O Ocaso do Glorioso
11/03/2012 | 18h20
O Ocaso do Glorioso Quando pensávamos que as coisas não poderiam piorar, somos surpreendidos com a atuação ridícula do nosso Americano, outrora Glorioso, neste campeonato carioca. Como poderíamos os calar ante jogos pífios, onde a ausência de técnica é evidenciada, com placares que, muitas vezes, poderiam ser mais elásticos para os adversários. As próximas rodadas serão fundamentais (ou diríamos desesperadoras!) para o futuro do Americano da 1ª divisão do Futebol Carioca. Serão que o nosso folclórico e oculto Presidente César Gama conseguirá seu intento? (vocês podem concluir qual seria!) Passados anos da atual administração e meses após lutarem (e perderam na Justiça para impugnar a minha candidatura!) por mais uma eleição, qual o projeto da Administração César Gama??? NENHUM!!!!! Onde está o novo Estatuto (se bem que o Presidente do Conselho Deliberativo, logo ele em Bacharel em Direito, afirmou que precisaria importar um “causídico” para reformar o Estatuto...), quando nós, da Oposição, já tínhamos a minuta do novo Estatuto pronta? Onde estão os projetos de arrecadação de fundos??? Onde estão os projetos de revitalização do Parque Aquático e do Quadro de Sócios Proprietários??? (Talvez não queiram sócios em dia para que estes não contestem, judicialmente, como fizemos, a falta de transparência da administração “Chaviana” que ora implode o Glorioso do Parque Tamandaré!). Como os amigos sabem, vencemos na Justiça, pelo Direito do sócio proprietário poder se candidatar ao Conselho Deliberativo e a Presidente do clube, mas uma fatalidade (um edema cerebral globalizado, durante uma malsucedida cirurgia de vesícula) me tirou as condições de saúde de concorrer à Presidência, nos últimos instantes, o que, por certo deu uma “sobrevida a este grupo que capitaneia o Americano para as “profundezas”. Não obstante, tenho a dizer que não se abalem, nosso grupo continua empenhado em assumir o comando de nosso Americano e em 2014, já recuperado de minhas agruras de saúde, estaremos, todos juntos, unidos em prol do Americano, o que significa retirar este aglomerado de pessoas que somente mal fazem a nossa instituição clubística. Temos em nosso grupo Profissionais Liberais de sucesso; Servidores (Municipais, Estaduais e Federais) de alto escalão, todos concursados, Procuradores “concursados”, ou seja, profissionais que não dependem do Americano para sobreviver ou para fazer fama e fortuna. No mais, mesmo com esta administração nefasta, temos que afiançar que a “Instituição Americano” é maior, logo, continuamos torcendo, ainda que céticos, para que o nosso Glorioso saia deste atoleiro e, pelo menos, consiga terminar o atual Campeonato firme na 1ª Divisão. Saudações alvinegras! Marco Antonio de Barcelos Andrade
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Marco Barcelos

[email protected]

Arquivos