudantes, do ensino fundamental do 8° e 9° período a oportunidade de conhecimento, reflexão e conscientização sobre a responsabilidade e compromisso de cada indivíduo em relação ao tema Hanseníase, a nível local, regional e nacional, conscientizando nossas crianças a importância de erradicar esta doença da nossa cidade, que ainda tem um índice alto para os dias de hoje. Objetivo ainda é o de estimular a prática de falar em público.
ETAPAS DO PROJETO
1- Etapa interna nas escolas
2- Etapa Municipal/ Local
3- Etapa Regional em Curitiba
4- Etapa Nacional em Chapecó
Primeira etapa:
Os alunos deverão compor uma redação sobre o tema proposto pela JCI BRASIL.
Tema do projeto: HANSENÍASE: A INFORMAÇÃO é o CAMINHO PARA A CURA.
Foi realizado a abertura do Projeto na escola Olavo Alves, distrito de Santo amaro e após na Escola Municipal Olga Linhares no Parque Guarus , onde levamos duas técnicas de enfermagem para a realização de uma palestra sobre o tema: Hanseníase.
Feito isso, os alunos compõem a redação e será feito uma triagem das 15 melhores redações.
Esse processo, será feito em cada escola.
Os 30 alunos, 15 de cada escola, receberão um curso de oratória com o professor e Senador JCI Andral Tavares Filho.
Após, os padrinhos ( membros e aspirantes da JCI ). Acompanharão, e auxiliarão esses alunos nas escolas, reforçando as técnicas de oratória.
Após, haverá um concurso interno, onde os alunos irão discursar a respeito do tema com base no seu discurso.
Sairão três finalistas de cada escola, que irão para final a nível municipal, no dia 5/07. O finalista vai concorrer no encontro regional em Curitiba. Passando, vai para convenção nacional da JCI em Chapecó.
Importante ressaltar, o grande apoio da Secretaria de educação desde o início do projeto, em seu processo de planejamento.
Compartilhe
Das Crianças ao Estresse, Depressão, Álcool e Drogas com a Psicóloga Luciane Mina Abrindo a Boca para Marco Barcelos.
12/04/2018 | 09h56
1- Luciane Mina, na psicologia infantil quais as alterações de comportamento que deve levar os pais a procurar ajuda profissional?


O diálogo e a brincadeira entre pais e filhos é o melhor sensor para buscar situações que possam estar colocando os filhos em situação de desconforto.

Quantas crianças estão sofrendo abuso sexual e só se fala do assunto quando as mesmas já são adultas? Muitas situações que nós adultos vivenciamos como criança e nossos pais, se quer sonham que possa ter acontecido. Por que seria diferente com as crianças? Contudo o monitoramento através da observação de mudança significativa e persistente de comportamento da criança é necessário. Se os pais deixam claro para seus filhos que os mesmos podem compartilhar situações problemáticas e que as mesmas serão tratadas como tal, ou seja, vamos repreender o erro e não o indivíduo, muito poderia ser prevenido ou mesmo solucionado. Vou esclarecer: O que se observa com muita constância são pessoas, leia-se pais, insatisfeitas com o comportamento dos seus filhos e para buscar a melhoria ofendem com palavras ou atos a pessoa e muitas vezes não atuam sobre o ato inadequado. Como diz o auto de PAI MINUTO: Devemos repreender o erro e não a pessoa.

2- O tratamento cognitivo comportamental pode auxiliar em que fase da depressão?


Todo tratamento tem sua porção de utilidade, mas o determinante é o quanto o cliente, alvo do processo, se coloca aberto para atuação oferecida. Eu mesma estou atuando de forma bem produtiva com Barra de Access, técnica existente a mais de 20 anos fora do Brasil, mas ainda pouco utilizada em nosso meio. Isso faz com que poucas pessoas se permitam usufruir dos grandes resultados que estão sendo anunciados dentro e fora do país. Então o TCC - Tratamento Cognitivo Comportamental pode auxiliar se o paciente se alinhar e concordar.

3- O estresse é considerado o mal do século, a rotina do dia a dia e a vida agitada contribuem sobre maneiras para que isso aconteça. Como preveni-las e qual o tratamento com Psicoterapia?

Venho trabalhando neste tema a mais de 25 anos e ele se mantem ameaçador como a 30 anos atrás, pois as pessoas muitas vezes acham que estar estressado é sinônimo de bom trabalhador, pois trabalha muito, quando na verdade estresse é sinônimo de baixa qualidade nos resultados ou prenuncio de que o resultado poderia ser melhor.

Ter como prioridade a satisfação em qualquer atividade garante a maior habilidade com o gerenciamento do estresse, visto que o estresse tem seu lado de utilidade, mas para quem sabe gerenciar. A satisfação implanta sensores que ajudam a afastar o estresse negativo.

A proposta psicoterápica diante do estresse é identificar onde a falta de satisfação faz com que o indivíduo se coloque sua atenção sobre situações e questões inadequadas ao ampliar da sua qualidade de vida.

4 - Com o alto índice de pessoas com problemas de álcool e drogas, qual a importância do psicólogo na fase de desintoxicação? A família participa do tratamento?


O usuário de droga lícita ou ilícita tem a tendência buscar meios para obstruir a percepção ou entendimento daquilo que ele julga que incomoda. A psicoterapia tem a função de auxiliar o indivíduo a construir ou utilizar mecanismos que tragam melhor e maior entendimento desta situação para retomada do bem estar original do indivíduo.

A família é peça fundamental na sustentação e manutenção do bem estar geral do cliente. Contudo é importante identificar se a mesma tem saúde necessária, já que ninguém dá o que não tem.

5 - Muitas pessoas acham que tratamento com Psicólogo é frescura ou doença de rico. Quais os conselhos que você pode dar a quem pensa assim?

Infelizmente a ignorância reina.

Quantos anos de estudos e pesquisas, temos disponíveis para auxiliar na melhor compreensão do verdadeiro potencial do indivíduo?

Quantos profissionais dedicando anos da sua vida para conhecer mais e melhor o potencial humano? Quantas graduações, pós e formação tem sido oferecido para melhor acolher o sofrimento humano?

Quantas pessoas sofrendo sozinhas sem solução, ou mesmo usando remédios para trabalhar o sintoma e não a causa, que vão enfrentar sua dores depois que elas já não encontram mais solução imediatas e estão enraizadas no cotidiano do indivíduo. O que na verdade só tem mais e mais dor sobre posta?

O psicólogo tem condições técnicas de oferecer alternativas diante das encruzilhadas da vida. Afinal esse é seu grande propósito.

O conhecimento liberta!
Compartilhe
Curso Liderança na Prática 16 horas da Fundação Estudar com Caio Fernandes Abrindo a Boca para Marco Barcelos
09/04/2018 | 11h05
1 – Caio Fernandes, a Fundação Estudar está fazendo curso de Liderança na Prática 16 horas . Qual o objetivo e o público alvo?
O Curso é um programa de introdução ao modelo de liderança da Fundação Estudar, ONG fundada pelo famoso empresário brasileiro Jorge Paulo Lemann. Organizado por voluntários em todo o Brasil, o curso busca desenvolver uma mentalidade mais protagonista e uma visão transformadora que te permite começar a pensar e agir em prol de atingir seus objetivos de carreira e ter mais sucesso.
O seu público alvo são jovens em graduação ou recém-formados. Que estão perdidos sobre o que fazer (autoconhecimento), onde fazer (mercado), como começar (liderança) ou já tem alguma experiência na faculdade, estágio ou empresa júnior (já começou a ter contato com o mercado).
A principal entrega do curso são jovens com mentalidade de liderança, ou seja, com maior potencial de realização, sabendo onde quer chegar e como fazer para conseguir.
 
2 – Qual a dinâmica do curso Liderança 16 horas na Prática?
O curso é dividido em dois módulos, com oito horas de duração cada um, sendo o primeiro encontro no dia 19 de maio e o segundo dia 16 de junho. Durante cada módulo além de conteúdos programados será desenvolvida uma rede de conexão entre os participantes.
O que é?
Um curso voltado para autoliderança;
Você vai aprender sobre o modelo de liderança da Fundação Estudar;
Você vai despertar uma mentalidade protagonista para alavancar a sua carreira;
O que não é?
Não se trata de liderança de equipes;
Não aprofunda temas como propósito e decisão de carreira;
Não é uma formação em empreendedorismo;
3 – Caio Fernandes, quando será realizado o curso e como as pessoas interessadas devem se inscrever, o Local e carga horária?
O primeiro será dia 19 de maio e o segundo será dia 16 de junho. O local estará sendo definido na próxima semana, e será divulgado no evento do Facebook “liderança na prática 16h em Campos dos Goytacazes” ou acessar esse siteÇ https://www.facebook.com/events/597421477308814/ . Onde está sendo divulgando todas as informações do curso.
A inscrição é feita no site: https://www.napratica.org.br/edicoes/lideranca-16
4 – Qual o perfil das pessoas para fazer o curso de liderança 16 horas na Prática?
Como dito acima, são jovens universitários ou recém-formados, que buscam a autoliderança, e que querem ser protagonistas do seu próprio futuro.
Mas como ter certeza se esse curso é para mim?
Basta refletir sobre as perguntas abaixo:
Você é 100% feliz com o seu curso e/ou emprego?
Vê com clareza os seus próximos passos?
Consegue planejar e executar tudo aquilo que sonha?
Não? Então o curso Liderança Na Prática 16 horas é para você!
5 – Caio Fernandes, existe em Campos alguma organização voltada ao treinamento de líderes?
Nas universidades desde 2005 existe o Movimento Empresa Júnior em Campos, que capacita os jovens através da vivência empresarial. Colocando em prática o conteúdo da sala de aula e realizando serviços de consultoria com o valor abaixo do mercado, que trabalha fortemente a liderança da empresa, da equipe e de projetos. Outras organizações também desenvolvem a liderança de seus membros, como: JCI, Rotary, Rotaract, DeMolay, Lions, Enactus, Maçonaria, Hacking Health entre outras que direta e indiretamente contribuem para a formação de liderança através de cargos, cursos, treinamentos e posições de liderança frente a sociedade e a projetos.
Compartilhe
Sobre o autor

Marco Barcelos

[email protected]