Vice-Prefeito de Itaperuna fala sobre o momento político
27/04/2017 | 19h53
EXCLUSIVA
Ao anoitecer de hoje, o vice-prefeito de Itaperuna Rogerinho Bandoli Boechat disse ao BNB, Blog Nino Bellieny,  que os rumores sobre um rompimento com o prefeito Marcus Vinicius de Oliveira Pinto-PR, são infundados e que a amizade e o compromisso político continuam firmes. 
Comentou ainda que algumas poucas pessoas tentam criar alarde usando a velha máxima de dividir para tentar se dar bem em cima de uma situação irreal.
E concluiu: "Estamos unidos como sempre!
Comentar
Compartilhe
CEG Chega a Itaperuna
13/04/2017 | 07h53
EM 1ª Mão
A Companhia Estadual de Gás tem previsão de começar a operar em Itaperuna dentro de 8 meses, depois de concluir suas obras do centro de distribuição, na Rua Mourão Filho, Bairro Aeroporto, em um terreno de 10.500 m2, dos quais mais de 8.000 m2 serão reflorestados.
A geração de empregos diretos beira à 180 vagas.
O primeiro grande cliente deverá ser o HSJA-Hospital São José do Avai, mas postos de gasolina, diversas empresas e residências serão beneficiadas.
A vinda da CEG teve conexões com a Secretaria Municipal de Meio-Ambiente de Itaperuna, com empenho  do secretário Waldriano Terra e do prefeito Marcus Vinícius de Oliveira Pinto.
Quem sabe agora o Parque Indústrial da cidade tenha condições de virar realidade. Além do gás, a Hidrelétrica da Cachoeira da Fumaça em Retiro do Muriaé, distrito itaperunense, segue seu cronograma projetado. 
Energia fundamental para tocar o futuro.
Comentar
Compartilhe
Presidente de Partido Nega Lançamento de Candidatura
13/04/2017 | 07h31
EXCLUSIVA
Jefferson Leite, presidente municipal do PRB acompanhou o deputado federal Glauber Braga, do PSOL, em uma andança pela Feira Popular de Itaperuna, no sábado passado.
Houve quem achasse ser o gatilho de uma campanha a prefeito por parte do JL, com direito a discurso e tudo, mas ele disse com exclusividade ao BNB que não aconteceu nenhum lançamento, apenas uma visita do Glauber e ele, a convite do assessor Marcelo Tinoco Lessa, esteve o tempo todo ao lado do federal.
Comentar
Compartilhe
O que o secretário de Agricultura do Estado do Rio conversou com o Prefeito de Itaperuna
11/04/2017 | 10h40
EXCLUSIVA
A conversa do secretário de Estado de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, Jair Bittencourt e o prefeito de Itaperuna, Marcus Vinícius Oliveira Pinto, ocorrida no gabinete deste, dada em 1ª MÃO aqui pelo BNB na semana passada, para a confecção de um convênio com o município ainda rende assunto.
Assessoria
/ Assessoria
Como ambos foram adversários na recente campanha,( JB apoiou o candidato Alexandre da Auto-Escola), muita gente assídua frequentadora dos bastidores políticos, considerava difícil o encontro acontecer.
Aconteceu. 
Para o bem do município. ( Há quem discorde, por motivos meramente pessoais.)
Os dois, depois da reunião protocolar, continuaram por alguns minutos a conversa, a sós.
Um acordo de cavalheiros foi fechado e ambos assumiram o compromisso, não de mútua colaboração, mas sim, de não atrapalharem um ao outro no pleito para deputado estadual em 2018, logo ali na esquina.
Cada um na sua e todos na de Itaperuna.
Comentar
Compartilhe
Quem é o Cara do Governo na Câmara Itaperunense
11/04/2017 | 07h50
EM 1ª MÃO
Prefeito Marcus Vinícius Oliveira Pinto envia mensagem indicando Glauber Bastos lider do Governo na CM de Itaperuna. O convite foi feito ao vereador Cazalito, mas este preferiu declinar. E ficou nas  mãos de GB.
Comentar
Compartilhe
Secretário de Estado é Preso
11/04/2017 | 07h46
Ministério Público Federal e Polícia Federal agiram juntos manhã de hoje levando mandados de prisão e de busca/apreensão contra o ex-secretário de Saúde do Rio Sérgio Côrtes, Miguel Iskin, presidente da Oscar Iskin, dono de distribuidora de produto hospitalar e do sócio, Gustavo Estellita Cavalcanti Pessoa. Côrtes foi preso  ainda em casa, na Lagoa Rodrigo de Freitas. Os empresários também foram detidos. Eles foram encaminhados para a Superintendência da PF.


Fonte-O Globo
Fotos- Sobre Imagens da Rede Globo
Comentar
Compartilhe
Desembargador Luiz Leite Abre o Coração
11/04/2017 | 03h00
Modéstia a parte,
não sou corrupto,
nunca recebi propina.

Desembargador
Luiz Leite Araujo

Como todos sabem, sou Desembargador aposentado, após trinta e cinco anos de Magistratura, sem nunca ter recebido qualquer sanção disciplinar, nem mesmo uma advertência.
Durante toda minha vida, procurei pautar minhas atividades, no trabalho e pessoalmente, dentro dos padrões de honestidade que me foram passados por meus honrados pais, pelos ensinamentos e pelo exemplo, e também de toda minha família e de meus amigos, especialmente, de nossa querida terra de Itaperuna.
Portanto, data venia, quero afirmar e reafirmar que não sou corrupto, nem nunca recebi propina, nem em minha atividade de magistrado, nem em minha vida pessoal.

Pelo contrário, no exercício funcional como Juiz de Direito e como Desembargador, através de sentenças e de acórdãos, além de ter absolvido muitos inocentes, condenei e mandei para a cadeia mais de três mil agentes infratores, e apliquei mais de dez mil anos de condenação dos mesmos em penas privativas de liberdade – de reclusão e de detenção, e ainda penas restritivas de direitos.

Dentre os muitos e muitos processos que examinei e julguei na oportunidade que integrava o Órgão Especial do Eg Tribunal de Justiça, em julgamento colegiado, fui Relator do Mandado de Segurança 0052853-69.2099.8.19.0000, de numeração antiga 2009.004.00187, impetrado pelo Conselheiro José Gomes Graciosa, do Tribunal de Contas do Estado, contra a Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro e contra a Comissão Parlamentar de Inquérito instaurada pela Resolução 591 de 2009 da ALERJ, em cujo processo foram admitidos como litisconsortes ativos, entre outros, os Conselheiros do mesmo TCE José Leite Nader e Jonas Lopes de Carvalho.

Não se tratava de um processo para julgamento singular, ou seja, pelo próprio Juiz, mas de um julgamento colegiado, no caso em tela, julgamento por vinte e cinco Desembargadores ao mesmo tempo, sendo eu Relator.
Nos referidos autos, logo no início, em 09/março/2009, concedi liminar parcialmente para sustar a convocação do impetrante, ou a desconstituir se já determinada, para prestar depoimento perante a mencionada CPI.

No mandado de segurança não se examina mérito da acusação, mas, apenas, a legalidade ou ilegalidade processual em questão, e o direito líquido e certo do impetrante.
A referida liminar, apesar de decisão pessoal minha, como Relator, foi objeto de recurso de agravo regimental para o Órgão Especial do Tribunal de Justiça, que, por maioria de votos dos Exmos Desembargadores, foi negado provimento ao agravo e, consequentemente, mantida a liminar agravada, antes concedida, sendo dezenove votos a favor de sua manutenção, e cinco votos contrários, não votando o Presidente do Tribunal, como estabelece o Regimento Interno.

Por derradeiro, o julgamento final do mencionado mandado de segurança ocorreu em 03/maio/2010, com a seguinte decisão: em continuação, por maioria de votos, concedeu-se a segurança, nos termos do voto do Relator, que foi acompanhado pelos Desembargadores cujos nomes podem ser conferidos no site do Tribunal de Justiça, acessando-se o processo questionado, vencido apenas um, que a denegava.

Assim sendo, o referido mandado de segurança, examinado por vinte e quatro Desembargadores, foi concedido na forma do meu voto como Relator, e de mais vinte votos dos demais Desembargadores, que me acompanharam, vencido apenas um deles, sendo que outro afirmou sua suspeição, e o Presidente, e o Presidente que não votou, na forma do Regimento Interno, pois só votaria em caso de desempate.

Agora, passados mais de seis anos da data do julgamento, um Conselheiro “canalha” do Tribunal de Contas do Estado, que naquela época foi beneficiado com a decisão no referido mandado de segurança, estando atualmente envolvido num escândalo de corrupção, para tentar salvar-se das malhas da lei, em delação premiada, acusou os demais Conselheiros de crimes idênticos aos seus, e ofendendo a honorabilidade da Magistratura Fluminense, proclamou que um outro Conselheiro havia pago propina a um Desembargador, cujo nome não se recordava, para ser beneficiado com uma liminar, e a TV Globo, através de seu noticiário jornalístico, “Globo News”, ofendendo a dignidade e a honra pessoal deste modesto Desembargador aposentado, jogou na mídia que quem havia dado liminar no caso em tela foram os Desembargadores Luiz Leite Araujo e Nascimento Póvoas.

Quero afirmar e reafirmar aos meus amigos e ao povo de minha terra: Não sou corrupto. Não recebi propina. Aliás, tudo não passa de uma ilação para manchar meu nome, haja vista que não se proclamou quem pagou a propina, nem quem recebeu a propina, nem que tipo de propina era, nem quanto foi o valor ofertado da propina, nem como ela foi paga, nem quem entregou o respectivo valor, nem onde foi entregue, se no Tribunal de Justiça, ou na casa do Desembargador, sendo, portanto, inverídica, perniciosa e caluniosa essa insinuação deslavada do referido Conselheiro e de órgão de notícias da Rede Globo de Televisão a meu respeito.

Com estes esclarecimentos, que entendi que precisavam ser dados, quero apresentar meus melhores agradecimentos aos meus amigos, bem como à imprensa e ao povo da minha terra, pelo apoio moral que venho recebendo de todos, que é o que muito me conforta.
Graças a Deus continuo de cabeça erguida.

Abraços. Muito obrigado.
Comentar
Compartilhe
Onda Empreendedora Chega a Campos
10/04/2017 | 23h00
Dia 12 de abril quarta-feira agora, a Onda faz seu primeiro movimento na Planície, reunindo gente que deseja fazer com quem sabe como e quando fazer. Uma rede de trabalho disponível para novos negócios entrelaçando disposição, conhecimento e senso de oportunidade.
Paula Alexandrisky é uma das surfistas dessa onda que vem com força para Campos. Ela tem experiência em
estabelecer conexões corretas e  disparar objetivos sólidos e vai liderar esse encontro, no  Restaurante Speciale, na Rua Sete Capitães, 10, Bairro Pelinca, Campos, às 19h.
O evento tem entrada grátis, apenas os custos de consumo individual serão considerados.
Inscreva-se AQUI
Comentar
Compartilhe
Petrobras melhora posição de crédito
10/04/2017 | 20h36
A agência de classificação de risco Moody’s elevou a nota de crédito da Petrobras de B2 para B1. Apesar da mudança, o rating da estatal continua sem grau de investimento, uma espécie de selo de bom pagador.


Fonte- O Globo
Comentar
Compartilhe
Simpósio de Nutrição Vai Além da Expectativa
10/04/2017 | 12h05
Planejado e executado por Patrícia Arraes, da Vitamini, o evento da última sexta-feira bombou proteicamente falando, deixando Niterói e arredores mais saudáveis. O próximo tem Campos na rota.
Quase 200 pessoas se juntaram para ver e ouvir de perto o papa da Nutrição brasileira, Murilo Pereira.
Comentar
Compartilhe

BLOGS - MAIS LIDAS