Novo Decreto da Pref de Itaperuna no Combate ao Covid-19
30/06/2020 | 19h31
<div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 12pt;"><strong>BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O</strong></span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 12pt;"><strong>A Prefeitura acaba de lan&ccedil;ar o DECRETO N&ordm;. 6273 DE 30 DE JUNHO DE 2020, que valer&aacute;&nbsp;at&eacute; o dia 31 de Julho de 2020, prorrogando as medidas de conten&ccedil;&atilde;o e combate ao Coronav&iacute;rus. O decreto entra em vigor na data de publica&ccedil;&atilde;o. Quem desejar ler na &iacute;ntegra, estar&aacute; no Di&aacute;rio Oficial do Munic&iacute;pio.</strong></span></div> <div>&nbsp;</div> <div>DECRETO 6273/2020&nbsp;</div> <div>Art. 17. Este Decreto entra em vigor na data de sua publica&ccedil;&atilde;o, revogando-se</div> <div>todas as disposi&ccedil;&otilde;es em contr&aacute;rio.</div> <div>Itaperuna/RJ, 30 de Junho de 2020.</div> <div>VITOR MEIRELES GON&Ccedil;ALVES</div> <div>Procurador Geral do Munic&iacute;pio</div> <div>MARCUS VIN&Iacute;CIUS DE OLIVEIRA PINTO</div> <div>Prefeito Municipal de Itaperuna</div> <div>&nbsp;</div>
Comentar
Compartilhe
Ex-Prefeito de Itaperuna se Pronuncia
30/06/2020 | 12h05
<div>BNB De Olho</div> <div>Alfredo Paulo Marques Rodrigues, o Alfred&atilde;o, usou o perfil pessoal do Facebook para tranquilizar parentes e amigos, mostrando recupera&ccedil;&atilde;o do Covid-19 e agradecendo as ora&ccedil;&otilde;es pelas quais pediu.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/30/170x96/1_alfred-1639763.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5efb5422db844', 'cd_midia':1639763, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/30/alfred-1639763.jpg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'ArquivoFamiliar', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '542', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:542px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/30/alfred-1639763.jpg" alt="" width="813" height="542"> <figcaption> ArquivoFamiliar </figcaption> </figure></tinymce></div>
Comentar
Compartilhe
Reabertura Parcial do Comércio em S.A. de Pádua-RJ
30/06/2020 | 10h52
<div>BNB&nbsp;</div> <div>Decreto municipal foi emitido ontem, segunda-feira, 29 de junho e autoriza o funcionamento&nbsp;de todas as atividades comerciais&nbsp; com exce&ccedil;&atilde;o de&nbsp;bares, restaurantes, lanchonetes e estabelecimentos cong&ecirc;neres.</div> <div>N&atilde;o retornam tamb&eacute;m as academias, centros de gin&aacute;stica e similares, exceto para atender pacientes, nos casos de estrita recomenda&ccedil;&atilde;o m&eacute;dica.</div> <div>Continuam suspensas a realiza&ccedil;&atilde;o de eventos e de qualquer atividade com a presen&ccedil;a de p&uacute;blico, ainda que previamente autorizadas envolvendo aglomera&ccedil;&atilde;o de pessoas,&nbsp; como evento desportivo, show, sal&otilde;es de festas, casas de festa, feira, eventos cient&iacute;ficos, com&iacute;cios, passeata e afins.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Al&eacute;m das aulas presenciais, sem preju&iacute;zo da manuten&ccedil;&atilde;o do calend&aacute;rio recomendado pelo Minist&eacute;rio da Educa&ccedil;&atilde;o, nas unidades da rede Municipal, p&uacute;blica e privada, de ensino.</div> <div>Permanece o mesmo para igrejas, templos religiosos e afins.</div>
Comentar
Compartilhe
Despacho Judicial para Inconformismo diante de Indeferimento
28/06/2020 | 19h18
<div>BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O</div> <div>O inconformismo da Defensoria P&uacute;blica quanto ao indeferimento de Lockdown em Itaperuna-RJ, gerou um sucinto Despacho Judicial:</div> <div>RELEMBRE O CASO CLICANDO&nbsp;<a href="http://www.folha1.com.br/_conteudo/2020/06/blogs/blogninobellieny/1262992-reacao-da-defensoria-a-decisao-que-mantem-comercio-aberto.html"> <strong><span style="color: #ff6600;">AQUI</span></strong></a></div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/28/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_28_at_19_08_56-1639317.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ef9158303f03', 'cd_midia':1639317, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/28/whatsapp_image_2020_06_28_at_19_08_56-1639317.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '198', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:198px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/28/whatsapp_image_2020_06_28_at_19_08_56-1639317.jpeg" alt="" width="813" height="198"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></div>
Comentar
Compartilhe
Uma Arara-Canindé Encanta Itaperuna
27/06/2020 | 18h25
<div>BNB EXCLUSIVA</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Ela tem sido vista pelas estradas vicinais e propriedades rurais do munic&iacute;pio de Itaperuna-RJ</span></div> <div>A advogada Priscila Console e o marido Luis Carlos Fran&ccedil;a, captaram um belo momento hoje pela manh&atilde; em um das rotas de pedal. A arara-canind&eacute; os acompanhou durante parte do percurso e deixou-se fotografar calmamente, seguindo outro rumo depois.</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/27/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_27_at_18_37_06-1639016.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ef7bc15337bd', 'cd_midia':1639016, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/27/whatsapp_image_2020_06_27_at_18_37_06-1639016.jpeg', 'ds_midia': 'Priscila e a Arara-Canind&eacute;', 'ds_midia_credi': 'Foto-Luiz Carlos Fran&ccedil;a', 'ds_midia_titlo': 'Priscila e a Arara-Canind&eacute;', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '649', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:649px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/27/whatsapp_image_2020_06_27_at_18_37_06-1639016.jpeg" alt="Priscila e a Arara-Canind&eacute;" width="649" height="813"> <figcaption> Priscila e a Arara-Canind&eacute; / Foto-Luiz Carlos Fran&ccedil;a </figcaption> </figure></tinymce></div> <div> <div>&nbsp;</div> Segundo o professor de Biologia Marco Thom&eacute;*, a esp&eacute;cie &eacute; t&iacute;pica do Cerrado brasileiro, portanto est&aacute; bem longe de casa e provavelmente, escapou de algum criat&oacute;rio.</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Reino-Animalia</span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Filo-Chordata</span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Classe-Aves</span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Ordem-Psittaciformes</span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">G&ecirc;nero- Ara</span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Esp&eacute;cie-Araruana&nbsp;</span></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;">*Thom&eacute; &eacute; coordenador do Curso de Biologia da UniRedentor/Afya Educacional</span></div>
Comentar
Compartilhe
Despacho do CNJ Sobre Medida Acauteladora do Sindicato de Servidores da Justiça
27/06/2020 | 17h34
<div><em><strong>BNB JUSTI&Ccedil;A</strong></em></div> <div><em><strong>O Sindicato dos Servidores do Poder Judici&aacute;rio do Estado decidiu entrar em greve, ( Veja depois <span style="color: #ff0000;"><a style="color: #ff0000;" href="http://www.folha1.com.br/_conteudo/2020/06/blogs/blogninobellieny/1262983-serventuarios-da-justica-decidem-entrar-em-greve.html">AQUI</a></span> ), temendo a volta ao trabalho exatamente no momento considerado como o de maior recreducimento da pandemia de coronav&iacute;rus. A respeito, o CNJ-Conselho Nacional de Justi&ccedil;a despachou o seguinte:</strong></em></div> <div>Autos: PROCEDIMENTO DE CONTROLE ADMINISTRATIVO - 0004937-</div> <div>82.2020.2.00.0000</div> <div>Requerente: SINDICATO DOS SERVIDORES DO PODER JUDICIARIO DO ESTADO RIO</div> <div>JANEIRO</div> <div>Requerido: TRIBUNAL DE JUSTI&Ccedil;A DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO - TJRJ</div> <div>DESPACHO</div> <div>I &ndash; Trata-se de Procedimento de Controle Administrativo, com</div> <div>pedido de medida acauteladora, formulado pelo Sindicato dos Servidores do</div> <div>Poder Judici&aacute;rio do Estado do Rio de Janeiro (SINDJUSTI&Ccedil;A-RJ) em face do</div> <div>Tribunal de Justi&ccedil;a daquela unidade da Federa&ccedil;&atilde;o, em que impugna o Ato</div> <div>Normativo Conjunto 25/2020, editado para dispor &ldquo;sobre o Plano de Retorno</div> <div>Programado &agrave;s Atividades Presenciais do Poder Judici&aacute;rio&rdquo; fluminense, ante as</div> <div>circunst&acirc;ncias locais relacionadas &agrave; pandemia provocada pelo novo</div> <div>coronav&iacute;rus &ndash; Covid/19 e a possibilidade de retomada da normalidade dos</div> <div>trabalhos prevista na Res. CNJ 322/2020.</div> <div>Sustenta o requerente, em s&iacute;ntese, que a retomada das atividades</div> <div>jurisdicionais presenciais, prevista no questionado ato normativo para o dia</div> <div>29/06/2020, n&atilde;o atenderia ao disposto no art. 2&ordm;, &sect;&sect; 1&ordm; e 2&ordm;, da Res. CNJ 322/2020,</div> <div>segundo o qual os Presidentes dos Tribunais &ldquo;dever&atilde;o consultar e se amparar</div> <div>em informa&ccedil;&otilde;es t&eacute;cnicas prestadas por &oacute;rg&atilde;os p&uacute;blicos, em especial o</div> <div>Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de, a Ag&ecirc;ncia Nacional de Vigil&acirc;ncia Sanit&aacute;ria e as Secretarias</div> <div>Estaduais de Sa&uacute;de, bem como do Minist&eacute;rio P&uacute;blico, da Ordem dos</div> <div>Advogados do Brasil e da Defensoria P&uacute;blica&rdquo;.</div> <div>O exame dos documentos juntados aos autos n&atilde;o permite concluir</div> <div>pelo efetivo cumprimento da norma supracitada. Observe-se que, em</div> <div>18/06/2020, o TJRJ procedeu &agrave; juntada de c&oacute;pia do Ato Normativo Conjunto</div> <div>25/2020, ora impugnado, nos autos do PP 2746-64, instaurado para o</div> <div>acompanhamento das resolu&ccedil;&otilde;es editadas pelo Tribunal fluminense, com o</div> <div>prop&oacute;sito de &ldquo;prevenir o cont&aacute;gio pela Covid-19 e garantir o acesso &agrave; justi&ccedil;a</div> <div>neste per&iacute;odo emergencial&rdquo;. Do referido procedimento, do mesmo modo, n&atilde;o &eacute;</div> <div>poss&iacute;vel identificar informa&ccedil;&atilde;o que confirme o atendimento, pela Corte, do</div> <div>disposto no art. 2&ordm;, &sect;&sect; 1&ordm; e 2&ordm;, da Res. CNJ 322/2020.</div> <div>II &ndash; Ante o exposto, intime-se o Tribunal de Justi&ccedil;a do Estado do</div> <div>Rio de Janeiro, com a urg&ecirc;ncia necess&aacute;ria, para que se manifeste, no prazo de</div> <div>at&eacute; 48 (quarenta e oito) horas, sobre as alega&ccedil;&otilde;es da inicial, em especial para</div> <div>apresentar as consultas e &ldquo;informa&ccedil;&otilde;es t&eacute;cnicas prestadas por &oacute;rg&atilde;os p&uacute;blicos,</div> <div>em especial o Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de, a Ag&ecirc;ncia Nacional de Vigil&acirc;ncia Sanit&aacute;ria e</div> <div>as Secretarias Estaduais de Sa&uacute;de, bem como do Minist&eacute;rio P&uacute;bico, da Ordem</div> <div>dos Advogados do Brasil e da Defensoria P&uacute;blica&rdquo;, em que se amparou para</div> <div>edi&ccedil;&atilde;o do ato, nos termos do art. art. 2&ordm;, &sect;&sect; 1&ordm; e 2&ordm;, da Res. CNJ 322/2020.</div> <div>&Agrave; Secretaria Processual para as provid&ecirc;ncias.</div> <div>Bras&iacute;lia, data registrada no sistema.</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/png/2020/06/27/170x96/1_cnj-1638994.png', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ef7ae7f47689', 'cd_midia':1638994, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/png/2020/06/27/cnj-1638994.png', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '429', 'cd_midia_h': '117', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:429px;height:117px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/png/2020/06/27/cnj-1638994.png" alt="" width="429" height="117"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></div>
Comentar
Compartilhe
Varre-Sai: Zero Morte por Covid-19 até o momento
27/06/2020 | 11h16
<div>BNB SA&Uacute;DE</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Por SILAINE TERRA</span></div> <div><br />Unidades de atendimento &agrave; Covid-19 de Varre-Sai receberam visita do Grupo de Apoio &agrave;s Promotorias de Justi&ccedil;a<br /><br /><br />Varre-Sai &eacute; o munic&iacute;pio da regi&atilde;o Noroeste Fluminense com o menor &iacute;ndice de contaminados pela Covid-19 (36 casos confirmados) e ainda n&atilde;o registrou &oacute;bito pela doen&ccedil;a.</div> <div>Durante esta semana, o munic&iacute;pio recebeu a visita de uma equipe do Grupo de Apoio &agrave;s Promotorias de Justi&ccedil;a (GAP) para fiscaliza&ccedil;&atilde;o do Centro de Triagem e Hospital S&atilde;o Sebasti&atilde;o para averiguar as medidas que munic&iacute;pio vem tomando no enfrentamento &agrave; Covid-19.<br /><br />A visita est&aacute; acontecendo em todos os munic&iacute;pios do Noroeste Fluminense, a equipe j&aacute; esteve em Porci&uacute;ncula, Italva, Laje do Muria&eacute; e juntamente com o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (CREMERJ) fiscalizou o Centro de Atendimento de Covid em Itaperuna.</div> <div>Al&eacute;m de Varre-Sai, na quarta-feira est&aacute; programada tamb&eacute;m a visita da equipe ao munic&iacute;pio de Bom Jesus do Itabapoana.<br /><br /> O secret&aacute;rio municipal de Sa&uacute;de, Rafael Fabbri Ramos, acompanhou a equipe do GAP na visita e considera importante o acompanhamento do Minist&eacute;rio P&uacute;blico das a&ccedil;&otilde;es municipais.<br /><br /> <strong><em>&ldquo;&Eacute; importante a presen&ccedil;a do Minist&eacute;rio P&uacute;blico em Varre-Sai no intuito de acompanhar as a&ccedil;&otilde;es do munic&iacute;pio. E para n&oacute;s, foi uma oportunidade de mostrar todo o empenho e o trabalho desenvolvido no munic&iacute;pio na luta contra o novo coronav&iacute;rus</em></strong>&rdquo;, afirmou o secret&aacute;rio.<br /><br /> O Minist&eacute;rio P&uacute;blico elaborar&aacute; um relat&oacute;rio das visitas realizadas. As adequa&ccedil;&otilde;es e sugest&otilde;es que o Minist&eacute;rio P&uacute;blico julgar necess&aacute;rias, ser&atilde;o efetuadas pela Prefeitura de Varre-Sai.<br /><br /> &ldquo;<strong><em>Tanto a 1&ordf; quanto a 2&ordf; Promotoria de Justi&ccedil;a de Tutela Coletiva instauraram procedimentos para acompanhar as a&ccedil;&otilde;es relativas &agrave; pandemia da Covid-19. A gente agora est&aacute; na fase de verifica&ccedil;&atilde;o do que foi feito com o dinheiro doado, com fiscaliza&ccedil;&atilde;o dos Centros de Triagem e eventualmente os leitos colocados &agrave; disposi&ccedil;&atilde;o da popula&ccedil;&atilde;o para essa finalidade. A fiscaliza&ccedil;&atilde;o &eacute; importante tanto para verificar o dinheiro investido na Sa&uacute;de quanto para verificar o atendimento &agrave;s normas b&aacute;sicas para a popula&ccedil;&atilde;o. Se eventualmente tiver alguma coisa que possa melhorar, a gente vai conversar com o gestor p&uacute;blico para acertar toda a quest&atilde;o das notas t&eacute;cnicas j&aacute; emitidas e prestar o melhor atendimento &agrave; popula&ccedil;&atilde;o&rdquo;</em></strong>, explicou a Promotora de Justi&ccedil;a da Tutela Coletiva dos munic&iacute;pios de Natividade, Porci&uacute;ncula, Laje do Muria&eacute;, Bom Jesus do Itabapoana e Italva, Raquel Rosmaninho Bastos.<br /><br /> <br /><br /></div> <div>&nbsp;</div>
Comentar
Compartilhe
Novidades Ambientais no Porto do Açu
27/06/2020 | 11h11
<div>BNB AMBIENTE</div> <div>CARUARA ASSINA CONTRATO DE PLANTIO COM A AEROPART E SE CONSOLIDA COMO PRESTADORA DE SERVI&Ccedil;OS AMBIENTAIS</div> <div>&nbsp;<span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Por Thaina Halac</span></div> <div>&nbsp;Contrato &eacute; o primeiro com um cliente do Porto do A&ccedil;u e prev&ecirc; o reflorestamento de oito hectares na RPPN</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>A Reserva Caruara assinou o primeiro contrato de restaura&ccedil;&atilde;o florestal com um cliente instalado no Porto do A&ccedil;u. O acordo foi firmado com o Grupo Aeropart, respons&aacute;vel pela constru&ccedil;&atilde;o do Aer&oacute;dromo Norte Fluminense, cujas obras est&atilde;o em fase avan&ccedil;ada na retro&aacute;rea do porto.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>O plantio ser&aacute; iniciado ainda em 2020 e dever&aacute; ser conclu&iacute;do em 2022. Ao todo, ser&atilde;o oito hectares &ndash; o equivalente a oito campos de futebol - reflorestados.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&ldquo;A sustentabilidade &eacute; um dos valores do Porto do A&ccedil;u e a parceria firmada com o Grupo Aeropart abre outras possibilidades de neg&oacute;cios, al&eacute;m de consolidar a RPPN Caruara como prestadora de servi&ccedil;os ambientais&rdquo;, explica Daniel Nascimento, coordenador da RPPN Caruara.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Pelo contrato, a manuten&ccedil;&atilde;o desta &aacute;rea de plantio ficar&aacute; a cargo do Grupo Aeropart at&eacute; 2025.</div> <div>&nbsp;</div> <div>"Objetivamos a gest&atilde;o consciente e respons&aacute;vel dos recursos, com a implementa&ccedil;&atilde;o de uma pol&iacute;tica ambiental integrada. A restaura&ccedil;&atilde;o florestal de oito hectares reafirma nossa inten&ccedil;&atilde;o de compatibilizar o investimento em atividades econ&ocirc;micas com a preserva&ccedil;&atilde;o do meio ambiente, visando o desenvolvimento sustent&aacute;vel da Aeropart e das comunidades envolvidas", refor&ccedil;a Francisco Pinto, diretor do Grupo Aeropart.</div> <div><br /></div> <div>Com &aacute;rea total de quatro mil hectares, a RPPN Caruarae &eacute; a maior unidade privada dedicada &agrave; preserva&ccedil;&atilde;o do ecossistema de restinga do Brasil.A reserva foi criada de forma volunt&aacute;ria pelo Porto do A&ccedil;u em 2012 e nela s&atilde;o desenvolvidos trabalhos de restaura&ccedil;&atilde;o florestal e monitoramento de fauna e flora, utilizando a m&atilde;o de obra das comunidades do entorno. Hoje, cerca de 40 moradores da regi&atilde;o trabalham no espa&ccedil;o.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;Todas as mudas plantadas na reserva s&atilde;o produzidas em um viveiro pr&oacute;prio com capacidade de produ&ccedil;&atilde;o de 500 mil mudas por ano. O viveiro produz e maneja 88 esp&eacute;cies e j&aacute; produziu mais de um milh&atilde;o de mudas. Em toda a &aacute;rea preservada j&aacute; foram identificadas 292 esp&eacute;cies de flora e 573 de fauna, incluindo esp&eacute;cies criticamente amea&ccedil;adas.</div>
Comentar
Compartilhe
Inquérito Civil do MP para o Governo do Rio e o HSJA
26/06/2020 | 14h39
<div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 12pt;"><strong>BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O</strong></span></div> <div>ITAPERUNA-RJ</div> <div>Acaba de ser oficiado um Inqu&eacute;rito Civil para apura&ccedil;&atilde;o da aus&ecirc;ncia dos repasses do Governo do Estado do Rio, nele o MP quer saber do Estado qual o motivo do n&atilde;o pagamento, e do HSJA-Hospital S&atilde;o Jos&eacute; do Ava&iacute;, quer a comprova&ccedil;&atilde;o das metas contratadas, justificando o valor pleiteado.</div> <div>H&aacute; 4 meses o repasse n&atilde;o acontece. (Veja em nota publicada em 1&ordf; M&Atilde;O por Christiano Abreu Barbosa em seu blog <a href="http://www.folha1.com.br/_conteudo/2020/06/blogs/pontodevista/1262855-hospital-sao-jose-do-avai-suspende-procedimentos-do-sus.html">AQUI</a>)</div>
Comentar
Compartilhe
Reação da Defensoria à Decisão que Mantém Comércio Aberto
26/06/2020 | 10h52
<div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">BNB de 1&ordf;</span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Itaperuna-RJ</span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Est&aacute; nos autos</span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/26/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_26_at_00_39_19-1638474.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ef5fce9324e3', 'cd_midia':1638474, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/26/whatsapp_image_2020_06_26_at_00_39_19-1638474.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '366', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:366px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/26/whatsapp_image_2020_06_26_at_00_39_19-1638474.jpeg" alt="" width="366" height="635"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></span></div>
Comentar
Compartilhe
Serventuários da Justiça Decidem Entrar em Greve
25/06/2020 | 22h14
<div>Depois do t&eacute;rmino das assembleias locais online, os serventu&aacute;rios da Justi&ccedil;a Estadual do Rio de Janeiro decidiram por uma greve em defesa da vida.<br /><br />A maioria dos votantes (61,9%) optou pela n&atilde;o retomada do atendimento presencial a partir do dia 29 (quando come&ccedil;aria a primeira fase do retorno, estabelecida pela Administra&ccedil;&atilde;o do TJ-RJ). Outros 16% votaram contra e 22,1% se abstiveram.<br /><br />O motivo da recusa &eacute; a falta de condi&ccedil;&otilde;es sanit&aacute;rias necess&aacute;rias para o trabalho presencial e para o atendimento ao p&uacute;blico, o que colocaria em risco diretamente a vida dos servidores, a dos parentes idosos e familiares de grupos de risco, indiretamente, e da popula&ccedil;&atilde;o em geral por causa da pandemia da Covid-19.</div> <div>Ainda, considerando a curva ascendente e mais de 54 mil mortos e mais de 1 milh&atilde;o e 200 mil infectados, o deslocamento do serventu&aacute;rio, especialmente daqueles que dependem do transporte p&uacute;blico, s&oacute; agravaria o quadro catastr&oacute;fico.<br /><br />A greve n&atilde;o significar&aacute; uma paralisa&ccedil;&atilde;o no atendimento da Justi&ccedil;a estadual. Ou seja, os serventu&aacute;rios manter&atilde;o os trabalhos em home office e os atendimentos emergenciais, como j&aacute; est&atilde;o fazendo desde o in&iacute;cio das medidas de isolamento social, inclusive com altos &iacute;ndices de produtividade. Assim, o retorno s&oacute; poria em risco as vidas das pessoas, tendo em vista que h&aacute; trabalho e produtividade elevada.<br /><br />O Ato Normativo Conjunto n&ordm; 25 do TJ-RJ, elaborado sem a participa&ccedil;&atilde;o do sindicato, desconsidera a realidade, uma vez que estipulou a data de 29 de junho sem respeitar os crit&eacute;rios indicados pelas institui&ccedil;&otilde;es cient&iacute;ficas renomadas, em especial a curva descendente de casos de infec&ccedil;&atilde;o e de mortes por pelo menos 14 dias consecutivos.</div> <div>Neste sentido, h&aacute; clara viola&ccedil;&atilde;o de medida sanit&aacute;ria aconselhada e, que coloca em risco a vida (maior bem jur&iacute;dico garantido, inclusive, na Constitui&ccedil;&atilde;o).<br /><br />Nossa categoria tem sofrido duramente o impacto da pandemia. At&eacute; o momento, 14 serventu&aacute;rios j&aacute; perderam a vida devido &agrave; Covid-19, sendo que o Brasil se tornou o novo epicentro mundial da doen&ccedil;a e, em muitas regi&otilde;es, a pandemia est&aacute; em crescimento acelerado com recordes mundiais.<br /><br />O Sindjusti&ccedil;a-RJ prop&ocirc;s &agrave; Administra&ccedil;&atilde;o do TJ-RJ o adiamento da retomada do atendimento presencial, a exemplo de outros &oacute;rg&atilde;os pelo pa&iacute;s e, obteve resposta negativa. Fato &eacute; que, diante da recusa, o sindicato ingressou junto ao CNJ com pedido de provid&ecirc;ncia protetiva dos serventu&aacute;rios.<br /><br />Ainda ontem (24), a diretoria protocolou um novo requerimento na Presid&ecirc;ncia do Tribunal, solicitando novamente o adiamento da retomada das atividades presenciais.</div> <div>No documento, o Sindjusti&ccedil;a-RJ ressalta que o retorno para a sociedade seria inexpressivo e, em contrapartida, representaria um alto risco para os serventu&aacute;rios e seus familiares. Para o sindicato, n&atilde;o h&aacute; nada mais importante do que a vida!<br /><br />A greve deflagrada &eacute; inteiramente legal e justificada. Constitui um escudo para todo e qualquer serventu&aacute;rio consciente dos riscos para a vida.</div> <div>A greve, combinada a outras medidas, inclusive jur&iacute;dicas, est&aacute; deflagrada. Os trabalhadores unidos s&atilde;o mais fortes, a vida dos serventu&aacute;rios e de seus familiares na maior emerg&ecirc;ncia sanit&aacute;ria dos &uacute;ltimos cem anos no planeta &eacute; nossa luta.<br /><br />Diante da gravidade da crise sanit&aacute;ria, o Sindjusti&ccedil;a-RJ e outras entidades que representam servidores do Minist&eacute;rio P&uacute;blico, da Defensoria p&uacute;blica, do Tribunal de Contas e da Procuradoria Geral do Estado publicaram uma carta aberta &agrave; comunidade manifestando preocupa&ccedil;&atilde;o quanto aos planos de retorno apresentados pelos respectivos &oacute;rg&atilde;os.</div> <div>VEJA A CARTA ABERTA DO SINDJUSTI&Ccedil;A CLICANDO<span style="color: #ff6600;"><strong> <a style="color: #ff6600;" href="https://sindjustica.org.br/wp-content/uploads/2020/06/Manifesto-%C3%B3rg%C3%A3os-judiciais.pdf">AQUI</a></strong></span></div> <div>Origem: site&nbsp;<a href="https://sindjustica.org.br/">sindjustica.org.br</a></div>
Comentar
Compartilhe
Como Reconhecer um Chefe Fraco & Inseguro
25/06/2020 | 18h59
<div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 12pt;"><strong>COLUNA Mundo Empresarial LEANDRO LEVONE*</strong></span></div> <div>&nbsp;<strong>Para estrear o nosso espa&ccedil;o semanal, trouxe um texto muito interessante, ideal para servir de um guia de como n&atilde;o fazer igual no mundo empresarial, cada vez mais competitivo, mas n&atilde;o por isso com a obriga&ccedil;&atilde;o de ser tir&acirc;nico e desleal. At&eacute; semana que vem!</strong></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<strong>5 FRASES T&Iacute;PICAS DE UM CHEFE FRACO E INSEGURO</strong></div> <div>&nbsp;1 - &ldquo;Aqui, quem manda sou eu.&rdquo;</div> <div>Essa &eacute; cl&aacute;ssica e muito presente na vida de uma equipe aos cuidados de um chefe fraco e inseguro. &Eacute; uma das mais rudimentares formas de auto-afirma&ccedil;&atilde;o, bradadas por chefes sem moral em busca de intimidar suas equipes a fim de conquistar uma migalha de aten&ccedil;&atilde;o. Se voc&ecirc; tem um chefe desses, s&oacute; lamento. Tomara que voc&ecirc; tamb&eacute;m n&atilde;o seja t&atilde;o fraco como ele e escolha viver se sujeitando a levar essa na cara todos os dias. Sugest&atilde;o: chefes fracos, quando percebem que voc&ecirc; n&atilde;o se intimida (mas, ao contr&aacute;rio, respeitosamente, olha em seus olhos durante uma conversa franca), logo desiste de esbravejar e lhe escuta. Em alguns casos, ficar&aacute; muito clara a fraqueza dele, pois diante do confronto respeitoso, n&atilde;o sabe o que dizer, sua olheira escurece, gagueja, treme e quase baba na gravata.&nbsp;<br /></div> <div>2 - &ldquo;Fa&ccedil;a o que eu falo, mas n&atilde;o fa&ccedil;a o que eu fa&ccedil;o.&rdquo;</div> <div>Essa &eacute; uma das principais diferen&ccedil;as entre um chefe e um l&iacute;der. O l&iacute;der lidera pelo exemplo, enquanto o chefe acha que s&oacute; ser&aacute; respeitado e honrado pelo poder hier&aacute;rquico. Geralmente, chefes assim est&atilde;o acomodados e odeiam seu trabalho, n&atilde;o s&atilde;o nem um pouco comprometidos com a empresa e logo dever&atilde;o ser substitu&iacute;do. Caso contr&aacute;rio, representam uma excelente oportunidade para voc&ecirc; mostrar seu trabalho e sua compet&ecirc;ncia. Destacar-se com chefes acomodados &eacute; bem simples, pois seus resultados logo ser&atilde;o percebidos e esse chefe acomodado sair&aacute; de seu caminho.</div> <div>&nbsp;3 - &ldquo;N&atilde;o est&aacute; satisfeito, a porta de sa&iacute;da fica bem ali.&rdquo;&nbsp;<br /></div> <div>De novo, &eacute; um perfil que aposta que na intimida&ccedil;&atilde;o conseguir&aacute; chicotear a sua equipe para atingir suas metas. No fundo, morre de medo de sua equipe ir embora, pois, se isso acontecer, ficar&aacute; em maus len&ccedil;&oacute;is com seus superiores. No fundo, &eacute; fraco, pregui&ccedil;oso e usa dessa estrat&eacute;gia med&iacute;ocre por considerar ser o caminho mais f&aacute;cil para que ele alcance seus objetivos. Minha sugest&atilde;o &eacute;, mais uma vez, de forma sempre respeitosa, olhar no olho, sem se intimidar, para uma conversa franca.&nbsp;<br /></div> <div>4 - &ldquo;Voc&ecirc; n&atilde;o &eacute; pago para pensar. Voc&ecirc; &eacute; pago para fazer o que eu mando.&rdquo;</div> <div>Esse perfil &eacute; geralmente centralizador. N&atilde;o gosta de novas ideias, porque &eacute; inseguro, tem medo de perder seu espa&ccedil;o e pregui&ccedil;a para sair de sua zona de conforto onde domina todos os processos. Talvez esse seja um dos perfis mais danosos para um jovem promissor, pois corta na raiz sua chance de ser mais criativo e o coloca dentro de uma caixa hermeticamente fechada. Minha sugest&atilde;o &eacute; que voc&ecirc; procure outra empresa para trabalhar ou ent&atilde;o assuma o risco de desenvolver processos diferentes que alcancem maiores resultados e assim ganhe a confian&ccedil;a dele. Mas, de novo, &eacute; um risco, pois isso n&atilde;o significa que isso vai agrad&aacute;-lo e voc&ecirc; ainda fica exposto a uma demiss&atilde;o por insubordina&ccedil;&atilde;o.&nbsp;<br /></div> <div>5 - &ldquo;Estou aqui h&aacute; mais de 10 anos fazendo isso e voc&ecirc; vem com novas ideias pra reinventar a roda?&rdquo;</div> <div>Esse &eacute; o chefe limitado. Ele sequer tem vergonha de dizer que est&aacute; h&aacute; 10 anos fazendo a mesma coisa. Essa frase, no entanto, n&atilde;o expressa intimida&ccedil;&atilde;o. Por isso, ele pode ser mais flex&iacute;vel a ser convencido a implantar seu projeto. Chefes limitados geralmente s&atilde;o muito gente boa. Investir num contato mais pr&oacute;ximo a fim de conquistar a sua confian&ccedil;a pode ser a melhor estrat&eacute;gia para introduzir novas pr&aacute;ticas sugeridas por voc&ecirc;. E ele far&aacute; quest&atilde;o de divulgar que a ideia foi sua.</div> <div>&nbsp;</div> <div>FELIZ &Eacute; AQUELE QUE ENCONTRA EM SEU CAMINHO UM L&Iacute;DER.</div> <div>Algu&eacute;m que estimula sua criatividade, que antes de tudo da exemplo e atrav&eacute;s dele extrai o melhor de sua equipe. O l&iacute;der entende que sua miss&atilde;o &eacute; prover sua equipe de inspira&ccedil;&atilde;o, vis&atilde;o macro da organiza&ccedil;&atilde;o e sabe que n&atilde;o adianta usar de subterf&uacute;gios mentirosos para motivar os integrantes de seu time. O l&iacute;der aplaude a equipe pelas vit&oacute;rias e assume a responsabilidade pela derrota. Ele tem prazer na vit&oacute;ria de seus liderados e, com isso, alcan&ccedil;a maiores resultados para a companhia.</div> <div>Nunca encontrou um l&iacute;der em seu caminho? Ent&atilde;o seja voc&ecirc; esse l&iacute;der!</div> <div>Vamos refletir sobre isso!!!</div> <div>&nbsp;Texto extra&iacute;do do site <a href="https://alexandrelisboa902.jusbrasil.com.br/artigos/130194552/5-frases-tipicas-de-um-chefe-fraco-e-inseguro">JusBrasil</a></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;"><em>Prof. Leandro Bazeth Levone &eacute; Administrador, Diretor na Universidade Est&aacute;cio, Founder da Noroestevalley, Head e Mentor da Qstarts, Head e Mentor na Startslab, Coach de Carreiras, membro da Sociedade Brasileira de coaching com especializa&ccedil;&atilde;o certificada pela Universidade de Harvard nos EUA, Coordenador de MBA em Gest&atilde;o P&uacute;blica, Palestrante, Consultor de Neg&oacute;cios e Consultor Governamental, com Mestrado em Economia Empresarial pela UCAM, e Mestrado em Gest&atilde;o Regional e Planejamento de Cidades pela UCAM, Mestrando em Neg&oacute;cios Internacionais pela Universidade do Estado da Fl&oacute;rida, sendo aprovado em primeiro lugar em todo o Brasil para cursar este programa de Mestrado, P&oacute;s-graduado em Gest&atilde;o e Desenvolvimento Empresarial pela UFRJ, especialista &ndash; p&oacute;s-graduado em Direito P&uacute;blico pelo IDP &ndash; Instituto Brasiliense de Direito P&uacute;blico, p&oacute;s-graduado - MBA Executivo Internacional em Gest&atilde;o de Projetos na Funda&ccedil;&atilde;o Get&uacute;lio Vargas e p&oacute;s-graduado em Teologia Internacional.</em></span></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;"><em> Foi Secret&aacute;rio Municipal de Administra&ccedil;&atilde;o do Munic&iacute;pio de Natividade de dezembro de 2005 a julho de 2010, ano em que se tornou Secret&aacute;rio Municipal de Administra&ccedil;&atilde;o, Fazenda e Planejamento em Natividade onde permaneceu at&eacute; maio de 2015, com ampla experi&ecirc;ncia no desenvolvimento de projetos e solu&ccedil;&otilde;es p&uacute;blicas e privadas, com carater vision&aacute;rio relacionado ao uso e import&acirc;ncia da inova&ccedil;&atilde;o disruptiva, e &eacute; Professor convidado nos cursos de P&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o Lato Sensu &ndash; MBA da FACC-UFRJ (Faculdade de Administra&ccedil;&atilde;o e Ci&ecirc;ncias Cont&aacute;beis da Universidade Federal do Rio de Janeiro), desde 2009.</em></span></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;"><em><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/png/2020/06/25/170x96/1__fraco-1638367.png', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ef51dead686a', 'cd_midia':1638367, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/png/2020/06/25/_fraco-1638367.png', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '366', 'cd_midia_h': '138', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:366px;height:138px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/png/2020/06/25/_fraco-1638367.png" alt="" width="366" height="138"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></em></span></div>
Comentar
Compartilhe
O Direito do Trabalho Pós-Pandemia
25/06/2020 | 17h18
<div>BNB EDUCA&Ccedil;&Atilde;O</div> <div>Direito do Trabalho p&oacute;s-pandemia &eacute; tema de webinar gratuito</div> <div>&nbsp;Por Reinaldo Ant&ocirc;nio</div> <div>&nbsp;A Associa&ccedil;&atilde;o dos Advogados (AASP) promove na sexta-feira, 26/6, &agrave;s 17 horas, o webinar gratuito &ldquo;Direito do Trabalho p&oacute;s-pandemia&rdquo;.</div> <div>&nbsp;A crise mundial vivenciada a partir da pandemia do coronav&iacute;rus, fez despertar ideias e novas regulamenta&ccedil;&otilde;es ao mercado de trabalho, com especial &ecirc;nfase na manuten&ccedil;&atilde;o dos trabalhos e da renda da popula&ccedil;&atilde;o.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;Foram editadas as medidas provis&oacute;rias 927/20 e 936/20, pela presid&ecirc;ncia da Rep&uacute;blica, as quais tem como fundamento primordial a cria&ccedil;&atilde;o de medidas trabalhistas para enfrentamento da emerg&ecirc;ncia de sa&uacute;de p&uacute;blica decorrente do coronav&iacute;rus.</div> <div>&nbsp;O evento abordar&aacute; os temas acima e outros correlatos. Est&atilde;o confirmadas a participa&ccedil;&atilde;o dos seguintes expositores: ministro Alexandre de Souza Agra Belmonte, do Tribunal Superior do Trabalho; desembargadora Gisela Rodrigues, presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 15&ordf; Regi&atilde;o; advogada e desembargadora aposentada, Regina Dubugras; juiz do Trabalho, Rui C&eacute;sar P&uacute;blio Borges Corr&ecirc;a; e os advogados: Paulo S&eacute;rgio Feuz, Guilherme Brito Rodrigues Filho e Carlos Augusto Monteiro.</div> <div>&nbsp;Inscri&ccedil;&otilde;es:&nbsp;CLIQUE <a href="https://us02web.zoom.us/webinar/register/WN_XDShN6ltRi28UXwATIMc9g"><strong><span style="color: #ff6600;">AQUI</span></strong></a></div> <div>&nbsp;Informa&ccedil;&otilde;es para a Imprensa: (11) 9-9936-8252, com Reinaldo De Maria ([email protected]).</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div>
Comentar
Compartilhe
MP Vai Recorrer de Decisão Judicial que Mantém Comércio Aberto
25/06/2020 | 10h07
<div>BNB em 1&ordf; M&Atilde;O</div> <div>Em entrevista concedida ontem &agrave; note ao editor deste Blog, o promotor p&uacute;blico titular da Vara de Tutela Coletiva do Minist&eacute;rio P&uacute;blico, Itaperuna-RJ, disse que vai recorrer nos pr&oacute;ximos da recente decis&atilde;o do Poder Judici&aacute;rio que mant&ecirc;m o com&eacute;rcio aberto no munic&iacute;pio.</div> <div><strong>Para saber um pouco mais sobre a decis&atilde;o: clique <span style="color: #ff6600;"><a style="color: #ff6600;" href="http://www.folha1.com.br/_conteudo/2020/06/blogs/blogninobellieny/1262850-itaperuna-justica-indefere-pedido-para-novo-lockdown.html">aqui</a></span></strong></div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/png/2020/06/25/170x96/1_mprj_open_graph-1638103.png', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ef49f6ca0e0a', 'cd_midia':1638103, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/png/2020/06/25/mprj_open_graph-1638103.png', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/png/2020/06/25/mprj_open_graph-1638103.png" alt="" width="813" height="813"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></div>
Comentar
Compartilhe
Aluno Fala das Dificuldades da UENF no Ensino Online
25/06/2020 | 09h50
<div>BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong>RETRATO DO MOMENTO NA UENF*</strong></span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong>*O autor do artigo pede para n&atilde;o ser identificado temendo poss&iacute;veis repres&aacute;lias, embora relate respeitosamente a vis&atilde;o dele dos acontecimentos</strong></span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong>O Blog est&aacute; &agrave; disposi&ccedil;&atilde;o da Reitoria para resposta ao texto abaixo. Email: [email protected]</strong></span></div> <div><em>Estamos h&aacute; mais de tr&ecirc;s meses sem aulas presenciais como todo sistema educacional brasileiro, mas como sabe-se, in&uacute;meras institui&ccedil;&otilde;es de ensino foram se adequando para que os alunos n&atilde;o ficassem desamparados, infelizmente a UENF n&atilde;o seguiu este caminho, embora n&atilde;o posso falar por toda institui&ccedil;&atilde;o, sinto-me no dever quando se trata da situa&ccedil;&atilde;o dos alunos do Mestrado e Doutorado, at&eacute; ent&atilde;o dos melhores do pa&iacute;s.</em></div> <div><em>As&nbsp; coordenadorias enfrentam de forma incans&aacute;vel batalhas di&aacute;rias, mas infelizmente o <strong>sistema &eacute; feito para n&atilde;o funcionar</strong>, in&uacute;meros professores e funcion&aacute;rios est&atilde;o fazendo v&aacute;rias exig&ecirc;ncias para adequar as aulas ao formato remoto ( aulas online),&nbsp; nclusive&nbsp; com um professor que se recusou a participar alegando que n&atilde;o recebe direito de imagem para isso.</em></div> <div><em>J&aacute; outros professores, abnegados e profissionais corretos preocupados com seus pupilos,&nbsp; n&atilde;o pararam durante a pandemia, e continuaram fazendo encontro virtuais com seus alunos.</em></div> <div><em>Ontem mesmo, ficou definido por v&iacute;deo-confer&ecirc;ncia, que&nbsp; as disciplinas cujas atividades foram suspensas ou prejudicadas durante a pandemia ser&atilde;o validadas como disciplinas cursadas, desde que os alunos tenham alcan&ccedil;ado as m&eacute;dias exigidas.</em></div> <div><em>Nesta mesma reuni&atilde;o,&nbsp; ficou decidido que a partir do m&ecirc;s de julho haver&aacute; uma adapta&ccedil;&atilde;o do calend&aacute;rio para aulas remotas e online de todas as disciplinas, mas os alunos que por algum motivo n&atilde;o possam acompanhar, n&atilde;o ser&atilde;o reprovados, mas poder&atilde;o curs&aacute;-las quando tudo voltar ao normal.</em></div> <div><em>Aos alunos que tenham alguma dificuldade de acesso &agrave; internet a institui&ccedil;&atilde;o ir&aacute; disponibilizar salas de inform&aacute;tica para que possam assistir &agrave;s aulas, mas tomando todo cuidado necess&aacute;rio de preven&ccedil;&atilde;o ao coronav&iacute;rus.</em></div> <div><em>Lembrando: foi decidido ontem apenas pela coordena&ccedil;&atilde;o de um dos cursos, falta aprova&ccedil;&atilde;o por parte da reitoria da institui&ccedil;&atilde;o.</em></div>
Comentar
Compartilhe
Nome Ligado à Itaperuna É parte de Agência Vencedora em Cannes
24/06/2020 | 13h32
<div>BNB PUBLICIDADE</div> <div>No recente 23 de junho, uma ag&ecirc;ncia brasileira de publicidade, ganhou um importante pr&ecirc;mio, em mais uma edi&ccedil;&atilde;o&nbsp;do Cannes Lions Festival Internacional de Criatividade, apresentado no formato digital neste ano por &oacute;bvias raz&otilde;es pand&ecirc;micas.</div> <div>A&nbsp;ALMAP BBDO fixou no portf&oacute;lio o expressivo t&iacute;tulo de&nbsp;Ag&ecirc;ncia da D&eacute;cada da Am&eacute;rica Latina, somat&oacute;rio de parte da trajet&oacute;ria almapiana durante a d&eacute;cada passada, diante de in&uacute;meras outras ag&ecirc;ncias, grupos de comunica&ccedil;&atilde;o e anunciantes mais premiados pelo festival exatamente nos &uacute;ltimos 10 anos.</div> <div>Uma esp&eacute;cie de Ta&ccedil;a Jules Rimet que, certamente, n&atilde;o vai ser derretida como a conquistada pela Sele&ccedil;&atilde;o Brasileira de Futebol em 1970.</div> <div>E dentro da vitoriosa equipe, um nome ligado &agrave; Itaperuna, pelo fato do pai ter sido diretor da Unig Campus V no per&iacute;odo 2003/2006: <em><strong>Prof. Paulo Roberto Falc&atilde;o</strong></em>, uma das mais inteligentes personalidades do mundo acad&ecirc;mico brasileiro.</div> <div><strong><em>Rodrigo de Medeiros Falc&atilde;o</em></strong>, formado&nbsp;em Comunica&ccedil;&atilde;o Social,&nbsp; e especialista em gest&atilde;o de projetos, &eacute; diretor produ&ccedil;&atilde;o digital da ALMAP BBDO e como diz a antiga express&atilde;o popular, "puxou ao pai".</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/24/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_24_at_13_39_55-1637943.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ef38277c1f1f', 'cd_midia':1637943, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/24/whatsapp_image_2020_06_24_at_13_39_55-1637943.jpeg', 'ds_midia': 'Rodrigo Falc&atilde;o', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': 'Rodrigo Falc&atilde;o', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '541', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:541px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/24/whatsapp_image_2020_06_24_at_13_39_55-1637943.jpeg" alt="Rodrigo Falc&atilde;o" width="541" height="813"> <figcaption> Rodrigo Falc&atilde;o </figcaption> </figure></tinymce></div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/24/170x96/1_logotipo_da_almapbbdo_black-1637907.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ef37f86908a2', 'cd_midia':1637907, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/24/logotipo_da_almapbbdo_black-1637907.jpg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '468', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:468px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/24/logotipo_da_almapbbdo_black-1637907.jpg" alt="" width="813" height="468"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></div>
Comentar
Compartilhe
Aprenda a Saber se uma Notícia é Fake
23/06/2020 | 10h37
<div>BNB ARTIGO</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 12pt;">Como identificar not&iacute;cias falsas e onde buscar informa&ccedil;&otilde;es de qualidade</span></div> <div><strong>Por</strong>&nbsp;<span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 12pt;"><strong>&Eacute;rika Gimenes</strong></span></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Enquanto a maior parte da popula&ccedil;&atilde;o mundial j&aacute; usa com naturalidade o termo pandemia e</div> <div>entende o perigo representado por ele, muita gente, principalmente no Brasil, ainda ignora</div> <div>o significado de <em>desinfodemia.</em></div> <div>A palavra &eacute; nova, o que justifica o desconhecimento, mas o sentimento pr&aacute;tico do que ela</div> <div>representa j&aacute; &eacute; vivenciado por todos n&oacute;s h&aacute; algum tempo.</div> <div>Desinfodemia, ou a epidemia da desinforma&ccedil;&atilde;o, &eacute; o termo criado pela Organiza&ccedil;&atilde;o das</div> <div>Na&ccedil;&otilde;es Unidas para a Educa&ccedil;&atilde;o, a Ci&ecirc;ncia e a Cultura (Unesco) para traduzir a</div> <div>"desinforma&ccedil;&atilde;o b&aacute;sica sobre a doen&ccedil;a de Covid-19".</div> <div>Foi preciso chegar &agrave; uma palavra que expressasse, especificamente, essa quest&atilde;o porque os</div> <div>danos provocados &agrave; sa&uacute;de pelas not&iacute;cias falsas (as famosas fake news) j&aacute; s&atilde;o maiores que os</div> <div>causados pela ignor&acirc;ncia ou falta de acesso &agrave; informa&ccedil;&otilde;es sobre medidas de higiene e preven&ccedil;&atilde;o.</div> <div>&nbsp;</div> <div>O termo pode ser rec&eacute;m-criado e a penetra&ccedil;&atilde;o do problema pode ter crescido porque &eacute;</div> <div>mais f&aacute;cil enganar as pessoas sobre um conhecimento que ainda est&aacute; sendo constru&iacute;do, a</div> <div>respeito de uma doen&ccedil;a in&eacute;dita, mas o problema &eacute; antigo.</div> <div>&nbsp;</div> <div>O alerta vermelho foi dado por aqui em 2014, no Guaruj&aacute;, em S&atilde;o Paulo, quando uma dona</div> <div>de casa morreu, ap&oacute;s um linchamento, por causa de uma not&iacute;cia falsa sobre uma</div> <div>sequestradora de crian&ccedil;as.</div> <div>&nbsp;</div> <div>E a&iacute;, chegamos ao ponto central da quest&atilde;o. As fake news matam! Por isso, &eacute; uma</div> <div>obriga&ccedil;&atilde;o c&iacute;vica, de cada um, checar a veracidade de tudo que divulgamos e n&atilde;o repassar</div> <div>informa&ccedil;&otilde;es mentirosas.</div> <div>&nbsp;</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Como identificar fake news?</span></div> <div>Existem alguns m&eacute;todos bem simples:</div> <div>- para come&ccedil;ar, leia a not&iacute;cia completa e n&atilde;o s&oacute; o t&iacute;tulo e avalie se o que voc&ecirc; est&aacute; lendo &eacute;</div> <div>uma reportagem, um relat&oacute;rio de uma pesquisa ou um artigo de opini&atilde;o, que expressa</div> <div>apenas o que um autor pensa sobre o tema. Se for divulgar, deixe claro o que &eacute; para n&atilde;o</div> <div>confundir e enganar seus seguidores;</div> <div>- veja a data em que a not&iacute;cia que voc&ecirc; quer repassar foi divulgada, n&atilde;o republique not&iacute;cias</div> <div>antigas como se fossem novas;</div> <div>- se vir n&uacute;meros alarmantes ou hist&oacute;rias muito espetaculosas, desconfie;</div> <div>&nbsp;- sempre cheque a fonte e a autoria da not&iacute;cia, basta digitar o t&iacute;tulo nos buscadores, como o</div> <div>Google, para ver se o assunto j&aacute; foi desmentido por sites de checagem ou se outros ve&iacute;culos</div> <div>de imprensa divulgaram;</div> <div>- pergunte a quem encaminhou a not&iacute;cia de onde veio e se a pessoa que transmitiu para ela</div> <div>conseguiu verificar a informa&ccedil;&atilde;o;</div> <div>- n&atilde;o tente, simplesmente, comprovar o que voc&ecirc; pensa divulgando qualquer coisa sem</div> <div>checar. Existem v&aacute;rias formas reais de atestar opini&otilde;es, sem apelar para not&iacute;cias falsas;</div> <div>- desconfie de tudo que vem de sites dos quais voc&ecirc; nunca ouviu falar, que n&atilde;o tem liga&ccedil;&atilde;o</div> <div>com nenhuma fonte oficial ou grupo conhecido de m&iacute;dia, pesquise, inclusive sobre o pr&oacute;prio</div> <div>site;</div> <div>- aprenda a diferenciar not&iacute;cias falsas de linha editorial. Um ve&iacute;culo de comunica&ccedil;&atilde;o</div> <div>reconhecido pode ser parcial nas divulga&ccedil;&otilde;es, ouvir fontes tendenciosas, mas n&atilde;o vai</div> <div>inventar not&iacute;cias do zero, sem nenhuma base de comprova&ccedil;&atilde;o, como fazem os</div> <div>propagadores da desinfodemia. Se voc&ecirc; n&atilde;o gosta da linha editorial de um ve&iacute;culo, pesquise</div> <div>a mesma not&iacute;cia nos demais, busque, inclusive, em sites internacionais e use o Google</div> <div>Tradutor se for preciso;</div> <div>Uma pesquisa divulgada pela Unesco, feita em parceria com o International Center for</div> <div>Journalists (ICFJ),identificou quatro formatos t&iacute;picos de desinforma&ccedil;&atilde;o, aproveito para dar</div> <div>exemplos que ajudam a ilustrar:</div> <div>1 &ndash; Narrativas emotivas e memes: esse tipo &eacute; mais comum em aplicativos de mensagens e</div> <div>geralmente apela para o que seria o depoimento, a opini&atilde;o ou a hist&oacute;ria de uma fonte,</div> <div>aparentemente, confi&aacute;vel, um m&eacute;dico que trabalha num grande hospital, algu&eacute;m que teve</div> <div>um parente morto por Covid, um policial... Muitas vezes, a narrativa inclui verdades parciais,</div> <div>que s&atilde;o misturadas a opini&otilde;es pessoais, apelos emocionais e mentiras para atrair o leitor.</div> <div>2 &ndash; Fabrica&ccedil;&atilde;o de dados ou uso de sites falsos, como se fossem oficiais: &eacute; a manipula&ccedil;&atilde;o de</div> <div>pesquisas, de dados e at&eacute; a cria&ccedil;&atilde;o de sites que se parecem com o de autoridades</div> <div>governamentais para passar uma ideia falsa de confiabilidade. Nesses casos, &eacute; comum a</div> <div>distor&ccedil;&atilde;o do que foi dito e a divulga&ccedil;&atilde;o parcial de n&uacute;meros e resultados;</div> <div>3 &ndash; Imagens ou v&iacute;deos fraudados, fabricados ou tirados do contexto: muitas vezes usam</div> <div>not&iacute;cias antigas como se fossem de agora, casos que aconteceram em outros pa&iacute;ses para</div> <div>fingir que aconteceram aqui ou at&eacute; a edi&ccedil;&atilde;o de fotos, cortando cabe&ccedil;as e colocando em</div> <div>outros corpos ou inserindo inscri&ccedil;&otilde;es em camisas.</div> <div>4 &ndash; &lsquo;Desinformadores&rsquo; profissionais ou campanhas orquestradas para espalhar medo ou</div> <div>desinforma&ccedil;&atilde;o: uso de rob&ocirc;s, perfis e sites de not&iacute;cias falsos ou de influenciadores pagos</div> <div>para espalhar informa&ccedil;&otilde;es mentirosas, massivamente, nas redes, ganhando aten&ccedil;&atilde;o e</div> <div>fingindo confiabilidade pelo n&uacute;mero de pessoas replicando a not&iacute;cia.</div> <div>Diante disso, chegamos a outra d&uacute;vida comum para quem n&atilde;o &eacute; da &aacute;rea da Comunica&ccedil;&atilde;o.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Onde obter informa&ccedil;&atilde;o de qualidade?</span></div> <div>- Um selo concedido pelo Instituto Poynter, uma escola de jornalismo e organiza&ccedil;&atilde;o de</div> <div>pesquisa sem fins lucrativos, ajuda a atestar o trabalho de muitos sites. A certifica&ccedil;&atilde;o IFCN,</div> <div>garante que o ve&iacute;culo segue todos os padr&otilde;es e normas de divulga&ccedil;&atilde;o de not&iacute;cias</div> <div>estabelecidas pela rede.</div> <div>- Procure informa&ccedil;&otilde;es em sites oficiais, do governo federal, estadual ou municipal, dados</div> <div>das secretarias de sa&uacute;de ou de outros org&atilde;os reconhecidos nacional e internacional como</div> <div>Receita Federal, Tribunal de Justi&ccedil;a, ONU, OMS, universidades de renome, entre</div> <div>outros...</div> <div>Todos esses t&ecirc;m se&ccedil;&otilde;es de not&iacute;cias onde divulgam as informa&ccedil;&otilde;es oficiais e de</div> <div>interesse do p&uacute;blico.</div> <div>- Consulte sites de checagem de not&iacute;cias que ajudam a desmascarar as fake news e at&eacute;</div> <div>fazem pesquisas a pedido dos leitores, como: Ag&ecirc;ncia Lupa; Fato ou Fake; Truco; Aos Fatos;</div> <div>Estad&atilde;o Verifica; Uol Confere; E-Farsas; Me engana que eu posto; Comprova; Boatos.org ou</div> <div>Fake Check.</div> <div>- V&aacute;rias institui&ccedil;&otilde;es tamb&eacute;m criaram canais que checam not&iacute;cias. O Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de tem</div> <div>a se&ccedil;&atilde;o Fake News, o Conselho Nacional de Justi&ccedil;a tem o Painel de Checagem, a C&acirc;mara dos</div> <div>Deputados tem o Comprove...</div> <div>- Use os rob&ocirc;s do bem. Sites como o L.o.i.s L.a.n.e e o Bot Sentinel usam a tecnologia para</div> <div>identificar padr&otilde;es e revelar contas s&atilde;o falsas (de pessoas que fingem ser quem n&atilde;o s&atilde;o),</div> <div>administradas por rob&ocirc;s ou que transmitem, constantemente, not&iacute;cias mentirosas.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>N&atilde;o seja massa de manobra, nem fa&ccedil;a parte de uma minoria obscurantista que prefere</div> <div>acreditar em teorias sinistras da conspira&ccedil;&atilde;o do que em fatos expostos de maneira clara. &Eacute;</div> <div>poss&iacute;vel defender seus pontos de vista e fazer valer suas opini&otilde;es sem fazer parte dessa</div> <div>engrenagem de cal&uacute;nia, difama&ccedil;&atilde;o e propaga&ccedil;&atilde;o de mentiras que, al&eacute;m de desinformar,</div> <div>mata.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;">*&Eacute;rika Gimenes &eacute; jornalista, com passagens pela Globo, SBT e Band. Foi rep&oacute;rter, editora de</span></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;">texto e editora-chefe de telejornais, coordenadora de Atendimento &agrave; Imprensa no</span></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;">Governo do Estado de Minas Gerais, e, hoje, &eacute; Head de Conte&uacute;do da Calebe, ag&ecirc;ncia de</span></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;">estrat&eacute;gias digitais. </span></div> <div><strong><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;">E mais: &Eacute;rika tem DNA de Morro do C&ocirc;co, Campos dos Goytacazes-RJ, terra de seus pais.</span></strong></div> <div><span style="font-family: impact, sans-serif;"><strong>NOTA DO BNB</strong></span></div> <div><span style="font-family: impact, sans-serif;"><strong>Desenho Ilustrativo ( MINIST&Eacute;RIO DA SA&Uacute;DE)</strong></span></div> <div><span style="font-family: impact, sans-serif;"><strong><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/23/170x96/1_selos_ministe_rio_da_sau_de-1637398.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ef2053f8deae', 'cd_midia':1637398, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/23/selos_ministe_rio_da_sau_de-1637398.jpg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '413', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:413px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/23/selos_ministe_rio_da_sau_de-1637398.jpg" alt="" width="813" height="413"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></strong></span></div>
Comentar
Compartilhe
Lei das Fake News: Mensagens do WhatsApp Serão Rastreadas
23/06/2020 | 09h17
<div>WhatsApp: Lei de fake news ser&aacute; tornozeleira eletr&ocirc;nica para usu&aacute;rios</div> <div>&Eacute; como se mais de 100 milh&otilde;es de brasileiros passassem a ser monitorados por tornozeleira eletr&ocirc;nica. &Eacute; assim que Pablo Bello, diretor de Pol&iacute;ticas P&uacute;blicas do WhatsApp para a Am&eacute;rica Latina, descreve os poss&iacute;veis efeitos do projeto de lei sobre fake news que est&aacute; em discuss&atilde;o no Senado.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>O ponto do projeto que mais incomoda a plataforma &eacute; a rastreabilidade das mensagens, que obriga aplicativos a guardar as informa&ccedil;&otilde;es sobre todos os reencaminhamentos de cada mensagem, para que se possa identificar a origem de conte&uacute;dos potencialmente ilegais.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>H&aacute; mais de cem emendas ao projeto de lei apresentado pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e relatado pelo senador Angelo Coronel (PSD-BA).</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Ainda n&atilde;o se sabe qual ser&aacute; o texto final do relat&oacute;rio de Coronel, que ser&aacute; apresentado nesta quarta-feira (24), para ser votado na quinta (25). Mas, segundo apurou a reportagem, o texto deve manter a rastreabilidade, ponto que mais incomoda o WhatsApp.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>"&Eacute; como se pusessem uma tornozeleira eletr&ocirc;nica em todos os usu&aacute;rios de WhatsApp no Brasil -poder&atilde;o monitorar todos os movimentos das pessoas, saber com quem todo mundo fala por mensagem", disse Bello &agrave; reportagem.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Segundo os n&uacute;meros mais recentes, de 2017, h&aacute; mais de 120 milh&otilde;es de usu&aacute;rios de WhatsApp no pa&iacute;s. A legisla&ccedil;&atilde;o em discuss&atilde;o determina que o WhatsApp deve guardar os registros da cadeia de reencaminhamentos de mensagens at&eacute; sua origem, e fornecer essas informa&ccedil;&otilde;es mediante pedido judicial.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>"Tudo isso, essa coleta maci&ccedil;a de dados para que, no caso eventual de algu&eacute;m cometer um crime, poderem obter essas informa&ccedil;&otilde;es...isso transformar&aacute; todos em suspeitos, subverte a presun&ccedil;&atilde;o de inoc&ecirc;ncia."</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Segundo Bello, embora a medida n&atilde;o implique quebrar a criptografia, porque n&atilde;o revela o conte&uacute;do das mensagens, ela representa viola&ccedil;&atilde;o de privacidade ao mostrar com quem todo mundo fala.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Bello afirma que o WhatsApp de hoje &eacute; muito diferente do aplicativo em 2018, quando foi usado para dissemina&ccedil;&atilde;o de not&iacute;cias falsas durante as elei&ccedil;&otilde;es. Na ocasi&atilde;o, a plataforma teve de suspender 400 mil contas. "Introduzimos v&aacute;rias modifica&ccedil;&otilde;es para reduzir a viraliza&ccedil;&atilde;o de algumas mensagens."</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>O n&uacute;mero de vezes que uma mensagem pode ser reencaminhada foi reduzido de 20 para 5, o que, segundo Bello, j&aacute; diminuiu em 30% o n&uacute;mero de reencaminhamentos.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Em abril deste ano, o WhatsApp passou a permitir que as mensagens que estejam viralizando sejam reencaminhadas apenas uma vez. Bello voltou a enfatizar que apenas 5% de todas as mensagens trocadas pelo aplicativo s&atilde;o reenviadas.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>A plataforma defendeu a proibi&ccedil;&atilde;o de envio em massa de mensagens de WhatsApp durante as elei&ccedil;&otilde;es, o que foi incorporado na regulamenta&ccedil;&atilde;o do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) adotada em novembro do ano passado.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>A empresa tamb&eacute;m est&aacute; acionando judicialmente ag&ecirc;ncias que fazem disparos em massa, como a Yacows. E est&aacute; cooperando com ag&ecirc;ncias de checagem de fatos para criar chatbots no WhatsApp, como o da International FactChecking Alliance, para combater fake news sobre a pandemia de Covid-19, e canais de informa&ccedil;&atilde;o reunindo minist&eacute;rios da Sa&uacute;de de v&aacute;rios pa&iacute;ses, entre eles o Brasil.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>"Essa &eacute; nossa vis&atilde;o de como combater desinforma&ccedil;&atilde;o", diz Bello.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Segundo ele, a coleta e o armazenamento maci&ccedil;o de dados exigidos pela lei v&atilde;o contra o modelo de neg&oacute;cios do WhatsApp. "&Eacute; muito arriscado guardar todas essas informa&ccedil;&otilde;es. Imagine um hacker?", questiona.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Ele lembra que o WhatsApp &eacute; uma plataforma global e, eventualmente, essas mudan&ccedil;as poderiam passar a valer em pa&iacute;ses n&atilde;o democr&aacute;ticos. "Rastreabilidade de mensagens &eacute; um presente para governos autorit&aacute;rios; &eacute; um problema n&atilde;o apenas de privacidade, mas tamb&eacute;m de direitos humanos."</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Bello afirma que o WhatsApp colabora com a Justi&ccedil;a ao fornecer os dados j&aacute; previstos pelo Marco Civil da Internet -os logs de acesso, detalhes sobre quando uma determinada pessoa entrou e saiu do aplicativo, e o IP usado. E que est&aacute; disposto a aperfei&ccedil;oar isso, fornecedndo essas informa&ccedil;&otilde;es de maneira mais eficaz e r&aacute;pida, sempre a partir de pedido judicial.</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Origem desta transcri&ccedil;&atilde;o acima:&nbsp;<a href="https://www.noticiasaominuto.com.br/">noticiasaominuto.com.br</a></span></div>
Comentar
Compartilhe
O Prazer de Cumprir uma Missão
23/06/2020 | 03h35
<div>BNB Artigo</div> <div>POR LEANDRO BAZETH LEVONE</div> <div>Ainda novo, recebi do meu pai uma miss&atilde;o da qual me orgulho at&eacute; hoje e sempre me orgulharei, pois ela foi fundamental na forma&ccedil;&atilde;o do meu car&aacute;ter e da minha paix&atilde;o pela administra&ccedil;&atilde;o, quando ele me convocou a ser o respons&aacute;vel pelas contas e organiza&ccedil;&atilde;o da oficina el&eacute;trica dele, oficina esta que mantinha a nossa fam&iacute;lia.</div> <div>Aos 12 anos eu era ajudante nos servi&ccedil;os de el&eacute;trica dos carros. Aos 14 anos vendo a necessidade que pass&aacute;vamos naquela &eacute;poca, aprendi as no&ccedil;&otilde;es mais elementares de um fluxo de caixa, das contas a pagar e a receber, da limpeza do ambiente, do bom funcionamento de todas as ferramentas e a entrega ao cliente daquilo que ele confiou &agrave; nossa oficina com defeito, retornando em perfeito funcionamento.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Nosso compromisso era atuar com lisura e efici&ecirc;ncia, sendo profissionais naquilo que nos dava com dignidade&nbsp; o p&atilde;o de cada dia.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Depois, tive outras experi&ecirc;ncias gratificantes, inclusive a de ser convidado pelo prefeito Luiz Carlos Machado, o saudoso <strong><em>"Agudo"</em></strong> como era carinhosamente chamado o Prefeito de Natividade, a ocupar uma cadeira de secret&aacute;rio Municipal de Administra&ccedil;&atilde;o.</div> <div>Eu era bem jovem e foi um divisor de &aacute;guas na minha vida, uma responsabilidade gigantesca. Por ele, sou extremamente grato, se tornou um grande amigo e me tratava como um filho.</div> <div>Continuei ocupando espa&ccedil;os, aprendendo, estudando, me graduando em Administra&ccedil;&atilde;o, me p&oacute;s-graduando, participando de semin&aacute;rios, congressos e mais estudos.</div> <div>Tamb&eacute;m passei a ensinar por meio de cursos e palestras em autarquias, secretarias, governos municipais, estaduais, entidades p&uacute;blicas e privadas. E ensinando, pude continuar aprendendo.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Hoje, com orgulho, satisfa&ccedil;&atilde;o e responsabilidade, sou o diretor dos p&oacute;los da Est&aacute;cio em Itaperuna, na Zona da Mata Mineira e Sul Capixaba, trazendo o melhor do Ensino Superior para os que moram nas regi&otilde;es mais afastadas dos grandes centros, al&eacute;m de ser tamb&eacute;m, um dos fundadores da Comunidade Noroeste Valey e Fundador e Mentor na Startslab, um HUB de inova&ccedil;&atilde;o voltado &agrave; acelera&ccedil;&atilde;o e incuba&ccedil;&atilde;o de Startups aqui na mesma regi&atilde;o onde atuo como diretor da Universidade Est&aacute;cio.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>A minha miss&atilde;o de administrar continua, mas jamais esquecerei de onde ela come&ccedil;ou, das origens humildes ao lado do meu maior professor: meu pai!</div>
Comentar
Compartilhe
Carga de Cigarro Avaliada em 7,5 milhões será Destruída
22/06/2020 | 21h19
<div>Avaliada em R$ 7,5 milh&otilde;es, carga &eacute; resultado de opera&ccedil;&otilde;es realizadas em Campos dos Goytacazes e Nova Igua&ccedil;u, no Rio de Janeiro.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Po<span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 12pt;">r&nbsp;Dayane Garcia</span></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>A Superintend&ecirc;ncia Regional da Receita Federal na 7&ordf; Regi&atilde;o Fiscal (RJ/ES), com apoio do F&oacute;rum Nacional Contra a Pirataria e a Ilegalidade (FNCP), <strong><em>coordena amanh&atilde; ter&ccedil;a-feira, 23 de junho</em></strong>, a destrui&ccedil;&atilde;o de 1,5 milh&atilde;o de ma&ccedil;os de cigarros contrabandeados, equivalente a 4,2 toneladas.</div> <div>Avaliada em cerca de R$ 7,5 milh&otilde;es, a carga &eacute; resultado de opera&ccedil;&otilde;es realizadas pelas Delegacias da Receita Federal em Campos dos Goytacazes e em Nova Igua&ccedil;u.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Segundo o superintendente da Receita Federal na 7&ordf; Regi&atilde;o Fiscal, auditor-fiscal Fl&aacute;vio Jos&eacute; Passos Coelho, "o contrabando de cigarros &eacute; um problema que afeta n&atilde;o somente a seguran&ccedil;a p&uacute;blica, mas tamb&eacute;m a economia dos estados e do pa&iacute;s de modo geral. O combate ao com&eacute;rcio ilegal de cigarros &eacute; uma demonstra&ccedil;&atilde;o de que a Receita Federal &eacute; fiel &agrave;s suas responsabilidades institucionais, pois um dos nossos objetivos estrat&eacute;gicos consiste exatamente em ampliar o combate ao contrabando, ao descaminho e &agrave; sonega&ccedil;&atilde;o fiscal."</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Para Edson Vismona, presidente do FNCP, al&eacute;m de apoiar a Receita Federal, a destrui&ccedil;&atilde;o dos cigarros ilegais &eacute; tamb&eacute;m uma quest&atilde;o de seguran&ccedil;a. "Esse tipo de opera&ccedil;&atilde;o acaba com a possibilidade destes cigarros ilegais retornarem para o mercado e continuarem financiando o crime organizado no tr&aacute;fico de armas e de drogas, tirando vidas e destruindo a sociedade".</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Atualmente, o contrabando responde por 41% de todos os cigarros que circulam no Rio de Janeiro. Apenas em 2019, o mercado ilegal de cigarros movimentou cerca de R$ 764 milh&otilde;es no Estado.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div>
Comentar
Compartilhe
Sicoob Campanha do Agasalho
22/06/2020 | 20h44
<div><strong>Luciano Aquino</strong></div> <div><strong>SE CUBRA COM O SICOOB</strong></div> <div>O Sicoob Fluminense, cooperativa de cr&eacute;dito com sede em Campos dos Goytacazes, inicia nesta segunda-feira, dia 22 de junho, mais uma Campanha do Agasalho - QUEM DOA, COOPERA.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Idealizada dentro do programa de Responsabilidade Social da cooperativa de cr&eacute;dito, a campanha tem como objetivo direto a arrecada&ccedil;&atilde;o de agasalhos, cobertores e roupas que ser&atilde;o destinados a institui&ccedil;&otilde;es e comunidades carentes. As doa&ccedil;&otilde;es poder&atilde;o ser feitas em todas as ag&ecirc;ncias do Sicoob Fluminense.</div> <div>A lista est&aacute; no site www.sicoobfluminense.com.br</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Como parceiros, a cooperativa conta com a escola Magia do Saber, a Universidade C&acirc;ndido Mendes, a Escola Interativa e o Col&eacute;gio Pr&oacute;-Uni, que j&aacute; apoiaram a arrecada&ccedil;&atilde;o de agasalhos em anos anteriores, e em 2020 v&atilde;o desenvolver um trabalho online com os estudantes. O t&eacute;rmino da campanha est&aacute; previsto para o dia 20 de julho.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>"Doar aquece o cora&ccedil;&atilde;o de quem d&aacute; e de quem recebe. Coopere para o bem!"</div>
Comentar
Compartilhe
VARRE-SAI: Quase 60% de Curados de Covid-19
22/06/2020 | 20h20
<div>BNB SA&Uacute;DE</div> <div><br /><span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 12pt;">Silaine Terra</span></div> <div>O boletim epidemiol&oacute;gico da Prefeitura Municipal de Varre-Sai dessa segunda-feira (22/06) traz como boa not&iacute;cia que j&aacute; s&atilde;o quase 60% de curados da Covid-19 no munic&iacute;pio. Dos 32 casos confirmados, 19 est&atilde;o curados e mais 05 pessoas testaram negativo para a Covid-19, totalizando 89 casos negativos.</div> <div>Mas a Secretaria Municipal de Sa&uacute;de alerta que apesar do munic&iacute;pio possuir o menor n&uacute;mero de casos da doen&ccedil;a da regi&atilde;o Noroeste, &eacute; preciso redobrar a aten&ccedil;&atilde;o e cuidados para evitar o cont&aacute;gio pelo novo coronav&iacute;rus, uma vez que o &iacute;ndice de cont&aacute;gio est&aacute; aumentando na regi&atilde;o.</div> <div><br />A Secretaria de Sa&uacute;de solicita que a popula&ccedil;&atilde;o prossiga com as seguintes medidas:<br />&bull; Evite aglomera&ccedil;&otilde;es;<br />&bull; Procure a Unidade de Sa&uacute;de somente em caso de Emerg&ecirc;ncia;<br />&bull; Somente saia de sua resid&ecirc;ncia em caso de extrema necessidade;<br />&bull; Use m&aacute;scara;<br />&bull; Lavar as m&atilde;os com &aacute;gua e sab&atilde;o e utilizar &aacute;lcool gel.<br /></div> <div>&nbsp;Departamento de Comunica&ccedil;&atilde;o<br />Prefeitura Municipal de Varre-Sai</div>
Comentar
Compartilhe
UniRedentor Mostra Força em Evento Online
22/06/2020 | 20h01
<div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">BNB de Primeira</span></div> <div><span style="font-family: arial, helvetica, sans-serif;"><em>NinoBellieny, com Cileny Saroba e Amanda Camerini</em></span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">O 13&ordm; Congresso de Inicia&ccedil;&atilde;o Cient&iacute;fica da Uniredentor, o tradicional CIC, aconteceu em um ano completamente at&iacute;pico, um ano para n&atilde;o ser esquecido. </span></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Ano este em que mais de 1,5 bilh&atilde;o de alunos e 60,3 milh&otilde;es de professores de centenas de pa&iacute;ses foram afetados pelo fechamento de escolas e universidades, por causa da pandemia do coronav&iacute;rus.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong>Nessa crise sem precedentes, a coordena&ccedil;&atilde;o do CIC, teve que aprender a lidar com a imprevisibilidade e, em benef&iacute;cio da vida, reaprender a ensinar e partilhar conhecimento usando novas maneiras e m&eacute;todos.</strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;Diante desse fato, o evento n&atilde;o poderia ter outro tema: &ldquo;Novos mundos e novas fronteiras: discuss&otilde;es assertivas em meio &agrave; pandemia&rdquo;.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong>A Uniredentor, coincidentemente realizando o primeiro CIC sob a &eacute;gide da Afya Educacional, e uma das primeiras no pa&iacute;s a se adaptar ao novo cen&aacute;rio em todos os cursos, se esmerou neste 13&ordm; congresso, indo al&eacute;m das melhores expectativas.</strong></div> <div>&nbsp;O resultado &eacute; que a 13&ordf; edi&ccedil;&atilde;o fez um enorme sucesso. Com a necessidade de isolamento social em fun&ccedil;&atilde;o da pandemia, a UniRedentor produziu um CIC online, mantendo a ess&ecirc;ncia em divulgar as discuss&otilde;es cient&iacute;ficas.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<strong><em>O evento ofereceu aos 3.689 participantes um momento de viv&ecirc;ncia inter e multidisciplinar com tem&aacute;ticas interativas e do mais alto n&iacute;vel cient&iacute;fico.</em></strong></div> <div>&nbsp;A programa&ccedil;&atilde;o contou com 190 atividades entre palestras, minicursos e mesas redondas, totalizando mais de 18 horas de v&iacute;deos nos quais foram tratados temas das mais diversas &aacute;reas do saber.</div> <div>&nbsp;</div> <div><strong>Nessa edi&ccedil;&atilde;o manteve- a grandiosidade do evento uma vez que n&atilde;o existiam motivos para ser diferente. Todas as Unidades do grupo Redentor se uniram e fizeram uma programa&ccedil;&atilde;o magn&iacute;fica, &uacute;nica e com muito engajamento.</strong></div> <div><strong>&nbsp;</strong><br /></div> <div>&nbsp;Importante lembrar que boa parte da programa&ccedil;&atilde;o esteve voltada para as m&uacute;ltiplas realidades desse novo cen&aacute;rio e as diversas &aacute;reas se uniram e convergiram para entender a atua&ccedil;&atilde;o de cada profissional nesse momento de pandemia e no p&oacute;s-pandemia, abrangendo diversos aspectos: pessoais, psicol&oacute;gicos, tecnol&oacute;gicos e biol&oacute;gicos, dentre tantos outros.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><em><strong>A realiza&ccedil;&atilde;o do XIII CIC em sistema remoto foi desafiante, entretanto Reitoria, Financeiro, Coordenadores, Professores, T&eacute;cnicos e principalmente Alunos fizeram acontecer.</strong></em></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Um evento que ficar&aacute; sem d&uacute;vida marcado na hist&oacute;ria da IES, consolidando uma ferramenta, garantida nos projetos futuros.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<strong>13&ordm; CIC EM N&Uacute;MEROS</strong></div> <div><strong>&nbsp;</strong><br /></div> <div><strong>-190 palestras</strong></div> <div><strong>&nbsp;</strong><br /></div> <div><strong>-18 horas e 30 minutos de palestras</strong></div> <div><strong>&nbsp;</strong><br /></div> <div><strong>-18.246 inscri&ccedil;&otilde;es em atividades</strong></div> <div><strong>&nbsp;</strong><br /></div> <div><strong>-3.689 inscritos &uacute;nicos</strong></div> <div><strong>&nbsp;</strong><br /></div> <div><strong>-2.279 na palestra de abertura, a de maior n&ordm; de inscritos.</strong></div> <div><strong>&nbsp;</strong><br /></div> <div><strong>-Atividade com maior n&ordm; de inscritos: risco cardiovascular e diabetes: indo al&eacute;m do controle glic&ecirc;mico MEDICINA com 345 inscritos</strong></div> <div><strong>&nbsp;</strong><br /></div> <div><strong>&nbsp;</strong><br /></div> <div><strong>&nbsp;</strong><br /></div>
Comentar
Compartilhe
Itaperuna: Justiça Indefere Pedido para Novo Lockdown
22/06/2020 | 12h29
<div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">BNB em 1&ordf; M&Atilde;O</span></div> <div>NEGADO PEDIDO DO MP E DA DEFENSORIA P&Uacute;BLICA PARA FECHAMENTO DO COM&Eacute;RCIO</div> <div><em><strong>Por n&atilde;o vislumbrar ilegalidade no &uacute;ltimo decreto publicado ( </strong></em>pela Prefeitura<em><strong>), foi indeferido o pedido de antecipa&ccedil;&atilde;o de tutela.</strong></em></div> <div>3447-15.2020.8.19.0026 &eacute; o n&uacute;mero para consulta da a&ccedil;&atilde;o do processo.</div> <div>H&aacute; uma possibilidades de um novo decreto municipal vir a p&uacute;blico no final do m&ecirc;s.</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/22/170x96/1_tj-1636882.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ef0ce044270f', 'cd_midia':1636882, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/22/tj-1636882.jpg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '521', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:521px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/22/tj-1636882.jpg" alt="" width="813" height="521"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></div>
Comentar
Compartilhe
Nota Oficial do Advogado Samuel Portela
22/06/2020 | 10h24
<div><strong>BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O /</strong><strong>&nbsp;Itaperuna-RJ</strong></div> <div><strong>A cidade vizinha a que se refere o advogado Samuel Portela &eacute; a de Bom Jesus do Itabapoana-RJ</strong></div> <div><strong>-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------</strong></div> <div><strong><em>NOTA OFICIAL&nbsp;</em></strong></div> <div><strong><em>Itaperuna, 22/06/ 2020</em></strong></div> <div><strong><em>H&aacute; meses o meu nome foi envolvido em uma suposta tentativa de conspira&ccedil;&atilde;o para derrubada do ent&atilde;o Prefeito Interino do Munic&iacute;pio de Itaperuna. Isso foi divulgado por um blog de uma cidade vizinha, que tratou o caso de forma jocosa e mentirosa, atacando a minha honra, a minha imagem e o meu bom nome.</em></strong></div> <div><strong><em>Comigo foram citadas outras pessoas, como vereadores de mandato, cuja imunidade parlamentar os abra&ccedil;a. Somente eu advogado, atuante em toda Regi&atilde;o Noroeste Fluminense e que n&atilde;o detenho o foro privilegiado, tive de enfrentar a dor, depois de anos de constru&ccedil;&atilde;o de minha carreira, ao ver o meu nome jogado na lata de lixo.</em></strong></div> <div><strong><em>Lament&aacute;vel como pessoas ainda fazem tal uso da pol&iacute;tica, ainda nos dias atuais.</em></strong></div> <div><strong><em>J&aacute; passamos por guerras, por ditaduras, j&aacute; conquistamos muito no mundo moderno, mas o in&iacute;cio de tudo vem da natureza do pr&oacute;prio ser humano, o real sentido de viver em sociedade, que vem a ser o Respeito M&uacute;tuo.</em></strong></div> <div><strong><em>Da&iacute; deriva-se o direito &agrave; honra e &agrave; imagem, e qualquer ataque a esses direitos prim&aacute;rio faz surgir para o ultrajado, o direito de ter reparados esses danos.</em></strong></div> <div><strong><em>Pois bem, no &uacute;ltimo dia 20 de junho foi encaminhado para Publica&ccedil;&atilde;o no Di&aacute;rio Oficial, a decis&atilde;o de a&ccedil;&atilde;o que eu ingressei contra um blogueiro desta outra cidade, que decidiu me atacar e me envolver em algo inexistente: uma suposta conspira&ccedil;&atilde;o para derrubar o prefeito interino, diante disto a ju&iacute;za Fabiola Costalonga, condenou o citado blogueiro na OBRIGA&Ccedil;&Atilde;O DE FAZER de retirar do seu blog a reportagem indicada na inicial, bem como outras que cite os mesmos fatos, referindo-se &agrave; minha pessoa, bem como no pagamento da quantia de R$ 10.000,00 (dez mil reais), a t&iacute;tulo de danos morais, e ainda determinou LIMINAR para que o blogueiro retire do ar imediatamente qualquer mat&eacute;ria referente ao meu nome sob pena de multa di&aacute;ria de R$ 200,00.</em></strong></div> <div><strong><em>Entre as fundamenta&ccedil;&otilde;es para a decis&atilde;o a Ju&iacute;za da 2&ordf; Vara Civel de Bom Jesus, enfatizou-se:&nbsp; &ldquo;N&atilde;o se pode negar que a publica&ccedil;&atilde;o e mat&eacute;ria jornal&iacute;stica, com cita&ccedil;&atilde;o do autor envolvido com terceiras pessoas em esquema planejado para destitui&ccedil;&atilde;o de prefeito municipal, excede o direito de informar do r&eacute;u, pois poderia ele apenas informar a den&uacute;ncia, at&eacute; mesmo citando o nome do autor. Entretanto, quando ele insere &agrave; sua reportagem acusa&ccedil;&atilde;o quanto a "conspira&ccedil;&atilde;o para derrubar" prefeito municipal, ele excede em seu direito de liberdade de express&atilde;o&rdquo;.</em></strong></div> <div><strong><em>Assim, Reafirmo aqui para todos os meus clientes, amigos, popula&ccedil;&atilde;o das regi&otilde;es Norte e Noroeste Fluminense, o meu compromisso com a verdade e a &eacute;tica, valores que sempre pautei ao longo dos mais de 14 anos de advocacia e mais de 19 anos de atividades p&uacute;blicas.</em></strong></div> <div><strong><em>Justi&ccedil;a foi Feita.</em></strong></div> <div><strong><em>&nbsp;</em></strong><span style="font-size: 12pt;"><strong><em><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Samuel Portela Tinoco</span></em></strong></span></div> <div><span style="font-size: 12pt;"><strong><em><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Advogado</span></em></strong></span></div> <div><span style="font-size: 12pt;"><strong><em><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">OAB/RJ 148.850</span></em></strong></span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 12pt;"><strong><em><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/22/170x96/1_samuel-1636783.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ef0b097c602e', 'cd_midia':1636783, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/22/samuel-1636783.jpeg', 'ds_midia': ' Advogado Samuel Portela', 'ds_midia_credi': 'Arquivo Pessoal ', 'ds_midia_titlo': ' Advogado Samuel Portela', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '225', 'cd_midia_h': '225', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:225px;height:225px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/22/samuel-1636783.jpeg" alt=" Advogado Samuel Portela" width="225" height="225"> <figcaption> Advogado Samuel Portela / Arquivo Pessoal </figcaption> </figure></tinymce></em></strong></span></div>
Comentar
Compartilhe
Sauvignon Blanc e a Vinícola Hiragami
21/06/2020 | 22h43
<div>COLUNA DE VINHOS POR JO&Atilde;O RICARDO RODRIGUES</div> <div>Nossa viagem de hoje &eacute; at&eacute; Bordeaux,&nbsp; para conhecermos a origem de uma uva que vem fazendo sucesso no Brasil em novos terroirs.<br /><br /><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">A uva</span><br />A Sauvignon Blanc &eacute; uma uva que tem a sua origem na regi&atilde;o de Bordeaux na Fran&ccedil;a, onde em um cruzamento natural com a Cabernet Franc gerou a famosa Cabernet Sauvignon, &eacute; uma uva de colheita precoce que se adapta bem a climas frios que mantem suas caracter&iacute;sticas de leveza e frescor, quando plantada em clima quente perde em leveza e ganha aroma frutado intenso. Seus vinhos apresentam uma colora&ccedil;&atilde;o esverdeada quando jovem e evoluindo para uma cor palha dourada com o tempo.<br /><br />Normalmente a Sauvignon Blanc n&atilde;o &eacute; envelhecida em carvalho, passando somente por est&aacute;gio em tanques de a&ccedil;o inox de onde saem vinhos secos e refrescantes que possuem como principais caracter&iacute;sticas: seus aromas minerais, vegetais e toques frutados, sendo consumidos jovens entre o primeiro e quarto ano.<br /><br />Em Bordeaux geralmente &eacute; utilizada em cortes com a uva Semillon, por&eacute;m &eacute; na regi&atilde;o do Loire que ela mostra todo o seu potencial, nas comunas de Sancerre e Pouilly Fum&eacute; onde s&atilde;o elaborados excelentes exemplares, o solo gran&iacute;tico e o clima continental dessas regi&otilde;es permitem obter vinhos que exalam aromas minerais, um ligeiro defumado e frescor associado a uma acidez elevada.<br /><br />Na Nova Zel&acirc;ndia a Sauvignon Blanc tem se destacado e hoje &eacute; considerada a uva emblem&aacute;tica neozelandesa. Com o emprego de uma nova t&eacute;cnica, que consiste em colher as uvas em diferentes estados de amadurecimento e de diferentes parcelas, os en&oacute;logos elaboram um corte, onde al&eacute;m da acidez conseguem tamb&eacute;m corpo, resultando em um vinho cheio de complexidade, fresco, com forte car&aacute;ter frutado e um leve toque mineral. <br /><br />Outros pa&iacute;ses que se destacam s&atilde;o o Chile, EUA (California), Austr&aacute;lia, &Aacute;frica do Sul e Brasil.<br />No Brasil podemos encontrar excelentes exemplares de Sauvignon Blanc, com destaque para tr&ecirc;s regi&otilde;es: aCampanha Ga&uacute;cha, com um clima mais quente os vinhos se caracterizam pelos aromas de frutas tropicais (maracuj&aacute;, goiaba e abacaxi) , a Serra Catarinense (Vinhos de Altitude) e o Terroir de Inverno (MG e SP), com a utiliza&ccedil;&atilde;o da t&eacute;cnica da dupla poda, onde encontramos vinhos com aromas mais c&iacute;tricos, minerais e com acidez elevada.<br /><br />Devido a sua acidez os vinhos de Sauvignon s&atilde;o perfeitos para serem apreciados junto a pratos condimentados como carpaccio, peixe assado, peixe com molhos c&iacute;tricos e comida japonesa, para os queijos de prefer&ecirc;ncia para os mais &aacute;cidos como os que utilizam leite de cabra.<br /><br /><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">A vin&iacute;cola</span><br />Localizada na cidade de S&atilde;o Joaquim na Serra Catarinense a mais de 1400 m de altitude a Vinicola Hiragami foi fundada por Fumio Hiragami, membro de uma fam&iacute;lia de imigrantes japoneses.</div> <div><br />O Sr. Fumio Hiragami nasceu em Tanabe (Wakayama) e veio com sua fam&iacute;lia para o Brasil em 1958, ap&oacute;s a 2&ordm; Guerra Mundial para trabalhar na lavoura.</div> <div><br />Antes de chegarem em Santa Catarina a fam&iacute;lia Hiragami trabalhou como boia-fria e como meeira, quando se trabalha na colheita para o patr&atilde;o e este divide a produ&ccedil;&atilde;o com os trabalhadores, como pagamento.</div> <div>Foi como meeiros que conseguiram juntar um pouco de dinheiro e comprar uma pequena parte de terra, em Mairinque (SP), onde come&ccedil;aram o plantio de p&ecirc;ssegos.&nbsp;</div> <div><br />Em 1974, integrou o grupo das 16 primeiras fam&iacute;lias que chegariam em S&atilde;o Joaquim para produzir a que viria a ser conhecida como uma das melhores ma&ccedil;&atilde;s do mundo.</div> <div><br />Com expertise e tradi&ccedil;&atilde;o na fruticultura, mais especificamente na produ&ccedil;&atilde;o de ma&ccedil;&atilde;s, atividade que a fam&iacute;lia realiza desde a d&eacute;cada de 70 em S&atilde;o Joaquim, em 2001 o senhor Fumio decidiu investir em outro ramo, a vitivinicultura com a elabora&ccedil;&atilde;o de vinhos finos, sendo um dos pioneiros do Terroir de Vinhos de Altitude.<br /> Em 2006, ap&oacute;s 5 anos de estudos, foram implantados os primeiros vinhedos, a partir dos quais hoje s&atilde;o produzidos vinhos e espumantes com as castas Cabernet Sauvignon, Merlot e Sauvignon Blanc.<br /><br /><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_21_at_19_36_58-1636680.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ef00b5b78e9a', 'cd_midia':1636680, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/whatsapp_image_2020_06_21_at_19_36_58-1636680.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'PH Rodrigues', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '168', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:168px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/whatsapp_image_2020_06_21_at_19_36_58-1636680.jpeg" alt="" width="813" height="168"> <figcaption> PH Rodrigues </figcaption> </figure></tinymce><br /><br />Com uma produ&ccedil;&atilde;o aproximada de 30 mil garrafas por ano, das quais cerca de 10% &eacute; exportado para Wakayama, no Jap&atilde;o, terra de origem da fam&iacute;lia Hiragami.</div> <div><br /> <em><strong>&ldquo;O pessoal de l&aacute; sente orgulho em receber um produto feito por um japon&ecirc;s que conquistou sucesso fora do pa&iacute;s. Por causa da exporta&ccedil;&atilde;o, tive a oportunidade de visitar por tr&ecirc;s vezes a cidade onde nasci e vivi at&eacute; os 9 anos&rdquo;</strong></em>.&nbsp; Fumio Hiragami.<br /><br />Atrav&eacute;s de agendamento pr&eacute;vio a Vinicola Hiragami recebe enoturistas para visita&ccedil;&atilde;o e degusta&ccedil;&atilde;o orientada.<br /><br /> <span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong>O vinho</strong></span><br />Torii Sur Lie 77, Sauvignon Blanc, safra 2017.<br />Curiosidades:<br />O nome Torii se refere a um s&iacute;mbolo que &eacute; representado por duas colunas que sustentam o c&eacute;u e por vigas que simbolizam a terra, esse portal divide o mundo material do divino e ao ultrapass&aacute;-lo a pessoa entra em um ambiente sagrado, assim diz a cren&ccedil;a.<br />O n&uacute;mero 77 significa o tempo de dias que o vinho ficou estagiando sob as borras finas (Sur Lie).</div> <div><br /><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">An&aacute;lise Organol&eacute;ptica</span><br />Cor: Amarelo palha com tons esverdeados, l&iacute;mpido e brilhante;<br />Aromas: frutas c&iacute;tricas, um leve toque mineral, notas de maracuj&aacute;;<br />Em boca, mostra-se fresco e vibrante, com boa acidez sustentada por uma leve mineralidade e notas frutadas que aparecem desde o primeiro momento, com um final m&eacute;dio e refrescante.<br />Entre as uvas do Terroir de Altitude a Sauvignon Blanc tem se destacado, sendo inclusive cotada para ser a uva emblem&aacute;tica da regi&atilde;o, esse excelente vinho da Hiragami me remeteu a alguns exemplares da Sauvignon Blanc que apreciei do Vale do Loire na Fran&ccedil;a.<br />Teor alco&oacute;lico: 12,8%<br />Temperatura para consumo: entre 05 e 08 &deg;C<br /><br /><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_21_at_19_37_25-1636681.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ef00b5b78e9a', 'cd_midia':1636681, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/whatsapp_image_2020_06_21_at_19_37_25-1636681.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'PH Rodrigues', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '576', 'cd_midia_h': '328', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:576px;height:328px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/whatsapp_image_2020_06_21_at_19_37_25-1636681.jpeg" alt="" width="576" height="328"> <figcaption> PH Rodrigues </figcaption> </figure></tinymce><br /></div>
Comentar
Compartilhe
Ex-Prefeito de Itaperuna Testa Positivo para Covid-19
21/06/2020 | 15h39
<div>BNB</div> <div>Em seu perfil no Facebook, <strong>Alfredo Paulo Marques Rodrigues</strong>, o<strong><em> Alfred&atilde;o</em></strong>, chefe do executivo itaperunense de 2012 a 2016, postou hoje:</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">RECADO IMPORTANTE</span></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Amigos, venho aqui falar sobre um assunto delicado.</span></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Recentemente fui diagnosticado com o novo coronav&iacute;rus, mas me encontro em plenas condi&ccedil;&otilde;es de sa&uacute;de, dentro do poss&iacute;vel. </span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Estou me cuidando, fazendo repouso e tomando as medica&ccedil;&otilde;es. Tenho consci&ecirc;ncia que esse terr&iacute;vel v&iacute;rus &eacute; uma amea&ccedil;a &agrave; nossa vida, por isso estou em isolamento social total.</span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"> Sou um homem de fam&iacute;lia, com um primo idoso, uma companheira de vida, um filho, uma nora gr&aacute;vida de uma netinha que est&aacute; a caminho e n&atilde;o vou correr o risco de perder nenhum deles para a COVID-19.</span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Ficarei ausente das redes sociais at&eacute; tudo isso se acalmar.</span></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Conto com as ora&ccedil;&otilde;es de todos.</span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Alfred&atilde;o</span></div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/170x96/1_corona-1636636.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eefa786d62d1', 'cd_midia':1636636, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/corona-1636636.jpg', 'ds_midia': 'Alfred&atilde;o', 'ds_midia_credi': 'Foto Fam&iacute;lia', 'ds_midia_titlo': 'Alfred&atilde;o', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '542', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:542px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/corona-1636636.jpg" alt="Alfred&atilde;o" width="813" height="542"> <figcaption> Alfred&atilde;o / Foto Fam&iacute;lia </figcaption> </figure></tinymce></div>
Comentar
Compartilhe
Quem é o Vencedor do Desafio de Matemática Valendo Mil Reais
21/06/2020 | 15h25
<div>BNB EXCUSIVO</div> <div>Chegou ao final o desafio proposto pelo professor e engenheiro civil Fabiano Ara&uacute;jo, brasileiro radicado nos EUA, com o apoio deste Blog.</div> <div>O trio julgador, formado por Fabiano e os professores universit&aacute;rios Adriano Dias e Maur&iacute;cio Ara&uacute;jo , considerou a resposta abaixo correta, e tamb&eacute;m mais bem fundamentada e apresentada:</div> <div>Autor:&nbsp; <span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 12pt;">Haroldo Candal da Silva</span></div> <div>Contatos: (21)-9-9447-9797 / <a href="mailto:[email protected]">[email protected]</a></div> <div>O pr&ecirc;mio de 1 mil reais ser&aacute; depositado amanh&atilde;, durante o hor&aacute;rio banc&aacute;rio brasileiro, na conta do vencedor:</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_21_at_14_57_39-1636568.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eefa06912d5d', 'cd_midia':1636568, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/whatsapp_image_2020_06_21_at_14_57_39-1636568.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '609', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:609px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/whatsapp_image_2020_06_21_at_14_57_39-1636568.jpeg" alt="" width="609" height="813"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_21_at_14_57_40-1636570.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eefa06912d5d', 'cd_midia':1636570, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/whatsapp_image_2020_06_21_at_14_57_40-1636570.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '609', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:609px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/whatsapp_image_2020_06_21_at_14_57_40-1636570.jpeg" alt="" width="609" height="813"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_21_at_14_57_40__1_-1636569.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eefa06912d5d', 'cd_midia':1636569, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/whatsapp_image_2020_06_21_at_14_57_40__1_-1636569.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '609', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:609px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/whatsapp_image_2020_06_21_at_14_57_40__1_-1636569.jpeg" alt="" width="609" height="813"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_21_at_14_57_41-1636571.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eefa06912d5d', 'cd_midia':1636571, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/whatsapp_image_2020_06_21_at_14_57_41-1636571.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '609', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:609px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/21/whatsapp_image_2020_06_21_at_14_57_41-1636571.jpeg" alt="" width="609" height="813"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></div>
Comentar
Compartilhe
Colecionador tem mais de 10 mil santinhos políticos
20/06/2020 | 10h31
<div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_04__1_-1636255.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eee0f3f7f574', 'cd_midia':1636255, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_04__1_-1636255.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Gilberto Almenara', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '357', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:357px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_04__1_-1636255.jpeg" alt="" width="357" height="635"> <figcaption> Gilberto Almenara </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_07-1636257.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eee0f3f7f574', 'cd_midia':1636257, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_07-1636257.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Gilberto Almenara', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '357', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:357px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_07-1636257.jpeg" alt="" width="357" height="635"> <figcaption> Gilberto Almenara </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_08-1636259.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eee0f3f7f574', 'cd_midia':1636259, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_08-1636259.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Gilberto Almenara', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '357', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:357px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_08-1636259.jpeg" alt="" width="357" height="635"> <figcaption> Gilberto Almenara </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_08__1_-1636258.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eee0f3f7f574', 'cd_midia':1636258, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_08__1_-1636258.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Gilberto Almenara', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '357', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:357px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_08__1_-1636258.jpeg" alt="" width="357" height="635"> <figcaption> Gilberto Almenara </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_09-1636260.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eee0f3f7f574', 'cd_midia':1636260, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_09-1636260.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Gilberto Almenara', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '357', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:357px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_09-1636260.jpeg" alt="" width="357" height="635"> <figcaption> Gilberto Almenara </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_12-1636262.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eee0f3f7f574', 'cd_midia':1636262, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_12-1636262.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Gilberto Almenara', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '357', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:357px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_12-1636262.jpeg" alt="" width="357" height="635"> <figcaption> Gilberto Almenara </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eee0f3f7f574', 'cd_midia':1636264, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_15__1_-1636264.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Gilberto Almenara', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '357', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:357px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_15__1_-1636264.jpeg" alt="" width="357" height="635"> <figcaption> Gilberto Almenara </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_13-1636263.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eee0f3f7f574', 'cd_midia':1636263, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_13-1636263.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Gilberto Almenara', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '357', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:357px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_13-1636263.jpeg" alt="" width="357" height="635"> <figcaption> Gilberto Almenara </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eee0f3f7f574', 'cd_midia':1636266, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_16__1_-1636266.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Gilberto Almenara', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '357', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:357px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_16__1_-1636266.jpeg" alt="" width="357" height="635"> <figcaption> Gilberto Almenara </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eee0f3f7f574', 'cd_midia':1636265, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_15-1636265.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Gilberto Almenara', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '457', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:457px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_15-1636265.jpeg" alt="" width="813" height="457"> <figcaption> Gilberto Almenara </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eee0f3f7f574', 'cd_midia':1636268, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_16-1636268.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Gilberto Almenara', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '357', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:357px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_16-1636268.jpeg" alt="" width="357" height="635"> <figcaption> Gilberto Almenara </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eee0f3f7f574', 'cd_midia':1636267, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_16__2_-1636267.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Gilberto Almenara', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '357', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:357px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/20/whatsapp_image_2020_06_19_at_09_42_16__2_-1636267.jpeg" alt="" width="357" height="635"> <figcaption> Gilberto Almenara </figcaption> </figure></tinymce>BNB EXCLUSIVO</div> <div>Ele tem 39 anos, &eacute; graduado em Ci&ecirc;ncias Cont&aacute;beis e em Administra&ccedil;&atilde;o, p&oacute;s-graduado em Auditoria, Gest&atilde;o P&uacute;blica e em Administra&ccedil;&atilde;o, com matr&iacute;cula trancada no 3&ordm; per&iacute;odo de Direito e desde os 19 anos coleciona todo o tipo de publicidade pol&iacute;tica, principalmente os <strong><em>santinhos</em></strong>, como s&atilde;o chamados os folhetos com as caras e as promessas dos candidatos.</div> <div>Gilberto Almenara, se lembra com orgulho de ter sido presidente do Gr&ecirc;mio Estudantil do Col&eacute;gio Rotary Clube em Itaperuna-RJ, cidade onde morou por 18 anos.</div> <div>Atualmente vive e trabalha em Porci&uacute;ncula-RJ, e continua a cole&ccedil;&atilde;o, que inclui v&iacute;deos das propagandas do hor&aacute;rio eleitoral dos canais de TV e outras curiosidades como reportagens em jornais e revistas.</div> <div>Almenara observa a dificuldade atual de conseguir novos santinhos, pois a internet est&aacute; mudando a realidade das campanhas, mas ele j&aacute; resolveu como prosseguir colecionando: imprime os banners dos perfis das redes sociais.</div> <div>Em &aacute;lbuns organizados por datas, tem hoje um acervo com mais de 10 mil folhetos diferentes, excelente para pesquisadores e apaixonados por pol&iacute;tica e publicidade como ele, estudioso pelo assunto desde menino, quando trabalhava em planta&ccedil;&otilde;es de tomate em S&atilde;o Jos&eacute; de Ub&aacute;-RJ.</div> <div><br /></div>
Comentar
Compartilhe
Itaperuna Tem Equipe Campeã de Hackathon na Luta contra a Covid-19
19/06/2020 | 20h06
<div>BNB EXCLUSIVO</div> <div>Equipe da UniRedentor Ganha Pr&ecirc;mio em Hackathon<br /><br />O Hackathon, jun&ccedil;&atilde;o das palavras inglesas Hack mais Thon, o verbo to hack, no sentido de programar com expertise e marathon, maratona, &eacute; um evento que re&uacute;ne programadores, designers e outros profissionais da &aacute;rea de desenvolvimento de software em dias inteiros de muito trabalho, tendo como meta a cria&ccedil;&atilde;o de solu&ccedil;&otilde;es espec&iacute;ficas para um ou v&aacute;rios desafios.<br /><br />E este ano, um time de primeira foi formado por uniredentorianos para participar de um importante teste de resist&ecirc;ncia f&iacute;sica e mental, o <em><strong>hacking+help 2020.</strong></em><br /><br /> Animados e liderados pelo professor/coordenador do Curso de Sistemas de Informa&ccedil;&atilde;o da UniRedentor, Raphael Ramos, especialista em programa&ccedil;&atilde;o Java, Kotlin e Swift, eles se uniram para gerar grandes ideias a serem usadas no combate ao Coronav&iacute;rus, tema do evento.<br /><br />Raphael, os alunos de Sistema, Matheus Lima e Ivan Viana, mais um um egresso formado em Engenharia de Produ&ccedil;&atilde;o, Fl&aacute;vio Terra, <strong><em>(todos da UniRedentor-Afya Educacional</em></strong>), entraram para valer na competi&ccedil;&atilde;o e se deram muito bem, conquistando o 1&ordm; lugar na categoria Cluster Cooperativo do hacking+help 2020, resultado do esfor&ccedil;o concentrado em dois dias, 23 e 24 de maio recente, quando os 4 interagiram 48 horas seguidas, cada um em sua pr&oacute;pria casa, sem direito a sono, movidos por muito caf&eacute;, energ&eacute;ticos e vontade de vencer.</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/19/170x96/1_helping-1635788.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eed435bdbe7d', 'cd_midia':1635788, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/19/helping-1635788.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'linkedin Raphael Ramos', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '650', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:650px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/19/helping-1635788.jpeg" alt="" width="813" height="650"> <figcaption> linkedin Raphael Ramos </figcaption> </figure></tinymce><br /><br />Chamada de Help!ng, com direito a trilha sonora dos Beatles, ( tamb&eacute;m formado por 4 componentes), tendo o cl&aacute;ssico Help como tema, a equipe deu um show durante a maratona, vencendo o cansa&ccedil;o, as discuss&otilde;es internas e chegando ao topo, ganhando por isso um pr&ecirc;mio em dinheiro no valor de 3 mil reais, devidamente divididos de modo igual.</div> <div><br /><br /> Agora, a Help!ng continuar&aacute; a saga como cooperativa entre empresas, consumidores e projetos sociais, com tudo para crescer mais e mais. <br /><br />Para Raphael, tais eventos s&atilde;o muito importantes , pois os alunos podem desenvolver habilidades t&eacute;cnicas, trabalho em equipe sob press&atilde;o, e serem apresentados ao mercado de trabalho, ali&aacute;s, o grupo foi convidado para um projeto de pr&eacute;-acelera&ccedil;&atilde;o da Ag&ecirc;ncia de Inova&ccedil;&atilde;o da Unemat, al&eacute;m de j&aacute; estar no processo seletivo do Startup-Rio.</div> <div><br />Quem quiser ver como foi a aventura pelas pr&oacute;prias palavras do professor Raphael Ramos clica no link <strong><a href="https://www.linkedin.com/pulse/como-foi-meu-primeiro-hackathon-raphael-ramos/?articleId=6671749968807694336#comments-6671749968807694336&amp;trk=public_profile_article_view"><span style="color: #ff6600;">AQUI</span></a></strong></div>
Comentar
Compartilhe
Resposta Jurídica da Pref de Itaperuna à Ação do MP e Defensoria
19/06/2020 | 18h59
<div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;">BNB DE 1&ordf;</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: arial, helvetica, sans-serif;">Manifesta&ccedil;&atilde;o da Prefeitura de Itaperuna combatendo o Requerimento do MP-Minist&eacute;rio P&uacute;blico, dentro da A&ccedil;&atilde;o proposta pela Defensoria P&uacute;blica, pleiteando o fechamento do Com&eacute;rcio no munic&iacute;pio</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;">------------------------------------------------------------------------------------------------------</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;">EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA SEGUNDA VARA DA COMARCA DE ITAPERUNA - RJ.<br /><br />Processo n&ordm; 0003447-15.2020.8.19.0026<br /><br /><br />MUNIC&Iacute;PIO DE ITAPERUNA, pessoa jur&iacute;dica de direito p&uacute;blico interno, inscrita no CNPJ com o n&ordm;. 28.916.716/0001-52, sediada na Rua Izabel Vieira Martins, 131, Cidade Nova, Itaperuna &ndash; RJ, CEP 28.300-000, por sua Procuradoria, nos autos do processo em ep&iacute;grafe, movida pela DEFENSORIA P&Uacute;BLICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO, vem respeitosamente perante este r. Ju&iacute;zo, em resposta ao r. despacho de fls. 56, apresentar sua MANIFESTA&Ccedil;&Atilde;O ao pedido de TUTELA DE URG&Ecirc;NCIA, pelos fatos e fundamentos a seguir expostos. <br /><br /><br />I &ndash; DOS FATOS ALEGADOS<br /><br />Trata-se de demanda proposta pela Defensoria P&uacute;blica do Estado do Rio de Janeiro visando a concess&atilde;o de tutela de urg&ecirc;ncia, para determinar que o Munic&iacute;pio de Itaperuna, a obriga&ccedil;&atilde;o de n&atilde;o fazer, no sentido de &ldquo;n&atilde;o autorizar a retorno das atividades regulares do com&eacute;rcio, dos profissionais liberais, de rever os protocolos de seguran&ccedil;a como a utiliza&ccedil;&atilde;o de m&aacute;scaras e medidas de higiene para os trabalhadores em atividades essenciais, a suspens&atilde;o da realiza&ccedil;&atilde;o de atividades religiosas capazes de ocasionar aglomera&ccedil;&atilde;o de pessoas, como vel&oacute;rios e demais atividades que contrariem as determina&ccedil;&otilde;es de isolamento social, at&eacute; que apresente laudo t&eacute;cnico demostrando que tal medida n&atilde;o implica em risco a sa&uacute;de p&uacute;blica, sob pena de multa pessoal ao Prefeito, ao pagamento de multa di&aacute;ria, no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais).<br /><br />Subsidiariamente, requereu que em caso o Munic&iacute;pio autorizasse o retorno das atividades comerciais regulares anteriormente ao enfrentamento do pedido de tutela pelo ju&iacute;zo, que a efic&aacute;cia do decreto seja suspensa at&eacute; que o r&eacute;u traga aos autos laudo assinado por profissional devidamente habilitado comprovando a inexist&ecirc;ncia de risco a sa&uacute;de p&uacute;blica na ado&ccedil;&atilde;o da pol&iacute;tica de &ldquo;isolamento vertical&rdquo;;<br /><br />Intimado a se manifestar, o ente municipal apresentou suas raz&otilde;es em fls. 82/91, o que trouxe o correto convencimento a d. ju&iacute;zo que decidiu pela rejei&ccedil;&atilde;o do pedido liminar.<br /><br />Doravante, o Munic&iacute;pio de Itaperuna tomou ci&ecirc;ncia da manifesta&ccedil;&atilde;o do MPERJ, que em fls. 211/219 requereu novo pedido antecipat&oacute;rio para fechamento dos estabelecimentos comerciais, alegando, em suma, o aumento da taxa de infec&ccedil;&atilde;o no Munic&iacute;pio de Itaperuna.<br /><br />Nesse diapas&atilde;o, o Munic&iacute;pio de Itaperuna passa a interferir no feito, antes da aprecia&ccedil;&atilde;o do pleito de ministerial, por n&iacute;tida evidencia ao interesse p&uacute;blico acometido ao caso, a fim de que seja estabelecido a oitiva pr&eacute;via do Ente Municipal.<br /><br /><br />II &ndash; PRELIMINARMENTE<br /><br />DA IMPOSSIBILIDADE DA ANTECIPA&Ccedil;&Atilde;O DA TUTELA<br /><br />A princ&iacute;pio, devemos trazer a leitura da presente pe&ccedil;a, para a m&aacute;xima de que a antecipa&ccedil;&atilde;o da tutela em face do Ente P&uacute;blico &eacute; medida excepcional, uma vez que seus efeitos podem acarretar preju&iacute;zos irrepar&aacute;veis &agrave; Administra&ccedil;&atilde;o P&uacute;blica.<br /><br />A possibilidade de antecipa&ccedil;&atilde;o da tutela em qualquer procedimento, o que significa obter-se decis&atilde;o de m&eacute;rito provisoriamente exequ&iacute;vel, deve ser antecedido de um conjunto de atos que sejam suficientes para assegurar o grau de convencimento que a esp&eacute;cie reclama do julgador, mediante a presen&ccedil;a dos pressupostos indicados na lei e havendo, nos autos, prova inequ&iacute;voca da alega&ccedil;&atilde;o do autor que fundamente a tutela cuja antecipa&ccedil;&atilde;o postula. <br /><br />Assim, certo estamos que a presente demanda n&atilde;o se encontra municiada dos requisitos objetivos para o deferimento liminar, bem como n&atilde;o restou comprovada tecnicamente que a postura do executivo municipal risco objetivo a sa&uacute;de p&uacute;blica, desconsiderando a an&aacute;lise do judici&aacute;rio quanto a sua necessidade de decis&atilde;o antecipat&oacute;ria.<br /><br />Por fim, ainda que introdutoriamente, afunilamos o escopo do objeto da presente demanda liminar para a an&aacute;lise de seu indeferimento por falta de requisitos e fatores objetivos que possam se fazer concluir pela necessidade ou n&atilde;o da antecipa&ccedil;&atilde;o da tutela, raz&atilde;o l&oacute;gica que nos faz presumir a necessidade de decis&atilde;o t&atilde;o somente ap&oacute;s a instru&ccedil;&atilde;o do feito.<br />DA COMPETENCIA MUNICIPAL PARA ENFRENTAMENTO DA COVID-19 - DO POSICIONAMENTO DO STF - DA SEPARA&Ccedil;&Atilde;O DE PODERES<br /><br />A priori, devemos consignar que o requerimento antecipat&oacute;rio buscado pelo MPERJ angaria medida judicial que gera les&atilde;o &agrave; ordem p&uacute;blica, jur&iacute;dica e econ&ocirc;mica do Munic&iacute;pio de Itaperuna, sendo n&atilde;o apenas incompat&iacute;vel com o princ&iacute;pio da separa&ccedil;&atilde;o dos poderes, mas tamb&eacute;m com o posicionamento do Supremo Tribunal Federal a respeito da autonomia dos Estados e Munic&iacute;pios para adotarem medidas referentes &agrave; conten&ccedil;&atilde;o da pandemia do COVID-19.<br /><br />Foi nessa dire&ccedil;&atilde;o que nos autos da Medida Cautelar na ADPF 672, o Supremo Tribunal Federal reconheceu a compet&ecirc;ncia concorrente de Estados e Munic&iacute;pios para definir, no &acirc;mbito de suas respectivas atribui&ccedil;&otilde;es, as medidas de combate, preven&ccedil;&atilde;o e, de modo geral, o enfrentamento da pandemia do coronav&iacute;rus, cabendo ao Chefe do Poder Executivo decidir as atividades essenciais no per&iacute;odo de pandemia, n&atilde;o podendo portanto o Minist&eacute;rio P&uacute;blico, a Defensoria, nem o Poder Judici&aacute;rio impor ao Chefe do Poder Executivo as medidas que entendem razo&aacute;veis para a abertura da economia municipal e o combate ao COVID-19.<br /><br />Devemos elucidar tamb&eacute;m, que ainda em caso de um posicionamento mais abrangente, que admitisse tal n&iacute;vel de incurs&atilde;o do Poder Judici&aacute;rio nas decis&otilde;es eleitas pelo Poder Executivo nessa tem&aacute;tica, tal atua&ccedil;&atilde;o deve ser precedida do devido processo legal, do contradit&oacute;rio e de um ju&iacute;zo de cogni&ccedil;&atilde;o exauriente, inviabilizando por completo qualquer medida antecipat&oacute;ria sem o devido aprofundamento em na fase instrut&oacute;ria.<br /><br />Estamos convictos que as medidas editadas por for&ccedil;a dos decretos municipais sempre foram gradativamente no tocante a mitiga&ccedil;&atilde;o da pol&iacute;tica r&iacute;gida de isolamento social, que ao certo est&atilde;o em conformidade com os dados t&eacute;cnicos produzidos pela Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), pela Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial de Sa&uacute;de (OMS), pelo Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de do Brasil, Secretaria de Estado de Sa&uacute;de do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Sa&uacute;de (SMS).<br /><br />Importante ainda dizermos que quaisquer decis&otilde;es contr&aacute;rias ao posicionamento dos decretos municipais tamb&eacute;m afetariam sobremaneira o plano de retomada da nossa economia fluminense, que j&aacute; reza extremamente prejudicada, e, por conseguinte, as previs&otilde;es de arrecada&ccedil;&atilde;o de tributos, inclusive, trazendo, a m&eacute;dio e longo prazo, evidente preju&iacute;zo na execu&ccedil;&atilde;o das medidas essenciais executas pelos aparelhos j&aacute; oferecidos pela Secretaria de Sa&uacute;de em combate ao COVID-19.<br /><br />Na verdade, o que pretende agora o r. MPERJ &eacute; a promulga&ccedil;&atilde;o de tutela jurisdicional que estabelecer&aacute; medidas coercitivas que acarretam graves danos &agrave; seguran&ccedil;a jur&iacute;dica e &agrave; ordem administrativa do Munic&iacute;pio, impedindo o Chefe do Poder Executivo de editar, modificar e evoluir nas normas necess&aacute;rias para o enfrentamento da pandemia de COVID-19.<br /><br />Reconhecemos que estamos vivendo sob a &eacute;gide de uma pandemia internacional ocasionada pela infec&ccedil;&atilde;o humana pelo Coronav&iacute;rus SARS-CoV-2 (COVID- 19), com impactos que transcendem a sa&uacute;de p&uacute;blica e afetam a economia, a cultura e a sociedade como um todo, e por tais raz&otilde;es, clarividente que existe um grave momento que atravessa a coletividade, seja no Brasil, seja no Munic&iacute;pio de Itaperuna.<br /><br />E, exatamente sob esse reconhecimento, que novamente invocamos o entendimento do STF, que por decis&atilde;o do Plen&aacute;rio, em 15 de abril de 2020, nos autos da ADI 6341 MC / DF, reconheceu a legitima&ccedil;&atilde;o concorrente de Estados e Munic&iacute;pios, em termos de sa&uacute;de, notadamente no que respeita &agrave; ado&ccedil;&atilde;o de medidas de enfrentamento da emerg&ecirc;ncia de sa&uacute;de p&uacute;blica.<br /><br />Naquele mesmo col&eacute;gio superior de justi&ccedil;a, observou o Min. CELSO DE MELLO no exame da ADPF 45/DF (Informativo/STF n&ordm; 345/2004) &ndash; &ldquo;que n&atilde;o se inclui, ordinariamente, no &acirc;mbito das fun&ccedil;&otilde;es institucionais do Poder Judici&aacute;rio - e nas desta Suprema Corte, em especial - a atribui&ccedil;&atilde;o de formular e de implementar pol&iacute;ticas p&uacute;blicas, pois, nesse dom&iacute;nio, o encargo reside, primariamente, nos Poderes Legislativo e Executivo&rdquo;.<br /><br />Assim, considerando que a administra&ccedil;&atilde;o municipal est&aacute; atuando dentro dos limites concedidos pela Constitui&ccedil;&atilde;o e pela legisla&ccedil;&atilde;o especial, bem como angariado nos ditames t&eacute;cnicos produzidos pela Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), pela Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial de Sa&uacute;de (OMS), pelo Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de do Brasil, Secretaria de Estado de Sa&uacute;de do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Sa&uacute;de (SMS), o Munic&iacute;pio de Itaperuna se encontra em total conson&acirc;ncia com a interpreta&ccedil;&atilde;o do Princ&iacute;pio da Separa&ccedil;&atilde;o dos Poderes em mat&eacute;ria de pol&iacute;ticas p&uacute;blicas, n&atilde;o havendo como cooperar com a possibilidade de limita&ccedil;&atilde;o por parte do poder judici&aacute;rio, uma vez que n&atilde;o cabe no ordenamento constitucional atua&ccedil;&atilde;o do desse Poder no controle das pol&iacute;ticas p&uacute;blicas de forma indiscriminada, sob pena de viola&ccedil;&atilde;o do mencionado Princ&iacute;pio Separatista, confirmando que o &ocirc;nus da pol&iacute;tica de combate a COVID-19 &eacute; do Poder Executivo Municipal.<br /><br />Ou seja, no Estado Democr&aacute;tico de Direito, a atua&ccedil;&atilde;o do Poder Judici&aacute;rio deve respeitar os limites impostos pela Constitui&ccedil;&atilde;o, n&atilde;o podendo se dar, exclusivamente, pela vontade do julgador, por melhor que seja sua inten&ccedil;&atilde;o.<br /><br />Embora a o anseio do ilustre MPERJ seja de pormenorizar a quest&atilde;o, julgar n&atilde;o &eacute; um ato de vontade apenas, mas de conhecimento fat&iacute;dico sobre as reais condi&ccedil;&otilde;es que o Munic&iacute;pio de Itaperuna se encontra, bem como sobre a exist&ecirc;ncia e uso dos equipamentos promovidos pelo corpo t&eacute;cnico da municipalidade como medida de prote&ccedil;&atilde;o &agrave; sa&uacute;de p&uacute;blica dos itaperunenses.<br /><br />Infelizmente, carece ao MPERJ em campo t&atilde;o espec&iacute;fico e conturbado da ci&ecirc;ncia, de expertise, e capacidade t&eacute;cnica para analisar as nuances das medidas tomadas pelo Executivo Municipal, no &acirc;mbito estrito e direto de sua atribui&ccedil;&atilde;o constitucional e legal.<br /><br />Nesse contexto, o controle judicial de pol&iacute;ticas p&uacute;blicas constitui medida de car&aacute;ter excepcional em prest&iacute;gio ao princ&iacute;pio da separa&ccedil;&atilde;o dos poderes, devendo prevalecer o respeito aos crit&eacute;rios utilizados pelo Poder Executivo Municipal, a quem cabe definir seus planos de a&ccedil;&atilde;o no combate &agrave; pandemia, porquanto promanados de governante escolhidos pelo povo, que &eacute; o titular origin&aacute;rio do poder, e que legitima o atuar pol&iacute;tico da presente Administra&ccedil;&atilde;o P&uacute;blica Municipal, n&atilde;o cabendo assim ao Judici&aacute;rio exercer controle absoluto sobre pol&iacute;ticas p&uacute;blicas de combate &agrave; COVID-19.<br /><br /><br />III &ndash; DO DIREITO<br /><br />DOS VERDADEIROS FATOS<br /><br />Em in&iacute;cio, devemos afunilar qualquer enfrentamento dessa lide ao passo de que o Munic&iacute;pio de Itaperuna n&atilde;o acomete seus decretos e diretrizes municipais de forma isolada ou marginal aos ditames t&eacute;cnicos existentes pelas esferas superiores, quais sejam, Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), pela Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial de Sa&uacute;de (OMS), pelo Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de do Brasil, Secretaria de Estado de Sa&uacute;de do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Sa&uacute;de (SMS), entre outros.<br /><br />Assim, muito importante deixarmos evidenciado que, de fato, o Executivo Municipal aponta suas diretrizes por meio de seus decretos consubstanciado nos apontamentos estabelecidos pelos pr&oacute;prios entes federativos elevados e demais organiz&otilde;es que possuem autoridade sob o tema sa&uacute;de p&uacute;blica.<br /><br />Tamb&eacute;m podemos afirmar que todas as medidas estabelecidas pela municipalidade desde o in&iacute;cio do enfrentamento ao COVID-19 foram antecipadas de grande cautela, uma vez que mitigadas gradualmente, ao passo em que o Munic&iacute;pio j&aacute; estivesse resguardado de recursos materiais e humanos suficientes para o controle e tratamento de um poss&iacute;vel aumento na curva de infectados.<br /><br />Devemos retratar que a cautela executiva municipal restou evidenciada, por exemplo, ao fato de que a mitiga&ccedil;&atilde;o das restri&ccedil;&otilde;es no com&eacute;rcio foram deferidas em conjunto com a inaugura&ccedil;&atilde;o do CENTRO DE REFER&Ecirc;NCIA COVID-19, sendo certo que os leitos l&aacute; criados est&atilde;o com mais de 30% (trinta por cento) de sua capacidade dispon&iacute;veis para uso imediato.<br /><br />Nesse tocante, vale destacar que pela documenta&ccedil;&atilde;o em anexo, comprovado est&aacute; que na data de hoje (19/06/2020) o centro de referencia COVID-19 possui mais de 30% de sua capacidade em leitos dispon&iacute;veis, assim como j&aacute; se manifestou no tocante a providenciar mais 02 (dois) leitos de UTI extras, que possivelmente estar&atilde;o dispon&iacute;veis j&aacute; na pr&oacute;xima semana.<br /><br />Doravante, importante frisamos que o Munic&iacute;pio de Itaperuna, em total harmonia e consentimento com os decretos promovidos pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, foi al&eacute;m, e estabeleceu por meio do Decreto Municipal n&deg; 6234 de 28 de Abril de 2020 medidas de abertura dos estabelecimentos com&eacute;rciais com muito mais rigor e crit&eacute;rios, em comparado, com a norma promovida pelo governo estadual (decreto estadual n&deg;47.112/2020 - em anexo), restando claro o comprometimento t&eacute;cnico e fat&iacute;dico aplicado exclusivamente &agrave; cidade de Itaperuna, sendo certo que era o momento mais oportuno para a concess&atilde;o de tais medidas.<br /><br />Isto posto, configurado a exist&ecirc;ncia de crit&eacute;rios t&eacute;cnicos para a elabora&ccedil;&atilde;o das medidas estabelecidas por meio dos decretos municipais, n&atilde;o h&aacute; o que ser mitigado pela via jur&iacute;dica, principalmente em car&aacute;ter antecipat&oacute;rio, sendo certo, que qualquer ju&iacute;zo valor para discord&acirc;ncia das medidas municipais s&oacute; passariam a supostamente existir ap&oacute;s a fase de instru&ccedil;&atilde;o do feito, como &uacute;nica maneira de fugir ao momento de teratologia em que o feito se encontra para antecipa&ccedil;&atilde;o de m&eacute;rito. <br /><br /><br />DA CONDUTA ANTAG&Ocirc;NICA DO MPERJ <br /><br />Devemos ainda destacar que por meio de diversos of&iacute;cios onde o ilustre MPERJ requisitava informa&ccedil;&otilde;es administrativas ao Munic&iacute;pio de Itaperuna, a municipalidade, em resposta, sempre informou quais eram suas diretrizes t&eacute;cnicas em estrat&eacute;gia eleita para o combate ao COVID-19, vejamos: (docs. em anexo)<br /><br /><br /><br /><br /><br /><br /><br />Assim, clarividente que a manifesta&ccedil;&atilde;o do ilustre MPERJ caminha em total desencontro com as informa&ccedil;&otilde;es t&eacute;cnicas prestadas preteritamente pelo Munic&iacute;pio de Itaperuna, uma vez que a municipalidade vem atendendo todos os protocolos de recomenda&ccedil;&atilde;o estabelecidos pela Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), pela Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial de Sa&uacute;de (OMS), pelo Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de do Brasil, Secretaria de Estado de Sa&uacute;de do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Sa&uacute;de (SMS).<br /><br /><br />Adiante, importante estabelecer que ao tempo da publica&ccedil;&atilde;o do Decreto Municipal n XXXXXX, que estabeleceu o in&iacute;cio da abertura dos estabelecimentos comerciais, em data anterior a publica&ccedil;&atilde;o, o ilustre MPERJ na pessoa do Dr. Bruno Menezes Santarem, concordou com a flexibiliza&ccedil;&atilde;o do com&eacute;rcio mediante algumas pondera&ccedil;&otilde;es.<br /><br />Doravante, no dia em que o mencionado Decreto de flexibiliza&ccedil;&atilde;o foi publicado, o MPERJ expediu a recomenda&ccedil;&atilde;o n&deg; 01/2020 ao Munic&iacute;pio de Itaperuna para que observasse as medidas de conten&ccedil;&atilde;o e preven&ccedil;&atilde;o ao novo coronav&iacute;rus previstas nos Decretos Estaduais, vejamos: (em anexo)<br /><br /><br /><br /><br />Nesse diapas&atilde;o, indubit&aacute;vel que o Munic&iacute;pio de Itaperuna por meio de seus decretos sempre respeitou &agrave;s diretrizes estabelecidas pelo Governador do Estado do Rio de Janeiro e sua Secretaria Estadual de Sa&uacute;de no tocante a regras de conten&ccedil;&atilde;o e preven&ccedil;&atilde;o, sendo tal quest&atilde;o incontest&aacute;vel no presente feito.<br /><br />Adiante, ao que nos foi informado, o ilustre membro do parquet que estava a frente da pasta de Tutela Coletiva de Defesa da Sa&uacute;de, Dr. Bruno, entrou em gozo de f&eacute;rias, sendo aquela pasta acometida pelo d. Dr. Raquel Rosmaninho, que em v&iacute;deo veiculado no Blog do Nino Beliene, questionada sobre a postura adotada no Munic&iacute;pio de Itaperuna, tamb&eacute;m se manifestou positivamente pela flexibiliza&ccedil;&atilde;o do com&eacute;rcio, oficiando, inclusive, a Municipalidade para fins de atendimento &agrave;s diretrizes apontadas pelo Governo do Estado.<br /><br />Ainda nessa dire&ccedil;&atilde;o, logo ap&oacute;s o retorno do titular da pasta da Tutela Coletiva do MPERJ, o mesmo foi removido para outra comarca, assumindo a pasta o r. Dr. Matheus Gabriel dos Reis Rezende, que recomendou pelo fechamento do com&eacute;rcio de Itaperuna.<br /><br />Vejamos, portanto, que embora exista uma ANTAGONIA entre o posicionamento do &Oacute;rg&atilde;o Ministerial e de seus representantes, ainda assim, o Munic&iacute;pio de Itaperuna est&aacute; atendendo a recomenda&ccedil;&atilde;o promovida em maioria, qual seja, a ado&ccedil;&atilde;o de postura que acompanhe as diretrizes de conten&ccedil;&atilde;o e preven&ccedil;&atilde;o estabelecidas pelo Governo do Estado.<br /><br />Por fim, testificamos que embora o d. MPERJ alegue n&atilde;o ter havido resposta administrativas aos of&iacute;cios por ele direcionados ao Ente Municipal, podemos afirmar que houve resposta satisfat&oacute;ria por parte da Municipalidade, e que tais comprova&ccedil;&otilde;es se dar&atilde;o ao tempo de futuro peticionamento, visto que o presente foi acometido de apenas 24 (vinte e quatro) horas para resposta ao ju&iacute;zo.<br /><br /><br />DA EXIST&Ecirc;NCIA DE FUNDAMENTOS MUNICIPAIS &ndash; DECRETO N&ordm; 6234/2020 - DECRETO N&deg; 6252/2020 &ndash; DECRETO N&deg;6254/2020<br /><br />Como sabido, ao tempo da decis&atilde;o deste r. ju&iacute;zo que indeferiu o pedido liminar de fechamento do com&eacute;rcio municipal promovido pela d. Defensoria P&uacute;blica do Estado do Rio de Janeiro, o Munic&iacute;pio de Itaperuna j&aacute; havia publicado o DECRETO N&ordm; 6234 DE 28 DE ABRIL DE 2020 que autorizou a reabertura (com restri&ccedil;&otilde;es preventivas) do com&eacute;rcio de Itaperuna.<br /><br />Dessarte, o ilustre MPERJ, agora, providencia novo pedido de lockdown sob fundamento praticamente id&ecirc;ntico, e sem consubstanciar o feito de qualquer fato novo que tornasse seu pedido juridicamente defer&iacute;vel.<br />Todavia, ainda que superando a via processual requerida nesse momento, o que n&atilde;o &eacute; mat&eacute;ria de argumenta&ccedil;&atilde;o jur&iacute;dica na presente manifesta&ccedil;&atilde;o, por clara considera&ccedil;&atilde;o de que o Munic&iacute;pio de Itaperuna est&aacute; acometido de respaldo t&eacute;cnico necess&aacute;rio para a manuten&ccedil;&atilde;o da estrat&eacute;gia adotada em combate ao COVID-19, passamos a elucidar a este r. ju&iacute;zo a atua&ccedil;&atilde;o efetiva e eficaz da Unidade Municipal de Referencia em COVID-19, uma vez que est&aacute; sendo alvo de recha&ccedil;amento indevido por parte do r. MPERJ.<br /><br />Isto posto, necess&aacute;rio se faz ratificarmos que por parte do Munic&iacute;pio de Itaperuna, foi adotado a sistem&aacute;tica de libera&ccedil;&atilde;o gradativa, com restri&ccedil;&otilde;es, de atividades especificas do com&eacute;rcio como por exemplo, sal&otilde;es de beleza, barbearias, lojas de material de constru&ccedil;&atilde;o, para, t&atilde;o somente, ap&oacute;s a confec&ccedil;&atilde;o de mais de 11 (onze) DECRETOS chegarmos &agrave; publica&ccedil;&atilde;o do DECRETO N. 6234. <br /><br />Vejamos ainda que no DECRETO N&ordm; 6234 DE 28 DE ABRIL DE 2020, o Munic&iacute;pio justificou a abertura do com&eacute;rcio com restri&ccedil;&otilde;es nos seguintes fundamentos, entre outros:<br /><br />&ldquo;- Que a curva de difus&atilde;o da COVID-19 no Munic&iacute;pio de Itaperuna tem se apresentado linear nas &uacute;ltimas semanas;<br />- Que o Munic&iacute;pio de Itaperuna conta nesta data com 70% (setenta por cento) da capacidade instalada para atendimento na sa&uacute;de (leitos de UTI, leitos normais, as demandas das Unidades B&aacute;sicas de Sa&uacute;de e na UPA) livres e dispon&iacute;veis, al&eacute;m da disponibilidade de EPI`s para os profissionais da sa&uacute;de, conforme recomenda&ccedil;&atilde;o do Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de;<br />- Que encontra-se em fase final a instala&ccedil;&atilde;o e implementa&ccedil;&atilde;o do CENTRO DE REFER&Ecirc;NCIA COVID-19 (Hospital de Campanha Municipal), para o tratamento dos Mun&iacute;cipes.&rdquo;<br /><br />Na mesma dire&ccedil;&atilde;o, as medidas impostas pelo decreto Municipal restringiram a circula&ccedil;&atilde;o nos espa&ccedil;os p&uacute;blicos e no com&eacute;rcio mediante o uso de m&aacute;scara, evidenciando a cautela quanto aos protocolos de orienta&ccedil;&atilde;o ao combate da COVID-19.<br /><br />Adiante, tamb&eacute;m importante mencionar que os Decretos Municipais foram fundamentados sob o prisma: (a) do reconhecimento da compet&ecirc;ncia concorrente para que os Munic&iacute;pios possam adotar medidas preventivas no combate ao Novo coronav&iacute;rus - COVID-19 estabelecido pelo STF por meio da Medida Cautelar da A&ccedil;&atilde;o Direta de Constitucionalidade n&ordm;. 6341-DF; (b) do reconhecimento do Estado de Calamidade P&uacute;blica decretado no Munic&iacute;pio de Itaperuna em raz&atilde;o da grave crise de sa&uacute;de ocasionada pela pandemia do novo coronav&iacute;rus (COVID-19) por meio do Decreto n&ordm;. 6225, de 06 de abril de 2020; (c) do reconhecimento de que a sa&uacute;de &eacute; Direito de todos e Dever dos Entes Federativos, mediante pol&iacute;ticas sociais e econ&ocirc;micas que visem &agrave; redu&ccedil;&atilde;o do risco da doen&ccedil;a e outros agravos, ao acesso universal e igualit&aacute;rio &agrave;s a&ccedil;&otilde;es e servi&ccedil;os para sua promo&ccedil;&atilde;o, prote&ccedil;&atilde;o e recupera&ccedil;&atilde;o, na forma dos Artigos 196 e 197 da Constitui&ccedil;&atilde;o da Rep&uacute;blica; (d) nota Informativa do Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de n&ordm;. 3/2020-CGGAPDESF/SAPS/MS, indicando a utiliza&ccedil;&atilde;o de m&aacute;scaras caseiras como mais uma interven&ccedil;&atilde;o a ser implementada visando interromper o ciclo do COVID-19; (e) da portaria n&ordm;. 188, de 3 de Fevereiro de 2020, do Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de, que disp&otilde;e sobre a Declara&ccedil;&atilde;o de Emerg&ecirc;ncia em Sa&uacute;de P&uacute;blica de Import&acirc;ncia Nacional (ESPIN) em decorr&ecirc;ncia da Infec&ccedil;&atilde;o Humana pelo Novo coronav&iacute;rus (Covid-19), especialmente a obriga&ccedil;&atilde;o de articula&ccedil;&atilde;o dos gestores do SUS como compet&ecirc;ncia do Centro de Opera&ccedil;&otilde;es de Emerg&ecirc;ncias em Sa&uacute;de P&uacute;blica (COESP), Decreto n&ordm;. 6230/2020 seguiram a mesma linha de flexibiliza&ccedil;&atilde;o mediante medidas diversas medidas protetivas; (f) do teor do Decreto Estadual n&ordm;. 47.112 de 05 de junho de 2020, que recomenda aos Munic&iacute;pios do Estado, em aten&ccedil;&atilde;o ao Princ&iacute;pio da Coopera&ccedil;&atilde;o, que adotem medidas de igual teor como &uacute;nica forma de preservar vidas e evitar a prolifera&ccedil;&atilde;o do novo coronav&iacute;rus (Covid-19); (g) de que se encontra em funcionamento desde o dia 25 de Maio o Centro de Referenciamento Covid-19, destinado a atendimento de pacientes com coronav&iacute;rus encaminhados por outras unidades de sa&uacute;de &ndash; UPA e PU, sendo este centro especializado e exclusivo para os moradores de Itaperuna e Distritos, que conta com 06 (seis) leitos de UTI regulares, 02 (dois) leitos de UTI pedi&aacute;tricas e 20 (vinte) leitos de enfermaria.<br /><br />Vejamos que muitos foram as men&ccedil;&otilde;es comendativas utilizadas pela Municipalidade, em especial o Decreto Estadual n&ordm;. 47.112 de 05 de junho de 2020, que recomenda aos Munic&iacute;pios do Estado, em aten&ccedil;&atilde;o ao Princ&iacute;pio da Coopera&ccedil;&atilde;o, que adotem medidas de igual teor como &uacute;nica forma de preservar vidas e evitar a prolifera&ccedil;&atilde;o do novo coronav&iacute;rus.<br /><br />Ali&aacute;s, cassar os efeitos da reabertura do com&eacute;rcio municipal seria, por via transversa, tamb&eacute;m deixar de reconhecer os efeitos do Decreto Estadual n&ordm;. 47.112, uma vez que a reabertura do com&eacute;rcio de Itaperuna &eacute; medida compactuada com o posicionamento definido pelo Governo Estadual, sendo a norma municipal, inclusive, mais robusta e rigorosa no tocante a flexibiliza&ccedil;&atilde;o e medidas de estrat&eacute;gias de conten&ccedil;&atilde;o e preven&ccedil;&atilde;o do COVID-19.<br /><br /><br />DO CENTRO DE REFERENCIAMENTO COVID-19<br /><br />Em suas alega&ccedil;&otilde;es de fls. 211/219 o ilustre MPERJ prediz que por meio de laudo promovido pelo CREMERJ, que dos 08 (oito) leitos de UTI existentes no CENTRO DE REFERENCIA COVID-19 do Munic&iacute;pio apenas 04 (quatro) possuem condi&ccedil;&otilde;es de funcionamento, ou seja, 50% (cinquenta por cento) de sua capacidade total.<br /><br />Tal alega&ccedil;&atilde;o &eacute; incondizente com a realidade, e assombra a m&aacute;-f&eacute; de quem a promoveu. Vejamos que por meio do link a seguir, &eacute; poss&iacute;vel ver todos os leitos de UTI em perfeito e eficaz funcionamento, recha&ccedil;ando assim qualquer possibilidade de funcionamento fracionado ou mitigado por parte do CENTRO DE REFERENCIA municipal. (https://drive.google.com/file/d/1uYheqrEIeN9KsYJDLd4rPKq0OOwI4JqO/view?usp=sharing)<br /><br />Nessa dire&ccedil;&atilde;o, outros meios de prova se dar&atilde;o em fase de instru&ccedil;&atilde;o processual, destarte, destacamos nesse momento o termo XXXXXXXX (em anexo) elaborado na data de 19/06/2020, atestando o pleno funcionamento dos 08 leitos de UTI (02 pedi&aacute;tricos) e 20 leitos de enfermaria.<br /><br />H&aacute; de se dizer ainda, que existe previs&atilde;o do corpo executivo administrativo do CENTRO DE REFERENCIA sobre a abertura de mais 02 (dois) leitos de UTI para a pr&oacute;xima semana, totalizando o pleno funcionamento de 10 (dez) leitos de unidade intensiva, sendo 02 (dois) destinados para pediatria.<br /><br />Ainda nessa toada, quanto aos gases medicinais narrado pela CREMERJ, que hora se interpreta como o oxig&eacute;nio necess&aacute;rio para a utiliza&ccedil;&atilde;o dos respiradores, nos foi informado na data de hoje (19/06/2020) que o protocolo &eacute; montando diariamente sobre 40 (quarenta) &ldquo;balas de oxig&ecirc;nio&rdquo;, sendo necess&aacute;rio para uso regular a quantidade de 14 (quatorze) unidades, restando 26 (vinte e seis) como sobressalente di&aacute;rio.<br /><br />Precisamos tamb&eacute;m dar destaque ao fato de que o CENTRO DE REFER&Ecirc;NCIA MUNICIPAL COVID-19 &eacute; exclusivo para os mun&iacute;cipes de Itaperuna e que os leitos l&aacute; destinados est&atilde;o assegurados apenas para os casos acometidos no Munic&iacute;pio de Itaperuna.<br /><br />No que tange aos apontamentos da CREMERJ quanto aos aparelhos ventiladores pulmonares, o Munic&iacute;pio impugna veementemente tal termo considerando que, haja vista, o profissional da &aacute;rea m&eacute;dica n&atilde;o possui conhecimento t&eacute;cnico para se manifestar a cerca de efici&ecirc;ncia de equipamentos dessa estirpe. <br /><br /><br />IV &ndash; DO PEDIDO<br /><br />Encerrando nosso pensamento argumentativo, certo estamos que restou verificado que as medidas adotadas pelo Munic&iacute;pio de Itaperuna foram antecipadas de cautela, com lenta progress&atilde;o no sentido de mitigar as restri&ccedil;&otilde;es ao estabelecimentos comerciais impostas para o enfrentamento da COVID-19, uma vez que a abertura do com&eacute;rcio com restri&ccedil;&otilde;es se deu ao passo de que foi observado que, no Munic&iacute;pio de Itaperuna, os insumos, medicamentos e leitos dispon&iacute;veis j&aacute; eram (e ainda s&atilde;o) suficientes para suportar a mitiga&ccedil;&atilde;o da quarentena anteriormente imposta.<br /><br />Devemos considerar ainda, que este &eacute; o entendimento aplicado pelo MINIST&Eacute;RIO DA SA&Uacute;DE: &ldquo;N&atilde;o h&aacute; regra geral sobre isolamento social, diz ministro da Sa&uacute;de&rdquo;. (https://istoe.com.br/nao-ha-regra-geral-sobre-isolamento-social-dizministro-da-saude/)<br /><br />Vejamos que o Ministro da Sa&uacute;de deixou bem claro que o governo n&atilde;o tem uma regra geral para todo o pa&iacute;s sobre a necessidade do isolamento social. Segundo ele, diferentes medidas devem ser adotadas por estados e munic&iacute;pios a depender do avan&ccedil;o do novo coronav&iacute;rus em cada local, indo de medidas mais simples, que v&atilde;o passar principalmente por distanciamento social, higiene das m&atilde;os, uso de &aacute;lcool em gel e das m&aacute;scaras, at&eacute; situa&ccedil;&otilde;es em que vai ser necess&aacute;rio o lockdown [fechamento total, confinamento], n&atilde;o sendo vi&aacute;vel aplicar o lockdown como se fosse a solu&ccedil;&atilde;o para tudo.<br /><br />Assim, considerando a disponibilidade de recursos e equipamentos que se encontrava no Munic&iacute;pio de Itaperuna ao tempo da publica&ccedil;&atilde;o do Decreto n. 6234 e posteriores, ratificamos que aquela foi e continua sendo a medida mais assertiva ao caso.<br /><br />Isto posto, pelo receito de dano inverso e de irreversibilidade da decis&atilde;o com inevit&aacute;veis preju&iacute;zos &agrave; administra&ccedil;&atilde;o p&uacute;blica, o Munic&iacute;pio de Itaperuna REQUER o indeferimento da tutela antecipat&oacute;ria reivindicada, pelas raz&otilde;es de fato e de direito acima apontadas, pugnando pela instru&ccedil;&atilde;o do feito e estabiliza&ccedil;&atilde;o dos princ&iacute;pios do contradit&oacute;rio e ampla defesa antes de qualquer decis&atilde;o deste r. juizo.<br /><br /><br />Termos em que,<br />Pede deferimento.<br /><br /><br /><br />Itaperuna, 19 de junho de 2020.<br /><br /><br />PROCURADORIA GERAL DO MUNIC&Iacute;PIO DE ITAPERUNA</span></div>
Comentar
Compartilhe
Sugestão para os Vereadores de Itaperuna
19/06/2020 | 12h15
<div>BNB LEITOR</div> <div>O cidad&atilde;o itaperunense <span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong>Gabriel Rosa</strong></span> sugere:</div> <div><strong><em>Os vereadores da Comiss&atilde;o de Sa&uacute;de, poderiam fazer um requerimento para Secretaria Municipal de Sa&uacute;de adquirir&nbsp; tendas e os respectivos Testes R&aacute;pidos de Covid-19, para testar a popula&ccedil;&atilde;o em pra&ccedil;a p&uacute;blica.</em></strong></div> <div><strong><em>E tamb&eacute;m na entrada da cidade. </em></strong></div> <div><strong><em>Esta A&ccedil;&atilde;o poderia ter a participa&ccedil;&atilde;o do MP, Defensoria P&uacute;blica, Ex&eacute;rcito Brasileiro, Guarda Civil, Corpo de Bombeiros, Rotary Clube, Lions Clube, Ma&ccedil;onaria e demais entidades.</em></strong></div> <div><strong><em>Essas medidas seriam de extrema import&acirc;ncia no combate ao coronav&iacute;rus.</em></strong></div> <div><em><strong>Gabriel Rosa</strong></em></div> <div><strong><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/19/170x96/1_rosa-1635602.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eecd5e22b1f8', 'cd_midia':1635602, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/19/rosa-1635602.jpg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '645', 'cd_midia_h': '475', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:645px;height:475px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/19/rosa-1635602.jpg" alt="" width="645" height="475"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></strong></div>
Comentar
Compartilhe
LockDown Itaperuna: Defensoria Pública Endossa Pedido do MP
18/06/2020 | 22h55
<div>BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong><em>Mais um epis&oacute;dio na Guerra do Covid-19&nbsp;</em></strong></span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong><em>-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------</em></strong></span></div> <div>JU&Iacute;ZO DE DIREITO DA 2a VARA C&Iacute;VEL DA COMARCA DE ITAPERUNA - RIO DE JANEIRO<br />Proc.: 0003447-15.2020.8.19.0026</div> <div><br />A DEFENSORIA P&Uacute;BLICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO (DPE/RJ), por interm&eacute;dio do Primeiro N&uacute;cleo Regional de Tutela Coletiva da Defensoria P&uacute;blica do Estado do Rio de Janeiro, representado pelos Defensores P&uacute;blicos subscritores, vem, nos autos do processo em epigrafe, expor e requerer o que segue</div> <div><br />Trata-se de a&ccedil;&atilde;o civil p&uacute;blica proposta pela Institui&ccedil;&atilde;o-Autora em que se pleiteia assegurar o direito humano e fundamental &agrave; sa&uacute;de e &agrave; vida dos cidad&atilde;os mais vulner&aacute;veis do Munic&iacute;pio de ITAPERUNA por interm&eacute;dio de decis&atilde;o judicial que impe&ccedil;a a retomada das atividades econ&ocirc;mico/produtivas, no sentido de sustar os efeitos dos Decretos Municipais 6221/2020 e 6222/2020, ante ao grave risco de Infec&ccedil;&atilde;o Humana pelo novo coronav&iacute;rus COVID-19, em cumprimento &agrave; pol&iacute;tica p&uacute;blica posta pela Uni&atilde;o e pelo Estado do Rio de Janeiro para o combate coordenado e efetivo &agrave; pandemia mundial que ora se apresenta.</div> <div><br />O Munic&iacute;pio R&eacute;u, ante o clamor do setor empresarial pela autoriza&ccedil;&atilde;o para o livre funcionamento das atividades econ&ocirc;micas, editou os decretos 6221 e 6222, nos dias 26 e 31 de mar&ccedil;o de 2020, flexibilizando as medidas restritivas previstas nos decretos 6217, 6219 e 6220 e autorizando, direta ou indiretamente, o funcionamento de diversas atividades econ&ocirc;micas tais como o atendimento ao p&uacute;blico por profissionais aut&ocirc;nomos como advogados, contadores, corretores imobili&aacute;rios e &ldquo;demais classes&rdquo; (inciso VIII do Decreto 6222), bem como autoriza o funcionamento de sal&otilde;es de beleza e barbearias (inciso XXIII do Decreto 6222), lojas de material de constru&ccedil;&atilde;o (inciso IX do Decreto 6222), at&eacute; mesmo de petshops e cl&iacute;nicas veterin&aacute;rias (inciso X do Decreto 6222).</div> <div><br />A institui&ccedil;&atilde;o Autora impetrou o Mandado de Seguran&ccedil;a no 0024921-23.2020.8.19.0000, em 24 de abril, requerendo que este ju&iacute;zo apreciasse o pedido de tutela de urg&ecirc;ncia, vez que aguardava h&aacute; mais de 20 dias pela aprecia&ccedil;&atilde;o de seu pedido, especialmente porque se trata de medida essencial para salvaguarda da sa&uacute;de da popula&ccedil;&atilde;o itaperunense e demais munic&iacute;pios que dependem dos servi&ccedil;os regionalizados do SUS, tendo o munic&iacute;pio de Itaperuna como rede de referencia na regi&atilde;o noroeste fluminense.</div> <div><br />Posteriormente, o Munic&iacute;pio R&eacute;u editou o Decreto Municipal no 6234, de 28 de abril de 2020, que em seu artigo 3o, inciso XII, autoriza a ampla reabertura de diversas atividades comerciais.<br />Em 05 de maio, a Autora apresentou o Agravo de Instrumento no 0026937-47.2020.8.19.0000, impugnando a decis&atilde;o de fls. 56, vez que, decorrido mais de um m&ecirc;s da apresenta&ccedil;&atilde;o do pedido de urg&ecirc;ncia, o Ju&iacute;zo de piso postergou a an&aacute;lise da tutela de urg&ecirc;ncia, aduzindo que seria melhor oportunizar o contradit&oacute;rio.</div> <div><br />Apenas em 19 de maio, a Excelent&iacute;ssima Julgadora apreciou o pedido de tutela de urg&ecirc;ncia, indeferindo-o, sob o argumento de que o sistema de sa&uacute;de local mostrava-se apto a atender a demanda do Munic&iacute;pio de Itaperuna, tomando por base apenas os dados sobre a demanda e a capacidade do servi&ccedil;o local, desconsiderando as carater&iacute;sticas de regionaliza&ccedil;&atilde;o de integra&ccedil;&atilde;o do SUS, apesar de reconhecer que o n&uacute;mero de casos de contamina&ccedil;&atilde;o por Covid-19, cresceu em mais que o dobro, ap&oacute;s a edi&ccedil;&atilde;o das medidas que permitiram o retorno de atividades n&atilde;o essenciais, fls. 113/128</div> <div><br />Posteriormente, em 08 de junho, o Minist&eacute;rio P&uacute;blico apresentou peti&ccedil;&atilde;o de fls. 211/219, solicitando o deferimento de nova tutela de urg&ecirc;ncia, fundando-se nas recentes informa&ccedil;&otilde;es sobre as falhas no funcionamento do sistema de sa&uacute;de local contidas no relat&oacute;rio de inspe&ccedil;&atilde;o do Conselho Regional de Medicina, al&eacute;m do exponencial crescimento dos casos de covid-19, ap&oacute;s a edi&ccedil;&atilde;o dos Decretos Municipais no 6221/2020 e 6234/2020, como sustentam os documentos de fls. 220 e seguintes.</div> <div><br />Considerando que este Ju&iacute;zo permaneceu silente, at&eacute; a presente data, quanto ao urgente pedido do Minist&eacute;rio P&uacute;blico de fls. 211/219, a Institui&ccedil;&atilde;o Autora ofereceu novo agravo de instrumento, em raz&atilde;o da decis&atilde;o denegat&oacute;ria de fls.113/128.</div> <div><br />Todavia, em 15 de junho de 2020, o Munic&iacute;pio R&eacute;u editou o Decreto 6254/2020, flexibilizando ainda mais o exerc&iacute;cio de atividades n&atilde;o essenciais, inclusive autorizando funcionamento de locais comumente reconhecidos por seu potencial de aglomera&ccedil;&atilde;o de pessoas, denotando alt&iacute;ssimo risco de propaga&ccedil;&atilde;o da doen&ccedil;a como, por exemplo, bares e academias.<br /><br /><br /> Por fim, na data de hoje, foi exarado o despacho de fls. 399 para que o Minist&eacute;rio P&uacute;blico se manifestasse sobre a edi&ccedil;&atilde;o do Decreto Municipal 6254/2020, se permanecia seu interesse na medida vindicada e, caso positivo, estabeleceu prazo de 24h para que Autora e R&eacute;u se manifestassem.</div> <div><br />Prontamente o Minist&eacute;rio P&uacute;blico apresentou a promo&ccedil;&atilde;o de fls. 425/427, arguindo sobre a imperatividade na ado&ccedil;&atilde;o de medidas severas de isolamento social. Embasado em estudos cient&iacute;ficos da mais alta relev&acirc;ncia, o Parquet aponta que segundo o &iacute;ndice de contamina&ccedil;&atilde;o, o n&uacute;mero de infectados e a taxa de mortalidade, a regi&atilde;o noroeste fluminense deveria adotar o lockdown como a medida de urg&ecirc;ncia para preserva&ccedil;&atilde;o da vida e a sa&uacute;de de sua popula&ccedil;&atilde;o.</div> <div><br />Ademais, destaca o Membro do Minist&eacute;rio P&uacute;blico que a demora na aprecia&ccedil;&atilde;o judicial do pedido de urg&ecirc;ncia ora formulado, reflete em verdadeira viola&ccedil;&atilde;o dos princ&iacute;pios de razo&aacute;vel dura&ccedil;&atilde;o do processo e do duplo grau de jurisdi&ccedil;&atilde;o, destacando que a preserva&ccedil;&atilde;o n&atilde;o ponderada do direito ao contradit&oacute;rio representaria prote&ccedil;&atilde;o ao let&aacute;rgico comportamento do r&eacute;u que se esquiva das solicita&ccedil;&otilde;es que lhe s&atilde;o apresentadas, que sequer dignou-se a apresentar sua pe&ccedil;a defensiva e ignora todas as forma de controle de legalidade.<br />A raz&atilde;o dos fundamentos apresentados pelo Parquet &eacute; clarividente, no que a breve s&iacute;ntese da presente lide, apresentada acima lhe serve de testemunho.</div> <div><br />A Institui&ccedil;&atilde;o Autora, a todo instante teve de se socorrer de recursos processuais objetivando, simplesmente, que seu pedido de tutela de urg&ecirc;ncia fosse apreciado.</div> <div>Todavia, antes que a Excelent&iacute;ssima Magistrada decidisse a realidade f&aacute;tica apresentava-se inovada, novo decreto era expedido, novos casos de covid-19 eram identificados e a pandemia proliferou.</div> <div><br />Foram necess&aacute;rios aproximadamente 45 dias para que Magistrada apreciasse o pedido de tutela de urg&ecirc;ncia da Institui&ccedil;&atilde;o-Autora, apresentado em 03 de abril do corrente ano.</div> <div><br />De certo, a pandemia de cornav&iacute;rus tem impacto profundo em toda organiza&ccedil;&atilde;o social, especialmente para os gestores p&uacute;blicos e para administra&ccedil;&atilde;o dos servi&ccedil;os de sa&uacute;de. De igual modo, as mudan&ccedil;as nas estrat&eacute;gias de enfretamento a atual crise sanit&aacute;ria devem ser planejadas e ponderadas com cautela para que se adaptem as situa&ccedil;&otilde;es de evolu&ccedil;&atilde;o e regress&atilde;o no quadro de controle da pandemia.<br /><br /> A Autora, sempre amparada em pareceres t&eacute;cnicos, apontou a imperatividade da ado&ccedil;&atilde;o de medidas de isolamento social, solicitando que o munic&iacute;pio de Itaperuna executasse pol&iacute;tica de controle sanit&aacute;rio em sincronia com as diretrizes do Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de, da Secretaria Estadual de Sa&uacute;de e das recomenda&ccedil;&otilde;es de &oacute;rg&atilde;os consultivos como a OMS.</div> <div><br />Todavia, o Munic&iacute;pio R&eacute;u permaneceu adotando medidas de flexibiliza&ccedil;&atilde;o &agrave; revelia de pesquisas e indica&ccedil;&atilde;o dos especialistas, &agrave; revelia das pr&oacute;prias condi&ccedil;&otilde;es do sistema de sa&uacute;de local, e at&eacute; mesmo a revelia do sistema legal, quando este deixa de apreciar a realidade que lhe &eacute; posta no momento adequado. Diga-se mais: na contram&atilde;o daquilo que decidiu o Supremo Tribunal Federal, de maneira vinculante, no sentido de dar primazia a t&eacute;cnica em detrimento de achismos.</div> <div><br />Basta analisar a trajet&oacute;ria de evolu&ccedil;&atilde;o da doen&ccedil;a em Itaperuna e a atua&ccedil;&atilde;o do poder p&uacute;blico municipal. Na semana de expedi&ccedil;&atilde;o dos decretos municipais, nos dias 26 e 31 de mar&ccedil;o de 2020, o Munic&iacute;pio de Itaperuna tinha apenas 09 (nove) casos de COVID-19 confirmados; em 28 de abril, quando foi editado o decreto 6234,o n&uacute;mero de casos suspeitos j&aacute; chegava a monta de 301, sendo 12 confirmados; por fim na data do &uacute;ltimo decreto, o n&uacute;mero de casos positivos era de 242, com um hist&oacute;rico acumulado de 420 casos, 11 mortes e 790 casos em monitoramento.</div> <div><br />Neste cen&aacute;rio n&atilde;o &eacute; cr&iacute;vel que se defenda o retorno das atividades econ&ocirc;mico/produtivas, pois o risco de cont&aacute;gio &eacute; deveras elevado, destacando que o grande n&uacute;mero de casos em monitoramento demonstra mais uma falha no sistema de sa&uacute;de, dessa vez relacionado &agrave;s testagens dispon&iacute;veis no Munic&iacute;pio.</div> <div><br />Mas n&atilde;o &eacute; s&oacute;.<br />A ruptura do isolamento social em momento de ascens&atilde;o da curva de contamina&ccedil;&atilde;o apenas ajuda a manter o v&iacute;rus em circula&ccedil;&atilde;o, fazendo que mais pessoas sejam contaminadas e posterga ainda mais a possibilidade de se planejar medidas de retorno programado e seguro das demais atividades econ&ocirc;mico/produtivas, como j&aacute; vem acontecendo em outros pa&iacute;ses como China e Nova Zel&acirc;ndia.</div> <div><br />Como principais medidas de conten&ccedil;&atilde;o da transmiss&atilde;o, os Estados e Munic&iacute;pios t&ecirc;m suspendido<br />as aulas da rede p&uacute;blica e particular de ensino, inclusive de universidades; proibido qualquer evento em<br />que haja aglomera&ccedil;&atilde;o de pessoas; reduzido a frota de &ocirc;nibus circulante; recomendado o fechamento de<br />ambientes como academia de gin&aacute;stica, bares e restaurantes; e a suspens&atilde;o do atendimento presencial ao p&uacute;blico em estabelecimentos comerciais. Os &uacute;ltimos decretos do Munic&iacute;pio de Itaperuna v&atilde;o na contram&atilde;o de tudo o que a sociedade m&eacute;dica vem defendendo como medida efetiva de combate &agrave; pandemia.</div> <div><br />Ademais, o Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro realizou vistoria que contradiz toda a argumenta&ccedil;&atilde;o do Munic&iacute;pio. O ente p&uacute;blico afirma ter totais condi&ccedil;&otilde;es e um sistema de sa&uacute;de capaz de enfrentar a maior Pandemia do s&eacute;culo com as estruturas atuais, o que n&atilde;o se provou ver&iacute;dico, como j&aacute; ressaltou o membro do Minist&eacute;rio P&uacute;blico e colacionado aos autos ap&oacute;s a peti&ccedil;&atilde;o de fls 211/219.</div> <div><br />Em outras palavras, &eacute; evidente que o Munic&iacute;pio n&atilde;o apresenta de forma n&iacute;tida a realidade do sistema de sa&uacute;de local, n&atilde;o apresenta qualquer estudo t&eacute;cnico que indique a abertura integral do com&eacute;rcio como recomendada, o que tem gerado verdadeira desassist&ecirc;ncia aos mun&iacute;cipes e &agrave; popula&ccedil;&atilde;o do Noroeste, que est&atilde;o submetidos a decis&otilde;es pol&iacute;ticas SEM QUALQUER EMBASAMENTO T&Eacute;CNICO/CIENT&Iacute;FICO.</div> <div><br />&Eacute; imperioso registrar que os m&eacute;todos de conten&ccedil;&atilde;o a COVID-19 aplicados pelas medidas previstas nos decretos municipais no 6221, 6234 e 6254, apesar do que alega o Munic&iacute;pio R&eacute;u, n&atilde;o constituem m&eacute;todos cientificamente seguros para enfretamento da pandemia, n&atilde;o &agrave; toa o n&uacute;mero de casos no Munic&iacute;pio cresce diariamente.</div> <div><br />Nas palavras do m&eacute;dico sanitarista Sergio Zanetta1, em entrevista &agrave; CNN Brasil e ALIADO AO J&Aacute; DECIDIDO PELO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, as estrat&eacute;gias de quarentena devem ser adequadas &agrave; progress&atilde;o da epidemia, portanto, o que deve decidir sobre as estrat&eacute;gias de isolamento deve ser a situa&ccedil;&atilde;o t&eacute;cnica, baseadas em informa&ccedil;&otilde;es cient&iacute;ficas e n&atilde;o pol&iacute;ticas.</div> <div><br /> &ldquo;As pessoas voltando &agrave;s atividades v&atilde;o incrementar a circula&ccedil;&atilde;o do v&iacute;rus. Isso vai provocar adoecimento. A mortalidade &eacute; menor em indiv&iacute;duos jovens, mas existe. O problema &eacute; que [com o isolamento<br /> vertical] o v&iacute;rus vai come&ccedil;ar a circular e vamos ter infec&ccedil;&otilde;es mais graves. E &eacute; esse o problema do sistema de sa&uacute;de. &Eacute; assim que o sistema pode entrar em colapso&rdquo;</div> <div><em>https://www.cnnbrasil.com.br/saude/2020/03/26/isolamento-vertical-funciona-a-realidade-ja- respondeu-essa-questao-diz-medico</em></div> <div><br /> E &eacute; justamente com base nos estudos t&eacute;cnicos e em todas as orienta&ccedil;&otilde;es pelos especialistas que a Autora e o Minist&eacute;rio P&uacute;blico peticionam no presente processo, demonstrando que a indica&ccedil;&atilde;o &eacute; para o sistema de Lockdown.</div> <div><br />Repare, a situa&ccedil;&atilde;o do Noroeste Fluminense n&atilde;o pode ser confundida com a situa&ccedil;&atilde;o do Estado como um todo e nem da Capital, isso porque os casos demoraram cerca de tr&ecirc;s semanas, em rela&ccedil;&atilde;o &agrave; capital, para chegar no Noroeste. E em um Estado com a extens&atilde;o do Estado do Rio de Janeiro, imperiosa a an&aacute;lise individualizada de cada regi&atilde;o para que as medidas sejam tomadas de acordo com a realidade local.</div> <div><br />Neste diapas&atilde;o, estudo realizado pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro publicou estudo com os dados colhidos em todo o Estado at&eacute; o dia 14/06 e INDICOU O LOCKDOWN PARA A REGI&Atilde;O NOROESTE, estudo em anexo.</div> <div><br />Ou seja, MAIS UMA VEZ A PARTE AUTORA REITERA O PEDIDO AO JU&Iacute;ZO PARA QUE DECIDA DE ACORDO COM OS ESTUDOS E INDICA&Ccedil;&Otilde;ES T&Eacute;CNICAS, em apre&ccedil;o ao que j&aacute; foi decidido pelo Supremo Tribunal Federal.<br />WWW.DEFENSORIA.RJ.DEF.BR<br /><br /> Repare, Excel&ecirc;ncia, s&atilde;o estudos realizados para a realidade local que sequer levam em considera&ccedil;&atilde;o as informa&ccedil;&otilde;es j&aacute; protocolizadas no presente ju&iacute;zo que indicam toda a defici&ecirc;ncia da rede hospitalar apresentada pelo Munic&iacute;pio, o que agrava ainda mais a situa&ccedil;&atilde;o do Munic&iacute;pio e da Regi&atilde;o.</div> <div><br />A Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), divulgou estudo elaborado pelo engenheiro qu&iacute;mico e professor do Instituto de Qu&iacute;mica, Dr. Eduardo Lima2, realizado atrav&eacute;s de levantamentos de dados, desde mar&ccedil;o, sobre o avan&ccedil;o da doen&ccedil;a e, com base nas informa&ccedil;&otilde;es divulgadas pelo Minist&eacute;rio<br /> da Sa&uacute;de, demonstrou que o isolamento social &eacute; de fato uma forma eficiente de conter a propaga&ccedil;&atilde;o do v&iacute;rus, e, por fim, arremata:<br /> &ldquo;Os n&uacute;meros comprovam com clareza a import&acirc;ncia do isolamento social e espero que ajudem as pessoas a entender que ficar em casa realmente salva vidas&rdquo;.</div> <div><br />Apontando no mesmo sentido, o diretor-geral daOrganiza&ccedil;&atilde;o Mundial da Sa&uacute;de3, (OMS) Tedros Adhanom Ghebreyesus, refor&ccedil;ou a tese de que o isolamento social &eacute; uma ferramenta de combate ao coronav&iacute;rus, mas ressaltou que &eacute; preciso "fazer mais" para vencer a doen&ccedil;a:<br />"A melhor e &uacute;nica maneira de proteger a vida, os meios de subsist&ecirc;ncia e as economias &eacute; parar o v&iacute;rus. Sem desculpas, sem arrependimentos. Obrigado pelos sacrif&iacute;cios que seus governos e pessoas j&aacute; fizeram", afirmou Tedros aos l&iacute;deres mundiais. "Essas medidas tiram um pouco do calor da epidemia, mas n&atilde;o a extinguir&aacute;. &Eacute; preciso fazer mais".</div> <div><br /> J&aacute; quanto ao impacto econ&ocirc;mico que a suspens&atilde;o de atividades n&atilde;o essenciais como alguns setores do com&eacute;rcio e das empresas poderia provocar, um estudo publicado mar&ccedil;o de 2020 traz<br /> esclarecimentos que aclaram qualquer suposto conflito entre o direito &agrave; sa&uacute;de e os diretos econ&ocirc;micos<br />Produzido por pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) 4 , nos Estados Unidos, o estudo, comparando os impactos causados pela gripe espanhola em diversos munic&iacute;pios americanos, simula quais seriam os poss&iacute;veis impactos econ&ocirc;micos experimentados ao se adotar formas de isolamento social horizontal (supress&atilde;o m&aacute;xima poss&iacute;vel do contato social).<br /> 2 https://www.uerj.br/noticia/11078/<br />3 saude.estadao.com.br/noticias/geral,oms-reforca-proposta-de-isolamento-social-contra-coronavirus- mas-diz-que-e-preciso-fazer-mais,70003249476<br />4 https://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=3561560<br /><br /> Em sua conclus&atilde;o, os especialistas do MIT apontam:<br /> &ldquo;N&oacute;s descobrimos que cidades que fizeram interven&ccedil;&otilde;es com rapidez e de forma agressiva[com medidas de isolamento total da popula&ccedil;&atilde;o, por exemplo] n&atilde;o tiveram performances [econ&ocirc;micas] piores e voltaram at&eacute; a crescer mais r&aacute;pido depois que a pandemia acabou. Essas medidas n&atilde;o- farmacol&oacute;gicas n&atilde;o apenas diminuem a mortalidade, como tamb&eacute;m mitigam<br /> as consequ&ecirc;ncias financeiras adversas de uma pandemia&rdquo;<br />O isolamento horizontal &eacute;, portanto, medida mais adequada como pol&iacute;tica p&uacute;blica de combate &agrave; pandemia.<br />Se nada do que foi dito for suficiente, a Institui&ccedil;&atilde;o-Autora roga a Vossa Excel&ecirc;ncia o documento elaborado pelos t&eacute;cnicos da UERJ (documento anexo), que veementemente criticam o plano de reabertura levado a efeito pelo Estado do Rio de Janeiro.<br />Desta feita, ante a clareza dos fundamentos trazidos pelo parecer ministerial de fls. 425/427, ratificando-os, a Institui&ccedil;&atilde;o Autora pugna pelo deferimento da medida de urg&ecirc;ncia pleiteada como o melhor instrumento para prote&ccedil;&atilde;o das vidas da popula&ccedil;&atilde;o de Itaperuna e do noroeste fluminense, tendo ampla convic&ccedil;&atilde;o que Vossa Excel&ecirc;ncia, assim como todas as Institui&ccedil;&otilde;es que comp&otilde;em o sistema de justi&ccedil;a, entendem que todas as vidas importam e a postura do Munic&iacute;pio R&eacute;u contradiz com a prote&ccedil;&atilde;o dos seus mun&iacute;cipes.</div> <div><br /> Nestes termos, pede deferimento. Campos dos Goytacazes, 18 de junho de 2020.<br />TIAGO ABUD DA FONSECA<br />Defensor P&uacute;blico Estadual Mat.860.698-0<br />1o N&uacute;cleo Regional de Tutela Coletiva</div> <div><br />LUCAS FIGUEIREDO DE SANT&rsquo;ANNA<br />Defensor P&uacute;blico Estadual Matr&iacute;cula 3094999-4</div> <div><br />DEFENSORIA P&Uacute;BICA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO &ndash; PRIMEIRO N&Uacute;CLEO REGIONAL DE TUTELA COLETIVA<br /><br />AVENIDA ALBERTO TORRES, 317, 1o ANDAR PARQUE LEOPOLDINA CAMPOS DOS GOYTACAZES RJ BRASIL WWW.DEFENSORIA.RJ.DEF.BR</div>
Comentar
Compartilhe
Câmara de Itaperuna Cada Vez Mais Online
18/06/2020 | 17h46
<div>BNB Legislativo</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong><em>Ao vivo e em cores</em></strong></span></div> <div>Antes mesmo das necessidades impostas pelo CoronaV&iacute;rus e os decretos de cada estado e cidade, os vereadores de Itaperuna j&aacute; estavam inseridos nas facilidades de comunica&ccedil;&atilde;o em tempo real embora virtual</div> <div>O presidente da Casa, <strong>Sinei Menezes <em>Torresmo</em></strong> &eacute; um entusiasta das transmiss&otilde;es e os documentos abaixo refor&ccedil;am a ideia:</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/170x96/1_camara-1635222.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eebd1775e014', 'cd_midia':1635222, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/camara-1635222.jpg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '453', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:453px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/camara-1635222.jpg" alt="" width="453" height="635"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/170x96/1_cam_2-1635221.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eebd1775e014', 'cd_midia':1635221, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/cam_2-1635221.jpg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '448', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:448px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/cam_2-1635221.jpg" alt="" width="448" height="635"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></div>
Comentar
Compartilhe
Itaperuna: Novo Despacho da Justiça Sobre Situação do Município
18/06/2020 | 16h13
<div>BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O</div> <div>A Batalha do Coronav&iacute;rus</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_18_at_15_49_00-1635081.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eebbc1d65127', 'cd_midia':1635081, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/whatsapp_image_2020_06_18_at_15_49_00-1635081.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '720', 'cd_midia_h': '640', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:720px;height:640px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/whatsapp_image_2020_06_18_at_15_49_00-1635081.jpeg" alt="" width="720" height="640"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></div>
Comentar
Compartilhe
Cenas do Impeachment do governador WW
18/06/2020 | 15h57
<div>BNB RIO</div> <div>Primeiras imagens da Instala&ccedil;&atilde;o comiss&atilde;o especial do impeachment</div> <div>Local: Plen&aacute;rio da Alerj</div> <div>Tema: Comiss&atilde;o especial analisa pedido de impeachment do governador do Estado do Rio, Wilson Witzel</div> <div>Data: Tarde desta dia 18/06/2020, quinta-feira</div> <div><span style="font-size: 12pt;"><strong><em>Fot&oacute;grafo: Thiago Lontra</em></strong></span></div> <div><span style="font-size: 12pt;"><strong><em><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_18_at_15_53_30-1634991.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eebb95c95bef', 'cd_midia':1634991, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/whatsapp_image_2020_06_18_at_15_53_30-1634991.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Thiago Lontra', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '549', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:549px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/whatsapp_image_2020_06_18_at_15_53_30-1634991.jpeg" alt="" width="549" height="813"> <figcaption> Thiago Lontra </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_18_at_15_53_31__1_-1634992.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eebb95c95bef', 'cd_midia':1634992, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/whatsapp_image_2020_06_18_at_15_53_31__1_-1634992.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Thiago Lontra', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '542', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:542px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/whatsapp_image_2020_06_18_at_15_53_31__1_-1634992.jpeg" alt="" width="813" height="542"> <figcaption> Thiago Lontra </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_18_at_15_53_31__3_-1634994.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eebb95c95bef', 'cd_midia':1634994, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/whatsapp_image_2020_06_18_at_15_53_31__3_-1634994.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Thiago Lontra', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '542', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:542px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/whatsapp_image_2020_06_18_at_15_53_31__3_-1634994.jpeg" alt="" width="813" height="542"> <figcaption> Thiago Lontra </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_18_at_15_53_31-1634995.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eebb95c95bef', 'cd_midia':1634995, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/whatsapp_image_2020_06_18_at_15_53_31-1634995.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Thiago Lontra', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '542', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:542px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/whatsapp_image_2020_06_18_at_15_53_31-1634995.jpeg" alt="" width="813" height="542"> <figcaption> Thiago Lontra </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_18_at_15_53_31__2_-1634993.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eebb95c95bef', 'cd_midia':1634993, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/whatsapp_image_2020_06_18_at_15_53_31__2_-1634993.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Thiago Lontra', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '542', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:542px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/whatsapp_image_2020_06_18_at_15_53_31__2_-1634993.jpeg" alt="" width="813" height="542"> <figcaption> Thiago Lontra </figcaption> </figure></tinymce></em></strong></span></div>
Comentar
Compartilhe
MP Faz 2º Pedido de Urgência à Justiça Sobre LockDown
18/06/2020 | 15h16
<div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;">BNB DE 1&ordf;</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;"><span style="font-family: arial, helvetica, sans-serif;">Depois de resposta dada pelo Judici&aacute;rio ao 1&ordm; pedido, Minist&eacute;rio P&uacute;blico envia outro: Reveja o 1&ordm;pedido e a resposta&nbsp;&nbsp;<a href="http://www.folha1.com.br/_conteudo/2020/06/blogs/blogninobellieny/1262723-resposta-da-justica-a-pedido-do-mp-sobre-novo-lockdown.html"><span style="background-color: #ff6600;">AQUI</span></a></span></span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;">______________________________________________</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;"><br />Segundo Pedido de Urg&ecirc;ncia na AO JU&Iacute;ZO DA 2a VARA DA COMARCA DE ITAPERUNA &ndash; RJ.<br />AUTOS DO PROCESSO N.: 0003447-15.2020.8.19.0026.</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;"><br />Segundo Pedido de Urg&ecirc;ncia na Aprecia&ccedil;&atilde;o da Tutela Antecipada e Desnecessidade de Pr&eacute;via Oitiva do Munic&iacute;pio de Itaperuna.</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;"><br />O Minist&eacute;rio P&uacute;blico, defensor da sociedade e dos direitos individuais indispon&iacute;veis, dentre os quais est&atilde;o a vida e a sa&uacute;de p&uacute;blica, aguarda h&aacute; 10 (dez) dias uma decis&atilde;o a respeito do pedido de tutela antecipada realizado no dia 08/06/20 e reiterado no dia 15/06/20. Desde ent&atilde;o, os autos est&atilde;o conclusos para aprecia&ccedil;&atilde;o judicial.</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;"><br />Ocorre que, nesta data, o ju&iacute;zo postergou a an&aacute;lise do pleito, sob uma equivocada premissa de necessidade de observ&acirc;ncia do contradit&oacute;rio. Veja-se. Foi determinada a intima&ccedil;&atilde;o do Munic&iacute;pio de Itaperuna e da Defensoria P&uacute;blica, respectivamente, autor e r&eacute;u, para se manifestarem sobre o Decreto Municipal n. 6254 de 15 de junho de 2020.</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;"><br />O Munic&iacute;pio de Itaperuna foi a pessoa jur&iacute;dica de direito p&uacute;blico que editou o ato municipal. Por qual motivo &eacute; necess&aacute;ria sua oitiva sobre um ato do pr&oacute;prio ente? Ser&aacute; que o ju&iacute;zo entende que o ente federativo n&atilde;o tem conhecimento dos atos que ele mesmo edita? Todas as raz&otilde;es, ou a aus&ecirc;ncia delas, est&atilde;o delimitadas no pre&acirc;mbulo e corpo do Decreto.</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;"><br />O Munic&iacute;pio de Itaperuna demonstra total descaso com essa quaestio, seja do ponto de vista judicial, seja do ponto de vista extrajudicial. No &acirc;mbito extrajudicial, os documentos constantes nos e-docs. 220/226, demonstram que o Minist&eacute;rio P&uacute;blico, na esteira do que prev&ecirc; a exegese do art. 3o, &sect;1o, da Lei n. 13.979/20, requisitou, duas vezes, as raz&otilde;es t&eacute;cnicas para a escolha de abertura do com&eacute;rcio realizada pelo Munic&iacute;pio. Em ambas oportunidades, o ente ficou inerte, apesar de devidamente oficiado para tanto.</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;"><br />Nestes autos, quando do ajuizamento da peti&ccedil;&atilde;o inicial e pedido de tutela antecipada, este ju&iacute;zo concedeu ao Munic&iacute;pio o prazo de 03 (tr&ecirc;s) dias para se manifestar (edoc. 56). Devidamente intimado em 30.04.20 (e-doc 75), o Munic&iacute;pio somente se manifestou 08 (oito) dias depois. Ali&aacute;s, mesmo j&aacute; citado nesta a&ccedil;&atilde;o, o Munic&iacute;pio sequer contestou. Isso demonstra o descaso do ente federado com as determina&ccedil;&otilde;es judiciais e observ&acirc;ncia dos prazos impostos. Conceder novo prazo para que o Munic&iacute;pio se manifeste sobre um ato normativo por ele mesmo praticado &eacute; tutelar essa in&eacute;rcia do ente federativo, sob o pretexto de uma equivocada observ&acirc;ncia de um princ&iacute;pio constitucional.</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;"><br />N&atilde;o obstante todas essas considera&ccedil;&otilde;es, o Munic&iacute;pio de Itaperuna possui o prazo legal de 10 (dez) dias para tomar ci&ecirc;ncia das decis&otilde;es judiciais proferidas nestes autos, conforme disp&otilde;e o art. 4o, &sect;3o, da Lei 11.419/20. Se contados os 10 (dez) dias da intima&ccedil;&atilde;o t&aacute;cita, al&eacute;m das 24h concedidas pelo ju&iacute;zo, o prazo do decreto estar&aacute; perto do seu fim. Logo, novo ato normativo ser&aacute; publicado, o &ldquo;contradit&oacute;rio&rdquo;, ent&atilde;o, dever&aacute; novamente ser observado e assim sucessivamente.</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;"><br />Tamb&eacute;m &eacute; desnecess&aacute;ria a intima&ccedil;&atilde;o da Defensoria P&uacute;blica sobre o pedido de tutela antecipada. Verifica-se que aquele &oacute;rg&atilde;o apresentou recurso contra a decis&atilde;o judicial que indeferiu anterior pedido liminar e n&atilde;o desistiu do agravo de instrumento interposto. Ora, Excel&ecirc;ncia, a Defensoria P&uacute;blica j&aacute; impugnou a decis&atilde;o judicial, por dela discordar. Quando realizado novo pedido no mesmo sentido, &eacute; desnecess&aacute;ria a sua pr&eacute;via oitiva para dizer o que ela j&aacute; peticionou no processo. </span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;">Mais uma vez, &eacute; a utiliza&ccedil;&atilde;o equivocada de um princ&iacute;pio constitucional para postergar a presta&ccedil;&atilde;o jurisdicional.<br />A Constitui&ccedil;&atilde;o da Rep&uacute;blica assegura a todos a razo&aacute;vel dura&ccedil;&atilde;o do processo. Dentro desse preceito est&aacute; a imperiosa necessidade de receber uma resposta estatal, qualquer que seja ela, em tempo proporcional. Quando se pleiteia um pedido liminar, o que a parte busca, ante a urg&ecirc;ncia &iacute;nsita a esse tipo de tutela jurisdicional, &eacute; uma decis&atilde;o c&eacute;lere. </span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;">Somente a partir desse decisum ser&aacute; poss&iacute;vel submet&ecirc;-la as inst&acirc;ncias revisoras, se for o caso, e assegurar outro direito fundamental, o do duplo grau de jurisdi&ccedil;&atilde;o. N&atilde;o &eacute; razo&aacute;vel a demora de 10 (dez) dias para que um pedido liminar seja apreciado em raz&atilde;o de todas as peculiaridades e circunst&acirc;ncias apontadas nesta peti&ccedil;&atilde;o e nas demais constantes nos e-docs. 211 e 395. A demora para a an&aacute;lise deste pleito, de car&aacute;ter urgente, viola os dois direitos fundamentais mencionados: o da dura&ccedil;&atilde;o razo&aacute;vel do processo e do duplo grau de jurisdi&ccedil;&atilde;o.</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;"><br />Al&eacute;m disso, a situa&ccedil;&atilde;o do Munic&iacute;pio de Itaperuna, e de todos os entes do noroeste fluminense, se agrava a cada dia. Desde o dia 15/06/20 at&eacute; a data de ontem, 17/06/20, os casos confirmados de COVID-19 no Munic&iacute;pio de Itaperuna saltaram de 318 (trezentos e dezoito) para 427 (quatrocentos e vinte e sete), segundo dados da Secretaria Estadual de Sa&uacute;de (dispon&iacute;vel em https://www.saude.rj.gov.br/noticias/2020/06/boletim-coronavirus-1506 e https://www.saude.rj.gov.br/noticias/2020/06/boletim-coronavirus-1706-8-138-obitos-e-86-963-casos- confirmados-no-rj). </span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;">Isso significa que, em apenas tr&ecirc;s dias, os casos aumentaram 34% (trinta e quatro por cento).<br />Estudo publicado pela UFRJ (anexo) recomenda aos Munic&iacute;pios da Regi&atilde;o Noroeste Fluminense a imediata ado&ccedil;&atilde;o do lockdown. A ado&ccedil;&atilde;o de pol&iacute;tica de abertura total do com&eacute;rcio, servi&ccedil;os e eventos n&atilde;o essenciais pelo Munic&iacute;pio de Itaperuna v&atilde;o de encontro ao que os estudos cient&iacute;ficos indicam. Essas escolhas tr&aacute;gicas implicam diretamente na perda de vidas humanas por aus&ecirc;ncia insumos, leitos e tratamento adequado por parte do Estado. Isso &eacute; inadmiss&iacute;vel.</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;"><br />Por fim, imp&otilde;e-se a realiza&ccedil;&atilde;o do devido distinguishing da suspens&atilde;o de seguran&ccedil;a determinada nos autos dos processos n. 0117233-15.2020.8.19.0001, 0102074-32.2020.8.19.0001 e 0068461-21.2020.8.19.0001, invocados pelo Minist&eacute;rio P&uacute;blico a t&iacute;tulo de obter dicta no pedido do e-doc. 211.<br />Primeiro, porque os precedentes citados, quando do protocolo do pedido, haviam sido deferidos pelo ju&iacute;zo de primeira inst&acirc;ncia. Somente ap&oacute;s a apresenta&ccedil;&atilde;o daquele pedido &eacute; que o Presidente do Tribunal de Justi&ccedil;a suspendeu a decis&atilde;o proferida pelo ju&iacute;zo da fazenda p&uacute;blica da capital.</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;"><br />O segundo ponto &eacute; que o Plen&aacute;rio do Supremo Tribunal Federal, ao apreciar a medida cautelar na ADC 6341/DF, decidiu, em a&ccedil;&atilde;o de controle abstrato de constitucionalidade e, portanto, de car&aacute;ter vinculante e erga omnes, que cada ente federativo possui legitimidade, de acordo com as situa&ccedil;&otilde;es concretas e peculiares, para adotar as medidas de isolamento social que se mostrarem mais adequadas, em t&iacute;pico caso de legitima&ccedil;&atilde;o concorrente. </span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;">Logo, mesmo que tenha havido a suspens&atilde;o de seguran&ccedil;a naqueles autos, relacionada a decretos estadual e do Munic&iacute;pio do Rio de Janeiro, o Poder Judici&aacute;rio dever&aacute; analisar a peculiaridade constante em cada Munic&iacute;pio deste Estado federativo, haja vista que cada regi&atilde;o vive um est&aacute;gio de contamina&ccedil;&atilde;o e possui estrutura de sa&uacute;de p&uacute;blica distintas para o tratamento da COVID-19.</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;"> &Eacute; exatamente essa situa&ccedil;&atilde;o que &eacute; posta a aprecia&ccedil;&atilde;o judicial nos pedidos realizados nos e-docs. 211, 395 e nesta oportunidade.<br />Ante o exposto, o Minist&eacute;rio P&uacute;blico requer que, com a mesma urg&ecirc;ncia que o Ju&iacute;zo determinou esta manifesta&ccedil;&atilde;o (24h &ndash; vinte e quatro horas), seja tamb&eacute;m apreciado o pedido de tutela antecipada, h&aacute; 10 (dez) dias sem decis&atilde;o.</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: 'arial black', sans-serif;"><br />Itaperuna, 18 de junho de 2020.<br />MATHEUS GABRIEL DOS REIS REZENDE PROMOTOR DE JUSTI&Ccedil;A<br />MAT. 7625</span></div> <div>&nbsp;</div>
Comentar
Compartilhe
Nota em Progressão
18/06/2020 | 11h00
<div>....</div>
Comentar
Compartilhe
Resposta da Justiça a Pedido do MP Sobre Novo Lockdown
18/06/2020 | 10h44
<div><strong><em>BNB DE 1&ordf;</em></strong></div> <div><strong><em>Feito esta semana e publicado tamb&eacute;m em 1&ordf; por este Blog- VEJA clicando&nbsp;<span style="color: #ff0000;"><a href="http://www.folha1.com.br/_conteudo/2020/06/blogs/blogninobellieny/1262672-mp-pede-urgencia--justica-em-itaperuna.html">AQUI</a><span style="color: #000000;">- o pedido do MP recebeu a resposta do Poder Judici&aacute;rio hoje:</span></span></em></strong></div> <div>&nbsp;</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_18_at_10_23_47-1634600.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5eeb6ee23d075', 'cd_midia':1634600, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/whatsapp_image_2020_06_18_at_10_23_47-1634600.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '613', 'cd_midia_h': '351', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:613px;height:351px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/18/whatsapp_image_2020_06_18_at_10_23_47-1634600.jpeg" alt="" width="613" height="351"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></div>
Comentar
Compartilhe
Seminário Online Gratuito de Direito Concursal
17/06/2020 | 22h06
<div>&nbsp;</div> <div>A Associa&ccedil;&atilde;o dos Advogados (AASP) promove nos dias 19, 22, 24 e 26/6, sempre &agrave;s 10 horas, o webinar gratuito "Direito Concursal (an&aacute;lise completa)&rdquo;. Durante os quatro webinars (pain&eacute;is) profissionais destacados da &aacute;rea analisar&atilde;o as controvertidas (e, para alguns, imprescind&iacute;veis, para outros, dispens&aacute;veis) regras do regime concursal emergencial. O primeiro painel tratar&aacute; da estrutura geral do PL 1.397/2020, os problemas de direito intertemporal e a suspens&atilde;o de a&ccedil;&otilde;es e execu&ccedil;&otilde;es.<br /><br /> <br /><br /> <br /><br />Ao longo dos quatros dias ser&atilde;o debatidos por advogados, especialistas e professores o direito concursal com a an&aacute;lise completa do PL de emerg&ecirc;ncia que trouxe mudan&ccedil;as necess&aacute;rias para preservar as atividades econ&ocirc;micas vi&aacute;veis que est&atilde;o passando por dificuldades moment&acirc;neas.</div> <div>Tamb&eacute;m ser&aacute; discutido o eixo de equil&iacute;brio dos contratos em vigor que foi profundamente alterado, sendo necess&aacute;rio que o devedor e seus credores busquem solu&ccedil;&otilde;es de reequil&iacute;brio das obriga&ccedil;&otilde;es pactuadas.<br /><br /> <br /><br /><br />Dia 19/6, sexta-feira, &agrave;s 10 horas. Direito Concursal (an&aacute;lise completa) &ndash; Estrutura Geral do PL 1.397/2020; Direito Intertemporal; Suspens&atilde;o legal. Participam os advogados e professores: Daltro de Campos Borges Filho, Daniel Carnio Costa,S&eacute;rgio Campinho,Simone Barros,Renato Luiz de Macedo Mange, Marcelo von Adamek e Mariana Pinto.<br /><br />Inscri&ccedil;&otilde;es: CLIQUE<span style="color: #ff0000;"> <a style="color: #ff0000;" href="http://admin2.fiveedit.com.br/mla.bs/f4079bf1">AQUI</a></span><br /><br />Dia 22/6, segunda-feira, &agrave;s 10 horas. Direito Concursal (an&aacute;lise completa) - Negocia&ccedil;&atilde;o preventiva. O debate versar&aacute; o fato de que terminado o per&iacute;odo de suspens&atilde;o legal, o agente econ&ocirc;mico que tenha redu&ccedil;&atilde;o igual ou superior a 30% de seu faturamento poder&aacute; ingressar na Justi&ccedil;a com procedimento de negocia&ccedil;&atilde;o preventiva.<br /><br /> <br /><br />Participam os advogados e professores: Alberto Cami&ntilde;a Moreira, Gabriel Orleans Bragan&ccedil;a, F&aacute;bio Ulhoa Coelho, Luiz Roberto Ayoub, Laura Amaral Patella, Marcelo von Adamek e Mariana Pinto.<br /><br />Inscri&ccedil;&otilde;es: CLIQUE <a href="http://admin2.fiveedit.com.br/mla.bs/1800a1ce"><span style="color: #ff6600;">AQUI</span></a><br /><br />Dia 24/6, quarta-feira, &agrave;s 10 horas. Direito Concursal (an&aacute;lise completa) - Negocia&ccedil;&atilde;o preventiva - Regras Transit&oacute;rias I. O tema em discuss&atilde;o abordar&aacute; as altera&ccedil;&otilde;es provis&oacute;rias. Entre elas, a suspens&atilde;o do direito do credor de cobrar garantidores do devedor, como os fiadores e coobrigados. Participam os advogados e professores: Gabriel Buschinelli, Luciana Celid&ocirc;nio, Luiz Fernando Paiva, Marcelo von Adamek, Mariana Pinto, Renata Mota Maciel, Sheilla Christina Neder Cerezetti.<br /><br />Inscri&ccedil;&otilde;es: CLIQUE <a href="http://admin2.fiveedit.com.br/mla.bs/a6f99b0a%20"><span style="color: #ff0000;"><em>AQUI</em></span></a><br /><br />Dia 26/6, sexta-feira, &agrave;s 10 horas. Direito Concursal (an&aacute;lise completa) - Regras Transit&oacute;rias II, com o debate sobre certos requisitos para o devedor, como a possibilidade de apresenta&ccedil;&atilde;o de novo plano de recupera&ccedil;&atilde;o judicial ou extrajudicial, mesmo j&aacute; tendo um plano homologado pela Justi&ccedil;a; e, qu&oacute;rum para aprova&ccedil;&atilde;o de recupera&ccedil;&atilde;o judicial. Ser&atilde;o debatidos tamb&eacute;m, regras espec&iacute;ficas para as microempresas e empresas de pequeno porte, com plano especial prevendo pagamento da primeira parcela em at&eacute; um ano. Participam os advogados e professores: Gustavo Saad Diniz, Marcelo von Adamek, Mariana Pinto, Paulo Furtado de Oliveira Filho, Paulo Penalva Santos Thomas Benes Felsberg.<br /><br /></div> <div>Inscri&ccedil;&otilde;es: CLIQUE <a href="http://admin2.fiveedit.com.br/%20mla.bs/49932b1c"><span style="color: #ff6600;">AQUI</span></a></div>
Comentar
Compartilhe
Rio e o Refinanciamento de Taxistas, Aplicativos e Transportes Alternativos
17/06/2020 | 14h25
<div>Por JULIANA OLIVEIRA</div> <div>Estado do RJ poder&aacute; refinanciar d&iacute;vidas de ve&iacute;culos de taxistas, motoristas de aplicativo e transporte alternativo<br /><br /><br /><br />O Di&aacute;rio Oficial do Rio de Janeiro trouxe nesta quarta-feira (17/06) a san&ccedil;&atilde;o de duas leis autorizando a Ag&ecirc;ncia de Fomento do Estado do Rio de Janeiro (Agerio) a refinanciar as parcelas vencidas, durante a calamidade da Covid-19, do contrato de financiamento de ve&iacute;culos de motoristas de transporte alternativo, taxistas e motoristas de aplicativo.<br /><br /><br /><br />As parcelas pagas pela Agerio poder&atilde;o ser financiadas para os permission&aacute;rios em at&eacute; 12 meses, com car&ecirc;ncia m&iacute;nima de 60 dias, ap&oacute;s o encerramento do estado de calamidade, com juros m&aacute;ximo de 1% um ao m&ecirc;s. <br /><br /><br /><br />As leis 8891/2020 (transporte alternativo) e 8895/2020 (taxistas e motoristas de aplicativos) foram propostas pelo deputado Max Lemos (MDB) com coautoria dos deputados Anderson Alexandre (SDD), Renato Cozzolino (PRP) e v&aacute;rios outros parlamentares de diferentes partidos. <br /><br /><br /><br />&ldquo;A quarentena reduziu drasticamente a movimenta&ccedil;&atilde;o de pessoas nas ruas, afetando a &uacute;nica fonte de sustento de taxistas e motoristas de aplicativos. Agora esperamos pela regulamenta&ccedil;&atilde;o da lei, para permitir que os profissionais que ainda est&atilde;o pagando seus ve&iacute;culos possam se reorganizar financeiramente e, passada a pandemia, pagar as presta&ccedil;&otilde;es que venceram&rdquo;, afirma o deputado Renato Cozzolino. <br /><br /><br /><br />A lei 8891/2020, que atende aos permission&aacute;rios do Departamento de Transporte Rodovi&aacute;rio do Estado do Rio de Janeiro (Detro) integrantes do Sistema Intermunicipal de Transporte Alternativo Complementar, estipula que o financiamento poder&aacute; ser garantido por at&eacute; 20% do faturamento de cada permission&aacute;rio junto ao sistema de pagamentos, na forma que regulamentar o Poder Executivo.<br /><br /><br /><br />&ldquo;Essa lei necessita de regulamenta&ccedil;&atilde;o urgente porque muitos profissionais do transporte alternativo ainda est&atilde;o inviabilizados de arcar com o custeio das presta&ccedil;&otilde;es de seus ve&iacute;culos. &Eacute; justo permitir o refinanciamento ap&oacute;s a crise do coronav&iacute;rus, amenizando a ang&uacute;stia dessas fam&iacute;lias&rdquo;, diz o deputado Anderson Alexandre.<br /><br /><br /><br />A Agerio tamb&eacute;m poder&aacute; oferecer o financiamento das parcelas dos ve&iacute;culos integrantes dos sistemas municipais de transporte alternativo complementar,<br /><br />dos munic&iacute;pios, desde que estes sistemas sejam atendidos por pessoas f&iacute;sicas, microempreendedores individuais (MEIs), microempresas ou empresas de pequeno porte, exclu&iacute;das as empresas de transporte detentoras de m&uacute;ltiplas linhas e ve&iacute;culos.</div>
Comentar
Compartilhe
MP Pede Urgência À Justiça em Itaperuna
16/06/2020 | 18h17
<div>BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><span style="font-family: arial, helvetica, sans-serif;">Segundo o &oacute;rg&atilde;o, com&nbsp;</span>&nbsp;"<strong><em>o passar do tempo e in&eacute;rcia do Poder Judici&aacute;rio em apreciar o pedido urgente de tutela antecipada a situa&ccedil;&atilde;o se agrava a cada dia no Munic&iacute;pio de Itaperuna."</em></strong></span></div> <div>Leia na &iacute;ntegra:</div> <div>AO JU&Iacute;ZO DA 2a VARA DA COMARCA DE ITAPERUNA &ndash; RJ.</div> <div>AUTOS DO PROCESSO N.: 0003447-15.2020.8.19.0026</div> <div>Pedido de Urg&ecirc;ncia na Aprecia&ccedil;&atilde;o da Tutela Antecipada e Desnecessidade de Pr&eacute;via Oitiva do Munic&iacute;pio de Itaperuna.</div> <div>No dia 08/06, o Minist&eacute;rio P&uacute;blico realizou novo pedido de tutela antecipada nos autos desta a&ccedil;&atilde;o civil p&uacute;blica, da qual &eacute; autora a Defensoria P&uacute;blica e r&eacute;u o Munic&iacute;pio de Itaperuna, para que seja determinado ao chefe do Poder Executivo municipal a decreta&ccedil;&atilde;o de medidas r&iacute;gidas de isolamento social, especialmente para o fechamento de estabelecimentos comerciais e proibi&ccedil;&atilde;o de servi&ccedil;os ou eventos n&atilde;o essenciais. Desde ent&atilde;o, os autos est&atilde;o conclusos para aprecia&ccedil;&atilde;o de Vossa Excel&ecirc;ncia.</div> <div>Ocorre que, com o passar do tempo e a in&eacute;rcia do Poder Judici&aacute;rio em apreciar o pedido urgente de tutela antecipada, a situa&ccedil;&atilde;o se agrava a cada dia no Munic&iacute;pio de Itaperuna. Conforme boletins m&eacute;dicos divulgados pela Secretaria Estadual de Sa&uacute;de, deste o dia 08/06 (data do pedido de tutela antecipada) at&eacute; ontem (15/06) os casos de COVID-19 confirmados no Munic&iacute;pio de Itaperuna saltaram de 241 (duzentos e quarenta e um) para 318 (trezentos e dezoito), conforme se constata dos links</div> <div>(https://www.saude.rj.gov.br/noticias/2020/06/boletim-coronavirus-1506 e https://www.saude.rj.gov.br/noticias/2020/06/boletim-coronavirus-0806) .</div> <div>Pelas redes sociais do Munic&iacute;pio, atrav&eacute;s do perfil do Instagram, os casos confirmados s&atilde;o de 420 (quatrocentos e vinte).</div> <div>Em uma semana, o aumento de casos confirmados, seja com base nos dados da Secretaria Estadual de Sa&uacute;de, seja com fundamento nas informa&ccedil;&otilde;es da rede social do Munic&iacute;pio, &eacute; de 31% (trinta e um por cento) e 74% (setenta e quatro por cento), respectivamente.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Al&eacute;m disso, o Munic&iacute;pio de Itaperuna n&atilde;o possui condi&ccedil;&otilde;es de fiscalizar o cumprimento das medidas de abrandamento do isolamento social decretadas, conforme se constata em reportagem veiculada no <a href="https://globoplay.globo.com/v/8623527/programa/?s=21s">https://globoplay.globo.com/v/8623527/programa/?s=21s</a>.</div> <div>Diante de todo esse cen&aacute;rio causado pelo COVID, aliado aos fundamentos f&aacute;ticos e jur&iacute;dicos apresentados e comprovados pelos documentos juntados com a promo&ccedil;&atilde;o no e-doc. 210, o Munic&iacute;pio de Itaperuna, na data de ontem, publicou o Decreto n. 6254 de 15 de junho de 2020, no qual h&aacute; maior flexibiliza&ccedil;&atilde;o das medidas de isolamento social (acess&iacute;vel atrav&eacute;s do link http://www.itaperuna.rj.gov.br/publicacoes_2020/publicacoes/decretos_2020/DECR6254.20/DECR6254.2 0.pdf).</div> <div>H&aacute;, nesse caso, a abertura total do com&eacute;rcio e servi&ccedil;os n&atilde;o essenciais no Munic&iacute;pio, mesmo com esse aumento significativo de casos, a aus&ecirc;ncia de fiscaliza&ccedil;&atilde;o adequadas e a precariedade do sistema de sa&uacute;de existente. Apenas a t&iacute;tulo de exemplo, passaram a ser liberados o funcionamento de academias, bares, lanchonetes e cultos religiosos.</div> <div>Tudo isso, Excel&ecirc;ncia, reitera a necessidade de deferimento do pedido de tutela antecipada e sua urg&ecirc;ncia. Se a presta&ccedil;&atilde;o jurisdicional demorar mais uma semana e com essa nova abertura do com&eacute;rcio, os casos continuar&atilde;o a aumentar de forma exponencial, o que colocar&aacute; em risco a vida de in&uacute;meros mun&iacute;cipes. As pessoas precisar&atilde;o do sistema de sa&uacute;de local, que &eacute; ineficiente para atender a demanda, j&aacute; que os leitos s&atilde;o insuficientes, a rede de gases inoperante e os respiradores inadequados ao tratamento da COVID-19, conforme laudo subscrito por m&eacute;dico do CREMERJ e juntado no e-doc 210.</div> <div>Por fim, &eacute; dispens&aacute;vel a observ&acirc;ncia do contradit&oacute;rio real, conforme diretriz do art. 9o do CPC. Isso porque, n&atilde;o s&oacute; a risco de danos a sa&uacute;de dos mun&iacute;cipes, como, tamb&eacute;m, o ente federativo demonstrou, com a publica&ccedil;&atilde;o do Decreto n. 6254 de 15 de junho de 2020, sua inten&ccedil;&atilde;o em n&atilde;o enrijecer as normas de isolamento social, mesmo com o crescente n&uacute;mero de casos confirmados em Itaperuna.</div> <div>Ante o exposto, o Minist&eacute;rio P&uacute;blico requer, novamente, urg&ecirc;ncia na aprecia&ccedil;&atilde;o do de tutela antecipada, in aldita altera pars, para deferir os pedidos constantes no e-doc. 210 e determinar ao chefe do Poder Executivo Municipal que decrete, imediatamente, r&iacute;gidas medidas de isolamento social no Munic&iacute;pio de Itaperuna com o fechamento de todo o com&eacute;rcio, servi&ccedil;o e eventos sociais de car&aacute;ter n&atilde;o essencial at&eacute; a diminui&ccedil;&atilde;o dos casos de contamina&ccedil;&atilde;o no Munic&iacute;pio e a estrutura&ccedil;&atilde;o do sistema de sa&uacute;de local para absorver a demanda, com a comina&ccedil;&atilde;o de astreinte ao Prefeito Municipal no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais) por dia de descumprimento.</div> <div>Itaperuna, 16 de junho de 2020.</div> <div><em>MATHEUS GABRIEL DOS REIS REZENDE PROMOTOR DE JUSTI&Ccedil;A</em></div> <div><em>MAT. 7625</em></div> <div>Minist&eacute;rio P&uacute;blico do Estado do Rio de Janeiro 1a Promotoria de Justi&ccedil;a de Tutela Coletiva do N&uacute;cleo Itaperuna BR356, km 30, Presidente Costa e Silva, Itaperuna, RJ - Brasil CEP 28300-000 - Telefone: (22) 3824-5333 E-mail: [email protected]</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div>
Comentar
Compartilhe
Sindicato dos Professores Entra com ACP contra Pref de Campos
16/06/2020 | 17h27
<div>BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O</div> <div>Em nome dos professores contratados pela Prefeitura de Campos dos Goytacazes, cujos contratos est&atilde;o suspensos, o SEPE entrou com a&ccedil;&atilde;o civil p&uacute;blica buscando o retorno dos pagamentos desses contratados.</div> <div>Estes contratos alcan&ccedil;am aproximadamente 900 professores, atualmente sem sal&aacute;rios e com as escolas&nbsp; sem funcionar.</div> <div>Os profissionais n&atilde;o podem receber a ajuda emergencial do governo federal porque possuem v&iacute;nculo empregat&iacute;cio.&nbsp;</div>
Comentar
Compartilhe
Urnas Funerárias Obrigadas a terem Visores durante a pandemia
16/06/2020 | 17h06
<div>BNB com<span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"> Juliana Oliveira</span><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><br /><br />O plen&aacute;rio da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) come&ccedil;ou a discutir, hoje, 16/06, o projeto de lei 2531/2020, da deputada Rosane Felix-PSD, determinando &agrave;s empresas que prestam servi&ccedil;os de assist&ecirc;ncia funer&aacute;ria, ou ao Poder P&uacute;blico, que disponibilizem <em>urna funer&aacute;ria</em> com visor, ficando o rosto do falecido poss&iacute;vel de ser visto na hora do sepultamento nestes tempos de pandemia.<br /><br /><br />O Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de orientou que, durante o vel&oacute;rio, o caix&atilde;o fique fechado para prevenir a contamina&ccedil;&atilde;o das pessoas pela Covid-19. Rosane Felix justifica que a proposta de caix&otilde;es terem visores &eacute; uma medida humanit&aacute;ria, al&eacute;m de evitar a troca de corpos.<br /><br /><br /><br />&ldquo;Ver o rosto ameniza o sofrimento das fam&iacute;lias no processo de luto. Al&eacute;m disso, tem sido noticiado a troca de corpos nos sepultamentos, o que vem causando ang&uacute;stia, dor e afli&ccedil;&atilde;o aos familiares que, ap&oacute;s perder o seu ente querido, n&atilde;o t&ecirc;m a certeza de estar sepultando a pessoa certa. Por isso, &eacute; importante que as urnas funer&aacute;rias tenham visor&rdquo;, afirma a deputada Rosane Felix.<br /><br /><br /><br />Ainda de acordo com o projeto de lei, n&atilde;o poder&aacute; ser cobrado nenhum acr&eacute;scimo de valor aos sepultamentos. Tamb&eacute;m assinam a coautoria os deputados Vandro Fam&iacute;lia-SDD, Delegado Carlos Augusto-PSD) e Marcelo Cabeleireiro-DC.<br /><br /><br /><br />A proposta teve parecer favor&aacute;vel das comiss&otilde;es de CCJ-Constitui&ccedil;&atilde;o e Justi&ccedil;a , Sa&uacute;de, Economia e Or&ccedil;amento, mas por receber seis emendas, ser&aacute; aprimorada para voltar &agrave; pauta de vota&ccedil;&atilde;o. </span></div> <div>&nbsp;</div>
Comentar
Compartilhe
CRC Comemora Alta do 1º Paciente do Covid-19
16/06/2020 | 16h17
<div>BNB SA&Uacute;DE</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong>NOT&Iacute;CIA BOA DEVE SER MULTIPLICADA</strong></span></div> <div>Chama-se Luiz Ant&ocirc;nio Goudinho o primeiro paciente a receber alta do CRC-Centro de Referenciamento Covid-19 de Itaperuna.</div> <div>E na <a href="https://www.facebook.com/Prefeituradeitaperuna/">p&aacute;gina oficial da Prefeitura</a> no Facebook, foi postada hoje a boa not&iacute;cia:</div> <div>&nbsp;<strong><em>"O dia 30 de maio foi muito gratificante para a equipe que est&aacute; &agrave; frente dos 28 leitos do Centro de Referenciamento Covid-19 - exclusivo para atendimento de pacientes com a doen&ccedil;a, em Itaperuna. </em></strong></div> <div><strong><em>Nesse dia - ap&oacute;s semanas de dedica&ccedil;&atilde;o para a estrutura&ccedil;&atilde;o da unidade, instala&ccedil;&atilde;o de equipamentos, treinamento e capacita&ccedil;&atilde;o da equipe e inaugura&ccedil;&atilde;o - foi comemorada a alta do primeiro paciente: Sr. Luiz Ant&ocirc;nio Goudinho. A ele, nossa homenagem. Parab&eacute;ns pela vit&oacute;ria, Sr. Luiz!O senhor foi o primeiro a integrar nosso time de campe&otilde;es.</em></strong></div> <div><strong><em>Apesar da flexibiliza&ccedil;&atilde;o a PrefeituraI de taperuna pede &agrave; popula&ccedil;&atilde;o que evite sair de casa, salvo em casos de extrema necessidade.</em></strong></div> <div>&nbsp;<strong><em>Essa luta s&oacute; ser&aacute; vencida com a colabora&ccedil;&atilde;o de todos"</em></strong></div> <div><strong><em><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/16/170x96/1_godinho-1634030.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee91a8eb033d', 'cd_midia':1634030, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/16/godinho-1634030.jpg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Facebook PMI', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/16/godinho-1634030.jpg" alt="" width="813" height="813"> <figcaption> Facebook PMI </figcaption> </figure></tinymce></em></strong></div>
Comentar
Compartilhe
Como as empresas devem entender o comportamento do consumidor pós-pandemia
16/06/2020 | 13h05
<div>BNB ARTIGO</div> <div>Por Gabriel Rossi*</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>As li&ccedil;&otilde;es para economia em recess&atilde;o, resultado da pandemia causada pelo covid-19, s&atilde;o claras. As empresas devem segmentar seus consumidores e focar nos mais lucrativos e influentes. Mas a pergunta principal &eacute;: Quem s&atilde;o eles? Onde est&atilde;o e como se sabe isso?</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&Eacute; fundamental entender a necessidade desse p&uacute;blico. Qual a sensibilidade dos clientes aos fatores de qualidade, narrativa, entrega, pre&ccedil;os. Existem novos segmentos de mercado a serem tra&ccedil;ados? Se houver, quem s&atilde;o e como s&atilde;o esses potenciais consumidores?</div> <div>&Eacute; preciso decidir qual p&uacute;blico atingir, estudar suas caracter&iacute;sticas e conhec&ecirc;-lo a fundo. Com este perfil em m&atilde;os, o empreendedor n&atilde;o apenas saber&aacute; com quem est&aacute; falando, mas como e o que falar e por quais ferramentas.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Outra dica valiosa: usar o passado como ferramenta do presente. As pessoas tornam-se nost&aacute;lgicas em momentos dif&iacute;ceis. N&oacute;s, consumidores contempor&acirc;neos, tendemos a acreditar que dias do passado s&atilde;o bem melhores em rela&ccedil;&atilde;o ao atual. As pessoas sentem carinho por lugares e objetos que evocam e remetem tempos mais saudosos e apraz&iacute;veis.</div> <div>S&atilde;o produtos e pe&ccedil;as de comunica&ccedil;&atilde;o que representam integridade, estabilidade e felicidade. Nesses casos, as marcas tentam ajudar seu p&uacute;blico a se sentir bem em rela&ccedil;&atilde;o ao mundo.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Estimular o &ldquo;boca a boca&rdquo; focando no b&aacute;sico, os consumidores est&atilde;o cada vez mais mutantes, requerendo dinamismo por parte das empresas. Os princ&iacute;pios fundamentais e cardiais do marketing continuam presentes e se amplificam. O &ldquo;boca a boca&rdquo;, o santo graal do marketing, nunca esteve t&atilde;o em evid&ecirc;ncia, tudo aquilo que &eacute; falado sobre a empresa fica guardado para a posteridade em rastros digitais. Por isso, estimular debate &eacute; fundamental.</div> <div>Tamb&eacute;m &eacute; importante lembrar que a melhor f&oacute;rmula para o sucesso &eacute; sempre focar no b&aacute;sico, em humanizar seu atendimento e criar um contato direto com o consumidor.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Mais do que nunca, as empresas ser&atilde;o julgadas pela pr&aacute;xis. Reputa&ccedil;&atilde;o, lideran&ccedil;a e autenticidade s&atilde;o as palavras da vez e, por isso, responsabilidade social ganhar&aacute; uma nova dimens&atilde;o. O discurso assumir&aacute; um car&aacute;ter menor do que antes. Ainda mais secund&aacute;rio, qui&ccedil;&aacute; pueril. Marca forte ser&aacute; sin&ocirc;nimo de intelig&ecirc;ncia social.</div> <div>Consumidores depositar&atilde;o suas expectativas em um portf&oacute;lio reduzido de marcas. O poder de diferencia&ccedil;&atilde;o &eacute; o que marcas estelares possuem em comum. No contexto atual de crise sem precedentes, diferencia&ccedil;&atilde;o significa entregar valor real para a sociedade de forma &uacute;nica, ativa, eficiente e humana.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>As prioridades mudar&atilde;o, pois enfrentaremos uma crise, qui&ccedil;&aacute;, depress&atilde;o econ&ocirc;mica. E isso ter&aacute; um impacto transgeracional. O Covid-19 tamb&eacute;m acelerar&aacute; tend&ecirc;ncias que j&aacute; estavam a&iacute;: integra&ccedil;&atilde;o de dados, trabalho remoto, veganismo e debates sobre privacidade.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>*Quem &eacute; Gabriel Rossi</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;">Professor da ESPM, palestrante profissional em marketing, estrategista especializado na constru&ccedil;&atilde;o e no gerenciamento de marcas e reputa&ccedil;&atilde;o e diretor-fundador da Gabriel Rossi Consultoria, com passagens por institui&ccedil;&otilde;es como Syracuse/Aberje, Madia Marketing School, University of London e Bell School. Especialista convidado para lecionar no curso de extens&atilde;o da Funda&ccedil;&atilde;o Escola de Sociologia e Pol&iacute;tica (FESP) e na p&oacute;s-gradua&ccedil;&atilde;o de Marketing da USP. Refer&ecirc;ncia de mercado, Gabriel &eacute;, atualmente, o profissional no Pa&iacute;s mais requisitado pela grande m&iacute;dia (mainstream) para falar sobre marketing. &Eacute; citado extensivamente, sendo colunista de portais de destaque, como Mundo de Marketing. Possui diversos artigos e estudos publicados no Estad&atilde;o, em o Globo, Brasil Econ&ocirc;mico, Correio Braziliense, JT, UOL, HSM e colabora com ve&iacute;culos como Band News TV, Folha de S. Paulo, Revista Nova, Veja, Portal G1, entre in&uacute;meros outros. Rossi e sua equipe atuam tanto no campo pol&iacute;tico como no empresarial, trabalham com empresas internacionais, como Petrobras, The Marketing Store e Tetra Pak, al&eacute;m de serem candidatos ao Senado Federal. Rossi participou de momentos hist&oacute;ricos importantes, como o comentarista especial da TV Estad&atilde;o no primeiro e no segundo turno das elei&ccedil;&otilde;es 2010 e comentarista oficial para a r&aacute;dio Eldorado.</span></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div>
Comentar
Compartilhe
Câmara Cria Comissão Para Visitar Tiro de Guerra
16/06/2020 | 11h30
<div>BNB LEGISLATIVO</div> <div>A presid&ecirc;ncia da C&acirc;mara Municipal de Itaperuna, exercida por Sinei Torresmo, nomeou na sess&atilde;o parlamentar de ontem, segunda-feira, 15 de junho, os vereadores Nel, Nandi Freitas e Paulo Cezar Contador, membros de uma comiss&atilde;o de visita&ccedil;&atilde;o ao TG01-008, Tiro de Guerra do munic&iacute;pio, para averiguar&nbsp; como est&aacute;&nbsp; o conv&ecirc;nio da Prefeitura com a institui&ccedil;&atilde;o, bra&ccedil;o do Ex&eacute;rcito Brasileiro nas comunidades mais distantes do pa&iacute;s.</div> <div>Em Itaperuna, uma hist&oacute;ria de muito sucesso e tradi&ccedil;&otilde;es militares completar&aacute; no ano que vem 75 anos.</div> <div>Por conta da pandemia, as atividades do TG est&atilde;o suspensas por tempo indeterminado.</div> <div>Para o presidente Sinei Torresmo, o Tiro de Guerra &eacute; imprescind&iacute;vel, e ele, como ex-integrante, "<strong><em>sonha com o dia em que novamente o TG, respons&aacute;vel pelo bom encaminhamento de milhares de jovens itaperunenses na vida, volte a ter o n&uacute;mero anual de 100 atiradores* como at&eacute; pouco tempo atr&aacute;s."</em></strong></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;"><strong><em>*Atirador: como se chamam os que servem &agrave; P&aacute;tria pelo Tiro de Guerra</em></strong></span></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;"><strong><em>SAIBA UM POUCO MAIS SOBRE O TG 01-008 CLICANDO <a href="https://www.folha1.com.br/_conteudo/2017/08/blogs/blogninobellieny/1223689-tiro-de-guerra-de-itaperuna-faz-historia.html#:~:text=O%20TG%2001%2D008%20de,que%20passam%20por%20desafios%20juntos."><span style="color: #ff0000;">AQUI</span></a></em></strong></span></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;"><strong><em><span style="color: #ff0000;"><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/16/170x96/1_tg-1633848.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee8d6be95511', 'cd_midia':1633848, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/16/tg-1633848.jpg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '609', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:609px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/16/tg-1633848.jpg" alt="" width="813" height="609"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></span></em></strong></span></div>
Comentar
Compartilhe
Restrições São Prorrogadas em Guarapari-ES
15/06/2020 | 23h35
<div>BNB SA&Uacute;DE</div> <div>COVID-19</div> <div>At&eacute; 30 de junho de 2020, as medidas&nbsp; restritivas de tr&aacute;fego de ve&iacute;culos e circula&ccedil;&atilde;o de pedestres em Guarapari-ES n&atilde;o mudam.</div> <div>Das 7 da noite &agrave;s 5 da manh&atilde; permanece proibida qualquer movimenta&ccedil;&atilde;o, exceto para os que trabalham em atividades essenciais, como m&eacute;dicos, enfermeiros, policiais, bombeiros, guardas civis e outros.</div> <div>Guarapari est&aacute; com alto risco, segundo avalia&ccedil;&otilde;es do governo capixaba, o que justifica o prolongamento das restri&ccedil;&otilde;es e proibi&ccedil;&otilde;es.</div> <div><span style="font-size: 10pt;"><strong><em>BNB com informa&ccedil;&otilde;es de morador do balne&aacute;rio</em></strong></span></div>
Comentar
Compartilhe
O IMPACTO DA LEI DA PANDEMIA NO DIREITO DE FAMÍLIA E DAS SUCESSÕES
15/06/2020 | 17h48
<div>&nbsp;<span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 14pt;">Ciro Mendes Freitas*</span></div> <div>(<span style="font-size: 10pt;">Nota do BNB: Resumo e sum&aacute;rio ao final do artigo</span>)</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<strong>1. INTRODU&Ccedil;&Atilde;O</strong></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;A pandemia do novo coronavirus, iniciada no Brasil em Feveiro de 2020, trouxe uma s&eacute;rie de mudan&ccedil;as que impactaram o Direito Privado em todos os seus n&iacute;veis devido a necessidade urgente de isolamento social, com o fim de conter o avan&ccedil;o do v&iacute;rus.</div> <div>Em 6 de fevereiro de 2020, nasceu a Lei da Covid-19 (Lei n&ordm; 13.979/2020), que prev&ecirc; medidas destinadas ao enfrentamento da situa&ccedil;&atilde;o emergencial, como a quarentena e o isolamento.</div> <div>Tal medida causou grande impacto econ&ocirc;mico, al&eacute;m da perda de in&uacute;meras vidas. Um verdadeiro caos social, sanit&aacute;rio e econ&ocirc;mico se instaurou e, como esperado, uma s&eacute;rie de novas demandas surgiram.</div> <div>As consequ&ecirc;ncias das medidas de isolamento atingiram praticamente todos os ramos do Direito Civil, sem que houvesse uma legisla&ccedil;&atilde;o preparada para esses dias extremamente at&iacute;picos e perturbadores.</div> <div>Nesses dias de caos, os juristas se mobilizaram como malabaristas na busca por solu&ccedil;&otilde;es diante dos diversos problemas que surgiram na rela&ccedil;&atilde;o entre os particulares.</div> <div>Com o intuito de solucionar o dilema jur&iacute;dico imposto, o Senado Federal mobilizou-se e por meio do Projeto de Lei n&ordm; 1.179/2020 originou o Regimento Jur&iacute;dico Emergencial e Transit&oacute;rio de Direito Privado.</div> <div>Dessa forma, a Lei n&ordm; 14.010 foi publicada no dia 10 de Junho de 2020 instituindo o RJET (Regime Jur&iacute;dico Emergencial e Transit&oacute;rio), e al&eacute;m de seus significativos efeitos nas demais &aacute;reas do Direito Civil, gerou tamb&eacute;m grande impacto no Direito de Fam&iacute;lia e das Sucess&otilde;es.</div> <div>Assim sendo, esse artigo tem por finalidade estudar as mudan&ccedil;as causadas pelo Regime Jur&iacute;dico Emergencial e Transit&oacute;rio no Direito de Fam&iacute;lia e das Sucess&otilde;es. Para tanto, analisaremos no primeiro t&oacute;pico a nova perspectiva da pris&atilde;o civil do devedor de alimentos e seus efeitos pr&aacute;ticos e no seguinte, a analise se dar&aacute; na modifica&ccedil;&atilde;o imposta quanto ao prazo para instaura&ccedil;&atilde;o do processo de invent&aacute;rio e partilha.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong>2. NOVA PERSPECTIVA DA PRIS&Atilde;O CIVIL DO DEVEDOR DE ALIMENTOS</strong></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>O artigo 15 da Lei n&ordm; 14.010 afirma que:</div> <div>&ldquo;Art. 15. At&eacute; 30 de outubro de 2020, a pris&atilde;o civil por d&iacute;vida aliment&iacute;cia, prevista no art. 528, &sect; 3&ordm; e seguintes da Lei n&ordm; 13.105, de 16 de mar&ccedil;o de 2015 (C&oacute;digo de Processo Civil), dever&aacute; ser cumprida exclusivamente sob a modalidade domiciliar, sem preju&iacute;zo da exigibilidade das respectivas obriga&ccedil;&otilde;es.&rdquo;</div> <div>A pris&atilde;o civil do devedor de alimentos &eacute; a &uacute;nica forma de pris&atilde;o civil admita no sistema jur&iacute;dico p&aacute;trio (Art. 5&ordm;, LXVIII, CFRB). Sua utilidade pr&aacute;tica e social &eacute; indiscut&iacute;vel.</div> <div>Tal medida extrema &eacute; resultado do descumprimento volunt&aacute;rio e inescus&aacute;vel da obriga&ccedil;&atilde;o legal de pagar alimentos.</div> <div>Vale lembrar que, antes mesmo do C&oacute;digo de Processo Civil de 2015, o enunciado 309 da S&uacute;mula do STJ, afirmava que &ldquo;o d&eacute;bito alimentar que autoriza a pris&atilde;o civil do alimentante &eacute; o que compreende as tr&ecirc;s presta&ccedil;&otilde;es anteriores ao ajuizamento da execu&ccedil;&atilde;o e as que se vencerem no curso do processo&rdquo;.</div> <div>E, segundo o &sect; 3&ordm; do art. 528 do CPC/2015, se o executado em quest&atilde;o n&atilde;o efetuar o pagamento ou se a justificativa apresentada for rejeitada, o juiz, al&eacute;m de mandar protestar o pronunciamento judicial na forma do &sect; 1&ordm;, decretar-lhe-&aacute; a pris&atilde;o pelo prazo de 1 (um) a 3 (tr&ecirc;s) meses.</div> <div>Entretando, at&eacute; a data estabelecida pelo RJET (Regime Jur&iacute;dico Emergencial e Transit&oacute;rio), a saber 30 de outubro de 2020, a pris&atilde;o civil do devedor de alimentos aplicar-se-&aacute; por meio da cust&oacute;dia domiciliar. Importante recordar que tal entendimento foi consagrado pelo STJ (Superior Tribunal de Justi&ccedil;a), por meio de decis&atilde;o do Ministro Paulo de Tarso Sanseverino que, a pedido da Defensoria P&uacute;blica da Uni&atilde;o, estendeu, em habeas corpus (HC 568.021), a todos os presos por d&iacute;vida alimentar do Pa&iacute;s, os efeitos de liminar at&eacute; ent&atilde;o com efic&aacute;cia restrita apenas ao Estado do Cear&aacute;.</div> <div>Parece compreens&iacute;vel a op&ccedil;&atilde;o pela cust&oacute;dia domiciliar, considerando a iminente possiblidade de cont&aacute;gio nos pres&iacute;dios. Entretando, &eacute; preciso considerar que grande parte dos devedores de alimentos s&oacute; cumprem sua obriga&ccedil;&atilde;o sob a amea&ccedil;a de pris&atilde;o. Com a regra estabelecida pelo RJET, ainda que o princ&iacute;pio da dignidade da pessoa humana o sustente, a instabilidade gerada a partir da prov&aacute;vel in&eacute;rcia do devedor de alimentos, acarretar&aacute; uma afronta ao princ&iacute;pio do melhor interesse da crian&ccedil;a, consagrado no Art. 227 da Constitui&ccedil;&atilde;o Federal.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong>3. PRAZO PARA INSTAURA&Ccedil;&Atilde;O DE PROCESSO DE INVENT&Aacute;RIO E PARTILHA</strong></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>O art. 611 do C&oacute;digo de Processo Civil aponta que:</div> <div>&ldquo;O processo de invent&aacute;rio e de partilha deve ser instaurado dentro de 2 (dois) meses, a contar da abertura da sucess&atilde;o, ultimando-se nos 12 (doze) meses subsequentes, podendo o juiz prorrogar esses prazos, de of&iacute;cio ou a requerimento de parte.&rdquo;</div> <div>&Eacute; importante ressaltar que quando o texto legal menciona &ldquo;abertura da sucess&atilde;o&rdquo;, ele est&aacute; se referindo diretamente a data da morte do autor da heran&ccedil;a. Ou seja, o prazo para se instaurar o processo de invent&aacute;rio e partilha &eacute; de 2 (dois) meses a contar da data da morte do autor da heran&ccedil;a.</div> <div>Sendo assim, segundo a regra do CPC/2015, se a morte ocorreu em 1&ordm; de junho de 2019 o termo final do prazo se dar&aacute; em 1&ordm; agosto de 2019.</div> <div>O RJET (Regime Jur&iacute;dico Emergencial e Transit&oacute;rio) gerou uma grande modifica&ccedil;&atilde;o na regra exposta acima. O seu artigo 16 afirma que:</div> <div>&ldquo;O prazo do art. 611 do C&oacute;digo de Processo Civil para sucess&otilde;es abertas a partir de 1&ordm; de fevereiro de 2020 ter&aacute; seu termo inicial dilatado para 30 de outubro de 2020.</div> <div>Par&aacute;grafo &uacute;nico. O prazo de 12 meses do art. 611 do C&oacute;digo de Processo Civil, para que seja ultimado o processo de invent&aacute;rio e de partilha, caso iniciado antes de 1&ordm; de fevereiro de 2020, ficar&aacute; suspenso a partir da vig&ecirc;ncia desta Lei at&eacute; 30 de outubro de 2020.&rdquo;</div> <div>Dessa forma, a regra do CPC/2015 foi alterada. E, segundo o RJET, caso a morte tenha ocorrido a partir de 1&ordm; de fevereiro de 2020, o termo inicial do prazo de 2 (dois) meses previsto no art. 611 do CPC/2015 ser&aacute; adiado para 30 de outubro de 2020.</div> <div>O par&aacute;grafo &uacute;nico do Art. 16 do RJET vai al&eacute;m ao estabelecer que o prazo de 12 meses para se encerrar o invent&aacute;rio, caso iniciado antes de 1&ordm; de fevereiro de 2020, ficar&aacute; suspenso a partir da vig&ecirc;ncia da Lei que instituiu o Regime Emergencial at&eacute; 30 de outubro de 2020.</div> <div>Na pr&aacute;tica, se a abertura do invent&aacute;rio foi requerida em 10 de outubro de 2019 segundo a regra do Art. 611 do CPC/2015, o prazo se encerra em 10 de outubro de 2020. Com o RJET, o curso do prazo ser&aacute; suspenso e somente voltar&aacute; a correr ap&oacute;s 30 de outubro de 2020.</div> <div>A mudan&ccedil;a imposta pelo RJET &eacute; justific&aacute;vel, considerando a dificuldade de levantar informa&ccedil;&otilde;es e reunir documentos nesses dias de caos gerados pelo isolamento social e funcionamento parcial das institui&ccedil;&otilde;es p&uacute;blicas.</div> <div>Nesse caso, n&atilde;o haveria outra forma de garantir o direito aos herdeiros sen&atilde;o atrav&eacute;s da dila&ccedil;&atilde;o dos prazos impostos pelo Art. 611 do CPC/2015.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong>4. CONCLUS&Atilde;O</strong></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>O pr&oacute;prio nome j&aacute; traz &agrave; luz a ess&ecirc;ncia do Regime Jur&iacute;dico imposto pela Lei n&ordm; 1.179/2020 &ndash; Emergencial e Transit&oacute;rio. As quest&otilde;es tratadas no presente artigo n&atilde;o s&atilde;o permanentes, mas se fizeram necess&aacute;rias em raz&atilde;o das consequ&ecirc;ncias geradas a partir do enfrentamento a esse inimigo invis&iacute;vel e mordaz.</div> <div>Obviamente, h&aacute; uma preocupa&ccedil;&atilde;o quanto a instabilidade que pode ser gerada a partir da mudan&ccedil;a na modalidade de cust&oacute;dia do devedor de alimentos. Considerando o melhor interesse da crian&ccedil;a, e a postura de alguns genitores quanto a presta&ccedil;&atilde;o volunt&aacute;ria de alimentos.</div> <div>&Eacute; uma quest&atilde;o que se solidifica, mas que j&aacute; gerava instabilidade e preocupa&ccedil;&otilde;es desde o in&iacute;cio da quarentena.</div> <div>Quanto a dila&ccedil;&atilde;o do prazo para instaura&ccedil;&atilde;o do processo de invent&aacute;rio e partilha, a norma favorece os herdeiros considerando a dificuldade imposta pelo funcionamento parcial das intui&ccedil;&otilde;es p&uacute;blicas e privadas que acaba n&atilde;o cooperando com a miss&atilde;o dos herdeiros de levantar informa&ccedil;&otilde;es e reunir documentos essenciais para abertura do invent&aacute;rio e at&eacute; mesmo para prestar as primeiras declara&ccedil;&otilde;es, ou para realiza&ccedil;&atilde;o do invent&aacute;rio extrajudicial.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><span style="font-size: 10pt;"><strong>5. REFER&Ecirc;NCIAS</strong></span></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><span style="font-size: 10pt;">PEREIRA, Rodrigo da Cunha. Direito das Fam&iacute;lias. S&atilde;o Paulo: Forense, 2020.</span></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><span style="font-size: 10pt;">ROSA, Conrado Paulino. FARIAS, Cristiano Chaves. A pris&atilde;o do devedor de alimentos e o coronav&iacute;rus: o calv&aacute;rio continua para o credor. IBDFAM, 2020. Dispon&iacute;vel <strong><span style="color: #ff6600;"><a style="color: #ff6600;" href="http://www.ibdfam.org.br/artigos/1400/A+pris%C3%A3o+do+devedor+de+alimentos+e+o+coronav%C3%ADrus%3A+o+calv%C3%A1rio+continua+para+o+credor++.%20Acesso em: 12/06/2020.">AQUI</a></span></strong></span></div> <div><span style="font-size: 10pt;">TARTUCE, Fl&aacute;vio. O coronav&iacute;rus e os grandes desafios para o Direito de Fam&iacute;lia: a pris&atilde;o civil do devedor de alimentos. Gen Jur&iacute;dico, 2020. Dispon&iacute;vel <strong><span style="color: #ff6600;"><a style="color: #ff6600;" href="http://admin2.fiveedit.com.br/%20http:/genjuridico.com.br/2020/03/31/corona-virus-prisao-devedor-de-alimentos/. Acesso em: 12/06/2020.">AQUI</a></span></strong></span></div> <div>Publicado originalmente em <a href="http://www.ibdfam.org.br">www.ibdfam.org.br</a></div> <div><strong>Resumo:</strong> O Senado Federal atrav&eacute;s do Projeto de Lei n&ordm; 1.179/2020 originou o Regime Jur&iacute;dico Emergencial e Transit&oacute;rio, que ficou popularmente conhecido como Lei da Pandemia publicada no dia 10 de junho de 2020. Tal regime trouxe significativas mudan&ccedil;as no Direito de Fam&iacute;lia, quando em seu artigo 15 estabelece a pris&atilde;o na modalidade domiciliar para o devedor de alimentos, em car&aacute;ter provis&oacute;rio at&eacute; o dia 30 de outubro de 2020. E no campo das Sucess&otilde;es, em seu artigo 16, quando altera o prazo para instaura&ccedil;&atilde;o do processo de invent&aacute;rio e partilha.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong>Palavras-chave: Pris&atilde;o civil; Invent&aacute;rio; Lei da Pandemia; RJET</strong></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Abstract: The Federal Senate, through Bill No. 1,179 / 2020, originated the Emergency and Transitional Legal Regime, which became popularly known as the Pandemic Law published on june 10, 2020. This regime brought about significant changes in Family Law , when in its article 15 it establishes the imprisonment in the home modality for the maintenance debtor, in a provisional character until the 30 of october of 2020. And in the field of the Successions, in its article 16, when it changes the period for opening of the process of inventory and sharing.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Keywords: Civil prison; Inventory; Pandemic Law; RJET</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Sum&aacute;rio: 1. Introdu&ccedil;&atilde;o; 2. Nova Pespectiva da Pris&atilde;o Civil do Devedor de Alimentos; 3. Prazo para Instaura&ccedil;&atilde;o de Processo de Invent&aacute;rio e Partilha; 4. Conclus&atilde;o; 5. Refer&ecirc;ncias.</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/15/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_15_at_17_38_08-1633584.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee7de55ba775', 'cd_midia':1633584, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/15/whatsapp_image_2020_06_15_at_17_38_08-1633584.jpeg', 'ds_midia': 'Ciro Mendes Freitas', 'ds_midia_credi': 'ArquivoProfissional', 'ds_midia_titlo': 'Ciro Mendes Freitas', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '541', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:541px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/15/whatsapp_image_2020_06_15_at_17_38_08-1633584.jpeg" alt="Ciro Mendes Freitas" width="541" height="813"> <figcaption> Ciro Mendes Freitas / ArquivoProfissional </figcaption> </figure></tinymce></div> <div><strong><em>*Mendes Freitas &eacute; advogado, membro do Ibdfam e pastor da Igreja Batista.</em></strong></div>
Comentar
Compartilhe
Pandemia Aumenta Violência contra Idosos
15/06/2020 | 15h47
<div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 12pt;"><strong>Como se ningu&eacute;m fosse envelhecer um dia e recebesse o troco da vida</strong></span></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>15 de junho, &eacute; o Dia Mundial de Conscientiza&ccedil;&atilde;o da Viol&ecirc;ncia contra a Pessoa Idosa.</div> <div>N&uacute;meros do Minist&eacute;rio da Mulher, da Fam&iacute;lia e dos Direitos Humanos registram s&oacute; no Estado do Rio de Janeiro, aumento em 50% da viol&ecirc;ncia dom&eacute;stica contra o idoso enquanto acontece a pandemia da Covid-19.</div> <div>Segundo dados da Fiocruz-Funda&ccedil;&atilde;o Oswaldo Cruz, mais de 60% dos casos de viol&ecirc;ncia contra idosos ocorrem nos pr&oacute;prios lares.</div> <div>As mulheres idosas s&atilde;o mais vulner&aacute;veis em casa e os homens, mais agredidos na rua.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Estes levantamentos motivaram 17 deputados federais a assinarem a autoria do projeto de lei 641/2020, para implementa&ccedil;&atilde;o de medidas de combate &agrave; viol&ecirc;ncia dom&eacute;stica e familiar, aprimorando&nbsp; leis j&aacute; existentes com o mesmo intuito protetivo.</div> <div>QUEM ASSINOU</div> <div>&nbsp;</div> <div>Daniela do Waguinho-MDB-RJ<br />Dulce Miranda - MDB/TO<br />Angela Amin - PP/SC<br />Professora Rosa Neide - PT/MT<br />Carmen Zanotto - CIDADANIA/SC<br />Mariana Carvalho - PSDB/RO<br />Norma Ayub - DEM/ES<br />Joenia Wapichana - REDE/RR<br />Rosana Valle - PSB/SP<br />Elcione Barbalho - MDB/PA<br />Fl&aacute;via Arruda - PL/DF<br />Sh&eacute;ridan - PSDB/RR<br />Joice Hasselmann - PSL/SP<br />Major Fabiana - PSL/RJ<br />Soraya Santos - PL/RJ</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">BNB com Juliana Oliveira</span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/15/170x96/1_idoso_violencia-1633469.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee7c210318a1', 'cd_midia':1633469, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/15/idoso_violencia-1633469.jpg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '700', 'cd_midia_h': '700', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:700px;height:700px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/15/idoso_violencia-1633469.jpg" alt="" width="700" height="700"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></span></div>
Comentar
Compartilhe
Palhaço é Pré-Candidato a Vereador em Itaperuna-RJ
15/06/2020 | 07h50
<div>BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O</div> <div>Em meio &agrave; pandemia, o assunto Elei&ccedil;&otilde;es 2020 come&ccedil;a aos poucos a tomar a aten&ccedil;&atilde;o do eleitor, principalmente sendo um palha&ccedil;o a entrar em cena.&nbsp;</div> <div>Carlos Alberto Santana, filiado ao PR, &eacute; quem d&aacute; vida ao Palha&ccedil;o Chic&atilde;o, pr&eacute; a vereador.&nbsp;</div> <div>S&atilde;o os profissionais querendo tirar a vez dos amadores.&nbsp;</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/15/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_15_at_07_41_18-1633156.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee75230e755e', 'cd_midia':1633156, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/15/whatsapp_image_2020_06_15_at_07_41_18-1633156.jpeg', 'ds_midia': 'Chic&atilde;o', 'ds_midia_credi': 'ArquivoPessoal', 'ds_midia_titlo': 'Chic&atilde;o', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '784', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:784px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/15/whatsapp_image_2020_06_15_at_07_41_18-1633156.jpeg" alt="Chic&atilde;o" width="784" height="813"> <figcaption> Chic&atilde;o / ArquivoPessoal </figcaption> </figure></tinymce></div>
Comentar
Compartilhe
Novo Decreto da Pref de Itaperuna no Enfrentamento ao Coronavírus
14/06/2020 | 23h56
<div><span style="font-size: 14pt;"><strong>BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O</strong></span></div> <div><span style="font-size: 14pt;"><strong>Conforme o BNB revelou tamb&eacute;m em 1&ordf; M&atilde;o h&aacute; 3 dias, as&nbsp;</strong></span><span style="font-size: 14pt;"><strong>academias retornam, leia o Artigo XV</strong></span></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>O PRESENTE DECRETO DISP&Otilde;E SOBRE MEDIDAS NECESS&Aacute;RIAS AO EVITAMENTO DO CONT&Aacute;GIO E PROLIFERA&Ccedil;&Atilde;O DO CORONAV&Iacute;RUS (COVID-19), EM DECORR&Ecirc;NCIA DA SITUA&Ccedil;&Atilde;O DE CALAMIDADE P&Uacute;BLICA NO MUNIC&Iacute;PIO DE ITAPERUNA E D&Aacute; OUTRAS PROVID&Ecirc;NCIAS.</div> <div>&nbsp;O PREFEITO MUNICIPAL DE ITAPERUNA/RJ, no uso de suas atribui&ccedil;&otilde;es legais e com base no que disp&otilde;e a Lei Municipal n&ordm;. 774/2017, CONSIDERANDO:</div> <div>&nbsp;- Que o Supremo Tribunal Federal, na Medida Cautelar da A&ccedil;&atilde;o Direta de Constitucionalidade n&ordm;. 6341-DF, em cogni&ccedil;&atilde;o sum&aacute;ria, reconheceu a compet&ecirc;ncia concorrente para que os Munic&iacute;pios possam adotar medidas preventivas no combate ao Novo Coronav&iacute;rus (COVID-19);</div> <div>- Que a sa&uacute;de &eacute; Direito de todos e Dever dos Entes Federativos, mediante pol&iacute;ticas sociais e econ&ocirc;micas que visem &agrave; redu&ccedil;&atilde;o do risco da doen&ccedil;a e outros agravos, ao acesso universal e igualit&aacute;rio &agrave;s a&ccedil;&otilde;es e servi&ccedil;os para sua promo&ccedil;&atilde;o, prote&ccedil;&atilde;o e recupera&ccedil;&atilde;o, na forma dos Artigos 196 e 197 da Constitui&ccedil;&atilde;o da Rep&uacute;blica;</div> <div>- A Portaria n&ordm;. 188, de 3 de Fevereiro de 2020, do Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de, que disp&otilde;e sobre a Declara&ccedil;&atilde;o de Emerg&ecirc;ncia em Sa&uacute;de P&uacute;blica de Import&acirc;ncia Nacional (ESPIN) em decorr&ecirc;ncia da Infec&ccedil;&atilde;o Humana pelo Novo Coronav&iacute;rus (Covid-19), especialmente a obriga&ccedil;&atilde;o de articula&ccedil;&atilde;o dos gestores do SUS como compet&ecirc;ncia do Centro de Opera&ccedil;&otilde;es de Emerg&ecirc;ncias em Sa&uacute;de P&uacute;blica (COESP), Decreto n&ordm;. 6230/2020;</div> <div>- O teor do Decreto Estadual n&ordm;. 47.112 de 05 de Junho de 2020, que recomenda aos Munic&iacute;pios do Estado, em aten&ccedil;&atilde;o ao Princ&iacute;pio da Coopera&ccedil;&atilde;o, que adotem medidas de igual teor como &uacute;nica forma de preservar vidas e evitar a prolifera&ccedil;&atilde;o do novo Coronav&iacute;rus (Covid-19);</div> <div>- O ESTADO DE CALAMIDADE P&Uacute;BLICA decretado no Munic&iacute;pio de Itaperuna em raz&atilde;o da grave crise de sa&uacute;de ocasionada pela pandemia do novo Coronav&iacute;rus (Covid-19) por meio do Decreto n&ordm;. 6225 de 06 de Abril de 2020;- A necessidade de atualizar as medidas preventivas j&aacute; tomadas para o enfrentamento do novo Coronav&iacute;rus (Covid-19) em decorr&ecirc;ncia do crescente n&uacute;mero de casos a n&iacute;vel Nacional, Estadual e Municipal;</div> <div>- Que encontra-se em funcionamento desde o dia 25 de Maio o Centro de Referenciamento Covid-19, destinado a atendimento de pacientes com Coronav&iacute;rus encaminhados por outras unidades de sa&uacute;de &ndash; UPA e PU, sendo este centro especializado e exclusivo para os moradores de Itaperuna e Distritos, que conta com 06 (seis) leitos de UTI regulares, 02 (dois) leitos de UTI pedi&aacute;tricas e 20 (vinte) leitos de enfermaria;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>DECRETA:</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Art. 1&ordm;. Em homenagem ao Princ&iacute;pio da Coopera&ccedil;&atilde;o, diante do teor do Decreto Estadual n&ordm;. 47.112 de 05 de Junho de 2020, o presente Decreto estabelece novas medidas tempor&aacute;rias e ratifica outras j&aacute; tomadas para a preven&ccedil;&atilde;o ao cont&aacute;gio e enfrentamento da emerg&ecirc;ncia em sa&uacute;de p&uacute;blica de import&acirc;ncia nacional em decorr&ecirc;ncia da Infec&ccedil;&atilde;o Humana pelo Novo Coronav&iacute;rus (Covid-19), reconhecendo, sobretudo a necessidade de manuten&ccedil;&atilde;o da situa&ccedil;&atilde;o de Calamidade P&uacute;blica no &acirc;mbito do Munic&iacute;pio de Itaperuna;</div> <div>Par&aacute;grafo &Uacute;nico &ndash; Fica determinado o encaminhamento, pela Secretaria Municipal de Governo, das presentes medidas adotadas no presente Decreto ao Governo do Estado do Rio de Janeiro por interm&eacute;dio da Secretaria de Estado de Governo e Rela&ccedil;&otilde;es Institucionais.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Art. 2&ordm;. Fica suspenso at&eacute; o dia 30 de Junho de 2020, podendo ser prorrogado ou suprimido de acordo com a evolu&ccedil;&atilde;o epidemiol&oacute;gica e enquanto ainda surtir a amea&ccedil;a de cont&aacute;gio/prolifera&ccedil;&atilde;o do Novo Coronav&iacute;rus (Covid19), o expediente ao p&uacute;blico externo e o atendimento presencial no &acirc;mbito f&iacute;sico da Prefeitura Municipal e de suas Secretarias, excetuados desta previs&atilde;o os trabalhos desenvolvidos pelas Secretarias Municipais de Sa&uacute;de, de Defesa Civil, de Obras, do Ambiente, de Assist&ecirc;ncia Social, Trabalho e Habita&ccedil;&atilde;o e da Guarda Civil Municipal;</div> <div>&sect; 1&ordm;. No funcionamento interno da Prefeitura Municipal ser&aacute; obrigat&oacute;rio a todos os serventu&aacute;rios o uso de m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o e higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os e dos locais de contato com &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;., podendo ainda o servidor p&uacute;blico em grupo de risco (idosos, hipertensos, diab&eacute;ticos, pessoas com doen&ccedil;as respirat&oacute;rias ou que diminuem a imunidade, gestantes e mulheres com at&eacute; 45 dias de p&oacute;s-parto), sempre que poss&iacute;vel, exercer suas fun&ccedil;&otilde;es laborais fora das instala&ccedil;&otilde;es f&iacute;sicas do &oacute;rg&atilde;o de lota&ccedil;&atilde;o, em trabalho remoto (regime homeoffice), desde que observada a natureza da atividade, mediante a utiliza&ccedil;&atilde;o de tecnologia de informa&ccedil;&atilde;o e de comunica&ccedil;&atilde;o dispon&iacute;veis;</div> <div>&sect; 2&ordm;. O servidor p&uacute;blico, empregado p&uacute;blico ou contratado por empresa que presta servi&ccedil;o para o Munic&iacute;pio que apresentar febre ou sintomas do novo Coronavirus (Covid-19), deve imediatamente entrar em contato com a Administra&ccedil;&atilde;o Municipal para informar a exist&ecirc;ncia de sintomas, passando a ser considerado um caso suspeito e dever&aacute; se afastar imediatamente das suas fun&ccedil;&otilde;es, devendo adotar o protocolo de atendimento e isolamento especifico expedido pelos &oacute;rg&atilde;os de Sa&uacute;de Municipal, de acordo com os &oacute;rg&atilde;os de sa&uacute;de Estadual, Federal e Internacional.</div> <div>Art. 3&ordm;. Fica mantida a prorroga&ccedil;&atilde;o do vencimento da cota &uacute;nica e da 1&ordf;., 2&ordf;. e 3&ordf;. parcelas do IPTU, ITU, ISS-fixo e Taxa de Localiza&ccedil;&atilde;o do exerc&iacute;cio de 2020 para 30/06/2020, at&eacute; ulterior decis&atilde;o/fixa&ccedil;&atilde;o.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Art. 4&ordm;. De forma excepcional, visando resguardar o interesse da coletividade na preven&ccedil;&atilde;o do cont&aacute;gio e combate da propaga&ccedil;&atilde;o do novo Coronav&iacute;rus (Covid-19), fica DETERMINADA A SUSPENS&Atilde;O at&eacute; o dia 30 de Junho de 2020, podendo ser prorrogada enquanto ainda surtir a amea&ccedil;a de cont&aacute;gio/prolifera&ccedil;&atilde;o, das seguintes atividades:</div> <div>I &ndash; Do curso dos prazos nos processos administrativos perante a Administra&ccedil;&atilde;o Municipal, com exce&ccedil;&atilde;o dos processos licitat&oacute;rios, emergenciais e de dispensa que ter&atilde;o seu regular prosseguimento;</div> <div>II &ndash; Da realiza&ccedil;&atilde;o de eventos e de qualquer outra atividade com a presen&ccedil;a de p&uacute;blico, ainda que previamente autorizadas, que envolva aglomera&ccedil;&atilde;o de pessoas, tais como eventos desportivos, shows, clubes, sal&otilde;es de festas, casas de festas, eventos cient&iacute;ficos, passeatas, cinema, teatro e afins;</div> <div>III &ndash; Dos servi&ccedil;os de bar, restaurante, lanchonete ou qualquer outro cong&ecirc;nere, existentes no interior de hot&eacute;is, mot&eacute;is, pousadas e similares, sendo permitido apenas aos hospedes com entrega para consumo em seus respectivos quartos, onde os funcion&aacute;rios dever&atilde;o usar obrigatoriamente m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o e manter a higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os, dos locais de contato e de manipula&ccedil;&atilde;o de alimentos/produtos com &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;.;</div> <div>IV &ndash; Das visitas, em qualquer estabelecimento da rede p&uacute;blica ou privada de sa&uacute;de, de pacientes suspeitos ou diagnosticados com o Novo Coronav&iacute;rus (Covid-19), j&aacute; que estes pacientes est&atilde;o sujeitos a protocolos de atendimento espec&iacute;ficos, expedidos pelos &Oacute;rg&atilde;os de Sa&uacute;de Municipal, Estadual, Federal e Internacional;</div> <div>V &ndash; Das aulas presenciais nas unidades das redes p&uacute;blica e privada de Ensino, inclusive de n&iacute;vel superior, conforme regulamenta&ccedil;&atilde;o por ato infra legal expedido pela Secretaria Estadual de Educa&ccedil;&atilde;o e Secretaria de Estado de Ci&ecirc;ncia, Tecnologia e Inova&ccedil;&atilde;o;</div> <div>VI &ndash; Do regular funcionamento de bares, restaurantes e lanchonetes, ficando permitidas estas atividades apenas para os estabelecimentos (deste g&ecirc;nero) que limitem o atendimento ao p&uacute;blico em 30% (trinta por cento) de sua capacidade de lota&ccedil;&atilde;o, com um distanciamento m&iacute;nimo de 02 (dois) metros entre as mesas e com ocupa&ccedil;&atilde;o m&aacute;xima de 02 (duas) pessoas por mesa, devendo os funcion&aacute;rios utilizarem obrigatoriamente m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o e manterem a higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os, dos locais de contato e de manipula&ccedil;&atilde;o de alimentos/produtos com &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;.</div> <div>Art. 5&ordm;. Fica AUTORIZADO o funcionamento dos seguintes estabelecimentos e servi&ccedil;os:</div> <div>I &ndash; De forma irrestrita de todos os servi&ccedil;os de sa&uacute;de, como hospitais, consult&oacute;rios, cl&iacute;nicas, laborat&oacute;rios e estabelecimentos cong&ecirc;neres, ainda que esses funcionem no interior de centros comerciais e/ou estabelecimentos cong&ecirc;neres, observado o uso obrigat&oacute;rio dos profissionais de m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o, luvas e higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os e dos locais de contato com &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;., desde que n&atilde;o comprometa a seguran&ccedil;a e a regular execu&ccedil;&atilde;o dos servi&ccedil;os, assim como manter dispon&iacute;vel em local de f&aacute;cil acesso para o p&uacute;blico em geral, &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&deg;. para higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os e dos locais de contato;</div> <div>II &ndash; De servi&ccedil;os e atividades essenciais, tais como os realizados em estabelecimentos comerciais que possuam em seu CNAE os servi&ccedil;os de varejo e comercializa&ccedil;&atilde;o de g&ecirc;neros aliment&iacute;cios, como mercados, padarias, quitandas, avi&aacute;rios, a&ccedil;ougues, casas de carnes, distribuidoras de bebidas e outros cong&ecirc;neres, ou ainda no setor farmac&ecirc;utico (farm&aacute;cias, drogaria e manipula&ccedil;&atilde;o), bem como em pet shop/veterin&aacute;rios, postos de combust&iacute;veis, oficinas mec&acirc;nicas, sendo obrigat&oacute;rio para os funcion&aacute;rios o uso de m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o e higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os, locais de contato, balc&otilde;es e caixas, com &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;., desde que n&atilde;o comprometa a seguran&ccedil;a e a regular execu&ccedil;&atilde;o dos servi&ccedil;os, assim como manter dispon&iacute;vel em local de f&aacute;cil acesso para o p&uacute;blico em geral, &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&deg;. para higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os e dos locais de contato;</div> <div>III &ndash; Das atividades internas do setor industrial, tais como, cooperativas, distribuidoras, latic&iacute;nios, charquearias e f&aacute;bricas de toda natureza, consideradas essenciais na produ&ccedil;&atilde;o de bens de consumo, insumos e presta&ccedil;&atilde;o de servi&ccedil;os, assim como nas atividades e desempenho da constru&ccedil;&atilde;o civil, devendo serem mantidas precau&ccedil;&otilde;es exigidas de uso de m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o e higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os, locais de contato com &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;., desde que n&atilde;o comprometa a seguran&ccedil;a e a regular execu&ccedil;&atilde;o dos servi&ccedil;os;</div> <div>IV &ndash; De estabelecimentos de presta&ccedil;&atilde;o dos servi&ccedil;os de natureza banc&aacute;ria/financeira (inclusive os servi&ccedil;os prestados em lot&eacute;ricas), priorizando-se obrigatoriamente o atendimento n&atilde;o presencial, e, na impossibilidade do atendimento desta forma, dever&aacute; o atendimento presencial se dar da seguinte maneira: qualquer forma de atendimento ou utiliza&ccedil;&atilde;o dos caixas eletr&ocirc;nicos n&atilde;o ultrapassar&aacute; o tempo m&aacute;ximo de 20 (vinte) minutos, contados desde o ingresso do cliente no estabelecimento at&eacute; a conclus&atilde;o do servi&ccedil;o; ser&aacute; preservado o distanciamento m&iacute;nimo de 02 (dois) metros entre clientes, em p&eacute;, sentados ou em fila; fica vedada a entrada, perman&ecirc;ncia ou atendimento de qualquer cliente que fa&ccedil;a parte de grupos de risco, a n&atilde;o ser aposentados e pensionistas com a exclusiva finalidade de sacarem seus vencimentos; funcion&aacute;rios e clientes dever&atilde;o usar obrigatoriamente (ainda que sob as custas do estabelecimento) m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o, sendo tamb&eacute;m obrigat&oacute;rio aos funcion&aacute;rios a higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os, locais de contato, balc&otilde;es e caixas, com &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;., desde que n&atilde;o comprometa a seguran&ccedil;a e a regular execu&ccedil;&atilde;o dos servi&ccedil;os, assim como manter dispon&iacute;vel em local de f&aacute;cil acesso para o p&uacute;blico em geral, &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&deg;. para higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os e dos locais de contato; manter um funcion&aacute;rio especificamente destinado a organizar as filas, ainda que fora do expediente (enquanto durarem as filas), sejam estas filas dentro ou fora das ag&ecirc;ncias (j&aacute; que s&atilde;o de exclusiva responsabilidade do estabelecimento), com o espa&ccedil;amento m&iacute;nimo de 02 (dois) metros, distribui&ccedil;&atilde;o de m&aacute;scaras (para quem n&atilde;o possui) e oferecimento de &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;.;</div> <div>V &ndash; Dos servi&ccedil;os funer&aacute;rios e casas de vel&oacute;rio, ficando determinado um limite m&aacute;ximo de 10 (dez) Pessoas por sala de vel&oacute;rio, podendo haver revezamentos mantendo-se sempre este n&uacute;mero de Pessoas, devendo as funer&aacute;rias, para tanto, adotarem mecanismos de controle, bem como providenciar orienta&ccedil;&otilde;es quanto &agrave; necessidade de evitar contato f&iacute;sico entre os presentes, sendo obrigat&oacute;rio para os funcion&aacute;rios o uso de m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o e higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os e locais de contato com &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;., desde que n&atilde;o comprometa a seguran&ccedil;a e a regular execu&ccedil;&atilde;o dos servi&ccedil;os, assim como manter dispon&iacute;vel em local de f&aacute;cil acesso ao p&uacute;blico, &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&deg;. para higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os e dos locais de contato;</div> <div>VI &ndash; Das atividades de sal&atilde;o de beleza e barbearias, somente para agendamento de hor&aacute;rios marcados sendo vedadas filas de espera, devendo os atendimentos serem realizados com no m&aacute;ximo 02 (dois) clientes por vez, mantendo o distanciamento m&iacute;nimo de 02 (dois) metros entre clientes e utiliza&ccedil;&atilde;o obrigat&oacute;ria dos profissionais de m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o, luvas e higieniza&ccedil;&atilde;o regular com &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;., assim como manter dispon&iacute;vel em local de f&aacute;cil acesso aos clientes, &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&deg;. para higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os e dos locais de contato;</div> <div>VII &ndash; Do com&eacute;rcio de materiais de constru&ccedil;&atilde;o em estabelecimentos pr&oacute;prios, devendo os atendimentos serem realizados com o limite de clientes id&ecirc;ntico ao n&uacute;mero de atendentes, mantendo o distanciamento m&iacute;nimo de 02 (dois) metros entre os clientes e entre clientes e funcion&aacute;rios, assim como utiliza&ccedil;&atilde;o obrigat&oacute;ria dos funcion&aacute;rios de m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o e higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica com &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;., dos locais de contato, balc&otilde;es e caixas, assim como manter dispon&iacute;vel em local de f&aacute;cil acesso aos clientes, &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&deg;. para higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os e dos locais de contato;</div> <div>VIII &ndash; Do funcionamento e atendimento a clientes nos servi&ccedil;os e atividades desenvolvidas em Escrit&oacute;rios Profissionais, como de Advocacia, Contabilidade e demais Classes, bem como em Imobili&aacute;rias e Corretoras, sendo o atendimento permitido somente por agendamento de hora marcada, com limite m&aacute;ximo de clientes id&ecirc;ntico ao n&uacute;mero de atendentes, mantendo o distanciamento m&iacute;nimo de 02 (dois) metros entre clientes e funcion&aacute;rios, assim como utiliza&ccedil;&atilde;o obrigat&oacute;ria dos funcion&aacute;rios de m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o e higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica com &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;., das m&atilde;os, dos locais de contato, balc&otilde;es e caixas, assim como manter dispon&iacute;vel em local de f&aacute;cil acesso aos clientes, &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&deg;. para higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os e dos locais de contato;</div> <div>IX &ndash; Dos servi&ccedil;os de t&aacute;xi ou transporte por aplicativos (vedado o transporte compartilhado de passageiros), sendo obrigat&oacute;rio aos motoristas o uso de m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o e higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica com &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&deg;. das m&atilde;os e dos locais de contato, assim como manter dispon&iacute;vel aos passageiros &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&deg;. para higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os e dos locais de contato;</div> <div>X &ndash; Do funcionamento dos bares/lanchonetes denominados &ldquo;amarelinhos&rdquo;, localizados na Avenida Cardoso Moreira, da seguinte forma: fica vedada qualquer forma de aglomera&ccedil;&atilde;o, de atendimento a clientes enquadrados em grupos e risco, de coloca&ccedil;&atilde;o de mesas, cadeiras e bancos no entorno dos estabelecimentos; fica tamb&eacute;m proibida a comercializa&ccedil;&atilde;o de qualquer bebida em garrafas de vidro; tamb&eacute;m &eacute; vedada a perman&ecirc;ncia de qualquer cliente por mais de 15 (quinze) minutos, devendo os atendimentos se darem individualmente (um por porta/janela); os funcion&aacute;rios do estabelecimento est&atilde;o obrigados a usarem m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o e higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica com &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&deg;. das m&atilde;os, dos locais de contato, balc&otilde;es e caixas, assim como manter dispon&iacute;vel em local de f&aacute;cil acesso aos clientes, &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;. para higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os e locais de contato;</div> <div>XI &ndash; Do funcionamento do transporte p&uacute;blico coletivo municipal, onde ser&atilde;o estabelecidas maneiras que evitem aglomera&ccedil;&otilde;es internas, sendo os motoristas, cobradores e demais colaboradores, respons&aacute;veis pelo transporte coletivo, obrigados a utilizarem mascaras de prote&ccedil;&atilde;o e higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica com &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&deg;. das m&atilde;os e locais de contato, assim como manter dispon&iacute;vel em local de f&aacute;cil acesso aos passageiros &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&deg;. para higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;o e dos locais de contato, como tamb&eacute;m disponibilizar (nos embarques e desembarques) tapete umidificado com hipoclorito de sodio (solucao de 50 ml de agua sanitaria para 01 litro de agua) cuja limpeza dos pes e obrigatoria para adentrar nos ve&iacute;culos, e, fiscalizar a ocupa&ccedil;&atilde;o m&aacute;xima permitida para igual ao n&uacute;mero de assentos do ve&iacute;culo, sendo vedado o transporte de passageiros em p&eacute;, salientando ainda a veda&ccedil;&atilde;o de acesso a passageiros sem m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o ao transporte p&uacute;blico;</div> <div>XII &ndash; Fica autorizado o atendimento ao p&uacute;blico no com&eacute;rcio em geral e estabelecimentos cong&ecirc;neres, mediante as seguintes condi&ccedil;&otilde;es:</div> <div>A) &ndash; Uso obrigat&oacute;rio de m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o dos funcion&aacute;rios e clientes (ainda que sob as custas dos estabelecimentos comerciais) e higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os e dos locais de contato e balc&otilde;es com &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;.;</div> <div>B) &ndash; Atendimento m&aacute;ximo de 02 (dois) clientes por vez em estabelecimentos com at&eacute; 05 (cinco) funcion&aacute;rios e, atendimento de no m&aacute;ximo 04 (quatro) clientes por vez em estabelecimentos com mais de 05 (cinco) funcion&aacute;rios;</div> <div>C) &ndash; Dever&aacute; ser mantida a dist&acirc;ncia de no m&iacute;nimo 02 m (dois metros) entre os clientes, e, de 01 m (um metro) entres os funcion&aacute;rios e os clientes;</div> <div>D) &ndash; Os funcion&aacute;rios dos estabelecimentos dever&atilde;o velar pela n&atilde;o forma&ccedil;&atilde;o de filas;</div> <div>E) &ndash; N&atilde;o ser&aacute; permitido o atendimento ou perman&ecirc;ncia nos estabelecimentos de pessoas pertencentes a grupos de risco;</div> <div>F) &ndash; O atendimento ocorrer&aacute; somente das 10 &agrave;s 19 horas (das segundas &agrave;s sextas-feiras), e, de 09 &agrave;s 13 horas aos s&aacute;bados;</div> <div>G) &ndash; Os estabelecimentos n&atilde;o poder&atilde;o criar, em qualquer hip&oacute;tese, campanhas ou atividades promocionais que possam resultar em aglomera&ccedil;&otilde;es;</div> <div>H) &ndash;Dever&atilde;o os estabelecimentos divulgar em suas redes sociais, ou outros ve&iacute;culos de comunica&ccedil;&atilde;o, as presentes condi&ccedil;&otilde;es de funcionamento, al&eacute;m de manterem afixados cartazes informativos em suas entradas;</div> <div>I) &ndash;Dever&atilde;o os entregadores se paramentar de m&aacute;scaras, luvas e &aacute;lcool em gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;., nas entregas feitas por delivery.</div> <div>XIII &ndash; Se reconhece a essencialidade das atividades realizadas pelas Entidades Religiosas, onde se restabelece a realiza&ccedil;&atilde;o de seus cultos, missas e reuni&otilde;es, mediante as seguintes condi&ccedil;&otilde;es:</div> <div>A) &ndash; Somente ser&aacute; permitida a entrada e participa&ccedil;&atilde;o de no m&aacute;ximo 20 (vinte) pessoas a cada 100 (cem) assentos dispon&iacute;veis, seguindo-se sempre esta propor&ccedil;&atilde;o quando variar o n&uacute;mero de assentos dispon&iacute;veis para mais ou menos, respeitando o distanciamento m&iacute;nimo de 02 m (dois metros) entre pessoas no interior do estabelecimento religioso;</div> <div>B) &ndash; Ficar&aacute; um representante da Entidade Religiosa na porta de entrada fazendo o controle de acesso de pessoas, al&eacute;m de disponibilizar m&aacute;scara de prote&ccedil;&atilde;o (para quem n&atilde;o a possui) e &aacute;lcool em gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;.;</div> <div>C) &ndash; N&atilde;o ser&aacute; permitida a entrada e perman&ecirc;ncia de pessoas pertencentes a grupos de risco.</div> <div>XIV - As atividades das feiras livres, mediante as seguintes condi&ccedil;&otilde;es:</div> <div>A) &ndash; Ser&aacute; obrigat&oacute;rio para os feirantes o uso de m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o, luvas e higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os e dos locais de contato e balc&otilde;es com &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;.;</div> <div>B) &ndash; Dever&aacute; ser fornecida pelos feirantes m&aacute;scara de prote&ccedil;&atilde;o para o cliente que n&atilde;o a possui (&agrave;s suas custas) e &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;.;</div> <div>C) &ndash; Cada barraca ter&aacute; no m&aacute;ximo 02 (dois) feirantes/atendentes, ficando tamb&eacute;m limitado o n&uacute;mero m&aacute;ximo de atendimento de um cliente por feirante/atendente;</div> <div>D) &ndash; Fica proibido o atendimento a menores e a pessoas pertencentes a grupos de risco, a n&atilde;o ser pelo sistema de drive thru;</div> <div>E) &ndash; Ser&aacute; mantido o distanciamento m&iacute;nimo de 1,5 m (um metro e meio) entre barracas;</div> <div>F) &ndash; Cada barraca ter&aacute; no m&aacute;ximo 03 m (tr&ecirc;s metros) de comprimento por 02 m (dois metros) de largura;</div> <div>G) &ndash; Os feirantes dever&atilde;o velar pela n&atilde;o forma&ccedil;&atilde;o de filas;</div> <div>H) &ndash; Dever&atilde;o os feirantes divulgar em r&aacute;dios, ou outros ve&iacute;culos de comunica&ccedil;&atilde;o, as presentes condi&ccedil;&otilde;es de funcionamento;</div> <div>I) &ndash; A Municipalidade disponibilizar&aacute; toda a Avenida Cory Pillar (sentido Cidade Nova &ndash; Centro) para a realiza&ccedil;&atilde;o da feira livre, circula&ccedil;&atilde;o de pedestres e sistema drive thru, no intuito de promover o distanciamento entre pessoas, onde ser&aacute; demonstrada no &ldquo;esquema ilustrado no Anexo 01 deste Decreto&rdquo; a sua forma de funcionamento.</div> <div><em><strong>XV &ndash; Ficam restabelecidas as atividades de academia, est&uacute;dios de muscula&ccedil;&atilde;o, centro de gin&aacute;stica e estabelecimentos similares, mediante as seguintes condi&ccedil;&otilde;es:</strong></em></div> <div>A) &ndash; Uso obrigat&oacute;rio de m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o dos funcion&aacute;rios e clientes, inclusive durante a pr&aacute;tica dos exerc&iacute;cios, ainda que realizados em ambientes externos, al&eacute;m da higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica das m&atilde;os e dos locais de contato e balc&otilde;es com &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;.;</div> <div>B) &ndash; Fica vedada a realiza&ccedil;&atilde;o de atividades esportivas que gerem contato f&iacute;sico entre os praticantes ou entre estes e os professores/instrutores;</div> <div>C) &ndash; Fica vedado o compartilhamento de aparelhos, instrumentos, pesos, etc., sem pr&eacute;via e rigorosa higieniza&ccedil;&atilde;o dos mesmos, mediante utiliza&ccedil;&atilde;o de &aacute;lcool 70&ordm;. ou hipoclorito de s&oacute;dio (solu&ccedil;&atilde;o de 50 ml de &aacute;gua sanit&aacute;ria para 01 litro de &aacute;gua), assim como das m&atilde;os dos alunos/praticantes e dos professores/instrutores por meio de &aacute;lcool 70&ordm;.;</div> <div>D) &ndash; Os treinamentos dever&atilde;o ser personalizados, mediante agendamento pr&eacute;vio, sendo limitada a entrada e perman&ecirc;ncia concomitante de, no m&aacute;ximo, 10% (dez por cento) da capacidade de pessoas, calculada de acordo com a legislacao e prevencao e combate a incendios e desastres, observado, ainda, o limite maximo de ate 15 (quinze) pessoas, de acordo com o Anexo II deste Decreto;</div> <div>E) &ndash; As aulas/sessoes de treino deverao ter duracao maxima de 45 (quarenta e cinco) minutos, sendo que os 15 (quinze) minutos intermedi&aacute;rios entre uma aula/sess&atilde;o e outra, deverao ser destinados a completa higienizacao do estabelecimento em prepara&ccedil;&atilde;o para proxima aula/sess&atilde;o, mediante utilizacao de alcool 70&ordm;. ou hipoclorito de sodio (solucao de 50 ml de agua sanitaria para 01 litro de agua);</div> <div>F) &ndash; Ficam vedadas as aulas, atividades f&iacute;sicas, a entrada e perman&ecirc;ncia nos estabelecimento desportivos de pessoas idosas ou pertencentes a grupos de risco;</div> <div>G) &ndash; Os Funcion&aacute;rios do estabelecimento desportivo (incluindo os Instrutores/Professores) dever&atilde;o manter uma dist&acirc;ncia m&iacute;nima de 02 (dois) metros entre si e para com os Alunos; quando o treinamento for por interm&eacute;dio de Personal, este dever&aacute; manter uma dist&acirc;ncia m&iacute;nima de 01 (um) metro para o aux&iacute;lio verbal dos Alunos; e, quando estiverem os Professores/Instrutores (incluindo Personal) auxiliando os Alunos com cargas (em exerc&iacute;cios que demandem ajuda/apoio), excepcionalmente, estar&aacute; liberada a aproxima&ccedil;&atilde;o;</div> <div>H) &ndash; Os aparelhos e equipamentos em geral deverao ter o distanciamento minimo de 02 (dois) metros entre os demais aparelhos;</div> <div>I) &ndash; Ficam vedadas as aulas para Pessoas que nao sejam residentes e domiciliadas no Municipio de Itaperuna;</div> <div>J) &ndash; &Eacute; obrigatoria a utilizacao de alcool 70&ordm;. pelos frequentadores e profissionais, sendo responsabilidade dos estabelecimentos desportivos o seu fornecimento, para fins de higienizacao constante, desde a entrada do estabelecimento ate o manuseio de instrumentos, contatos com o chao, paredes, aparelhos, etc.;</div> <div>K) &ndash; Os frequentadores e profissionais deverao ter a temperatura mensurada na entrada do estabelecimento, sendo proibida a realizacao das atividades por aqueles que estiverem com a temperatura corporal acima de 37 (trinta e sete) graus celsius, ficando tamb&eacute;m vedado a o atendimento de pessoas que estejam apresentando sintomas como coriza, tosse, febre, mal-estar, devendo em qualquer destes casos serem orientados imediatamente a procurar atendimento medico;</div> <div>L) &ndash; &Eacute; vedada a participa&ccedil;&atilde;o ou atividade nos centros desportivos de menores de 18 (dezoito) anos;</div> <div>M) &ndash; E proibido o compartilhamento de instrumentos e objetos entre os frequentadores, sendo expressamente vedado o revezamento no mesmo aparelho ou objetos, devendo a troca ser realizada apenas ao final de cada serie e mediante absoluta e rigorosa higienizacao do aparelho, peso, anilha, banco, etc., por meio de alcool 70% ou hipoclorito de sodio (solucao de 50 ml de agua sanitaria para 01 litro de agua);</div> <div>N) &ndash; Na entrada do estabelecimento devera ser fornecido tapete umidificado com hipoclorito de sodio (solucao de 50 ml de agua sanitaria para 01 litro de agua), cuja limpeza dos pes e obrigatoria para adentrar ao estabelecimento;</div> <div>O) &ndash; &Eacute; proibida a permanencia de pessoas que nao estejam realizando as atividades ou fornecendo os treinamentos nos estabelecimentos de que trata este Artigo;</div> <div>P) &ndash; &Eacute; vedada a utilizacao de luvas, munhequeiras, straps, e afins;</div> <div>Q) &ndash; Apos cada serie e/ou troca de alunos e expressamente obrigatoria a rigorosa e completa higienizacao do aparelho, pesos, anilhas, bancos, etc., por meio de alcool 70&ordm;. ou hipoclorito de sodio, com lencos ou toalhas de papel;</div> <div>R) &ndash; &Eacute; vedada a utilizacao de aparelho celular (inclusive com fones de ouvido) pelos frequentadores que manuseiem os instrumentos, aparelhos, etc., no interior do estabelecimento, por ter grande potencial de contaminacao;</div> <div>S) &ndash; &Eacute; proibido o uso de bebedouros de agua por pressao, apenas franqueados os bebedouros por torneiras;</div> <div>T) &ndash; &Eacute; vedado o consumo de bebidas e alimentos no interior dos estabelecimentos desportivos e em ambientes anexos a este, a fim de evitar aglomera&ccedil;&otilde;es;</div> <div>U) &ndash; O aluno devera chegar ao local adequadamente trajado e preparado para a atividade fisica, sendo vedado o banho e a troca de roupas nos estabelecimentos, al&eacute;m da utiliza&ccedil;&atilde;o dos banheiros/vesti&aacute;rios (em concomit&acirc;ncia) por mais de uma pessoa;</div> <div>V) &ndash; &Eacute; obrigatoria a desativacao e a retirada de catraca/roleta, devendo os estabelecimentos utilizar outro tipo de controle de entrada de alunos;</div> <div>W) &ndash; Os alunos que frequentarem os estabelecimentos deverao assinar Temo de Responsabilidade sobre as Obriga&ccedil;&otilde;es contidos nesse protocolo, informando sua atual situacao de saude e, se possui contato direto com Pessoas que j&aacute; foram contaminadas pelo Coronav&iacute;rus, ou conviv&ecirc;ncia com Pessoas pertencentes a grupos de risco;</div> <div>X &ndash; &Eacute; obrigatorio o constante monitoramento dos colaboradores onde, a qualquer sinal de sintomas, devera imediatamente ser afastado das atividades e orientado a procurar atendimento medico;</div> <div>&sect; 1&ordm;. &ndash; Os estabelecimentos desportivos dever&atilde;o manter o presente Decreto afixado em seus murais ou paredes;</div> <div>&sect; 2&ordm;. &ndash; As academias dos condom&iacute;nios verticais ou horizontais devem permanecer com as atividades suspensas, dada a aus&ecirc;ncia de profissional responsavel para o cumprimento das normas estabelecidas neste Decreto, dificuldade de fiscalizacao e alto risco de contagio entre os moradores;</div> <div>&sect; 3&ordm;. &ndash; Qualquer descumprimento das determina&ccedil;&otilde;es deste Artigo acarretar&aacute; na suspens&atilde;o tempor&aacute;ria do Alvar&aacute; do estabelecimento infrator, al&eacute;m da aplica&ccedil;&atilde;o de multa de R$ 5.000,00 a R$ 50.000,00 (cinco a cinquenta mil reais), sem preju&iacute;zo da apura&ccedil;&atilde;o de il&iacute;citos criminais eventualmente praticados pelas pessoas f&iacute;sicas ou representantes legais do centro desportivo, em decorr&ecirc;ncia da infra&ccedil;&atilde;o &agrave; medida sanit&aacute;ria (Art. 268 do C&oacute;digo Penal) e desobedi&ecirc;ncia (Art. 330 do C&oacute;digo Penal);</div> <div>&sect; 4&ordm;. &ndash; Permanecem autorizadas as atividades esportivas que n&atilde;o demandem contato f&iacute;sico e n&atilde;o utilizem aparelhos/objetos comuns aos usu&aacute;rios, podendo serem realizadas em quadras, pistas ou outros espa&ccedil;os (p&uacute;blicos ou privados) desde que sejam obrigatoriamente ao ar livre e n&atilde;o ultrapassem o limite m&aacute;ximo de 10 (dez) praticantes, que devem manter uma dist&acirc;ncia m&iacute;nima de 02 (dois) metros dos outros praticantes e professores/instrutores.</div> <div>Art. 6&ordm;. Em homenagem ao Princ&iacute;pio da Coopera&ccedil;&atilde;o, ficam restabelecidas as opera&ccedil;&otilde;es de transportes coletivos intermunicipais nos termos do Decreto Estadual n&ordm;. 47.108 de 05 de Junho de 2020;</div> <div>Par&aacute;grafo &Uacute;nico &ndash; Consigne-se que ser&atilde;o obrigat&oacute;rios para os passageiros, motoristas e cobradores de transportes coletivos intermunicipais: I &ndash; O uso de m&aacute;scaras por todo o transcurso da viagem; II &ndash; A utiliza&ccedil;&atilde;o de &aacute;lcool gel 70&ordm;. no ato do embarque; III &ndash; A aferi&ccedil;&atilde;o da temperatura corporal, onde n&atilde;o ser&aacute; permitido o embarque e a labora&ccedil;&atilde;o dos que estiverem acima de 37 (trinta e sete) graus celsius; e, IV &ndash; A utiliza&ccedil;&atilde;o de tapete umidificado com hipoclorito de sodio (solucao de 50 ml de agua sanitaria para 01 litro de agua), nos embarques e desembarques.</div> <div>Art. 7&ordm;. Fica estabelecido o uso obrigat&oacute;rio e massivo de m&aacute;scaras no almejo de se evitar o cont&aacute;gio e contamina&ccedil;&atilde;o comunit&aacute;ria do Novo Coronav&iacute;rus, nos seguintes moldes:</div> <div>I &ndash; No uso do transporte p&uacute;blico, de t&aacute;xi, transportes por aplicativos ou compartilhados;</div> <div>II &ndash; Para o acesso aos estabelecimentos considerados como essenciais, com exce&ccedil;&atilde;o dos bares, restaurantes e outros do g&ecirc;nero;</div> <div>III &ndash; Para o acesso aos estabelecimentos comerciais que tiverem suas atividades autorizadas pelo presente Decreto; e,</div> <div>IV &ndash; Para o desempenho das atividades em reparti&ccedil;&otilde;es p&uacute;blicas e privadas.</div> <div>&sect; 1&ordm;. Ser&aacute; obrigat&oacute;ria a todos os populares a utiliza&ccedil;&atilde;o de m&aacute;scara de prote&ccedil;&atilde;o na ocasi&atilde;o de estada e circula&ccedil;&atilde;o em locais p&uacute;blicos, e, ser&aacute; de responsabilidade de todos os estabelecimentos comerciais e meios de transportes de passageiros, o fornecimento da m&aacute;scara quando o particular n&atilde;o a estiver usando, sendo expressamente vedada a entrada e perman&ecirc;ncia de pessoas sem m&aacute;scaras nos ambientes de trabalho, com a exce&ccedil;&atilde;o de bares, restaurantes e afins, sob pena de responsabiliza&ccedil;&atilde;o tamb&eacute;m da pessoa jur&iacute;dica;</div> <div>&sect; 2&ordm;. O descumprimento do disposto neste Artigo ensejar&aacute; na aplica&ccedil;&atilde;o de multa de R$ 100,00 (cem reais) para as pessoas f&iacute;sicas e, de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para os estabelecimentos, meios de transporte, etc., sem preju&iacute;zo da apura&ccedil;&atilde;o de il&iacute;citos criminais eventualmente praticados pelas pessoas f&iacute;sicas ou representantes dos estabelecimentos, meios de transporte, etc., em decorr&ecirc;ncia da infra&ccedil;&atilde;o &agrave; medida sanit&aacute;ria (Art. 268 do C&oacute;digo Penal) e desobedi&ecirc;ncia (Art. 330 do C&oacute;digo Penal), e, ainda, suspens&atilde;o do alvar&aacute; de funcionamento conforme regulamentado por Decreto.</div> <div>Art. 8&ordm;. Recomenda-se que n&atilde;o sejam efetuados cortes/interrup&ccedil;&otilde;es dos servi&ccedil;os de eletricidade, &aacute;gua e internet, por seus prestadores, e que n&atilde;o sejam cobrados juros de mora e multa por atraso de quaisquer pagamentos ou parcelas no &acirc;mbito comercial/imobili&aacute;rio desta Municipalidade na vig&ecirc;ncia da situa&ccedil;&atilde;o de pandemia.</div> <div>Art. 9&ordm;. As empresas contratadas pelo Munic&iacute;pio, bem como as permission&aacute;rias e concession&aacute;rias, assim como os gestores de contratos de presta&ccedil;&atilde;o de servi&ccedil;os com o Munic&iacute;pio, dever&atilde;o adotar todos os meios necess&aacute;rios para conscientizar seus funcion&aacute;rios quanto aos riscos de cont&aacute;gio do novo Coronavirus (Covid-19) e quanto &agrave; necessidade de reportarem a ocorr&ecirc;ncia de sintomas do novo Coronavirus (Covid-19), estando pass&iacute;veis de responsabiliza&ccedil;&atilde;o contratual em caso de omiss&atilde;o que resulte em preju&iacute;zo &agrave; Administra&ccedil;&atilde;o P&uacute;blica.</div> <div>Art. 10. As Pessoas Jur&iacute;dicas de Direito Privado que prestam servi&ccedil;os &agrave; popula&ccedil;&atilde;o em geral dever&atilde;o observar as boas pr&aacute;ticas recomendadas pela Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial da Sa&uacute;de, Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de e demais &oacute;rg&atilde;os Estaduais e Municipais, e ainda, realizar rotina de assepsia para desinfec&ccedil;&atilde;o de torneiras, ma&ccedil;anetas e banheiros de suas depend&ecirc;ncias, al&eacute;m de disponibilizar m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o para seus funcion&aacute;rios e higieniza&ccedil;&atilde;o regular e peri&oacute;dica (para seus funcion&aacute;rios e clientes) das m&atilde;os e locais de contato com &aacute;lcool gel antiss&eacute;ptico 70&ordm;, desde que n&atilde;o comprometa a seguran&ccedil;a e a regular execu&ccedil;&atilde;o dos servi&ccedil;os.</div> <div>Art. 11. Fica determinada a suspens&atilde;o total ou parcial do gozo de f&eacute;rias dos servidores das Secretarias Municipais de Sa&uacute;de, de Defesa Civil, de Obras, do Ambiente, de Assist&ecirc;ncia Social, Trabalho e Habita&ccedil;&atilde;o e da Guarda Civil Municipal, a fim de que n&atilde;o se comprometam as medidas de preven&ccedil;&atilde;o.</div> <div>Art. 12. Fica recomendado &agrave;s Pessoas Jur&iacute;dicas de Direito Privado, em aten&ccedil;&atilde;o ao Princ&iacute;pio da Solidariedade, que efetuem a venda do &aacute;lcool em gel, m&aacute;scaras de prote&ccedil;&atilde;o e demais insumos usados para a o evitamento de cont&aacute;gio e prolifera&ccedil;&atilde;o do Novo Coronav&iacute;rus (Covid-19) a pre&ccedil;o de custo ou com o m&iacute;nimo de acr&eacute;scimo para o consumidor.</div> <div>Art. 13. A Procuradoria Geral do Munic&iacute;pio providenciar&aacute; o imediato processamento e responsabiliza&ccedil;&atilde;o de qualquer descumprimento deste Decreto.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Art. 14. A Vigil&acirc;ncia Sanit&aacute;ria e a Guarda Civil Municipal velar&atilde;o pelo estrito cumprimento de todas as medidas elencadas neste Decreto, ficando ao encargo destas a aplica&ccedil;&atilde;o de multa conforme estabelecido neste Decreto.</div> <div>Art. 15. Em caso de descumprimento das medidas previstas neste Decreto, as autoridades competentes dever&atilde;o agir e apurar face a eventuais pr&aacute;ticas de infra&ccedil;&otilde;es administrativas previstas no Artigo 10 da Lei Federal n&ordm;. 6.437 de 20 de Agosto de 1977, bem como do crime previsto no Artigo 268 do C&oacute;digo Penal e multas, al&eacute;m das penalidades aqui previstas.</div> <div>Art. 16. Em atendimento a recomenda&ccedil;&atilde;o expressa no Decreto Estadual n&ordm;. 47.112 de 05 de Junho de 2020, as medidas previstas neste Decreto poder&atilde;o ser reavaliadas a qualquer momento de acordo com a situa&ccedil;&atilde;o epidemiol&oacute;gica do Munic&iacute;pio, inclusive avaliando a poss&iacute;vel necessidade de alguma forma de &ldquo;lockdown&rdquo; como medida de combate a prolifera&ccedil;&atilde;o do Novo Coronav&iacute;rus (Covid-19).</div> <div>Art. 17. Este Decreto entra em vigor na data de sua publica&ccedil;&atilde;o, revogando-se todas as disposi&ccedil;&otilde;es em contr&aacute;rio.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Itaperuna/RJ, 15 de Junho de 2020.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>VITOR MEIRELES GON&Ccedil;ALVES</div> <div>Procurador Geral do Munic&iacute;pio</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>MARCUS VIN&Iacute;CIUS DE OLIVEIRA PINTO</div> <div>Prefeito Municipal</div>
Comentar
Compartilhe
O Código de Honra dos Vikings
14/06/2020 | 19h37
<div>BNB C&Oacute;DIGOS</div> <div>Os vikings s&atilde;o origin&aacute;rios da Escandin&aacute;via, terra onde atualmente est&atilde;o tr&ecirc;s pa&iacute;ses europeus: Su&eacute;cia, Dinamarca e Noruega.</div> <div>Tamb&eacute;m conhecidos como n&oacute;rdicos ou normandos, constitu&iacute;ram rica cultura desenvolvida por atividades agr&iacute;cola, artesanato, pesca e um not&aacute;vel com&eacute;rcio mar&iacute;timo.</div> <div>&nbsp;A vida dos vikings era dedicada principalmente aos mares,&nbsp; fazendo da pirataria mais uma importante atividade econ&ocirc;mica.</div> <div>Em invas&otilde;es realizadas pela Europa Continental, saquearam e conquistaram terras, especialmente na regi&atilde;o da Bretanha, hoje Reino Unido.</div> <div>O auge dos vikings ocorreu do s&eacute;culos VIII ao XI.</div> <div>Donos de uma &eacute;tica muito peculiar capaz de abranger o direito &agrave; propriedade e bens daqueles a quem invadiam e saqueavam, respeitavam-se de acordos com princ&iacute;pios tribais e familiares.</div> <div>C&Oacute;DIGO DE HONRA</div> <div>1- Lute e viva com coragem: A verdadeira coragem jamais surge vaidade ou da certeza da vit&oacute;ria. Ela surge do comprometimento com uma causa maior, como honra ou justi&ccedil;a. Lute e viva com bravura, seguindo teus ideais sem jamais temer a morte. Para um guerreiro, &eacute; sempre prefer&iacute;vel morrer de p&eacute; a viver de joelhos.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>2-Seja honrado: A palavra de um verdadeiro guerreiro vale mais do que a sua espada. Um guerreiro n&atilde;o se compromete com pessoas sem honra, e jamais foge de compromissos assumidos. Que a consci&ecirc;ncia esteja sempre limpa quando sua espada cortar ao meio aquele que ousar duvidar de sua honra.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>3- Cuide para que suas a&ccedil;&otilde;es sejam sempre justas: o mundo est&aacute; repleto de covardes oportunistas e tolos irrespons&aacute;veis que, por vaidade, oprimem os mais fracos. Que estes vermes tremam perante o seu nome, e que a sua espada se erga sempre para diminuir as injusti&ccedil;as do mundo, e nunca para aument&aacute;-las.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>4- Proteja aqueles que n&atilde;o podem se defender sozinhos: Lembra que as roupas que usa e a comida que o mant&eacute;m saud&aacute;vel geralmente foram produzidos por outras pessoas, e que estas geralmente n&atilde;o tem como se proteger do ataque de bandoleiros ou criaturas selvagens. Demonstre gratid&atilde;o e que os bardos cantem que quem quiser ferir inocentes deve primeiro passar pelo fio da sua espada.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>5-Conceda com sabedoria a d&aacute;diva da miseric&oacute;rdia: um guerreiro impiedoso &eacute; temido enquanto tem poder, mas um guerreiro justo &eacute; sempre lembrado pelos dignos com respeito. Sejas s&aacute;bio para determinar quando um inimigo deve tombar perante o seu a&ccedil;o e quando ele merece uma chance de reden&ccedil;&atilde;o. Discernir isto n&atilde;o &eacute; f&aacute;cil, mas normalmente aqueles que merecem miseric&oacute;rdia n&atilde;o a pedem, s&atilde;o honrados e n&atilde;o temem a morte.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>6- Pense por si pr&oacute;prio: c&oacute;digos, texto sagrados ou s&aacute;bios homens podem ajudar, mas quem deve guiar seu pensamento e a suas a&ccedil;&otilde;es e voc&ecirc; mesmo. Um verdadeiro guerreiro vive de acordo com seu cora&ccedil;&atilde;o e conforme a sabedoria que adquiriu ao longo de seus anos de vida e reflex&atilde;o. Um verdadeiro guerreiro n&atilde;o usa bengalas na forma de ensinamentos dos deuses ou de conceitos estabelecidos por outros, ele faz aquilo que &eacute; justo e correto, e assume total controle e responsabilidade por seus atos.</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/14/170x96/1_viik-1633075.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee6a59d173d1', 'cd_midia':1633075, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/14/viik-1633075.jpeg', 'ds_midia': 'Seriado do Canal History, Vikings', 'ds_midia_credi': 'History', 'ds_midia_titlo': 'Seriado do Canal History, Vikings', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '300', 'cd_midia_h': '168', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:300px;height:168px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/14/viik-1633075.jpeg" alt="Seriado do Canal History, Vikings" width="300" height="168"> <figcaption> Seriado do Canal History, Vikings / History </figcaption> </figure></tinymce></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>AS NOVE NOBRES VIRTUDES</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Coragem- Seja audaz e valente, lute por suas convic&ccedil;&otilde;es</div> <div>Honra- Use a nobreza e siga seus princ&iacute;pios</div> <div>Hospitalidade- Compartilhe as coisas livremente com os outros, principalmente com os viajantes que pedem aux&iacute;lio em sua casa</div> <div>Trabalho- Permane&ccedil;a ativo e trabalhe sempre, dando tudo de si</div> <div>Lealdade- Mantenha-se fiel a si mesmo, a sua fam&iacute;lia, amigos, aos grupos dos quais fa&ccedil;a parte e aos deuses e deusas</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Sinceridade- Seja sincero, em todas as ocasi&otilde;es, com os outros e consigo mesmo</div> <div>Autonomia- Tenha personalidade, liberdade e bom ju&iacute;zo para agir livremente</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Autodisciplina- Lute contra a desordem interna e externa e cres&ccedil;a como pessoa</div> <div>Perseveran&ccedil;a- Alcance tudo a que se proponha e fa&ccedil;a as coisas at&eacute; sentir que elas est&atilde;o completas e bem feitas</div> <div><strong><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;">BNB com pesquisa em&nbsp;odin-valhallarpg, sohist&oacute;ria e&nbsp;Valhalla Store</span></strong></div>
Comentar
Compartilhe
A Rainha das Uvas Brancas: Chardonnay
14/06/2020 | 18h32
<div><span style="font-size: 14pt;"><strong>COLUNA DE VINHOS</strong></span></div> <div><span style="font-size: 14pt;"><strong>JO&Atilde;O RICARDO RODRIGUES</strong></span></div> <div><span style="font-size: 12pt;">Come&ccedil;a hoje mais uma nova s&eacute;rie de artigos em que vamos conhecer um pouco sobre as uvas brancas, um sucesso na vitivinicultura brasileira. Em destaque os diferentes estilos de vinhos elaborados com elas , as vin&iacute;colas e os terroirs.<br /><br /><strong><em>Assim como os espumantes e tintos, os vinhos brancos brasileiros s&atilde;o sempre uma &oacute;tima experiencia, principalmente por serem bebidas mais frescas e leves, que combinam muito bem com o nosso pa&iacute;s tropical.</em></strong><br /><br />E para come&ccedil;ar a experiencia vamos conhecer um pouco da Chardonnay &ldquo;<em><strong>a Rainha das Uvas Brancas&rdquo;!</strong></em><br /></span></div> <div><span style="font-size: 12pt;"><br /> <tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/14/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_14_at_15_12_51-1633047.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee6972f3aed0', 'cd_midia':1633047, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/14/whatsapp_image_2020_06_14_at_15_12_51-1633047.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'PH Rodrigues', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '189', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:189px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/14/whatsapp_image_2020_06_14_at_15_12_51-1633047.jpeg" alt="" width="813" height="189"> <figcaption> PH Rodrigues </figcaption> </figure></tinymce><br /><br />A Uva<br /><br /><em><strong>A Chardonnay ganhou o t&iacute;tulo de rainha das uvas brancas por ser vers&aacute;til e f&aacute;cil de cultivar o que facilitou a sua dissemina&ccedil;&atilde;o por diversas regi&otilde;es produtoras do mundo, mostrando a capacidade de refletir o terroir em&nbsp; vinhos que podem ser leves e frescos,&nbsp;</strong></em></span><span style="font-size: 12pt;"><em><strong>e apresentando a express&atilde;o m&aacute;xima da fruta, vinhos encorpados com estrutura e capacidade de evolu&ccedil;&atilde;o , espumantes elegantes e vinhos de sobremesa .</strong></em><br /><br />Uma outra peculiaridade da chardonnay &eacute; a capacidade de suportar bem o amadurecimento em madeira, o que permite uma grande variedade de estilos na elabora&ccedil;&atilde;o dos vinhos.<br /><br /><strong><em>Atrav&eacute;s de estudos de an&aacute;lise de DNA foi descoberto que a uva Chardonnay &eacute;, na verdade, um cruzamento das esp&eacute;cies Gouais e Pinot Blanc e acredita-se que os antigos romanos trouxeram a casta Gouais para regi&atilde;o da Borgonha, mais exatamente na C&ocirc;te de Beaune, regi&atilde;o vin&iacute;cola da Fran&ccedil;a, e a cultivaram junto com a Pinot Blanc, favorecendo o cruzamento natural.</em></strong><br /><br />Na Fran&ccedil;a a Chardonnay conquistou espa&ccedil;o sendo uma das principais uvas autorizadas na elabora&ccedil;&atilde;o do espumante mais famoso do mundo, usando com propriedade o nome da regi&atilde;o Champagne, onde &eacute; produzido. </span></div> <div><span style="font-size: 12pt;"><strong><em>E na Borgonha onde existem diversas AOC-Appellation d&rsquo;Origine Contr&ocirc;l&eacute;e, famosas como Chablis, Montrachet e Pouilly Fuiss&eacute;.</em></strong><br /><br />No Novo Mundo teve grande import&acirc;ncia na consagra&ccedil;&atilde;o e reconhecimento dos vinhos de pa&iacute;ses como os Estados Unidos, Nova Zel&acirc;ndia e a Austr&aacute;lia. </span></div> <div><span style="font-size: 12pt;"><em><strong>Na Am&eacute;rica do Sul &eacute; cultivada pela Argentina, Chile e no Brasil onde s&atilde;o elaborados vinhos tranquilos varietais e de cortes, tendo importante participa&ccedil;&atilde;o nos espumantes nacionais.</strong> </em></span></div> <div><span style="font-size: 12pt;">Sendo uma das principais uvas da D.O.V.V.-Denomina&ccedil;&atilde;o de Origem do Vale dos Vinhedos&nbsp; e da Indica&ccedil;&atilde;o de Proced&ecirc;ncia Pinto Bandeira, as duas localizadas na Serra Ga&uacute;cha.<br /><br /><em><strong>A versatilidade da Chardonnay resulta em vinhos que podem variar bastante de acordo com a regi&atilde;o e o estilo de vinifica&ccedil;&atilde;o. </strong></em></span></div> <div><span style="font-size: 12pt;">Se ela vier de climas frios, apresentar&aacute; aromas de frutas c&iacute;tricas, (lim&atilde;o, tangerina, ma&ccedil;&atilde; verde, lima, maracuj&aacute;), o vinho ser&aacute; mais &aacute;cido e ter&aacute; uma estrutura mais acentuada, se for de regi&otilde;es quentes, os aromas ser&atilde;o de frutas tropicais (banana, manga, abacaxi, p&ecirc;ssego), com vinhos de sabor mais intenso e acidez moderada. </span></div> <div><span style="font-size: 12pt;"><em><strong>Quando passa por madeira apresenta untuosidade (sensa&ccedil;&atilde;o amanteigada), oleosidade e baunilha, encorpado e teor alco&oacute;lico mais elevado.</strong></em><br /><br />Na harmoniza&ccedil;&atilde;o a Chardonnay oferece v&aacute;rias op&ccedil;&otilde;es, sem passagem por carvalho, mais jovem e fresco &eacute; uma excelente op&ccedil;&atilde;o para entrada e combina bem com comidas mais leves, como mexilh&otilde;es, ostras e peixes de carne branca e pratos com maior acidez, tomate, alcaparra e alho-por&oacute;. </span></div> <div><span style="font-size: 12pt;"><strong>Os envelhecidos em carvalho combinam com pratos mais encorpados e ricos em aromas, como os defumados, untuosos que levam manteiga ou creme de leite na prepara&ccedil;&atilde;o, peixes com carnes mais estruturada como salm&atilde;o e o bacalhau, massas com molho branco e risotos.</strong><br /><br /> <br /><br />O Vinho<br /><br />Luiz Argenta Cave Chardonnay 8 Anos, safra 2012.<br /><br /><strong>Com colheita manual e sele&ccedil;&atilde;o criteriosa de cachos e bagas esse Chardonnay foi elaborado a partir da safra de 2010, envelhecido por 8 anos em barrica de carvalho franc&ecirc;s de primeiro uso e com edi&ccedil;&atilde;o limitada de 300 garrafas.</strong><br /><br />Visual: amarelo douradariz: aromas complexos, frutas c&iacute;tricas, mel, baunilha, am&ecirc;ndoas e madeira;</span></div> <div><span style="font-size: 12pt;"><strong>Nariz: aromas complexos, frutas c&iacute;tricas, mel, baunilha, am&ecirc;ndoas e madeira;</strong><br /><br />Boca:&nbsp;encorpado e amanteigado, o mel se destaca, apresenta uma leve oxida&ccedil;&atilde;o, acidez e &aacute;lcool equilibrados, tem uma leve presen&ccedil;a de taninos e final com boa persist&ecirc;ncia;</span><span style="font-size: 12pt;"><br /><br /><em><strong>Acho que o grande trabalho nesse vinho foi que depois desses 8 anos em barrica a madeira n&atilde;o se sobressai, incorporando aromas evolu&iacute;dos e uma boa estrutura &agrave; bebida, resultando em um vinho &uacute;nico.</strong></em><br /><br />Gradua&ccedil;&atilde;o alco&oacute;lica: 13,5 %;<br /><br /><strong><em>Temperatura de servi&ccedil;o: entre 10 e 14 &deg;C;</em></strong><br /><br />Harmoniza&ccedil;&atilde;o: vinho de medita&ccedil;&atilde;o. Deve ser apreciado lentamente para que os aromas possam evoluir na ta&ccedil;a.<br /><br /><br /><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;">Jo&atilde;o Ricardo Rodrigues administra no Facebook, a <a href="https://www.facebook.com/colunadevinhosblogdoninobellieny/">Coluna de Vinhos do Blog NB</a>&nbsp;e no Instagram tamb&eacute;m.</span></span></div>
Comentar
Compartilhe
A Perfeita Cidade dos Sonhos
14/06/2020 | 11h01
<div>BNB EXCLUSIVO</div> <div>ARTIGO DE <span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 12pt;">DIONES SIMES</span></div> <div>Convido meus amigos a dividirem um sonho comigo, vamos imaginar que estamos na cidade ideal, do jeito que sempre sonhamos.</div> <div>Na cidade dos meus sonhos, tudo &eacute; limpo, as pessoas s&atilde;o extremamente educadas, n&atilde;o jogam lixos nas vias p&uacute;blicas, enchente do rio &eacute; coisa rara, pois temos uma excelente infraestrutura, e todas as ruas s&atilde;o pavimentadas.</div> <div>As obras p&uacute;blicas t&ecirc;m in&iacute;cio, continuidade e conclus&atilde;o, respeitando o prazo e os crit&eacute;rios contratuais.</div> <div>E n&atilde;o existem termos aditivos. N&atilde;o, ningu&eacute;m &eacute; santo. Mas as coisas s&atilde;o levadas a s&eacute;rio na cidade dos meus, dos nossos sonhos.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Na cidade dos meus sonhos ningu&eacute;m tem costume de querer levar vantagem em tudo.</div> <div>Na nossa cidade de sonho n&atilde;o existe &ldquo;jeitinhos" , rachadinhas e laranjas".</div> <div>Na cidade dos meus sonhos quando surge uma epidemia ou pandemia, prontamente conseguimos os equipamentos necess&aacute;rios para atender a popula&ccedil;&atilde;o.</div> <div>Na cidade dos meus sonhos os jovens n&atilde;o est&atilde;o mergulhados nas drogas e nem s&atilde;o presas f&aacute;ceis para o tr&aacute;fico, afinal os pol&iacute;ticos investem pesado em educa&ccedil;&atilde;o, com profissionais extremamente qualificados, um trabalho em equipe fora do normal com a fam&iacute;lia dos alunos.</div> <div>Na cidade dos meus sonhos h&aacute; t&uacute;neis, passarelas, estrada do contorno, o tr&acirc;nsito flui, as ciclovias existem em toda a parte, h&aacute; pra&ccedil;as bem arborizadas e muito espa&ccedil;o para lazer.</div> <div>&Eacute; raro ter um engarrafamento.</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/14/170x96/1_cidade-1632993.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee62de28125a', 'cd_midia':1632993, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/14/cidade-1632993.jpg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '532', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:532px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/14/cidade-1632993.jpg" alt="" width="813" height="532"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></div> <div>Na cidade dos meus sonhos a Sa&uacute;de &eacute; igual pra todo mundo, nunca falta medica&ccedil;&atilde;o para os mais pobres, hospitais sempre prontos para atender sem precisar passar por "triagens" em outro lugar.</div> <div>Na cidade dos meus sonhos tem ind&uacute;strias, com&eacute;rcio forte, empregos sobram. Na cidade dos meus sonhos quem gera renda e vagas de trabalho,&nbsp; tem desconto nos impostos.</div> <div>Na cidade dos meus sonhos o homic&iacute;dio &eacute; raro. Nela houve uma reforma administrativa, teve concurso p&uacute;blico e acabou com as indica&ccedil;&otilde;es pol&iacute;ticas.</div> <div>Neste sonho, as pessoas se cumprimentam e se respeitam. N&atilde;o se encaram nos olhos a n&atilde;o ser que estejam conversando.</div> <div>E n&atilde;o est&atilde;o nem a&iacute; se voc&ecirc; se veste de roxo ou &eacute; religioso, ateu, agn&oacute;stico, qualquer coisa, na verdade, o que importa &eacute; que todos cumpram um papel na sociedade.</div> <div>Na cidade dos nossos sonhos os idosos s&atilde;o respeitados e t&ecirc;m vida longa. O profissional de Sa&uacute;de vai at&eacute; ele, caso este n&atilde;o possa ir ao hospital.</div> <div>Eita sonho lindo!</div> <div>As ruas est&atilde;o sempre em bom estado de conserva&ccedil;&atilde;o.</div> <div>Na cidade dos meus sonhos os motoristas diminuem a velocidade para as pessoas atravessarem nas faixas de pedestres.</div> <div>Na cidade dos meus sonhos, ningu&eacute;m superfatura ou tira vantagens do dinheiro p&uacute;blico.</div> <div>Na cidade dos meus sonhos se investe muito em saneamento b&aacute;sico.</div> <div>Na cidade dos meus sonhos o povo &eacute; maravilhoso e acolhedor, ali&aacute;s a &uacute;nica realidade no meu sonho, e por isso mesmo, n&atilde;o merece continuar do jeito que est&aacute;.</div> <div>E que a cidade dos meus, dos nossos sonhos, possa um dia existir de verdade.</div>
Comentar
Compartilhe
Hospital de Campanha de Campos: "Um Elefante Branco na Contramão"
13/06/2020 | 21h39
<div>BNB SA&Uacute;DE&nbsp;</div> <div><strong><em>Parece at&eacute; m&uacute;sica do extinto grupo Tigres de Bengala</em></strong>:Elefante Branco</div> <div><strong>Hospital de Campanha de Campos sem data para abertura</strong></div> <div>Por&nbsp;<span style="font-size: 12pt;"><strong>Juliana Oliveira</strong></span></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Em fiscaliza&ccedil;&atilde;o ao hospital de campanha de Campos dos Goytacazes, na regi&atilde;o Norte do Estado do Rio de Janeiro, o deputado estadual Filippe Poubel (PSL) constatou que n&atilde;o h&aacute; previs&atilde;o de inaugura&ccedil;&atilde;o da unidade cuja abertura estava prevista para esta quinta-feira (12/06).</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Foi a terceira visita do parlamentar ao espa&ccedil;o em Campos, e o cen&aacute;rio continua praticamente o mesmo, apenas tendas montadas. N&atilde;o h&aacute; sequer piso nas &aacute;reas, nem mobili&aacute;rio para funcionamento como camas e leitos; faltam tamb&eacute;m medicamentos, insumos e EPIs (Equipamentos de Prote&ccedil;&atilde;o Individual). Filippe Poubel tamb&eacute;m verificou que as obras da rede de esgoto sequer iniciaram e o hospital tamb&eacute;m n&atilde;o tem &aacute;gua.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>O prazo inicial para abertura da unidade em Campos era 30 de abril. Desde ent&atilde;o, outras cinco datas foram anunciadas pelo governo estadual, a &uacute;ltima delas nesta quinta (12), dia em que o deputado Filippe Poubel percorreu as instala&ccedil;&otilde;es.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>At&eacute; o momento, dos sete hospitais de campanha anunciados pelo governador Wilson Witzel, apenas o do Maracan&atilde; est&aacute; funcionando com 30% da sua capacidade em meio a pedidos de demiss&otilde;es de funcion&aacute;rios que alegam falta de condi&ccedil;&otilde;es de trabalho.</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/13/170x96/1_tigre-1632884.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee57181105da', 'cd_midia':1632884, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/13/tigre-1632884.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '275', 'cd_midia_h': '183', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:275px;height:183px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/13/tigre-1632884.jpeg" alt="" width="275" height="183"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&ldquo;&Eacute; muito triste e revoltante o que temos visto. A cada minuto que passa sem inaugurar os hospitais de campanha s&atilde;o vidas perdidas. Mortes por fruto da roubalheira, irresponsabilidade e falta de humanidade do governador. Seguirei fiscalizando e lutando para a consolida&ccedil;&atilde;o do impeachment, o destino do governador tem de ser a pris&atilde;o&rdquo;, afirmou o deputado Filippe Poubel.</div>
Comentar
Compartilhe
Da Região Noroeste Direto para o Ministério da Saúde
13/06/2020 | 18h16
<div>BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O</div> <div>Nascido e criado em Natividade-RJ, o administrador Leandro Bazeth Levone, recebeu um convite para atuar na Esplanada dos Minist&eacute;rios em Bras&iacute;lia-DF, fazendo parte da equipe or&ccedil;ament&aacute;ria do Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Leandro foi convidado pelo coronel Jos&eacute; Luiz Barreto, integrante do DCT - Departamento de Ci&ecirc;ncia e Tecnologia do Ex&eacute;rcito Brasileiro, com quem Levone fez amizade durante uma visita ao &oacute;rg&atilde;o em 2017, quando se projetava implantar em Itaperuna um polo de desenvolvimento de novas tecnologias para a Sa&uacute;de.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Por falta de apoio municipal, o projeto n&atilde;o vingou, mas gerou conhecimento com figur&otilde;es da &aacute;rea governamental em Bras&iacute;lia, surgindo recentemente o convite para mudar-se para a Capital Federal.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Levone ficou lisonjeado e tentado, mas depois de 20 anos ocupando cargos em administra&ccedil;&otilde;es p&uacute;blicas de munic&iacute;pios variados, agradeceu e recusou a proposta, mesmo considerando bem motivadora e decidiu continuar sua miss&atilde;o no setor&nbsp;&nbsp;da educa&ccedil;&atilde;o, sendo gestor de 3 polos de uma universidade brasileira, no Sul Capixaba, na Zona da Mata Mineira e no Noroeste Fluminense.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div>
Comentar
Compartilhe
Motos Ensurdecem a Cidade de Campos dos Goytacazes
13/06/2020 | 16h28
<div>BNB ARTIGO EXCLUSIVO</div> <div><em><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"> Uma minoria barulhenta transtorna a imagem da maioria de bons motociclistas</span></em></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 12pt;"><strong>Junior Lucena</strong></span></div> <div>Nos &uacute;ltimos dias t&ecirc;m circulado na Internet, sobretudo nas redes sociais, v&aacute;rias manifesta&ccedil;&otilde;es acerca dos ru&iacute;dos emitidos por motocicletas, acentuados neste per&iacute;odo de isolamento social, em que houve aumento significativo dos servi&ccedil;os de entregas em domic&iacute;lio, consequentemente, deste tipo de ve&iacute;culo circulando pelas ruas da cidade.</div> <div>Outro evento que contribui para que se sobressaia o som emitido por elas, &eacute; a diminui&ccedil;&atilde;o da circula&ccedil;&atilde;o de carros, caminh&otilde;es, paralisa&ccedil;&atilde;o de obras e outras atividades que tamb&eacute;m produzem ru&iacute;dos, uns abafando os outros por serem mais fortes.</div> <div>&Eacute; realmente muito desagrad&aacute;vel o som exagerado emitido pelas motos aceleradas, dando uma impress&atilde;o de provoca&ccedil;&atilde;o, gerando falta de respeito &agrave;s outras pessoas, no entanto, falando em respeito, n&atilde;o nos cabe creditar tal inconveni&ecirc;ncia a uma classe profissional como os motoboys, por exemplo.</div> <div>A maioria &eacute; de profissionais s&eacute;rios e respons&aacute;veis, pais de fam&iacute;lia e que est&atilde;o se expondo n&atilde;o s&oacute; ao anda&ccedil;o de um v&iacute;rus ainda novo e desconhecido, mas como aos diversos riscos inerentes &agrave; sua atividade, que merecem nosso respeito e admira&ccedil;&atilde;o e jamais podem ser desqualificados pelas atitudes de uma minoria.</div> <div>O fato &eacute; que, diante desses desagrad&aacute;veis acontecimentos, volta &agrave; tona uma quest&atilde;o outrora j&aacute; debatida em rodas de amigos, virtuais ou presenciais.</div> <div>Existe alguma regulamenta&ccedil;&atilde;o que co&iacute;ba essa pr&aacute;tica? Existe alguma penaliza&ccedil;&atilde;o para quem extrapola os limites de direito e respeito do pr&oacute;ximo?</div> <div>Numa pesquisa r&aacute;pida e informal, vi que o C&oacute;digo de Tr&acirc;nsito Brasileiro (CTB) prev&ecirc; a aplica&ccedil;&atilde;o de multa, pontua&ccedil;&atilde;o na CNH e at&eacute; reten&ccedil;&atilde;o do ve&iacute;culo cujas caracter&iacute;sticas originais e regulamentadas estejam violadas, como &eacute; o caso dos escapamentos das motocicletas.</div> <div>Al&eacute;m disso, o Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) tamb&eacute;m entende que a emiss&atilde;o desses ru&iacute;dos (e poluentes) prejudicam a sa&uacute;de e o ambiente, prevendo tamb&eacute;m as penalidades pertinentes.</div> <div>Diante do exposto, ficam alguns questionamentos: Onde est&aacute; a fiscaliza&ccedil;&atilde;o disso tudo? Por que essas pr&aacute;ticas continuam a acontecer?</div> <div>O que pode ser feito, em esfera local, municipal, para que isso acabe?</div> <div>Ser&aacute; que n&atilde;o existe um meio de criarmos uma regulamenta&ccedil;&atilde;o municipal, uma lei que cumpra com mais rigor as determina&ccedil;&otilde;es dos &oacute;rg&atilde;os nacionais supracitados? Fica aqui minha vis&atilde;o e gostaria muito de saber que uma solu&ccedil;&atilde;o est&aacute; sendo providenciada para atender ao interesse coletivo de bem estar e harmonia.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div>
Comentar
Compartilhe
A Atriz Regina Duarte e a Poesia da Itaperunense Delnia
13/06/2020 | 07h53
<div>BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O</div> <div><strong>Delnia Freitas</strong>, gosta de escrever desde menina, mas a partir de setembro do ano passado come&ccedil;ou a produzir com mais regularidade e a expor os trabalhos nas redes sociais.&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Da&iacute; para pensar no primeiro livro, n&atilde;o demorou muito, e seria lan&ccedil;ado agora- n&atilde;o fosse a pandemia da Covid-19- com o t&iacute;tulo de <span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><em><strong>Doses de Emo&ccedil;&atilde;o.</strong></em></span></div> <div>Com quase 7.000&nbsp; seguidores no Insta e com 5.000 amigos no Facebook, <em>Delnia</em> foi surpreendida ontem quando a professora universit&aacute;ria Elo&iacute;sa Zarro a avisou que, a atriz Regina Duarte, postara em seu perfil no Instagram, dedicando ao Dia dos Namorados.</div> <div>A poetisa, ou como escreveu certa vez Oto Maria&nbsp;Carpeaux sobre Cec&iacute;lia Meireles, &ldquo;<em><strong> ela n&atilde;o &eacute; poetisa, mas poeta: e grande poeta!</strong></em>&rdquo;, ficou feliz e entusiasmada com o reconhecimento e uma maior exposi&ccedil;&atilde;o de um trabalho seu.</div> <div>Quem quiser segu&iacute;-la no Instagram, basta procurar o perfil<strong><span style="color: #ff0000;"> <a style="color: #ff0000;" href="mailto:%[email protected]">@voupoetizando</a></span></strong></div> <div><span style="color: #000000;"><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/13/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_13_at_07_17_23-1632708.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee4adae2710d', 'cd_midia':1632708, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/13/whatsapp_image_2020_06_13_at_07_17_23-1632708.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'PrintColorItaperuna', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '561', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:561px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/13/whatsapp_image_2020_06_13_at_07_17_23-1632708.jpeg" alt="" width="561" height="813"> <figcaption> PrintColorItaperuna </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/13/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_13_at_07_32_03-1632709.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee4adae2710d', 'cd_midia':1632709, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/13/whatsapp_image_2020_06_13_at_07_32_03-1632709.jpeg', 'ds_midia': 'Delnia Freitas', 'ds_midia_credi': 'PrintColorItaperuna', 'ds_midia_titlo': 'Delnia Freitas', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '720', 'cd_midia_h': '697', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:720px;height:697px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/13/whatsapp_image_2020_06_13_at_07_32_03-1632709.jpeg" alt="Delnia Freitas" width="720" height="697"> <figcaption> Delnia Freitas / PrintColorItaperuna </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/13/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_13_at_07_40_05-1632710.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee4adae2710d', 'cd_midia':1632710, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/13/whatsapp_image_2020_06_13_at_07_40_05-1632710.jpeg', 'ds_midia': 'Instagram', 'ds_midia_credi': 'PrintColorItaperuna', 'ds_midia_titlo': 'Instagram', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '357', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:357px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/13/whatsapp_image_2020_06_13_at_07_40_05-1632710.jpeg" alt="Instagram" width="357" height="635"> <figcaption> Instagram / PrintColorItaperuna </figcaption> </figure></tinymce></span></div>
Comentar
Compartilhe
Um Naval Brasileiro de Nome França
12/06/2020 | 19h02
<div>BNB EXCLUSIVO</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 14pt;">ADSUMUS</span></div> <div>Ele n&atilde;o &eacute; itaperunense, mas a for&ccedil;a do amor o fez ser.&nbsp;</div> <div>Luiz Carlos <em><strong>Fran&ccedil;a</strong> </em>Alves Filho Console prestou concurso para o corpo de fuzileiros navais para turma II / 01 da Marinha do Brasil, ingressando no ano de 2002.</div> <div>Em 2006 foi promovido a Cabo, sendo apresentado ao Batalh&atilde;o de Viaturas Anf&iacute;bias, e atuou em um Clanf, carro blindado de lagartas anf&iacute;bio, at&eacute; dezembro de 2009.</div> <div>Em Janeiro de 2010 foi integrar o Pelot&atilde;o de Motos da Companhia de Pol&iacute;cia, no Distrito Federal, atuando como batedor em escoltas presidenciais.</div> <div>Em dezembro de 2013 retornou ao Rio para ser promovido em 2014 a 3&ordm; sargento, e no recente 11 de junho, foi promovido a 2&ordm; Sargento, mostrando a integridade de uma carreira disciplinada e vibrante.</div> <div>E como este fuzileiro naval passou a ser itaperunense, &eacute; mesmo a for&ccedil;a do amor quem explica: a advogada Priscila Console invadiu o Clanf do cora&ccedil;&atilde;o do fuzileiro e tudo mudou.</div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;"><em>O casal</em></span></div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/12/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_12_at_17_26_42-1632421.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee3fa5497202', 'cd_midia':1632421, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/12/whatsapp_image_2020_06_12_at_17_26_42-1632421.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'ArquivoFamiliar ', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '395', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:395px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/12/whatsapp_image_2020_06_12_at_17_26_42-1632421.jpeg" alt="" width="813" height="395"> <figcaption> ArquivoFamiliar </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/12/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_12_at_16_04_50-1632420.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee3fa5497202', 'cd_midia':1632420, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/12/whatsapp_image_2020_06_12_at_16_04_50-1632420.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'ArquivoFamiliar ', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '507', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:507px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/12/whatsapp_image_2020_06_12_at_16_04_50-1632420.jpeg" alt="" width="507" height="635"> <figcaption> ArquivoFamiliar </figcaption> </figure></tinymce>.</div>
Comentar
Compartilhe
Depoimento Exclusivo de uma Mulher que Se Curou da Covid-19
12/06/2020 | 15h14
<div>BNB EXCLUSIVO</div> <div>Uma jovem itaperunense relata o acontecido, pedindo para n&atilde;o identificar-se.</div> <div>EU ESTIVE L&Aacute;</div> <div><strong>XXX</strong></div> <div>Sou al&eacute;rgica e tenho crise de asma e bronquite, bem controlada, por&eacute;m sou do grupo de risco para a Covid-19.</div> <div>Com essa mudan&ccedil;a de temperatura de domingo passado para a segunda-feira, tive uma crise de alergia e na ter&ccedil;a senti uma leve dor na garganta, essa dorzinha me chamou aten&ccedil;&atilde;o porque nunca tive&nbsp; algo semelhante.</div> <div><strong><em>Na quarta-feira, quarto dia do ocorrido, liguei para o m&eacute;dico e fui ao hospital onde ele estava atendendo, l&aacute; fiz tomografia, exames de sangue e o RT-PCR, mesmo assim teria que esperar pelo resultado, no m&iacute;nimo 48 horas.</em></strong></div> <div>O m&eacute;dico disse-me que n&atilde;o seria caso de interna&ccedil;&atilde;o, que era para ir para minha casa e ficar em isolamento at&eacute; sair o resultado, mas que come&ccedil;aria o tratamento naquele momento, me receitando Ivermectina dose &uacute;nica e&nbsp; por 5 dias, Azitromicina e Hidroxicloroquina, e se eu concordaria.</div> <div>Isto posto, aceitei e comecei o tratamento imediatamente.</div> <div><em><strong>Na segunda-feira saiu o resultado do exame, dando positivo.</strong></em></div> <div>Meus sintomas n&atilde;o foram al&eacute;m da&nbsp; j&aacute; referida dor na garganta, um inc&ocirc;modo constante, mas fraco, e umas <em>manchinhas vermelhas*</em> no bra&ccedil;o, como picadas de mosquito.</div> <div><strong><em>&Eacute; bom que todos fiquem atentos, pois a doen&ccedil;a &eacute; imprevis&iacute;vel,&nbsp; mas se n&atilde;o eu tivesse me tratado? O que teria acontecido?</em></strong></div> <div>N&atilde;o sei&nbsp; responder, mas n&atilde;o acho certo esperar a piora para ent&atilde;o tratar.</div> <div>N&atilde;o tive febre nem tosse, nenhum sintoma de gripe. As pessoas t&ecirc;m que ficar atentas ao pr&oacute;prio corpo, os sinais podem ser pequenos,&nbsp; o certo &eacute; procurar de imediato um m&eacute;dico e n&atilde;o ter medo de tomar rem&eacute;dios.</div> <div><em><strong>Alguns ir&atilde;o tomar e morrer? Creio que muito menos do que os que morreram por n&atilde;o usarem ou os que ainda morrer&atilde;o por n&atilde;o usar, mas &eacute; important&iacute;ssimo procurar um m&eacute;dico ou mais de um, nada de automedica&ccedil;&atilde;o, de modo algum! &Eacute; preciso saber a dosagem certa e s&oacute; os m&eacute;dicos sabem qual para cada paciente.</strong></em></div> <div>Fiquem atentos e se cuidem!</div> <div>*<tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/12/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_12_at_12_53_09-1632374.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee3c584337c8', 'cd_midia':1632374, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/12/whatsapp_image_2020_06_12_at_12_53_09-1632374.jpeg', 'ds_midia': 'Selfie do bra&ccedil;o da depoente', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': 'Selfie do bra&ccedil;o da depoente', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '609', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:609px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/12/whatsapp_image_2020_06_12_at_12_53_09-1632374.jpeg" alt="Selfie do bra&ccedil;o da depoente" width="609" height="813"> <figcaption> Selfie do bra&ccedil;o da depoente </figcaption> </figure></tinymce></div>
Comentar
Compartilhe
Ex-Secretária Descola Sua Imagem do Atual Governo Itaperunense
12/06/2020 | 14h00
<div><span style="font-size: 14pt;"><strong><em>Nota de esclarecimento</em></strong></span></div> <div>&nbsp;&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>Venho por meio dessa esclarecer a minha pr&eacute;-candidatura e a n&atilde;o vincula&ccedil;&atilde;o com atual administra&ccedil;&atilde;o p&uacute;blica da cidade de Itaperuna.</em></strong></div> <div><strong><em>Concorrerei a Prefeitura de Itaperuna nas pr&oacute;ximas elei&ccedil;&otilde;es municipais pelo Partido da Mulher Brasileira PMB que sou presidente do partido em Itaperuna. </em></strong></div> <div><strong><em>Nesse mesmo momento, informo que n&atilde;o possuo qualquer v&iacute;nculo eleitoral com a atual Prefeito da cidade de Itaperuna ou mesmo coliga&ccedil;&otilde;es para as elei&ccedil;&otilde;es proporcionais que inclusive &eacute; vedada pela Constitui&ccedil;&atilde;o Federal Art. 17.</em></strong></div> <div>&nbsp;&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>Fui Secret&aacute;ria de Meio Ambiente da Cidade de Itaperuna, e logo depois assessora da Cultura no Governo do Estado do Rio de Janeiro e coordenei o interior. </em></strong></div> <div><strong><em>Como secret&aacute;ria apenas tive respeito &agrave;s boas pr&aacute;ticas institucionais voltadas &agrave; boa utiliza&ccedil;&atilde;o dos recursos empenhados na cidade.</em></strong></div> <div><strong><em>Nesses cargos que exerci n&atilde;o me leva a nenhuma conson&acirc;ncia de apoio ou qualquer tipo de aproxima&ccedil;&atilde;o, prote&ccedil;&atilde;o, respaldo com o atual Prefeito, sou candidata em car&aacute;cter independente. </em></strong></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>Por fim, quero registrar que estou certo da lisura e transpar&ecirc;ncia em meu processo eleitoral na busca de uma elei&ccedil;&atilde;o limpa, transparente, democr&aacute;tica; Estes sim, os adjetivos dos maiores interessados em manter a seriedade e os interesse de Itaperuna.</em></strong></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>Desde j&aacute;,</em></strong></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong>Jeane Hespanhol.</strong></div> <div><strong><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/12/170x96/1_jeanne-1632213.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee3b41038936', 'cd_midia':1632213, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/12/jeanne-1632213.jpg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'ArquivoPessoal', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '457', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:457px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/12/jeanne-1632213.jpg" alt="" width="813" height="457"> <figcaption> ArquivoPessoal </figcaption> </figure></tinymce></strong></div>
Comentar
Compartilhe
Direitista Confirma Ser Dele Áudio Vazado
12/06/2020 | 12h09
<div>BNB EXCLUSIVO</div> <div>Grande repercuss&atilde;o nas redes sociais</div> <div>O l&iacute;der de um grupo de Direita em Itaperuna-RJ, <em><strong>Robson Almeida Jr</strong></em>., enviou uma declara&ccedil;&atilde;o para este Blog:</div> <div><strong><em>"Est&aacute; circulando pelo Whatsapp um &aacute;udio meu, no qual falo da situa&ccedil;&atilde;o infeliz de estar sendo atacado por ter declarado apoio a um pr&eacute; candidato a prefeito. </em></strong></div> <div><strong><em>Tamb&eacute;m falo de onde partem esses ataques e fa&ccedil;o um resumo da raz&atilde;o de&nbsp; escolher a quem escolhi para apoiar. </em></strong></div> <div><strong><em>Sim. Confirmo que o &aacute;udio &eacute; meu, n&atilde;o retiro nada que disse e aquela &eacute; a verdade."</em></strong><br /><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee399d0e8dec', 'cd_midia':1632144, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/png/2020/06/12/shopping-1632144.png', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '272', 'cd_midia_h': '272', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:272px;height:272px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/png/2020/06/12/shopping-1632144.png" alt="" width="272" height="272"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce><br /></div>
Comentar
Compartilhe
Educação em Tempo de Pré, Durante e Pós-Pandemia
12/06/2020 | 08h23
<div>BNB EXCLUSIVA</div> <div><strong>Professor mostrou conhecimento e experi&ecirc;ncia</strong></div> <div><strong>Itaperuna-RJ</strong></div> <div><br />O Conselho Regional Noroeste, da Firjan-Federa&ccedil;&atilde;o das Ind&uacute;strias do Estado do Rio de Janeiro, reuniu-se por v&iacute;deo-confer&ecirc;ncia, no recente 9 de junho, com a participa&ccedil;&atilde;o do presidente da entidade, Eduardo Eugenio Gouv&ecirc;a Vieira.</div> <div><br />Convidado especial, o gestor nacional da P&oacute;s-Gradua&ccedil;&atilde;o da Afya Educacional, o professor e doutor Andr&eacute; Raeli Gomes, falou sobre o tema Educa&ccedil;&atilde;o em Tempo de Pr&eacute;, Durante e P&oacute;s-Pandemia, com debate em seguida.</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/12/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_12_at_08_04_58-1632002.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee3626622bbd', 'cd_midia':1632002, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/12/whatsapp_image_2020_06_12_at_08_04_58-1632002.jpeg', 'ds_midia': 'A confer&ecirc;ncia', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': 'A confer&ecirc;ncia', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '508', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:508px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/12/whatsapp_image_2020_06_12_at_08_04_58-1632002.jpeg" alt="A confer&ecirc;ncia" width="813" height="508"> <figcaption> A confer&ecirc;ncia </figcaption> </figure></tinymce></div>
Comentar
Compartilhe
Justiça Bloqueia Bens de Prefeito e Procurador de Itaperuna
11/06/2020 | 20h47
<div>BNB JUSTI&Ccedil;A</div> <div>Respondendo &agrave; uma ACP, foi deferido pela Justi&ccedil;a, uma liminar na forma de medida cautelar, bloqueando os bens do prefeito de Itaperuna, Marcus Vin&iacute;cius e do procurador do munic&iacute;pio, Vitor Meirelles, como garantia de reparar poss&iacute;veis danos ao er&aacute;rio em senten&ccedil;a futura. A a&ccedil;&atilde;o foi movida pelo Minist&eacute;rio P&uacute;blico do Estado do Rio.</div> <div>A respeito, o procurador municipal, Meirelles, disse:</div> <div><strong><em>"Trata-se apenas de uma Medida Cautelar, que em nada guarda rela&ccedil;&atilde;o com o M&eacute;rito da A&ccedil;&atilde;o. Esta Medida visa momentaneamente assegurar o Direito invocado pelo MP e &eacute; provis&oacute;ria. Note-se que o Ju&iacute;zo j&aacute; designou a apresenta&ccedil;&atilde;o de Defesa Preliminar, onde ent&atilde;o ser&aacute; reavaliado pelo Ju&iacute;zo a manuten&ccedil;&atilde;o da Cautelar e se a demanda virar&aacute; ou n&atilde;o processo. No que pertine a mim, como Procurador e como Parte, afirmo que a minha fala na live foi estritamente dentro da minha Atribui&ccedil;&atilde;o, bem como jamais advoguei ap&oacute;s tomar posse do cargo que ocupo.</em></strong></div> <div><strong><em>&Eacute; uma quest&atilde;o de m&eacute;rito, que depende exclusivamente de provas. Sou um admirador do Minist&eacute;rio P&uacute;blico, das suas fun&ccedil;&otilde;es e prerrogativas, tenho na minha cole&ccedil;&atilde;o de amigos diversos promotores de Justi&ccedil;a, assim como fui aluno da Associa&ccedil;&atilde;o do Minist&eacute;rio P&uacute;blico deste Estado, ent&atilde;o, confio cegamente neste &oacute;rg&atilde;o, e, sobretudo, no Poder Judici&aacute;rio, que sempre foi o meu altar sagrado. Portanto, estou totalmente tranquilo e disposto a levar a verdade ao feito, que reputo inoportuno e descabido, e, seguirei o meu labor da forma &eacute;tica e proba como sempre me pautei."</em></strong></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div>
Comentar
Compartilhe
Um Futuro Repetindo as Falhas do Presente
11/06/2020 | 19h26
<div>BNB EXCLUSIVO</div> <div>TRAG&Eacute;DIA ANUNCIADA OU A FAL&Ecirc;NCIA DA EVOLU&Ccedil;&Atilde;O HUMANA</div> <div>Por <strong><em>Humberto Medeiros Cabral Vicente</em> </strong></div> <div>Um erro comum na educa&ccedil;&atilde;o &eacute; acreditar que as formas e m&eacute;todos que deram certo no</div> <div>passado v&atilde;o responder &agrave;s quest&otilde;es do presente e do futuro.</div> <div>O naturalista brit&acirc;nico Charles Darwin disse&nbsp;que o vencedor da sele&ccedil;&atilde;o das esp&eacute;cies n&atilde;o foi o mais forte, e sim o mais adapt&aacute;vel.</div> <div>Por isso mesmo, as mudan&ccedil;as geracionais exigem adapta&ccedil;&otilde;es e modifica&ccedil;&otilde;es constantes por parte dos</div> <div>educadores.</div> <div>N&atilde;o que tudo tenha de ser revisto ou revogado, mas que as mudan&ccedil;as s&atilde;o necess&aacute;rias e</div> <div>devem ser bem-vindas.</div> <div>A gera&ccedil;&atilde;o atual &eacute; impaciente, n&atilde;o espera processos e busca gratifica&ccedil;&otilde;es instant&acirc;neas.</div> <div>Seus relacionamentos t&ecirc;m v&iacute;nculos de outra ordem, como os das redes sociais, al&eacute;m de ter dificuldades em lidar com promessas e recompensas futuras.</div> <div>Como a educa&ccedil;&atilde;o &eacute; processual, e isso n&atilde;o mudou, muitos se sentem desestimulados a acreditar e esperar pelos resultados que ela oferece.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;"><strong><em>Refer&ecirc;ncias</em></strong></span></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;"><strong><em>EDUCAR os filhos &eacute; dever de todo pai e m&atilde;e, que isso te fa&ccedil;a refletir!.</em></strong></span></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;"><strong><em>Realiza&ccedil;&atilde;o de Rossandro Klinjey. 2017. 5:33 (5 min.), son., color. Dispon&iacute;vel em:</em></strong></span></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;"><strong><em>https://www.youtube.com/watch?v=IUbV4rg3qic. Acesso em: 12 abr. 2017.</em></strong></span></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;"><strong><em>44 Letters from the Liquid Modern World, Zygmunt Bauman, EDITORA Zahar, Edi&ccedil;&atilde;o</em></strong></span></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;"><strong><em>eletr&ocirc;nica: julho 2011, Capitulo &ndash; 4 On-line, off-line (p.22-25)</em></strong></span></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;"><strong><em>1. Ver &ldquo;The thoughtful&rdquo;, FO/futureorientation, jan 2008, p.11.</em></strong></span></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;"><strong><em>2. Em www.wxii12.com/health/16172076/detail.html.</em></strong></span></div>
Comentar
Compartilhe
25º Assassinato em Itaperuna-RJ
11/06/2020 | 11h35
<div>BNB IN-SEGURAN&Ccedil;A</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 14pt;">Coronhatiros</span></div> <div>O pr&oacute;ximo 2 de julho ser&aacute; o dia da metade deste ano, com 182 passados e 182 a transcorrerem. Antes disso, 25 assassinatos foram cometidos em Itaperuna at&eacute; hoje.</div> <div>Como o mais recente, vitimando L.R.V, de 26 anos, que estava em casa, na Rua Costa Azevedo, Bairro Aeroporto, quando durante a madrugada desta quinta-feira, dois homens o executaram.&nbsp;</div> <div>O n&uacute;mero de crimes assusta a popula&ccedil;&atilde;o e redobra os esfor&ccedil;os das pol&iacute;cias Civil, Militar e do MP, j&aacute; que a cidade sempre foi considerada uma "Ilha de Tranquilidade" no Noroeste Fluminense.</div>
Comentar
Compartilhe
Novo Decreto da Pref vai Flexibilizar Academias e Rodoviária
11/06/2020 | 10h19
<div>BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O</div> <div>ITAPERUNA-RJ</div> <div>De sexta-feira, dia 12, at&eacute; s&aacute;bado, 13 de junho de 2020, vai ser publicada uma determina&ccedil;&atilde;o municipal com detalhamento de como as academias ir&atilde;o funcionar durante o "novo normal",&nbsp; obedecendo aos protocolos m&eacute;dicos e &agrave; uma s&eacute;rie de restri&ccedil;&otilde;es.</div> <div>O decreto tamb&eacute;m&nbsp; permitir&aacute; a retomada do embarque e desembarque de passageiros na Rodovi&aacute;ria do munic&iacute;pio, seguindo os mesmos princ&iacute;pios estabelecidos.</div> <div><br /></div>
Comentar
Compartilhe
Engenheiro Lança Desafio no Blog Valendo 1 Mil Reais
10/06/2020 | 11h02
<div>BNB EXCLUSIVO</div> <div>Com apoio do BNB-BlogNinoBellieny, o professor universit&aacute;rio e engenheiro civil, Fabiano Ara&uacute;jo Pinto, atualmente exercendo a profiss&atilde;o nos EUA, lan&ccedil;ou um desafio aberto para os apaixonados por n&uacute;meros, independente de serem&nbsp; estudantes ou profissionais da &aacute;rea.</div> <div>A descri&ccedil;&atilde;o do teste &eacute; feita pelo pr&oacute;prio professor:</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong><em>Ol&aacute;! Est&aacute; lan&ccedil;ado um desafio valendo R$1.000,00. </em></strong></span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong><em>&Eacute; s&oacute; me enviarem a solu&ccedil;&atilde;o detalhada pelo Messenger at&eacute; o dia 20 de junho, &agrave;s 23:59 h. </em></strong></span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong><em>Haver&aacute; apenas um &uacute;nico vencedor,&nbsp; a ser divulgado no at&eacute; 21 de junho pr&oacute;ximo, durante o dia.&nbsp; </em></strong></span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong><em>O pr&ecirc;mio ir&aacute; para quem apresentar a melhor solu&ccedil;&atilde;o (detalhada) para o problema descrito no banner&nbsp; abaixo:</em></strong></span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong><em><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/10/170x96/1_fabiano-1631365.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee0e77577209', 'cd_midia':1631365, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/10/fabiano-1631365.jpg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '484', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:484px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/10/fabiano-1631365.jpg" alt="" width="484" height="635"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></em></strong></span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong><em>COMO PARTICIPAR</em></strong></span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong><em>Clique <span style="background-color: #ff0000;"><a style="background-color: #ff0000;" href="https://www.facebook.com/professorfabiano">AQUI</a></span></em></strong></span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong><em>Comiss&atilde;o julgadora:&nbsp; Fabiano Ara&uacute;jo, Adriano Dias- professor de Matem&aacute;tica SEEDUC-RJ e cursos preparat&oacute;rios Rio de Janeiro- e Maur&iacute;cio Araujo- Engenharia El&eacute;trica UERJ-RJ.</em></strong></span></div>
Comentar
Compartilhe
Evento Online Sobre Direito Eleitoral
09/06/2020 | 20h34
<div>Quem tiver interesse em participar do webin&aacute;rio sobre Direito Eleitoral, que ir&aacute; ocorrer amanh&atilde;,10 de junho, das 9:30 &agrave;s 18:30h, pode inscrever-se neste clicando <a href="https://www.sympla.com.br/webinario-de-direito-eleitoral__866262">AQUI.</a>&nbsp;De</div> <div>ntre as autoridades confirmadas est&atilde;o o presidente do TRE-RJ, desembargador Cl&aacute;udio Brand&atilde;o; o vice presidente e corregedor regional eleitoral, Cl&aacute;udio dell`Orto; a diretora da Escola Judici&aacute;ria Eleitoral do Rio de Janeiro (EJE-RJ), Cristiane Frota; os ministros do TSE Tarc&iacute;sio Vieira e Carlos M&aacute;rio Velloso; o presidente da Corte Superior Eleitoral da Rep&uacute;blica Dominicana, Rom&aacute;n J&aacute;quez; e os ex-ministros do TSE Luciana L&oacute;ssio e Joelson Dias. <br /><br /> <br /><br />O webin&aacute;rio ser&aacute; feito por meio da ferramenta Zoom, transmitido ao vivo pelo canal TV TRE-RJ no YouTube e contar&aacute; com quatro mesas tem&aacute;ticas: "O papel da Justi&ccedil;a Eleitoral em tempos de pandemia", "Condutas vedadas e o atual momento brasileiro", "A crise internacional da Covid-19 e o impacto nas elei&ccedil;&otilde;es" e " Perspectivas da Justi&ccedil;a Eleitoral p&oacute;s Covid-19". As mesas ser&atilde;o compostas por um mediador e tr&ecirc;s palestrantes e ter&atilde;o a dura&ccedil;&atilde;o de 1h30 cada. A programa&ccedil;&atilde;o completa, com todos os participantes, est&aacute; dispon&iacute;vel no Facebook do TRE-RJ neste link.<br /><br /><br /><br />O objetivo &eacute; promover a difus&atilde;o de ideias, da ci&ecirc;ncia e da t&eacute;cnica jur&iacute;dica, indispens&aacute;veis ao aprimoramento e ao bom andamento do processo eleitoral, refor&ccedil;ando a import&acirc;ncia do Estado Democr&aacute;tico de Direito e fortalecendo a forma&ccedil;&atilde;o da consci&ecirc;ncia cr&iacute;tica do cidad&atilde;o. O evento &eacute; promovido pela EJE-RJ em parceria com o Instituto de Pesquisa e Estudos Jur&iacute;dicos Avan&ccedil;ados (Ipeja), a Academia Brasileira de Direito Eleitoral e Pol&iacute;tico (Abradep) e o Col&eacute;gio Permanente de Juristas da Justi&ccedil;a Eleitoral (Copeje). Os participantes que se inscreverem e informarem nome, sobrenome e endere&ccedil;o de e-mail corretamente receber&atilde;o certificado de participa&ccedil;&atilde;o como ouvintes, com a carga de 8 horas, que ser&aacute; enviado por email at&eacute; 10 dias ap&oacute;s a realiza&ccedil;&atilde;o do evento.<br /><br /><br /><br />att</div>
Comentar
Compartilhe
Mulheres Itaperunenses Fazem Campanha Contra Violência
09/06/2020 | 19h09
<div>BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O</div> <div>A fot&oacute;grafa profissional Paula Brum, depois de conhecer e impactar-se com uma campanha realizada no Esp&iacute;rito Santo, resolveu fazer semelhante em Itaperuna-RJ.</div> <div>Adaptando-a &agrave;s caracter&iacute;sticas locais, convocou uma sele&ccedil;&atilde;o de primeira grandeza da sociedade itaperunense para uma mensagem silenciosa e gritante ao mesmo tempo.</div> <div>Algumas das personalidades participantes :</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_09_at_20_22_26-1631300.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee01a2ae5427', 'cd_midia':1631300, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/whatsapp_image_2020_06_09_at_20_22_26-1631300.jpeg', 'ds_midia': 'Paula Brum, a fot&oacute;grafa', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': 'Paula Brum, a fot&oacute;grafa', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '473', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:473px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/whatsapp_image_2020_06_09_at_20_22_26-1631300.jpeg" alt="Paula Brum, a fot&oacute;grafa" width="473" height="635"> <figcaption> Paula Brum, a fot&oacute;grafa </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_09_at_17_32_46-1631218.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee00553ed8f7', 'cd_midia':1631218, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/whatsapp_image_2020_06_09_at_17_32_46-1631218.jpeg', 'ds_midia': 'Maressa Rodrigues ', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': 'Maressa Rodrigues ', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '630', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:630px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/whatsapp_image_2020_06_09_at_17_32_46-1631218.jpeg" alt="Maressa Rodrigues " width="630" height="813"> <figcaption> Maressa Rodrigues </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_09_at_17_23_26__5_-1631217.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee00553ed8f7', 'cd_midia':1631217, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/whatsapp_image_2020_06_09_at_17_23_26__5_-1631217.jpeg', 'ds_midia': '...', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '...', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '675', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:675px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/whatsapp_image_2020_06_09_at_17_23_26__5_-1631217.jpeg" alt="..." width="675" height="813"> <figcaption> ... </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_09_at_17_23_26__2_-1631216.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee00553ed8f7', 'cd_midia':1631216, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/whatsapp_image_2020_06_09_at_17_23_26__2_-1631216.jpeg', 'ds_midia': 'Bete Ximenez', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': 'Bete Ximenez', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '732', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:732px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/whatsapp_image_2020_06_09_at_17_23_26__2_-1631216.jpeg" alt="Bete Ximenez" width="732" height="813"> <figcaption> Bete Ximenez </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_09_at_17_23_26__3_-1631104.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee0043dc3df5', 'cd_midia':1631104, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/whatsapp_image_2020_06_09_at_17_23_26__3_-1631104.jpeg', 'ds_midia': 'Laura Meirelles', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': 'Laura Meirelles', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '471', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:471px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/whatsapp_image_2020_06_09_at_17_23_26__3_-1631104.jpeg" alt="Laura Meirelles" width="471" height="635"> <figcaption> Laura Meirelles </figcaption> </figure></tinymce></div> <div>Outras fotografias est&atilde;o em um v&iacute;deo produzido tamb&eacute;m por Paula Brum. Assista clicando <a href="https://www.facebook.com/1082504691/posts/10219534454606966/"><span style="color: #ff0000;"><em><strong>AQUI</strong></em></span></a></div> <div><span style="color: #ff0000;"><em><strong><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_09_at_17_23_26__4_-1631105.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee0043dc3df5', 'cd_midia':1631105, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/whatsapp_image_2020_06_09_at_17_23_26__4_-1631105.jpeg', 'ds_midia': 'Simone Madona Theodoro', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': 'Simone Madona Theodoro', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '356', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:356px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/whatsapp_image_2020_06_09_at_17_23_26__4_-1631105.jpeg" alt="Simone Madona Theodoro" width="356" height="635"> <figcaption> Simone Madona Theodoro </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_09_at_17_23_26__1_-1631102.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ee0043dc3df5', 'cd_midia':1631102, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/whatsapp_image_2020_06_09_at_17_23_26__1_-1631102.jpeg', 'ds_midia': 'Fl&aacute;via Ornellas ', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': 'Fl&aacute;via Ornellas ', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '426', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:426px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/whatsapp_image_2020_06_09_at_17_23_26__1_-1631102.jpeg" alt="Fl&aacute;via Ornellas " width="426" height="635"> <figcaption> Fl&aacute;via Ornellas </figcaption> </figure></tinymce></strong></em></span></div>
Comentar
Compartilhe
Desembargador Suspende Veto ao Decreto do Estado do Rio
09/06/2020 | 18h03
<div>BNB JUSTI&Ccedil;A com O Globo</div> <div>O presidente do Tribunal de Justi&ccedil;a do Estado do Rio de Janeiro, desembargador Claudio de Mello Tavares, suspendeu, hoje, 9 de junho, os efeitos da liminar concedida pela 7&ordf; Vara de Fazenda P&uacute;blica que vetou trechos dos decretos do governador Wilson Witzel e do prefeito Marcelo Crivella, autorizando a flexibiliza&ccedil;&atilde;o das medidas de distanciamento social implantadas para conter a pandemia da Covid-19.</div> <div>Ao acolher os recursos dos governos estadual e municipal, o desembargador Claudio de Mello Tavares considerou que a decis&atilde;o da 7&ordf; Vara de Fazenda P&uacute;blica interferia em &aacute;rea do Poder Executivo, ao qual cabe decidir quanto &agrave; flexibiliza&ccedil;&atilde;o das regras em vigor.</div> <div>Ele destacou ainda a import&acirc;ncia da quest&atilde;o social da popula&ccedil;&atilde;o fluminense com a fal&ecirc;ncia de comerciantes e empres&aacute;rios e consequente perda de empregos.</div> <div>Em sua decis&atilde;o, o presidente do TJRJ ressaltou tamb&eacute;m que, estado e munic&iacute;pio se comprometeram a suspender a flexibiliza&ccedil;&atilde;o se houver aumento no n&uacute;mero de mortes e da curva de contamina&ccedil;&atilde;o.</div> <div>Os recursos foram impetrados na noite de segunda-feira diretamente no Gabinete da Presid&ecirc;ncia do TJRJ</div>
Comentar
Compartilhe
MP Recomenda Suspensão de Pagamento de Verba Trabalhista
09/06/2020 | 17h46
<div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong><em>BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O</em></strong></span></div> <div>Um servidor p&uacute;blico de Itaperuna est&aacute; prestes a receber da Prefeitura* local,&nbsp; aproximadamente R$ 1.265.649,67 decorrentes do processo administrativo n. 2020/1/237 em verbas trabalhistas.</div> <div>O servidor ajuizou a&ccedil;&otilde;es trabalhistas de n. ATOrd 0010101-67.2015.5.01.0471 e ATOrd 0102045-14.2019.5.01.0471 pleiteando as mesmas verbas.</div> <div>Todavia, a Justi&ccedil;a do Trabalho ainda n&atilde;o as concedeu.</div> <div>Administrativamente a decis&atilde;o do munic&iacute;pio &eacute; pelo pagamento.</div> <div>S&atilde;o verbas&nbsp; decorrentes de produtividade, gratifica&ccedil;&atilde;o n&iacute;vel t&eacute;cnico/universit&aacute;rio, adicional de atividade, representa&ccedil;&atilde;o e direito pessoal nos vencimentos para fins de c&aacute;lculo do Adicional de Tempo de Servi&ccedil;o, o Tri&ecirc;nio.</div> <div>Agora o MP recomenda ao Munic&iacute;pio a suspens&atilde;o&nbsp; do pagamento e a anula&ccedil;&atilde;o da nota de empenho* at&eacute; a decis&atilde;o da Justi&ccedil;a do Trabalho e tamb&eacute;m recomenda ao servidor&nbsp; n&atilde;o receber as verbas at&eacute; acontecer a autoriza&ccedil;&atilde;o judicial trabalhista.</div> <div>&nbsp;<span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;"><strong>*Os n&uacute;meros das notas de empenho: 143, 251 e 28.</strong></span></div> <div><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;"><strong>** A editoria do Blog tentou contato com a Procuradoria Geral do Munic&iacute;pio de Itaperuna-RJ, desde &agrave;s15:39h, para audi&ccedil;&atilde;o do contradit&oacute;rio, n&atilde;o havendo no tempo estipulado at&eacute; &agrave;s 19h de hoje, 9/6/2020, mas permanecendo dispon&iacute;vel para quaisquer explica&ccedil;&otilde;es ou comunicado oficial como sempre.</strong></span></div>
Comentar
Compartilhe
Polícia Federal em Itaperuna Operação Scepticus
09/06/2020 | 09h49
<div>BNB com<span style="font-size: 12pt;"><strong> Thamiris Moreira</strong></span> do<a href="http://www.portalozk.com/">&nbsp;portalozk.com</a></div> <div><em><strong>Opera&ccedil;&atilde;o come&ccedil;ou a partir de Carapebus-RJ</strong></em></div> <div>A Pol&iacute;cia Federal, com o MPF-Minist&eacute;rio P&uacute;blico Federal&nbsp; e a CGU-Controladoria Geral da Uni&atilde;o, come&ccedil;ou hoje bem cedo, 9 de junho, a opera&ccedil;&atilde;o <strong>SCEPTICUS</strong>, para apurar fraudes em licita&ccedil;&otilde;es no Fundo Municipal de Sa&uacute;de do Munic&iacute;pio de Carapebus-RJ.</div> <div>80 policiais federais, al&eacute;m de servidores do MPF e CGU, cumpriram 25 mandados de busca e apreens&atilde;o na Prefeitura Municipal de Carapebus, na Secretaria Municipal de Sa&uacute;de e Fundo Municipal de Sa&uacute;de, al&eacute;m de endere&ccedil;os de empresas e pessoas f&iacute;sicas situados nas cidades de Carapebus, <em><strong>Itaperuna</strong></em>, Duas Barras, Campos dos Goytacazes, S&atilde;o Jo&atilde;o da Barra, Maca&eacute;, Arma&ccedil;&atilde;o de B&uacute;zios e Vit&oacute;ria-ES, todos expedidos pela Vara Federal da Subse&ccedil;&atilde;o Judici&aacute;ria de Maca&eacute;.</div> <div>A apura&ccedil;&atilde;o&nbsp; identificou ind&iacute;cios de fraude em dispensas de licita&ccedil;&atilde;o realizadas para aquisi&ccedil;&atilde;o de medicamentos, equipamentos de prote&ccedil;&atilde;o individual (EPIs), testes r&aacute;pidos para detec&ccedil;&atilde;o do COVID-19, loca&ccedil;&atilde;o de equipamentos e insumos hospitalares e contrata&ccedil;&atilde;o de empresa para montagem de hospital de campanha.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Dentre os ind&iacute;cios de fraudes verificados est&atilde;o: a escolha de empresas antes mesmo da instaura&ccedil;&atilde;o de processos de licita&ccedil;&atilde;o; empresas com sede em endere&ccedil;os residenciais, sem empregados e bens; contrata&ccedil;&atilde;o de fornecedor que possui v&iacute;nculo familiar com servidor lotado na Secretaria de Sa&uacute;de.</div> <div>A soma de recursos p&uacute;blicos envolvidos nas dispensas de licita&ccedil;&atilde;o investigadas alcan&ccedil;a a cifra de aproximadamente R$ 4,7 milh&otilde;es.</div> <div>A palavra de origem latina <em><strong>scepticus</strong></em> significa ceticismo, que traduz a falta de cren&ccedil;a nas a&ccedil;&otilde;es empreendidas pelos agentes p&uacute;blicos e empres&aacute;rios investigados no combate ao COVID-19.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<strong>BNB com o&nbsp;portalozk.com</strong></div>
Comentar
Compartilhe
Nota do HSJA Sobre Socorro Financeiro Via Deputado
09/06/2020 | 09h02
<div>BNB SA&Uacute;DE&nbsp;</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/170x96/1_nota-1630829.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5edf79d57b459', 'cd_midia':1630829, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/nota-1630829.jpg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '650', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:650px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/09/nota-1630829.jpg" alt="" width="650" height="813"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></div> <div>&nbsp;</div>
Comentar
Compartilhe
Seja um Colaborador do Blog
09/06/2020 | 08h15
<div>BNB Oportunidade</div> <div>Quem gosta de escrever artigos, cr&ocirc;nicas e poemas pode enviar para o email <a href="mailto:[email protected]">[email protected]</a>&nbsp;</div> <div>Os textos poder&atilde;o ser revisados e editados e sendo informa&ccedil;&otilde;es, checadas.</div> <div>N&atilde;o ser&atilde;o permitidos os crimes de cal&uacute;nia, difama&ccedil;&atilde;o e inj&uacute;ria.*</div> <div>N&atilde;o h&aacute; remunera&ccedil;&atilde;o pecuni&aacute;ria, mas considerando o o quanto muitos querem divulgar o que escrevem, al&eacute;m dos pr&oacute;prios canais nas redes sociais,&nbsp; o BNB-Blog Nino Bellieny est&aacute; &agrave; disposi&ccedil;&atilde;o, levando para um vasto p&uacute;blico a arte e o talento de quem gosta de escrever, como ali&aacute;s j&aacute; faz h&aacute; muito tempo com a ajuda de v&aacute;rios colaboradores.</div> <div><span style="font-family: arial, helvetica, sans-serif;"><strong><em>*O material passara pelo crivo da editoria do Blog, podendo n&atilde;o ser publicado.</em></strong></span></div>
Comentar
Compartilhe
Itaperunense Assume Cargo Nacional em Grupo Educacional
08/06/2020 | 19h26
<div>BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O</div> <div>Andr&eacute; Raeli Gomes parte amanh&atilde; para Belo Horizonte-MG, onde a convite vai ser o gestor da P&oacute;s-Gradua&ccedil;&atilde;o da Afya Educacional.</div> <div>Professor da UniRedentor, depois Pr&oacute;-Reitor e por &uacute;ltimo Reitor, o professor e doutor Raeli, &eacute; considerado um dos mais brilhantes profissionais do Ensino Superior no Estado do Rio.</div> <div>Far&aacute; falta na cidade, mas em compensa&ccedil;&atilde;o, Itaperuna e a Regi&atilde;o Noroeste saem ganhando com um representante no primeiro cen&aacute;rio da educa&ccedil;&atilde;o brasileira.</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/08/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_08_at_19_18_34-1630658.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5edebabe58546', 'cd_midia':1630658, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/08/whatsapp_image_2020_06_08_at_19_18_34-1630658.jpeg', 'ds_midia': 'Raeli Gomes', 'ds_midia_credi': 'Mania de Sa&uacute;de e Google', 'ds_midia_titlo': 'Raeli Gomes', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '497', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:497px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/08/whatsapp_image_2020_06_08_at_19_18_34-1630658.jpeg" alt="Raeli Gomes" width="497" height="635"> <figcaption> Raeli Gomes / Mania de Sa&uacute;de e Google </figcaption> </figure></tinymce></div>
Comentar
Compartilhe
Quando Campos dos Goytacazes Assumirá o Verdadeiro Papel de Grandeza
08/06/2020 | 17h48
<div>BNB EXCLUSIVO</div> <div>Artigo de <strong><em>Junior Lucena*</em></strong></div> <div>Muito se fala nos problemas econ&ocirc;micos de Campos dos Goytacazes, por&eacute;m pouco se v&ecirc; efetivamente ser feito para que a situa&ccedil;&atilde;o do munic&iacute;pio realmente mude.</div> <div>Com algumas experi&ecirc;ncias marcantes em minha vida profissional, tive a oportunidade de conhecer realidades bem diferentes e que s&atilde;o tomadas como exemplos a serem seguidos, no que tange a administra&ccedil;&atilde;o e o planejamento em curto, m&eacute;dio e longo prazos.</div> <div>Nossa cidade tem uma hist&oacute;ria de muita luta e conquistas, desde os prim&oacute;rdios, na condi&ccedil;&atilde;o de Vila, at&eacute; os dias atuais, enquanto terra pr&oacute;spera e rica.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Ber&ccedil;o de grandes vultos e fatos hist&oacute;ricos, Campos sempre esteve em evid&ecirc;ncia no cen&aacute;rio social e econ&ocirc;mico nacional.</div> <div>Grande parte dessa for&ccedil;a deve-se ao ciclo sucroalcooleiro, que ajudou ao pa&iacute;s economicamente, fazendo frente &agrave;s grandes produ&ccedil;&otilde;es, sobretudo no nordeste do pa&iacute;s.</div> <div>Al&eacute;m disso, outras culturas agropecu&aacute;rias e pastoris tamb&eacute;m marcam a voca&ccedil;&atilde;o para o agroneg&oacute;cio que a nossa cidade disp&otilde;e.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Diferentes segmentos econ&ocirc;micos, como o com&eacute;rcio, por exemplo, tamb&eacute;m sempre mereceram um destaque.</div> <div>A natureza, muito generosa com Campos, n&atilde;o s&oacute; a fez uma plan&iacute;cie f&eacute;rtil, como nos presenteou com o mais importante rio da regi&atilde;o sudeste, cortando caudalosamente nossas entranhas terrenas, nos dando uma bacia que jorra o ouro negro a movimentar o pa&iacute;s e o mundo, o ainda important&iacute;sismo petr&oacute;leo.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Embora tenhamos todas essas qualidades, a sensa&ccedil;&atilde;o de que falta alguma coisa &eacute;&nbsp; latente, mas o que seria?</div> <div>A meu ver, precisamos olhar para a nossa terra, a nossa cultura, com mais carinho, valorizar o que &eacute; nosso, o que nossos antepassados fizeram para tornar essa cidade a maior e mais importante do interior do segundo mais importante estado do pa&iacute;s.</div> <div>E a partir da&iacute;, pensar no que deixaremos para nossos herdeiros.</div> <div>&Eacute; necess&aacute;rio um plano emergencial para sanar a economia local, principalmente nesse momento que passa o pa&iacute;s e trabalhar com afinco e determina&ccedil;&atilde;o para pensar daqui a 10, 20 ou 30 anos, onde queremos estar e como podemos fazer para chegar l&aacute;.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><em><strong>* Lucena &eacute; e</strong></em>mpres&aacute;rio e professor</div>
Comentar
Compartilhe
MP Pede Endurecimento do Isolamento Social em Itaperuna
08/06/2020 | 17h23
<div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 12pt;">BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O</span></div> <div>AO JU&Iacute;ZO DA 2&ordf; VARA DA COMARCA DE ITAPERUNA &ndash; RJ.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Autos do Processo n.&ordm;: 0003447-15.2020.8.19.0026.</div> <div>Pedido de Tutela Antecipada &ndash; Decreta&ccedil;&atilde;o de R&iacute;gidas Medidas de Isolamento Social &ndash; Fatos e</div> <div>Fundamentos Jur&iacute;dicos Novos.</div> <div>Trata-se de A&ccedil;&atilde;o Civil P&uacute;blica com pedido de tutela antecipada ajuizada pela</div> <div>Defensoria P&uacute;blica do Estado do Rio de Janeiro em face do Munic&iacute;pio de Itaperuna, com o objetivo de</div> <div>acompanhar as pol&iacute;ticas p&uacute;blicas implementadas pelo Munic&iacute;pio de Itaperuna, em raz&atilde;o da pandemia do</div> <div>Covid-19, diante das recomenda&ccedil;&otilde;es ao gestor municipal acerca do combate &agrave; dissemina&ccedil;&atilde;o do</div> <div>coronav&iacute;rus, respeitando o direito dos mais vulner&aacute;veis e sem perder em vista a pondera&ccedil;&atilde;o do bem</div> <div>maior neste momento, a sa&uacute;de p&uacute;blica.</div> <div>A presente demanda se baseia nas orienta&ccedil;&otilde;es da Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial de Sa&uacute;de,</div> <div>bem como no previsto na Lei Federal n&ordm; 13.979/2020 com altera&ccedil;&atilde;o dada pela Medida Provis&oacute;ria n&ordm;</div> <div>926/2020, al&eacute;m das Portarias do Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de de n&ordm; 356, 454 e Decretos Estaduais n&ordm; 46.970, de</div> <div>13 de mar&ccedil;o de 2020 (Disp&otilde;e sobre medidas tempor&aacute;rias de preven&ccedil;&atilde;o ao cont&aacute;gio e de enfrentamento</div> <div>da propaga&ccedil;&atilde;o decorrente do novo Coronav&iacute;rus (COVID-19) do regime de trabalho de servidor p&uacute;blico e</div> <div>contratado e d&aacute; outras provid&ecirc;ncias), o qual foi atualizado pelo Decreto n&ordm; 46.980, de 19 de mar&ccedil;o de</div> <div>2020, sendo posteriormente editado o Decreto Estadual n&ordm; 46.973 de 16 de mar&ccedil;o de 2020 (que disp&otilde;e</div> <div>sobre emerg&ecirc;ncia na sa&uacute;de p&uacute;blica do estado do Rio de Janeiro em raz&atilde;o do cont&aacute;gio e adota medidas</div> <div>de enfrentamento da propaga&ccedil;&atilde;o decorrente do novo Coronav&iacute;rus (COVID-19), e d&aacute; outras provid&ecirc;ncias,</div> <div>o qual determina a suspens&atilde;o de diversas atividades e determinadas restri&ccedil;&otilde;es em seus artigos 4&ordm; e 5&ordm;,</div> <div>pelo prazo de 15 (quinze) dias).</div> <div>Ademais, a pe&ccedil;a vestibular est&aacute; fundamentada nos Decretos Estadual n&ordm;</div> <div>46.984 e 47.006/2020.</div> <div>Em conson&acirc;ncia com as diretrizes e orienta&ccedil;&otilde;es da Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial de Sa&uacute;de,</div> <div>Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de, Governo Federal e Governo Estadual, o Munic&iacute;pio de Itaperuna expediu os</div> <div>Decretos 6217 de 16 de mar&ccedil;o de 2020, posteriormente modificados pelos Decretos 6219 e 6220,</div> <div>respectivamente editados nos dias 19 e 21 de mar&ccedil;o.</div> <div>Contudo, no intuito de somar for&ccedil;as &agrave;s orienta&ccedil;&otilde;es da Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial de Sa&uacute;de,</div> <div>a Defensoria P&uacute;blica recomendou ao Munic&iacute;pio de Itaperuna a orienta&ccedil;&atilde;o de que apenas fossem</div> <div>mantidas apenas os servi&ccedil;os essenciais &agrave; comunidade, onde uma reabertura, ainda que parcial, dos</div> <div>estabelecimentos comerciais deste Munic&iacute;pio, poder&aacute; impactar diretamente no n&uacute;mero de cont&aacute;gios,</div> <div>causando uma sobrecarga nas unidades de sa&uacute;de, as quais j&aacute; se encontram sobrecarregadas antes</div> <div>mesmo da pandemia do COVID-19.</div> <div>Em contrapartida, o Munic&iacute;pio de Itaperuna, ao inv&eacute;s de somar esfor&ccedil;os a fim atender</div> <div>as orienta&ccedil;&otilde;es do Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial de Sa&uacute;de e o isolamento horizontal, editou os Decretos n&ordm; 6221 e 6222, que vai na contram&atilde;o de tudo o que a sociedade m&eacute;dica vem defendendo como medida efetiva</div> <div>de combate &agrave; pandemia, al&eacute;m de ferir o disposto na Lei Federal n&ordm; 13.979.</div> <div>Aduz a parte autora, que a partir do momento em que se permite o funcionamento de</div> <div>atividades n&atilde;o essenciais, sem estudo cientifico pr&eacute;vio, de forma contr&aacute;ria aos termos previstos na</div> <div>legisla&ccedil;&atilde;o nacional, o Munic&iacute;pio coloca em risco a sua popula&ccedil;&atilde;o, eis que as diretivas da Organiza&ccedil;&atilde;o</div> <div>Mundial de Sa&uacute;de indicam o isolamento social como medida mais adequada na preven&ccedil;&atilde;o do cont&aacute;gio</div> <div>da doen&ccedil;a e tamb&eacute;m para dar tempo ao Sistema &Uacute;nico de Sa&uacute;de para se adequar &agrave;s demandas.</div> <div>No entanto, a postura adotada pelo Munic&iacute;pio &eacute; contr&aacute;ria ao previsto na Lei 13.979 e</div> <div>as diretrizes da Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial de Sa&uacute;de, haja vista que o decreto emanado pelo Poder Executivo</div> <div>Municipal n&atilde;o tem como escopo estudo ou laudo que assegure que o retorno das atividades comerciais</div> <div>regulares evita uma grave crise econ&ocirc;mica na cidade e n&atilde;o coloca em risco a sa&uacute;de da popula&ccedil;&atilde;o.</div> <div>N&atilde;o h&aacute;, tamb&eacute;m, como anexo ao Decreto, qualquer pol&iacute;tica p&uacute;blica implementada pelo r&eacute;u para evitar o</div> <div>cont&aacute;gio da COVID -19, nem quais unidades de sa&uacute;de ser&atilde;o respons&aacute;veis pelo atendimento dos</div> <div>poss&iacute;veis contaminados, de forma a comprovar que o Munic&iacute;pio est&aacute; preparado para prestar a</div> <div>assist&ecirc;ncia adequada aos seus munic&iacute;pios.</div> <div>Como causa de pedir, a parte autora pleiteia:</div> <div>a) A concess&atilde;o da tutela de urg&ecirc;ncia, em car&aacute;ter antecedente, para determinar,</div> <div>nos termos do art. 300 do C&oacute;digo de Processo Civil, que o Munic&iacute;pio de Itaperuna,</div> <div>representado pelo Exmo. Prefeito, a obriga&ccedil;&atilde;o de n&atilde;o fazer, no sentido de n&atilde;o</div> <div>autorizar a retorno das atividades regulares do com&eacute;rcio, dos profissionais liberais, de</div> <div>rever os protocolos de seguran&ccedil;a como a utiliza&ccedil;&atilde;o de m&aacute;scaras e medidas de higiene</div> <div>para os trabalhadores em atividades essenciais, a suspens&atilde;o da realiza&ccedil;&atilde;o de</div> <div>atividades religiosas capazes de ocasionar aglomera&ccedil;&atilde;o de pessoas, como vel&oacute;rios e</div> <div>demais atividades que contrariem as determina&ccedil;&otilde;es de isolamento social, at&eacute; que</div> <div>apresente laudo t&eacute;cnico demostrando que tal medida n&atilde;o implica em risco a sa&uacute;de</div> <div>p&uacute;blica, sob pena de multa pessoal ao Prefeito, ao pagamento de multa di&aacute;ria, no</div> <div>valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais), a ser convertida ao Fundo previsto no artigo 13</div> <div>da Lei 7.347/85, sem preju&iacute;zo das demais san&ccedil;&otilde;es c&iacute;veis e criminais aplic&aacute;veis &agrave;</div> <div>esp&eacute;cie, e, visando assegurar o resultado pr&aacute;tico equivalente ao do adimplemento da</div> <div>obriga&ccedil;&atilde;o acima mencionada (art. 84, &sect;5&ordm;, da Lei n&ordm; 8.078/90 e art. 536, &sect;1&ordm;, do CPC);</div> <div>b) Caso o munic&iacute;pio r&eacute;u j&aacute; tenha autorizado o retorno das atividades comerciais</div> <div>regulares, que a efic&aacute;cia do decreto seja suspensa at&eacute; que o r&eacute;u traga aos autos</div> <div>laudo assinado por profissional devidamente habilitado comprovando a inexist&ecirc;ncia de</div> <div>risco a sa&uacute;de p&uacute;blica na ado&ccedil;&atilde;o da politica de &ldquo;isolamento vertical&rdquo;;</div> <div>c) A intima&ccedil;&atilde;o pessoal do Munic&iacute;pio r&eacute;u e do Prefeito municipal sobre a concess&atilde;o</div> <div>da presente tutela de urg&ecirc;ncia de car&aacute;ter antecedente;</div> <div>d) requer a cita&ccedil;&atilde;o do r&eacute;u para, querendo, responder ao presente a&ccedil;&atilde;o, sob pena</div> <div>de revelia;</div> <div>e) pela intima&ccedil;&atilde;o do Minist&eacute;rio P&uacute;blico para intervir no feito como fiscal da ordem</div> <div>jur&iacute;dica, nos termos do art. 72 do CPC e art. 5&ordm;, &sect;1&ordm; da Lei 7.347/85;</div> <div>f) ao final, pela proced&ecirc;ncia do pedido, com a confirma&ccedil;&atilde;o da tutela de urg&ecirc;ncia</div> <div>em car&aacute;ter antecedente anteriormente concedida, para que o Munic&iacute;pio de Itaperuna</div> <div>seja condenado a obriga&ccedil;&atilde;o de n&atilde;o fazer, no sentido de n&atilde;o autorizar a retorno das</div> <div>atividades regulares do com&eacute;rcio, dos profissionais liberais, n&atilde;o rever os protocolos de</div> <div>seguran&ccedil;a como a utiliza&ccedil;&atilde;o de m&aacute;scaras e medidas de higiene para os trabalhadores</div> <div>em atividades essenciais, a suspens&atilde;o da realiza&ccedil;&atilde;o de atividades religiosas capazes</div> <div>de ocasionar aglomera&ccedil;&atilde;o de pessoas, como vel&oacute;rios e demais atividades que</div> <div>contrariem as determina&ccedil;&otilde;es de isolamento social, at&eacute; que apresente laudo t&eacute;cnico</div> <div>demostrando que tal medida n&atilde;o implica em risco a sa&uacute;de p&uacute;blica, at&eacute; que apresente</div> <div>laudo t&eacute;cnico demostrando que tal medida n&atilde;o implica em risco a sa&uacute;de p&uacute;blica, sob</div> <div>pena de multa pessoal ao Prefeito, ao pagamento de multa di&aacute;ria, no valor de R$</div> <div>10.000,00 (dez mil reais), a ser convertida ao Fundo previsto no artigo 13 da Lei</div> <div>7.347/85, sem preju&iacute;zo das demais san&ccedil;&otilde;es c&iacute;veis e criminais aplic&aacute;veis &agrave; esp&eacute;cie, e,</div> <div>visando assegurar o resultado pr&aacute;tico equivalente ao do adimplemento da obriga&ccedil;&atilde;o</div> <div>acima mencionada (art. 84, &sect;5&ordm;, da Lei n&ordm; 8.078/90 e art. 536, &sect;1&ordm;, do CPC);</div> <div>g) a condena&ccedil;&atilde;o do Munic&iacute;pio ao pagamento de custas e honor&aacute;rios advocat&iacute;cios,</div> <div>estes &uacute;ltimos a serem recolhidos em favor do Centro de Estudos Jur&iacute;dicos da</div> <div>Defensoria P&uacute;blica Geral do Estado do Rio de Janeiro, nos termos do art. 85 do</div> <div>CPC/2015 c/c art. 4&ordm;, XXI da LC n&ordm; 80/1994.</div> <div>Instado o Munic&iacute;pio de Itaperuna a se manifestar acerca do pedido de antecipa&ccedil;&atilde;o de</div> <div>tutela, este se manteve inerte, conforme se depreende do Ato Ordinat&oacute;rio de fls. 77.</div> <div>O Minist&eacute;rio P&uacute;blico exarou Parecer favor&aacute;vel ao deferimento da medida liminar,</div> <div>conforme se infere &agrave;s fls. 102/108.</div> <div>Em aten&ccedil;&atilde;o ao pleito formulado e ao processado, este douto Ju&iacute;zo proferiu a r.</div> <div>Decis&atilde;o de fls. 113/128, indeferimento o pedido de tutela antecipada.</div> <div>&Agrave;s fls. 131/138, consta informa&ccedil;&atilde;o prestada pelo Munic&iacute;pio de Itaperuna acerca dos</div> <div>leitos dispon&iacute;veis para o tratamento de COVID &ndash; 19, em s&iacute;ntese, diga-se de passagem, que o Munic&iacute;pio</div> <div>apenas consta com os leitos dispon&iacute;veis no PU e na UPA.</div> <div>Insatisfeita com a r. Decis&atilde;o de fls. 113/128, a parte Autora interp&ocirc;s Agravo de</div> <div>Instrumento, consoante se infere do Despacho de fl. 169.</div> <div>Os autos vieram para o Minist&eacute;rio P&uacute;blico, onde este, apenas exarou sua ci&ecirc;ncia da r.</div> <div>Decis&atilde;o de fls. 113/128</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Eis o sucinto relat&oacute;rio.</div> <div>Ab initio, esse novo pedido de tutela antecipada decorre da altera&ccedil;&atilde;o f&aacute;tica e</div> <div>jur&iacute;dica da evolu&ccedil;&atilde;o do cont&aacute;gio do COVID-19 no Munic&iacute;pio de Itaperuna, bem como a aus&ecirc;ncia</div> <div>de implementa&ccedil;&atilde;o de medidas efetivas pelo Poder P&uacute;blico municipal para fornecer tratamento de</div> <div>sa&uacute;de adequado aos futuros pacientes.</div> <div>Inicialmente, &eacute; de se salientar que os casos confirmados de COVID-19 no Munic&iacute;pio</div> <div>de Itaperuna v&ecirc;m crescendo absurdamente, conforme se extrai das mat&eacute;rias jornal&iacute;sticas vinculadas na</div> <div>m&iacute;dia regional, al&eacute;m da confirma&ccedil;&atilde;o dos fatos pelos boletins informativos da Secretaria de Estado de</div> <div>Sa&uacute;de e divulga&ccedil;&atilde;o pelo Munic&iacute;pio em suas redes sociais (documento em anexo).</div> <div>Ocorre que a situa&ccedil;&atilde;o do COVID-19 no Munic&iacute;pio de Itaperuna se agrava a cada dia</div> <div>mais se agrava, sen&atilde;o vejamos.</div> <div>Em of&iacute;cio expedido no Procedimento Administrativo 56/2020, o Minist&eacute;rio P&uacute;blico</div> <div>solicitou esclarecimentos t&eacute;cnicos do Munic&iacute;pio de Itaperuna para a n&atilde;o decreta&ccedil;&atilde;o de medidas de</div> <div>isolamento social r&iacute;gidas. Entretanto, o ente federativo n&atilde;o respondeu a requisi&ccedil;&atilde;o, que precisou ser</div> <div>reiterada (documentos anexos).</div> <div>Ademais, Excel&ecirc;ncia, o art. 3&ordm;, &sect;1&ordm;, da Lei n. 13.979/20 estabelece:</div> <div>&ldquo;As medidas previstas neste artigo somente poder&atilde;o ser determinadas com base</div> <div>em evid&ecirc;ncias cient&iacute;ficas e em an&aacute;lises sobre as informa&ccedil;&otilde;es estrat&eacute;gicas em</div> <div>sa&uacute;de e dever&atilde;o ser limitadas no tempo e no espa&ccedil;o ao m&iacute;nimo indispens&aacute;vel &agrave;</div> <div>promo&ccedil;&atilde;o e &agrave; preserva&ccedil;&atilde;o da sa&uacute;de p&uacute;blica.&rdquo;.</div> <div>Pela regra de paralelismo de formas que no Direito Administrativo, a Administra&ccedil;&atilde;o</div> <div>P&uacute;blica, por via transversa, somente poder&aacute; afrouxar as regras de isolamento social anteriormente</div> <div>decretadas quando existirem evid&ecirc;ncias cient&iacute;ficas e dados estrat&eacute;gicos que recomendem a medida.</div> <div>Foram justamente essas quest&otilde;es o objeto de requisi&ccedil;&atilde;o ministerial ao Munic&iacute;pio, que est&aacute; inerte. Ou</div> <div>seja, ao que tudo indica, a decis&atilde;o n&atilde;o tem qualquer amparo t&eacute;cnico, sendo de natureza estritamente</div> <div>pol&iacute;tica, estritamente vedado pela interpreta&ccedil;&atilde;o do comando legal.</div> <div>Al&eacute;m disso, conforme se demonstrar&aacute; nesta peti&ccedil;&atilde;o, h&aacute; uma deliberada conduta do Munic&iacute;pio em omitir dados do &Oacute;rg&atilde;o Ministerial.</div> <div>Foi requisitado ao CREMERJ que diligenciasse no Centro Municipal de Refer&ecirc;ncia do</div> <div>COVID-19, localizado em Itaperuna, a fim de verificar a atual situa&ccedil;&atilde;o das medidas adotadas pelo</div> <div>Munic&iacute;pio face &agrave;s orienta&ccedil;&otilde;es do Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de e da Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial de Sa&uacute;de, n&atilde;o sendo,</div> <div>para maior surpresa, diferente da que se esperava, qual seja, descaso com a sociedade itaperunense.</div> <div>Conforme se extai do relat&oacute;rio preliminar do CREMERJ (documento anexo), o</div> <div>Centro de Refer&ecirc;ncia COVID-19 montado pelo Munic&iacute;pio de Itaperuna n&atilde;o atende ao tratamento</div> <div>necess&aacute;rio para a patologia.</div> <div>a) Dos 08 (oito) leitos previstos para o tratamento do COVID na terapia</div> <div>intensiva, apenas 04 (quatro) possuem condi&ccedil;&otilde;es de funcionamento, ou</div> <div>seja, 50% (cinquenta por cento) do total;</div> <div>b) Inexistem leitos para interna&ccedil;&atilde;o pedi&aacute;trica, muito embora o Munic&iacute;pio tenha</div> <div>informado que 02 (dois) leitos estariam dispon&iacute;veis. Segundo o laudo</div> <div>t&eacute;cnico do CREMERJ: &ldquo;a crian&ccedil;a com suspei&ccedil;&atilde;o ou diagn&oacute;stico de COVID19, grave ou potencialmente grave, tende a ser alocada na UPA 24 horas do</div> <div>munic&iacute;pio, colocando-se, assim, em xeque o bem-estar de crian&ccedil;as outras,</div> <div>respectivos acompanhantes, bem como colaboradores da referida unidade&rdquo;;</div> <div>c) Os ventiladores contratados pelo Munic&iacute;pio, que s&atilde;o objeto de investiga&ccedil;&atilde;o</div> <div>pr&oacute;pria, n&atilde;o possuem recursos adequados ao tratamento de pacientes com</div> <div>COVID-19, eis que em desacordo com as normas tra&ccedil;adas pela ANVISA;</div> <div>d) A rede de gases medicinais n&atilde;o funcionava na data da visita, o que levou os</div> <div>pacientes a serem mantidos na UPA 24 horas do munic&iacute;pio, o que coloca em</div> <div>risco o bem-estar e a sa&uacute;de dos profissionais e demais pacientes atendidos</div> <div>naquela unidade. Isso, inclusive, gerou a impossibilidade de os pacientes</div> <div>serem remanejados para o Centro Municipal COVID, o que gerou suas</div> <div>inser&ccedil;&otilde;es no Sistema Estadual de Regula&ccedil;&atilde;o de Leitos.</div> <div>A situa&ccedil;&atilde;o se agrava ainda mais, pois o Munic&iacute;pio de Itaperuna se utiliza da</div> <div>estrutura da UPA 24 H para manter os pacientes que necessitam de aparelhos respirat&oacute;rios no</div> <div>tratamento do COVID-19, sem que a unidade de sa&uacute;de disponha de estrutura necess&aacute;ria para</div> <div>isolamento e tratamento desses pacientes. O pedido de transfer&ecirc;ncia &eacute; feito, via sistema de</div> <div>regula&ccedil;&atilde;o estadual, para um hospital que possua estrutura para atender, a contento, o mesmo,</div> <div>pois a unidade constru&iacute;da n&atilde;o apresenta condi&ccedil;&otilde;es m&eacute;dicas e t&eacute;cnicas para receb&ecirc;-los.</div> <div>Este &Oacute;rg&atilde;o de Execu&ccedil;&atilde;o oficiou a Central de Regula&ccedil;&atilde;o Estadual e do Noroeste</div> <div>Fluminense. Todavia, as informa&ccedil;&otilde;es prestadas foram vagas e imprecisas, o que foi objeto de</div> <div>reitera&ccedil;&atilde;o, sem a respectiva resposta. Da mesma forma, a UPA 24 horas n&atilde;o atendeu a contento a</div> <div>requisi&ccedil;&atilde;o ministerial nesse sentido.</div> <div>A resposta se referiu ao retrato hist&oacute;rico de pacientes na data da</div> <div>resposta, enquanto a requisi&ccedil;&atilde;o aconteceu por conta das situa&ccedil;&otilde;es pret&eacute;ritas, que j&aacute; haviam sido</div> <div>constatas por este &Oacute;rg&atilde;o de Execu&ccedil;&atilde;o e confirmadas pelo Relat&oacute;rio do CREMERJ. Isso caracteriza</div> <div>ind&iacute;cios de que, tanto o Munic&iacute;pio de Itaperuna, quanto a Central de Regula&ccedil;&atilde;o de Leitos,</div> <div>dificultam o trabalho de fiscaliza&ccedil;&atilde;o das medidas adotadas, bem como omitem informa&ccedil;&otilde;es, o</div> <div>que ser&aacute; objeto de apura&ccedil;&atilde;o em procedimento pr&oacute;prio.</div> <div>Isto demonstra que, o Centro de Refer&ecirc;ncia COVID-19 n&atilde;o possui estrutura para</div> <div>atender a contento os pacientes diagnosticados pelos sintomas do COVID-19. Em outras</div> <div>palavras, existe um hospital de campanha, por&eacute;m ele n&atilde;o funciona. Todos os recursos p&uacute;blicos</div> <div>empregados na constru&ccedil;&atilde;o desta unidade foram em v&atilde;o. Apenas se utilizou a falsa expectativa de</div> <div>implementa&ccedil;&atilde;o de uma unidade hospitalar, com uso de recursos p&uacute;blicos, que est&aacute; inoperante, em raz&atilde;o</div> <div>de inviabilidade t&eacute;cnica e m&eacute;dica.</div> <div>Ademais, urge destacar a aus&ecirc;ncia de leitos de UTI pedi&aacute;trica para os casos de</div> <div>COVID-19, sendo, portanto, utilizados os leitos da UPA 24 H, para tanto, o que, segundo o laudo m&eacute;dico,</div> <div>coloca em risco a sa&uacute;de das crian&ccedil;as, as quais a Constitui&ccedil;&atilde;o de Rep&uacute;blica imp&ocirc;s o tratamento com</div> <div>absoluta prioridade.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Diante dessas informa&ccedil;&otilde;es recentemente prestadas pelo CREMERJ, verifica-se que a</div> <div>situa&ccedil;&atilde;o se agrava e necessita de medidas de isolamento social, ao contr&aacute;rio do que realizou o</div> <div>Munic&iacute;pio de Itaperuna, ao flexibilizar as regras. Diga-se, todo do com&eacute;rcio n&atilde;o essencial de Itaperuna</div> <div>est&aacute; em pleno funcionamento e a circula&ccedil;&atilde;o de pessoas &eacute; alta (basta andar nas ruas de Itaperuna para</div> <div>constatar), o que prolifera o cont&aacute;gio do coronav&iacute;rus.</div> <div>Os casos de cont&aacute;gio crescem exponencialmente no Munic&iacute;pio, que n&atilde;o tem</div> <div>capacidade para absorver a demanda, tanto que regula os pacientes para unidades hospitalares de</div> <div>outras entidades federativas.</div> <div>Tanto &eacute; verdade, que a imprensa local, vide v&iacute;deo da reportagem</div> <div><a href="http://admin2.fiveedit.com.br/(https:/adilsonribeiro.net/2020/06/05/coronavirus-estado-de-saude-de-advogado-piora-e-familia-lutapara-tranferi-lo-para-hospital-sao-jose-do-avai-clique-na-imagem-e-assista-ao-vivo/">(https://adilsonribeiro.net/2020/06/05/coronavirus-estado-de-saude-de-advogado-piora-e-familia-lutapara-tranferi-lo-para-hospital-sao-jose-do-avai-clique-na-imagem-e-assista-ao-vivo/</a>), relata falta de</div> <div>oxig&ecirc;nio nas enfermarias desta &ldquo;unidade hospitalar&rdquo;.</div> <div>Al&eacute;m disso, ap&oacute;s a vig&ecirc;ncia dos decretos municipais que flexibilizaram as regras de</div> <div>isolamento social no Munic&iacute;pio, houve um aumento exponencial de casos. Veja-se</div> <div><a href="http://admin2.fiveedit.com.br/(https:/adilsonribeiro.net/2020/06/05/coronavirus-estado-de-saude-de-advogado-piora-e-familia-lutapara-tranferi-lo-para-hospital-sao-jose-do-avai-clique-na-imagem-e-assista-ao-vivo/">(http://painel.saude.rj.gov.br/monitoramento/covid19.html</a>):</div> <div>Na semana de expedi&ccedil;&atilde;o dos decretos municipais, nos dias 26 e 31 de mar&ccedil;o de</div> <div>2020, entendidas no gr&aacute;fico como semana 14 da semana epidemiol&oacute;gica, o Munic&iacute;pio de Itaperuna tinha</div> <div>apenas 09 (nove) casos de COVID-19 confirmados. Todavia, segundo os &uacute;ltimos dados divulgados, o</div> <div>Munic&iacute;pio, hoje, consta com 195 (cento e noventa e cinco) casos confirmados de COVID-19.</div> <div>Isso significa que, ap&oacute;s a revoga&ccedil;&atilde;o das medidas de isolamento, o cont&aacute;gio por coronav&iacute;rus no</div> <div>munic&iacute;pio aumentou 2.166% (dois mil cento e sessenta e seis por cento).</div> <div>Os dados fornecidos pelas redes sociais do Munic&iacute;pio, que retratam a situa&ccedil;&atilde;o de</div> <div>forma mais r&aacute;pida, haja vista a demora da consolida&ccedil;&atilde;o dos dados pelo sistema estadual, apontam a</div> <div>mesma realidade. Ali&aacute;s, em 06 (seis) dias, os casos confirmados de COVID aumentaram 69%:</div> <div>Excel&ecirc;ncia, essa taxa &eacute; maior do que a de todo o Estado e de todo o Brasil em</div> <div>termos percentuais.</div> <div>Est&aacute; claro que h&aacute; um flagrante equ&iacute;voco na escolha pol&iacute;tica do Administrador</div> <div>P&uacute;blico cancelar as medidas de isolamento social. Mesmo assim, ap&oacute;s in&uacute;meras recomenda&ccedil;&otilde;es do</div> <div>Parquet e solicita&ccedil;&atilde;o de esclarecimentos t&eacute;cnicos, o gestor se mostrou inerte, pois os dados e elementos</div> <div>t&eacute;cnicos o fariam voltar atr&aacute;s.</div> <div>O Estado, atrav&eacute;s de quaisquer dos seus Poderes, principalmente o Judici&aacute;rio, que</div> <div>tem a fun&ccedil;&atilde;o velar pelo respeito aos direitos fundamentais b&aacute;sicos do cidad&atilde;o, n&atilde;o pode se manter</div> <div>inerte quando h&aacute; clara viola&ccedil;&atilde;o do direito a vida e a incolumidade f&iacute;sica das pessoas. Inexiste direito</div> <div>mais b&aacute;sico que a vida, pois ele &eacute; condi&ccedil;&atilde;o de exist&ecirc;ncia dos demais. &Eacute; &oacute;bvio que a Constitui&ccedil;&atilde;o</div> <div>assegura a independ&ecirc;ncia dos Poderes.</div> <div>Todavia, em casos excepcionais, o Poder Judici&aacute;rio pode, mas, nesse caso, deve interferir na pol&iacute;tica p&uacute;blica do Munic&iacute;pio de Itaperuna, haja vista a coloca&ccedil;&atilde;o em risco</div> <div>da vida e sa&uacute;de dos seus mun&iacute;cipes.</div> <div>Enquanto as a&ccedil;&otilde;es efetivas do Munic&iacute;pio n&atilde;o indicarem a redu&ccedil;&atilde;o dos casos de</div> <div>COVID-19 ou a implementa&ccedil;&atilde;o e pleno funcionamento das unidades hospitalares, mediante a vistoria</div> <div>realizada por &oacute;rg&atilde;os independentes, como o &eacute; o CREMERJ, &eacute; imposs&iacute;vel tergiversar com a vida de</div> <div>pessoas. Ao que parece, o combate a pandemia, que j&aacute; era um hard case, est&aacute; se transformando em um</div> <div>tragic case, com a possibilidade de perda exponencial de vidas.</div> <div>&Eacute; certo que medidas dr&aacute;sticas de isolamento social geram significativos impactos</div> <div>econ&ocirc;micos e financeiros. Entretanto, se o Estado, o Minist&eacute;rio P&uacute;blico, o Poder Judici&aacute;rio e a</div> <div>Defensoria P&uacute;blica tiverem que optar entre uma quebra na economia e o salvamento de uma vida</div> <div>sequer, o ser humano ser&aacute; SEMPRE nossa prioridade.</div> <div>Pensar de forma diferente, apenas com base em uma est&aacute;tica teoria da separa&ccedil;&atilde;o dos</div> <div>poderes, &eacute; tutelar de forma deficiente o maior bem jur&iacute;dico da pessoa humana, centro do nosso</div> <div>ordenamento jur&iacute;dico. A cada dia e hora que passam, vidas humanas s&atilde;o perdidas em raz&atilde;o do COVID19.</div> <div>Por fim, acrescenta-se que, em recente decis&atilde;o proferida nos autos dos</div> <div>processos n. 0117233-15.2020.8.19.0001, 0102074-32.2020.8.19.0001 e 0068461-21.2020.8.19.0001,</div> <div>o ju&iacute;zo da 7&ordf; Vara da Fazenda P&uacute;blica da Capital determinou a suspens&atilde;o dos decretos estaduais</div> <div>que flexibilizavam as normas de isolamento social (decis&atilde;o anexa).</div> <div>Logo, onde a mesma raz&atilde;o, deve prevalecer o mesmo Direito.</div> <div>Nessa esteira, diante da documenta&ccedil;&atilde;o apresentada, est&atilde;o presentes os requisitos</div> <div>autorizadores da antecipa&ccedil;&atilde;o dos efeitos da tutela previstos nos arts. 12 e 21 da Lei n&ordm; 7.347/85 c/c. art.</div> <div>84, &sect;3&ordm;, da Lei n&ordm; 8.078/90 e arts. 297 e 300 do CPC, face j&aacute; ao alinhavado no bojo da exordial e na</div> <div>presente promo&ccedil;&atilde;o ministerial.</div> <div>Face ao exposto, ante os novos fundamentos f&aacute;ticos e jur&iacute;dicos apresentados, o</div> <div>Minist&eacute;rio P&uacute;blico requer a concess&atilde;o de tutela antecipada, em car&aacute;ter de urg&ecirc;ncia e in aldita altera</div> <div>pars, a fim de que se evite o aumento de contaminados e o n&atilde;o aumento de casos de mortes pelo</div> <div>COVID-19, nos termos do art. 300 do C&oacute;digo de Processo Civil, para determinar que o Munic&iacute;pio de</div> <div>Itaperuna, representado pelo Exmo. Prefeito:</div> <div>A obriga&ccedil;&atilde;o de fazer, no sentido de que, imediatamente, DECRETE medidas de isolamento social r&iacute;gidas, no sentido de proibir todas atividades regulares e n&atilde;o essenciais do com&eacute;rcio, dos profissionais liberais, de servi&ccedil;os n&atilde;o essenciais, de rever os protocolos de seguran&ccedil;a como a utiliza&ccedil;&atilde;o de m&aacute;scaras e medidas de higiene para os trabalhadores em atividades essenciais, a suspens&atilde;o da realiza&ccedil;&atilde;o de atividades religiosas capazes de ocasionar aglomera&ccedil;&atilde;o de pessoas, como vel&oacute;rios e demais atividades que contrariem as determina&ccedil;&otilde;es de isolamento social, at&eacute; que seja realizada nova vistoria por &oacute;rg&atilde;os independentes no local, que aprovem tecnicamente a estrutura, sem preju&iacute;zo de o Minist&eacute;rio P&uacute;blico indicar assistente t&eacute;cnico para companhar a dilig&ecirc;ncia, e os casos de COVID-19 no Munic&iacute;pio comecem a reduzir diariamente, com a imposi&ccedil;&atilde;o de multa di&aacute;ria ao Prefeito Municipal no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais) por dia de descumprimento.</div> <div>O Minist&eacute;rio P&uacute;blico informa, ainda, que ser&aacute; distribu&iacute;da, por depend&ecirc;ncia, em raz&atilde;o da conex&atilde;o, a&ccedil;&atilde;o de obriga&ccedil;&atilde;o de fazer para pleitear que o Munic&iacute;pio implemente as reformas necess&aacute;rias ao Centro COVID-19 de Itaperuna, eis que o objeto desta a&ccedil;&atilde;o j&aacute; est&aacute; limitado pelo pedido constante na peti&ccedil;&atilde;o inicial.</div> <div>Itaperuna, 08 de junho de 2020.</div> <div><em><strong>MATHEUS GABRIEL DOS REIS REZENDE</strong></em></div> <div>PROMOTOR DE JUSTI&Ccedil;A</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>MAT. 7625</div> <div>&nbsp;<br /></div>
Comentar
Compartilhe
Da África do Sul para o Mundo: Pinotage
08/06/2020 | 16h37
<div>COLUNA DE VINHOS</div> <div>POR JO&Atilde;O RICARDO RODRIGUES</div> <div>A partir da pr&oacute;xima edi&ccedil;&atilde;o da nossa Coluna de Vinhos iremos falar sobre as uvas brancas e conhecer alguns vinhos brasileiros elaborados com as castas que se adaptaram aos nossos terroirs.<br /><br />Mas antes dessa transi&ccedil;&atilde;o temos que falar de um vinho que tem tido a popularidade aumentada dentre os consumidores da bebida de Baco.<br /><br />Ele n&atilde;o &eacute; tinto, nem branco. Vamos falar do vinho ros&eacute;.<br /><br />A hist&oacute;ria do vinho ros&eacute; tem na regi&atilde;o da Provence, ao sul da Fran&ccedil;a o seu ber&ccedil;o de nascimento, de onde ganhou o mundo com o seu frescor, eleg&acirc;ncia e harmoniza&ccedil;&atilde;o vers&aacute;til , apresentando varia&ccedil;&otilde;es de cores e sabores que encantam o paladar de quem busca algo mais num gole de vinho.</div> <div>Os ros&eacute;s s&atilde;o um coringa para diversas ocasi&otilde;es.<br /><br />Mas n&atilde;o &eacute; s&oacute; na Provence que os ros&eacute;s fazem sucesso, outras regi&otilde;es da Fran&ccedil;a francesas se destacam na elabora&ccedil;&atilde;o desses vinhos como o C&ocirc;te do Rh&ocirc;ne e o Languedoc Roussilon, com as uvas Grenache (a principal), a Cinsault e a Mourvedre.<br /><br />Os rosados tamb&eacute;m t&ecirc;m sua import&acirc;ncia em outros pa&iacute;ses da Europa , principalmente nos que s&atilde;o banhados pelo Mar Mediterr&acirc;neo, onde os vinhos ros&eacute;s s&atilde;o produzidos, bastante apreciados e largamente consumidos, principalmente no ver&atilde;o.<br /><br />Na It&aacute;lia, na regi&atilde;o da Puglia, com a uva Primitivo, na Toscana, com a uva Sangiovese, no Lago de Grada, com a uva Gropello e no Alto &Aacute;dige, com as uvas locais Moscato Rosa e Lagrein.<br /><br /> Em Portugal, com destaque para as Regi&otilde;es do Douro Estremadura e Ribatejo, a uva Touriga Nacional &eacute; a principal sendo usada em blends ou em varietais.<br /><br />Na Espanha, os vinhos ros&eacute;s sempre foram muito consumidos, sendo as regi&otilde;es de destaque na elabora&ccedil;&atilde;o Rioja, Navarra e Pen&egrave;des e a principal uva &eacute; a Garnacha (nome da Grenache na Espanha), Tempranillo e Merlot.<br /><br />No Novo mundo pa&iacute;ses como: EUA, Nova Zel&acirc;ndia, &Aacute;frica do Sul, Chile, Argentina, Brasil e outros, s&atilde;o encontrados vinhos ros&eacute;s geralmente utilizando como base as uvas emblem&aacute;ticas ou as que melhor se expressam em seus terroirs.<br /><br />O Brasil devido ao seu clima tropical, um litoral extenso com fartura de praias e uma cultura alegre e jovial, tem tudo para ser um grande consumidor dos vinhos ros&eacute;s e o que de fato vem se consolidando nos &uacute;ltimos anos conforme dados da Ideal Consulting: &ldquo;No Brasil, o consumo de vinhos ros&eacute;s quase triplicou nos &uacute;ltimos cinco anos. De 2014 at&eacute; 2018, o volume dos rosados saltou de cerca de um milh&atilde;o de litros para mais de cinco milh&otilde;es de litros &ndash; um aumento de 278%; sendo 40% somente em 2018&rdquo;.<br /><br />Os ros&eacute;s s&atilde;o vinhos que trazem caracter&iacute;sticas dos tintos e brancos com a leveza, frescor e toque frutado dos brancos, dos tintos trazem a estrutura e uma delicada adstring&ecirc;ncia. As Cores v&atilde;o de um rosa p&aacute;lido, passando por tons de casaca de cebola, salm&atilde;o at&eacute; um rosa mais intenso.<br /><br />S&atilde;o tr&ecirc;s os m&eacute;todos de vinifica&ccedil;&atilde;o dos vinhos ros&eacute;s, lembrando que &eacute; proibido a utiliza&ccedil;&atilde;o de corantes ou aromatizantes. <br /><br />A macera&ccedil;&atilde;o: que consiste em deixar o mosto em contato com a casca da uva, o tempo de contato determinar&aacute; a colora&ccedil;&atilde;o do vinho e sua intensidade. Esse &eacute; o m&eacute;todo utilizado na elabora&ccedil;&atilde;o dos vinhos ros&eacute;s da Provence. <br /><br />O corte : onde ocorre uma mistura entre, os vinhos brancos e tintos j&aacute; vinificados para dar origem a colora&ccedil;&atilde;o desejada, essa t&eacute;cnica &eacute; proibida na Fran&ccedil;a. <br /><br />A sangria: durante a elabora&ccedil;&atilde;o dos tintos, uma parte do mosto &eacute; retirado do tanque de fermenta&ccedil;&atilde;o "sangrado".<br /><br />A maioria dos vinhos ros&eacute;s &eacute; colocada &agrave; venda pouco tempo depois de serem engarrafados &eacute; um vinho para se beber jovem, sendo ideal o consumo no per&iacute;odo de 3 anos a partir da safra, nada de ficar guardando na adega e esperando evolu&ccedil;&atilde;o.<br /><br />&Eacute; um vinho que deve ser bebido bem fresco, quase gelado, em temperaturas que variam de 7&ordm; a 11&ordm;.<br /><br />Um bom ros&eacute; &eacute; agrad&aacute;vel, leve e possui boa intensidade, ideal para pratos mais suaves, mas pode acompanhar bem um churrasco de carne ou de peixe, sendo uma boa pedida para um picnic com petiscos, ou para apreciar uma praia acompanhado de pratos com base em frutos do mar.<br /><br /> <br /><br />A uva<br /><br />A hist&oacute;ria da Pinotage come&ccedil;a na &Aacute;frica do Sul, no ano de 1925, quando o qu&iacute;mico e viticultor Abraham Izak Perold decidiu unir as melhores qualidades da delicada Pinot Noir com a robusta e intensa Hermitage, (tamb&eacute;m conhecida como Cinsault), dessa combina&ccedil;&atilde;o surgiu o seu nome: PINOt + hermiTAGE = Pinotage.<br /><br />A Pinotage se caracteriza por ter bagos pequenos, a casca bem grossa, &eacute; rica em pigmentos e conta com matura&ccedil;&atilde;o precoce. &Eacute; uma uva que pode ser usada para a produ&ccedil;&atilde;o de excelentes vinhos varietais, como tamb&eacute;m saborosos vinhos de corte (ou blends).<br /><br />Um bom vinho Pinotage tem como principal caracter&iacute;stica suas notas de frutas vermelhas e berries, como mirtilo e framboesa, al&eacute;m de um discreto toque de fuma&ccedil;a e corpo m&eacute;dio. Sua cor &eacute; forte e intensa, seus taninos s&atilde;o marcantes e &eacute; poss&iacute;vel perceber um sabor residual doce na boca ap&oacute;s o consumo.<br /><br />Essas caracter&iacute;sticas harmonizam bem com pratos de carne vermelha, carnes de ca&ccedil;a, queijos curados ou massas com molho de tomate.<br /><br />Apesar de ser considerada a uva emblem&aacute;tica da &Aacute;frica do Sul, ela n&atilde;o &eacute; a cepa mais cultivada para produ&ccedil;&atilde;o de vinhos por l&aacute;. Esse t&iacute;tulo ainda fica com a rainha das uvas tintas a Cabernet Sauvignon.<br /></div> <div><br /> <tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/08/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_08_at_08_23_57-1630576.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ede9225db2b4', 'cd_midia':1630576, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/08/whatsapp_image_2020_06_08_at_08_23_57-1630576.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'Fotos-Pedro Henrique', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '276', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:276px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/08/whatsapp_image_2020_06_08_at_08_23_57-1630576.jpeg" alt="" width="813" height="276"> <figcaption> Fotos-Pedro Henrique </figcaption> </figure></tinymce><br /><br />O Vinho<br /><br />Casa Marques Pereira, Monte Belo do Sul &shy;&ndash; Serra Ga&uacute;cha<br /><br />Blush Pinotage Ros&eacute;, safra 2017.<br /><br />No visual: Cor de casca de cebola, brilhante e l&iacute;mpido;<br /><br />Aromas: c&iacute;tricos, morango fresco, damasco, p&ecirc;ssego, um fundo mineral;<br /><br />Na boca, leve, boa acidez, final m&eacute;dio e refrescante.<br /><br />Um vinho ros&eacute; como um bom ros&eacute; deve ser elegante e refrescante!!!!<br /><br />Temperatura de servi&ccedil;o: 8 a 10&ordm;C.<br /><br />Teor Alco&oacute;lico: 12% vol.<br /><br />Harmoniza&ccedil;&atilde;o: Um vinho leve e fresco, capaz de acompanhar com eleg&acirc;ncia pratos leves e de peso m&eacute;dio como galeto, saladas, torta de legumes, salm&atilde;o grelhado, cogumelos cozidos e ensopados, brusqueta de queijo brie com damasco, ravi&oacute;li de ricota e magret de pato.<br /><br /><br />...</div>
Comentar
Compartilhe
Duas Reuniões na Guerra Cardosense Contra a Covid-19
08/06/2020 | 16h05
<div>BNB 1&ordf; M&Atilde;O</div> <div>A Prefeitura de Cardoso Moreira reuniu-se hoje por duas vezes consecutivas com os setores evang&eacute;lico e de transportes do munic&iacute;pio, discutindo o novo decreto do Estado do Rio de Janeiro, no &acirc;mbito do territ&oacute;rio cardosense.</div> <div>Os pastores de diversas denomina&ccedil;&otilde;es religiosas, por iniciativa pr&oacute;pria, resolveram esperar at&eacute; a pr&oacute;xima segunda, 15 de junho, para decidirem se abrir&atilde;o ou n&atilde;o os templos.</div> <div>Com os empres&aacute;rios dos meios de transportes, definiu-se que os ve&iacute;culos poder&atilde;o entrar na cidade a partir de segunda, onde em cada uma das 8 barreiras sanit&aacute;rias, funcionando 24 horas por dia, todos os passageiros cujo destino final seja Cardoso Moreira se apresentar&atilde;o para o exame de temperatura corporal, feito por term&ocirc;metro digital, valendo o mesmo nas linhas intermunicipais, n&atilde;o sendo necess&aacute;rio para os que estiverem apenas passando pelo munic&iacute;pio.</div> <div>A reuni&atilde;o transcorreu em um clima de cordialidade e entendimento.</div> <div>Por parte da Prefeitura, estiveram presentes:</div> <div>Gilson Siqueira-PrefeitoOcimar Benvindo e Fabricio Souza - Secret&aacute;rio e Sub do Meio Ambiente e Defesa Civil</div> <div>Gerson Cardoso - Procurador</div> <div>Kossilek Papaleos - Secret&aacute;rio de Governo e Administra&ccedil;&atilde;o</div> <div>Jomar Suisso - Chefe da Guarda Municipal</div> <div>Humberto J&uacute;nior - Secret&aacute;rio de Sa&uacute;de</div> <div>Alexandre Cozendey- Secret&aacute;rio de Planejamento</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/08/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_08_at_11_23_25-1630508.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ede8c7ec1927', 'cd_midia':1630508, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/08/whatsapp_image_2020_06_08_at_11_23_25-1630508.jpeg', 'ds_midia': ' L&iacute;deres evang&eacute;licos', 'ds_midia_credi': 'Fotos: Alexandre MC', 'ds_midia_titlo': ' L&iacute;deres evang&eacute;licos', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '609', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:609px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/08/whatsapp_image_2020_06_08_at_11_23_25-1630508.jpeg" alt=" L&iacute;deres evang&eacute;licos" width="813" height="609"> <figcaption> L&iacute;deres evang&eacute;licos / Fotos: Alexandre MC </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/08/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_08_at_11_29_01-1630507.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ede8c7ec1927', 'cd_midia':1630507, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/08/whatsapp_image_2020_06_08_at_11_29_01-1630507.jpeg', 'ds_midia': ' Secret&aacute;rios', 'ds_midia_credi': 'Fotos: Alexandre MC', 'ds_midia_titlo': ' Secret&aacute;rios', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '609', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:609px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/08/whatsapp_image_2020_06_08_at_11_29_01-1630507.jpeg" alt=" Secret&aacute;rios" width="813" height="609"> <figcaption> Secret&aacute;rios / Fotos: Alexandre MC </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/08/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_08_at_11_23_25__1_-1630509.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ede8c7ec1927', 'cd_midia':1630509, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/08/whatsapp_image_2020_06_08_at_11_23_25__1_-1630509.jpeg', 'ds_midia': ' Setores da comunidade', 'ds_midia_credi': 'Fotos: Alexandre MC', 'ds_midia_titlo': ' Setores da comunidade', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '476', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:476px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/08/whatsapp_image_2020_06_08_at_11_23_25__1_-1630509.jpeg" alt=" Setores da comunidade" width="476" height="635"> <figcaption> Setores da comunidade / Fotos: Alexandre MC </figcaption> </figure></tinymce></div>
Comentar
Compartilhe
Ex-Comandante do 29º BMP Reduz Criminalidade em Niterói
08/06/2020 | 11h24
<div>BNB com <a href="http://admin2.fiveedit.com.br/jornalomarica.com.br">jornalomarica.com.br</a></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">Sylvio Guerra comandou o 29&ordm; BPM em Itaperuna</span></div> <div>O ISP- Instituto de Seguran&ccedil;a P&uacute;blica, divulgou novos dados estat&iacute;sticos, mostrando os &iacute;ndices de criminalidade com expressiva queda na &aacute;rea do 12&ordm; BPM, Niter&oacute;i e Maric&aacute;, nos primeiros cinco meses de 2019, em compara&ccedil;&atilde;o ao mesmo per&iacute;odo do ano anterior.</div> <div>&nbsp;Os registros de roubos de rua nas cidades, abrangendo roubos de celular, no interior de coletivos e a transeuntes, diminu&iacute;ram mais de 30%.</div> <div>De janeiro at&eacute; o dia 23 de maio deste ano, foram 1.826 casos, e nesse per&iacute;odo em 2018, aconteceram 2.639 casos.</div> <div>&nbsp;Foram apresentadas tamb&eacute;m, redu&ccedil;&otilde;es aos roubos de ve&iacute;culos, com queda de 21,71%</div> <div>Nos primeiros cinco meses de 2019, foram registrados 829 crimes desse tipo, 229 a menos do que no mesmo per&iacute;odo do ano passado, com 1058 registros.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&ldquo;<strong>N&oacute;s, do 12&ordm; Batalh&atilde;o de Pol&iacute;cia Militar, sabemos que todo e qualquer bem &eacute; importante e principalmente o maior de todos os bens, a vida. Com esse norte, nesses cinco meses &agrave; frente da gest&atilde;o da unidade, desenvolvemos a&ccedil;&otilde;es visando reduzir os crimes tra&ccedil;ados como indicadores estrat&eacute;gicos ISP. No indicador estrat&eacute;gico de roubo de rua, conseguimos atingir a maior redu&ccedil;&atilde;o no n&uacute;mero de casos em todo o estado do Rio de Janeiro nos primeiros cinco meses do ano em compara&ccedil;&atilde;o com o mesmo per&iacute;odo de 2018&rdquo;</strong>, comemorou o comandante do 12&ordm; BPM, coronel Sylvio Guerra.</div> <div>&nbsp;O tenente-coronel Sylvio Guerra assumiu o comando do Batalh&atilde;o em meados de janeiro de 2019 e desde ent&atilde;o a unidade j&aacute; contabilizou 394 pris&otilde;es e 126 apreens&otilde;es de armas.</div> <div><strong><em>&nbsp;&ldquo;</em><em>O 12&ordm; Batalh&atilde;o est&aacute; trabalhando todos os dias para retirar armas e criminosos das ruas. N&oacute;s estamos atentos &agrave;s demandas da sociedade niteroiense e maricaense por mais seguran&ccedil;a&rdquo;</em></strong>, finalizou Guerra.</div>
Comentar
Compartilhe
Exame de Covid-19: Sai Resultado de Vereador
08/06/2020 | 10h18
<div>BNB EM 1&ordf; M&Atilde;O</div> <div>O vereador de Itaperuna, Marquinhos de Retiro- PR, est&aacute; em tratamento de pneumonia desde o dia 27 de maio. Preocupado, fez tr&ecirc;s exames para detectar se estaria com o Coronav&iacute;rus.</div> <div>Mais uma vez o resultado deu <span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong><em>negativo.</em></strong></span></div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/08/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_08_at_10_15_13-1630392.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ede3a201322f', 'cd_midia':1630392, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/08/whatsapp_image_2020_06_08_at_10_15_13-1630392.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '357', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:357px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/08/whatsapp_image_2020_06_08_at_10_15_13-1630392.jpeg" alt="" width="357" height="635"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce><br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>O laudo foi assinado digitalmente sob o n&ordm;: F6CE645E8EED108FB3F9FEDD767CAE91<br /></div> <div>Resultado impresso pela Web. Data Impress&bdquo;o: 08/06/20 09:13</div> <div>Vanessa Cristina de Oliveira Almeida iveira Almeida Vanessa Cristina de Oliveira Almeida</div> <div>CRM-MG: 18633 C</div>
Comentar
Compartilhe
Crime Contra Ceramista Começa a ser Desvendado
07/06/2020 | 20h58
<div>BNB com Folha de Italva</div> <div>Foram presos um homem e uma mulher,&nbsp; ao amanhecer de s&aacute;bado, 6 de junho, suspeitos de envolvimento na morte do empres&aacute;rio Mark Monteiro Reis, de Cardoso Moreira-RJ.</div> <div>A mulher foi detida em CM, mas a fam&iacute;lia &eacute; de Italva. J&aacute; o homem, na Regi&atilde;o dos Lagos, em Cabo Frio.&nbsp; Estariam em sua posse alguns objetos pertencentes &agrave; v&iacute;tima.</div> <div><em><strong>A opera&ccedil;&atilde;o foi dos policiais civis da 148&ordf; DP, Italva, com os militares do 29&ordm; BPM-Itaperuna-RJ. Em Cabo Frio-RJ, com o apoio das equipes do 6&deg; DPA e da 126&ordf; DP.</strong></em></div> <div>Ambos foram detidos e prestaram depoimentos. As identidades permanecem em sigilo, pois a Pol&iacute;cia Civil ainda est&aacute; investigando o crime que aconteceu no &uacute;ltimo dia 27 de maio, na Fazenda Trapiche pertencente &agrave; fam&iacute;lia da v&iacute;tima.</div> <div><strong>NOTA DO BNB</strong></div> <div>&nbsp;<strong>Na cidade de Cardoso Moreira, ainda chocada com o crime, as pris&otilde;es n&atilde;o causaram muita surpresa, pelo que se suspeitava do caso, mas a sensa&ccedil;&atilde;o de justi&ccedil;a come&ccedil;ando a ser feita foi muito bem-vinda.</strong></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div>
Comentar
Compartilhe
O Código de Honra dos Samurais
07/06/2020 | 18h56
<div>Eternizados pela Literatura e pelo Cinema,&nbsp; estes guerreiros japoneses, cuja principal miss&atilde;o era defender os <em><strong>daimios</strong></em>, poderosos senhores feudais do Jap&atilde;o Medieval, entraram para a Hist&oacute;ria como um misto de realidade e lenda, eficientes e audazes.</div> <div>A palavra samurai significa &ldquo;aquele que serve&rdquo;.</div> <div>Do s&eacute;culo XII ao XIV, conseguiram import&acirc;ncia e prestigio em uma sociedade cheia de limites estreitos e exig&ecirc;ncias morais severas.&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Seguiam um r&iacute;gido c&oacute;digo de honra, chamado Bushido, baseado em lealdade, resist&ecirc;ncia, coragem, &eacute;tica e disciplina.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Eram treinados desde meninos pelos melhores mestres em todas as artes de defesa e ataque, usando arco &amp; flecha, lan&ccedil;a, punhal e principalmente espada, a afiada e de dif&iacute;cil manuseio, <strong><em>Katana.</em></strong></div> <div>Com a restaura&ccedil;&atilde;o imperial e a ascens&atilde;o da Dinastia Meiji no&nbsp;s&eacute;culo XIX, chega ao fim o feudalismo japon&ecirc;s, causando o decl&iacute;nio dos samurais. Em 1870 eles se rebelariam, mas foram reprimidos pelo Ex&eacute;rcito Japon&ecirc;s.</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">O C&Oacute;DIGO SAMURAI</span></div> <div>1-Os quatro G's</div> <div>Giri significa 'obriga&ccedil;&atilde;o, dever, justi&ccedil;a' um forte la&ccedil;o que une as pessoas. Gisei exprime 'sacrif&iacute;cio' e representa a dedica&ccedil;&atilde;o ao trabalho, mesmo afastando-se da fam&iacute;lia, temporariamente. Gaman quer dizer 'toler&acirc;ncia, perseveran&ccedil;a, resist&ecirc;ncia', &eacute; ag&uuml;entar o que &agrave;s vezes pode parecer insuport&aacute;vel. Gambaru exprime 'esfor&ccedil;o, persist&ecirc;ncia', a capacidade de se envolver de forma profunda e determinada, manter-se firme e forte.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>2-O Ken (vis&atilde;o) e o Kan (conhecimento)</div> <div>Atrav&eacute;s da vis&atilde;o do futuro, clara e significativa, a pessoa pode vislumbrar melhor suas possibilidades, que, junto com o conhecimento do contexto e dos detalhes, ajudam a tomar as decis&otilde;es mais s&aacute;bias.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>3-Melhoria cont&iacute;nua (kaizen)</div> <div>O samurai est&aacute; sempre treinando e buscando a perfei&ccedil;&atilde;o para ser um guerreiro melhor hoje do que foi ontem.</div> <div>4-Desprendimento (Mu)</div> <div>O desapego tem fortes ra&iacute;zes na cultura Zen budista que influenciou o Bushido. Os interesses do grupo devem prevalecer, n&atilde;o do indiv&iacute;duo.</div> <div>5-Car&aacute;ter</div> <div>Outro princ&iacute;pio filos&oacute;fico que o Bushido importou do Zen foi a id&eacute;ia de que o trabalho deve ser visto como uma forma de engrandecer o car&aacute;ter.</div> <div>&nbsp;&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>6-Atitude mental (Mushin)</div> <div>O c&oacute;digo dos samurais diz: '&Eacute; dif&iacute;cil derrotar os inimigos; &eacute; f&aacute;cil derrotar a si mesmo'. Todo o treinamento se concentrava no autoconhecimento que gerava autoconfian&ccedil;a e a decorrente seguran&ccedil;a nas decis&otilde;es em momentos de crise e dificuldade.</div> <div>7-Confian&ccedil;a (Amae)</div> <div>Por natureza, o samurai acredita, em primeira inst&acirc;ncia, que as pessoas, de uma forma geral, s&atilde;o boas e honestas. O pressuposto b&aacute;sico que permeia todo in&iacute;cio de relacionamento &eacute; a confian&ccedil;a. Compartilhar refei&ccedil;&otilde;es, trocar presentes, participar de fases da vida s&atilde;o formas de construir o 'amae'.</div> <div>&nbsp;&nbsp;</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>8-Habilidades escondidas (Ude)</div> <div>Ao contr&aacute;rio da cultura ocidental, na oriental &eacute; comum manter-se escondido mostrando um perfil modesto, restrito, contido e reservado, sem vangloriar-se ou exibir-se gratuitamente, deixando para revelar suas mais importantes for&ccedil;as no momento apropriado e de forma estrat&eacute;gica.</div> <div>9-Intui&ccedil;&atilde;o (Haragei)</div> <div>Entre os samurais, esta caracter&iacute;stica &eacute; fundamental aos seus instintos. Haragei significa 'pensar com o est&ocirc;mago' e era um dos tra&ccedil;os que famosos empres&aacute;rios japoneses como Konosuke Matsushita, Soichiro Honda ou Akio Morita compartilhavam. A observ&acirc;ncia a detalhes, a vis&atilde;o hol&iacute;stica, o conhecimento t&aacute;cito e a disciplina constante na educa&ccedil;&atilde;o fazem parte deste treinamento.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>10-Harmonia (Enman)</div> <div>Das artes marciais &agrave; cerim&ocirc;nia do ch&aacute;, da culin&aacute;ria &agrave;s manifesta&ccedil;&otilde;es art&iacute;sticas, tudo o que permeia a cultura japonesa cont&eacute;m elementos que se traduzem em equil&iacute;brio, harmonia. Nos neg&oacute;cios, a paci&ecirc;ncia &eacute; uma virtude que se traduz em longas rodadas de negocia&ccedil;&atilde;o e a busca da compreens&atilde;o da posi&ccedil;&atilde;o do outro ajuda a encontrar solu&ccedil;&otilde;es.</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">ATITUDES DE UM SAMURAI</span></div> <div>1-Quando um samurai diz que far&aacute; algo, &eacute; como se j&aacute; o tivesse feito. Nada nesta terra o deter&aacute; na realiza&ccedil;&atilde;o do que disse que far&aacute;.</div> <div>2-Tenha compaix&atilde;o, ajude os seus companheiros em qualquer oportunidade. Se a oportunidade n&atilde;o surge, saia do seu caminho para encontr&aacute;-la.</div> <div>3-Para um aut&ecirc;ntico samurai n&atilde;o existem as tonalidades cinzas no que se refere a honra e justi&ccedil;a, s&oacute; existe o certo e o errado.</div> <div>4-O samurai nasce para morrer. A morte, n&atilde;o &eacute; uma maldi&ccedil;&atilde;o a evitar, sen&atilde;o o fim natural de toda vida.</div> <div>5-O caminho do valente n&atilde;o segue os passos da estupidez.</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">O CREDO SAMURAI</span></div> <div>Eu n&atilde;o tenho pais, fa&ccedil;o do c&eacute;u e da terra meus pais.</div> <div>Eu n&atilde;o tenho casa, fa&ccedil;o do mundo minha casa.</div> <div>Eu n&atilde;o tenho poder divino, fa&ccedil;o da honestidade meu poder divino.</div> <div>Eu n&atilde;o tenho pretens&otilde;es, fa&ccedil;o da minha disciplina minha pretens&atilde;o.</div> <div>Eu n&atilde;o tenho poderes m&aacute;gicos, fa&ccedil;o da personalidade meus poderes m&aacute;gicos.</div> <div>Eu n&atilde;o tenho vida ou morte, fa&ccedil;o das duas uma, tenho vida e morte.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Eu n&atilde;o tenho vis&atilde;o, fa&ccedil;o da luz do trov&atilde;o a minha vis&atilde;o.</div> <div>Eu n&atilde;o tenho audi&ccedil;&atilde;o, fa&ccedil;o da sensibilidade meus ouvidos.</div> <div>Eu n&atilde;o tenho l&iacute;ngua, fa&ccedil;o da prontid&atilde;o minha l&iacute;ngua.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Eu n&atilde;o tenho leis, fa&ccedil;o da auto-defesa minha lei.</div> <div>Eu n&atilde;o tenho estrat&eacute;gia, fa&ccedil;o do direito de matar e do direito de salvar vidas minha estrat&eacute;gia.</div> <div>Eu n&atilde;o tenho projetos, fa&ccedil;o do apego &agrave;s oportunidades meus projetos.</div> <div>Eu n&atilde;o tenho princ&iacute;pios, fa&ccedil;o da adapta&ccedil;&atilde;o a todas as circunst&acirc;ncias meu princ&iacute;pio.</div> <div>Eu n&atilde;o tenho t&aacute;ticas, fa&ccedil;o da escassez e da abund&acirc;ncia minha t&aacute;tica.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Eu n&atilde;o tenho talentos, fa&ccedil;o da minha imagina&ccedil;&atilde;o meus talentos.</div> <div>Eu n&atilde;o tenho amigos, fa&ccedil;o da minha mente minha &uacute;nica amiga.</div> <div>Eu n&atilde;o tenho inimigos, fa&ccedil;o do descuido meu inimigo.</div> <div>Eu n&atilde;o tenho armadura, fa&ccedil;o da benevol&ecirc;ncia minha armadura.</div> <div>Eu n&atilde;o tenho castelo, fa&ccedil;o do car&aacute;ter meu castelo.</div> <div>Eu n&atilde;o tenho espada, fa&ccedil;o da perseveran&ccedil;a minha espada.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/07/170x96/1_samurai-1630093.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5edd611b3ae1b', 'cd_midia':1630093, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/07/samurai-1630093.jpg', 'ds_midia': 'Cartaz do filme O &Uacute;ltimo Samurai', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': 'Cartaz do filme O &Uacute;ltimo Samurai', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '327', 'cd_midia_h': '500', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:327px;height:500px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/07/samurai-1630093.jpg" alt="Cartaz do filme O &Uacute;ltimo Samurai" width="327" height="500"> <figcaption> Cartaz do filme O &Uacute;ltimo Samurai </figcaption> </figure></tinymce></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">BNB com os sites Pensador e Suapesquisa</span></div>
Comentar
Compartilhe
PIB do Estado do Rio: Queda de 6,4%
07/06/2020 | 13h31
<div>Proje&ccedil;&otilde;es da Firjan apontam queda de 6,4% do PIB fluminense em 2020</div> <div>&nbsp;Proje&ccedil;&otilde;es feitas pela Firjan e divulgadas nesta quinta-feira, dia 4, apontam queda de 6,4% do PIB-Produto Interno Bruto, fluminense em 2020.</div> <div>Caso as proje&ccedil;&otilde;es se confirmem, esse ser&aacute; o pior resultado de s&eacute;rie hist&oacute;rica que considera dados divulgados pelo IBGE-Instituto Brasileiro de Geografia e Estat&iacute;stica, desde 2002, quando houve a &uacute;ltima mudan&ccedil;a de metodologia.</div> <div>A retra&ccedil;&atilde;o acentuada em 2020, de acordo com a Firjan, reflete os impactos da pandemia do coronav&iacute;rus e o atual cen&aacute;rio econ&ocirc;mico, pol&iacute;tico e social. As estimativas da federa&ccedil;&atilde;o mostram que no primeiro trimestre do ano j&aacute; houve queda de 0,6%, na compara&ccedil;&atilde;o com o mesmo per&iacute;odo de 2019. Em rela&ccedil;&atilde;o ao quarto trimestre do ano passado, o recuo foi de 1,9%.</div> <div>&nbsp;A proje&ccedil;&atilde;o para o setor de servi&ccedil;os &eacute; de queda de 6,7% em 2020 e, para a ind&uacute;stria, queda de 6,3%. A ind&uacute;stria extrativa deve apresentar recuo de 7,3%, j&aacute; que a crise atual afeta o mercado global e, como efeito direto, a retra&ccedil;&atilde;o da economia mundial apresenta impacto na demanda por &oacute;leo e g&aacute;s. Para a constru&ccedil;&atilde;o civil &eacute; projetada uma retra&ccedil;&atilde;o de 6,2%.</div> <div>&nbsp;J&aacute; a proje&ccedil;&atilde;o para a ind&uacute;stria de transforma&ccedil;&atilde;o &eacute; de queda de 5,9% no ano. Nesse caso, a Firjan considera principalmente os poss&iacute;veis impactos negativos da crise argentina sobre as exporta&ccedil;&otilde;es, especialmente do setor automotivo, e a menor demanda externa para o setor de metalurgia.</div> <div>&nbsp;A Firjan destaca que a economia fluminense dever&aacute; ter uma recupera&ccedil;&atilde;o lenta, e que todas as proje&ccedil;&otilde;es levam em conta o encerramento das medidas restritivas para o combate ao coronav&iacute;rus na segunda semana de junho. Caso o prazo para a retomada das atividades seja maior, a perspectiva de uma queda ainda mais acentuada para este ano n&atilde;o est&aacute; descartada.</div>
Comentar
Compartilhe
Ato Sexual Transmite Covid-19?
06/06/2020 | 13h40
<div>BNB Sa&uacute;de</div> <div>Pesquisa realizada por cientistas chineses, aponta ser poss&iacute;vel identificar no s&ecirc;men de infectados pela COVID-19 a presen&ccedil;a do novo coronav&iacute;rus, o SARS-CoV-2.</div> <div>A descoberta levanta uma possibilidade e mais uma potencial via de infec&ccedil;&atilde;o, a de que seja sexualmente transmiss&iacute;vel. <br />Para identificar a presen&ccedil;a do pat&oacute;geno no s&ecirc;men humano, uma equipe do Hospital Municipal de Shangqiu, na prov&iacute;ncia de Henan, na China, testou 38 pacientes do sexo masculino infectados pelo SARS-CoV-2, atendidos durante o per&iacute;odo mais cr&iacute;tico da epidemia no pa&iacute;s, entre 26 de janeiro e 16 de fevereiro.<br /></div> <div>Na pesquisa, 16% dos homens tiveram a presen&ccedil;a do coronav&iacute;rus detectada no s&ecirc;men, como os cientistas informaram em artigo publicado na revista Jama Network Open.</div> <div>No momento da coleta das amostras, um quarto deles estava em est&aacute;gios agudos da infec&ccedil;&atilde;o e quase 9% j&aacute; estavam se recuperando da doen&ccedil;a (ou seja, assintom&aacute;ticos). "Descobrimos que o SARS-CoV-2 pode estar presente no s&ecirc;men de pacientes com COVID-19 e ainda pode ser detectado mesmo quando eles est&atilde;o em recupera&ccedil;&atilde;o", afirma o cientista Diangeng Li.<br /><br />"Mesmo que o v&iacute;rus n&atilde;o possa se replicar no sistema reprodutor masculino, ele pode persistir, possivelmente por conta da imunidade privilegiada dos test&iacute;culos", acrescentou a equipe. Isso significa que n&atilde;o se sabe se esse coronav&iacute;rus pode, de fato, se disseminar no ato sexual. <br /><br />"Se for poss&iacute;vel provar que o SARS-CoV-2 pode ser transmitido sexualmente em estudos futuros, a transmiss&atilde;o sexual pode ser uma parte cr&iacute;tica da preven&ccedil;&atilde;o da transmiss&atilde;o", escreveu a equipe no artigo.</div> <div>"A abstin&ecirc;ncia ou o uso de preservativo pode ser considerado um meio preventivo para esses pacientes", acrescenta.<br /></div> <div><br />Mesmo importante, essa descoberta n&atilde;o &eacute; in&eacute;dita no campo da virologia, j&aacute; que outros v&iacute;rus podem viver tamb&eacute;m no sistema reprodutor masculino. Por exemplo, pesquisadores j&aacute; identificaram que o v&iacute;rus Ebola e o Zika permanecem no s&ecirc;men humano, mesmo alguns meses ap&oacute;s a recupera&ccedil;&atilde;o completa de um paciente do sexo masculino.<br /><br />Sobre a pesquisa chinesa, pesquisadores (n&atilde;o envolvidos no estudo) argumentam que as amostras do coronav&iacute;rus encontradas sejam apenas fragmentos virais que s&atilde;o incapazes de infectar outros seres humanos, ou seja, que n&atilde;o se trata de uma doen&ccedil;a sexualmente transmiss&iacute;vel.<br /><br />Afinal, at&eacute; agora, o novo coronav&iacute;rus parece se espalhar, quase exclusivamente e de forma muito mais eficiente, atrav&eacute;s de got&iacute;culas respirat&oacute;rias, como tosse ou espirros, sem prote&ccedil;&atilde;o.</div> <div>Mesmo assim, m&eacute;dicos lembram que s&atilde;o necess&aacute;rias mais pesquisas sobre esse pat&oacute;geno t&atilde;o novo e pouco conhecido.</div> <div><br />Durante o ato sexual, a troca de fluidos corporais se d&aacute; tamb&eacute;m por beijos e respira&ccedil;&atilde;o muito pr&oacute;xima.</div> <div>Mais perigoso do que uma suposta infec&ccedil;&atilde;o da COVID-19 ser transmitida de forma sexual somente ap&oacute;s a ejacula&ccedil;&atilde;o, &eacute; a exposi&ccedil;&atilde;o a got&iacute;culas respirat&oacute;rias e saliva.</div> <div><br /><br /><em><strong>Fontes: Popular Science, CNN, JAMA Network e CanalTech</strong></em><br /><br /><br /></div>
Comentar
Compartilhe
Nota Pessoal de um Integrante da Direita Itaperunense
06/06/2020 | 10h02
<div><strong><em>Robson Almeida Junior*</em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>Ontem um amigo meu, postou uma foto minha com o pr&eacute;-candidato a prefeito que eu escolhi apoiar. Palmas e Pedras depois, concluo que realmente devo ter alguma lideran&ccedil;a. </em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>A maioria das pedras veio de pessoas que tentaram me usar para subir, n&atilde;o conseguiram, sa&iacute;ram bravos e reclamando. Agora vivem na par&aacute;bola da raposa fracassada: "eu n&atilde;o queria mesmo". </em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>&Agrave;s vezes temos que escolher ao inv&eacute;s de ser os escolhidos e nem toda escolha &eacute; f&aacute;cil. Isso inclui a escolha dos itaperunenses em outubro. Eu n&atilde;o vou me dedicar a atacar qualquer candidato que seja, embora muitos deles (e seus seguidores) me ataquem sem d&oacute;. </em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>N&atilde;o me cabe dizer qual caminho voc&ecirc; deve seguir, apenas apresentei o meu. Precisamos ser um pouco mais racionais na briga de egos gerada pelo v&aacute;cuo de lideran&ccedil;a do munic&iacute;pio. </em></strong></div> <div><strong><em>Estamos no meio de uma crise e ao inv&eacute;s de apresentar solu&ccedil;&otilde;es a maioria se dedica apenas a apontar os defeitos. Os defeitos a gente j&aacute; sabe, n&oacute;s vivemos os defeitos, apresente uma solu&ccedil;&atilde;o ou saia do caminho. </em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>Tamb&eacute;m n&atilde;o cabe a mim dizer se qualquer governo dar&aacute; certo ou errado. Como lideran&ccedil;a popular o que me cabe &eacute; me posicionar e tentar ajudar para que de fato de certo.</em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>Infelizmente se posicionar reflete no desgosto de muita gente que gostaria de ver a for&ccedil;a da Direita Conservadora neutralizada, fora do tabuleiro municipal ou ao seu lado. Gostariam disso porque, ainda que estejam em uma mistura ideol&oacute;gica com partidos de esquerda, querem pegar carona nos votos da revolta e tentar gerar para si uma onda.</em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>Eu optei por puxar o tapete desses caroneiros e mostrar o que eles s&atilde;o: soberbos isolados. N&atilde;o foram capazes de acreditar num projeto capitaneado e liderado por jovens. </em></strong></div> <div><strong><em>Por isso mesmo optaram muitas vezes por humilhar nosso movimento. Agora cobram que dever&iacute;amos t&ecirc;-los escolhido para apoiar.</em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>A princ&iacute;pio eu escolhi um pr&eacute; candidato que no fim optou por ser vice de algu&eacute;m que eu desprezo e que me despreza (e que fez quest&atilde;o de cuspir isso na imprensa do munic&iacute;pio). Fechou-se uma porta. </em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>Ap&oacute;s isso, eu tentei escolher um pr&eacute; candidato que divide partido com algumas das minhas lideran&ccedil;as e o tal pr&eacute; candidato me tratou de uma forma absolutamente humilhante. </em></strong></div> <div><strong><em>Ele vive &agrave;s voltas para se explicar porque ningu&eacute;m da Direita decidiu caminhar a seu lado. N&atilde;o conta por&eacute;m a atitude desrespeitosa e deselegante com a qual ele tratou a mim e aos meus. </em></strong></div> <div><strong><em>Diz ele que recusou as minhas "imposi&ccedil;&otilde;es". Talvez seus apoiadores fiquem boquiabertos ao descobrirem que na verdade ele n&atilde;o ofertou apenas tr&ecirc;s secretarias, mas na verdade, QUATRO, em troca do meu apoio. </em></strong></div> <div><strong><em>Optamos, em lugar disso, pelo amor pr&oacute;prio. Dinheiro ou poder algum pagam ser tratado de maneira desrespeitosa. </em></strong></div> <div><strong><em>Atualmente sua equipe praticamente trabalha como minha sombra. N&atilde;o conseguiram meu apoio (e dependiam disso para crescer) ent&atilde;o se puseram a falar mal para desgastar o movimento. </em></strong></div> <div><strong><em>Fechou-se outra porta.</em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>N&atilde;o podia tamb&eacute;m escolher um pr&eacute; candidato que estivesse em um partido de esquerda. </em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>Assim sendo optei, com as ben&ccedil;&atilde;os das lideran&ccedil;as do Alian&ccedil;a pelo Brasil (Partido do Presidente Bolsonaro), pelo caminho que havia sido constru&iacute;do pautado na amizade e no respeito m&uacute;tuo.</em></strong></div> <div><strong><em> Eu sabia dos problemas que tomar essa decis&atilde;o me traria e sabia das pedras que viriam com isso. Pode ter certeza que os problemas que voc&ecirc; vai alegar eu conhe&ccedil;o todos e ponderando com bastante cuidado ainda sim optei por essa estrada.</em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>Felizmente eu sou homem para assumir meus atos bem diferente dessas pretensas novidades que essa elei&ccedil;&atilde;o tem nos trazido.</em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>As "novidades", as "terceiras vias", foram incapazes de conquistar livremente o apoio de quem quer que seja (na verdade perderam os apoios que tinham) e assim restou-lhes sair dizendo que todo o resto se vendeu. </em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>Caso voc&ecirc; ainda considere votar em um dos seis candidatos da chamada "terceira via", pergunte a si mesmo: qual a raz&atilde;o desses abnegados serem incapazes de abrir m&atilde;o dos pr&oacute;prios intentos e se unirem contra o que eles dizem "ser o mal maior"? </em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>Por que os tr&ecirc;s pequenos pr&eacute; candidatos de "direita" n&atilde;o se uniram? </em></strong></div> <div><strong><em>Por que os outros tr&ecirc;s pequenos pr&eacute;-candidatos de esquerda n&atilde;o se uniram? </em></strong></div> <div><strong><em>Por que, afinal, um partido de esquerda se uniu a um cara que se diz de direita? Por que esse partido de esquerda n&atilde;o se uniu a algum dos tr&ecirc;s pr&eacute; candidatos de esquerda ao inv&eacute;s de um da direita???</em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>Se voc&ecirc; conseguir responder rapidamente a essas perguntas voc&ecirc; &eacute; mais esperto do que eu. Foi apenas recentemente que, percebi, que nenhum deles est&aacute; preocupado com a cidade apenas com o pr&oacute;prio ego, com as pr&oacute;prias vontades. </em></strong></div> <div><strong><em>E &eacute; por isso temos nesta elei&ccedil;&atilde;o um recorde de 8&nbsp; pr&eacute; candidatos &agrave; prefeitura do munic&iacute;pio.</em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>Foi ponderando isto que tomei a minha decis&atilde;o e ela foi sim uma demonstra&ccedil;&atilde;o de preocupa&ccedil;&atilde;o genu&iacute;na. N&atilde;o estou escolhendo o caminho mais f&aacute;cil (afinal estou levando pedrada de muitos lados). </em></strong></div> <div><strong><em>Apenas fiz o que ponderei ser o melhor e assumo as consequ&ecirc;ncia da minha decis&atilde;o, ao inv&eacute;s de me esconder em uma s&eacute;rie de hist&oacute;rias mal contadas. </em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>Encarar a dura realidade e n&atilde;o ficar vislumbrando a utopia &eacute; o que de fato faz parte de ser conservador e N&Atilde;O UM HOMEM DE GELEIA! </em></strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><strong><em>*</em></strong>Robson J&uacute;nior, &eacute; comerciante e um dos l&iacute;deres do Alian&ccedil;a pelo Brasil em Itaperuna.&nbsp;</div>
Comentar
Compartilhe
Cestas Básicas para Alunos de Cardoso Moreira-RJ
06/06/2020 | 09h29
<div>BNB de 1&ordf;</div> <div>O munic&iacute;pio, localizado no Norte Fluminense, tem 2200 alunos, em 9 escolas e 4 creches da rede p&uacute;blica de ensino e metade destes estudantes, est&aacute; cadastrada no Bolsa Fam&iacute;lia do Governo Federal.</div> <div>Eles come&ccedil;aram esta semana e a receber da Prefeitura, o kit de alimenta&ccedil;&atilde;o escolar, j&aacute; que as aulas est&atilde;o suspensas presencialmente e a merenda deixou de ser processada nas escolas.</div> <div>Al&eacute;m disso, h&aacute; a Cesta Verde, com produtos oriundos da agricultura familiar cardosense, que ser&aacute; distribu&iacute;da em uma outra etapa pelas mesmas escolas seguindo o protocolo de quarentena da Covid-19.</div> <div>O secret&aacute;rio municipal de Educa&ccedil;&atilde;o&nbsp;Ailton Nunes Guimar&atilde;es disse que a entrega tem acontecido de forma tranquila e bem organizada.</div>
Comentar
Compartilhe
Governo do Rio firma convênios com costureiras de máscaras
06/06/2020 | 09h04
<div>Estado do Rio poder&aacute; firmar conv&ecirc;nios com costureiras para produ&ccedil;&atilde;o de m&aacute;scaras <br /><br /><br /><br />O governo do Estado do Rio de Janeiro est&aacute; autorizado a firmar conv&ecirc;nios com associa&ccedil;&otilde;es e cooperativas de costureiras para a fabrica&ccedil;&atilde;o de m&aacute;scaras de tecido para a popula&ccedil;&atilde;o, e aventais para m&eacute;dicos e enfermeiros. A Lei 8870/2020 foi sancionada e publicada ontem, 05/06, no Di&aacute;rio Oficial do Estado.<br /><br /><br /><br />A proposta apresentada pela deputada Rosane Felix (PSD), com coautoria de Anderson Alexandre (SDD), Alana Passos (PSL), Capit&atilde;o Paulo Teixeira (Republicanos) e outros 29 deputados, estabelece a distribui&ccedil;&atilde;o gratuita dos equipamentos de prote&ccedil;&atilde;o individual para a popula&ccedil;&atilde;o.<br /><br /><br /><br />O conv&ecirc;nio deve assegurar aos profissionais remunera&ccedil;&atilde;o igual ou superior ao valor do piso estadual da categoria de &ldquo;Trabalhadores de Costura e Estofadores&rdquo;. Podem ser priorizadas as associa&ccedil;&otilde;es e cooperativas de costureiras registradas no Cadsol-Cadastro Nacional de Empreendedores Econ&ocirc;micos Solid&aacute;rios. <br /><br /><br /><br /></div>
Comentar
Compartilhe
Cremerj Vistoria Unidades Hospitalares em Itaperuna-RJ
05/06/2020 | 17h02
<div>BNB em 1&ordf; M&Atilde;O</div> <div>Membros do CREMERJ- Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio, delegacia de Itaperuna, estiveram ontem vistoriando o CRC-Centro de Refer&ecirc;ncia da Covid-19, o HSJA- Hospital S&atilde;o Jos&eacute; do Ava&iacute;, ambos na <em><strong>*Cidade da Pedra Preta</strong></em> e o Hospital de S&atilde;o Jos&eacute; de Ub&aacute;-RJ, acompanhados de agentes do GAP- Grupo de Apoio aos Promotores de Justi&ccedil;a, do Minist&eacute;rio P&uacute;blico.</div> <div>O resultado da visita t&eacute;cnica estar&aacute; em um relat&oacute;rio preliminar oficial a ser entregue inclusive ao MP sediado em Itaperuna.</div> <div><em><strong>*Itaperuna</strong></em></div>
Comentar
Compartilhe
Compras Online Aumentaram Durante Quarentena
05/06/2020 | 00h08
<div>BNB</div> <div><strong>Os novos h&aacute;bitos de consumo durante e p&oacute;s-covid-19</strong>&nbsp;<br /></div> <div>Pesquisa mostra que 60% da popula&ccedil;&atilde;o brasileira tem procurado fazer mudan&ccedil;as no estilo de vida para reduzir o impacto no meio ambiente</div> <div>O estudo &ldquo;Novos h&aacute;bitos digitais em tempos de covid-19&rdquo;, realizado com mil pessoas, pela Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC), mostrou que os brasileiros aumentaram suas compras on-line e devem continuar com esses costumes de aquisi&ccedil;&atilde;o no p&oacute;s-pandemia. De acordo com os dados divulgados, 61% dos clientes que compram por meio digitais, fazem isso por causa do isolamento social. Segundo a mesma fonte, 79% do consumo tem em vista alimentos e bebidas.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>A ind&uacute;stria varejista tem crescido muito nos &uacute;ltimos tempos e a crise causada pelo novo Coronav&iacute;rus tem fortalecido isso. A pesquisa feita pela SBVC afirma que o consumidor brasileiro est&aacute; mudando o comportamento de consumo e essa pandemia tem feito as pessoas quererem comprar mais por sites e aplicativos. Ali&aacute;s, 70% dos entrevistados disseram que pretendem continuar adquirindo produtos on-line depois que essa situa&ccedil;&atilde;o passar. Mas ser&aacute; que isso tem sido de forma consciente a ponto de as pessoas mudarem suas rotinas e desejarem um mundo mais sustent&aacute;vel a partir de agora?</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Para o especialista em sustentabilidade, professor da ESPM; coordenador do Centro ESPM de Desenvolvimento Socioambiental (CEDS), Marcus Nakagawa, esse per&iacute;odo tem servido para a popula&ccedil;&atilde;o rever seus h&aacute;bitos, principalmente, no que diz respeito ao consumo sustent&aacute;vel. &ldquo;Acredito que isso j&aacute; est&aacute; acontecendo. As pessoas est&atilde;o ampliando um pouco mais a percep&ccedil;&atilde;o dos seus gastos e da rela&ccedil;&atilde;o com os res&iacute;duos. A realiza&ccedil;&atilde;o de compras passou a ser mais respons&aacute;vel, visto que, agora &eacute; um momento de crise, de economizar para o que est&aacute; por vir. Al&eacute;m disso, todos est&atilde;o vendo o quanto de lixo &ldquo;jogam fora&rdquo; e o quanto adquirem coisas que talvez nem precisam&rdquo;, explica Nakagawa.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>De acordo com um estudo da McKinsey &amp; Company cerca de 60% da popula&ccedil;&atilde;o brasileira est&aacute; fazendo mudan&ccedil;as no estilo de vida para reduzir o impacto no meio ambiente como a pr&aacute;tica di&aacute;ria relacionada &agrave; realiza&ccedil;&atilde;o de compras mais respons&aacute;veis, com a devida compreens&atilde;o dos impactos ambientais e sociais. N&atilde;o s&oacute; as pessoas, mas as empresas tamb&eacute;m est&atilde;o querendo incorporar a sustentabilidade dentro da proposta de valor de seus neg&oacute;cios, segundo a mesma pesquisa McKinsey. Isso porque os indiv&iacute;duos est&atilde;o cada vez mais engajados sobre os prop&oacute;sitos das marcas e querem se identificar com a&ccedil;&otilde;es que visem o meio ambiente e sociedade como um todo.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Nesse sentido, o especialista Marcus Nakagawa tamb&eacute;m acredita que, para alcan&ccedil;armos esses novos h&aacute;bitos, &eacute; preciso investir em itens que envolvam menos recursos naturais em sua produ&ccedil;&atilde;o e que facilitem o reaproveitamento e a reciclagem. Sem esquecer-se de optar por elementos que tenham uma &ldquo;vida mais longa&rdquo;, como no caso das empresas que t&ecirc;m se dedicado a produzir m&aacute;scaras reutiliz&aacute;veis nessa &eacute;poca de pandemia. &ldquo;Essas s&atilde;o apenas algumas a&ccedil;&otilde;es para quem deseja entrar nessa jornada mais sustent&aacute;vel durante e p&oacute;s-covid-19&rdquo;, conclui Nakagawa.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Sobre Marcus Nakagawa</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Marcus Nakagawa &eacute; professor da ESPM; coordenador do Centro ESPM de Desenvolvimento Socioambiental (CEDS); idealizador e conselheiro da Abraps; e palestrante sobre sustentabilidade, empreendedorismo e estilo de vida. Autor dos livros: 101 Dias com A&ccedil;&otilde;es Mais Sustent&aacute;veis para Mudar o Mundo e Marketing para Ambientes Disruptivos. www.marcusnakagawa.com, www.blogmarcusnakagawa.com</div> <div>&nbsp;<br /></div>
Comentar
Compartilhe
Como Transformar um Civil em Policial
04/06/2020 | 20h06
<div>BNB SEGURAN&Ccedil;A</div> <div><em><strong>Um divertido e emocionante texto de um instrutor da PM- hoje capit&atilde;o, lotado no 32&ordm; BPM, em Maca&eacute;- relembrando-se de uma turma especial&nbsp;</strong></em></div> <div><strong>OS CALOUROS</strong></div> <div><strong>Capit&atilde;o PM S&eacute;rgio Batista Viana Filho</strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>O comandante havia me determinado a miss&atilde;o de comandar a mais nova companhia que chegava nessa data. Deveria continuar com a fun&ccedil;&atilde;o de instrutor no Curso de Forma&ccedil;&atilde;o de Soldados, mas estaria &agrave; frente, em especial, desta nova turma.</div> <div>Cerca de 600 homens e mulheres.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Na manh&atilde; desta fat&iacute;dica data, um tenente mais moderno que eu os recebeu e os trouxe para o p&aacute;tio de treinamento para a recep&ccedil;&atilde;o.</div> <div>- S&atilde;o muito ruins? - perguntei.</div> <div>- Piores ainda! - ele me respondeu.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Entrei no p&aacute;tio e n&atilde;o sei descrever o que eu vi. Alguns meio mondrongos, outros todos tortos! A maioria eu nem sabia se conseguiriam respirar e falar ao mesmo tempo. Mas o pior era o cheiro... aquele peculiar cheirinho de VIDA CIVIL.</div> <div>Os dias foram passando... aprenderam a caminhar como militares, falar como militares, apresentarem-se, a tirar falta, a respeitarem os mais antigos... (O que inclu&iacute;a todos os cachorros da cia, os hidrantes, os insetos e as &aacute;rvores) e principalmente a se comportarem como alunos em forma&ccedil;&atilde;o.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Nesse momento, ainda havia as famosas perguntas....</div> <div>- Tenente, o senhor sabe que horas seremos liberados hoje?</div> <div>- Tenente, posso usar t&ecirc;nis azuis?</div> <div>- Tenente, posso cortar o cabelo como minha m&atilde;e corta sempre?</div> <div>- Tenente, posso trazer meu toddynho de casa?</div> <div>Tudo devidamente e educadamente respondido com: - N&Atilde;AAAAAO, MALDITO!!!</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Foram expelindo, atrav&eacute;s de suor e sangue, o antigo paisano, o estudante, o eletricista, o t&eacute;cnico, o comerciante, o advogado, o engenheiro, o atendente do MacDonalds... todos derretidos no solo sagrado da companhia!</div> <div>Aprenderam a comer em CINCO MINUTOS no rancho, com ou sem talheres! Aprenderam a suportar o desconforto e a frustra&ccedil;&atilde;o! Acostumaram-se a viverem sujos e fedorentos! A companhia mais enlameada do Centro de Forma&ccedil;&atilde;o! Foram batizados nas SAGRADAS &Aacute;GUAS MITOCONDRIAIS DA CAVALARIA e aben&ccedil;oados na SACRA LAGOA DE &Aacute;GUAS HERBAIS DO JACAR&Eacute; DO PAPO-AMARELO!!</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Com o passar dos meses foram deixando de ser as bact&eacute;rias dos primeiros dias e foram evoluindo....</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Instru&ccedil;&otilde;es! Muitas! Fazia quest&atilde;o que tivessem o menos poss&iacute;vel de tempo livre! Come&ccedil;aram a tirar servi&ccedil;o cedo e concorreram a todos na Invernada!</div> <div>Ainda recrutas trabalharam na seguran&ccedil;a do Papa Francisco no Rio de Janeiro!</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Conseguiram vencer todos os desafios que foram impostos! Todas as apresenta&ccedil;&otilde;es ainda na madrugada! Todas as cobran&ccedil;as e todos os deveres.</div> <div>Respiraram toneladas de g&aacute;s CS e no final j&aacute; riam disso!</div> <div>Participaram de TODOS os parad&otilde;es que ocorreram durante seu curso e em todos eram vibrantes!</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Tenho muito orgulho da 5&deg; companhia Charlie! Guardo cada um deles com muito carinho e tenho excelentes lembran&ccedil;as de tudo o que foram e nos excelentes profissionais que s&atilde;o hoje! Recebi cerca de 600 minhocas mal formadas e hoje a sociedade disp&otilde;e dos melhores homens e mulheres nas fileiras da PMERJ.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Parabenizo a todos pelos SETE ANOS de corpora&ccedil;&atilde;o! Por muito j&aacute; passaram, mas MUITO ainda vir&aacute;, pq sempre vem!</div> <div>Mas est&atilde;o todos preparados, foram forjados e rogo diariamente que Deus aben&ccedil;oe a todos!</div> <div>Sempre ter&atilde;o um lugar especial em minhas lembran&ccedil;as!</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Capit&atilde;o S&eacute;rgio.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Obs: Smeagol e Frango de borracha.... voc&ecirc;s sempre ser&atilde;o feiosos demais.</div> <div><em><strong>*Ingresso da turma: 04/06/2013, forma&ccedil;&atilde;o: fevereiro de 2014.</strong></em></div> <div><em><strong>&nbsp;Sulacap, Rio de Janeiro, PMERJ</strong></em></div> <div><em><strong><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/04/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_04_at_20_01_04-1628910.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ed97e096427d', 'cd_midia':1628910, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/04/whatsapp_image_2020_06_04_at_20_01_04-1628910.jpeg', 'ds_midia': 'ENTITY_quot_ENTITYEsse &eacute; o Esp&iacute;ritoENTITY_apos_ENTITY, comenta o Capit&atilde;o S&eacute;rgio', 'ds_midia_credi': 'Arquivo Pessoal ', 'ds_midia_titlo': 'ENTITY_quot_ENTITYEsse &eacute; o Esp&iacute;ritoENTITY_apos_ENTITY, comenta o Capit&atilde;o S&eacute;rgio', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '720', 'cd_midia_h': '478', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:720px;height:478px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/04/whatsapp_image_2020_06_04_at_20_01_04-1628910.jpeg" alt="ENTITY_quot_ENTITYEsse &eacute; o Esp&iacute;ritoENTITY_apos_ENTITY, comenta o Capit&atilde;o S&eacute;rgio" width="720" height="478"> <figcaption> ENTITY_quot_ENTITYEsse &eacute; o Esp&iacute;ritoENTITY_apos_ENTITY, comenta o Capit&atilde;o S&eacute;rgio / Arquivo Pessoal </figcaption> </figure></tinymce></strong></em></div>
Comentar
Compartilhe
Heroína, A Droga Assassina
04/06/2020 | 19h13
<div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 12pt;">Hero&iacute;na, o analg&eacute;sico que mata</span><br /><span style="font-size: 12pt;"><strong><span style="font-family: 'book antiqua', palatino, serif;"><em>A morte vem aos poucos, com a destrui&ccedil;&atilde;o das defesas do organismo. Ou &eacute; instant&acirc;nea, numa overdose; a cura, quando acontece, &eacute; lenta, cara e t&atilde;o dolorosa que muitos viciados desistem no meio do caminho</em></span></strong></span></div> <div><span style="font-size: 12pt;"><strong>Cl&aacute;udia Bozzo</strong></span><br />Revista SuperInteressante<br /><br />Para ficar viciado em hero&iacute;na &eacute; f&aacute;cil: basta uma ou duas semanas. Para livrar se do vicio &eacute; um pouco mais dif&iacute;cil: s&atilde;o necess&aacute;rios tr&ecirc;s anos de tratamento caro e extremamente doloroso. N&atilde;o &eacute; &agrave; toa que apenas tr&ecirc;s em cada dez viciados conseguem abandonar a droga. Mais que o &aacute;lcool. a maconha e a coca&iacute;na, eis a&iacute; a grande amea&ccedil;a aos jovens deste fim de s&eacute;culo.<br /><br />Derivada do &oacute;pio e sintetizada a partir da morfina pela primeira vez em laborat&oacute;rio, em 1898. chegou a ser considerada uma solu&ccedil;&atilde;o para a cura dos viciados em morfina. Mas depois que se descobriu que ela &eacute; no m&iacute;nimo tr&ecirc;s vezes mais poderosa que a pr&oacute;pria morfina, sua fabrica&ccedil;&atilde;o foi proibida no mundo inteiro.<br /><br />Como as outras drogas derivadas do &oacute;pio. a hero&iacute;na age sobre os sistemas digestivo e nervoso central, onde os efeitos de torpor e tontura v&ecirc;m associados, nos est&aacute;gios iniciais, h&aacute; um sentimento de leveza e euforia. Agindo como depressora do sistema nervoso central, alivia as sensa&ccedil;&otilde;es de dor e ang&uacute;stia. Segue-se um estado de letargia que pode durar horas. As primeiras doses podem provocar v&ocirc;mitos ou n&aacute;useas. Os sintomas desaparecem em pouco tempo mas voltam com viol&ecirc;ncia quando a droga deixa de ser consumida, porque o organismo se acostuma rapidamente a ela.<br /><br />Injetada diretamente no sangue, com o uso de seringas, a hero&iacute;na produz efeitos que duram de duas a quatro horas. Como qualquer outra subst&acirc;ncia externa precisa de c&uacute;mplices no organismo &ndash; elementos qu&iacute;micos que funcionam como receptores &ndash; para propagar seu efeito. Estes encontram-se em determinadas regi&otilde;es do c&eacute;rebro, nos m&uacute;sculos e nos intestinos. Por ter a propriedade de combinar-se muito facilmente com os receptores, a hero&iacute;na &eacute; considerada o prot&oacute;tipo das drogas geradoras de depend&ecirc;ncia. Um dos medicamentos usados no tratamento de viciados &eacute; a metadona. por sua propriedade de ocupar os mesmos espa&ccedil;os da droga nas mol&eacute;culas receptoras. Mas seu uso &eacute; limitado pois tamb&eacute;m gera depend&ecirc;ncia.<br /><br />As rea&ccedil;&otilde;es adversas s&atilde;o muitas. A hero&iacute;na impede a produ&ccedil;&atilde;o de endorfinas, analg&eacute;sicos naturais do organismo, porque a pr&oacute;pria droga se encarrega de fornec&ecirc;-los. As conseq&uuml;&ecirc;ncias n&atilde;o podem ser piores: quando o viciado tenta suprimir a droga, o organismo n&atilde;o volta automaticamente a produzir as endorfinas logo, nada ameniza a dor da pessoa. O mesmo processo se repete com outras subst&acirc;ncias.<br /><br />Segundo o psiquiatra Zacaria Borge Ramadam, da Faculdade de Medicina da Universidade de S&atilde;o Paulo, a hero&iacute;na &eacute; extremamente poderosa porque &ldquo;imita as fun&ccedil;&otilde;es e exagera os efeitos de uma subst&acirc;ncia sintetizada em nosso pr&oacute;prio organismo&rdquo;. Os opi&aacute;ceos, como a morfina e a hero&iacute;na, agem sobre o sistema parassimp&aacute;tico, que em equil&iacute;brio com o sistema simp&aacute;tico influi decisivamente no comportamento humano. O primeiro, com a adrenalina, regula as fun&ccedil;&otilde;es de ataque e defesa; e o segundo, com a acetilcolina, as fun&ccedil;&otilde;es de fuga, relaxamento, sonol&ecirc;ncia e descontra&ccedil;&atilde;o. E em especial sobre o sistema parassimp&aacute;tico que age a hero&iacute;na, substituindo as propriedades da acetil-colina. Mais poderosa que essa subst&acirc;ncia, a hero&iacute;na acaba por ocupar seu espa&ccedil;o no organismo; com o aumento das doses, simplesmente a acetil-colina deixa de ser produzida.<br /><br />&ldquo;Por isso o viciado sofre rea&ccedil;&otilde;es t&atilde;o adversas, quando resolve abandonar a droga&rdquo;, explica Ramadam. Seu organismo n&atilde;o tem como suprir a necessidade criada pela ingest&atilde;o da hero&iacute;na. Inibida a produ&ccedil;&atilde;o natural das endorfinas e da acetilcolina, ocorrem os terr&iacute;veis sintomas da s&iacute;ndrome de abstin&ecirc;ncia quando a droga &eacute; suspensa. T&atilde;o dif&iacute;cil &eacute; largar o v&iacute;cio que, mesmo sabendo que corre risco de vida, o drogado muitas vezes acaba optando pela hero&iacute;na.<br /><br />At&eacute; a pr&oacute;xima dose, depois at&eacute; outra e outra ainda. se estabelece um circuito que leva o dependente a viver apenas para a droga, onde o que pudesse haver de prazer no inicio &eacute; substitu&iacute;do pela necessidade pura e simples de mais hero&iacute;na. Para a maior parte dos viciados, os sintomas de abstin&ecirc;ncia se manifestam assim que se aproxima a hora da pr&oacute;xima dose: incontrol&aacute;veis bocejos que podem at&eacute; provocar deslocamento do queixo: o nariz escorre e suores frios brotam por todo o corpo. Os sintomas aumentam de severidade nas 36 ou 72 horas seguintes. O intestino, antes bloqueado, volta a funcionar &ndash; junto com n&aacute;useas, v&ocirc;mitos. tremores musculares. dores nas costas. pernas e bra&ccedil;os.<br /><br />As vitimas n&atilde;o conseguem encontrar nenhuma posi&ccedil;&atilde;o confort&aacute;vel e experimentam crises de extrema ansiedade e desejo intenso de voltar &agrave; droga. Depois de 72 a 96 horas. os sintomas come&ccedil;am a diminuir. Embora os viciados venham a se queixar de ins&ocirc;nia e letargia nas semanas seguintes. a maioria vence a pior fase das rea&ccedil;&otilde;es org&acirc;nicas em uma semana. Os sintomas continuar&atilde;o a reaparecer e algumas sequelas como altera&ccedil;&otilde;es na press&atilde;o arterial. persistir&atilde;o anos a fio. As conseq&uuml;&ecirc;ncias psicol&oacute;gicas &ndash; depress&atilde;o e vontade de voltar &agrave; droga &ndash; tamb&eacute;m continuam por um consider&aacute;vel per&iacute;odo de tempo.<br /><br />O psiquiatra franc&ecirc;s Claude Olivenstein, que h&aacute; 25 anos cuida de drogados em seu hospital em Paris, adverte para outros obst&aacute;culos que o viciado enfrenta, at&eacute; chegar &agrave; recupera&ccedil;&atilde;o: &ldquo;Rompida a depend&ecirc;ncia f&iacute;sica. vem o sofrimento moral e a tenta&ccedil;&atilde;o de livrar-se dele voltando &agrave; droga. Existe ainda a press&atilde;o dos antigos companheiros de vicio e traficantes para que ele volte a se drogar&rdquo;.<br /><br />Por que uma pessoa se vicia? Olivenstein acredita que a ades&atilde;o &agrave;s drogas resulta da associa&ccedil;&atilde;o de tr&ecirc;s fatores: o produto, a personalidade e o momento s&oacute;cio-cultural&rdquo;. Na Europa. por exemplo, a hero&iacute;na &eacute; amea&ccedil;a maior que a coca&iacute;na, pela longa tradi&ccedil;&atilde;o de consumo daquela droga e tamb&eacute;m pelo seu baixo custo, em rela&ccedil;&atilde;o &agrave; coca. J&aacute; nos Estados Unidos, o grande aumento no consumo a partir da d&eacute;cada de 60 foi conseq&uuml;&ecirc;ncia da guerra do Vietn&atilde;. Explica-se: os grandes centros produtores de &oacute;pio, a mat&eacute;ria-prima da hero&iacute;na &ndash; ficam no sudeste asi&aacute;tico, no Laos. Birm&acirc;nia e Tail&acirc;ndia. O Paquist&atilde;o e a Turquia tamb&eacute;m s&atilde;o grandes produtores de &oacute;pio<br /><br />Extra&iacute;do h&aacute; mil&ecirc;nios da papoula (Papaver somniferum), o &oacute;pio &eacute; um alcal&oacute;ide obtido mediante algumas incis&otilde;es nas c&aacute;psulas da flor, que deixa escorrer um liquido viscoso. como o l&aacute;tex da seringueira. Ao secar, ele se transforma numa massa escura e pegajosa. A&iacute;, ela &eacute; depurada em v&aacute;rias etapas, chegando aos viciados como um p&oacute; branco. Os opi&aacute;ceos j&aacute; foram usados como rem&eacute;dio para uma legi&atilde;o de problemas de sa&uacute;de, desde ins&ocirc;nia a mordidas de cobra, passando por crises respirat&oacute;rios, c&oacute;licas, epilepsia e dificuldades urin&aacute;rias. Mas o que produziram mesmo foi uma legi&atilde;o de viciados.<br /><br />&ldquo;No Brasil, ainda &eacute; desprez&iacute;vel o consumo de hero&iacute;na&rdquo;, informa o psiquiatra Miguel Roberto Jorge, da Escola Paulista de Medicina e membro do Conselho Federal de Entorpecentes, do Minist&eacute;rio da Justi&ccedil;a. Os grandes problemas que enfrentamos s&atilde;o o &aacute;lcool, a maconha e agora a coca&iacute;na. &lsquo;&rsquo;J&aacute; existem no pais alguns centros de tratamento e recupera&ccedil;&atilde;o de drogados. Mas s&atilde;o muito poucos ainda&rdquo;, observa Miguel Jorge.<br /><br />V&iacute;tima de um sistema onde o &uacute;nico beneficiado &eacute; o traficante, o viciado em hero&iacute;na. como os dependentes de outras drogas consumidas por via venosa, integra um dos grupos de alto risco no processo de cont&aacute;gio e transmiss&atilde;o da AIDS (S&iacute;ndrome da Imunodefici&ecirc;ncia Adquirida). Normalmente. os viciados se agrupam em verdadeiras tribos e se entregam ao ritual do consumo sem cuidado algum com a higiene. Seringas contaminadas passam de m&atilde;o em m&atilde;o: muitas vezes n&atilde;o s&atilde;o lavadas nem em &aacute;gua corrente. entre uma aplica&ccedil;&atilde;o e outra. Al&eacute;m da AIDS, o uso de seringas contaminadas traz doen&ccedil;as como a hepatite. t&eacute;tano ou inflama&ccedil;&otilde;es do endoc&aacute;rdio. a pel&iacute;cula que envolve o cora&ccedil;&atilde;o por dentro. A seringa industrial surgiu em 1893. Seu inventor, o ingl&ecirc;s Alexander Wood, usou como cobaia a pr&oacute;pria mulher, que morreu em conseq&uuml;&ecirc;ncia de uma overdose de morfina.<br /><br />O estado de torpor e desinteresse causado pelo v&iacute;cio enfraquece os mecanismos de autodefesa da pessoa. Por isso &eacute; f&aacute;cil o hero&iacute;nomano exagerar na dose e morrer disso. Tamb&eacute;m &eacute; grande o consumo de drogas misturadas com talco, analg&eacute;sicos. bicarbonato &ndash; ou qualquer outro p&oacute; que possa aumentar o lucro do traficante. O resultado &eacute; que, ao ter acesso a uma droga mais pura, o viciado corre o risco de morrer de overdose.<br /><br /><br /><br /></div>
Comentar
Compartilhe
Preposição de Vereador é Aceita
04/06/2020 | 18h00
<div>BNB DE 1&ordf;</div> <div><br />No dia 22 de abril recente, o presidente da C&acirc;mara Municipal de Itaperuna submeteu &agrave; aprova&ccedil;&atilde;o legislativa, uma preposi&ccedil;&atilde;o, sugerindo ao Poder Executivo itaperunense, a ado&ccedil;&atilde;o de medidas para distribui&ccedil;&atilde;o da merenda escolar aos alunos da rede p&uacute;blica de ensino enquanto estiverem sob quarentena.<br />Foi feliz na sugest&atilde;o.</div> <div>INSTRU&Ccedil;&Otilde;ES DA PREFEITURA DE ITAPERUNA<br /><br />A Prefeitura de Itaperuna, por meio da Secretaria Municipal de Educa&ccedil;&atilde;o e o Conselho de Alimenta&ccedil;&atilde;o Escolar, come&ccedil;a nesta sexta-feira, dia 05 de junho, a entrega diretamente aos pais ou respons&aacute;veis, de um kit de alimenta&ccedil;&atilde;o para cada aluno.<br /><br />A entrega dos kits vai ser em hor&aacute;rio agendado pela dire&ccedil;&atilde;o de cada escola. Em hip&oacute;tese alguma, fora do hor&aacute;rio agendado ser&aacute; feita.<br /><br />Para que o processo aconte&ccedil;a, sem aglomera&ccedil;&otilde;es, somente uma pessoa, deve comparecer &agrave; unidade de ensino, munido de documento com foto, comprovando o v&iacute;nculo familiar com o aluno.<br />N&atilde;o ser&atilde;o entregues a quem n&atilde;o se identificar legalmente ou a terceiros.</div>
Comentar
Compartilhe
Hospital de Japeri Recebe Equipamentos Doados pela NTS
04/06/2020 | 11h57
<div>BNB SA&Uacute;DE Com Aline Salgado</div> <div>Em mais uma a&ccedil;&atilde;o de apoio ao enfrentamento da Covid-19 no Estado do Rio de Janeiro, a NTS-Nova Transportadora do Sudeste, investe R$ 6 milh&otilde;es para a compra de aparelhos hospitalares a serem doados para unidades de sa&uacute;de do estado, especialmente as localizadas na Baixada Fluminense.</div> <div>A iniciativa &eacute; dividida em duas fases e, nesta primeira, direcionou parte dos recursos para o equipar a Policl&iacute;nica It&aacute;lia Franco, em Japeri.</div> <div>&nbsp;A doa&ccedil;&atilde;o permitiu que 10 leitos de CTI, 10 de UTI e 20 de enfermaria fossem habilitados para atendimento de pacientes com a Covid-19.</div> <div>S&atilde;o 10 ventiladores respirat&oacute;rios, 20 monitores, 40 camas hospitalares com colch&atilde;o, al&eacute;m de outros itens necess&aacute;rios. A iniciativa da NTS colabora com a ativa&ccedil;&atilde;o e reativa&ccedil;&atilde;o de leitos em hospitais localizados na &aacute;rea de atua&ccedil;&atilde;o da companhia.</div> <div>&nbsp;Antes da doa&ccedil;&atilde;o, o hospital - que &eacute; o &uacute;nico do munic&iacute;pio de Japeri - contava com dois respiradores, cinco leitos de enfermaria e nenhum de UTI.</div> <div>A m&eacute;dia di&aacute;ria de atendimentos na unidade, que ainda recebe pacientes das vizinhas Serop&eacute;dica, Queimados e Paracambi, fica de 300 a 350.</div> <div>Os equipamentos e leitos que foram entregues j&aacute; est&atilde;o sendo ocupados por pacientes que estavam a espera.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&ldquo;Conseguimos reformar a estrutura da Policl&iacute;nica recentemente, o que significa que temos espa&ccedil;o, mas n&atilde;o conseguimos investir em equipamentos. Com essa doa&ccedil;&atilde;o, vamos poder atender nossos cidad&atilde;os, sem precisar contar com transfer&ecirc;ncias&rdquo;, diz a secret&aacute;ria de Sa&uacute;de do Munic&iacute;pio de Japeri, Rosi Moraes.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Para gerenciar a compra e entrega dos produtos hospitalares, a NTS conta com a parceria do Instituto da Crian&ccedil;a e o apoio do movimento Uni&atilde;o Rio. Segundo a dire&ccedil;&atilde;o da empresa, a iniciativa visa oferecer ajuda ativa &agrave;s comunidades onde a NTS atua. A companhia tamb&eacute;m tem estimulado a&ccedil;&otilde;es de solidariedade entre os seus colaboradores, que na &uacute;ltima semana doaram mais de 80 cestas b&aacute;sicas a institui&ccedil;&otilde;es de caridade que atendem fam&iacute;lias em situa&ccedil;&atilde;o de vulnerabilidade social em Nova Igua&ccedil;u.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>A NTS vem mapeando quais munic&iacute;pios do Rio de Janeiro foram mais afetados pela Covid-19 para, assim, repassar os recursos da segunda fase de doa&ccedil;&otilde;es, que vai destinar mais R$ 3 milh&otilde;es para o aparelhamento de hospitais. A companhia avalia ainda realizar outras parcerias com &oacute;rg&atilde;os municipais.</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div>
Comentar
Compartilhe
Covid-19 Mata Cantora Gospel
04/06/2020 | 11h01
<div>BNB</div> <div>QUINTA-FEIRA, 4 DE JUNHO DE 2020</div> <div><br />Fabiana Anast&aacute;cio morreu hoje pela manh&atilde;, depois alguns dias na UTI de um hospital em S&atilde;o Paulo-SP.<br />Durante a semana, a fam&iacute;lia fez uma vaquinha online para cobrir os custos do tratamento, arrecadando 15 mil reais.</div> <div><br />ASSISTA A UM DOS TRABALHOS DE FABIANA CLICANDO<em><strong><span style="color: #ff0000;"> <a style="color: #ff0000;" href="https://youtube.com/watch?v=8e8B5ga4jpc">AQUI</a></span></strong></em></div>
Comentar
Compartilhe
Bom Jesus do Itabapoana e do Norte: Covid-19 desconhece divisa
04/06/2020 | 09h41
<div>BNB</div> <div>Com <span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 12pt;">Sandro Reis*</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: arial, helvetica, sans-serif;">Bom Jesus do Itabapoana e Bom Jesus do Norte s&atilde;o dois munic&iacute;pios, colados um no outro,&nbsp; com dois prefeitos e duas c&acirc;maras de vereadores, em dois estados diferentes, Rio de Janeiro e Esp&iacute;rito Santo, mas quando se fala em pandemia, devem ser reunidos os dados das duas, visto que somente uma ponte as separa&nbsp; e o tr&acirc;nsito &eacute; frequente, como se fosse uma &uacute;nica cidade.</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: arial, helvetica, sans-serif;">E fica em Bom Jesus do Itabapoana-RJ,&nbsp; o HSVP-Hospital S&atilde;o Vicente de Paulo, filantr&oacute;pico, atualmente parte da rede de hospitais credenciados pela Secretaria de Sa&uacute;de do Estado do Rio de Janeiro-parte de um plano de conting&ecirc;ncia- motivo para receber doentes com a Covid-19 de outros munic&iacute;pios de outras regi&otilde;es, como Angra dos Reis e Rezende, no Sul do Estado.</span></div> <div><span style="font-size: 12pt; font-family: arial, helvetica, sans-serif;">Assim, a institui&ccedil;&atilde;o, que h&aacute; alguns anos quase fechou as portas, hoje &eacute; exemplo de gest&atilde;o e tem salvado muitas vidas nesta crise, m&eacute;rito dos funcion&aacute;rios, diretores, volunt&aacute;rios, prefeitura local e institui&ccedil;&otilde;es parceiras como a UniRedentor.</span></div> <div><em><span style="font-size: 12pt; font-family: arial, helvetica, sans-serif;">Portanto reuni os dados dos dois munic&iacute;pios e fiz um g</span>r&aacute;fico em linhas, apresentando uma pequena s&eacute;rie hist&oacute;rica das duas &uacute;ltimas semanas com&nbsp;n&uacute;meros coletados nas p&aacute;ginas oficiais de ambas as prefeituras publicados at&eacute; o dia 29 de maio, prometendo trazer os desta semana em breve.</em></div> <div><em><strong><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/04/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_04_at_09_06_10-1628595.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ed8e94b4ba56', 'cd_midia':1628595, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/04/whatsapp_image_2020_06_04_at_09_06_10-1628595.jpeg', 'ds_midia': 'Gr&aacute;fico Exclusivo feito por Sandro Reis', 'ds_midia_credi': 'Sandro Reis', 'ds_midia_titlo': 'Gr&aacute;fico Exclusivo feito por Sandro Reis', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '528', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:528px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/04/whatsapp_image_2020_06_04_at_09_06_10-1628595.jpeg" alt="Gr&aacute;fico Exclusivo feito por Sandro Reis" width="528" height="635"> <figcaption> Gr&aacute;fico Exclusivo feito por Sandro Reis / Sandro Reis </figcaption> </figure></tinymce></strong></em></div> <div><em><strong><span style="font-family: arial, helvetica, sans-serif;">*Sandro Reis - Estudante de doutorado em Medicina Veterin&aacute;ria UFF/UNIMELB em Medicina Veterin&aacute;ria (Epidemiologia e Sa&uacute;de P&uacute;blica), Palestrante e Consultor T&eacute;cnico,&nbsp;<a href="http://www.grupoextrair.com.br">grupoextrair.com.br</a></span></strong></em></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div>
Comentar
Compartilhe
Pré-Candidato em Porciúncula deixa cargo no Rio
04/06/2020 | 08h57
<div>BNB de 1&ordf;</div> <div><em><strong>Agrade&ccedil;o a todos pela parceria e empenho neste per&iacute;odo em que estive na presid&ecirc;ncia do IEA-Instituto Estadual de Engenharia e Arquitetura.&nbsp;</strong></em></div> <div><em><strong>Devido &agrave;s regras eleitorais, em virtude das elei&ccedil;&otilde;es municipais sou obrigado a me afastar do cargo de presidente, pois sou pr&eacute;-candidato a prefeito em meu munic&iacute;pio, Porci&uacute;ncula, no Noroeste Fluminense. </strong></em></div> <div><em><strong>Pe&ccedil;o a todos que continuem apoiando os projetos que iniciamos, principalmente em rela&ccedil;&atilde;o ao Plano Diretor, que &eacute; a base da reestrutura&ccedil;&atilde;o do IEEA, um &oacute;rg&atilde;o extremamente importante para o planejamento estrat&eacute;gico do Estado do Rio de Janeiro e dos munic&iacute;pios do interior. </strong></em></div> <div><em><strong>Hoje, como ex&mdash;presidente do Instituto e sendo arquiteto urbanista, com especializa&ccedil;&atilde;o em engenharia urbana, morador e conhecedor da realidade do interior fluminense, me sinto ainda mais seguro para defender, n&atilde;o apenas a preserva&ccedil;&atilde;o do IEEA-RJ como &oacute;rg&atilde;o estrat&eacute;gico do Governo Estadual, mas o seu fortalecimento institucional, t&eacute;cnico, or&ccedil;ament&aacute;rio e financeiro, para o bem do povo fluminense e da boa administra&ccedil;&atilde;o p&uacute;blica. </strong></em></div> <div><em><strong>O IEEA-RJ re&uacute;ne quadros t&eacute;cnicos de excel&ecirc;ncia, fundamentais para o desenvolvimento das pol&iacute;ticas p&uacute;blicas estaduais e municipais em nosso Estado.</strong></em></div> <div><em><strong>Al&eacute;m do Plano Diretor do IEEA, o primeiro em 30 anos de exist&ecirc;ncia da autarquia, deixamos em andamento tamb&eacute;m a&ccedil;&otilde;es como o Programa de Compliance, de forma a melhorar a qualidade dos processos administrativos; o Conhecimento Solid&aacute;rio com cursos de capacita&ccedil;&atilde;o para a multiplica&ccedil;&atilde;o do conhecimento da tecnologia BIM e elabora&ccedil;&atilde;o de or&ccedil;amentos; o projeto piloto de Teletrabalho (procedimentos para a implanta&ccedil;&atilde;o do home office, iniciativa anterior &agrave; decreta&ccedil;&atilde;o da quarentena); Trabalho Solid&aacute;rio, uma parceria com o Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-RJ) para a realiza&ccedil;&atilde;o de trabalho volunt&aacute;rio nas &aacute;reas de engenharia e arquitetura para o desenvolvimento dos projetos da Subsecretaria Estadual de Projetos e Empresa de Obras P&uacute;blicas (EMOP), al&eacute;m de propostas que ser&atilde;o implementadas ao longo do tempo em parceria com a Secretaria Estadual de Infraestrutura e Obras, como o Programa Caminho Seguro, que tem como objetivo o monitoramento de obras de artes especiais (avalia&ccedil;&atilde;o t&eacute;cnica das condi&ccedil;&otilde;es estruturais de pontes, viadutos e passarelas)e o Programa Morar Saud&aacute;vel, dedicado &agrave; pol&iacute;tica habitacional que tem como objetivo intervir pontualmente em moradias, inicialmente localizadas em &Aacute;reas de Especial Interesse Social (ZEIS),melhorando a acessibilidade e salubridade dos c&ocirc;modos habit&aacute;veis. Al&eacute;m da continuidade dos demais projetos que o IEEA j&aacute; vinha desenvolvendo como o Cidades Sinalizadas, Cidades Planejadas, Renova RJ e Fogo Zero.</strong></em></div> <div><em><strong>Cabe ainda mencionar a necessidade da consolida&ccedil;&atilde;o da folha de pagamento das carreiras vinculadas ao IEEA, de forma a melhorar e facilitar a gest&atilde;o da vida profissional de centenas de servidores ativos e inativos, bem como a realiza&ccedil;&atilde;o de concurso p&uacute;blico para o preenchimento das vagas abertas em virtude de aposentaria e falecimento. Sobre este tema, h&aacute; exce&ccedil;&otilde;es em rela&ccedil;&atilde;o ao Regime de Recupera&ccedil;&atilde;o Fiscal (RRF) para este tipo de situa&ccedil;&atilde;o.</strong></em></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><em><strong>Agrade&ccedil;o a todos os servidores, ao Secret&aacute;rio de Infraestrutura e Obras, Bruno Kazuhiro, pela confian&ccedil;a ao meu trabalho e pelo respeito e aten&ccedil;&atilde;o com que sempre tratou todas as a&ccedil;&otilde;es do Instituto. Agrade&ccedil;o tamb&eacute;m ao Deputado Federal Rodrigo Maia pela confian&ccedil;a e apoio e ao meu partido, o Democratas, pela oportunidade de estar representando o partido numa autarquia t&atilde;o especial para o funcionalismo p&uacute;blico estadual.</strong></em></div> <div><em><strong>Ao meu futuro sucessor, Manolo Salazar, desejo votos de sucesso e sigo tranquilo, por saber que os projetos que elaboramos ser&atilde;o muito bem cuidados sob a sua gest&atilde;o.</strong></em></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><em><strong>Rio de Janeiro, 01 de junho de 2020.</strong></em></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div><em><strong>Guilherme Fonseca Cardoso</strong></em></div> <div><em><strong>(Ex) Presidente do IEEA</strong></em></div>
Comentar
Compartilhe
Educação Financeira de Graça
04/06/2020 | 08h48
<div>BNB ECONOMIA</div> <div>ATENDIMENTO FINANCEIRO ONLINE E GRATUITO</div> <div><br />Por<strong><em> Luciano Aquino</em></strong></div> <div><br />O Sicoob Fluminense, com sede em Campos dos Goytacazes, est&aacute; engajado no projeto &ldquo;Atendimento Financeiro Online&rdquo;, oferecido &agrave; comunidade pelo Instituto Sicoob, no estado do Rio de Janeiro. A iniciativa disponibiliza gratuitamente ao p&uacute;blico orienta&ccedil;&atilde;o financeira por videoconfer&ecirc;ncia, das 9h &agrave;s 17h, todas quartas, quintas e sextas-feiras.<br /><br />Volunt&aacute;rios especialistas em Educa&ccedil;&atilde;o Financeira orientam sobre como organizar or&ccedil;amento pessoal e familiar em momento de crise, negociar d&iacute;vidas e fazer investimentos.<br /><br />Para participar, o interessado precisa marcar um hor&aacute;rio atrav&eacute;s do link: sicoobrio.com.br/edfinanceira e preencher o formul&aacute;rio. Em seguida, receber&aacute; um email de<br />confirma&ccedil;&atilde;o com o dia, a hora e o endere&ccedil;o de acesso ao atendimento via plataforma Zoom. Cada usu&aacute;rio tem 45 minutos, em particular, para tirar suas d&uacute;vidas com volunt&aacute;rios especialistas em finan&ccedil;as, planejamento de gastos e investimentos<br /><br />A iniciativa do Instituto Sicoob - que faz parte do Sicoob, o maior grupo de cooperativismo de cr&eacute;dito do pa&iacute;s - visa aconselhar a popula&ccedil;&atilde;o durante a quarentena da pandemia da COVID-19, uma vez que enfrenta um per&iacute;odo de retra&ccedil;&atilde;o econ&ocirc;mica.<br /><br /><br />Contato: Maria Clara Oliveira 22-999818206<br /><br /><br /><br /></div>
Comentar
Compartilhe
Maria e o Café com Amor
03/06/2020 | 09h33
<div>BNB EXCLUSIVO</div> <div>Com a ajuda de um ex-morador de rua e de colegas do CREAS- Centro de Refer&ecirc;ncia Especializado de Assist&ecirc;ncia Social, Maria Silva tem com disciplina, disposi&ccedil;&atilde;o e sobretudo, amor, distribu&iacute;do &iacute;tens aliment&iacute;cios no que ela chama de Caf&eacute; com Amor, para aproximadamente 12 moradores de rua na cidade de Itaperuna.</div> <div>Duas vezes por semana, Maria cumpre a miss&atilde;o, contando com o apoio da&nbsp;Secretaria Municipal de Assist&ecirc;ncia Social, Trabalho e Habita&ccedil;&atilde;o, de empres&aacute;rios como Darci Teixeira, Rog&eacute;rio da Italandia, Camila Pires, Renata Core, prefeito Marcus Vin&iacute;cius e outros.</div> <div>Criado durante a pandemia da Covid-19, Maria pretende continuar o movimento quando tudo voltar ao <em>"normal"&nbsp;</em>pois "<em>moradores em situa&ccedil;&atilde;o de rua</em>", como ela diz, ainda estar&atilde;o por a&iacute;, muitos de passagem como a maioria, mas todos necessitados de alimenta&ccedil;&atilde;o e aten&ccedil;&atilde;o.</div> <div>Em mais um dia de frio na cidade acostumada com altas temperaturas, Maria ao lado do fiel ajudante Japir, leva o calor do carinho e as calorias do Caf&eacute; do Amor a quem precisa disso e muito mais para continuar vivo.</div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/03/170x96/1_whatsapp_image_2020_05_22_at_18_57_43-1628181.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ed7967de20a3', 'cd_midia':1628181, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/03/whatsapp_image_2020_05_22_at_18_57_43-1628181.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'CREAS', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/03/whatsapp_image_2020_05_22_at_18_57_43-1628181.jpeg" alt="" width="813" height="813"> <figcaption> CREAS </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/03/170x96/1_whatsapp_image_2020_05_22_at_18_56_22-1628180.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ed7967de20a3', 'cd_midia':1628180, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/03/whatsapp_image_2020_05_22_at_18_56_22-1628180.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'CREAS', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '397', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:397px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/03/whatsapp_image_2020_05_22_at_18_56_22-1628180.jpeg" alt="" width="397" height="635"> <figcaption> CREAS </figcaption> </figure></tinymce></div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/03/170x96/1_whatsapp_image_2020_05_23_at_08_23_33__1_-1628182.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ed7967de20a3', 'cd_midia':1628182, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/03/whatsapp_image_2020_05_23_at_08_23_33__1_-1628182.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': 'CREAS', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '609', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:609px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/03/whatsapp_image_2020_05_23_at_08_23_33__1_-1628182.jpeg" alt="" width="609" height="813"> <figcaption> CREAS </figcaption> </figure></tinymce></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div>
Comentar
Compartilhe
Estado do Rio Continua com Medidas de Isolamento
02/06/2020 | 12h01
<div>BNB com O Dia</div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;"><strong>VEJA O DECRETO NA &Iacute;NTEGRA CLICANDO <a href="http://www.ioerj.com.br/portal/modules/conteudoonline/mostra_edicao.php?session=VDFSck1rNVVTVEJOZWtGMFRWVktSbEpUTURCUFJWRjNURlZKZDA5RlNYUlJhbXhEVFZWS1IwOUZXVEpTUkZKR1RWUlZOVTFVUlhoTlJGRjZUMUU5UFE9PQ=="><span style="color: #ff0000;"><em>AQUI</em></span></a></strong></span></div> <div>&nbsp;O governador WW decretou, (est&aacute; na edi&ccedil;&atilde;o do Di&aacute;rio Oficial de hoje), a prorroga&ccedil;&atilde;o, at&eacute;&nbsp; 5 de junho, das medidas de combate ao coronav&iacute;rus no Estado do Rio de Janeiro.</div> <div>As determina&ccedil;&otilde;es de isolamento continuam valendo durante esta semana e as for&ccedil;as de seguran&ccedil;a p&uacute;blica seguem auxiliando as a&ccedil;&otilde;es das prefeituras.</div> <div>Nos pr&oacute;ximos dias, o governo vai acompanhar o mapa de incid&ecirc;ncia de evolu&ccedil;&atilde;o da doen&ccedil;a para come&ccedil;ar a definir um cronograma de flexibiliza&ccedil;&atilde;o gradual.</div> <div>&nbsp;Ficam mantidas medidas como o fechamento de escolas p&uacute;blicas e privadas, creches e institui&ccedil;&otilde;es de ensino superior e a suspens&atilde;o da realiza&ccedil;&atilde;o de eventos esportivos, culturais, shows, feiras cient&iacute;ficas, entre outros, em local aberto ou fechado. Tamb&eacute;m continua suspenso o funcionamento de cinemas, teatros e afins. Academias, centros de lazer e esportivos e shoppings tamb&eacute;m devem ficar fechados.</div> <div>Permanece a recomenda&ccedil;&atilde;o para que a popula&ccedil;&atilde;o fluminense n&atilde;o frequente praias, lagoas, rios e piscinas p&uacute;blicas e clubes.</div> <div>&nbsp;Somente servi&ccedil;os essenciais devem permanecer funcionando, seguindo todas as medidas de seguran&ccedil;a para evitar aglomera&ccedil;&otilde;es, al&eacute;m do cumprimento do distanciamento entre as pessoas. Em caso de descumprimento das medidas previstas, as autoridades competentes dever&atilde;o apurar as eventuais pr&aacute;ticas de infra&ccedil;&otilde;es administrativas e crimes previstos. Os demais tipos de com&eacute;rcio ter&atilde;o que realizar atendimento em domic&iacute;lio.</div> <div><br /></div>
Comentar
Compartilhe
Filho de Cantor de Quissamã Faz Sucesso em São Paulo
02/06/2020 | 11h16
<div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif;">BNB EXCLUSIVO</span></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Felipe Viana, 16 anos de idade, filho do cantor e compositor nascido em Quissam&atilde;-RJ, Jhosep, comprova a for&ccedil;a do DNA, tendo lan&ccedil;ado o primeiro trabalho em mar&ccedil;o de 2019, a m&uacute;sica<em> Livre e Solto</em>.</div> <div>A segunda can&ccedil;&atilde;o, Fora do Radar, j&aacute; &eacute; destaque em r&aacute;dios do eixo Rio- S&atilde;o Paulo.</div> <div>O paulistano Felipe, est&aacute; em todas as plataformas digitais e quem quiser conhecer um pouco mais, pode segui-lo no Instagram: felipevianasinger e no YouTube.</div> <div>PARA OUVIR&nbsp;<span style="color: #ff0000;">FORA DO RADAR</span>, CLIQUE <a href="https://www.youtube.com/watch?v=rvS_l_ts5Aw">AQUI</a></div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/02/170x96/1_whatsapp_image_2020_05_06_at_17_54_43-1627634.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ed65c13eeed6', 'cd_midia':1627634, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/02/whatsapp_image_2020_05_06_at_17_54_43-1627634.jpeg', 'ds_midia': 'Felipe Viana', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': 'Felipe Viana', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '813', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:813px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/02/whatsapp_image_2020_05_06_at_17_54_43-1627634.jpeg" alt="Felipe Viana" width="813" height="813"> <figcaption> Felipe Viana </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/02/170x96/1_whatsapp_image_2020_06_02_at_10_48_09-1627633.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ed65c13eeed6', 'cd_midia':1627633, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/02/whatsapp_image_2020_06_02_at_10_48_09-1627633.jpeg', 'ds_midia': ' Jhosep e o filho Felipe Viana', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': ' Jhosep e o filho Felipe Viana', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '688', 'cd_midia_h': '636', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:688px;height:636px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/02/whatsapp_image_2020_06_02_at_10_48_09-1627633.jpeg" alt=" Jhosep e o filho Felipe Viana" width="688" height="636"> <figcaption> Jhosep e o filho Felipe Viana </figcaption> </figure></tinymce><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/02/170x96/1_whatsapp_image_2020_05_06_at_18_36_32-1627635.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ed65c13eeed6', 'cd_midia':1627635, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/02/whatsapp_image_2020_05_06_at_18_36_32-1627635.jpeg', 'ds_midia': 'Ranking da R&aacute;dio Sol de Ver&atilde;o', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': 'Ranking da R&aacute;dio Sol de Ver&atilde;o', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '357', 'cd_midia_h': '635', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:357px;height:635px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/02/whatsapp_image_2020_05_06_at_18_36_32-1627635.jpeg" alt="Ranking da R&aacute;dio Sol de Ver&atilde;o" width="357" height="635"> <figcaption> Ranking da R&aacute;dio Sol de Ver&atilde;o </figcaption> </figure></tinymce></div>
Comentar
Compartilhe
Campanha de Vacinação Contra Aftosa no Estado do Rio
01/06/2020 | 10h56
<div>BNB SA&Uacute;DE</div> <div>O Minist&eacute;rio da Agricultura, Pecu&aacute;ria e Abastecimento - MAPA autorizou a prorroga&ccedil;&atilde;o da primeira etapa da campanha de vacina&ccedil;&atilde;o contra a febre aftosa no Estado, a pedidos da Seapa-Secretaria de Estado de Agricultura, Abastecimento/Pesca, com o apoio da FAERJ-Federa&ccedil;&atilde;o da Agricultura do Estado do Rio de Janeiro.&nbsp;&nbsp;</div> <div>At&eacute; 30 de junho pr&oacute;ximo, &eacute; o prazo para o pecuarista comprar e aplicar a vacina. J&aacute; o envio da declara&ccedil;&atilde;o de vacina&ccedil;&atilde;o, acompanhada da Nota Fiscal de compra, dever&aacute; ser feito at&eacute; o 10 de julho pr&oacute;ximo.</div>
Comentar
Compartilhe
A História da Pizzato Vinhas e Vinhos
01/06/2020 | 10h31
<div><span style="font-size: 12pt;"><strong>COLUNA DE VINHOS</strong></span></div> <div><span style="font-family: 'arial black', sans-serif; font-size: 12pt;">POR JO&Atilde;O RICARDO RODRIGUES</span></div> <div>Um ano comemoramos hoje pela 1&ordf; edi&ccedil;&atilde;o desta Coluna de Vinhos, totalizando 31 artigos, apresentando 26 castas de uvas,&nbsp; passando dicas e degustando vinhos.</div> <div>Escrevendo, aprendi muito mais sobre o vasto mundo da bebida de Baco.</div> <div>Agrade&ccedil;o a todos que nos acompanham, a cada artigo realizamos novas amizades e fortalecemos as antigas.</div> <div>Que possamos trilhar mais um ano, relembrando o que escrevi na 1&ordf; Coluna: <em><strong>&ldquo;O bom vinho &eacute; aquele que tomamos com os amigos."</strong></em></div> <div><strong>VIN&Iacute;COLA PIZZATO&nbsp;</strong></div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Na busca por novas experiencias, hoje nosso encontro &eacute; com uma uva francesa rara que tem se adaptado muito bem no Brasil e a vin&iacute;cola &eacute; uma das mais renomadas, com elaborados vinhos de reconhecimento mundial.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>A Uva</div> <div>A Egiodola &eacute; uma uva hibrida (cruzamento das uvas Abouriou e Negra Mole), que tem a sua origem em 1954 em Bordeaux na Fran&ccedil;a pelas m&atilde;os de Pierre Marcel Durqu&eacute;ty pesquisador do INRA Institut National de Recherche Agronomique). A palavra Egiodola &eacute; a contra&ccedil;&atilde;o de duas palavras bascas, Egiasko e Odola, que significam &lsquo;sangue de verdade&rsquo;.</div> <div>Casta pouco conhecida e ex&oacute;tica, &eacute; resistente e de matura&ccedil;&atilde;o precoce em compara&ccedil;&atilde;o com as demais tintas, possui boa resist&ecirc;ncia a doen&ccedil;as e produ&ccedil;&atilde;o vigorosa.</div> <div>A Egiodola apresenta uma cor vermelho-rub&iacute; bem profunda, &eacute; t&acirc;nica, tem pouca acidez, sendo geralmente usada em cortes com outras tintas, mas tamb&eacute;m d&aacute; origem a varietais com boa capacidade guarda.</div> <div>A Egiodola &eacute; cultivada principalmente na Fran&ccedil;a, tamb&eacute;m podemos encontrar vinhedos na Espanha, Su&iacute;&ccedil;a e no Brasil onde apresenta uma acidez mais elevada que os cultivares europeus.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>A vin&iacute;cola</div> <div>Vin&iacute;cola localizada no Vale dos Vinhedos, primeira Denomina&ccedil;&atilde;o de Origem (DO) Brasileira, com vinhedos pr&oacute;prios localizados junto ao estabelecimento (26 hectares) e em Doutor FAUSTO de Castro (19 hectares), Serra Ga&uacute;cha, as terras da Pizzato Vinhas e Vinhos foram compradas em 1967 por Giovanni Pizzato, av&ocirc; da atual gera&ccedil;&atilde;o.</div> <div>A fam&iacute;lia cultiva as pr&oacute;prias uvas desde o final dos anos 1950, com os conhecimentos trazidos por Ant&ocirc;nio Pizzato, imigrado da regi&atilde;o italiana do V&ecirc;neto para o Brasil com apenas 6 anos, no final do s&eacute;culo 19.</div> <div>Inicialmente a produ&ccedil;&atilde;o inicial era apenas para o consumo da fam&iacute;lia, passando depois para o comercio em garraf&otilde;es. O cultivo sempre foi de uvas europeias, que eram vendidas, at&eacute; aquele momento, para as grandes vin&iacute;colas da &eacute;poca.</div> <div>Em 1999, por&eacute;m, a fam&iacute;lia decidiu criar a pr&oacute;pria vin&iacute;cola e produzir vinhos finos com a sua marca. J&aacute; no ano seguinte foi premiada com o Pizzato Merlot, como "Melhor Tinto do Brasil (2000)".</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Vin&iacute;cola Pizzato</div> <div>Foto 01<tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/01/170x96/1_whatsapp_image_2020_05_31_at_15_10_23-1627148.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ed501eb3e330', 'cd_midia':1627148, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/01/whatsapp_image_2020_05_31_at_15_10_23-1627148.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '813', 'cd_midia_h': '190', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:813px;height:190px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/01/whatsapp_image_2020_05_31_at_15_10_23-1627148.jpeg" alt="" width="813" height="190"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce></div> <div><tinymce class="clickTinyMCE" title="{'nm_midia_inter_thumb1':'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/01/170x96/1_whatsapp_image_2020_05_31_at_15_10_49-1627149.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5ed501eb3e330', 'cd_midia':1627149, 'ds_midia_link': 'http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/01/whatsapp_image_2020_05_31_at_15_10_49-1627149.jpeg', 'ds_midia': '', 'ds_midia_credi': '', 'ds_midia_titlo': '', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '526', 'cd_midia_h': '352', 'align': 'Left'}"><figure class="Left" style="width:526px;height:352px;"> <img src="http://www.folha1.com.br/_midias/jpg/2020/06/01/whatsapp_image_2020_05_31_at_15_10_49-1627149.jpeg" alt="" width="526" height="352"> <figcaption> </figcaption> </figure></tinymce>A Pizzato &eacute; a vin&iacute;cola do Vale dos Vinhedos que possui o maior n&uacute;mero de r&oacute;tulos com selo de Denomina&ccedil;&atilde;o de Origem: s&atilde;o oito, com destaque para o DNA 99, que &eacute; elaborado com uvas procedentes do mesmo vinhedo do premiado Merlot de 1999.</div> <div>A Vin&iacute;cola oferece degusta&ccedil;&otilde;es orientadas, sem necessidade de agendamento (exceto para grupos acima de dez pessoas).</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>O vinho</div> <div>Sangue de Verdade Egiodola Reserva, safra 2015.</div> <div>Garrafa 1635 de 2800 elaboradas.</div> <div>Um pouco de hist&oacute;ria:</div> <div>A cultivar Egiodola foi implantada em 1988 pela fam&iacute;lia do Sr. Pl&iacute;nio Pizzato. &Agrave; &eacute;poca, o incentivo surgiu a partir de uma visita t&eacute;cnica organizada por produtores da regi&atilde;o ao Uruguai.</div> <div>At&eacute; 2002, as uvas eram vendidas para terceiros; a primeira vinifica&ccedil;&atilde;o a partir da cultivar Egiodola foi no ano de 2002, com o vinho sendo vendido para terceiros (granel) apesar da boa impress&atilde;o causada, ent&atilde;o, para a safra 2003, foram separados 3.000 litros, sendo lan&ccedil;ado em maio de 2004 e a partir desse ano vem sendo elaborado regularmente.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Visual: uma colora&ccedil;&atilde;o vermelho rubi intensa que faz jus ao nome &ldquo;Sangue de Verdade&rdquo;, brilhante, halos viol&aacute;ceos e l&aacute;grimas espessas e lentas;</div> <div>Aromas: bastante complexo, frutas vermelhas, morango maduro, amora, pimenta preta, ervas finas, tabaco e caf&eacute;.</div> <div>Paladar: taninos marcantes, mas redondos, acidez m&eacute;dia, encorpado, final de m&eacute;dia persist&ecirc;ncia com o &aacute;lcool no in&iacute;cio um pouco marcado, com a evolu&ccedil;&atilde;o na ta&ccedil;a ficou redondo.</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>Foto 02</div> <div>Sugest&otilde;es de harmoniza&ccedil;&atilde;o: Carnes vermelhas, molhos com funghi frescos, rosbife, carne su&iacute;na e queijos de meia cura.</div> <div>Teor alco&oacute;lico: 13.5 %</div> <div>Temperatura ideal para consumo: entre 15 e 18 &deg;C;</div> <div>Amadurecimento: 9 meses em barril de carvalho franc&ecirc;s de 1&ordm; e 2&ordm; usos.</div> <div>Alguns destaques (hist&oacute;rico):</div> <div>90 pontos/Ouro- Grande Prova Vinhos do Brasil 2019</div> <div>90 pontos/Ouro- Wines of Brazil Awards 2019</div> <div>90 pontos-&nbsp; Guia Adega de Vinhos do Brasil 2017/2018</div> <div>89 pontos-&nbsp; Guia Adega de Vinhos do Brasil 2016/2017</div> <div>16 pontos-&nbsp; Site Purple Pages by Jancis Robinson</div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div> <div>&nbsp;</div> <div>&nbsp;<br /></div>
Comentar
Compartilhe