Casas abandonadas geram problemas para os vizinhos
31/10/2019 | 06h54
 
 
 
 
Os muitos imóveis abandonados na área central de Campos estão gerando problemas de toda ordem. Um deles diz respeito à segurança de casas vizinhas, tanto as ao lado como as no fundo. É que muitas dessas casas abandonadas passaram a ser ocupadas por marginais.
 
 
Na Rua dos Bancários - com entrada pela Rua Siqueira Campos, e cujos quintais de algumas delas dão para casas na rua Lacerda Sobrinho (antiga Sacramento), uma residência foi assaltada, por mais de uma vez, por viciados em drogas que vivem em um imóvel desabitado na área da Praça da República.
 
 
As casas abandonadas na Lacerda Sobrinho (são várias) geram ainda infestação de ratos, cupins, abelha, mosquitos. A Defesa Civil, a Postura e o CCZ, órgãos da prefeitura, já foram comunicados. Mas até agora nada fizeram.
 
 
Comentar
Compartilhe
Dia de Finados com muito mato no Cemitério do Caju?
30/10/2019 | 13h15
 O blog serve de porta-voz para um pedido de alguns amigos: a prefeitura necessita fazer, antes de sábado, Dia de Finados, uma limpeza do mato no Cemitério do Caju.
Comentar
Compartilhe
Passa o rodo
29/10/2019 | 14h46
A turma do Casseta & Planeta dava uma entrevista a Marília Gabriela, no programa “Cara a Cara”, exibido pela Rede Bandeirantes.
A certa altura, Hubert conta que Chico Buarque tinha se mudado para o edifício em que ele morava, no Rio de Janeiro. A entrevistadora fica toda interessada em saber como era o cantor e compositor como vizinho. Resposta de Hubert:
— Olha, Marília, o Chico não é o faxineiro do prédio, não, mas tá passando o rodo.
(Márcio Bueno)
Comentar
Compartilhe
Assédio por telefone
27/10/2019 | 11h07
A Legião da Boa Vontade (LBV) possui uma equipe bem treinada para fazer, por telefone, assédio em busca de doações financeiras às obras da entidade.
O detalhe é que os valores dos pedidos, feitos até via celulares, vão sendo reduzidos a cada “não posso” da pessoa assediada. A meta é sacramentar algum ($).
Comentar
Compartilhe
Governo Rafael Diniz pode ter uma nova baixa
26/10/2019 | 08h20
A menos de um ano para as eleições, o governo Rafael Diniz começa a registrar baixas. No meio da semana, Nildo Cardoso provocou a sua exoneração — o que acabou acontecendo — ao dar uma entrevista na Folha FM, na qual disse que deixaria o cargo se não pudesse prosseguir com o projeto da Central de Abastecimento de Campos (Ceascam). O prefeito se antecipou à decisão de Nildo e o exonerou.
Agora, quem pode deixar o governo é Fernando Leite. Vice-presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, Fernando, pela rede social, manifestou vontade de disputar a prefeitura em 2020, concorrendo, no caso, com Rafael Diniz, que é candidato à reeleição.
Fernando diz que vai conversar com o prefeito sobre a sua pretensão. Se continuará no governo, sendo, no caso, adversário de Rafael, não se sabe. O fato é que Fernando Leite pode ser a segunda baixa no estafe de Rafael Diniz em poucos dias.
Não se sabe se exonerado, ou por decisão própria.
Comentar
Compartilhe
Na nomeação de Nildo Cardoso, pesou a amizade com o pai
25/10/2019 | 10h16
A exoneração de Nildo Cardoso do cargo de Superintendente de Abastecimento está longe de significar uma crise no governo Rafael Diniz. Nildo tornou-se membro do secretariado, mas nunca esteve alinhado politicamente com o prefeito. A motivação para a sua nomeação foi outra.
Nildo era amigo de Sérgio Diniz, pai de Rafael. Na Câmara, Sérgio fez oposição isolada ao segundo governo de Arnaldo Vianna nos dois primeiros anos e depois passou a ter a companhia de Nildo. A partir dessa dobrada tornaram-se amigos.
Eleito prefeito, Rafael Diniz nomeou Nildo, que disputara com ele o mesmo mandato, para a Secretaria de Agricultura. Acolheu um pedido do próprio Nildo. No gesto de Rafael certamente pesou a amizade do saudoso pai com o ex-colega de bancada na Câmara Municipal.
 
 
Comentar
Compartilhe
Aluga-se qualquer prédio sem cobrança de luvas
24/10/2019 | 08h57
Em outros tempos, para se conseguir um valorizado ponto comercial no centro de Campos, era preciso pagar luvas — quantia efetuada na assinatura do contrato, acrescida ao valor do aluguel.
Hoje em dia não há ponto algum que esteja fechado porque o proprietário esteja exigindo o que não seja só o aluguel. Luvas? Nem pensar. É efeito da crise.
O cenário atual nas principais ruas do centro é de placas de aluguel em muitos pontos que já fizeram sucesso. Fala-se que o aluguel foge à realidade.
 A versão bate com a quantidade de lojas com portas fechadas.
Comentar
Compartilhe
Loja que faz sucesso no Rio abre filial em Campos
23/10/2019 | 08h23
Sabe a Casas Pedro, um empório de frutas secas com muitas lojas no Rio? Vai se instalar em Campos, abrindo aqui uma filial.
Comentar
Compartilhe
O registro tardio da perda de um amigo
22/10/2019 | 18h27
 Só hoje tive conhecimento da morte do advogado Luiz Antônio dos Santos Pereira, ocorrida na última sexta-feira, em sua residência, depois de passar dias internado no Hospital Ferreira Machado (HFM). Fomos amigos. Nos conhecemos quando fazíamos Direito na FDC, nos anos 70.
Luiz Antônio era uma pessoa doce, de ótimo humor. Faleceu aos 64 anos. Lembro de uma situação que o envolveu, mostrando o quanto tinha um bom coração. Certa feita, ele estava abrindo o seu escritório quando um rapaz se aproximou e lhe ofereceu um passarinho, preso em uma gaiola.
Como o bichinho carecia de tratos, o nosso amigo fez a compra. Já em casa, abriu a portinhola da gaiola. O passarinho (papa-capim) bateu asas. Luiz Antônio então limpou a gaiola, botou comida e água (para os pardais que sobrevoam o local) e a deixou com a porta aberta, como peça de decoração.
Para a surpresa de Luiz Antônio, o papa-capim voltou. E lá permaneceu por muito tempo, mesmo com a portinhola abe
Comentar
Compartilhe
Mania do campista
22/10/2019 | 09h04
Da série "Mania do Campista": chamar de chapa a placa do carro. 
Comentar
Compartilhe
Bandidagem vai respeitar adesivo?
20/10/2019 | 14h12
 A Câmara de Dirigentes Lojistas de Campos (CDL) lançou um plano de segurança extensivo aos estabelecimentos filiados à entidade. É o "Tô Seguro!”. O projeto tem como ferramenta o Whatsapp. Através dele os lojistas estarão se interagindo com a PM e a Guarda Municipal.
Adesivos do “Tô Seguro!” serão colocados nas fachadas das lojas, segundo a CDL, como forma de conter ações criminosas. O presidente Orlando Portugal diz tratar-se um projeto de custo baixo e de grande alcance, "capaz de aumentar a sensação de segurança no centro da cidade".
Pode ser. Mas a ideia parece fantasiosa. Se bandidos não respeitam câmaras de segurança, não darão bola para adesivos indicando que a loja A ou B está em sintonia com a PM e a Guarda Municipal. O projeto está mais pra inglês ver.
Comentar
Compartilhe
João Peixoto se mobiliza para limpeza de canais
19/10/2019 | 11h52
O deputado João Peixoto esteve reunido com o engenheiro Cláudio Dutra, presidente do Instituto Estadual do Ambiente (INEA). Na pauta, solicitação de limpeza dos canais do Norte e Noroeste do RJ.
Peixoto lembra que após os meses de seca do outono/inverno o início do período úmido começa com a chuva da primavera e se estende pelo verão, “que é o mais chuvoso do ano em quase todo país”.
Comentar
Compartilhe
Apenas um
19/10/2019 | 07h29
O time do Flamengo, pule 10 para conquistar o título brasileiro, está encantando a sua torcida e pode mesmo ser também campeão da Libertadores e disputar o Mundial de Clubes. E novamente contra o Liverpool.
Mas o Fla de hoje está longe da qualidade que exibiu em 1981. Considero que apenas Bruno Henrique — no lugar de Lico ou de Nunes — teria lugar naquele time inesquecível para o torcedor rubro-negro.
Comentar
Compartilhe
Melhor assim...
18/10/2019 | 08h13
 
 
As fruteiras na área do Centro Universitário Fluminense, envolvendo o terreno que dá para a Rua Marechal Deodoro (antiga Rua do Príncipe), estavam tomadas por erva-de-passarinho. Felizmente, a poda foi feita. 
Comentar
Compartilhe
Campista protagonista de comédia
17/10/2019 | 07h11
A divertida atriz Cacau Protásio, campista que faz sucesso em novelas da TV Globo, vai protagonizar um longa-metragem: “A sogra perfeita”. O filme, comédia, claro, começou a ser rodado em São Paulo, com direção de Cris D´Amato.
A informação é de Ancelmo Gois, em cuja coluna, no Globo, Cacau Protásio foi destaque na terça-feira, com bela foto e detalhamento do personagem que viverá no filme.
Protásio pode ser vista atualmente na reprise da novela “Avenida Brasil”. A atriz já disse que o seu papel da empregada Zezé foi um divisor de águas na sua vida. “Tem a vida antes de Zezé e depois de Zezé”.
Comentar
Compartilhe
Subir, sobe, mas não desce...
16/10/2019 | 07h03
No Campos Shopping, a escada rolante que sobe nem sempre desce. Ontem pela manhã, quem buscou o segundo pavimento foi obrigado a descer degrau por degrau. A medida, com base no ditado de que pra baixo todo santo ajuda, deve ser para economizar energia.
 
 
Comentar
Compartilhe
Um político imbatível
15/10/2019 | 07h49
O ex-governador Sérgio Cabral é imbatível em condenações. Alcançou a 12ª. Tirar-lhe o posto do maior corrupto no Brasil virou tarefa difícil para tantos outros corruptos.
Comentar
Compartilhe
Mania do Campista
14/10/2019 | 12h26
Da série “Mania do Campista”: chamar alguém de disgramado e não desgraçado, que é o objetivo.
Comentar
Compartilhe
Rosinha está inelegível, mas a sua volta é defendida em redes sociais
11/10/2019 | 13h25
Pessoas ligadas aos Garotinho ocupam redes sociais para defender a volta de Rosinha à prefeitura de Campos, como se ela pudesse ser candidata em 2020. A estratégia perde fôlego. A ex-prefeita está inelegível, sem condições, portanto, de buscar a sucessão de Rafael Diniz.
No dia 9 de setembro, o plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou a cassação dos mandatos de Rosinha e de Chicão Oliveira pela prática de abuso de poder político e uso indevido de meios de comunicação na campanha eleitoral de 2012.
O TSE também manteve a inelegibilidade dos dois políticos por oito anos. Os ministros tomaram a decisão ao negarem três recursos propostos por Rosinha e Chicão contra as sanções aplicadas pelo TRE-RJ, e ao proverem recurso apresentado pelo MPE-RJ.
 
 
 
 
 
 
 
 
Comentar
Compartilhe
O Festival Doces Palavras e o dinheiro da Prefeitura
10/10/2019 | 08h03
O Festival Doces Palavras (FDP), em sua 3º edição, não terá recursos financeiros do poder público. Mas não deixará de ser realizado. Talvez não mais concentrado no Jardim do Liceu. Os organizadores pensam em pulverizar a programação em vários locais. É um risco. O evento pode perder clima.
A prefeitura destinaria R$ 156 mil para a FDP. Repasses assim, para mais ou para menos, foram encaminhados nas duas primeiras edições. Agora, sem entrada de verba pública, fala-se em construção coletiva na realização do evento. É por aí.
O FDP poderia, já nos dois festivais anteriores, ser realizado sem o apoio financeiro da outrora milionária “viúva”. Caberia à prefeitura dar apoio logístico, com sonorização, iluminação, barracas, segurança, limpeza. Estaria de bom tamanho.
No mais, é como disse o poeta e dramaturgo Adriano Moura em artigo na Folha da Manhã: “Que a gente faça a FDP onde der, com quem quiser e como puder”.
Comentar
Compartilhe
Redes nacionais de farmácias "sem dono e sem alma", diz presidente da CDL
09/10/2019 | 07h07
O segmento comercial que mais prospera em Campos é o de farmácia, muito pela implantação de filiais de redes nacionais. Para se ter ideia, mais duas unidades estão por abrir na área central da cidade.
Tal cenário foi levantado no “Folha no Ar”, quando o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Campos (CDL), Orlando Portugal, foi entrevistado, ele que está há vários anos no ramo de farmácia — é o dono das Drogarias Vieira.
Portugal, questionado sobre as muitas farmácias de fora que surgiram na cidade, deu uma alfinetada. Disse que redes nacionais “não tem dono e não tem alma” e que pertencem a grupos de investimentos.
 
 
Comentar
Compartilhe
Vereadores podem pular do barco
08/10/2019 | 06h56
O apoio e mesmo a fidelidade de políticos é medida pelo atendimento de suas conveniências. Quando pedidos começam a ser barrigados, olho-vivo porque pulam do barco.
Daí que o contingenciamento de recursos pela administração de Rafael Diniz vai clarear a posição de vereadores que “são governo” dos que “estão governo”.
Comentar
Compartilhe
Prefeitura resiste pressão de dono de vans
07/10/2019 | 06h59
Uma confusão gerada por motoristas de vans encerrou mais cedo a sessão de terça-feira passada da Câmara Municipal de Campos. O motivo passa pelo desejo de permissionários em voltar a rodar o centro da cidade para deixar passageiros, como era antes.
A posição do Instituto Municipal de Trânsito e Transporte (IMTT) é a de não ceder ao pleito dos permissionários, mesmo que a integração do novo sistema de transporte público não esteja totalmente implantada.
A posição do IMTT é correta. Caso ceda, o cenário no setor voltará a ser como antes, com vans disputando passageiros com ônibus, tumultuando o trânsito. Mas precisa concluir logo a integração do novo sistema. O atraso não justifica.
Comentar
Compartilhe
Mania do Campista
06/10/2019 | 11h11
Da série “Mania do Campista”: trocar a letra “L”por “R”, pronunciando, por exemplo, bicicreta e não bicicleta.
Comentar
Compartilhe
O "conhaque do milagre" e o fígado do locutor
05/10/2019 | 07h58
Anos 60. O Conhaque de Alcatrão de São João da Barra é um dos patrocinadores da equipe de esportes da Rádio Cultura de Campos.
O locutor Ribeiro Moço, na transmissão de um jogo entre
Goytacaz e Americano, reclama que a temperatura está muito fria.
O colega ao lado, Fuad Haddad, comentarista, dá uma dica:
— Por que não toma uma dose do Conhaque de Alcatrão de São João da Barra?
Ribeiro Moço diz que não, deixando mal o patrocinador.
— Não posso! Sofro do fígado...
Comentar
Compartilhe
A um ano das eleições e muitos querendo a prefeitura de Campos
04/10/2019 | 08h24
Postulantes à Prefeitura de Campos começam a se colocar no processo sucessório, lançando-se na condição de pré-candidatos. Na verdade, nem todos que derem o pontapé agora vão chegar a disputar o páreo eleitoral, que só ocorrerá daqui a um ano, ou seja, no dia 04 de outubro de 2020.
Daí que lançar pré-candidatura neste momento pode ser cedo. Mesmo porque, até as eleições, há muita água para correr em baixo da ponte. Mas vale para uns e outros postulantes darem visibilidade aos seus nomes e projetos já de olho nas urnas.
De qualquer forma, na contramão do desinteresse de uma considerável parcela da população com relação às eleições do próximo ano, há postulantes (vários) à sucessão de Rafael Diniz animados e já fazendo uma reunião aqui, outra ali, outra acolá.
Comentar
Compartilhe
Sugestão ao presidente Bolsonaro
03/10/2019 | 11h56
Agenor Magalhães é um crítico do governo Bolsonaro. Daí que faz uma sugestão ao presidente: “Ele precisa descalçar os coturnos, fazer como o vice Hamilton Mourão que os entregou a uns rebeldes quando na força de paz da ONU, em Angola. Caso contrário vai ficar nesse reme-reme cansativo com a imprensa”.
Campista, morador em Niterói, Agenor sente que Bolsonaro não se adaptou à vida civil. “Seus amigos são militares, policiais militares, ex-policiais (milicianos). Ele só pensa em ordem unida, em hino nacional, continência, hastear a bandeira. A vida civil parece um enfado”.
Comentar
Compartilhe
É preciso evitar os problemas de sempre em Atafona e Grussaí
02/10/2019 | 11h11
A temporada de veraneio nas concorridas praias de Atafona e Grussaí tem sido marcada, infelizmente, nos últimos anos, por falta de luz, de água e por uma telefonia ruim. É um drama triplo para moradores, veranistas e turistas.
O detalhe é que, a três meses do período de veraneio, os problemas já aparecem. E a versão das concessionárias não muda. O poder público, que se beneficia do turismo, precisa cobrar da Enel, da Cedae, da Vivo.
Comentar
Compartilhe
Vereador Cláudio Andrade tenta surfar em anúncio de pagamento de RPA
01/10/2019 | 07h21
Integrante da base do governo Rafael Diniz, o vereador Cláudio Andrade usou as redes sociais para tentar surfar no anúncio do pagamento dos salários, a partir desta terça-feira, aos trabalhadores do Regime de Pagamento Autônomo (RPA).
Na postagem, Andrade revela que os que trabalham na área de saúde receberão 100% e os demais, apenas 50%.
Palavras de Cláudio Andrade:
“Entendo que nossa vitória foi parcial, pois mesmo reconhecendo a crise e as dificuldades financeiras que o município atravessa, iremos oficiar novamente a Secretaria de Fazenda para obter a data do pagamento dos 50% restantes dos trabalhadores que não são da área de saúde, pois, para mim, trabalhador é trabalhador, independente de área de atuação”.
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Saulo Pessanha

[email protected]