Associação de Imprensa Campista reage à posição da Educativa FM
18/10/2017 | 07h47
A defesa da volta dos militares ao poder, feita na Educativa FM (emissora da Uniflu), mereceu um posicionamento da Associação de Imprensa Campista —não de cerceamento da opinião de apresentadores do “Páginas Abertas”, que pregam uma intervenção militar no Brasil.
Contrária à posição do “Páginas Abertas”, a Associação de Imprensa Campista (AIC) produziu um spot de 30 segundos para rádios interessadas em veicular uma mensagem em favor da democracia.
A ideia da AIC é fazer uma ação educativa “em tempos em que surgem clamores por soluções autoritárias e banalizações sobre a possibilidade de uma intervenção militar no país”.
Compartilhe
Saia justa
17/10/2017 | 15h30
Ano - 1964.
É o primeiro desfile de 7 de Setembro, após o golpe militar. No palanque das autoridades, o repórter José Salles quer saber do deputado Hélio Azevedo Gomes, o Lelé, o que ele acha do novo regime.
Lelé, longe de querer complicar a sua vida, mas sem deixar de dar uma resposta aos ouvintes da Rádio Cultura, chuta uma opinião qualquer para espanto de José Salles.
— As circunstâncias estão acima das perspectivas.
E mais não disse e nem lhe foi perguntado.
Compartilhe
Passando da hora
17/10/2017 | 09h31
Titular do Sportv, o locutor Luiz Carlos Júnior fez a transmissão, pela Globo, do jogo Vasco x Avaí, na semana passada. É o melhor da emissora. Daí que está na passando da hora do Galvão Bueno, sempre muito chato, se aposentar.
Compartilhe
Gasolina mais barata com pagamento cash
16/10/2017 | 19h06
Postos de combustíveis em Campos estão buscando atrair a clientela que está com dinheiro no bolso. Oferecem um preço menor no litro da gasolina, mas só com pagamento cash.
Compartilhe
Uma decisão da justiça inacreditável
16/10/2017 | 14h50
Na área da Justiça há sentenças inacreditáveis. Uma decisão da 2ª Vara de Direito de Família de Niterói, confirmada pelo Tribunal de Justiça do Estado, condenou uma viúva a dividir parte da herança do marido -— um engenheiro, funcionário estadual — estimada em R$ 12 milhões, com a ex-amante dele.
A Justiça entendeu que a amante não sabia que o homem era casado. E os dois viveram uma relação extra conjugal por 17 anos. O resultado é que a ex-amante ficará também com metade de um prêmio da Mega Sena que o morto recebeu em 2010, mas não lhe comunicou.
O advogado da amante, Afonso Feitosa, explicou que sua cliente nunca teve conhecimento do casamento do engenheiro:
— Ela não sabia que ele era casado, ninguém no trabalho sabia. Ela agiu de boa-fé.
Fonte: O Globo
Compartilhe
Em posições diferentes
16/10/2017 | 12h40
O horário de verão está vigorando desde ontem. Quem depende do relógio da Catedral Diocesana, não para acordar, mas para andar na hora certa, enquanto está no centro, perde tempo: o relógio, já faz ano, não funciona.
Por falar em relógio, a Igreja São Francisco, que fica na Rua 13 de Maio, adotou uma estratégia para não ter, todo ano, que alterar os seus quando da vigência do horário de verão: o localizado para a Rua 13 de Maio marca o horário de Brasília. Já o outro relógio, voltado para a Rua Siqueira Campos, está no horário de verão.
Compartilhe
Carla Machado lembra os recursos deixados em caixa
15/10/2017 | 18h34
A prefeita de São João da Barra, Carla Machado, ao participar, na véspera do feriadão, da entrega da reforma da escola Chrisanto Henrique de Souza e do Posto de Urgência, no Açu, revelou que, ao finalizar sua última gestão, em 2012, deixou em caixa R$ 87 milhões, e deste valor, R$ 66 milhões eram destinados à conclusão de obras em curso, como a da escola Chrisanto, “o que não foi feito”.
Carla frisou que o seu compromisso é reconstruir São João da Barra e que a comunidade do Açu vai receber a obra de reforma da rodoviária, “que será entregue até o verão”.
Compartilhe
Mania do campista
15/10/2017 | 16h30
Da série “Mania do Campista”: falar que chuva boa é a chuva criadeira — a que é fina e continuada, sendo boa para a lavoura por encharcar a terra.
Compartilhe
Garotinho se defende de denúncia de Funaro
15/10/2017 | 07h28
O doleiro Lúcio Funaro falou que o esquema de desvio de dinheiro da Prece, o fundo de pensão da Cedae, operado por Eduardo Cunha (PMDB), foi planejado durante a campanha de Rosinha Garotinho (PR) para o governo do estado. Ele afirma que parte desse fundo ia para Anthony Garotinho (PR), que na época tinha um projeto de candidatura à presidência.
No seu blog, Garotinho se defende. Disse que Funaro tem ódio contra ele. E desafia que, além de palavras, o doleiro de Eduardo Cunha e boa parte do PMDB apresente qualquer prova contra a sua pessoa. "Seja uma conta no exterior, algum depósito no Brasil, algum bem adquirido, qualquer situação que comprove suas palavras".
 Garotinho ainda fala nas eleições de 2018. "Essa é mais uma mentirinha do PMDB com medo da minha volta ao governo do estado para colocar o restante de sua quadrilha na cadeia onde atualmente está Sérgio Cabral".
Obs: No seu blog, o jornalista Arnaldo Neto traz matéria. 
Compartilhe
Quem escreve?
14/10/2017 | 17h35
A greve dos Correios suscitou uma situação curiosa. Um morador de um prédio residencial em Campos quis saber na portaria se o carteiro voltara a passar.
— Carteiro?
O porteiro não conhecia o termo. Efeito da tecnologia.
Compartilhe
Sobre o autor

Saulo Pessanha

[email protected]