Presidente Local Fernando Antônio Loureiro Vice Presidente Nacional 2017 Abrindo A Boca Para Marco Barcelos.
24/10/2016 | 19h21
14615725_1011280548993863_1176845668118167899_o   1-Fernando Antonio Loureiro, neste último final de semana você foi eleito Vice-Presidente Nacional da JCI. Faça uma análise da sua carreira juniorística e o seu futuro na JCI Brasil. Primeiramente, gostaria de agradecer o Convite do companheiro e amigo Marco Antônio Barcelos para falar do Cargo Nacionalao qual fui eleito para o ano de 2017. Minha carreira dentro da JCI iniciou-se em 2006, na presidência do companheiro Felippe Klem. Após nos conhecermos em um evento empresarial, fui convidado pelo mesmo à conhecer uma tal de “Câmara Júnior”, uma organização conhecida à época como a “Federação Mundial de Jovens Líderes e Empreendedores”. Diante de tal titulação e entendendo ser uma grande oportunidade, aceitei o convite e comecei a frequentar as reuniões semanais, todas as segundas-feiras. Era um ambiente acolhedor, mas um pouco misterioso, cheio de normas e controle. Em meio a tantos jovens mais velhos do que eu, alguns já reconhecidos e outros buscando esse reconhecimento, meu coração palpitava mesmo para dizer meu nome e o que eu buscava naquela organização. Percebi que iniciava ali um elo forte entre aquele jovem e a JCI. E desde o ano de 2006, A JCI faz parte da minha Juventude. Nesta casa, aprendi a me comunicar, questionar, liderar, obedecer, ouvir, raciocinar e me desenvolver com um único e grande objetivo: criar mudanças positivas para a minha comunidade. Nestes 10 anos, participei de mais de 20 Eventos Nacionais e Internacionais, me capacitei em dezenas de cursos, desenvolvi e participei de grandes projetos voltados para os jovens e para a sociedade, e, principalmente, fiz muitos e grandes amigos na minha cidade, no meu país e ao redor do mundo. Em 2014, participando ativamente das atividades, decidi que seria meu momento de retribuir e contribuir com o progresso da nossa Organização. Desta forma, coloquei meu nome em apreciação para o Cargo de Presidente Local da JCI Campos para o ano de 2016, sendo eleito por aclamação pelos membros da JCI Campos. Desde então, desenvolvi um Planejamento para os anos que estaria liderando nossa Organização junto com os Conselhos Diretor dos anos seguintes. Em 2015, participei de 5 Eventos Nacionais e Internacionais, em destaque para o Congresso Mundial de 100 anos da JCI, ocorrido em Kanazawa, Japão. Foi um ano de muito preparo, aprendizado e envolvimento com a JCI para que pudesse dar o meu melhor no ano da minha Presidência Local. 2016 tem sido um Ano Mágico! A JCI Campos renasce para a sociedade e para a juventude, resgatando e unindo os membros do passado e construindo uma Nova Geração de Membros ativos e capacitados para desenvolver novos projetos de impacto, representar a Organização e seus princípios e dar continuidade ao legado da JCI Campos. Foram 14 Membros distintivados ao longo do ano e mais 6 membros que se efetivarão na Cerimônia de Posse no final do ano, com a presença do Presidente Nacional da JCI. Diversos projetos foram desenvolvidos neste ano e centenas de pessoas impactadas, com destaque para o projeto “Conheça o Candidato”, que se tornou inspiração para diversas instituições da nossa Cidade. Foi um ano de muitas conquistas e reconhecimento para a JCI Campos. Durante o ano senti que deveria continuar contribuindo para o crescimento e reconhecimento da JCI. Desta forma, coloquei meu nome à disposição da JCI Brasil para pleitear o Cargo de Vice-Presidente Nacional. Fizemos um trabalho de divulgação nas OL’s ao redor do país e obtivemos grande resultado. Após Sabatinas com os Presidentes Locais, fui eleito com 180 dos 183 votos totais. Foi uma grande honra este reconhecimento, ao mesmo tempo em que me traz uma grande responsabilidade em representar e contribuir com as JCI’s em nosso País 2- A sua gestão está sendo marcada por retornar a JCI aos tempos áureos com uma posse como a muito tempo não se via, resgatando membros e voltando a ser a Câmara Júnior novamente uma família. Qual o segredo deste sucesso? Em nosso planejamento para o ano, percebemos que iniciar 2016 com uma Gestão intensa e que resgatasse o prestígio e a representatividade da nossa Organização faria com que a JCI Campos reabrisse as portas dos seus parceiros institucionais para que tivesse atuação firme e que grandes projetos pudessem ser desenvolvidos em conjunto. Valorizamos o networking e a história da nossa Organização que está há 55 anos em nossa cidade, pois percebemos que o respeito e a credibilidade da nossa instituição precisava ser despertada. Iniciamos nossas reuniões com intensa atividade e projetos em andamento. No dia 8 de Março, realizamos a Cerimônia de Posse da Gestão 2016. Foi um marco para o início de um grande Ano. Auditório do Hotel Ramada lotado com a presença de Vereadores, Presidentes das maiores instituições da Cidade e a participação ilustre de dezenas de Passados Presidentes, Senadores e Fundador da JCI Campos. Foi um evento de reencontro e de muita emoção. E assim continuamos nosso Ano, com muito trabalho e dedicação nos projetos e capacitações, preparando os novos membros para que participassem e se envolvessem com a Organização, resgatando a atuação dos nossos grandes líderes e unindo toda o time, fortalecendo os laços de amizade que foram a marca da Câmara Júnior de Campos. A JCI Campos foi liderada com muito Amor e Comprometimento. Este é motivo do sucesso, respeito e admiração da sociedade resgatado. 3- Quais suas metas como VPN para o ano de 2017? Meu trabalho enquanto Vice-Presidente Nacional será pautado no crescimento e reconhecimento das Organizações Locais nas cidades onde a JCI se faz presente e na abertura e estruturação de novas Organizações Locais em cidades com grande potencial, como são os casos das cidades de São Fidélis, São João da Barra, Belo Horizonte e Vitória. Minha área de atuação estará focada na Região Sudeste do País. Buscarei também contribuir para o fortalecimento de grandes Organizações como a JCI Brasil- Japão, em São Paulo. Assumi uma grande responsabilidade e espero muito que a JCI Brasil possa colher grandes resultados ao final de 2017, com Organizações Locais Definitivas estruturadas e em crescimento, bem como novas Organizações Potenciais e Provisórias surgindo com o espírito do Juniorismo em sua essência. 4- A JCI Brasil-Japão, em São Paulo, tem uma média de 70 membros ativos na Organização Local. Como motivar nossos jovens para a JCI Campos ter esta frequência e desenvolver novos projetos? Um dos temas que mais se discute na JCI Brasil tange o Crescimento das Organizações, tanto dentro das OL’s quanto à nível nacional.Redescobrimos neste ano na JCI Campos que dois fatores são essenciais para o crescimento e fortalecimento de uma Organização de voluntários jovens: Ambiente e Ação. Em 2016, foram os projetos e iniciativas que cativaram os novos membros a participarem e se tornarem membros ativos, além de resgatar tantos outros membros adormecidos no Juniorismo Campista, pois lhes faltava o brilho nos olhos. Todos esses projetos e iniciativas só se tornaram exitosos com o envolvimento e entrosamento de toda a equipe, que carinhosamente chamamos de família JCI Campos. A união e o carinho de todos, construído através das diversas oportunidades que proporcionamos de confraternização e aproximação dos membros novos e mais antigos, foi crucial para o momento de fortalecimento e reconstrução que vivemos hoje em nossa Organização. 5- Como jovem empresário de sucesso e agora VPN da JCI Brasil, quais seus conselhos para os jovens seguirem o caminho para se capacitar e se tornar um homem respeitado na sociedade? A JCI esteve muito presente em toda a minha Juventude. Foi parte do amadurecimento e lapidação do meu caráter e dos meus propósitos profissionais e de vida. Enquanto membro da JCI, iniciei minha carreira empresarial no segmento Imobiliário e muito do que absorvi desta Organização me foi essencial para a minha atuação profissional à frente da empresa. Networking, liderança, planejamento, comunicação e compromisso com as pessoas são a base de um bom gestor e a JCI é a Casa de Oportunidades que oferece todas estas experiências e aprendizado. A JCI é do tamanho que queremos que ela seja. Cada membro se desenvolve à medida que participa ativamente dos seus projetos e experimenta a liderança voluntária. Sou muito grato e honrado por tudo que me foi oportunizado nesta Casa. Tenho um grande compromisso com o futuro desta Organização na nossa Região e no nosso País e espero deixar um legado de sucesso e reconhecimento da JCI Campos neste ano e também para a JCI Brasil no ano que vem. 6 – Deixe suas considerações finais ao jovens campistas. Gostaria de registrar o meu carinho e admiração por você ser esse exemplo de perseverança e positividade que pude conviver durante esse ano, Marco. Você foi parte importante da história escrita neste ano de 2016, assim como já havia deixado sua marca na Câmara Júnior em anos atrás. Construímos uma grande amizade e respeito nesta caminhada e espero que possamos levá-la para a vida inteira. Aproveito para Convidar a você, jovem, que busca um ambiente próspero para desenvolver suas habilidades e retribuir à Sociedade através de projetos de impacto positivo e sustentável na sua Comunidade. Conheça a JCI e apaixone-se! Todas as segundas-feiras, às 20 horas, no Edifício Pioneiro 7º Andar, nos reunimos para discutir ideias e ideais, trabalhando firme para contribuir com o futuro da nossa Cidade e da nossa Juventude. Junte-se a nós! Entre no facebook.com/jcicamposdosgoytacazes e conheças nossos projetos e realizações. Muito obrigado.   14589753_1011280648993853_4339982472691337923_o14671335_1011280778993840_6813866457930465813_n
Comentar
Compartilhe
Alonso Barbosa Segue O Caminho Do Pai, Renato Barbosa, Ao Tomar Posse Na JCI.
14/10/2016 | 15h55
IMG-20161014-WA0008
     A JCI, nossa querida Câmara Júnior, tem por missão exatamente proporcionar oportunidades de desenvolvimento que preparem as pessoas jovens a criar mudanças positivas.
     Ontem, dia 13 de outubro  foi um dos dias mais emocionantes para mim, pude distintivar  Alonso Barbosa na Convenção Nacional em Rio do Sul /SC , filho do meu amigo e irmão o saudoso Renato Barbosa, que em 1994 tive a oportunidade de tomar posse na mesma organização,  ele então enquanto presidente local.
    O jovem Alonso Barbosa, com apenas 18 anos ingressou nesta maravilhosa organização mundial a JCI, nossa querida Câmara Júnior, que tem por missão exatamente proporcionar oportunidades de desenvolvimento que preparem as pessoas jovens a criar mudanças positivas. Existente  em mais 100 países com aproximadamente 200 mil membros em todo mundo. A JCI capacita jovens de 18 a 40 anos através de  vários campos de oportunidade, proporcionando crescimento individual em cursos como oratória, elaboração de projetos comunitários e networks, entre outros.
     O evento contou com a presença de aproximadamente 500 pessoas de mais de 40 cidades de todo o Brasil na cerimônia de abertura. A partir de hoje até sábado os jovens irão participar de diversos cursos de capacitação, e representando o Capítulo de Campos dos Goytacazes, nosso companheiro Júnior, Felipe Quintanilha irá participar do concurso nacional de oratória tendo como tema da sua oratória, BRASIL. Consagrando-se campeão irá representar o Brasil nas Conferências das Américas em Punta Cana. E ontem ainda tivemos a distintivação da companheira Ruana Manhães.
     Nosso brilhante presidente local Fernando Loureiro, que está fazendo uma excelente gestão, foi eleito ao cargo de vice presidente nacional da JCI Brasil, o que é uma honra para nós Juniors Campistas.
IMG-20161014-WA0011
14650622_1304002829633012_6400657740580789107_n
IMG-20161014-WA0010
IMG-20161014-WA0014
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Marco Barcelos

[email protected]