A História de um Oficial do Exército
30/11/2018 | 15h16
O que para muitos seria um fim de linha, para poucos é um salto maior
NinoBellieny
Há 2 anos residindo em Itaperuna para onde foi designado como instrutor chefe do Tiro de Guerra, o sub-tenente João Ricardo Correia Rodrigues termina a missão e volta para os quartéis do Rio promovido a tenente.
A passagem deste gaúcho de Santo Ângelo entra para história do TG 01-008. Primeiro Comandos e Forças Especiais do Exército Brasileiro a ocupar o cargo na cidade da Pedra Preta, João fez mais do que o esperado rotineiramente.
Deu aos comandados, um novo sentido do que é o Exército Brasileiro e os motivou a fazerem o que nunca pensaram em termos de um TG. Além das atividades surpreendentes e dignas de soldados experimentados, incutiu neles valores adormecidos, tornando-os muito mais capazes para a vida civil ou militar se assim desejarem.
Levou o grupamento a ser o primeiro no Brasil a conquistar o Pico da Bandeira-MG em 2017 e repetiu o feito em 2018. Realizou acampamentos, cursos de sobrevivência, desafios militares, prática de tiro, de defesa pessoal e treinamento de combate em ambientes urbano e inóspito, indo muito além do que manda a cartilha.
No começo, os jovens acharam que não conseguiriam acompanhar o ritmo intenso de um Comandos, mas o engajamento veio rápido e apaixonado. Ao final do ano passado e deste, as formaturas foram plenas de lágrimas e desejos de que tudo continuasse, como um sonho bom sem fim. Uma transformação extraordinária refletida no moral e no semblante dos soldados-atiradores.
Eles simplesmente não haviam passado por um simples- e distante das capitais- quartel de um tiro de guerra, eles tinham passado por um braço longo e forte do Exército Brasileiro.
Esta noção cheia de responsabilidade e orgulho, foi mais uma desenvolvida no grupo pelo agora tenente João.
Mas não ficou só nestes termos o trabalho do militar. Liderou reformas nas instalações, plantou árvores nativas, conseguiu emprego para soldados egressos, ressignificando o verde-oliva na cidade.
Socialmente integrou-se rapidamente, sendo homenageado por entidades, clubes de serviço e forças políticas, recebendo no ano passado o Título de Cidadão Itaperunense.
Com desprendimento e sinceras intenções colaborou com eventos esportivos, solidários, artísticos e ambientais.
Não fugiu das responsabilidades, muitas vezes buscando-as, como ao criar o Clube de Escoteiros. Treinou e facilitou aos soldados o Jiu-JItsu e o Muay thay, além de formar campeões em diversas provas de corrida e atletismo.
Honesto sem precisar dizer que é, inteligente, simples e objetivo, conquistou corações e mentes com o exemplo muito mais do que com as palavras.
Casado com Analúcia, pai do Pedro, esteve com a família presente e atuante em todos os eventos.
Bem antes de vir para Itaperuna, por ocasião de licença especial do EB, atuou na área de segurança patrimonial e humana da Vale, em países da África, de onde voltou com o Inglês e o Francês aprimorados e uma visão maior do mundo.
Esteve no Conflito do Haiti, sobreviveu ao terremoto e aos intensos combates em Citè Soleil, uma sucursal do inferno. Fez cursos na Alemanha, França e conheceu muitos outros países.
Ao aceitar o comando do TG, sabia que seu espírito indomável poderia estranhar a placidez da pequena cidade, porém fez da missão o que o bom soldado faz: cumpriu-a integralmente, acrescentando em doses nada homeopáticas todo um saber adquirido em anos de Comandos e Forças Especiais.
O merecidamente agora tenente, deixa a Cidade da Pedra Preta e centenas de amigos leais, feitos com respeito, integridade e voluntariedade, temperados pelo amor à pátria, algo esquecido em muitos e recuperado de forma maciça.
João combateu o bom combate e seguirá combatendo.
Itaperuna não sabe ainda se perdeu um grande nome ou se ganhou um amigo para sempre.
Talvez as duas coisas, mas soldados não escolhem missões. E nunca as deixam sem antes cumprí-las.
 
 
Comentar
Compartilhe
Congresso Brasileiro de Terapia Intensiva
30/11/2018 | 14h24
23º Congresso Brasileiro de Medicina Intensiva
 
UniRedentor parceira da AMIB estará todos os dias com alunos e professores além de apoiar o evento 
O CBMI 2018-Congresso Brasileiro de Medicina Intensiva começou oficialmente no dia 29 de novembro recente e vai até o dia 1º de dezembro no Transamérica Expo Center em São Paulo-SP. Mas antes mesmo do evento, diversas atividades como cursos, prova de titulação e assembleia de representantes ocorreram. Os cursos pré-congresso foram sobre novas tendências da terapia intensiva, com dois cursos oferecidos de graça, um destes, o Mini iFAD, gratuito para PEMI e Residentes.
 
 
 
 
Os cursos abordam temas como:
 
 
Atualização no Diagnóstico de Morte Encefálica
Atualização em Neurointensivismo
Atualização em Ultrassonografia em UTI
Fundamentos de Medicina Intensiva para Acadêmicos
Mini IFAD (Atualização em Fluidoterapia da International Fluid Academy) – gratuito para PEMI e Residentes
Ventilação Mecânica em Pediatria e Neonatologia
Desenvolvimento de Novas Lideranças
A Multiprofissionalidade nos Cuidados Paliativos na UTI (gratuito)
Atualização em Ventilação Mecânica (gratuito)
 
 
 
 
Os congressistas estão com acesso garantido à extensa programação científica e às discussões emergentes dentro da Terapia Intensiva. A grade está dividida em grandes eixos que contemplam adultos, pediatria, neonatologia e grade multidisciplinar:
 
 
Ventilação Mecânica e Monitoração Hemodinâmica
Sepse
Cirurgia de Alto Risco
Cuidados Paliativos
Gestão de Alta Performance
Infecção
Neurointensivismo
Nutrição
Oncologia
Sedação
Traumas e emergências
Cardiointensivismo
 
 
Durante o evento, acontece também a fase teórica da Prova de Título de Especialista, realizada pela AMIB-Associação de Medicina Intensiva Brasileira em parceria com a ABENTI-Associação Brasileira de Enfermagem e Terapia Intensiva .
 
 
A avaliação certificar o enfermeiro qualificando-o a exercer a especialidade em UTI-Unidades de Terapia Intensiva, validando a capacitação e competência profissional e científica.
Comentar
Compartilhe
2018: Diplomação dos Eleitos no TJRJ
30/11/2018 | 14h01
 
 A cerimônia de diplomação dos candidatos eleitos no estado do Rio de Janeiro acontece no dia 18 de dezembro, às 11h, no auditório da Emerj-Escola da Magistratura do Estado do Rio de Janeir, no Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Os 120 eleitos aos cargos de deputados estadual e federal, senador, governador e vice-governador receberão seus diplomas dos membros da Corte Eleitoral fluminense.
 
Na abertura da cerimônia, a orquestra Maré do Amanhã, formada por crianças e adolescentes do Complexo da Maré, cuidará doHino Nacional. A diplomação é o ato pelo qual a Justiça Eleitoral atesta que o candidato foi efetivamente eleito pelo povo e, por isso, está apto a tomar posse no cargo.
 

 

 

 
 
Comentar
Compartilhe
Outro Natal Esquecido na Cidade de Itaperuna
29/11/2018 | 22h31
 Por Cláudio Manhães de Oliveira Marques*
Governos chegam, passam e a minha, a nossa, (ou na verdade, de ninguém), Itaperuna, faz questão de ignorar a data natalina. As lojas até se aproveitam como sempre para um merchansiding, mas a iniciativa pública por meio da prefeitura é inexistente.
Não fazem nada nas praças, no Calçadão, nas ruas, nas árvores, nada!
O Espírito de Natal nem desce mais, envergonhado pela insuficiência cardíaca dos corações itaperunenses, principalmente dos seus homens públicos, políticos que nunca se renovam, só trocam de nome e endereço.
Uma lástima. Assim venho tentar sugerir às autoridades municipais o seguinte:
Poderiam usar o Chafariz para fazer um show com luzes e música.

Usar a quase sempre esquecida Concha Acústica com um presépio e fazer shows.

Usar a Praça do Cristo Redentor no alto do morro para eventos natalinos.

Executar convênios com as lojas para enfeitarem as fachadas da luz e brilho e abrirem até mais tarde e assim movimentar o comércio.
Seria muito difícil? Para gente que só pensa no próprio umbigo, realmente é.
Nem o Papai Noel vai querer descer na cidade. Tenho pena das crianças,  cujos olhos brilham refletindo as luzes de Natal... mas não tem luzes... nem Natal.
*Cláudio é policial civil aposentado,  voltou do Rio para morar em Itaperuna onde nasceu
 
Comentar
Compartilhe
Quadrinista Escreve sobre a Bienal do Livro em Campos
29/11/2018 | 20h47
A 10ª edição aconteceu de 20 a 25 de novembro recente. O jornalista, roteirista/desenhista de Histórias-em-Quadrinhos, Cássio Peixoto analisa o evento:
O Conteúdo e a Estrutura
Cássio Peixoto
O trabalho árduo e espetacular da curadoria da última Bienal não pode esconder os problemas gravíssimos com estrutura. A programação cultural foi escolhida e executada com primor. Desde a elaboração das pautas até a execução. A curadoria está de parabéns.
Colocaram um abacaxi na mão dos curadores e eles realizaram a tarefa com maestria. Abrilhantando um evento que se não fosse essa programação seria um fracasso retumbante. A estrutura do evento deixou muito a desejar.
As barracas para as instituições literárias beiravam ao desrespeito. Em um dia de chuva muitos tiveram que dividir espaço com uma cachoeira dentro do estande. O IFF com toda a boa vontade do mundo não comporta mais uma Bienal.
Dizer que houve economia em detrimento da qualidade não adianta nada. O espaço para os autores foi de uma improvisação sofrível e não fosse a boa vontade dos curadores nada teria acontecido. Confinar os livreiros dentro da quadra só fez apequenar o evento.
Nenhuma editora relevante e poucos autores (de fora) lançando obras relevantes, aliás não me lembro agora de nenhum. Tomara que o FDP em 2019 não sofra com esse amadorismo e que a próxima Bienal, não seja como essa, tomara que em 2020, ano de eleição, ela possa ser melhor.
Comentar
Compartilhe
Mulheres Vítimas da Violência
29/11/2018 | 18h43
Comissão Intersetorial de Itaperuna lança projeto para dar mais agilidade aos casos de mulheres vítimas de violência

A Comissão Intersetorial de Itaperuna formada por profissionais da Secretaria Municipal de Saúde, da Secretaria Municipal de Assistência Social e Ministério Público Federal, conclui a primeira etapa do Projeto de Proteção Integral à Mulher em situação de violência doméstica, familiar e institucional. A proposta é de reconhecer, envolver e fortalecer as ações de atendimento às mulheres vítimas de violência, não só de Itaperuna mas também de todos os municípios no noroeste fluminense, através do CIAM (Centro Integrado de Atendimento da Mulher), onde as mulheres recebem o atendimento incluindo a atuação de assistentes sociais, psicólogos, advogados, médicos, enfermeiros, profissionais de justiça e gestores sociais.
Decom-Itaperuna

O objetivo da Comissão Intersetorial para a Região Noroeste é de que com a adequação do atendimento e do fluxo de encaminhamentos, da análise da situação nos diferentes campos de atuação dos setores envolvidos, cada caso apresentado ganhe agilidade e um desfecho mais satisfatório para essas mulheres.
Texto e Foto:Decom Itaperuna
Comentar
Compartilhe
Outros Presos Além do Governador do Rio
29/11/2018 | 07h28
Além do governador Fernando Pezão, também foram presos nesta quinta-feira:
 
José Iran Peixoto Júnior, secretário de Obras;
 
Affonso Henriques Monnerat Alves Da Cruz, secretário de Governo;
 
Luiz Carlos Vidal Barroso, servidor da secretaria da Casa Civil e Desenvolvimento Econômico;
 
Marcelo Santos Amorim, sobrinho do governador;
 
Cláudio Fernandes Vidal, sócio da J.R.O Pavimentação;
 
Luiz Alberto Gomes Gonçalves; sócio da J.R.O Pavimentação;
 
Luis Fernando Craveiro De Amorim; sócio da High Control Luis;
 
César Augusto Craveiro De Amorim; sócio da High Control Luis.
Lista Reproduzida de O Antagonista
Comentar
Compartilhe
Governador Pezão Está Preso
29/11/2018 | 07h08
A Lava Jato na Cidade Maravilhosa
O ministro e relator do caso Felix Fischer, do STJ-Superior Tribunal de Justiça foi o autor da ordem de prisão, deixando o Rio em polvorosa. A PF esteve durante as primeiras horas no Palácio das Laranjeiras para prende-lo.
Origem da notícia-O Globo
Comentar
Compartilhe
Remédios para Curar ou para Adoecer?
29/11/2018 | 01h48
Por Patrícia Arraes*
 
Morrem 72% da população brasileira por doenças crônicas não transmissíveis. Diabetes, hipertensão, doenças coronarianas, pulmonares, câncer.
.
Em paralelo, estamos tentando mostrar o quanto a indústria do adoecimento faz com que tudo pareça tão comum. Indivíduos jovens vão a médicos e de lá já saem com medicações de uso eterno. Hipertensão, pré diabetes, depressão.
.
Sou da época que donos de postos de gasolina eram "os ricos" e logo, aquele negócio nunca entraria em falência. Mas agora por onde ando vejo postos e mais postos com localização privilegiada, em grandes esquinas, dando lugar à farmácias! Megalojões com estacionamento na porta, ar condicionado, conforto, chocolates, chicletes, cremes, shampoos e remédios. 
.
Como em uma loja comum, clientes vão às compras com suas cestinhas e fazem desse ato uma normalidade. As cabeceiras das camas vão se enchendo de remédios para isso e para aquilo. Um que não faz mais efeito, substituído por outro ou, somado a um terceiro e por aí vai...
.
"Vai" para um lugar onde não existe a crítica: -- eu preciso mesmo disso? É normal tomarmos tanto remédio? O que eu poderia ter feito para não aceitar ou mudar essa situação?
.
A expectativa de vida dos brasileiros tem aumentado, em média 76 anos aproximadamente, mas com que qualidade de vida o brasileiro chegará até lá?
.
Tem sol lá fora, uma infinidade de "comida de verdade" a nossa disposição e, sim (!) são mais baratas que uma pizza gigante e uma coca-cola. Temos água à vontade, gengibre, limão, chás.
.
Mas o sabor nos pega! A vida social e o COMERmorar nos engana. As horas olhando um celular com corpos talhados e dos sonhos nos faz desistir de um ideal que nós mesmos criamos, aí é mais fácil se entregar e, tomar um remedinho pra pressão, pra dormir, pra fazer xixi e pronto.
.
Culpamos a genética embora a gente já saiba que nosso garfo pode influenciar diretamente nela. Culpamos o marido ou a esposa, a vizinha, a sogra. E enquanto isso, o empresário da farmácia ao final do dia, sorri.
.
Tipo clichê da internet, apenas pare! Olhe para a sua cabeceira e pense se é isso mesmo o que deseja pra você.
Reflita e dê para as suas células o que elas merecem.
* Nutricionista e palestrante 
Comentar
Compartilhe
2 Homens com Dinamite em Bom Jesus do Itabapoana
28/11/2018 | 19h06
Policiais militares do Vigésimo Nono evitam mais um grande problema
Os Falcões Azuis da 2ª Companhia do 29º BPM, detiveram ontem, terça-feira, 27/11, dois homens carregando em mochilas, 2 bananas de dinamite, no Trevo do Distrito de Carabuçu-Bom Jesus do Itabapoana, além de outros artefatos explosivos  e armas.
Os 2, já conhecidos da polícia, foram gentilmente levados para a 144ª DP de BJ do Itabapoana, de onde seguiram para um presídio regional.
Dinamite clandestina, costuma ser usada em assaltos e furtos à caixas eletrônicos. Segundo a Wikipédia, o explosivo é vendido na forma de bastões com 20 cm de comprimento e 3,2 cm de diâmetro, em média, e peso aproximado de 230 gramas, podendo ter outros tamanhos. A vida útil máxima baseada em nitroglicerina, é de um ano da data de fabricação, em boas condições de estocagem
.
É um explosivo rápido, que detona mais do que deflagra. Usando o trinitrotolueno como base de mensuração, tem densidade energética 60% maior que a do TNT.
 
BNB em cima de informações do Portal Gospel Itaperuna e da Rádio ItaperunaFM
 
 
 
Foto ilustrativa
Foto ilustrativa / Web
 
 
 
 
 
Comentar
Compartilhe
Itaperunense Ganha Campeonato Carioca de Bike
28/11/2018 | 18h29
No recente final de semana em Macaé-RJ, rolou a Etapa Única do Campeonato Carioca de Bicicross.
O evento de BMX teve atletas dos Estados de Minas Gerais, Espirito Santo e Rio de Janeiro.

O piloto Fernando Superação Santana, de Itaperuna, durante um longo tempo afastado por problemas de saúde, retornou por cima, ganhando o título de Campeão na Categoria Cruiser, de 35 a 39 anos.

Fernando, fez jus ao codinome Superação, mesmo sem patrocinadores, retomou aos treinamentos diários em setembro, supervisionado por um cardiologista passou horas em academia, pedalou em asfalto e na pista de bicicross de Muriaé-MG, já que Itaperuna não tem uma.
O atleta comenta:
“Superei a mim mesmo, agora vou dedicar-me cada vez mais aos desafios de 2019.
Agradeço aos meus familiares e amigos apoiadores, dentre eles o médico cardiologista Crebylon Nino, Studio V Academia e o jornalista Nino Bellieny.
Pilotos de Itaperuna subiram ao pódio 2 vezes na competição:
Fernando Santana, 1º Lugar na Categoria Cruiser, 35 a 39 anos
Cladinei Lima, 2º Lugar na Categoria 40 anos +
De Campos, Letícia Barreto ficou em 1º Lugar na Categoria Girls, 13/14 anos.
No topo do pódium
No topo do pódium / Fotos-Assessoria
Fernando Superação e o cardiologista Nino Crebylon
Fernando Superação e o cardiologista Nino Crebylon / Fotos-Assessoria
Fotos-Assessoria
Da Assessoria do Atleta
Comentar
Compartilhe
Deputado Jair Bittencourt Preside Comissão na Alerj
28/11/2018 | 18h01
A Comissão Especial da Alerj criada para acompanhar a retomada dos serviços internos nas unidades da Ceasa-Central de Abastecimento do Estado do Rio de Janeiro, recebeu hoje, 28/11, o presidente da instituição, Agnaldo Balon, na 1ª  reunião da Comissão presidida pelo deputado estadual Jair Bittencourt.
 
 
O objetivo da Comissão Especial é discutir a retomada dos serviços de abastecimento e gerenciamento dos depósitos do entreposto comercial após ter sido encerrado o contrato da Acegrj- Associação dos Produtores e Comerciantes da Ceasa, responsável pelo condomínio, limpeza, manutenção e segurança do local.
Segundo Bittencourt, o trabalho do grupo é essencial para evitar futuras crises:
“Queremos fiscalizar de perto a retomada dos serviços internos na Ceasa, pois sabemos a importância dessa Central de Abastecimento para a população do Estado do Rio de Janeiro".
 
 
Outras reuniões vão acontecer e nelas apresentados relatórios, esclarecimentos e a busca de caminhos para a instituição.
 
 
Da assessoria de imprensa do deputado com informações da Assessoria de Comunicação da Alerj
 
 
 
 
 
 
Comentar
Compartilhe
A Poesia Não Submerge
28/11/2018 | 17h36
O músico & ator Saullo Oliveira reverbera amanhã,  quinta-feira, às 20h, na Casa de Cultura Villa Maria, em Campos dos Goytacazes, poemas do membro da Academia Campista de Letras, Aluysio Abreu Barbosa, inspirados na mítica Atafona, praia de São João da Barra-RJ.
Os trabalhos fazem parte da histórica peça Pontal, e estão agora na exposição Erosões Virtuais, do coletivo artístico Casa Duna de Atafona.
Ao final, autor e ator conversarão com o público. 
Comentar
Compartilhe
Uma Nova Greve dos Caminhoneiros
28/11/2018 | 00h57
Caminhoneiros de todo o país estariam se articulando para dar início a uma nova greve. De acordo com a revista Veja, líderes da categoria têm discutido a possibilidade de uma nova paralisação, dessa vez motivada pela falta de fiscalização do governo contra as empresas que seguem descumprindo a tabela do frete mínimo, acordada no final da última greve, que aconteceu em maio deste ano.

“Estão todos [os caminhoneiros] revoltados. A questão do piso mínimo foi só uma jogada para parar a greve. Ninguém está cumprindo, e o governo não fiscaliza e tampouco multa”, explica Ivar Luiz Schmidt, representante do Comando Nacional do Transporte.
Web

Um estudo realizado pela consultoria The Boston Consulting Group mostra que a criação da tabela do frete mínimo não conseguiu corrigir os problemas que levaram ao início da greve. Pelo contrário: segundo o levantamento, ela teria sido responsável por prejuízos para o país.

Em outubro, a ANTT-Agência Nacional de Transportes Terrestres  afirmou que a tabela estava vigente e que estava fiscalizando as empresas. “A agência tem intensificado as fiscalizações para o cumprimento dessa tabela em todo o Brasil, de acordo com a resolução nº 5.828, de 6 de setembro de 2018, que inclui a notificação aos responsáveis pelo não cumprimento dos pisos mínimos do transporte rodoviário de cargas, instituídos pela resolução nº 5.820/2018”, Indica um comunicado. Os caminhoneiros dizem o contrário.

Por norma, as empresas que não cumprirem o acordo devem ser punidas com multas que vão de R$ 500 a R$ 10,5 mil.

Condições

Schmidt informa que não há data para a greve, e que ela pode acontecer a qualquer momento. “Penso que o governo tem opções que podem ser utilizadas para evitar isso. Não existe data. Pode acontecer a qualquer momento e em qualquer lugar.” Ele ressalta que cabe ao governo fazer com que as leis que protegem a categoria sejam cumpridas. “Nenhuma outra solução será tão eficaz e definitiva quanto essa. A lei já existe, já está sancionada e publicada. Basta o governo fazer cumprir”, indica.

A lei determina que um motorista profissional deve trabalhar oito horas por dia, podendo realizar até duas horas extras. Em caso de acordo coletivo, as horas extras podem chegar a quatro. Schmidt conta que não é o que acontece.

“Hoje, todos trabalham em média dezesseis horas diárias. Alguns rodam três ou quatro dias seguidos sem dormir, pois acham que a solução da baixa rentabilidade é trabalhar mais. Daí que ocorrem os acidentes. Imagina como está no final do dia um profissional que trabalhou dezesseis horas?”, indaga.
Matéria do Yahoo Finanças, por sua vez com informações da Revista Veja
Comentar
Compartilhe
Novembro Negro na Cidade de Itaperuna
28/11/2018 | 00h32
Comentar
Compartilhe
Itaperuna e o Fim do Sinal Analógico de TV
27/11/2018 | 17h25
Nesta quarta-feira (28) o sinal analógico de TV será desligado em Itaperuna, bem como, em várias outras cidades do Noroeste Fluminense. A partir de então só será possível assistir à programação da TV aberta pelo sinal digital. O cronograma de desligamento do sinal, foi confirmado pelo Gired, grupo liderado pelo presidente da Anatel, Juarez Quadros, e homologada por Gilberto Kassab, Ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Os aparelhos de LED, LCD ou plasma com o selo DTV já recebem o sinal digital direto. No caso de dispositivos sem o selo DTV, é necessário ler o manual do produto ou entrar em contato com o fabricante ou a um técnico para saber se haverá necessidade de adquirir um decodificador.
Comentar
Compartilhe
Como manter o plano de saúde após perder o emprego
27/11/2018 | 16h40
 O advogado Cássio Faeddo alerta que tem como continuar com seu bom plano pós demissão
 O empregador deve manter o plano de saúde do empregado que foi aposentado ou o ex-empregado dispensado sem justa causa.
 Mas observe: desde que não seja admitido em novo emprego; notifique a empresa em 30 dias após sua dispensa e que o plano seja coletivo e com parcela de contribuição. Importante: o ex-empregado assumirá o plano integralmente.
Quem é Cássio Faeddo
Advogado com especialização nas áreas de Direito Empresarial, Direito do Turismo, Negócios Hoteleiros e Responsabilidade Civil Empresarial. Mestre em Direitos Fundamentais. Pós-graduado em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho.
 Professor das disciplinas jurídicas, nos cursos de Bacharelado em Hotelaria, Tecnologia em Hotelaria, Gastronomia, Administração de Empresas e Comércio Exterior.
 Atuou por 18 anos como executivo em hotelaria.
 Professor universitário desde 1998 tendo lecionado nas Faculdades Hebraico Brasileira Renascença, Anhembi-Morumbi, Unibero, CENTRO UNIVERSITÁRIO DO SENAC e Faculdades Torricelli, nos cursos de Administração, Comércio Exterior, Gestão Hoteleira, Gestão em Negócios Securitários.
 www.faeddo.com.br - contato@faeddo.com.br
Comentar
Compartilhe
Caminhões desaparecidos da Prefeitura são encontrados
27/11/2018 | 13h47
EM 1ª Mão
Em sua rede social, o vice-prefeito de Itaperuna, Rogério Bandoli Boechat, indagou sobre o paradeiro de 2 caminhões. E seguindo duas trilhas, encontrou um em uma oficina da cidade e outro em Campos dos Goytacazes, onde está desmontado e sofrendo as ações do tempo.
O vice-prefeito disse que a PMI deve 100 mil reais à empresa campista.
Segundo ele é "mais um caso de improbidade administrativa".
 
Comentar
Compartilhe
1º Condominio Fechado de São João da Barra
27/11/2018 | 13h00
EM 1 MÃO
São João da Barra-RJ
Começam agora em janeiro de 2019, as obras do 1º condomínio fechado de casas com alto padrão, na chegada da cidade praiana, ao lado do IFF.
O empreendimento é do porciunculense Maxwell Eisenlohl, advogado com  histórico de sucesso no ramo imobiliário regional.
Comentar
Compartilhe
Proibido Picolé na Câmara Municipal
27/11/2018 | 11h11
A sessão de ontem da CM de Itaperuna teve um capítulo interessante: Douglas Batalha, influenciador digital, foi convidado a deixar o plenário porque estava saboreando um picolé.
Não se sabe se há alguma relação com uma recente ação do MPE contra a Prefeitura, envolvendo um vereador e um secretario municipal e superfaturamento de lanches para uma festa infantil no ano passado. 
Picolé é um dos ítens.
Comentar
Compartilhe
Meu Filho, um Soldado do Exército Brasileiro
27/11/2018 | 10h29
ELOISA ZARRO* 

Por ocasião da formatura do meu Leo no serviço militar no  Tiro de Guerra 01-008:

Em dezembro de 2017,aqui em casa, começamos a nos preocupar com a apresentação do nosso filho Leonardo Zarro ao serviço militar. Ouvimos de muitas pessoas, que era uma perda de tempo para o nosso filho esses 9 meses obrigatórios no TG, mas creio que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, Romanos 8.28.
E em fevereiro Leonardo Zarro, o soldado 40 Martins, foi escolhido, (lembro -me na ocasião que muitos rapazes queriam servir e não conseguiram), foi um privilégio para Léo.
E no primeiro dia vi diferença no comportamento dele: acordou sozinho e se arrumou com grande alegria. Assim foi durante todos esses meses.
Foto Familia

No TG ele se transformou para muito melhor! Já era um menino de valores e lá, teve a oportunidade de desenvolver mais valores ainda. Recebeu instruções militares, aulas de civismo e cidadania, de armamento, de primeiros socorros, tecnologias sociais e sobrevivência. Participou de um acampamento e dormiu  lá mesmo. Quantas histórias!!!
Umas das premissas do TG é que, ser obediente, não é escolha, é obrigação!
Acredito que para muitos era difícil falar ‘senhor’, dizer licença e obrigado para tudo, mas com o tempo foram se acostumando com coisas que no fundo são essenciais para se tornar um grande homem.
Respeitar horários foi outra exigência assim como respeitar os companheiros. Tenho certeza de que foi um tempo de construção e reconstrução.Sei que o Martins sentirá falta de tudo principalmente das amizades porque juntamente com os militares subtenente João Rodrigues e o subtenente Theodoro, formou-se uma grande família.

Leonardo foi considerado o melhor atirador do TG 01-008 no ano de 2018,  uma enorme honra para nós.  
O que foi despertado no coração do meu filho nessa instituição, não tem preço, é algo que só quem passou por algo igual,  pode dizer. O que posso deixar aqui como depoimento é:
O Tiro de Guerra é uma grande escola para a vida, foi uma verdadeira bênção para o meu filho. Quem tem um filho em uma escola como esta, verá ao sair, um grande homem.


*Heloísa é mãe do Atirador 40, Martins,  Turma de 2018
 
Comentar
Compartilhe
Sustentabilidade Ambiental em Itaperuna
27/11/2018 | 10h12
Jeanne Hespanhol*
 
Por um projeto apresentado pela SEMAI na Câmara de Compensação Ambiental da SEA/INEA, o Município de Itaperuna será contemplado pela construção de uma sede administrativa para gestão de 03 Unidades de Conservação, localizadas nos distritos de Raposo e Retiro do Muriaé.
A sede será construída em terreno público em Raposo e será pioneira no Estado do Rio de Janeiro, quiçá no Brasil, em sustentabilidade, com usos múltiplos em Educação Ambiental , visitação, interatividade, etc.
Ela será instalada em 08 contêineres que produzem uma obra quase que isenta de resíduos de construção civil e contará com:
1- 20 placas fotovoltaicas para produção de energia elétrica 
2-Parede verde com redução significativa (em até 10º) do calor externo para o interior
3-Captação de água de chuva para reuso
4-Fossa com biodigestor para utilização em biofertilização de jardins
5-Projeto paisagístico exclusivamente com espécies nativas da Mata Atlântica
6-Centro de reciclagem
A proposta ainda é que esta sede, num futuro próximo, possa ser usada como Centro de Triagem de animais silvestres que serão realocados e reintroduzidos nos Refúgios de Vida Silvestres quando transformados, dentro do que pede a Legislação Ambiental, em ASAS (Áreas de Soltura de Animais Silvestres), num trabalho que poderá servir de Estudos para Estudantes de Biologia e Medicina Veterinária da região, outro pioneirismo do Município.
*Jeanne é secretária municipal de Ambiente, de Itaperuna-RJ
Comentar
Compartilhe
A Morte do Rádio
27/11/2018 | 00h15
NinoBellieny
Quando o rádio surgiu, anunciaram ser o fim dos jornais. Veio a tv, disseram ser o fim do rádio, como também seria o do cinema.
Nada disso aconteceu. Todos adaptaram-se e só os fracos desapareceram. Agora volta a história do fim do rádio. E de todas as antigas mídias porque a Internet as matará.
Ainda não será desta vez. O ciclo não se fechará e isso é perceptível pela capacidade aglutinadora da web, que assimila, engole, mas não devora. Dentro das redes estão os jornais, as rádio, os canais de tv e o cinema. 
Quem soube adaptar-se ao novo meio, não pereceu. Determinados veículos sucumbem, não pela novidade feroz, mas pela incapacidade administrativa e principalmente pela ausência de ousadia e criatividade, tópicos indissociáveis para o sucesso.
Permanecer na mesmice, no conforto de uma fórmula gasta,  é assinar o passaporte para o fracasso.
O rádio por exemplo, tem a morte decretada pelos próprios responsáveis, esquecidos do básico: retornar ao princípio, dando ênfase ao noticiário, às informações sobre trânsito, segurança, utilidade pública, cultura, humor, entretenimento e esportes.
Quando uma equipe de narradores se tranca em uma sala para reproduzir vocalmente a transmissão de futebol, feita por  um canal de tv, ela está envenenando a vida do rádio; quando copia literalmente as notícias dos sites, é mais uma dose de veneno.
O rádio criativo e ousado, nunca perderá o encanto. É possível fazer qualquer atividade ouvindo rádio. A tv limita, a internet causa acidentes, mas o rádio deixa dirigir, estudar, conversar,namorar, trabalhar, enfim é o perfeito companheiro. E se a progamação não agrada, troca-se de estação.
Esqueçam as músicas. Elas podem ser ouvidas por qualquer um, por vários meios, de acordo com o gosto do usuário. Já não são mais preponderantes como foram para as FMs em suas décadas de domínio absoluto.
O que nunca deixará de ser sucesso, é a informação correta, o debate, o carisma dos locutores, as últimas notícias, a ativação do poder da imaginação do ouvinte. O rádio que as AMs fizeram muito bem feito antes da chegada das FMs, o rádio que alguns poucos nunca deixaram de fazer, este é o que vai sobreviver.
O companheiro de todas as horas, o contraponto da solidão, o amigo vibrante a lembrar que a vida não para e disposição é preciso. Um bom locutor salva vidas, recupera ideais, estimula sentimentos.
Essa rádio jamais irá morrer. As que não se adaptarem e se reestruturarem, serão vendidas, porém não desaparecerão.
Basta quem as adquirir, nelas injetar paixão, inserir criatividade, espalhar repórteres nos lugares importantes, denunciar erros, enaltecer acertos, pagar bem aos profissionais e investir em equipamento.
Quando os computadores substituem os humanos, o calor vai embora, a era do gelo envolve o ouvinte, ele prefere aquela que transmita o sol.
Imprescindível mirar no que sempre será o mais importante para uma rádio: o ouvinte. Ao afastar-se dele, ao enganá-lo, ao manipulá-lo, quem se distancia é ele. Esse sim é o fim. 
____________________________________________________________________
A inspiração para escrever este artigo, (também dedicado à Jovem Pan FM, grande exemplo de ousada criatividade), há tempos caminhando na cabeça, veio de uma crônica de Martha Medeiros, enviada pela leitora deste Blog, Cristina Dornelles. Leia AQUI
Comentar
Compartilhe
Ministro Fux acaba com o auxilio-moradia
26/11/2018 | 18h45
É o fim do auxílio-moradia, assinado agora pelo ministro do STF-Supremo Tribunal Federal, Luis Fux.
Com o aumento dos salários para os seus colegas de corte e em cascata para os demais, sancionado hoje pelo ainda presidente Michel Temer, esta foi a fórmula encontrada para diminuir o impacto nas contas públicas.

Tribunal de justiça, ministério público, defensoria pública e tribunal de Contas, nenhum destes orgãos será mais beneficiado.
Comentar
Compartilhe
No que pensamos quando o avião está caindo
26/11/2018 | 18h32

Crônica de Ruth Manus

Pensamos, acima de tudo, em Deus. Os que acreditaram nele a vida toda, os que tinham dúvidas e aqueles que têm toda certeza da sua inexistência. Todo mundo pensa em Deus quando o avião parece cair.

O avião, no fim das contas, não estava caindo. Mas pareceu — e não foi pouco. Ela, que viaja sempre pra lá e pra cá, nunca tinha perdido o ar com nenhuma turbulência. Nunca tinha ficado pálida e sem conseguir dizer absolutamente nada enquanto agarrava os braços da cadeira como quem agarra a própria vida. E seu marido, que nunca esboça grandes medos, ficou com as mãos automaticamente geladas e suadas, enquanto dizia “olha pra mim, respira, olha pra mim, fala comigo”, sem grande retorno por parte dela.

Não, o avião não caiu. Mas quando parece que ele vai cair, flashes pulsam dentro das nossas cabeças. Nem sei se dá para dizer que passa um filme na nossa mente, porque entre o medo, a pressa e o próximo baque da turbulência, não dá tempo nem para um curta metragem. O que dá tempo é de ver rostos, pensar em pessoas e de sentir um medo absolutamente inédito.

Quando o avião está caindo, não pensamos na fatura do cartão de crédito, nem nos pagamentos atrasados, nem na parcela do financiamento. Nenhum deles — normalmente tão presentes e valorizados no dia a dia — ousa dar as caras nesse momento tão delicado. Pelo contrário: eles nunca estiverem tão distantes assim, eles praticamente nem existem.

Não pensamos também nos quilos a mais que carregamos nos quadris, na cintura e nos braços. Não se pensa no quão gordo supostamente se está, quando você acha que talvez aqueles sejam os seus últimos minutos. Ninguém amaldiçoa seu tamanho de calça, nem suas celulites, nem o seu culote quando o avião vai despencando do alto. Isso torna-se absolutamente irrelevante.

Nesse momento não nos lembramos de dívidas de dinheiro, de relatórios atrasados, nem de planilhas de excel. Não pensamos nos riscos e nos amassados na lataria do carro, nem nos tributos que nos serão cobrados no mês que vem, nem no trânsito da Avenida da República no fim da tarde. Tudo isso parece simplesmente nem existir.

Quando o avião parece estar caindo, pensamos desesperadamente em pessoas. Nos nossos pais e nos nossos filhos. Pensamos naqueles que amamos. Vemos o rosto dos nossos irmãos e sobrinhos. Dos amigos. Dos nossos avós ou netos, consoante a fase da vida. Pensamos, acima de tudo, em Deus. Os que acreditaram nele a vida toda, os que tinham dúvidas a seu respeito e aqueles que têm toda certeza da sua inexistência. Todo mundo pensa em Deus quando o avião parece cair.

Quando a aeronave ameaça despencar, ninguém consegue pensar em números: seja ele um preço, uma fatura, uma dívida, um peso na balança. Só pensamos em pessoas, e nada mais. Pensamos, neuroticamente e de forma apressada e confusa, em quem iríamos deixar, no que a nossa falta representaria e na dor mútua da ausência. No fundo, a gente só quer pedir aos céus o direito de permanecer para seguir amando e sendo amado.

É curioso: as coisas que mais nos preocupam e nos tomam tempo no dia a dia são automaticamente esquecidas no momento mais grave da angústia. E as pessoas, que frequentemente são esquecidas durante os nossos dias, são as que aparecem, únicas e em destaque, perante a angústia da morte. Devemos mesmo estar fazendo tudo errado, não é? Na hora em que o avião cai, não dá pra avisar ninguém sobre seu valor, sua importância, seu protagonismo. E também não dá pra trabalhar em planilhas de excel. Façamos as nossas escolhas em vida.
Extraída do site Observador
Comentar
Compartilhe
Mais uma conquista para Itaperuna: o Castramóvel
23/11/2018 | 19h36
EM 1ª MÃO
A deputada federal Soraya Santos traz para o município mais uma sugestão do representante dela na Pedra Preta, Angelo Lorenzini: um castrador móvel, veículo equipado e preparado para realizar cirurgias nos animais de rua da cidade e já batizado de Castramóvel. 
A emenda parlamentar já foi publicada e o recurso vem do Fundo Nacional de Saúde. 
A verba para a compra do Castramóvel será usada pela Prefeitura de Itaperuna, via Secretaria de Saúde.
Lorenzini já entrou em contato com o secretário municipal  da pasta, Oliver Trajano. Agora é esperar pelo começo dos trabalhos que ajudarão a diminuir a população de gatos e cães em Itaperuna por meio da castração cirurgicamente correta e posterior recuperação dos animais em local apropriado. Também os domésticos serão atendidos.
Comentar
Compartilhe
Mais uma Ação do MP contra Prefeito, Secretário e Vereador
23/11/2018 | 00h02
O MPRJ requereu também o bloqueio e a indisponibilidade de bens dos envolvidos no valor individual de R$ 57.756,20 (duas vezes o valor do dano) para garantia da devolução aos cofres públicos do valor incorporado ao patrimônio da empresa.

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por intermédio da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Itaperuna, ajuizou ação civil pública (ACP), nesta quarta-feira (21/11), contra o prefeito de Itaperuna Marcus Vinicius de Oliveira Pinto; o ex-secretário municipal de Educação Franciney Luiz de França; o vereador Felipe da Silva Rodrigues; e a empresária Berenice da Silva Rodrigues, por improbidade administrativa na compra irregular de alimentos para a festa do Dia da Criança realizada naquele município em 2017.

A Secretaria Municipal de Educação de Itaperuna, dirigida à época pelo secretário Franciney Luiz, licitou o serviço de fornecimento de materiais e gêneros alimentícios para festa de Dia das Crianças da rede municipal de ensino no ano de 2017. A empresa V. Seabra Rodrigues-ME, cuja sócia Berenice Rodrigues é mãe do vereador Felipe Rodrigues, foi contratada irregularmente para prestar os serviços, sendo beneficiada de forma ilícita no processo. Além da contratação em clara situação de nepotismo, o MPRJ também apontou na ACP graves ilegalidades como fraude e direcionamento da licitação para empresa da família do parlamentar em troca de apoio político e superfaturamento do objeto do contrato nº 36/2017.

O documento elaborado pela Promotoria de Justiça de Itaperuna cita como exemplo o preço unitário pago pela Prefeitura para a unidade do picolé de frutas. “Cobrou-se o valor unitário de R$ 0,99. Ao todo, pelas 19 mil unidades, o município de Itaperuna pagou à empresa V. Seabra Rodrigues a quantia de R$ 18.878,10. Todavia, ao se consultar o preço unitário do mesmo picolé na empresa subcontratada, para encomendas acima de 1.000 unidades, constatou-se que o valor unitário sairia a R$ 0,70. Outros itens como sacos plásticos e pão para cachorro-quente também foram adquiridos por preço superior ao de mercado”, diz um trecho da ACP.

O prefeito de Itaperuna, mesmo diante da clara violação dos princípios republicanos e da impessoalidade que vedam a prática de nepotismo, segundo a ação, deu prosseguimento à contratação da empresa da família do vereador. Além do superfaturamento, o poder municipal, por meio da Secretaria de Educação, também superestimou na licitação o número de alunos de rede municipal de ensino. O então secretário Franciney Luiz de França, ao elaborar o Termo de Referência, apresentou o total de 8.743 alunos da rede municipal de ensino, contra o levantamento de 6.394 estudantes constatado pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE) no processo nº 202.211-0/18. O próprio secretário, em outras duas licitações, forneceu número conflitantes: 11.000 alunos, para os kits escolares; e 9.176 para contratação de merenda para escolas.

Como o Ministério Público fluminense entende que houve lesão ao patrimônio público, com base nos elementos investigatórios contidos no processo, requereu junto ao juízo, em caráter liminar, o afastamento de Franciney Luiz de França das funções de Secretário Municipal de Governo, cargo que atualmente ocupa, assim como a anulação do contrato nº 36/2017 firmado irregularmente com a empresa V. Seabra Rodrigues-ME.

E requer, também, que o prefeito Marcus Vinícius, Franciney França, Felipe Rodrigues e Berenice Rodrigues sejam condenados pela prática de atos de improbidade administrativa, e estejam sujeitos às sanções previstas em lei. Além disso, o MPRJ requereu o bloqueio e a indisponibilidade de bens dos envolvidos no valor individual de R$ 57.756,20 (duas vezes o valor do dano) para garantia da devolução aos cofres públicos do valor incorporado ao patrimônio da empresa.

A cópia integral do procedimento foi enviada à Câmara Municipal de Itaperuna para ciência dos fatos envolvendo o vereador Felipe da Silva Rodrigues e a adoção das medidas cabíveis.



Fonte: MPE/RJ. – NOTICIAS

Processo nº: 0009864-52.2018.8.19.0026.












Comentar
Compartilhe
Falecimento de Juiz em Itaperuna
22/11/2018 | 13h40
Faleceu hoje de madrugada, o juiz aposentado do TJ-RJ, Wanderley de Sousa Gontijo. Ele sofreu um enfarto e terá o corpo velado à partir das 8h de amanhã, sábado,  no cemitério São José do Avai.
Lelei  pertencia ao Lions Clube de Itaperuna e à  Loja Maconica Nova Esperança, sendo uma das personalidades mais queridas e fundamentais nas duas entidades.
ATUALIZAÇÃO ÀS 11;19h
O velório será até às 14h de hoje na Casa de Oração, no Centro de Itaperuna e o sepultamento foi confirmado no Cemitério São José do Avaí.
Comentar
Compartilhe
Políticos Proíbem Compartilhamentos nas Redes
22/11/2018 | 12h08
EM 1ª MÃO
Itaperuna-RJ
Um tradicional grupo político vem conquistando nomes importantes no grupo moderno detentor do Poder. E dentro do pacto, está a proibição de compartilhar qualquer postagem de quem for considerado perigoso como concorrente.
 
Comentar
Compartilhe
Novo Presidente do PR Itaperuna
22/11/2018 | 10h58
EM 1ª MÃO
Roberto Mozzer disse agora a pouco que vai ser o novo presidente do diretório municipal do PR-Partido da República, Itaperuna.
Comentar
Compartilhe
Prefeito Vence Mais uma nos Tribunais
21/11/2018 | 21h08
Por Lael Santos
 Mais uma vitória do prefeito Dr. Vinícius: STF não vê nepotismo na nomeação de sua esposa Camila Andrade. 
O STF-Supremo Tribunal Federal negou, nesta semana, seguimento à ação de Reclamação do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) que pedia a exoneração da secretária de Assistência Social, Trabalho e Habitação da Prefeitura de Itaperuna, Camila Andrade Pires, esposa do prefeito Dr. Marcus Vinícius.

Na decisão, o relator ministro Luís Roberto Barroso declarou que, no caso concreto, não há demonstração inequívoca da configuração de nenhuma das hipóteses de nepotismo ou fraude à lei na indicação, e que a Jurisprudência do STF não tem aplicado a súmula 13 aos cargos de natureza política, no qual se incluem os secretários municipais e estaduais.

Sobre este episódio o prefeito declarou: “Este é apenas um capítulo de uma história vitoriosa que estamos escrevendo em Itaperuna. Trabalho com transparência, honestidade e compromisso com as leis fazem parte da nossa pauta diária.
A população Itaperunense ainda vai acompanhar muitas de nossas vitórias. Sabíamos das tempestades que iríamos enfrentar, mas ao mesmo tempo tínhamos convicção do nosso triunfo sobre todas elas. Aos poucos a verdade vai aparecendo.”

Muito feliz, o prefeito ainda citou um famoso versículo bíblico: “Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita; mas tu não serás atingido. (Salmos 91:7)”

Comentar
Compartilhe
Eleito novo presidente da OAB Itaperuna
21/11/2018 | 20h58
 
Apenas 25 votos fizeram a diferença
Arthur Martins foi eleito hoje presidente da OAB- Seccional Itaperuna, com 186 votos. Marcelo Lannes ficou em segundo, com 161 votos. 
356 eleitores compareceram à sede da Ordem. 4 votos brancos e 5 nulos foram registrados.
A posse vai ser no dia 1 de janeiro de 2019.
Comentar
Compartilhe
Morre Filho de Ex-Prefeito
21/11/2018 | 20h50
O promotor de justiça, Cláudio Cerqueira Bastos Filho, herdeiro do saudoso prefeito de Itaperuna, Claudão faleceu no final da tarde de hoje, 21/11, depois de um enfarto. Claudinho, como era conhecido, chegou a ser socorrido na Casa de Caridade de Carangola-MG, cidade próxima de onde ele atuava, Tombos-MG.
 
Comentar
Compartilhe
Trecho da BR-356 dentro de Itaperuna Será Reformada
21/11/2018 | 12h30
EM 1ª MÃO
O advogado e analista político Angelo Lorenzini*, foi indicado pela deputada federal Soraya Santos-PR/RJ, reeleita, como seu representante em Itaperuna e este já começou bem: solicitou e conseguiu por meio dela, o recapeamento do trecho urbano da BR-356 em Itaperuna, de mais de 10 km, que vai do Posto Caiçaras, Entrada Sul, à Unig, Saída Norte. Em Italva, obra semelhante já começou. São João da Barra também será beneficiada. Em Itaperuna as retenções d'água em dias de chuvas intensas em frente à rodoviária farão parte do pacote.
A empresa responsável é a Neovia Engenharia.
*Angelo faz parte da equipe do PNB-Programa Nino Bellieny, diariamente apresentado no Facebook, das 11 às 12h.
Comentar
Compartilhe
Prefeitura descumpre TAC e MP entra com Ação
19/11/2018 | 22h47
MPRJ ajuíza ação para regularizar o fornecimento de medicamentos em Itaperuna, após descumprimento de acordo pelo Município de Itaperuna
 
O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por intermédio da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela de Coletiva de Itaperuna, propôs uma Ação de Execução de Obrigação de Fazer contra o prefeito de Itaperuna, Marcus Vinicius de Oliveira Pinto, no intuito de regularizar as condições de distribuição e fornecimento de medicamentos. A ação é prevista no Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) celebrado junto ao Município, que não cumpriu os termos do acordo.
 
O TAC foi proposto para promover de forma adequada o fornecimento de medicamentos no Município, em respeito à Política Nacional de Medicamentos, com o arbitramento consensual dos valores referentes às obrigações, prazos e multas por descumprimento das medidas celebradas pelo prefeito com o MPRJ. Ao constatar que o Município não cumpriu com as obrigações compactuadas e nem apresentou documentos que comprovassem as medidas adotadas, o MPRJ requer junto à Justiça o pagamento de multa computada em R$ 1.561.934,29 a ser paga pelo chefe do executivo.
 
O não cumprimento foi detectado pelo MPRJ após diversas diligências nas farmácias do município. Entre elas estão a Farmácia Excepcional, atual Farmácia do Componente Especializado; Farmácia Judicial e na Farmácia Básica. Foi comprovado um déficit aproximado de 80% dos medicamentos nas unidades, além da falta de material de limpeza; de papelaria; de internet e linha telefônica; e da ausência da farmacêutica responsável pela Farmácia Excepcional, entre outras medidas relativas a licitações e protocolos de fluxo para a distribuição dos medicamentos.
 
O TAC previa a adoção de providências para elaborar e manter o cronograma de aquisição prévia dos medicamentos e insumos básicos, que constam na “Relação Municipal de Medicamentos Essenciais” (REMUME) e na Relação Específica pactuada perante o Estado (REMANE), conforme as diretrizes estabelecidas pelo Ministério da Saúde e pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB). O Município contava com o prazo de 120 dias para resolver os problemas relativos à aquisição, disponibilização e, por conseguinte, a distribuição de medicamentos em suas farmácias, a fim de atender a demanda da população local, consequentemente, sanando todas as questões referentes à falta de medicação nas farmácias municipais.
 
O descumprimento previa sanções como multa de R$ 1 mil, por medicamentos faltantes, a ser paga pelo prefeito, tendo o acréscimo de R$ 500 por dia, para cada medicamento que ainda em falta. O MPRJ também impôs que não ocorressem atrasos na prestação de informações relevantes para o caso, considerando a questão como omissão municipal nas ações impostas.
 
Processo nº 0009434-03.2018.8.19.0026
 
Texto Originalmente Publicado no site do MPE
Comentar
Compartilhe
Falecimento do dono do Cascudão
19/11/2018 | 17h37
Francisco Rosmaninho, o Chicão do Cascudão, faleceu hoje à tarde, por uma complicação de saúde em tratamento de hemodiálise que fazia há um bom tempo, entristecendo aos amigos e clientes de várias gerações do mais popular e tradicional restaurante especializado em peixes da Região Noroeste, às margens da BR-356, no distrito itaperunense de Comendador Venâncio. A casa foi fundada pelo pai e passada para ele e família tocarem com muito sucesso.
ATUALIZAÇÃO ÀS 20:33h
O enterro será às 10h em Laje do Muriaé, onde o corpo está sendo velado.
Comentar
Compartilhe
Para aonde irão os caminhoneiros com a Urbanização da Beira-Rio
19/11/2018 | 15h52
Com a recém-divulgada obra de urbanização da Beira-Rio em Itaperuna, os fretistas especializados em mudança, estão preocupados. Há anos estacionam no local, tradicionalmente conhecido pelos clientes.
Aproximadamente 25 motoristas vivem exclusivamente do ofício e ainda empregam uma média de 2 carregadores à cada empreitada.
Um dos mais conhecidos, Jonas Ribeiro Junior, o Juninho, da JR Fretes contou ao BNB-BlogNinoBellieny, ter sugerido ao secretário municipal de Obras, Eduardo do Toldo, o uso de um espaço, ainda livre, na beira do Rio Muriáe, próximo ao Itapuã, onde uma infraestrutura com sala, cozinha e banheiros poderia ser feita e cobrado os impostos municipais normalmente.
Juninho Fretes conversando com o BNB no Calçadão de Itaperuna
Foto NB
Comentar
Compartilhe
Inauguração de Obra em Raposo*
19/11/2018 | 15h03
Unidade de Conservação
 
*Nunca é demais lembrar de que Raposo, pertence ao município de Itaperuna-RJ. Muita gente pensa ser a estância hidromineral, pertencente ao Estado de Minas Gerais, até pelas caraterísticas bem assemelhadas dos costumes, usos e cultura e também por existir uma cidade mineira com o nome de Raposos ( com S ao final), o que ajuda a confudir. No entanto, é única do Rio de Janeiro, como sempre afirma seu maior divulgador e frequentador, o advogado e analista político Angelo Lorenzini.
Comentar
Compartilhe
Bolsa de Estudos nos EUA
19/11/2018 | 10h34
A oportunidade é rara e para quem deseja também avançar no estudo da Língua Inglesa, não deve ser desconsiderada. A John Hopkins University criou a Bolsa Marielle Franco para selecionar alguém que estude temas relativos a direitos humanos e justiça social na América Latina  desenvolvendo a pesquisa na prestigiada  universidade que fica Baltimore, Maryland, Estados Unidos.
 O Programa de Estudos Latino-Americanos (LASP) da Escola de Estudos Internacionais Avançados (SAIS) da Universidade Johns Hopkins tem o prazer de anunciar a criação de um novo fundo de bolsas de estudo. O trabalho da ativista política, feminista e defensora dos direitos humanos Marielle Franco continua em uma bolsa memorial concedida anualmente para apoiar estudantes e / ou estudantes subrepresentados comprometidos com o avanço da justiça social, igualdade e representação política mais ampla.
 
 
Critérios de elegibilidade: Um aluno recém-licenciado em MA com uma concentração em Estudos Latino-Americanos será selecionado para esta bolsa inaugural. Para este prêmio, o programa selecionará um candidato que demonstre compromisso com a promoção da justiça social, igualdade e representação política mais ampla. Todos os solicitantes de MA para SAIS, selecionando a concentração de LASP, serão considerados para esta bolsa. A bolsa é renovável para o segundo ano, desde que o beneficiário mantenha uma média cumulativa de 3,4.
VEJA O SITE AMERICANO AQUI
Comentar
Compartilhe
Comunicado da AMB-Associação Médica Brasileira
18/11/2018 | 02h18
SOLUÇÕES EMERGENCIAIS PARA A CRISE NO MAIS MÉDICOS 
 
Com a criação do Mais Médicos, o governo brasileiro transferiu de forma temerária para Cuba parte da responsabilidade pelo atendimento na atenção básica de saúde. Isso deixou o Brasil submisso aos humores do governo de outro país. Os impactos negativos previstos são os que estamos comprovando agora.
 
 
Diante da crise desencadeada pela retaliação do governo cubano ao povo brasileiro, ao anunciar nesta quarta-feira, 14/11, a retirada de seus intercambistas dos quadros do Programa Mais Médicos, a Associação Médica Brasileira (AMB) apresenta as seguintes sugestões de ações emergenciais:
 
 
1) Reformular e reforçar o PAB (Piso de Atenção Básica): além de aumentar o valor a ser repassado pela União referente à atenção básica, para que os municípios consigam contratar médicos na própria região, a forma de cálculo também precisa mudar, garantindo mais recursos para os municípios menores.
 
 
2) Reforçar o atendimento em áreas indígenas e de difícil acesso: aumentar o investimento nas Forças Armadas para aproveitar a sua experiência tanto em áreas de difícil acesso quanto em áreas indígenas, levando não somente médicos para esses locais, mas toda a infraestrutura necessária para a saúde: transporte de medicamentos, deslocamento de profissionais, hospitais de campanha, helicópteros e barcos para remoção em locais de difícil acesso. Para isso, usaria o efetivo atual de médicos das Forças Armadas, incrementaria o efetivo por concurso e selecionaria também novos Médicos Oficiais Voluntários para atuarem de forma temporária.
 
 
3) Incentivar a adesão de médicos jovens ao programa: promover mudanças no edital do Programa Mais Médicos que será lançado em breve, conforme anunciado, criando subsídios e incentivos aos jovens médicos com dívida no Fies (Fundo de Financiamento Estudantil). Durante o período em que os médicos atuarem no programa, as parcelas do financiamento ficam suspensas. Além disso, haverá o benefício de descontos no montante geral da dívida, de acordo com o tempo de permanência e o município ou região escolhido (quanto menor o município ou de mais difícil provimento, maiores os descontos). Também é preciso garantir as mesmas condições ofertadas aos cubanos hoje: moradia, alimentação e transporte.
 
 
Desde 2013, a Associação Médica Brasileira (AMB) vem alertando que o Programa Mais Médicos tinha propósitos meramente eleitoreiros e que partia de uma premissa equivocada: a de que não havia médicos em número suficiente no Brasil. O que não existe de fato são políticas públicas que atraiam e fixem esses médicos nos municípios, especialmente nos menores e nos mais distantes dos grandes centros. O governo brasileiro acabou lançando mão de importação de mão de obra, trazida numa condição análoga à escravidão: obrigada a abrir mão de mais de 70% do que o Brasil desembolsava e alocada independentemente das condições de trabalho existentes, sujeita a atender pacientes sem os mínimos padrões de segurança.
 
 
Está claro também que o Mais Médicos não é um programa de assistência à saúde, mas de financiamento. Tanto da ditadura cubana (o que é péssimo) quanto dos municípios que aderiram ao programa (o que é ótimo, dada a escassez de recursos em muitas prefeituras para este fim).
 
 
Resolver a questão da oferta de médicos em locais de difícil provimento ou de difícil acesso não é viável com ações paliativas. A solução definitiva passa pela criação de uma Carreira Médica de Estado que valorize o médico brasileiro e que dê a ele perspectivas seguras e condições de planejar sua vida num horizonte de longo prazo.
 
 
Sabemos que não faltam médicos no Brasil. Hoje, somos 458.624 médicos. Um número suficiente para atender às demandas da população. Essa crise será resolvida com os médicos brasileiros.
 
 
A AMB se coloca à disposição para ajudar o governo federal e garantir que a população não fique desassistida. Não vamos aceitar esta sabotagem com o povo brasileiro.
 
 
Faremos a nossa parte.
 
 
Associação Médica Brasileira
Comentar
Compartilhe
A Volta do Monza
18/11/2018 | 01h14
Pelo menos na China, onde retorna com novas linhas e motor mais potente, no formato sedã médio, fabricado pela subsidiária da Chevrolet naquele país.
O carro deixou saudades no Brasil, onde ainda circulam vários, dentre bem cuidados e outros nem tanto assim.
Voltará a ter o nome Monza, acrescentado de um SR,  que significa Rally Sport. 
Origem da informação- Estadão
Estadão
Comentar
Compartilhe
Rodrigo Maia Pede Promoção Militar para Itaperunense
18/11/2018 | 01h00
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia-DEM enviou em maio deste ano, ofício no qual exalta as qualidades e recomenda ao interventor federal na segurança pública do Estado do Rio de Janeiro, general Walter Braga Neto, se possível, uma promoção dentro da hierarquia  para a capitão-bombeiro militar Ivete Pillo Gonçalves, atual subsecretária de Saúde de Itaperuna.
 
 
O pedido não foi deferido.
Origem da notícia: Folha de São Paulo edição de 16/11/2018.
Comentar
Compartilhe
O Amor Será Sempre Maior do que o Medo
17/11/2018 | 22h24
NinoBellieny
Os blogs estamparam uma das notícias mais tristes deste triste mês em Itaperuna: uma avó tenta salvar de afogamento a netinha, dentro de uma piscina. Morre na tentativa, mas a garotinha ainda sobrevive e vai para o hospital principal da cidade, vindo a falecer mais tarde.
O ciclo da dor se fecha, porém se expande. A vó não pensou, não questionou-se, não hesitou em pular ou não pular, não cogitou se sabia nadar, e se sabia, se aguentaria o esforço.
Ela agiu por amor. O instinto do amor a levou para a eternidade onde encontraria-se com a neta.
Pinterest
Ela fez o que o amor manda fazer. Doar-se, dar-se por inteiro, nada além do amor tem esta força. Não fazer assim não seria amor.
A família chora, os amigos lamentam, a tristeza se espalha, mas dias virão que esta mulher será lembrada com carinho, embora a dor jamais passe, o heroísmo dela tem em si a marca única do amor.
Só o amor pula sem saber se haverá volta. Seja na água, no fogo, no vazio.
O amor vale mais do que a vida.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O Blog do Adilson Ribeiro contou a história em 1ª Mão. Veja AQUI
Comentar
Compartilhe
O Requerimento em que Moro pede para ser Exonerado
17/11/2018 | 04h55
O presidente do TRF4-Tribunal Regional Federal da 4ª Região, o desembargador federal Carlos Eduardo Thompson Flores Lenz, recebeu ontem à tarde, 16 de novembro, o pedido do até então juiz federal Sérgio Moro e assinou o ato de exoneração.
Abaixo a íntegra do documento escrito por Moro:
 
"Como é notório, o subscritor foi convidado pelo Exmo. Sr. Presidente da República eleito para assumir a partir de janeiro de 2019 o cargo de Ministro da Justiça e da Segurança Pública. Como é também notório, o subscritor manifestou a sua aceitação.
Isso foi feito com certo pesar, pois o subscritor terá que exonerar-se da magistratura.
Pretendia realizar isso no início de janeiro, logo antes da posseno novo cargo.Para tanto, ingressei em férias para afastar-me da jurisdição. Concomitantemente, passei a participar do planejamento das futuras ações de Governo a partir de janeiro de 2019.
Entretanto, como foi divulgado, houve quem reclamasse que eu, mesmo em férias, afastado da jurisdição e sem assumir cargo executivo, não poderia sequer participar do planejamento de ações do futuro Governo.
Embora a permanência na magistratura fosse relevante ao ora subscritor por permitir que seus dependentes continuassem a usufruir de cobertura previdenciária integral no caso de algum infortúnio, especialmente em contexto na qual há ameaças, não pretendo dar azo a controvérsias artificiais, já que o foco é organizar a transição e as futuras ações do Ministério da Justiça.
Assim, venho, mais uma vez registrando meu pesar por deixar a magistratura, requerer a minha exoneração do honroso cargo de juiz federal da Justiça Federal da 4º Região, com efeitos a partir de 19/11/2018, para que eu possa então assumir de imediato um cargo executivo na equipe de transição da Presidência da República e sucessivamente o cargo de Ministro da Justiça e da Segurança Pública.
Destaco, por fim, o orgulho pessoal de ter exercido durante vinte e dois anos o cargo de juiz federal e de ter integrado os quadros da Justiça Federal brasileira, verdadeira instituição republicana.
Fico à disposição para qualquer esclarecimento. Cordiais saudações".
Comentar
Compartilhe
Doação de Sangue no Porto do Açu
16/11/2018 | 15h51
Campanha de doação de sangue da Porto do Açu mobiliza dezenas de colaboradores
Hemocentro de Campos leva unidade móvel de coleta para o complexo, às vésperas do feriado prolongado


São João da Barra, 13 de novembro de 2018 – Colaboradores da Porto do Açu e de suas terceirizadas participaram de mais uma campanha de doação de sangue, dentro do complexo, nesta terça-feira, e puderam contribuir com os estoques do Hemocentro Regional de Campos. A Porto, em parceria com o posto de coleta, mobilizou voluntários, que foram atendidos, durante o expediente, em uma unidade móvel de coleta, estacionada no pátio da empresa. A ação, às vésperas do feriado prolongado, é ainda mais importante, por se tratar de um período de aumento da demanda por bolsas de sangue.

“Nós temos muito orgulho de promover esta campanha e de incentivar no nosso time uma iniciativa social tão importante que é a doação de sangue. Sempre temos uma adesão muito positiva dos nossos colaboradores. Nós estamos não só contribuindo para o aumento dos estoques na rede de saúde, mas também salvando vidas e servindo de exemplo para outras empresas”, garantiu Cláudia Costa, médica do trabalho da Porto do Açu.

Todos os colaboradores interessados em doar foram submetidos a uma triagem para verificar se eram aptos e, se sim, passavam pela coleta, dentro do ônibus do Hemocentro. O engenheiro cartógrafo Waldyr Lua, que é doador há 20 anos, foi um dos primeiros: “Eu procuro cumprir o meu papel de doador e, com o ônibus de coleta vindo até o Porto, isso ficou ainda mais fácil. O melhor é que a boa prática se torna rotina e um colega acaba estimulando o outro”, disse.

A analista de contratos Roseane Cabral também faz questão de participar: “Eu acho muito bacana a empresa promover as doações dentro do espaço de trabalho, porque, muitas vezes, as pessoas não têm disponibilidade ou não podem se deslocar para fazer a doação. Assim, fica simples contribuir”, afirmou.

São necessárias no mínimo 70 doações de sangue por dia para que o estoque do Hemocentro se mantenha equilibrado. A média de doadores diários, no entanto, não chega a 40. “A demanda é muito grande e incompatível aos estoques. Se dependêssemos só de quem vai ao posto de coleta como voluntário, o cenário seria ainda pior. Este tipo de parceria que temos com a Porto do Açu e outras empresas não tem preço”, ressaltou Juremi Mendes, enfermeira do Hemocentro.

O posto de coleta de Campos funciona diariamente, das 7h às 18h, inclusive aos sábados, domingos e feriados. Para doar é preciso levar um documento original de identidade com foto, ter peso superior a 50 Kg, idade entre 16 e 67 anos, não estar em jejum e não ter ingerido alimentos gordurosos nas últimas três horas.

Comentar
Compartilhe
Pedra Menina Ganha mais um título de Café do Ano
15/11/2018 | 18h54
Competindo com 400 amostras de cafés do Brasil inteiro, uma produção da Serra do Caparaó, o Forquilha do Rio, ganhou o título de Coffee of the Year ( Café do Ano) e com um charme a mais: o sítio do vencedor tem praticamente a metade das terras em cada estado, já que está na divisa do Espírito Santo com Minas Gerais, nas frias terras da Serra do Caparaó. 
Afonso Lacerda, o proprietário do arábica,  foi campeão em 2016 e é a quarta geração da família a viver dignamente do produto.
Quem comemora também é o distrito de Espera Feliz-MG, Pedra Menina, onde fica parte do sítio de Lacerda, ganhador de outros certames de café e localidade crescente no turismo de montanha brasileiro.
Comentar
Compartilhe
Posse de Prefeito em Laje do Muriaé-RJ
15/11/2018 | 18h39
EM 1ª MÃO
O prefeito eleito, José Eliezer Tostes Pinto e o vice José Maria Martins de Castro tomam posse no próximo dia 20 de novembro na Casa da Cultura do município às 19h. Os 2 ganharam a eleição suplementar de 28 de outubro passado em Laje do Muriaé.
Comentar
Compartilhe
Oitis são podados no Tiro de Guerra
15/11/2018 | 14h05
EM 1ª MÃO
Além de fazer parte da rotina de podas das árvores dentro do terreno onde fica o TG 01-008 em Itaperuna, desta vez houve maior preocupação com a segurança, pois alguns dos oitis alcançaram altura e frondosidade suficientes para impedirem a completa varredura das câmeras de segurança. 
Em torno da residência dos militares, duas espécies apresentavam perigo à moradia e tiveram que ser retiradas, sendo plantadas outras diferentes.
O TG ao longo do ano passado e deste, criou e executou um projeto de plantio de mudas em um total de 320, todas espécies nativas como Pau- Brasil e Jacarandá, ajudando ao meio ambiente do município, fato que será bem visível nos próximos anos.
Fotos- LeitorAtento
Comentar
Compartilhe
Itaperunense na Transição do Governo Witzel
15/11/2018 | 11h48
EM 1ª MÃO
A secretária de Ambiente de Itaperuna, Jeane Hespanhol está na equipe de transição do governador Wilson Witzel, em sistema de vai-e-volta ao Rio, duas vezes por semana. 
Jeane apoiou Witzel desde o começo, quando os mais comentados eram Garotinho, Romário e Eduardo Paes.
Comentar
Compartilhe
Arthur Rodrigues diz a razão de se candidatar à OAB
14/11/2018 | 19h14
Exclusivo para este Blog
Arthur Rodrigues
Minha paixão pela advocacia e, consequentemente pela OAB, vem de berço. Desde criança eu acompanhava meu pai pelos corredores do fórum, tendo contato praticamente diário com os Advogados e com o ambiente jurídico.
Vi meu pai se tornar Presidente da OAB e comecei ainda naquela época, a ter noção da dimensão da enorme responsabilidade que é estar à frente de uma Instituição como a que nos representa.
 Desde então, acompanhei a OAB deixar de ter uma sala apertada no Fórum antigo, para ganhar sede própria, uma das maiores do Estado do Rio. Através da intervenção da nossa Subseção, foi conquistada uma sala ampla com escritório compartilhado no Fórum novo; pude ver as máquinas de escrever serem substituídas por computadores com internet à disposição dos Advogados; dentre outras inúmeras melhorias conquistadas com muito esforço e dedicação por TODOS os Presidentes e suas Diretorias, sem exceção, que estiveram à frente da 11ª Subseção da OAB neste tempo todo, melhorias estas que não caberiam em um só livro se eu fosse detalhar cada uma delas.
 Depois de mais de uma década militando na advocacia, aceitei o convite para participar da atual diretoria da 11ª Subseção OAB onde conseguimos, com muito empenho, uma reforma total da sede, com a ampliação do auditório e a disponibilização de mais 02 escritórios compartilhados totalmente equipados; atuamos com afinco na defesa de prerrogativa dos advogados; demos total apoio à jovem advocacia, colocando nosso próprio escritório à disposição dos colegas; realizamos cursos e palestras para atualização e aprimoramento; implantamos uma rede de convênios com o comércio local para que os advogados e familiares pudessem ter descontos efetivos, sendo possível ter mais descontos em um ano do que o valor da anuidade; dentre outras conquistas.
 Muitos colegas incentivaram a minha candidatura para a presidência da 11ª Subseção da OAB, ocasião em que percebi a oportunidade de deixar a minha contribuição para a classe ampliando consideravelmente a nossa rede de convênios, para que possamos ter descontos em todos os ramos do comércio; modernizando os meios de comunicação para que os advogados tenham pleno conhecimento da atuação da Diretoria e Conselho; criando um canal direto do advogado com a OAB, para que seja possível analisar as queixas e adotar as medidas necessárias para cada ocasião específica; ampliando a defesa das prerrogativas dos advogados com base nas informações recebidas pelo canal direto a ser implantado; ampliando o projeto de integração da OAB com a sociedade, com a implementação de projetos sociais; promover ações voltadas para a saúde e o bem-estar dos advogados, com campanhas de vacinação, prevenção e implantação do Projeto Tenda Bem-Estar da CAARJ, que disponibiliza um profissional da área de Educação Física para ministrar aulas para advogados e familiares; dentre outros inúmeros projetos que, com humildade, dedicação e muito trabalho, poderão ser efetivados.
 Fui professor da UNIG por quase 08 anos, todos eles ministrando aula para os últimos períodos do Curso de Direito, conheço a maioria dos jovens Advogados, os tendo como verdadeiros amigos, e sei exatamente quais são as dificuldades encontradas no início da carreira. Ainda hoje sou procurado por alguns desses ex-alunos e faço questão de ajudar no que for possível. Com essa percepção e pelo compromisso que tenho com cada um deles e com a classe em geral, meu empenho em dedicar uma atenção especial à jovem Advocacia será redobrado, me comprometendo, além de tudo, a promover cursos e palestras com temas voltados para a facilitação do início da carreira jurídica.
 Com o apoio dos colegas Cláudia Tostes, como Vice-Presidente; Mila Terra como Tesoureira; Iure Simiquel e Rômulo Bergamaschi como Secretários; com o suporte do todos os colegas que compõem o nosso Conselho e com a contribuição de Toda Classe, tenho certeza de que conseguiremos contribuir efetivamente para a melhoria da Advocacia Itaperunense.
 Meu nome é Arthur Rodrigues e o que foi mencionado é o que me motiva a ser candidato à Presidência da 11ª Subseção de Itaperuna pela Chapa 2, sempre em luta por uma OAB Forte e Unida.
Arthur Ramos Martíns Rodrigues
Comentar
Compartilhe
Stan Lee & Eu
14/11/2018 | 02h07
NinoBellienY*
Ao contrário do que sugere o título, não conheci o mestre dos quadrinhos pessoalmente, todavia devo ter conhecido-o muito mais do que a muitos outros seres humanos ao longo de minha vida. Antes de aprender a ler, eu já "lia" as histórias-em-quadrinhos, sendo os primeiros personagens a fazerem parte do meu universo, os criados por Walt Disney.
Contam os meus pais, que eu ria dos desenhos e eles iam conferir se havia simetria entre o que eu via e as cenas. Havia. Mesmo sem ler, eu entrava na história. Eu tinha 3 anos de idade e nunca mais deixaria as revistinhas, ou gibis, de lado.
Aos 6 anos conheci as primeiras aventuras dos super-heróis de Stan Lee e de seus colegas da Marvel. Antes já era amigo de Batman, Super-Homem, Tarzan e dos pistoleiros do Velho Oeste americano, porém as criaturas da Marvel eram mais atuais, sofriam os mesmos problemas da humanidade, tinham contas a pagar, soluções a procurar, sentimentos confusos, paixões adolescentes e muitas outras similitudes com o dia a dia dos mortais.
Aos 11 anos conheci o Homem-Aranha e não tive como não sentir na pele o que o jovem herói sentia: tudo o que um quase-adolescente como eu vivia, embora sem os super poderes, mas com as super responsabilidades da sempre violenta passagem do mundo infantil para o adulto.
Stan Lee sabia tudo e esse tudo angustiante e explosivo, passou para os quadrinhos.
A notícia de sua morte não me pegou de surpresa. No último filme da Marvel, em que ele apareceu em uma rápida ponta como de costume, senti uma espécie de despedida.
Meu velho mestre partiu, deixando seus milhares de heróis e anti-heróis. Olhando a minha coleção cultivada desde a infância, noto que ele e seus companheiros de estúdio gráfico como Jack Kirby e outros, estão presentes na maioria dos meus mais de 2 mil exemplares.
E principalmente nos meus conceitos de Ética e Deveres como Ser Humano, pois foram as Histórias-em-Quadrinhos meu primeiro Código de Honra.
Obrigado Stan Lee.
A gente se vê em algum destes universos paralelos, em galáxias tão próximas quanto distantes, em mundos possíveis muito mais do que imaginamos. Enquanto isso em cada quadrinho e frame de filmes, sigo aprendendo o segredo da vida.
*Bellieny é Editor deste Blog
 
Stan Lee And Me
By Nino Bellieny
Contrary to what the title suggests, I have not met the comic book master myself, yet I must have known him much more than many other human beings throughout my life. Before I learned to read, I was already "reading" comic-stories, being the first characters to be part of my universe, those created by Walt Disney.

My parents tell me that I would laugh at the drawings and they would check if there was symmetry between what I saw and the scenes. There were. Even without reading, I went into history. I was 3 years old and would never leave the comic books aside.

At age six I met the first adventures of the super heroes of Stan Lee and his Marvel colleagues. Before he was a friend of Batman, Superman, Tarzan and the American West's gunmen, Marvel's creatures were more current, suffering the same problems as humanity, had bills to pay, solutions to look for, confused feelings, teenage passions and many other similarities with the day to day of mortals.

At age 11 I met Spider-Man and I could not help but feel what the young hero felt: everything that a teenager like me lived, although without the super powers, but with the super responsibilities of the always violent passage of the world for the adult.

Stan Lee knew everything and this all distressing and explosive, happened to the comics.
The news of his death did not surprise me. In Marvel's latest film, in which he appeared on a quick tip as usual, I felt a sort of farewell.

My old master left, leaving his thousands of heroes and anti-heroes. Looking at my grown-up collection, I notice that he and his fellow graphic artists like Jack Kirby and others are present in most of my more than 2.000 copies.

And especially in my concepts of Ethics and Duties as a Human being, because the Stories-in-Comics were my first Code of Honor.

Thank you Stan Lee.

One sees in some of these parallel universes, in galaxies as near as distant, in possible worlds much more than we imagine. Meanwhile in every comic and film frame, I still learn the secret of life.
NinoBellieny
Marvel
Comentar
Compartilhe
Marcelo Lannes diz porque deseja ser presidente da OAB
13/11/2018 | 16h01
EXCLUSIVO PARA ESTE BLOG
No próximo  21 de novembro , a histórica 11ª Subseção da OAB-Ordem dos Advogados do Brasil, Itaperuna, vai escolher nova diretoria. O BNB-Blog NinoBellieny pediu aos 2 candidatos, Arthur Martins Ramos Rodrigues e Marcelo Lannes, um artigo onde expusessem as motivações e razões para se candidatarem ao cargo.
Marcelo Lannes, da chapa OAB MAIS ATIVA foi o 1º a responder:
Meu nome é Marcelo Lannes Rodrigues, nascido em Itaperuna em 19/04/1976,
me formei em Direito pela UNIG em 2001. Passei na prova da OAB em janeiro
de 2002 e comecei a advogar em abril daquele ano, juntamente com mais dois
primos: Marcelo Lannes Santucci e Alexandre Lannes Barroso. Entre 2004/2005
recebi um convite de minha querida mestre Dulce Diniz para integrar o corpo
docente da UNIG, ministrando a matéria de Direito do Trabalho que até então
era ministrada por ela.
Me senti muito honrado e apreensivo, pois ainda tinha
pouca experiência na advocacia, contudo, me dediquei ao máximo e acabei
sendo o professor titular desta cadeira até 2010, tendo ministrado outras
matérias ao longo deste período. Em 2011, já de saída da UNIG, percebi que
muito do glamour da advocacia que existia no início de minha carreira, estava se
apagando, com constantes desrespeitos às prerrogativas dos advogados por
parte de vários segmentos do poder judiciário. Foi então que comecei a me
organizar junto a outros colegas e lutar pelo respeito às prerrogativas dos
advogados, mesmo sabendo que era uma luta solitária.
Em 2015, foi quando
pela primeira vez, imbuído pelo incentivo de vários colegas advogados, me senti
no dever de colocar meu nome à disposição dos colegas de Itaperuna e Laje do
Muriaé como Presidente da 11ª Subseção da OAB. Na ocasião obtive 33% da
intenção de votos, e entendi que tais votos me credenciariam para uma nova
disputa em 2018. Então, comecei a organizar um grupo de advogados
apoiadores, que também compartilhavam dos mesmos ideais que eu e criamos
o grupo de whatsApp “ADVOGADOS EM AÇÃO”. Também em 2015, reivindiquei
junto à Municipalidade a ampliação do estacionamento no entorno do Fórum de
Itaperuna, de forma a proporcionar melhores condições e facilidades ao
advogado na hora de estacionar para comparecer às audiências.
Também entrei em contato com o presidente da Associação dos Advogados para juntos buscar
uma solução que pudesse revitalizar o campo de Futebol e o Bar localizado
dentro da área pertencente à OAB e Associação. Busquei também apoio de
empresários que se interessaram por um projeto de reestabelecimento do
programa de esportes da OAB, recriando os campeonatos de futebol entre as
Subseções.
Por fim gostaria de dizer que apresentei meu nome como candidato
a Presidente da 11ª Subseção da OAB, pois entendo que a Ordem pode
contribuir com muito mais para a advocacia Fluminense e para com a sociedade,
principalmente para o jovem advogado que atualmente não tem qualquer tipo de
apoio da OAB após receber a carteira da ordem, seja com a disponibilização de
cursos ou de local para que possam atender seus clientes sem ter que dispensar
gastos com escritório de advocacia, pois acredito que só falta empenho do
Presidente e da Diretoria para tanto, e é o que farei, pois quero uma OAB MAIS
ATIVA.
Comentar
Compartilhe
Torcedora Faz Tranças para Assistir os Jogos do Clube Preferido
13/11/2018 | 15h08
O Zoom, site e app comparador de preços e produtos patrocinador do Fluminense, preparou uma surpresa para a Bianca dos Santos Silva ao saber que a torcedora estava desempregada e fazendo tranças antes dos jogos do Tricolor para pagar os ingressos. No último domingo (11), ela foi ao Maracanã assistir ao jogo contra o Sport no camarote do Zoom, após receber um convite pelo Twitter.
 
A surpresa, porém, foi muito além disso. O Zoom levou Bianca para um Match Day pelo estádio, a presenteou com camisa do time, vários brindes da marca e o principal: o plano de sócio torcedor com ingressos até o fim de 2019.
 
“Me senti muito especial com o convite e estou muito feliz, mesmo com o empate do jogo. A atitude do Zoom proporcionou um dos dias mais gratificantes da minha vida e não esquecerei nunca do carinho que tiveram comigo”, conta a torcedora de 21 anos.
 
No Zoom, o cuidado com os usuários é parte fundamental da cultura da empresa. O time vai além de resolver possíveis problemas que possam surgir no processo de compra: o objetivo é sempre encantar os clientes que passam pelos site e app e entregar a melhor experiência.
 
“As pessoas da equipe ocupam o papel de protagonistas na história de cada cliente que passa por aqui. É algo que está na nossa cultura desde quando lançamos a operação, em 2011”, conta Nayla Pires, Customer Experience Manager do Zoom. “Essa foi uma ideia que surgiu ao sabermos que a Bianca ficava na porta dos estádios fazendo tranças para pagar os ingressos do Flu. A história chamou a nossa atenção e decidimos surpreendê-la, da mesma forma que fazemos com os nossos usuários”, explica.
 
Sobre o Zoom:
 
O Zoom é um comparador de preços e produtos que oferece o melhor serviço de apoio à compra, disponível em site e aplicativo. O serviço apresenta mais de 11 milhões de ofertas de 400 lojas confiáveis, divididas em 30 categorias. Com 30 milhões de visitas por mês, representa um crescimento de 70% em geração de tráfego para o varejo. Fortemente presente nas redes sociais e com uma ampla curadoria de conteúdo, o Zoom disponibiliza aos seus usuários ferramentas que o ajudam a fazer uma compra qualificada e de acordo com as suas necessidades. Lançado em 2011, o Zoom hoje conta com mais de 100 funcionários e está há sete anos consecutivos entre as Melhores Empresas para Trabalhar no Rio de Janeiro pelo Great Place to Work. O Zoom faz parte da holding Mosaico Negócios de Internet. Para mais informações acesse www.zoom.com.br e baixe o aplicativo do Zoom disponível para Android e iOS.
 
Confira o programa “Dando um Zoom” no canal do YouTube do Zoom: youtube.com/deumzoom
 
Siga o Zoom nas redes sociais: https://www.facebook.com/deumzoom https://twitter.com/deumzoom
 
 
 
Comentar
Compartilhe
Vitória Judicial do Prefeito no Caso da Reforma Administrativa
12/11/2018 | 18h35
Comunicado Oficial
Nota informativa
Em decisão proferida hoje (12/11), a Justiça de Itaperuna (2ª Vara) negou os pedidos liminares feitos pelo Ministério Público Estadual na Ação Civil Pública proposta contra o Prefeito Marcus Vinicius, o Município de Itaperuna e a Câmara de Vereadores, em razão da aprovação da chamada Lei da Reforma Administrativa.
Na decisão, a Juíza Aline Dias, seguindo a tese da defesa, declarou que a lei aprovada pela Câmara de Vereadores não sofreu qualquer alteração no Executivo antes de sua publicação, destacando que “não se vislumbra, por ora, que houve de fato alteração quanto ao projeto que foi votado e posteriormente encaminhado para a publicação”. Sendo assim, como consequência, não deferiu o pedido de suspensão da lei municipal, conforme pedido pelo autor da ação (MP).
Disse ainda a Sra. Juíza em sua decisão, que a Lei da Reforma Administrativa foi sim acompanhada de estudo de impacto financeiro, além de não ter desrespeitado a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), a Lei Orçamentaria Anual (LOA) e a Lei de Diretrizes Orçamentarias (LDO). Pontua ainda a magistrada que não há nos autos, por ora, qualquer elemento que possa fazer concluir pela falência das contas públicas municipais, em razão da aprovação da citada lei.
Além disso, na decisão proferida foi negado o pedido de afastamento cautelar do Sr. Prefeito de suas funções, mantendo-o no cargo. Importante ressaltar aqui que o próprio Ministério Público, autor da ação, já havia desistido do pedido de afastamento em ocasião anterior.
Por fim, enfatizamos que todas as medidas adotadas pelos órgãos de fiscalização e controle serão sempre bem recebidas e respeitadas, já que nos ajudam a estar em constante processo de melhoria da gestão municipal e, consequentemente, dos serviços oferecidos à população itaperunense.
 
 
Marcus Vinicius de Oliveira Pinto
Prefeito de Itaperuna
Comentar
Compartilhe
Um PM e uma Ajuda Preciosa
11/11/2018 | 23h04
 
Terence Fabiana mora em Natividade, no extremo norte do Noroeste Fluminense e a obesidade tem sido um transtorno ao longo da vida. Com a ajuda do subtenente PM Marco Antônio da Cunha, do 29º BPM-Itaperuna-RJ, que entrou de cabeça, coração e espírito em uma campanha, Terence conseguiu juntar mais de 8 mil reais, suficientes para a operação de redução e despesas com remédios.
Para o subtenente Cunha, ter coordenado a arrecadação, por meio de rifas, doações e eventos, foi uma de suas melhores missões: Fiquei sensibilzado com a história delaGosto de ajudar a quem precisa, é a minha sina, com farda ou sem farda, nasci para isso e graças a Deus tivemos mais uma vitória.
Agora é esperar para estabilizar a pressão arterial da paciente e aguardar o dia da operação.
Comentar
Compartilhe
Ministério Publico pede liminar contra Nepotismo em Itaperuna
09/11/2018 | 17h59
MPRJ protocola Reclamação junto ao STF por prática de nepotismo na Prefeitura de Itaperuna
 
O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por meio da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Itaperuna, propôs na segunda-feira (05/11) uma Reclamação Constitucional, com pedido de liminar, junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), em razão do atual prefeito, Marcus Vinícius de Oliveira Pinto, ter nomeado sua esposa Camila de Andrade Pires para o cargo de secretária municipal de Assistência Social, Trabalho e Habitação.
 
A prática configura nepotismo, conforme previsto na Súmula Vinculante nº 13 do STF. Pelo dispositivo, a contratação de parentes da autoridade nomeante até terceiro grau para cargos em comissão ou função de confiança viola a Constituição da República.
 
A Reclamação decorre do inquérito civil 185/17, no qual o MPRJ expediu, por duas vezes, Recomendação ao prefeito Marcus Vinicius para que efetuasse, imediatamente, a exoneração de todos os ocupantes de cargos comissionados ou funções de confiança que se enquadrassem no disposto da referida Súmula. Os atos não foram atendidos pelo chefe do Executivo Municipal e pela Procuradoria Geral do Município. Esgotadas as vias administrativas, coube à Promotoria de Justiça a propositura da Reclamação junto ao STF.
 
No documento, o MPRJ aponta o dano à Administração Pública pela conduta ímproba do prefeito e espera que seja concedida medida liminar para suspender o ato administrativo que nomeou Camila Andrade Pires, afastando-a de suas funções.
 
A ação tramita sob o protocolo de número nº 00817821320181000000.
 
 
 
Origem da Notícia-MPRJ
Comentar
Compartilhe
Justiça Multa Bradesco
09/11/2018 | 17h52
Recentemente o banco foi alvo de reclamações pelo mesmo motivo nas redes sociais por causa de agência itaperunense
O Bradesco foi condenado a pagar multa de R$ 9.215.109,68 por não respeitar o tempo máximo de espera em filas para atendimento estabelecido por lei e por norma da própria Federação Brasileira de Bancos (Febraban). O acórdão foi proferido pela 4ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP) a partir de ação movida pela Fundação Procon-SP. O Bradesco ainda pode recorrer da decisão.
 
O Procon-SP foi à Justiça após acumular reclamações de consumidores que relataram esperar mais de 30 minutos pelo atendimento em diferentes agências do banco. A Lei 13.948/2005, válida para o município de São Paulo, estabelece tempo de máximo de espera de 15 minutos em dias normais; 25 minutos às vésperas e após os feriados prolongados; e de até 30 minutos nos dias de pagamento dos funcionários públicos municipais, estaduais e federais.
 
Para os municípios em que nã há legislação específica, a fiscalização é feita pelo órgão com base no compromisso firmado entre a Febraban e as instituições financeiras ( Normativo SARB 004/2009) que estabelece que tolerância de 20 minutos em dias normais e de 30 minutos, entre 1º e o 10º dia de cada mês, considerado período de pico de atendimento.
 
A procuradora do estado Maria Bernadete Bolsoni Pitton, que atua junto ao Procon-SP, ressalta que o Tribunal de Justiça reestabeleceu o valor da multa pedido pelo Procon-SP que, na primeira instância, tinha sido reduzido para R$ 6 milhões.
 
Questionado sobre a decisão judicial, o Bradesco diz que não comentaria o caso.
Origem da notícia- Jornal Extra
Comentar
Compartilhe
O Sucateamento da Guarda Civil Municipal
08/11/2018 | 21h56
Itaperuna-RJ
Por Wander Esterque*

• Veículos sem manutenção e em péssimas condições. Viatura modelo Voyage antes quebrada, agora se encontra de posse da Secretaria de Obras já sem os adesivos característicos da Guarda. Precariedade no abastecimento dos veículos gera dependências de favores de outras secretarias.

• Falta comida para os guardas. Plantões de 12h e o guarda tem que se virar para comer pois a instituição não fornece alimentação tão pouco recebem vale refeição. Se não fizer por conta própria, fica com fome.

• Falta vestimenta, se o uniforme ou cuturno danificarem-se, o guarda tem que pagar do próprio bolso se quiser outro, pois a unidade não tem material e a administração da guarda não ajuda em nada nesse quesito. Nunca houve ajuda de custo para compra de uniforme.

• Falta pagar o que é devido. Os Guardas não recebem adicional de periculosidade referente a atividade que exercem.

• Falta ajuda do legislativo. Não há fiscalização por parte da Câmara Municipal em nada referente à Guarda.

• Falta comando e subcomando próprio. O atual Coordenador Geral é um PM aposentado, ( nada contra a pessoa dele) e não pertence aos quadros originais da GCM, como preconiza a lei. Ao que se sabe também o novo subcomandante não é guarda, mas contratado. Segundo a lei 13.022/14, estipula-se prazo de 4 anos para que o comando e subcomando sejam próprios e esse prazo se encerrou em julho desse ano, sendo assim, incorre em ato de improbidade administrativa por parte do gestor.

Será que. algum dia teremos um prefeito que olhe e invista na guarda? Que faça algo de bom para os funcionários concursados?
*Wander Esterque é guarda civil municipal concursado.
Comentar
Compartilhe
Serra do Caparaó do Lado Capixaba tem festival de Música
07/11/2018 | 17h32
 ACORDE NO CAPARAÓ
Minha Banda É Um Sucesso, é mais uma ideia de Serginho Almeida, que virou realidade e estimula as melhores bandas de Pop Rock, Reggae e MPB, em busca de um sucesso maior. Sérgio e o filho Bruno, criaram  dentro do Armazém Caparaó, um espaço para os grupos se apresentarem e tudo o mais começar a acontecer como todo bom artista merece.
PRODUTO INTERNO BRUTO DO FESTIVAL
8 Bandas
3 dias
Muita música, gente saudável, clima ameno e um astral típico de alta montanha. Em Pedra Menin-MG, mas do lado capixaba da charmosa Serra do Caparaó. Lá, a divisa dos 2 estados é bem sutil e facilmente transposta.
DISTÂNCIAS APROXIMADAS
Pedra Menina
Itaperuna=131 km
Campos dos Goytacazes= 200km
Rio de Janeiro= 531km
Vitória=278km
Belo Horizonte= 376km
São Paulo= 727km
Locais para se hospedar- Veja AQUI
Comentar
Compartilhe
Defesa dos Direitos Humanos tem acordo celebrado por CNMP e OEA
07/11/2018 | 16h46
CNMP e OEA firmam acordo para promover a defesa de direitos humanos

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e a Secretaria-Geral da Organização dos Estados Americanos (SG/OEA) assinaram, nessa segunda-feira, 5 de novembro, acordo de cooperação que estabelece um marco regulatório referente aos mecanismos de cooperação entre os órgãos com o intuito de promover o uso e a aplicação do Sistema Interamericano de Direitos Humanos, além de padrões e recomendações, para solucionar os problemas da Agenda Hemisférica de Direitos Humanos. Assinaram o documento, na Procuradoria-Geral da República, em Brasília-DF, a presidente do CNMP, Raquel Dodge, e a presidente da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), Margarette May Macaulay, que representou a SG/OEA.

Na oportunidade, Raquel Dodge também assinou, como chefe do Ministério Público Federal (MPF), um memorando de entendimento para permitir a cooperação técnica com a CIDH a fim de que haja intercâmbio de membros dos organismos para capacitação, além da troca de documentos como jurisprudência, material bibliográfico, estudos, avaliações e estatísticas. O primeiro passo será a criação de um Comitê Executivo integrado por representantes de cada uma das instituições para o acompanhamento das atividades desenvolvidas, representado pela Secretaria de Direitos Humanos e Defesa Coletiva e pela Secretaria de Cooperação Internacional (SCI), da PGR.

Após as assinaturas, Raquel Dodge destacou o acordo e o memorando de entendimento como compromissos do Ministério Público brasileiro com a luta e defesa dos direitos fundamentais. “Enalteço a importância deste momento, pois estes documentos certamente aproximam CNMP, MPF e CIDH para que possamos trocar experiências e melhorar nossas práticas em nome da defesa da sociedade e dos direitos humanos na América. Dou certeza a Margarette May Macauly de que ela sempre encontrará o Ministério Público aberto, atencioso e disposto a ser interlocutor com o trabalho da sua comissão”, falou a presidente do Conselho.

Por sua vez, a presidente da CIDH ressaltou como é fundamental trabalhar em parceria com instituições reconhecidamente dedicadas à promoção dos direitos fundamentais. “Quando há colaboração entre organismos, há menos chances de que violações sejam cometidas. Nesta nossa visita ao Brasil, uma das coisas mais importantes que fizemos foi assinar esses dois documentos com pessoas tão fortes e comprometidas com os direitos humanos”, disse Macaulay.

Segundo o acordo, o CNMP designará anualmente um profissional para prestar serviços de apoio à CIDH. Além disso, as instituições podem desenvolver outras relações especiais de cooperação, por meio de acordos complementares, memorandos de entendimento ou troca de cartas, desde que levem em conta os principais temas de interesse interamericano relacionados à situação dos direitos humanos.

No Conselho, a unidade responsável por coordenar as atividades previstas no acordo de cooperação, cuja validade é de cinco anos, será a Comissão do Sistema Prisional, Controle Externo da Atividade Policial e Segurança Pública (CSP), presidida pelo conselheiro Dermeval Farias. Foi uma equipe dessa comissão, em viagem a Washington, nos Estados Unidos, em outubro de 2018, que iniciou as tratativas para a assinatura do documento.

Estiveram presentes, no momento das assinaturas, a secretária de Direitos Humanos e Defesa Coletiva do CNMP, Ivana Farina, autoridades da delegação da CIDH e representantes do MPF.

Veja a íntegra do acordo assinado entre CNMP e OEA, AQUI
Comentar
Compartilhe
Quer Trabalhar na Coca-Cola? Abriram-se Inscrições
07/11/2018 | 16h36

A Coca-Cola FEMSA Brasil, maior engarrafadora de produtos Coca-Cola no mundo em volume de vendas, abriu inscrições, por tempo limitado, do processo seletivo para vagas temporárias do Projeto Verão 2018/2019. O cadastro do currículo deve ser feito pelo site www.contratando.com.br.

As oportunidades são para as unidades comerciais e de distribuição localizadas em Minas Gerais, São Paulo (capital, interior e litoral), Rio de Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina.

Ao todo, são 1.500 vagas de contrato temporário para mais de 10 posições, entre elas vendedor, promotor, representante de vendas, ajudante operacional, operador de empilhadeira e motoristas.

Em Minas Gerais, são oferecidas 25 vagas. A empresa busca por profissionais com nível de ensino fundamental completo. Vale-refeição está incluso no pacote de benefícios.

A MULTINACIONAL A Coca-Cola, (FEMSA), produz e distribui bebidas das marcas registradas da The Coca-Cola Company, oferecendo um amplo portfólio de 169 marcas para mais de 396 milhões de consumidores a cada dia. Com mais de 100 mil funcionários, a empresa vende cerca de 4 bilhões de caixas unitárias por meio de 2,8 milhões de pontos de venda por ano. Operando 67 fábricas e 344 centros de distribuição.

No Brasil, a empresa está presente como Coca-Cola FEMSA Brasil em 48% do território nacional, empregando cerca de 20 mil funcionários e atendendo mais de 88 milhões de consumidores, distribuídos nos estados de São Paulo, Paraná, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e em parte de Goiás.

No país são nove fábricas, 44 centros de distribuição, 24 Cross Dockings e 21 Cross Trucks, sendo a unidade de Jundiaí (SP) a maior no mundo em volume de vendas em produtos Coca-Cola.
INFORMAÇÃO PRIMÁRIA- Jornal Estado de Minas
Comentar
Compartilhe
A Cirurgia Plástica na Adolescência e a Autoestima
07/11/2018 | 15h55
Cirurgias plásticas na adolescência podem melhorar a aceitação social da própria imagem
A jornalista Camila Borba conversa com um famoso cirurgião
 Confira o que diz o cirurgião plástico Rogério Bittencourt sobre estes tipos de procedimentos de cirurgia plástica na adolescência
 A fase da adolescência é uma época de grandes mudanças na cabeça e no corpo dos jovens, o que vem também acompanhado de grandes desafios. A aceitação social da sua própria imagem tende a ser muito difícil uma vez que os padrões sociais de aparência e beleza são cada vez mais rígidos e difíceis de serem alcançados. Por isso as cirurgias plásticas se tornaram cada vez mais comuns entre os adolescentes.
 Entre as meninas, os procedimentos cirúrgicos mais comuns são a rinoplastia (plástica no nariz) e a mamoplastia (plástica nos seios). Já entre os meninos, o mais comum são as intervenções plásticas no nariz e nas orelhas.
 Sendo um período em que o corpo está em pleno desenvolvimento, qual seria época mais adequada para que intervenções plásticas sejam realizadas sem que o crescimento do jovem seja afetado?
 O cirurgião plástico Rogério Bittencourt, ressalta que nas meninas, uma cirurgia de aplicação de prótese mamária pode acontecer de 2 a 3 anos após a primeira menstruação. Mas ele deixa claro que depende do caso. “Depende muito do ritmo de desenvolvimento da pessoa. Já os meninos que possuem ginecomastia (aumento mamário), devido as mudanças hormonais deste período, devem esperar a fase da puberdade passar e realizar a cirurgia depois.
Existem adolescentes que apresentam uma estrutura corporal infantil ainda com 15 anos de idade. O corpo precisa se desenvolver naturalmente primeiro, pois uma vez que seja feito uma intervenção no broto mamário, ele para de crescer. Nos outros tipos de operações plásticas comuns nessa fase, elas podem acontecer mais cedo. De qualquer forma, tanto para meninas como para meninos, a avaliação médica com um cirurgião plástico é sempre fundamental”, afirma o Bittencourt.
 A recuperação de uma cirurgia plástica em um adolescente acontece de maneira normal, como qualquer outra intervenção cirúrgica, aponta o cirurgião. “Recomenda-se que cirurgias plásticas sejam realizadas durante as férias escolares, para que haja o tempo hábil para recuperação com o acompanhamento dos pais, e para que o ano letivo não seja prejudicado”.
Prime Comunicação
 
Camila Borba
camila.borba@aprimecomunicacao.com.br
(41) 3022-5650
 
 
Comentar
Compartilhe
Justiça Bloqueia Bens de Prefeito
05/11/2018 | 22h26
A juíza da Vara da Fazenda Pública da Comarca de Itaperuna, Dra. Aline Andrade de Castro Dias, concede, parcialmente, as medidas cautelares requeridas pelo Ministério Público – Núcleo de Itaperuna, e manda bloquear do prefeito de Itaperuna, Marcus Vinicius de Oliveira Pinto, Camila Andrade Pires e Alex Gomes Quadra, dos bens até o alcance do valor de R$ 361.188, 92 (trezentos e sessenta e um mil, cento e oitenta e oito reais e noventa e dois centavos), para cada um dos citados.
 
Determina também o bloqueio dos bens de Shimeny Soares Ferreira e Sávio Branco de Souza, que são proprietários da empresa de locação de veículos, S S Ferreira Locadora de Veículos ME, até que alcance do valor de R$ 521.717, 33 (quinhentos e vinte um, setecentos e dezessete reais e trinta e três centavos), para cada um.
 
A decisão do juízo da Vara da Fazenda Pública da Comarca de Itaperuna atendeu o pedido do Ministério Público, que entrou com uma ação de improbidade administrativa, alegando que fora realizado um contrato administrativo de locação de veículos, segundo ele, superfaturado.
 
Alega ainda que o pagamento ilícito foi autorizado e efetuada pela ordenadora de despesa do Fundo Municipal de Assistência Social, o FMAS, que é administrado pela Secretária de Ação Social, Camila Andrade.
 
Está ainda envolvido na ação de improbidade, o pregoeiro Cléber, que segundo o MPE “foi o responsável por frauda a sessão de julgamento, de modo a impedir participação de empresa concorrente e habilitar ilegalmente a empresa beneficiária do esquema improbo”.
 
Fonte : Processo nº 0004934-88.2018.8.19.0026
Origem da Notícia- Jornal Independente
VEJA NOTA OFICIAL DA PREFEITURA SOBRE O ASSUNTO AQUI
Comentar
Compartilhe
Problema da Cedae já resolvido
05/11/2018 | 14h46
EM 1ª MÃO
ATUALIZADA:
Problema ocorrido ontem à noite no abastecimento da cidade de Itaperuna, foi causado por uma desprogramação involuntária das bombas d'água da Cedae, já resolvido. 
Comentar
Compartilhe
Qual o Perfil Ideal do Futuro Prefeito
05/11/2018 | 14h33
 
Estaria realmente mudando o meio ambiente político brasileiro? Nesta perpesctiva o BNB-BlogNinoBellieny perguntou para algumas personalides itaperunenses ( e depois de outras cidades), o que o prefeito ideal deverá ter em um futuro logo ali na esquina: 2020.
O primeiro a ter a sua opinião publicada é o pastor e professor Heitor Antônio da Silva.
 
PÁGINA VIRADA
Por Heitor A. S.

Essa expressão temos ouvido sempre que se encerra uma discussão ou vencemos certa etapa em um processo. Ocorre que a mesma não responde pelo encerramento de nada, vez que, mesmo no manuseio dos livros, virar uma página não corresponde de maneira nenhuma a uma mudança de ideia ou encerramento de uma temática.

Nesses últimos dias, ao longo do mês de outubro, tivemos dois turnos da eleição para Presidente da República. Ao fim do processo ouvimos: pronto, agora viremos a página. Pois bem, isso representa tanto quanto virar de fato uma página de um livro que estejamos lendo, por exemplo, um romance (pode ser livro de qualquer área).
Esquecemo-nos de que uma história ou qualquer outro assunto, antes de ser desenvolvido, foi objeto de sinopse, um esboço criterioso. Na sequência são definidos os personagens ou as partes do assunto a ser desdobrado, bem como, se for o caso, a ideia da trama. Depois vem a sequência dos fatos a serem desenrolados, etc.. Pois bem, quando estamos lendo uma página, por mais empolgante que seja, ela só contém parte dos fatos, das ideias, do enredo. Parar ali é ficar sem compreender o todo.

Dessa maneira, o que vimos com essa eleição passada, não passa da introdução de uma história, cuja sinopse foi elaborada ao longo de 27 anos, sendo que na fase final da mesma (com a Lava Jato, etc.), foram inseridos os grandes personagens da mesma, a serem agregados ao herói da história, que vai retratar a saga de um povo – O Povo Brasileiro, em busca do seu destino merecido.

Viramos sim, a página, porém o mais empolgante vem nos próximos capítulos narrados nas páginas vindouras. As emoções mais fortes estão por vir. Nessas páginas que virão constataremos derrotas dos vilões e vitórias esperadas pelos heróis, incluindo o grande protagonista da obra, ou seja, o Povo Brasileiro. Estamos , pois, só no início da história – uma história que promete muito mais e que esperamos seja marcante para nós e para as futuras gerações, que terão prazer em dizer: leiam nossas páginas, mas só parem quando vossas almas estiverem cheias de contentamento.

No contexto atual, o que se espera de um novo Prefeito para Itaperuna

Levando-se em conta os últimos acontecimentos, sobretudo os relativos à última eleição, vemos que o modo de fazer política no Brasil não está mudando – já mudou. E isso se acentuará mais ainda daqui para frente, incidindo fortemente nas eleições Municipais. O povo exige novos parâmetros de conduta para todos os tipos de governantes e membros do Poder Legislativo.

Exigir-se-á de alguém que almeje governar a nossa Cidade em particular, bem como as demais, não que seja apenas representante dos “grupos de poder”, mas que tenha perfil moral impoluto, e nesse caso não basta parecer honesto ou ser participante de grupos de nobres e seletas pessoas, mas que comprove com a vida e ações tratar-se de pessoa séria, de palavra firme, que esteja só interessada no progresso da cidade e no bem estar comum.
Serão banidos todos aqueles que claramente vêm se locupletando ao longo da vida pública, enriquecendo às custas da miséria do povo sofrido e fazendo da política o meio maior de adquirir “grandeza”. Quem deseja “se arrumar” será expurgado.

Levando-se em consideração esses parâmetros, tais governantes terão que montar sua equipe com notáveis pela competência tanto quanto ilibados de caráter. Não poderão ser escolhidos em meio a uma “corriola” de alinhados com interesses pessoais.
Temos visto ao longo da história que “mudam” os governantes, mas a mesmice permanece. São sempre os mesmos e “mamando” da mesma maneira. O povo não aceitará mais discurso apenas – quererá ver na vida pregressa a justificativa para direcionar o seu voto.

Os novos governantes terão que ser pessoas que se disponham a descontentar particularidades para satisfazer as aspirações comuns e não pessoais, mesmo que isso signifique levar uma facada.
AMANHÃ A SÉRIE CONTINUA
 
Comentar
Compartilhe
Honda faz Recall do modelo HR-V
04/11/2018 | 19h51
[Recall] Honda convoca 19 mil por falha no freio do HR-V
O chamado envolve 19 mil veículos, ano/modelo 2016 a 2018, que podem apresentar diminuição da capacidade de frenagem


A Honda está convocando 19 mil unidades de seu utilitário, HR-V, para um processo de recall e reparação de um defeito de fabricação. De acordo com a marca, os veículos envolvidos podem apresentar perda da capacidade de frenagem, colocando, assim, seus ocupantes e terceiros em risco de acidentes potencialmente fatais. Defeito pode aparecer no freio do HR-V de ano/modelo 2016 a 2018.

O recall devido a problema no freio do HR-V envolve 19 mil veículos, ano/modelo 2016 a 2018, que podem apresentar diminuição da capacidade de frenagem.
Segundo informa a Honda, ocorreu uma falha no processo de fabricação dos pistões dos calipers de freio traseiro. A falha pode levar ao vazamento do gás hidrogênio que se encontra dentro do componente. Com isso, podem aparecer bolhas no fluído de freio.

Nesse ponto, o freio do HR-V pode perder sua capacidade de funcionar adequadamente. Nas palavras da fabricante, o defeito pode causar a redução do desempenho de frenagem do veículo”.

Obviamente, o defeito no freio do HR-V coloca os ocupantes em grande riscos de acidentes. Por causa disso, recomenda-se que os proprietários de veículos afetados pelo recall atendam ao chamado o mais cedo possível.

Falhas no freio do HR-V – Unidades afetadas:

Ano/modeloInício do ChassiFinal do ChassiData de fabricação
20168C3RV2850G – 10049010820105/05/2015 a 02/09/2016
201693HRV2730G – 11995416920405/05/2015 a 02/09/2016
201693HRV280G – 13087918641005/05/2015 a 02/09/2016
20178C3RV2850H – 20003420108906/09/2016 a 29/06/2017
201793HRV2730H – 20025421537206/09/2016 a 29/06/2017
201793HRV28*0H – 20003323787906/09/2016 a 29/06/2017
20188C3RV2850J – 20003020186001/06/2017 a 28/09/2018
201893HRV2730J – 22518125141301/06/2017 a 28/09/2018
201893HRV28*0J – 20005926233201/06/2017 a 28/09/2018

Para reparar o defeito no freio do HR-V, a Honda fará a sangria do sistema. Proprietários podem fazer a consulta do número de chassi de seus veículos na página de recall da montadora, ou junto à central de atendimento, pelo número 0800 701 3432.

O atendimento deve ser feito com de agendamento na rede de concessionárias autorizadas da Honda. O processo também pode ser feito pela página e número de telefone indicados acima. O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8 às 20 horas, e aos sábados entre as 9 e 14 horas.
Origem da Informação: autopapo.com.br
Comentar
Compartilhe
O influenciador digital e as previsões acertadas
03/11/2018 | 12h54
Os seguidores dos perfis deste Influenciador Digital, no Facebook, Instagram e Twitter, sabem que ele escreve com poucas linhas, mas todas assertivas e premonitórias, sem nenhuma fantastiquice. Baseado em uma constante observação dos fênomenos sociais, econômicos e politicos, do seu teclado saem novidades bem antecipadas, em alguns casos até em anos. 
Luis Adriano Silva
Luis Adriano Silva / Repro
Ele é Luis Adriano Silva, formado em Administração, CEO- Chief Executive Officer de um crescente grupo educacional a partir de Itaperuna, o que prova como a Web realmente mudou o mundo, não sendo mais preciso para ser um gigante em qualquer setor empresarial estar em um grande centro.
As dicas do moço são ideais para empresários, estudantes, jornalistas e quem mais quiser acompanhar o trem bala da História. Eis os links do mestre:
 
Comentar
Compartilhe
Italva Ganha Agência do Sicoob Fluminense
03/11/2018 | 12h29
COMUNIDADE MOBILIZADA DE ITALVA RECEBE O SICOOB FLUMINENSE


Representantes da indústria, comércio, sindicatos, associações de moradores e produtores, poder público municipal e estadual, entidades de classe e entretenimento e da população de Italva e da região, numa grande corrente, prestigiaram a inauguração da agência do Sicoob Fluminense no município, na noite do dia 24 de outubro.

Instalada na rua José Luiz Marinho, 66, Parque Industrial, na área central de Italva que vem apontando um constante crescimento, esta é a 16.ª agência da cooperativa de crédito no estado do Rio de Janeiro, incluindo no rol de unidades o centro de negócios da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Campos dos Goytacazes.
Neilton e diretores do Sicoob Fluminense
Neilton e diretores do Sicoob Fluminense / Comunicações SicoobFlu


A intenção de estreitamento dos laços com o Sicoob Fluminense e demonstração de ampla receptividade e agradecimento da comunidade ficaram evidentes, por exemplo, com a Moção de Aplauso pela instalação da unidade em Italva apresentada no ato da inauguração ao Diretor-Presidente Neilton Ribeiro da Silva pelo vereador Joel “Enfermeiro”, e pelas diversas homenagens em forma de Moção Especial de Louvor oferecidas a colaboradores e pessoas da comunidade que, de alguma forma, incentivaram a fixação do Sicoob Fluminense na cidade, por conta do presidente da Associação Comercial Dilberto Mendel.

Por sua vez, o prefeito de Cardoso Moreira, Gilson Siqueira, acompanhado de seu vice Renato Jacinto, que compareceu a Italva especialmente para a solenidade de inauguração, falou publicamente da intenção de também levar ao seu município uma agência do Sicoob Fluminense.

A unidade de Italva recebeu as bênçãos do padre Maximiliano Barreto, da Paróquia Nossa senhora da Conceição, e em seguida houve a apresentação artística da Banda Municipal de Italva, que passará a contar com o incentivo da cooperativa, dentro de seu programa de responsabilidade social que apoia inúmeros projetos nas cidades nas quais são instaladas agências do Sicoob Fluminense.

O presidente da Câmara Municipal de Italva, Claudinei Melo, fez questão de enfatizar a iminente valorização do município e de toda a região a partir da presença do Sicoob Fluminense. Já o secretário municipal de Cultura, Turismo e Esporte, Herivelton Mendes, representando oficialmente a prefeita Margareth de Souza Rodrigues no descerramento da placa de inauguração, agradeceu ao Sicoob Fluminense e se mostrou certo dos frutos benéficos oriundos da parceria entre o poder executivo e a cooperativa de crédito.

O Diretor-Presidente do Sicoob Fluminense, Neilton Ribeiro da Silva, ao fechar os pronunciamentos no ato de inauguração, ressaltou a necessidade de se ter vontade de romper barreiras para se chegar ao sonho de todos, e criticou o lucro e atividades dos bancos tradicionais, em detrimento do crescimento regional. “No cooperativismo somos clientes e donos, e a população de Italva, que agora conta com esta saudável alternativa de movimentação financeira e investimentos, poderá sem dúvidas contar conosco” – concluiu.

PRESENÇAS

Além de diversos colaboradores, delegados, conselheiros e associados do Sicoob Fluminense, estiveram presentes na solenidade os Diretores Administrativo-Financeiro e de Operações, respectivamente Charles Medina Faria e Marcos Lincoln; o Agente Regional Gil Menezes e a Presidente e a vice-Presidente do Conselho de Administração, Vera Almeida e Eunice Nogueira.

E mais: os vereadores de Italva Jocimar Fio, Wilson Nogueira e Gerlindo “Motoca”; o secretário de Finanças de Cardoso Moreira, Adalcino Mota; Edmilson Ladeira, presidente do Sincomércio e vice-presidente da Faperj; Carlos Marconi, coordenador regional da Emater no Noroeste Fluminense; Luiz Carlos Ramos, representando a Copaf; Josué Moreira, presidente da Associação de Moradores e Produtores Rurais de Maribondo/Italva; Edna Souza, presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Italva; Sebastião Gonzaga, presidente da Associação de Lavradores da Fazenda Experimental/Italva e da Associação de Orgânicos do Norte Fluminense e Benise Costa Pinto, presidente da Associação de Produtores de Leite de Formosia/Italva.
Comentar
Compartilhe
Como está a Medicina Nuclear?
03/11/2018 | 09h31
O que faz a medicina nuclear no tratamento de câncer?

Descubra os benefícios de medicina nuclear e Pet CT

Medicina Nuclear e PET CT

A medicina nuclear aplica materiais radioativos no diagnóstico e tratamento de várias doenças. Esta especialidade médica lida com vários tipos de câncer, problemas no sistema endócrino e outros distúrbios.
A medicina nuclear usa radiação, semelhante a outro ramo da ciência médica chamado radiologia. Radiologia registra radiação gerada por fontes externas como raios-X. Por outro lado, a medicina nuclear detecta a radiação emitida de dentro do corpo.

Aplicações

Imagens de medicina nuclear mostram a estrutura e função de uma área específica do corpo. Substâncias radioativas chamadas radiotraçadores viajam para atingir tecidos ou órgãos e emitem radiação. Câmeras especiais capturam essas emissões radioativas para formar imagens.
As imagens fornecem informações moleculares para especificar onde e quais são as anormalidades. Os dados ajudam os médicos a diagnosticar e avaliar várias condições.

Os pacientes ingerem ou inalam os radiotraçadores. Eles também podem receber os radiotraçadores via injeção. O modo de admissão ou admissão dependerá do tipo de exame de medicina nuclear adotado.

Depois de administrar os radiotraçadores, os técnicos instruem os pacientes a se deitarem. Os pacientes permanecem deitados enquanto as câmeras externas detectam as emissões do radiotraçador.
As técnicas de medicina radioativa e nuclear ajudam no tratamento de várias condições. Exemplos destes são problemas de tireóide e cânceres como linfoma e câncer de próstata. Agentes radioativos viajam para as células alvo para entregar o tratamento.

Imagens de medicina nuclear combinadas com outras técnicas de varredura produzem imagens mais precisas. Esta fusão de imagens correlaciona e interpreta duas digitalizações diferentes em uma única imagem.

Técnicas de Medicina Nuclear e PET CT

Uma técnica de imagiologia de medicina nuclear chamada Cintigrafia ou Varredura Gama produz imagens bidimensionais. A tomografia por computador SPECT ou emissão de fóton único produz imagens tridimensionais (3D). A PET ou tomografia por emissão de pósitrons também gera imagens em 3D.

A varredura gama, SPECT e PET são todas técnicas de diagnóstico por imagem. Esses três usam câmeras gama também.

O PET CT ou tomografia por emissão de pósitrons é outra técnica de medicina nuclear. O PET CT combina um scanner PET e um tomógrafo computadorizado para obter fotos sequenciais e simultâneas. As fotos são combinadas e interpretadas em uma única imagem superposta.

PET CT imaging apresenta imagens funcionais e imagens anatômicas em uma varredura. O scanner PET produz a imagem funcional. O tomógrafo por raios X produz a imagem anatômica.

Vantagens da Medicina Nuclear e PET CT

A medicina nuclear geralmente explora tecidos ou órgãos específicos com mais precisão. Apresenta dados funcionais e estruturais em uma área do corpo. Muitos outros procedimentos de imagem não fornecem informações funcionais e estruturais.
Além disso, imagens de medicina nuclear podem potencialmente detectar doenças em seus estágios iniciais. Pode identificar um problema antes que haja algum sintoma. Ele também detecta uma doença antes de outros exames diagnósticos detectar qualquer irregularidade.
PET scans pode detectar e discriminar lesões benignas de malignas. Esta informação é vital para estabelecer a melhor localização da biópsia.

Técnicas de medicina nuclear têm riscos. Substâncias radioativas introduzidas no corpo podem desencadear reações em alguns pacientes. Os radiotraçadores também levam de algumas horas a alguns dias antes de chegarem aos locais-alvo.
Mesmo assim, procedimentos em medicina nuclear são geralmente considerados indolores e não invasivos. A medicina nuclear também é menos cara, mesmo que forneça dados precisos.

Preparações ou o que os pacientes precisam fazer para obter medicina nuclear ou PET CT Scans


Um médico assistente aconselha ou encaminha um paciente para fazer um exame de tomografia computadorizada ou tomografia por PET. Os médicos podem precisar desses exames para obter diagnósticos ou avaliações mais precisos. Eles também podem usar os exames para planejar um tratamento e monitoramento mais direcionados e menos invasivos.

A tomografia computadorizada PET é não-invasiva, indolor e leva apenas 30 minutos para terminar dizem os especialistas da clínica cdmcdm.com.br. Em muitos locais, o seguro cobre imagens de medicina nuclear e tomografias PET.

Geralmente, os médicos ou tecnólogos transmitem as preparações ou instruções para um exame de imagem. Pode haver uma dieta ou roupa necessária, dependendo do teste. Médicos e tecnólogos informam os pacientes de todas as informações necessárias, incluindo riscos.
Os pacientes devem informar os profissionais de saúde sobre condições médicas, doenças recentes ou alergias. Eles também devem declarar todos os medicamentos, vitaminas ou suplementos que estão tendo. Pacientes do sexo feminino devem revelar de forma crucial se estão possivelmente grávidas ou amamentando.

Durante o exame, os pacientes devem levantar qualquer problema imediatamente para uma resolução rápida. Os acessórios são frequentemente retirados. Os tecnólogos podem solicitar que os pacientes mudem de posição entre as sessões de imagem.

Após a avaliação, pode haver instruções pós-exame ou follow-ups necessários. Médicos ou tecnólogos também informam sobre quando e onde obter os resultados.
Os médicos sempre pesarão os riscos ao lado dos benefícios potenciais afirma o doutor Carlos Magno Nunes Barcelos. Todos os profissionais de saúde também darão aos pacientes chances de levantar questões ou consultas. Todos estes asseguram uma relação harmoniosa entre trabalhadores de saúde e pacientes.

cdmcdm.com.br - Baurú, Marília, Franca

(O CDMCDM.COM.BR atua na área de Medicina Nuclear há 25 anos e é formado por um grupo de médicos nucleares em constante atualização científica. São clínicas nas cidades de Bauru, Marília e Franca, onde são feitos todos os estudos cintilográficos, PET-CT, procedimentos terapêuticos com radioisótopos e cirurgias radioguiadas.)


Comentar
Compartilhe
Dicas para se dar bem no Vestibular
02/11/2018 | 10h31
Uma ajuda em época de vestibular
Artigo de Valeria Ribeiro*

O apoio dos pais é fundamental na preparação para enfrentar as provas e conseguir o sucesso

O vestibular chegou, e agora?! Como ajudar seu filho nesta fase? Será que ele vai conseguir entrar na universidade? Quanto tempo de estudo é necessário? São tantas as perguntas nesse momento, porém a coach familiar, especializada em psicologia e desenvolvimento humano, Valéria Ribeiro, esclarece essas dúvidas: “Os adolescentes ou jovens que estão prestes a fazer o vestibular já sofrem pressão durante os três últimos anos de curso do Ensino Médio, ou mais alguns anos fazem algum cursinho”.

A coach explica que a pressão sobre os estudantes não é somente o vestibular, “A pressão se dá pela cobrança da quantidade de tempo que se estuda, na escolha da carreira, se já tem ou não uma namorada/namorado, se pratica ou não exercícios, como se alimenta etc. São inúmeras as pressões. Mas, talvez o grande monstro esteja no vestibular. É como se naquele momento ele estivesse decidindo entre viver ou morrer, entretanto é só uma etapa da vida de muitas que ainda virão", explica.

Quando o vestibular se aproxima, muitos pais querem que o filho se dedique mais ao estudo, que reveja tudo aquilo que não aprendeu ou aprendeu pouco nos últimos três anos. Isso não vai funcionar e estudar de última hora não garantirá o melhor resultado.

Segundo a especialista "nas últimas semanas antes do vestibular os pais devem se preocupar muito mais com o estado emocional do filho, pois esse sim pode comprometer o resultado". Fazer com que o adolescente ou jovem se sinta seguro, confiante de si próprio, ajuda a suportar a pressão de fazer prova durante quatro ou cinco horas seguidas em dias consecutivos, afinal é isso que ocorre nos finais de ano, quando é realizada a grande parte dos vestibulares.

Pensando nisso, Valéria destaca dicas importantíssimas para esse período:

Descanso: Nas semanas que precedem o vestibular é importante que este adolescente durma bem, pelo menos, oito horas por noite. Isso irá ajudar o cérebro a se organizar e preparar para as longas horas de prova.

Nada de se trancar no quarto: Também não é bom que ocorra isolamento social do jovem neste período, interagir com outras pessoas ajuda a relaxar, diminuindo a tensão. Ir ao cinema, encontrar os amigos para um bate papo, ir praticar um hobby (skate, futebol ou mesmo uma partida de vídeo game com amigos) pode auxiliar na obtenção de bons resultados no vestibular.
Pensamentos positivos: Na véspera do vestibular é importante que o vestibulando se conecte com coisas boas, assista filmes de comédia, vá tomar um sorvete ou fazer uma massagem relaxante, e nada de estudar, nem ficar assistindo filmes tristes ou verem seus pais brigando ou discutindo seja por qual motivo for, isso prejudica seu estado emocional. Se precisar dizer algo que vai prejudicar o estado emocional do adolescente, deixe para fazer isso quando terminar os vestibulares.

Fazer a prova estrategicamente: Durante a realização da prova no vestibular, deve-se começar pelas questões que são mais difíceis para o vestibulando, pois mesmo que ele não saiba responder aquela questão naquele momento, deve seguir em frente, indo para as questões mais fáceis, pois enquanto ele vai respondendo às perguntas mais fáceis, o cérebro vai buscar, em segundo plano, respostas, conexões e memórias para resolver a questão que não sabia anteriormente. Esse é um procedimento que acontece com todos os seres humanos, às vezes temos certeza que sabemos fazer algo, mas não nos lembramos de como, aí quando começamos a fazer outra coisa a resposta vem a nossa mente. Daí a importância de usar essa estratégia no vestibular.

A importância da água: Também é importante que o jovem se hidrate bastante no dia, beba bastante água, afinal nosso corpo é feito de 70% de água. O baixo consumo de água pode gerar dores de cabeça durante a prova, o que irá prejudicar o desempenho do vestibulando. É muito importante que levem água para a sala de prova e vá bebendo aos poucos.

Boa alimentação: Levar algo para comer durante a realização do vestibular também é bom (barra de cereal, barra de chocolate, fruta, bala, chiclete). O açúcar ajuda a manter a energia da pessoa em alta. Como pai e mãe não vão ficar dizendo que tem que levar só o que é saudável. Neste momento comer algo que gere prazer pode ajudar na melhoria do resultado. Claro, que não vai levar um hambúrguer, sorvete ou outras coisas que possa atrapalhar a concentração na realização da prova. Devem ser alimentos fáceis de abrir e que façam pouco barulho, pois este pode atrapalhar outros alunos.

Manter a tranquilidade: Fale com seu filho da importância de respirar. A respiração ajuda a manter a mente alerta e oxigenada, o que facilita que os neurônios façam mais conexões e encontre respostas mais rápidas.
Apoiar e trabalhar a autoestima: E, finalmente, diga a seu filho: "vai lá e faça o seu melhor, eu confio em você e independente de qualquer coisa nós vamos continuar a te amar".
"Pronto! Agora é só esperar o resultado. Boa sorte a todos os vestibulandos" finaliza Valéria.

 *Valeria Ribeiro

Terapeuta e Coach Familiar, especializada em Terapia Familiar Sistêmica e Fundadora do Filhosofia

Fone: (12) 99121-9615

E-mail: contato@filhosofia.com.br

Sites: http://filhosofia.com.br/

www.youtube.com/filhosofiaeducacao

www.facebook.com.br/filhosofiaeducacao
Comentar
Compartilhe
Abatendo o inimigo de fuzil antes que mais inocentes morram
01/11/2018 | 21h10
-Exclusivo para este Blog-
Artigo de Marco Antônio Souza Assombroso*
Segurança pública não é assunto para sociólogos, “especialistas” do complexo PUC-USP, teóricos e amadores em geral. Os números da violência criminosa estão aí e não deixam dúvidas. A alternativa sniper é sem dúvida a melhor solução para neutralizar criminosos fortemente armados dentro do seu território de atuação.
A medida não somente teria um efeito pontual, seletivo, como dissuasório - um sniper treinado tem totais condições de abater um indivíduo à 300, 600, 800 metros. Isso significa um bandido morrer por um disparo que veio de fora do ambiente onde ele vive.
Em poucos dias não veríamos mais cenas de criminosos com fuzis nas comunidades do Rio de Janeiro, com uma consequente redução do campo de atuação, prejudicando drasticamente o domínio do território pelas quadrilhas.
É preciso ressaltar que, tão importante quanto não se improvisar em Segurança Pública, é não abrir mão do emprego do sniper qualificado. Somente um profissional altamente treinado, condicionado e devidamente armado estará capacitado para executar um tiro à longa distância com o mínimo de risco para inocentes.
 * Assombroso, codinome famoso por suas façanhas retratadas no livro DoPaz,  escrito pela jornalista Tahiane Stochero, que conta como a Tropa de Elite do Exército Brasileiro pacificou a favela mais violenta do Haiti.  Marco é sargento R1, tem os mais cobiçados cursos do EB: Comandos & Forças Especiais. Atualmente faz palestras em todo o país e consultorias de segurança, sobrevivência urbana, mar e selva. Foi Caçador de grande precisão, como se chama no Brasil quem atua militarmente como sniper, denominação norteamericana popularizada pelo cinema.
Rifle sniper DAN 0,338
Rifle sniper DAN 0,338 / Repro
Comentar
Compartilhe
Como Renegociar a Dívida com o FIES
01/11/2018 | 14h43
O Diário Oficial da União publicou hoje as condições para a renegociação da dívida do FIES- Fundo de Financiamento Estudantil.
A medida beneficiaria 500 mil estudantes que estão com mais de 90 dias de atraso no pagamento. A dívida total  é de R$ 10 bilhões.
Podem ser renegociados os contratos com atraso no pagamento de pelo menos 90 dias e ainda tiverem no período de amortização e não tenham sido alvo de ação judicial pelo agente financeiro.
A medida vale para os contratos de financiamentos concedidos até o segundo semestre de 2017.
Os contratantes do Fies terão duas opções: o reparcelamento, que permite estender o prazo de pagamento da dívida para até 48 parcelas mensais, além de incluir os estudantes com contratos mais antigos na campanha de renegociação; e o reescalonamento, que possibilita diluir os valores em atraso nas parcelas a vencer.
Parcela de entrada
Para isso, deverá ser paga uma parcela de entrada, em espécie, correspondente ao maior valor entre 10% do valor consolidado da dívida vencida e R$ 1 mil.
O valor da parcela mensal de amortização resultante da renegociação não poderá ser inferior a R$ 200, mesmo que implique a redução do prazo remanescente contratual.
O estudante financiado interessado em renegociar a dívida com o Fies deverá apresentar-se na agência bancária onde firmou o contrato, com um ou mais fiadores, cuja renda não poderá ser menor do que o dobro do valor da nova prestação calculada, respeitando o tipo de garantia contratada.
Os estudantes poderão aderir à renegociação até 31 de dezembro de 2019. Os períodos de solicitação e contratação da renegociação deverão ainda ser definidos pelo FNDE-Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação 
Ontem, 31 de outubro, o ministro da Educação, Rossieli Soares, disse que ainda serão feitas reuniões com o Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.
Comentar
Compartilhe
Secretário de Educação vai ser o de Governo
01/11/2018 | 10h39
O até então secretário municipal de Educação de Itaperuna, França Bombeiro, ex-vereador, retoma o direito à vida pública, amparado em decisão judicial, depois de quase 5 meses afastado e assume a titularidade da Secretaria de Governo na próxima semana.
De bom trânsito político nas esferas local, estadual e federal, ele acredita que poderá colaborar muito mais com o prefeito MV de Oliveira Pinto.
A mudança surpreendeu ao ambiente político itaperunense.
Comentar
Compartilhe
Ciclistas de Guaçui no Sul Capixaba, pedalam e ajudam
01/11/2018 | 10h30
Com o lema Somos Um Só Coração, o grupo de ciclismo Edição Limitada, de Guaçuí/ES, criou e executou uma campanha de lenços para doação à Casa de Apoio aos Portadores de Câncer de Cachoeiro de Itapemirim, com enorme sucesso. E agradece a Terapêutica Farmácia de Manipulação, por ter sido o ponto de coleta, às clientes pelas doações dos lenços para cabeça, à Econômica Tecidos, ao Ateliê da Marise Santos, à Carluzia costureira, a Wanderley Moraes pelo incentivo e à Anna Caroline Faria Freitas pela doação de cabelos.
O Grupo Edição Limitada de Guaçuí está à disposição para futuras parcerias com o GAAPCCI e quaisquer outras entidades cujo propósito seja o de ajudar a quem precisa.
Ciclistas de Guaçui-ES
Ciclistas de Guaçui-ES
Ciclistas de Guaçui-ES
Comentar
Compartilhe