Diagnostico Precoce Levando ao Aumento do Índice de Cura no Outubro Rosa com Cândida Barcelos Abrindo a Boca para Marco Barcelos
31/10/2019 | 18h55
Para fecharmos o mês do outubro rosa com chave de ouro, temos uma entrevista muito importante com a Dra Cândida Barcelos, para esclarecer um pouco mais sobre esse assunto!
Pergunta 1: Dra Cândida Barcelos , o outubro rosa chama a atenção para a prevenção , fatores de risco e detecção precoce do Câncer de Mama. Na sua opinião o objetivo tem sido alcançado , com o aumento da procura para fazer os exames necessários , e consequentemente a diminuição do índice que aflige as mulheres ?
A campanha Outubro Rosa que se iniciou desde 1990 numa ONG americana ela vem tomando mais força nos últimos anos no sentido de voltar a população e a sociedade como um todo não especificamente só às mulheres no sentido de se preocuparem mais com câncer de mama e a partir daí se ter um diagnóstico precoce através de exames de rastreamento. Esses exames de rastreamento vão desde o simples toque no auto exame da mama mas principalmente através de exames radiografia da mamografia que é um exame que vai nos oferecer, alterações iniciais e que vão aparecer antes mesmo do nódulo ser formado. Isso nos dá um diagnóstico bastante precoce do câncer de mama que nos leva a um índice de cura muito mais elevado. Então a importância é não permitir que a fase inicial do câncer de mama evolua. Então pra isso é necessário o exame de rastreamento feito através da mamografia.
Nós observamos que no Brasil mesmo tendo um índice bastante elevado, em torno de 62 % de câncer de mama, é um dos países com maior índice de câncer de mama e principalmente o estado do Rio de Janeiro. Nós observamos por outro lado um índice de sobrevida muito bom em comparação com a população geral mundial em torno de 13 %. Isso provavelmente é devido à eficácia das campanhas de prevenção e também de tratamento e logo o diagnóstico e tratamento precoce.
Pergunta 2: Dra. Cândida Barcelos a partir de que idade que idade as mulheres devem procurar um médico para ser examinada . Tendo em vista que é o Câncer que mais mata mulheres no Brasil ?
Então é o câncer ginecológico que mais acomete mulheres. E dissimula incidência só perdendo para o câncer de pele não melanoma, sendo assim o segundo de maior incidência é nas mulheres. É Claro que a mulher deve procurar um médico como exame de controle preventivo pelo menos uma vez ao ano e ir ao ginecologista e dentro da rotina de prevenção, o câncer de mama as mamas também serão avaliadas e orientadas dependendo da faixa etária para exames específicos. Em relação à idade a orientação do Ministério da Saúde aqui mulheres na faixa etária entre 50 e 69 anos devem fazer a mamografia a cada dois anos. Caso não haja nenhuma alteração.
Pergunta 3: Dra. Cândida Barcelos , pacientes que são indicados mastectomia , são indicados para uma equipe multidisciplinar para seu acompanhamento e tratamento ?
Sim sempre há o acompanhamento para o tratamento já do câncer instalado, através de uma equipe multidisciplinar. Então um oncologista cirúrgico, um oncologista clínico, vai acompanhar e orientar o tratamento específico dependendo do tipo de tumor, do grau da classificação e grau avançado. Ele vai orientar qual o melhor tratamento para aquele tipo de tumor. É óbvio que é necessário uma equipe multidisciplinar com psicólogos, nutricionistas e enfermeiros especializados além da equipe médica.
Pergunta 04: Dra. Cândida Barcelos , ainda existe pacientes que por medo relutam em procurar um Ginecologista , e quando procuram está em um estágio avançado ?
Sim! Há muitas pacientes que não tem como rotina ou talvez por medo, não querem fazer os exames de prevenção, nunca aparecem no ginecologista para nenhum tipo de tratamento. Muitas pacientes acham que por não estarem sentindo nada não precisam ir. Normalmente o câncer de mama não dá sintomas iniciais, só em fase final, onde é mais terminal e surgem as dores. Então se for esperar os sintomas do câncer de mama, como dores para ir ao médico realmente você já vai estar num estágio mais avançado.
Pergunta 05: Existem mulheres que após quarenta anos evitam de deixar manipular os seios no ato sexual , com medo de machucar e levar ao Cancer de Mama . Isto é um tabu ou pode acontecer ?
Não!! Isso é um tabu não tem relação entre manipulação e câncer de mama.
Pergunta 06: Com sua vasta experiência e sendo uma Ginecologista de ponta em nossa cidade . Qual seu conselho para as mulheres na prevenção do Câncer de Mama ?
Então a prevenção se inicia com um ato dela tomar uma decisão de olhar para si mesma e prestar atenção ao que ela necessita. Buscar na presença do ginecologista uma maneira dela fazer uma autoavaliação da sua saúde e principalmente em relação aos seus órgãos genitais e mamas, já que são cânceres de maior incidência na mulher. Então ela tem que ter essa conscientização da necessidade pelo menos uma vez por ano, entrar em contato com seu médico, com o seu ginecologista para os exames de rotina e aí serão realizados exames preventivos.
Comentar
Compartilhe
A JCI Impactou a Comunidade da Tapera com a Renovação da Praça Morar Feliz.
08/10/2019 | 18h38
  • Juntos somos mais fortes!

    Juntos somos mais fortes!

A JCI nod ia 05/10 realizou uma ação na Praça Morar Feliz na comunidade da Tapera , reunindo Conpanheiros e Amigos da JCI.
Foi muito intenso! O rosto queimado de Sol prova um pouco isso!
Conquistamos muitos apoios, engajamento, comunicação externa, doadores, novos voluntários e, principalmente, ainda mais proximidade e comprometimento dos moradores da Tapera I!
Para conhecimento de todos, encaminho aqui parte dos serviços feitos, doações garantidas e atividades que foram realizadas no sábado.
 
 
Vamos às ações realizadas no dia 28/09.
 
 
- Terraplanagem, com distribuição do aterro na praça, retirada do mato e melhor compactação do solo.
- limpeza, regularização, cimentação e acabamento de todo o piso da futura quadra de esportes.
- Plantação das mudas frutíferas e nativas no entorno da calçada da praça.
- Fechamento de buracos nas calçadas.
- Entrega e distribuição de 72 pneus no entorno do parquinho e jardins, os quais foram preparados, pintados e decorados.
- Entrega de escoras de eucalipto de grande e pequeno portes para a rede de proteção da quadra e para a execução do parquinho infantil.
 
 
Temos muito trabalho pela frente, companheiros e voluntários!
Contamos com o comprometimento e entusiasmo para continuar com esse projeto solidário, "Renova Tapera".
 “Servir a humanidade é a Melhor Obra de uma Vida” JCI Campos dos Goytacazes!
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Marco Barcelos

[email protected]

Arquivos