Ainda não foi agora que Papinha voltou à Alerj
31/01/2017 | 17h26
Há na Assembléia Legislativa uma dança de cadeiras, com mais suplentes assumindo as vagas deixadas por deputados que foram eleitos prefeitos e assumiram os seus mandatos. Mas ainda não foi agora que Papinha (PP) retomou um mandato ali. Ele, em 2015, assumiu a vaga de Marcelo Queiroz (PP), que foi ser secretário de Administração do Rio.
Papinha voltou a ser suplente quando Pezão exonerou secretários para cumprir o prazo de desincompatibilização para disputar as eleições. Eles reassumiram os mandatos, forçando os suplentes a deixar a Alerj, caso de Papinha.
Na eleição de 2016, Papinha, que tem a sua base eleitoral no distrito de Travessão, lançou-se na sucessão de Rosinha Garotinho como candidato a vice do ceramista Nildo Cardoso. Os dois perderam a eleição.
Papinha não só foi candidato a vice-prefeito como lançou a sua mulher Tatiane na busca de uma cadeira na Câmara de Vereadores. Ela não conseguiu se eleger. É possível que, em 2018, Papinha tente de novo a Alerj.
Comentar
Compartilhe
O que só é bom para o vereador Alvaro Oliveira
31/01/2017 | 08h22
O vereador Alvaro Oliveira protocolou projeto de lei que proíbe a nomeação de parentes de autoridades públicas na Prefeitura. Nada contra. Mas Alvaro, veja só, ocupou, no primeiro governo de Rosinha (mulher do seu primo Garotinho), a chefia do Gabinete.
No segundo mandato de Rosinha, Alvaro comandou o Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT). Mas não apenas Alvaro participou do governo, cujo irmão, Chicão, era vice-prefeito. Os Oliveira foram representados por Garotinho (Governo), Nelson Afonso (Previcampos) e Henrique Alberto (Defesa Civil).
Na família Oliveira, também a irmã de Alvaro, Ineida, ocupava um cargo que não poderia exercer, caso tivesse valendo a lei antinepotismo proposta pelo vereador. Ineida presidiu a Casa Brasil-Portugal, conveniada com a Prefeitura.
A avaliação de Alvaro Oliveira, para acabar com o nepotismo na Prefeitura de Campos, certamente é a de que o que é bom para ele não é bom para os outros. Prevalecendo esse raciocínio, é inevitável a seguinte pergunta: fosse Chicão hoje prefeito Alvaro iria propor tal projeto? É muito provável que não.
Comentar
Compartilhe
Ex-secretário de Pezão pede o impeachment do governador
30/01/2017 | 18h11
Ex-secretário estadual de Assistência Social, o deputado federal Ezequiel Teixeira (PTN) postou no Facebook, nesta segunda-feira (30), uma mensagem defendendo o impeachment do governador Luiz Fernando Pezão (PMDB).
"Impeachment já", escreveu o parlamentar após compartilhar uma notícia do portal "G1" sobre fraudes na compra de tornozeleiras eletrônicas.
O pastor passou dois meses à frente da pasta de Assistência Social, sob o comando de Pezão, e foi exonerado em fevereiro de 2016.
Neste período, o moço deixou as suas convicções religiosas prevalecerem: esvaziou o programa Rio Homofobia e fechou quatro centros de assistência à população LGBT.
Fonte: Extra,Extra de Berenice Seara
Comentar
Compartilhe
Rafael Diniz com liderança folgada na Câmara
30/01/2017 | 07h15
O prefeito Rafael Diniz (PPS) terá ampla maioria na Câmara. Por ora, são 17 os vereadores comprometidos. Na relação, estão Jorginho Virgílio e Silvinho Martins, do PRP. Eles não votaram com Marcão Gomes (Rede) para presidente da Mesa por orientação partidária. Mas apoiarão o governo.
Alguns vereadores vão se colocar em um bloco independente, sem trilhar uma oposição sistemática. É o caso de Álvaro Oliveira (Solidariedade), irmão do candidato a prefeito derrotado Dr. Chicão. Álvaro já disse que não tem nenhuma bancada.
Líder do governo na Câmara, Fred Machado (PPS) revela que a sua posição é a de respeitar todos os vereadores, independentemente da posição política, o que não aconteceu na gestão passada. Ele cita que vários projetos foram ignorados pelo governo.
Segundo Fred, Rafael Diniz, diferentemente, gosta de ouvir as pessoas. “Venha de onde vier, se é de oposição ou não, o vereador será ouvido pelo prefeito. O objetivo é valorizá-lo, seja do governo ou não”.
Fred salienta que o prefeito, pelas suas atribuições, nem sempre estará disponível para receber o vereador. Mas ressalta que ele, na condição de líder do Governo, atuará como um elo de ligação entre Rafael e os colegas de parlamento.
Comentar
Compartilhe
Em uma feijoada em Atafona
28/01/2017 | 11h05
Era aniversário do advogado Andral Tavares Filho, celebrado na casa do diretor da Folha da Manhã, Aluysio Abreu Barbosa, em Atafona.
Na área de lazer coberta, entre a piscina e a churrasqueira, a mesa de jantar estava cheia de amigos, degustando uma feijoada.
Servindo-se pela segunda vez, enquanto levava ao seu prato a concha cheia, na qual destacava-se um pedaço de bucho bovino tingido de negro pelo feijão, o saudoso Irezê Mesquita disse na maior naturalidade: “Não sei porque chamam mulher feia de bucho. Bucho é um negócio tão bonzinho...”
Houve quem engasgasse com a feijoada de tanto rir.
Fonte: A imprensa de Campos pelo avesso - 400 gafes e pérolas
Comentar
Compartilhe
Negociação de um acordo
27/01/2017 | 19h08
Após a Operação Eficiência e a prisão preventiva decretada do empresário Eike Batista, o ex-governador Sérgio Cabral estuda negociar um acordo de delação premiada como forma de diminuir o tempo que ficará preso. Essa negociação pode começar em breve, aproveitando que o empresário é considerado foragido da Polícia Federal.
Com Eike na mira da PF, Sérgio Cabral ganharia espaço para negociar uma delação. O empresário também é visto pelos investigadores como um possível colaborador, já que ele poderia delatar todo o esquema de corrupção envolvendo Cabral e outros políticos. Com isso, poderia evitar ser preso.
Fonte: O Globo
Comentar
Compartilhe
Fim ao tititi
27/01/2017 | 10h24
Um ponto final no tititi criado pelo “comandante” Garotinho, direto do Rio de Janeiro, utilizando as redes sociais: o pagamento do funcionalismo municipal, referente ao mês de janeiro, não terá atraso. Será feito no dia 31, terça-feira.
Secretário de Gestão Pública, André Oliveira revelou ontem que a data escolhida faz parte do planejamento para que a folha salarial municipal fosse paga ainda em janeiro, “apesar dos problemas encontrados pela nova administração”.
Comentar
Compartilhe
Marcão Gomes, em nota oficial, comunica afastamento de seis vereadores
26/01/2017 | 13h57
O presidente da Câmara Municipal de Campos, Marcão Gomes (Rede), em nota oficial divulgada hoje, comunica que estão suspensos os mandatos eletivos, até o julgamento definitivo das Ações de Investigação Judicial Eleitoral, de seis vereadores.
Na nota, Marcão cita que, no dia 24 de janeiro, foi formalmente notificado pelo juiz da 100ª Zona Eleitoral, Ralfh Manhães Junior, acerca da prorrogação das medidas cautelares proferidas nas ações penais que suspendeu o exercício da função de vereador de Miguelito, Ozéias, Linda Mara, Kelinho, Thiago Virgilio e Jorge Rangel.
Comentar
Compartilhe
Registro de uma perda
25/01/2017 | 17h19
O blog faz o registro, de forma tardia, porque só agora tomou conhecimento, do falecimento de Joaquim Guedes, ocorrido no dia 16 deste mês. Funcionário aposentado do Banco do Brasil, Guedes foi um cronista de mão cheia, ele que também era um homem de teatro.
Infelizmente, por falta de intimidade com certos aplicativos de navegação na internet, só ontem tomei conhecimento da morte de Guedes, quando me inteirei de um aviso da família. Éramos amigos.
A militância de Joaquim Guedes na imprensa de Campos, com a publicação de crônicas, ocorreu sobretudo nos bons tempos de A Notícia, quando o jornal era então comandado por Hervé Salgado Rodrigues.
Joaquim Guedes convivia com a intelectualidade de Campos. Ele deliciava-se com os trocadilhos de Laerte Chaves. Certa feita, ao pagar um doce para o poeta, ouviu dele: “Tem gosto de coco; acentuado”. Guedes reproduziu o trocadilho para muitos amigos.
Comentar
Compartilhe
Educativa FM abre espaço para pastores em sua programação
25/01/2017 | 07h02
A Educativa FM não resistiu. Inseriu em sua grade um programa evangélico. Por ora, a veiculação é de uma igreja só. Mas como a grana costuma ser farta no aluguel de horário no rádio, pode ser que a emissora dada à Faculdade de Filosofia de Campos (Fafic) pulverize a pregação de pastores ao longo do dia e da noite.
Hoje, por exemplo, antes do “Página Aberta”, um pastor falava em perseguição do satanás e por aí vai. Vale dizer que emissoras educativas não podem, como requisito básico para funcionar, manterem vínculo religioso ou partidário com nenhuma entidade. Essa regra é estabelecida pelo Ministério das Comunicações.
As rádios educativas são destinadas à transmissão de programas educativo-culturais. Não podem ser exploradas comercialmente. O custo de manutenção pode ser apurado através de convênios e doações. Uma estratégia que a Educativa FM usava é o apoio cultural. Mas a elegância da inserção de anúncio está sendo trocada por um varejo grande.
Comentar
Compartilhe
O estrago pode ser grande
24/01/2017 | 18h23
As praias da região estão lotadas. Daí que os amigos do alheio podem fazer um estrago. Então, vale cumprir um alerta de entendidos em segurança: saiu para veranear, suspenda a entrega de jornais e peça para um vizinho recolher a correspondência. E não deixe luzes acesas. Durante o dia, significam ausência de pessoas.
Comentar
Compartilhe
Shows em SJB mediante parcerias
23/01/2017 | 21h21
A prefeita de São João da Barra, Carla Machado, está empolgada com a programação de shows no Balneário que montou para a temporada de veraneio. Ela ressalta que, por conta de parcerias, o custo é zero para os cofres públicos.
Carla cita que, com os shows, ganham o comércio, o setor de hospedagem, os ambulantes. “Ganha o sanjoanense, que está vendo a cidade movimentada e gerando renda”. Ontem, Atafona recebeu a Banda Jamz.
Comentar
Compartilhe
A arte de destruir um estado
23/01/2017 | 17h02
José Dirceu e Eduardo Cunha estão escrevendo livros. Atento ao cenário político, o empresário campista Paulo Viana sugere que o ex-governador Sérgio Cabral lance “A arte de destruir um estado”, com prefácio de Garotinho.
Comentar
Compartilhe
Grupo de Garotinho perde força na Câmara
22/01/2017 | 22h12
No grupo liderado por Anthony Garotinho, que continua no Rio de Janeiro, impedido por decisão judicial de vir a Campos, as perdas com a condenação de 11 vereadores eleitos, mas envolvidos na distribuição irregular do Cheque Cidadão, causam um estrago na correlação de forças no âmbito da Câmara Municipal.
Mas uma aliada do “comandante” está entre os suplentes e vai assumir o mandato. É Joilza Rangel, nome que a então prefeita Rosinha nomeou no apagar das luzes do seu governo para conselheira da Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsep).
O detalhe é que Joilza, sentindo que assumiria o mandato de vereadora, recuou. De qualquer forma, a vaga dela na Arsep ficou em família. Foi entregue ao seu marido Sérgio Pelegrino.
Comentar
Compartilhe
Fernando Leite e a campanha de 1998
21/01/2017 | 10h31
Ano - 1998
Correndo atrás de um novo mandato de deputado estadual, o jornalista Fernando Leite faz corpo-a-corpo no bairro da Penha, quando é abordado por uma eleitora, eufórica, que demonstra conhecê-lo bem.
Ocorre que Fernando não se lembra da fisionomia dela e a eleitora logo percebe.
— Fernando, você não está me reconhecendo? Vou-lhe dar uma dica: carne!
Fernando associa carne a churrasco e devolve:
— Que é isso, minha amiga?! Como poderia me esquecer daquele churrasco maravilhoso na praia de Farol de São Tomé?!
A eleitora dá uma gargalhada e fala:
— Deixa disso, Fernando! Eu sou é a noiva de Carne-Seca, seu assessor na Assembléia Legislativa...
Fonte: A imprensa de Campos pelo avesso — 400 gafes e pérolas 
Comentar
Compartilhe
Pedido de CPI na Câmara Municipal
20/01/2017 | 12h07
Na Câmara Municipal de Campos já há um pedido de instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) antes mesmo da abertura dos trabalhos das sessões plenárias. É de autoria de Genásio (PSC) e objetiva investigar os serviços prestados pela concessionária Águas do Paraíba.
O que se sabe é que o pedido ainda não conta com o número mínimo de assinaturas (nove) que o regimento interno da Câmara Municipal exige para a abertura de uma CPI. Já no segundo mandato, Genásio tem sido um crítico da atuação das Águas do Paraíba.
Na legislatura anterior, um pedido de CPI apresentado pelo vereador Marcão Gomes (Rede), para investigar a relação de Anthony Garotinho com a Odebrecht, foi freada pela Mesa-Diretora, então presidida por Edson Batista (PTB).
O pedido de CPI feito por Marcão contou com 10 assinaturas — número acima do exigido. Mas Edson alegou que outras CPIs estavam na frente. E a legislatura terminou sem que tais CPIs (apontadas como de engodo pela oposição) fossem instaladas.
Agora na presidência da Câmara, Marcão Gomes assegura que na sua gestão a Mesa-Diretora respeitará a vontade dos vereadores e vai liberar a instalação de CPIs propostas em conformidade com o regimento interno.
Comentar
Compartilhe
Tricotando junto à Secretaria de Fazenda
19/01/2017 | 17h36
O uso de celular é cena comum em qualquer fila. Dia desses, várias pessoas acessavam o aparelho junto à entrada da Secretaria Municipal de Fazenda, na rua 13 de Maio, à espera de que o órgão abrisse. 
Destoando do modernismo que o cenário mostrava, uma senhoria aguarda a sua vez tricotando uma peça de roupa.
Comentar
Compartilhe
Ronaldo Caiado tem eleitores em Campos
18/01/2017 | 21h46
/
A eleição de 2018 já está na pauta de conversas entre políticos e afins. Não tanto a de governador. Mas a de presidente da República. Em uma recepção na festa de Santo Amaro, o senador Ronaldo Caiado (DEM-GO) despontou na preferência de alguns comensais que discutiam a sucessão de Michel Temer (PMDB).
Caiado surge como opção dos que se opõe a Lula, ao PSDB, ao PMDB. Um outro nome da direita citado — o do deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) — foi descartado: “Esse é radical demais”, alertou alguém.
Se candidato a presidência da República novamente for, Caiado baterá na tecla de que é um legítimo adversário de Lula e do PT. Por aí é que pode ter votos, capitalizando a tese do “mais ferrenho opositor”.
Comentar
Compartilhe
Rosinha lança revista com balanço do seu governo
17/01/2017 | 13h57

/

O jornalista Fernando Leite, através da rede social, informa que o PR, partido que tem na presidência estadual o ex-governador Anthony Garotinho, lançou uma publicação contendo um balanço dos oito anos da gestão de Rosinha à frente da Prefeitura de Campos.

A postagem de Fernando é a seguinte: “O império contra-ataca. O PR despeja, na praça, 35 mil exemplares da revista Um Legado de Esperança, que enumera as realizações dos 8 anos da gestão da prefeita Rosinha Garotinho. É uma edição luxuosa”.

Comentar
Compartilhe
Se bobear...
17/01/2017 | 10h16

/

A possibilidade de apoio do governo federal tem animado Luiz Fernando Pezão, mas é bom que ele não descuide da retaguarda. O descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, que será anunciado pelo Palácio Guanabara no fim deste mês, vai dar mais combustível para os que querem o impeachment.

O descumprimento, em tese, não é motivo para a queda do governador, uma vez que está respaldado pelo decreto de calamidade pública aprovado pela Assembleia Legislativa.

Mas deputados de oposição e servidores públicos que verão, mais uma vez, medidas impopulares serem submetidas ao plenário da Alerj, pretendem inflamar as ruas.

Fonte: Informe do Dia

Comentar
Compartilhe
Fred Machado na liderança do governo
17/01/2017 | 10h11

/

O vereador Fred Machado (PPS) já está constituído líder do governo na Câmara Municipal. Fred diz que recebeu com orgulho a incumbência. “É um sinal de confiança do prefeito Rafael Diniz e dos próprios vereadores na arte de a gente agregar”.

Fred revela que o que deseja, como líder do governo, é atender aos anseios dos vereadores, “podendo ser o fiel de ligação do Legislativo com o Executivo para fazer uma governabilidade participativa no âmbito da Câmara”.

Na legislatura passada, cita Fred, o governo era aberto só para alguns. “A gente quer atender a todos os vereadores. Mesmo porque todos eles, na medida em que foram eleitos, tornaram-se representantes do povo”.

Comentar
Compartilhe
Bloco de apoio a Rafael Diniz deve ser ampliado
16/01/2017 | 10h09
Arquivo/
Marcão Gomes / Arquivo
Presidente da Câmara Municipal de Campos, Marcão Gomes (Rede) está convencido que o bloco que se coloca ao lado do governo Rafael Diniz deverá ser ampliado. Ele explica: “Os vereadores, em sua maioria, entendem que, antes de estar ao lado de Rafael, devem é estar ao lado do povo”.
Marcão cita que 17 dos 25 vereadores empossados já se comprometeram a ajudar o governo a resgatar o avanço do município. O presidente da Câmara assinala que o bloco será engrossado naturalmente porque os vereadores não têm ao que se opor.
Na avaliação de Marcão, para que os vereadores possam fazer oposição ao governo Rafael Diniz é preciso dar tempo ao tempo. “Antes é necessário deixar o governo se instalar e trabalhar para só então pontuar discordâncias, se for o caso”.
Comentar
Compartilhe
SJB contará com Secretaria de Segurança Pública
16/01/2017 | 10h05
Arquivo/
Câmara Municipal / Arquivo
A Câmara de Vereadores de São João da Barra realizará na quarta-feira sessão extraordinária para apreciar quatro projetos de lei enviados pelo Executivo em caráter de urgência. Um deles, reflexo da violência na cidade, cria a Secretaria Municipal de Segurança Pública.
Outro projeto extingue e cria (sem aumento de despesas) cargos comissionados na Prefeitura. Há ainda o que propõe alteração na Lei Orçamentária Anual (LOA) com autorização para abertura de crédito adicional.
Comentar
Compartilhe
Nahim volta a ser suplente
16/01/2017 | 09h49
Arquivo/
Nelson Nahim / Arquivo
Filho de Sérgio Cabral e secretário de Esporte, Lazer e Juventude do Rio, Marco Antônio Cabral resolveu deixar o governo Luiz Fernando Pezão para reassumir seu mandato de deputado federal. Isto quer dizer que Nelson Nahim volta a ser suplente.
Nahim assumiu a vaga do deputado Índio da Costa, que se licenciou para comandar a Secretaria de Urbanismo, Infraestrutura e Habitação na gestão do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella.
 
Sétimo suplente da coligação PMDB – PP – PSC – PSD – PTB, Nahim foi deputado por duas vezes. Agora, no recesso parlamentar, e em dezembro de 2015, quando entrou na vaga de Alexandre Serfiotis e ficou na Câmara Federal por 48 horas.
Comentar
Compartilhe
Delação premiada pode envolver campistas
16/01/2017 | 09h43
Arquivo/
Delação mira a Alerj / Arquivo
O jornalista Lauro Jardim revelou hoje em seu blog, hospedado no Globo, que os advogados de Hudson Braga, o ex-secretário de Obras de Sérgio Cabral, já iniciaram negociações com o Ministério Público Federal (MPF) para fazer a delação premiada.
Segundo Jardim, os pratos de resistência de sua colaboração serão figurões da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro e do Tribunal de Contas do Estado (TCE). A notícia certamente tira o sono de gente de Campos, porque Hudson Braga pode entregar o que sabe para tirar a corda do pescoço.
Comentar
Compartilhe
SJB contará com Secretaria de Segurança Pública
16/01/2017 | 07h41
download (1)   A Câmara de Vereadores de São João da Barra realizará na quarta-feira sessão extraordinária para apreciar quatro projetos de lei enviados pelo Executivo em caráter de urgência. Um deles, reflexo da violência na cidade, cria a Secretaria Municipal de Segurança Pública. Outro projeto extingue e cria (sem aumento de despesas) cargos comissionados na Prefeitura. Há ainda o que propõe alteração na Lei Orçamentária Anual (LOA) com autorização para abertura de crédito adicional.
Comentar
Compartilhe
Delação premiada pode envolver campistas
15/01/2017 | 20h21
download (2) O jornalista Lauro Jardim revelou hoje em seu blog, hospedado no Globo, que os advogados de Hudson Braga, o ex-secretário de Obras de Sérgio Cabral, já iniciaram negociações com o Ministério Público Federal (MPF) para fazer a delação premiada. Segundo Jardim, os pratos de resistência de sua colaboração serão figurões da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro e do Tribunal de Contas do Estado (TCE). A notícia certamente tira o sono de gente de Campos, porque Hudson Braga pode entregar o que sabe para tirar a corda do pescoço.
Comentar
Compartilhe
Nelson Nahim volta a ser suplente
15/01/2017 | 13h36
download (1)   Filho de Sérgio Cabral e secretário de Esporte, Lazer e Juventude do Rio, Marco Antônio Cabral resolveu deixar o governo Luiz Fernando Pezão para reassumir seu mandato de deputado federal. Isto quer dizer que Nelson Nahim volta a ser suplente. Nahim assumiu a vaga do deputado Índio da Costa, que se licenciou para comandar a Secretaria de Urbanismo, Infraestrutura e Habitação na gestão do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella. Sétimo suplente da coligação PMDB – PP – PSC – PSD – PTB, Nahim foi deputado por duas vezes. Agora, no recesso parlamentar, e em dezembro de 2015, quando entrou na vaga de Alexandre Serfiotis e ficou na Câmara Federal por 48 horas.
Comentar
Compartilhe
Palácio da Cultura devastado
15/01/2017 | 09h25
arquivo/
Quadro desolador / arquivo
Presidente da Câmara Municipal de Campos, Marcão Gomes (Rede) foi um habitué da Biblioteca Nilo Peçanha na adolescência. Na quinta-feira, ele visitou as obras iniciadas e não concluídas no Palácio da Cultura pelo governo Rosinha Garotinho (PR). “O quadro ali é desolador. É de encher os olhos de lágrimas”, disse o vereador.
Marcão lembrou que o Palácio da Cultura foi construído por Rockfeller de Lima (prefeito de Campos entre 1970-1972) quando o município praticamente não tinha receita. “A prefeita Rosinha, com bilhões em caixa, não conseguiu fazer uma simples reforma. Aliás, ela fez pior. Destruiu aquele espaço público”.
Comentar
Compartilhe
Palácio da Cultura devastado
15/01/2017 | 07h50
c8085fd4ffb4962307241e4def1d3b4a_390x293   Presidente da Câmara Municipal de Campos, Marcão Gomes (Rede) foi um habitué da Biblioteca Nilo Peçanha na adolescência. Na quinta-feira, ele visitou as obras iniciadas e não concluídas no Palácio da Cultura pelo governo Rosinha Garotinho (PR). “O quadro ali é desolador. É de encher os olhos de lágrimas”, disse o vereador. Marcão lembrou que o Palácio da Cultura foi construído por Rockfeller de Lima (prefeito de Campos entre 1970-1972) quando o município praticamente não tinha receita. “A prefeita Rosinha, com bilhões em caixa, não conseguiu fazer uma simples reforma. Aliás, ela fez pior. Destruiu aquele espaço público”.
Comentar
Compartilhe
No Calçadão, uma divertida história
14/01/2017 | 14h05
download Raul Escobar, diretor da Rádio Cultura, estava com um grupo de amigos na subida da rua 7 de Setembro, área do Calçadão, contando alguns causos. Eis que um sujeito, achando que ele é médico, o aborda. — Doutor Raul, que bom encontrá-lo. Eu estou com um negócio dentro da barriga, que sobe e desce. O que é que pode ser? Gozador, Raul dá logo a resposta: — Relaxe, amigo! Não é nada demais. Isto é peido indeciso. O sujeito concorda: — Isto mesmo doutor. Sinto que o meu peido, quando sai, sai em série. Não é daquele tipo tiro seco. E o qual o remédio que devo tomar? Raul, muito sério, apesar das gargalhadas dos amigos, dá a solução: — O seu problema é simples. Você vai ali na Farmácia Maron e pede Peidodontin. O remédio, evidentemente, não existe. Mas Maron, depois que ouve do sujeito que o diagnóstico é “peido indeciso”, recomenda que leve Cibasol. Fonte: A Imprensa de Campos pelo avesso - 400 gafes e pérolas
Comentar
Compartilhe
Rafael quer conter despesas
14/01/2017 | 08h52
Arquivo/
Rafael Diniz / Arquivo
A primeira ação das várias que o prefeito Rafael Diniz (PPS) determinou para reduzir gastos atinge as contas de água e luz. Uma força-tarefa, em parceria com as concessionárias Enel (distribuidora de energia) e Águas do Paraíba, vai percorrer as secretarias e outros órgãos da prefeitura para identificar desperdícios e vazamentos de água. A economia prevista é de R$ 7 milhões/ano.
Também será feito o recadastramento de imóveis do poder público e haverá a revisão dos contratos de aluguel atuais. O objetivo é transferir órgãos do município para prédios próprios. Com isso, estima-se que haja uma redução de cerca de R$ 700 mil/ano nas despesas da prefeitura. Além disso, cada secretaria terá que cortar em 20% seus gastos com custeio.
Comentar
Compartilhe
Rafael quer conter despesas
14/01/2017 | 07h59
images A primeira ação das várias que o prefeito Rafael Diniz (PPS) determinou para reduzir gastos atinge as contas de água e luz. Uma força-tarefa, em parceria com as concessionárias Enel (distribuidora de energia) e Águas do Paraíba, vai percorrer as secretarias e outros órgãos da prefeitura para identificar desperdícios e vazamentos de água. A economia prevista é de R$ 7 milhões/ano. Também será feito o recadastramento de imóveis do poder público e haverá a revisão dos contratos de aluguel atuais. O objetivo é transferir órgãos do município para prédios próprios. Com isso, estima-se que haja uma redução de cerca de R$ 700 mil/ano nas despesas da prefeitura. Além disso, cada secretaria terá que cortar em 20% seus gastos com custeio.
Comentar
Compartilhe
Rosinha nega dívida de R$ 2,4 bilhões
13/01/2017 | 17h23
Arquivo/
Rosinha Garotinho / Arquivo
O governo Rafael Diniz (PPS) anuncia que herdou uma dívida bilionária da administração Rosinha Garotinho (PR). É nada menos que R$ 2,4 bilhões, para um caixa deixado com apenas R$ 24,8 milhões. O secretário da Transparência e Controle, Felipe Quintanilha, revelou ontem que a dívida encontrada ultrapassa o valor do orçamento de 2017, que já ficou R$ 1 bilhão menor do que no ano anterior.
Utilizando o blog do marido Garotinho, Rosinha negou que tenha deixado dívidas à frente do município no valor divulgado. Partindo para o ataque, disse que há duas hipóteses para a versão divulgada: “incompetência ou desconhecimento. Há também uma terceira; as duas coisas juntas.”
A ex-prefeita lembrou que publicou um balancete resumido da prefeitura no dia 31 de dezembro de 2016. “É bom ele falar menos e trabalhar mais”.
Comentar
Compartilhe
Rosinha nega dívida de R$ 2,4 bilhões
13/01/2017 | 17h20
O governo Rafael Diniz (PPS) anuncia que herdou uma dívida bilionária da administração Rosinha Garotinho (PR). É nada menos que R$ 2,4 bilhões, para um caixa deixado com apenas R$ 24,8 milhões. O secretário da Transparência e Controle, Felipe Quintanilha, revelou ontem que a dívida encontrada ultrapassa o valor do orçamento de 2017, que já ficou R$ 1 bilhão menor do que no ano anterior.
Utilizando o blog do marido Garotinho, Rosinha negou que tenha deixado dívidas à frente do município no valor divulgado. Partindo para o ataque, disse que há duas hipóteses para a versão divulgada: “incompetência ou desconhecimento. Há também uma terceira; as duas coisas juntas.”
A ex-prefeita lembrou que publicou um balancete resumido da prefeitura no dia 31 de dezembro de 2016. “É bom ele falar menos e trabalhar mais”.
Comentar
Compartilhe
Liberação de obras
13/01/2017 | 17h15
BR 101
Duplicação da BR 101 / BR 101
A Autopista Fluminense, concessionária que administra a BR 101, informa que até o final do mês de março novos trechos da rodovia serão liberados ao tráfego. As obras estão localizadas nas regiões de Campos (incluindo o trecho de correção do traçado em Ibitioca), Casimiro de Abreu, Silva Jardim e Rio Bonito.
O volume médio diário de veículos na BR-101 RJ/Norte é de 72 mil veículos. No trabalho de duplicação, a concessionária encontra dificuldades com o trecho ainda sob licenciamento ambiental (46 km entre Macaé e Casimiro de Abreu).
Comentar
Compartilhe
Liberação de obras
13/01/2017 | 16h59
download (1) A Autopista Fluminense, concessionária que administra a BR 101, informa que até o final do mês de março novos trechos da rodovia serão liberados ao tráfego. As obras estão localizadas nas regiões de Campos (incluindo o trecho de correção do traçado em Ibitioca), Casimiro de Abreu, Silva Jardim e Rio Bonito. O volume médio diário de veículos na BR-101 RJ/Norte é de 72 mil veículos. No trabalho de duplicação, a concessionária encontra dificuldades com o trecho ainda sob licenciamento ambiental (46 km entre Macaé e Casimiro de Abreu).
Comentar
Compartilhe
Rosinha nega que tenha deixado dívida de R$ 2,4 bilhões
13/01/2017 | 07h10
20170112_rose   O governo Rafael Diniz (PPS) anuncia que herdou uma dívida bilionária da administração Rosinha Garotinho (PR). É nada menos que R$ 2,4 bilhões, para um caixa deixado com apenas R$ 24,8 milhões. O secretário da Transparência e Controle, Felipe Quintanilha, revelou ontem que a dívida encontrada ultrapassa o valor do orçamento de 2017, que já ficou R$ 1 bilhão menor do que no ano anterior. Utilizando o blog do marido Garotinho, Rosinha negou que tenha deixado dívidas à frente do município no valor divulgado. Partindo para o ataque, disse que há duas hipóteses para a versão divulgada: “incompetência ou desconhecimento. Há também uma terceira; as duas coisas juntas." A ex-prefeita lembrou que publicou um balancete resumido da prefeitura no dia 31 de dezembro de 2016. "É bom ele falar menos e trabalhar mais".
Comentar
Compartilhe
Só com multas
12/01/2017 | 17h11
images   Um dos males do trânsito em Campos é moto com descarga aberta. A poluição sonora é brava. Com a palavra o novo comando da Guarda Civil Municipal. É preciso multar os motoqueiros que não atentam para as regras mínimas de trânsito. Um desrespeito comum é abrir a descarga. Quanto mais barulho (para os imbecis dos motoqueiros) melhor. Infelizmente, na falta educação, inclusive a de trânsito, é que a prefeitura poderá engrossar o caixa deixado vazio pelo antecessor. Multas, muitas multas podem e devem ser aplicadas aos poluidores.
Comentar
Compartilhe
Auditoria em cada secretaria
12/01/2017 | 12h08
divulgação/
Eliza Abud / divulgação
Diante do “caos” encontrado na prefeitura de São Francisco de Itabapoana pelo novo governo, a Procuradora Geral do Município, Eliza Pompemayer Abud, reuniu-se com os secretários municipais para solicitar instauração de uma auditoria em cada secretaria. A iniciativa visa verificar as irregularidades e carências deixadas pelo governo anterior para, segundo Eliza, só então desenvolver um plano de ação que auxilie o órgão executivo no andamento dos trabalhos.
Segundo Eliza, na Procuradoria já foram encaminhados centenas de processos que se encontravam parados. Um deles é de Execução Fiscal. De acordo com a Procuradora, o andamento desses processos vai favorecer a arrecadação municipal.
Comentar
Compartilhe
Equívoco nas demissões
12/01/2017 | 11h58
Arquivo/
Petrobras / Arquivo
O Programa de Incentivo ao Desligamento Voluntário (PIDV) da Petrobrás está sendo criticado pelo campista José Maria Rangel, sindicalista que coordena a Federação Única dos Petroleiros (FUP).
José Maria considera o PIVD um equívoco. “É preciso ver os efetivos nas unidades, ver quem está apto e, então, fazer uma adaptação. Não se pode tratar funcionários como redução de custo e rentabilidade”.
 
O objetivo da Petrobras, com as demissões voluntárias, é recompor as finanças. A empresa estima que a redução de 12 mil empregados, com custo previsto de R$ 4,4 bilhões, trará economia de R$ 33 bilhões até 2020.
Comentar
Compartilhe
Auditoria em cada secretaria
12/01/2017 | 11h30
[caption id="attachment_1720" align="aligncenter" width="300"]Eliza Abud Eliza Abud[/caption] Diante do “caos” encontrado na prefeitura de São Francisco de Itabapoana pelo novo governo, a Procuradora Geral do Município, Eliza Pompemayer Abud, reuniu-se com os secretários municipais para solicitar instauração de uma auditoria em cada secretaria. A iniciativa visa verificar as irregularidades e carências deixadas pelo governo anterior para, segundo Eliza, só então desenvolver um plano de ação que auxilie o órgão executivo no andamento dos trabalhos. Segundo Eliza, na Procuradoria já foram encaminhados centenas de processos que se encontravam parados. Um deles é de Execução Fiscal. De acordo com a Procuradora, o andamento desses processos vai favorecer a arrecadação municipal.
Comentar
Compartilhe
Equívoco nas demissões
12/01/2017 | 09h24
download (4)   O Programa de Incentivo ao Desligamento Voluntário (PIDV) da Petrobrás está sendo criticado pelo campista José Maria Rangel, sindicalista que coordena a Federação Única dos Petroleiros (FUP). José Maria considera o PIVD um equívoco. “É preciso ver os efetivos nas unidades, ver quem está apto e, então, fazer uma adaptação. Não se pode tratar funcionários como redução de custo e rentabilidade”. O objetivo da Petrobras, com as demissões voluntárias, é recompor as finanças. A empresa estima que a redução de 12 mil empregados, com custo previsto de R$ 4,4 bilhões, trará economia de R$ 33 bilhões até 2020.
Comentar
Compartilhe
Velho problema
11/01/2017 | 20h18
download (3) Anteontem, a dona de casa Regina Silva esperou, com a filha, que é cadeirante, por quase três horas na rodoviária de Farol de São Tomé. Quando apareceu um ônibus da Turisguá, o motorista disse que o elevador estava com defeito. “Inclusão social? Isto é mentira”, protestou Regina, pela rede social. A reclamação com relação ao acesso a Farol, com a utilização de ônibus, é grande. O problema é antigo. Hoje, por exemplo, os funcionários da Turisguá fizeram uma paralisação de uma hora por não terem recebido a segunda parcela do 13º salário.
Comentar
Compartilhe
Abandono dos votos em Campos
11/01/2017 | 12h38
Arquivo/
Clarissa Garotinho / Arquivo
Clarissa Garotinho foi eleita deputada federal em 2014 obtendo 47.507 votos nas urnas de Campos, via o apoio da máquina municipal capitaneada pela prefeita Rosinha. Pouco mais de dois anos de cumprimento de um mandato de quatro anos, Clarissa desistiu de atuar em Brasília.
Clarissa preferiu trabalhar no Rio, onde, até por força de uma decisão da Justiça, os pais moram. Integrando a equipe de Marcelo Crivella, deixou no abandono a defesa dos interesses dos milhares de campistas que votaram nela para deputada federal.
E não se pode dizer que o substituto de Clarissa voltará as suas atenções para Campos. Quem ocupou o lugar dela na Câmara é DeJorge Patrício (PRB), político que tem base eleitoral em São Gonçalo e que, talvez, só conheça Campos à distância.
Comentar
Compartilhe
Abandono dos votos em Campos
11/01/2017 | 12h22
download (3)   Clarissa Garotinho foi eleita para a Câmara dos Deputados em 2014 obtendo 47.507 votos nas urnas de Campos, via o apoio da máquina municipal capitaneada pela então prefeita Rosinha. Pouco mais de dois anos de cumprimento de um mandato de quatro anos, Clarissa desistiu de atuar em Brasília. Clarissa preferiu trabalhar no Rio, onde, até por força de uma decisão da Justiça, os pais moram. Integrando a equipe de Marcelo Crivella, deixou no abandono a defesa dos interesses dos milhares de campistas que votaram nela para deputada federal. E não se pode dizer que o substituto de Clarissa voltará as suas atenções para a terra natal dos Garotinho. Quem ocupou o lugar dela na Câmara é DeJorge Patrício (PRB), político que tem base eleitoral em São Gonçalo e que, talvez, só conheça Campos dos Goytacazes à distância.
Comentar
Compartilhe
Mais uma perda
11/01/2017 | 09h55
josé/
radio / josé
O rádio AM de Campos sofreu neste início de 2017 mais uma baixa. Faleceu Italo Júdice, que, por muitos anos, trabalhou na Rádio Cultura. Também foi um dos locutores do noticioso “Hora H”, na Campos Difusora. Encerrada a carreira no rádio, Italou dedicou-se exclusivamente ao comércio. Era dono das Lojas VJ, na Rua 13 de Maio.
Italo, à frente dos microfones, protagonizou divertidos causos. Certa feita, apresentava um programa na Cultura e o operador colocou, por conta própria, uma música de um cantor que ele (Italo) não suportava. Italo passou recibo, pelo ar: “Acabamos de ouvir Orlando Dias, o cantor cuja voz passou por um liquidificador…”.
A missa de 7º dia pela morte de Italo Judice será celebrada hoje, na Igreja do Terço,às 19h.
Comentar
Compartilhe
Mais uma perda
11/01/2017 | 07h01
download (1) O rádio AM de Campos sofreu neste início de 2017 mais uma baixa. Faleceu Italo Júdice, que, por muitos anos, trabalhou na Rádio Cultura. Também foi um dos locutores do noticioso “Hora H”, na Campos Difusora. Encerrada a carreira no rádio, Italou dedicou-se exclusivamente ao comércio. Era dono das Lojas VJ, na Rua 13 de Maio. Italo, à frente dos microfones, protagonizou divertidos causos. Certa feita, apresentava um programa na Cultura e o operador colocou, por conta própria, uma música de um cantor que ele (Italo) não suportava. Italo passou recibo, pelo ar: “Acabamos de ouvir Orlando Dias, o cantor cuja voz passou por um liquidificador...”. A missa de 7º dia pela morte de Italo Judice será celebrada hoje, na Igreja do Terço,às 19h.  
Comentar
Compartilhe
Vai virar moda
10/01/2017 | 19h38
José/
Josias Quintal / José
Vai acabar virando moda prefeitos assumirem municípios falidos e, por meio de decreto, passar o comando a Deus. Na região, Josias Quintal já tomou tal iniciativa. Mas permanecerá no cargo. Aliás, o governo passado foi dele.
Como publicidade para a situação de Santo Antônio de Pádua, o decreto é uma pérola. Josias mandou assim: “fica entregue a Deus o destino do governo deste município no período de 1º de janeiro de 2017 a 31 de dezembro de 2020 e que, com o ato, revogam-se todas as disposições em contrário”.
O decreto de Josias está mais para um factóide, o que não é muito do estilo do prefeito, de formação militar. Ele foi, inclusive, secretário estadual de Segurança Pública na gestão de Rosinha Garotinho governador.
Comentar
Compartilhe
Vai virar moda
10/01/2017 | 19h21
a_a_josias_quintal_site   Vai acabar virando moda prefeitos assumirem municípios falidos e, por meio de decreto, passar o comando a Deus. Na região, Josias Quintal já tomou tal iniciativa. Mas permanecerá no cargo. Aliás, o governo passado foi dele. Como publicidade para a situação de Santo Antônio de Pádua, o decreto é uma pérola. Josias mandou assim: “fica entregue a Deus o destino do governo deste município no período de 1º de janeiro de 2017 a 31 de dezembro de 2020 e que, com o ato, revogam-se todas as disposições em contrário”. O decreto de Josias está mais para um factóide, o que não é muito do estilo do prefeito, de formação militar. Ele foi, inclusive, secretário estadual de Segurança Pública na gestão de Rosinha Garotinho governadora.
Comentar
Compartilhe
novos protagonistas
10/01/2017 | 16h20
muita gente comparece à festa /
A festa de Santo Amaro deste ano contará com novos protagonistas entre os políticos (sempre em número elevado) que vão comparecer ao principal distrito da Baixada Campista. O prefeito Rafael Diniz (PPS) capitaneará uma comitiva de vereadores que estará participando do tradicional evento.
Já na 284ª edição, a festa em louvor ao Padroeiro da Baixada é um evento que ultrapassa as fronteiras de Campos. A cada ano, cresce o número de romeiros que procedem de outras partes do estado e do país. Até o dia 15, data comemorativa, missas e acolhidas aos peregrinos estarão no calendário.
Comentar
Compartilhe
Novos protagonistas
10/01/2017 | 15h48
download (3)   A festa de Santo Amaro deste ano contará com novos protagonistas entre os políticos (sempre em número elevado) que vão comparecer ao principal distrito da Baixada Campista. O prefeito Rafael Diniz (PPS) capitaneará uma comitiva de vereadores e correligionários ao tradicional evento. Já na 284ª edição, a festa em louvor ao Padroeiro da Baixada é um evento que ultrapassa as fronteiras de Campos. A cada ano, cresce o número de romeiros que procedem de outras partes do estado e do país. Até o dia 15, data comemorativa, missas e acolhidas aos peregrinos estarão no calendário.
Comentar
Compartilhe
Herança de Rosinha
10/01/2017 | 10h41
Os irmãos Oliveira
Garotinho e Nahim / Os irmãos Oliveira
As ruas de Campos estão parecendo um queijo suíço, dificultando a mobilidade urbana. São muitos buracos, inclusive em vias importantes, provocados pelas chuvas do mês de dezembro. Aliás, a culpa não é da chuva — é da qualidade (ruim) do asfalto.
Os críticos da administração Rosinha Garotinho colocam o queijo suíço na conta da ex-prefeita. Afinal, as ruas de Campos (as mesmas que estão com tantos buracos) sofreram mais de uma nova camada de asfalto ao longo dos últimos oito anos. Há quem brinque dizendo que o asfalto é biodegradável.
Comentar
Compartilhe
Herança de Rosinha
10/01/2017 | 07h35
download (2)   As ruas de Campos estão parecendo um queijo suíço, dificultando a mobilidade urbana. São muitos buracos, inclusive em vias importantes, provocados pelas chuvas do mês de dezembro. Aliás, a culpa não é da chuva — é da qualidade (ruim) do asfalto. Os críticos da administração Rosinha Garotinho colocam o queijo suíço na conta da ex-prefeita. Afinal, as ruas de Campos (as mesmas que estão com tantos buracos) sofreram mais de uma nova camada de asfalto ao longo dos últimos oito anos. Há quem brinque dizendo que o asfalto é biodegradável.
Comentar
Compartilhe
Os Garotinho e os Nahim juntos na gratidão a Crivella
09/01/2017 | 18h24
Campos_dos_Goytacazes_Garotinho_Nahim A família Oliveira — os Garotinho e os Nahim — é só gratidão para com Marcelo Crivella. Pelo lado dos Garotinho, Clarissa obteve o que queria: comandar uma secretaria na Prefeitura do Rio. Ela nem se importou em abrir mão do mandato na Câmara dos Deputados. Pelo lado dos Nahim, o caminho é inverso. Nelson vai para Brasília ocupar um mandato na Câmara. Tudo porque Crivella levou para o seu estafe o deputado Indio da Costa, abrindo vaga para o suplente imediato. Apesar dos problemas pessoais, politicamente a estrela de Nahim tem brilhado. Em 2014, ficou na sétima suplência de uma coligação liderada pelo PMDB. Agora assumiu o mandato. É verdade que não se sabe até quando.
Comentar
Compartilhe
Eleição direta para comandante de Guarda Municipal
09/01/2017 | 16h51
  unnamed (4) O comandante da Guarda Civil Municipal de São Francisco de Itabapoana será escolhido através de uma eleição direta envolvendo todo o efetivo da corporação. A eleição tem por base a lei nº 13.022 de 8 agosto de 2014, que fala sobre o Estatuto Geral das Guardas Municipais. Há sete pré-candidatos ao cargo de comandante. A votação será por cédula e ficará aberta durante toda semana para os 90 membros da Guarda. A abertura das urnas será no dia 16, na sede da prefeitura. Hoje, a prefeita Francismara Lemos fez uma reunião com membros da corporação.
Comentar
Compartilhe
Vereador toma posse em SJB
09/01/2017 | 12h43
unnamed (2)   Em sessão extraordinária realizada nesta segunda-feira (9), a Câmara de São João da Barra deu posse como vereador ao suplente Jonas Gomes de Oliveira. Ele assumiu a vaga deixada por Alex Firme, que se licenciou para ser secretário Municipal de Meio Ambiente. A sessão foi também marcada pela eleição de primeiro-secretario. O eleito, com oito votos, foi o próprio Jonas. – É uma alegria muito grande estar de volta a esta casa para cumprir meu quarto mandato e agradeço a presença do público aqui, e dos vereadores que me escolheram para a primeira secretaria – falou Jonas. Fonte Ascom - Câmara de SJB
Comentar
Compartilhe
O substituto de Clarissa Garotinho
09/01/2017 | 12h30
DeJorge Patricio
/ DeJorge Patricio
O substituto da deputada federal Clarissa Garotinho (PRB), que se licenciou do mandato para chefiar a Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação no governo Marcelo Crivella, é Dejorge Patrício (PRB-RJ), cuja base eleitoral é o município de São Gonçalo.
Dejorge Patrício tem 46 anos. Sua carreira política teve início em 2004, quando se candidatou pela primeira vez, mas não se elegeu. Em 2012, pelo PR, foi o vereador mais votado de São Gonçalo. Em 2014, com mais de 30 mil votos, tornou-se segundo suplente.
Comentar
Compartilhe
Uso e abuso da máquina pública
09/01/2017 | 11h57
Pezão
/ Pezão
Desde que se tornou governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão usou o helicóptero do estado 43 vezes para ir até Piraí, sua cidade natal. Na maioria das viagens, a primeira-dama do estado, Maria Lucia Horta Jardim, estava em sua companhia.
Segundo um levantamento feito pela CBN com base em dados disponibilizados pelo governo do estado, 2016 foi o ano em que o governador mais usou aeronaves oficiais para ir até a cidade onde começou sua carreira política e onde tem casa. No ano em que a crise do estado se agravou e Pezão esteve licenciado por causa de um câncer durante sete meses, ele chegou ou saiu de Piraí de helicóptero 18 vezes.
Comentar
Compartilhe
Uso e abuso da máquina pública
09/01/2017 | 10h16
pol68097jpgjpg_610x340   Desde que se tornou governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão usou o helicóptero do estado 43 vezes para ir até Piraí, sua cidade natal. Na maioria das viagens, a primeira-dama do estado, Maria Lucia Horta Jardim, estava em sua companhia. Segundo um levantamento feito pela CBN com base em dados disponibilizados pelo governo do estado, 2016 foi o ano em que o governador mais usou aeronaves oficiais para ir até a cidade onde começou sua carreira política e onde tem casa. No ano em que a crise do estado se agravou e Pezão esteve licenciado por causa de um câncer durante sete meses, ele chegou ou saiu de Piraí de helicóptero 18 vezes. Fonte: CBN
Comentar
Compartilhe
O substituto de Clarissa Garotinho
08/01/2017 | 11h23
dejorge-patricio-prb-posse-como-deputado-federal-foto2-cedida-04-01-17 O substituto da deputada federal Clarissa Garotinho (PRB), que se licenciou do mandato para chefiar a Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Inovação no governo Marcelo Crivella, é Dejorge Patrício (PRB-RJ), cuja base eleitoral é o município de São Gonçalo. Dejorge Patrício tem 46 anos. Sua carreira política teve início em 2004, quando se candidatou pela primeira vez, mas não se elegeu. Em 2012, pelo PR, foi o vereador mais votado de São Gonçalo. Em 2014, com mais de 30 mil votos, tornou-se segundo suplente.
Comentar
Compartilhe
Dois turcos brigam na Rua João Pessoa
07/01/2017 | 15h29
download   Anos 1960. Afif Izar é um dos grandes clientes do comerciante Maurício Zehuri. Mas, não se sabe o motivo, há um desentendimento entre eles. O jornalista Oswaldo Lima, que é amigo dos dois, faz um registro do incidente na sua prestigiada coluna “Preto no Branco”, no Monitor Campista. O texto: “Uma briga envolve dois turcos na rua João Pessoa. Na briga, Afif Izar pega de um metro de madeira e bate na cabeça de Mauricio Zehuri. Sorte que o metro é de turco e por ter dois centímetros a menos não alcança o alvo”. Fonte: A imprensa de Campos pelo avesso - 400 gafes e pérolas
Comentar
Compartilhe
Os políticos mentem...
06/01/2017 | 12h03
images   O escritor e jornalista Ruy Castro, na sua coluna sobre variedades publicada quarta-feira na Folha de S.Paulo, escreveu que uma pesquisa da University College, de Londres, divulgada na revista "Nature Neuroscience", descobriu que o cérebro humano se habitua a mentir. O trabalho envolveu dezenas de pessoas, a quem se ofereceram opções que testavam sua honestidade. Diante de situações em que se dariam bem se mentissem, elas não falharam — mentiram e se deram bem. Ficou demonstrado que, se praticadas com regularidade, pequenas mentiras levam a uma desonestidade compulsiva, que o cérebro não vê como condenável. Ruy Castro não se surpreendeu: Palavras dele: “Não é uma novidade para nós, no Brasil, e sem necessidade de pesquisa. E com uma variante: nossos governantes mentem, roubam e apagam as pistas, e nós é que nos habituamos a isso”.
Comentar
Compartilhe
Bacellar protesta pela rede social
05/01/2017 | 18h00
13510885_1054162488006827_6809904635583335365_n   Pela rede social, Marcos Bacellar volta a protestar pelo fato de não ter sido diplomado e empossado vereador, mesmo somando 2.685 votos, que, salienta, valeram muitos mais do que os 9.504 votos conquistados em 2008, “que fez de nós até hoje o vereador mais votado na história do município”. Bacellar diz que tentou liminarmente ser diplomado, assegurando não ter condenação alguma que impeça a sua candidatura, “muito menos questões envolvendo Tribunal de Contas, tal como denunciado pelo Fantoche de Garotinho “Sr. Godoy” que resta comprovado e sepultado conforme certidão negativa do TCE-RJ” No seu faceboox, Bacellar — que está recorrendo na Justiça — cita que foi eleito pela vontade popular, “numa eleição dificílima quer pelas condições financeiras, bem como por toda a luta que enfrentei contra esse grupo, sem mandato e mantendo firme as minhas convicções".
Comentar
Compartilhe
Sem sinal em Atafona
05/01/2017 | 11h35
folha da manhã
hahahshshshs / folha da manhã
 
A Vivo deixou os seus clientes que viraram o ano em Atafona incomunicáveis. Bola fora da operadora, que recebeu muita crítica de gente que voltou da praia e ocupou as redes sociais.
Tudo bem que um contâiner da operadora pegou fogo. Mas o incêndio ocorreu no domingo. E já no sábado à noite a Vivo estava com o seu sinal falhando.
O detalhe é que, contrariando expectativas pessimistas, Atafona (e também Grussaí) esteve muito movimentada na virada do ano. É sinal que a temporada vai bombar.
Comentar
Compartilhe
Pinga nas contas
05/01/2017 | 09h20
download (3) Começa a pingar hoje o salário dos servidores do estado. Os que ainda não receberam os vencimentos de novembro terão dois depósitos em suas contas nesta semana, como garantiu o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB). O primeiro pagamento é no valor de R$ 316 (o montante inicialmente previsto era de R$ 264), para 245.649 pessoas. O segundo, programado para amanhã, será próximo de R$ 500, quando a previsão era de R$ 342. Segundo o Extra, o aumento da arrecadação ajudou na revisão do valor.
Comentar
Compartilhe
Falha na virada
04/01/2017 | 19h03
download (1)   A Vivo deixou os seus clientes que viraram o ano em Atafona incomunicáveis. Bola fora da operadora, que recebeu muita crítica de gente que voltou da praia e ocupou as redes sociais. Tudo bem que um contâiner da operadora pegou fogo. Mas o incêndio ocorreu no domingo. E já no sábado à noite a Vivo estava com o seu sinal falhando. O detalhe é que, contrariando expectativas pessimistas, Atafona (e também Grussaí) esteve muito movimentada na virada do ano. É sinal que a temporada vai bombar.
Comentar
Compartilhe
Atrás de selfies
04/01/2017 | 14h18
download (4)   No domingo, encerrada a eleição para a Mesa-Diretora da Câmara Municipal de Campos, em que Marcão Gomes (REDE) foi eleito presidente, o repórter de uma emissora de rádio não poupou a companheira de equipe, que também transmitia do local. Depois que fez uma pergunta e não obteve resposta, o repórter abriu o verbo: disse que a colega abandonara o microfone para fazer selfies com vereadores da nova Mesa.
Comentar
Compartilhe
Rotina na Prefeitura de Campos já mudou
04/01/2017 | 09h31
download (2)   A rotina na Prefeitura de Campos mudou já nos primeiros dias do governo Rafael Diniz (PPS). É que o acesso à sede, pelos funcionários de diversas secretarias, pode também ocorrer pela entrada principal, o que antes era proibido. Nos oito anos do governo Rosinha Garotinho (PR), apenas ela (para acessar o gabinete), os seus colaboradores diretos e as visitas ilustres usavam a porta principal do Centro Executivo José Alves de Azevedo. Desde segunda-feira, a entrada pela lateral é a preferida. Mas quem quiser acessar a sua secretaria pela porta principal da sede da Prefeitura pode fazê-lo. A propósito, Rafael Diniz ganhou mais pontos junto aos funcionários. É que visitou todas as secretarias, no dia seguinte à sua posse, para cumprimentá-los, um a um. Gesto raro.
Comentar
Compartilhe
Secretariado de Carla Machado é nomeado
04/01/2017 | 07h10
14906841_929161530551603_1180209965972657187_n   A prefeita de São João da Barra já tem definido o seu secretariado. As nomeações foram publicadas na edição de hoje do Diário Oficial. Os nomes são os seguintes: Planejamento e Informatização - Sávio Sabola da Fonseca Meio Ambiente e Serviços Públicos - Alex Sandro Matheus Firme Educação e Cultura - Lucia da Silva Siqueira Chagas Fazenda - Allan Barcelos Gonçalves Assistência Social, Trabalho e Direitos Humanos - Claudia Maria Falcão de Carvalho Procuradoria Geral do Município - Felipe Stefan Transportes e Trânsito - Renato Ribeiro da Silva Obras e Serviços - Alexandre Magno Stefan Saúde - Godofredo Gomes de Sá Neto Agricultura - Oswaldo Barreto Turismo, Esporte e Lazer -  Analiel Almeida Viana
Comentar
Compartilhe
Vai desistir
03/01/2017 | 17h50
download (1)   Presidente nacional do PDT, Carlos Lupi diz duvidar do lançamento da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas próximas eleições. Segundo Lupi, Lula "não quererá se expor após as denúncias" de que é alvo. Ex-ministro de Dilma Rousseff e defensor da candidatura de Ciro Gomes (PDT) a presidente, Lupi não acredita que Lula tenha seus direitos políticos cassados em decorrência da Operação Lava Jato, até porque "esses processos na Justiça demoram". Mas, na sua opinião, o próprio Lula não se lançará para a disputa. Fonte: Folha de S. Paulo
Comentar
Compartilhe
Rafael determina auditoria e suspende pagamentos
03/01/2017 | 07h20
download (3)   O prefeito Rafael Diniz (PPS), em decreto publicado no Diário Oficial, que circula hoje, determinou a suspensão, por até 90 dias, dos pagamentos relativos aos contratos de execução de obras, de fornecimento de produtos e/ou serviços, firmados pela Prefeitura nos exercícios anteriores. Rafael quer que seja realizada uma minuciosa auditoria individualizada e minuciosa para efetiva comprovação da regularidade do que foi contratado e realizado. Os secretários municipais deverão instituir comissão interna para analisar e auditar os contratos. O objetivo da auditoria, segundo Rafael, é proteger o interesse público e defesa do erário municipal, para resguardar as responsabilidades administrativas da atual gestão.
Comentar
Compartilhe
Posse abre vagas na Alerj
02/01/2017 | 15h49
alerj-deputados Com a posse de prefeitos que ocupavam cargos de deputados estaduais, sete novos parlamentares deixaram de ser suplentes e assumiram efetivamente seus mandatos na Assembleia Legislativa nesta segunda-feira (02). Átila Nunes (PMDB) assume no lugar de Carlos Augusto Balthazar (PSL); Geraldo Moreira (PTB) ocupará a cadeira de Farid Abrão (PTB); Gilberto Palmares (PT) fica no lugar de Dr. Sadinoel (PMB); Coronel Jairo (PMDB) entra na vaga aberta por Waguinho (PMDB); Dica (PTN) ocupa a vaga de Bernardo Rossi (PMDB); Marco Antônio Figueiredo (PROS) no lugar de Rogério Lisboa (PR) e Silas Bento (PSDB) fica com o mandato que era de José Luiz Nanci. Fonte: Blog Extra, Extra, de Berenice Seara.
Comentar
Compartilhe
Tarefa difícil
02/01/2017 | 08h29
    download (1)   A tarefa de Rafael Diniz, o novo prefeito de Campos, não é fácil. O jogo político é sujo. Vide o boicote financeiro que foi imposto ao início de sua administração com a retirada do ar, nos dois últimos dias úteis do ano, do site da Secretaria Municipal de Fazenda. A intenção foi clara: reduzir receita. Versões surgiram para justificar o problema. Mas é tolice pensar que o grupo batido nas urnas deixaria o governo sem aprontar. O pior é que, antes de atingir Rafael, a manobra suja prejudica é o povo. Rafael iniciou hoje o seu mandato num cenário financeiro nebuloso. O déficit é em torno de R$ 1 bilhão, aponta o advogado Felipe Quintanilha, que cuidou da transição na área de controle orçamentário. E muita coisa não foi paga pelo governo Rosinha. O detalhe é que Anthony Garotinho, o “comandante” do grupo, anuncia que deixou milhões de reais no caixa para o sucessor de sua mulher. Nos anos 1990, com Sérgio Mendes, que assumiu a Prefeitura, sucedendo-o, fez o mesmo. Disse que havia deixado dinheiro. Sérgio contestou.
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Saulo Pessanha

[email protected]