No carnaval de 1999, Garotinho recusou bebida afrodisíaca
28/02/2017 | 18h20
A estreia de Anthony Garotinho como governador na Marquês de Sapucaí ocorreu no carnaval de 1999. No seu camarote, ele recebeu a visita de Maria Cristina de Jesus, filha do carnavalesco Candonga, que chegou levando num copo descartável a beberagem Cravo Escarlate. 
A mistura de mais de 40 ervas é considerada um poderoso afrodisíaco, tanto que Candonga, dizem, teve 47 filhos. Bastou sentir o cheiro da bebida para que Garotinho passasse o copo adiante.
— Mais filhos? Nem pensar...
Comentar
Compartilhe
Carla Machado exalta o sucesso do carnaval em São João da Barra
28/02/2017 | 07h30
Carla Machado está feliz que nem pinto no lixo com o sucesso do carnaval em São João da Barra. Pela rede social, ela postou que tem muito orgulho em ser prefeita “de uma cidade maravilhosa e abençoada”.
Segundo Carla, não há dúvida nenhuma que São João da Barra tem o melhor carnaval do interior do Estado do Rio.
— A nossa passarela do samba não só dá passagem aos desfiles das nossas quase centenárias Escolas de Samba, aos Blocos de Abadás, mas também abre espaço para aflorar a criatividade de foliões de todas as idades. Nesses dias de festa eles mostram a beleza de suas fantasias e mantém a tradição e a cultura da nossa terra.
Comentar
Compartilhe
O carnaval no imaginário de dom Fernando Rifan
26/02/2017 | 12h01
O bispo Fernando Rifan gostaria que o carnaval fosse uma festa pitoresca, de marchinhas engraçadas, de desfiles ornamentados. No imaginário de Rifan, o carnaval poderia ser um folguedo popular, uma brincadeira de rua, “onde o povo extravasasse sua alegria”.
Mas, avalia dom Fernando Rifan, o carnaval tornou-se uma festa profana e nada edificante. “No carnaval campeia o despudor, as orgias, onde se pensa que tudo é permitido”.
Comentar
Compartilhe
Dedo no pudim
24/02/2017 | 21h57
Anos 1960.
Misto de deputado estadual e cronista social, Antônio Alexandre — também dono de um programa na Rádio Continental, chamado “Apelo e Reclamações” — escreveu em sua coluna em A Cidade que estava ingressando na Arena, o partido do governo nos anos da ditadura, mas que, se não gostasse, iria sair.
O jornalista Fernando Gomes, dono do jornal Reportagem, não perdoou:
— Muito vivo, o Antônio Alexandre! Quer dizer que o deputado vai meter o dedo no pudim e provar pra ver se a calda está grossinha...?
Fonte: "A imprensa de Campos pelo avesso - 400 gafes e pérolas"
Comentar
Compartilhe
A motivação de Garotinho em se opor à privatização da Cedae
24/02/2017 | 06h48
O grupo político liderado pelo ex-governador Anthony Garotinho se colocou contra a privatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae). Na Alerj, o deputado Bruno Dauaire (PR) foi voto desfavorável ao projeto que autoriza a venda da empresa.
O alinhamento de Garotinho e de seus correligionários não tem motivação ideológica. A posição contra dá-se porque a venda da Cedae representa uma alternativa para Luiz Fernando Pezão resolver os seus problemas financeiros. E isso não interessa ao ex-governador.
É público que a venda da Cedae vale como contrapartida para viabilizar um empréstimo da União para o estado de R$ 3,5 bilhões, de forma a resolver a crise financeira que tem comprometido o pagamento dos servidores.
De olho nas eleições de 2018, Garotinho evidentemente que não tem interesse que Pezão cumpra os seus compromissos. Para ele (Garotinho), o quanto pior é melhor politicamente. Mesmo que o caos atinja as contas do estado.
Se Garotinho hoje age assim vale registrar que ele foi o responsável pela venda dos royalties do petróleo, alternativa para a prefeitura de Campos cumprir os compromissos com os servidores e fornecedores na gestão de sua mulher Rosinha.
E não custa lembrar que os serviços de água e esgoto em Campos saíram das mãos da Cedae para a Águas do Paraíba nos anos 1990 na gestão do então prefeito Sérgio Mendes, na época um aliado político de Garotinho.  
Comentar
Compartilhe
Bancários vão para o Calçadão com a Vaca Valiosa
23/02/2017 | 12h59
Hoje, no final da tarde, pelo nono ano consecutivo, os bancários de Campos estarão em peso no Calçadão. Não se trata de um ato de protesto. Estarão atrás da Vaca Valiosa. O carnaval da categoria terá ainda dois bonecos (tipo de Olinda).
A concentração se dará a partir da 14h, na sede social do Sindicato dos Bancários. O desfile sairá a partir das 17h, percorrendo todas as agencias bancárias do centro da cidade e retornando ao sindicato, que fica na Ouvidor com Oliveira Botelho.
Comentar
Compartilhe
O PR de Garotinho tentou e não conseguiu
22/02/2017 | 19h00
O PR liderado por Anthony Garotinho vai acumulando derrotas. Queria que o mandato na Assembléia Legislativa hoje exercido por Gil Vianna fosse para Eber Silva, político e também pastor da 2ª Igreja Batista de Campos.
Gil e Eber disputaram as eleições de 2014, mas ficaram na suplência. Os dois estavam abrigados no PR. Mas Gil, que trocou o PR pelo PSB para disputar a prefeitura de Campos, somou mais votos do que Eber.
A propósito, Eber Silva não foi visto entre os amigos de Garotinho que foram recebê-lo anteontem no Forum Maria Tereza Gusmão. Outra ausência sentida foi a de Dr. Chicão.
Garotinho entrou na audiência em que é réu por uso político do Cheque Cidadão comendo biscoito. Um gesto de quem demonstrava não estar nem aí para o que iria ocorrer.
A descontração de Garotinho fazia lembrar a do casal de marqueteiros de Dilma, quando chegou à sede da PF em Curitiba mascando chicletes. Mônica e João Santana permanecem presos.
Comentar
Compartilhe
Campos Atlético vive situação da viúva Porcina
22/02/2017 | 12h13
O Campos Atlético está vivendo a situação da viúva Porcina – a que foi sem nunca ter sido. Subiu para a 1ª Divisão do Campeonato Estadual. Mas não teve o gostinho de enfrentar nenhum dos grandes do futebol do Rio.
Hoje, o Roxinho joga a sua sorte. Pode cair de novo para a Segundona, caso não vença o Tigres. O jogo será às às 15h30, no Estádio Los Larios, em Xerém.
Comentar
Compartilhe
Mais um café é fechado no centro de Campos
22/02/2017 | 06h48
O Sagres Café, na subida da Rua 7 de Setembro, na área do Calçadão, também não resistiu a crise. É uma nova baixa no centro de Campos. Antes, fechou o Café Orion, o Monte Líbano, o Ceceu. E outros na Galeria Boulervard Francisco de Paula Carneiro.
Comentar
Compartilhe
Piúma e Domingos Martins sem carnaval
21/02/2017 | 18h25
Pelo menos 16 prefeituras do Espírito Santo cancelaram o carnaval deste ano por temer graves consequências provocadas pela crise na segurança pública. Algumas das cidades são muito frequentadas por campistas, caso de Piúma e Domingos Martins. Mas também não haverá carnaval em Presidente Kennedy, município que faz fronteira com São Francisco de Itabapoana e tem a praia das Neves.
 
Comentar
Compartilhe
Eike Batista e o seu jipe
21/02/2017 | 12h07
Antes de ter criado o Grupo EBX — responsável pela construção do Porto do Açu — e de ser eleito pela “Forbes” o 7º homem mais rico do mundo, Eike Batista investiu em outros negócios. Um deles foi o lançamento do jipe JPX. Por algum tempo, o veículo foi comercializado por um advogado em Campos em uma loja montada na Av. Alberto Lamego.
Com o JPX, Eike pretendia colocar no mercado um jipe apto às atividades de mineração do seu conglomerado industrial e que também pudesse atender ao mercado nacional de veículos utilitários. A ideia não vingou.
Em 2010, Eike (que continua preso) deixou escapar o desejo de voltar ao ramo: anunciou planos para construir uma fábrica de carros elétricos no Porto do Açu, em São João da Barra. O projeto não se concretizou.
Comentar
Compartilhe
E na fila do banco...
20/02/2017 | 18h58
O poeta e jornalista Fernando Leite estava na fila de um banco. Uma senhora o observa e não se contém, perguntando-lhe o nome:
— Fernando Leite — responde ele.
— Mas você está doente? 
Fernando então explica que é assim mesmo:
— Tem dias em que estou bem e há outros que não estou bem. É cíclico.
E a mulher, surpresa:
— Pensei que fosse Parkinson!
Comentar
Compartilhe
Os votos dos deputados de Campos sobre a privatização da Cedae
20/02/2017 | 15h13
O projeto de lei que prevê a privatização da Cedae foi aprovado pelo plenário da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) nesta segunda-feira (20). Foram 41 votos a favor e 28 contrários à proposta. Dos deputados de Campos, três votaram a favor: Geraldo Pudim (PMDB), Gil Vianna (PSB) e João Peixoto (PSDC). Já Bruno Dauaire (PR) votou contra.
Entre os partidos, onze votaram 100% a favor da privatização: PHS, PMDB, PP, PPS, PROS, PSB, PSD, PSDC, PSL, PT do B e PTB.
Outros cinco foram totalmente contra: PC do B, PSC, PSDB, PSOL, Rede.
Sete partidos não tiveram consenso:
•PT: 3 deputados a favor e 1 contra
•DEM: 4 a favor, 2 contra e 1 ausente
•PDT: 1 a favor e 5 contra
•PR: 2 a favor e 1 contra
•PRB: 3 a favor e 1 contra
•PTN: 2 a favor e 1 contra
•Solidariedade: 1 a favor e 1 contra
Fonte: G1 
Comentar
Compartilhe
Jonas Lopes deve entrar com pedido de aposentadoria
20/02/2017 | 06h56
Pessoas próximas ao ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado, Jonas Lopes, dizem que ele entrará em breve com pedido de aposentadoria. Não há clima para que retorne ao tribunal após delatar companheiros de trabalho — outros conselheiros foram citados na delação premiada que negocia com o Ministério Público Federal como parte da operação Lava Jato. “Além disso, ele tem direito à aposentadoria integral. Só tem a ganhar”, avalia um aliado.
Jonas Lopes está de férias. Mal retornará ao tribunal, no fim deste mês, e terá direito à licença-prêmio — a partir de 6 de março, poderá gozar de mais três meses de período sabático. 
Fonte: Informe do Dia
Comentar
Compartilhe
Rodrigo Maia pensa no governo do Rio em 2018 e desagrada o PMDB
19/02/2017 | 19h12
Em meio à falência do estado e diante da incerteza gerada pela operação Lava-Jato, repercutiu mal no meio político fluminense a divulgação por parte do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), no embalo de sua reeleição para o cargo no início do mês, da pretensão de disputar o governo do Rio no ano que vem.
A declaração causou especial insatisfação nos aliados do PMDB, que a consideraram “catastrófica” e precipitada. Como o deputado ressaltou que não disputará com o ex-prefeito Eduardo Paes, que foi morar nos Estados Unidos, e frisou que os dois estarão no mesmo campo político, peemedebistas reclamaram que Maia passou a impressão de estar rifando o ex-prefeito. Paes já anunciou que pretende concorrer ao governo.
Fonte: O Globo
Comentar
Compartilhe
Padaria Minerva fechou
19/02/2017 | 09h08
Efeito da crise? Pode ser. A Padaria Minerva, localizada na rua Formosa com São Bento, fechou. Era uma das mais antigas de Campos. Por décadas, uma clientela fiel bateu ponto ali, inclusive gerações de estudantes do Colégio Eucarístico, que fica próximo. A Padaria Minerva oferecia como atrativo, além do pão, as rosquinhas e os biscoitos que produzia.
Comentar
Compartilhe
Depende do que se oferece...
18/02/2017 | 10h10
Sob o comando do Capitão Júlio Nogueira, A Cidade foi o mais popular jornal de Campos nos anos 50. Era recheado de "pequenos anúncios", hoje conhecidos como “classificados” .
O capitão gerenciava tudo — do pó ao prelo. Certo dia depara com um cliente protestando, aos brados, com a moça do balcão de anúncios.
— Meu anúncio não saiu. Quero meu dinheiro de volta — alardeava o sujeito.
— O senhor anunciou o quê? — indagou Júlio Nogueira.
— Uma canoa, pra vender. Paguei adiantado e o anúncio não saiu — rebateu o cliente.
Pacientemente, Júlio folheou a edição e em fração de segundos encontrou o classificado "Canoa - Vendo, em ótimo estado. Tratar com Alcebíades, na rua Fazenda da Aldeia...".
O cliente não se deu por satisfeito.
— Também, desse tamaninho e escondidinho quem é que vai ler? — insistia, sem saber que Júlio Nogueira era duro na queda e jamais devolveria o dinheiro.
— O senhor escolhe aqui onde quer a publicação do seu anúncio — disse Júlio, oferecendo o exemplar. O sujeito nem pestanejou. Foi no alto da primeira página, no espaço reservado ao preço da edição, e sentenciou:
— Aqui. Quero o anúncio aqui. Assim todo mundo vai ver.
E foi-se embora, com a promessa de que no dia seguinte o anúncio seria publicado ali. Mas não foi.
Por volta das 8 da manhã, estava formado o banzé na porta do jornal. Alcebíades, furioso, em meio a dezenas de pessoas, que foram ali atraídas por uma publicação, exigia a presença do Capitão, que não tardou.
A bronca do sujeito era porque, ao invés de publicar a venda de uma canoa, Júlio mandou que publicasse, no mesmo local e espaço anterior, o seguinte anúncio: "Precisa-se de operário. Paga-se um mês adiantado. Tratar até às 7h de hoje com Alcebíades...".
Diante do homem possesso, o Capitão, empunhando sua bengala, afirmava:
— Vai te catar, seu Alcebíades! Ninguém está a fim de comprar canoa, não! Está vendo, o anúncio aqui funciona. Depende do que se oferece...
Fonte: A imprensa de Campos pelo avesso - 400 gafes e pérolas
Comentar
Compartilhe
Há 20 anos morria Darcy Ribeiro
17/02/2017 | 18h33
Na segunda-feira de 17 de fevereiro de 1997, às 18h50, morria no Hospital Sarah Kubitschek, em Brasília, o educador, ensaísta, antropólogo e então senador pelo PTB do Rio, Darcy Ribeiro, vítima de falência de múltiplos órgãos, causada por uma neoplasia maligna de próstata.
Intelectual irrequieto e um dos homens públicos mais atuantes da política brasileira, Darcy Ribeiro vinha se tratando da doença desde de dezembro de 1994, quando fora internado em estado grave no hospital Samaritano, em Botafogo, na zona sul do Rio. Sedado, chegou a respirar com o auxílio de aparelhos.
Semanas após a internação e sem ter recebido alta, abandona o hospital para se dedicar à finalização de seu último livro, “O Povo Brasileiro” (1995), no qual vinha trabalhando havia mais de 30 anos, conforme relatava em entrevistas.
Darcy Ribeiro teve uma atuação decisiva na implantação da Universidade Estadual do Norte Fluminense, que leva o seu nome. A Uenf, hoje agonizando, foi criada no governo de Leonel Brizola.
Darcy fora o criador e o primeiro reitor da Universidade de Brasília (UnB) e autor de projetos de instauração ou reforma de universidades na Costa Rica, Argélia, Uruguai, Venezuela e Peru.
Fonte: Folha de S.Paulo 
Comentar
Compartilhe
Lindbergh fora da Lava-Jato
17/02/2017 | 15h28
O ministro Edson Fachin, relator dos processos da Lava-Jato, arquivou o inquérito aberto contra o senador Lindbergh Farias (PT-RJ). É praxe o STF arquivar inquéritos, quando o pedido parte do procurador-geral. Ele entendeu que não havia provas suficientes para dar prosseguimento ao caso. Mas, se surgirem novas evidências, a investigação poderá será reaberta.
Fonte: O Globo
Comentar
Compartilhe
Reunião na Câmara trata de necessidades rurais
17/02/2017 | 07h29
O presidente da Câmara Municipal, Marcão Gomes (Rede), recebeu ontem, na sede do Legislativo, representantes do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal e de setores ligados à agricultura. Na pauta, temas relevantes para o campo. Entre as ações pré-definidas ficou acordada a realização de encontros para tirar dúvidas dos produtores quanto à documentação e financiamentos rurais.
Marcão disse ter solicitado a reunião para identificar quais são os gargalos que os produtores enfrentam para ter acesso aos programas do Governo Federal, às linhas de crédito do Banco do Brasil e da Caixa.
“Nós temos uma preocupação com a regularização dos pequenos produtores. Estivemos no início do mês na Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) e sabemos dos programas que eles podem oferecer, como o PAA (Programa de Aquisição de Alimentos), mas que precisam de uma documentação própria pra isso”, ilustrou o vereador.
Comentar
Compartilhe
PSOL pede o impeachment de Pezão
16/02/2017 | 15h40
A bancada do PSOL na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro vai protocolar em instantes um pedido de impeachment contra Luiz Fernando Pezão. As principais razões são:
1) Não repassar os recursos mínimos à Saúde exigidos pela Constituição;
2) O rombo do estado na Previdência;
3) Isenções fiscais dadas a empresas próximas ao governo;
4) Endividamento do Estado do Rio.
Fonte: O Globo (Lauro Jardim)
Comentar
Compartilhe
Prefeitura de Macaé paga 13º da PM
16/02/2017 | 07h35
O prefeito de Macaé, Dr. Aluízio (PMDB), acertou ontem com comando do 32º BPM o pagamento do 13º salário do efetivo do batalhão militar. O valor da conta alcança R% 3,7 milhões. O prefeito aguarda a aprovação da idéia, pela Câmara de Vereadores, cuja votação ocorrerá em regime de urgência.
A secretaria estadual de Segurança encaminhará a folha de pagamento. São 700 PMs. Dr. Aluizio teme pela paralisação dos militares. A conta, antecipa o prefeito, vai ser remetida depois para o governador Luiz Fernando Pezão.
Comentar
Compartilhe
Rafael Diniz diz que herdou um legado trágico
15/02/2017 | 18h01
Na abertura do ano legislativo, o prefeito Rafael Diniz (PPS) compareceu esta tarde na Câmara Municipal, oportunidade em que expôs a situação financeira que encontrou na prefeitura. “São dívidas na ordem de R$ 2,4 bilhões, com R$ 211 milhões de notas atestadas, mas sem empenho”. Também citou a antecipação de R$ 1,3 bilhões das receitas dos royalties do petróleo. “Vamos pagar uma dívida que não foi feita por nós, mas deixada para nós”, salientou. 
Rafael frisou que encontrou uma prefeitura muito pior do que qualquer um imaginaria encontrar. Disse que já começou a pagar muitas dívidas deixadas pelo governo anterior. Citou compromissos assumidos com a Águas do Paraíba e a Enel (antiga Ampla), via parcelamento de dívidas não pagas na gestão Rosinha Garotinho.
Sem citar o nome de sua antecessora, Rafael lamentou o legado trágico que herdou dela. “Encontrei um terreno minado, com muitas bombas deixadas para inviabilizar a nossa gestão”. Mas disse que está com muita disposição para reconstruir o que foi destruído pela governo passado. Na relação com a oposição, o prefeito frisou que não faltará de sua parte diálogo no relacionamento com a bancada da oposição na Câmara.
Comentar
Compartilhe
Bloqueio dos bens
15/02/2017 | 16h40
O ministro Sérgio Kukina, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou um recurso do governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, e manteve decisão do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) que bloqueou seus bens. Ele é investigado em uma ação de improbidade administrativa, em razão de seu primeiro mandato como prefeito de Piraí (RJ), entre 1997 e 2001.
O bloqueio dos bens foi determinado pela 1ª Vara Federal de Barra do Piraí (RJ), que tem jurisdição sobre o município vizinho de Piraí. A defesa recorreu, mas o TRF2, com sede na cidade do Rio e abrangência sobre os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, manteve a decisão.
Fonte: O Globo
Comentar
Compartilhe
Demissões no Porto do Açu
15/02/2017 | 07h23
O economista Ranulfo Vidigal informa, pela rede social, que a Empresa NOV, concorrente da Technip, também promoveu demissões no Porto do Açu — em torno de 200 trabalhadores qualificados.
Na sua postagem, Ranulfo comentou: “Hoje a grande unidade portuária, já plenamente consolidada, e cujo investimento total no empreendimento envolveu R$ 13 bilhões de reais entre 2007 e 2016 emprega cerca de 6 mil trabalhadores formalmente, com bons salários.
A boa nova é que dos 33 pontos de atracação da PRUMO, a Petrobrás alugou e já usa 6 pontos para serviços de revisão de suas plataformas de alto mar gerando movimento na unidade. Alvissaras.”
Comentar
Compartilhe
Mandato tampão
14/02/2017 | 16h45
O presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Campos, Joilson Barcelos, que deixaria o cargo no final de junho, aceitou um mandato tampão que se estenderá até 30 de dezembro, quando um novo presidente da entidade tomará posse.
O mantado tampão será para permitir mudança no estatuto da entidade para que cada gestão termine no fim do chamado exercício fiscal. A decisão foi tomada na assembleia da entidade na última segunda-feira.
Joilson disse acreditar que no segundo semestre de 2017 a economia brasileira e consequentemente a de Campos começará a dar sinais claros de recuperação. Acrescentou que de certa forma isso já começa a ser sentido nos bastidores do mundo dos negócios.
Comentar
Compartilhe
Críticas a Campos, só de campistas
14/02/2017 | 16h39
Da série mania de campista: "Dizer que é campista em qualquer lugar do mundo, criticar muito a sua terra, mas não gostar que alguém, de fora, faça críticas"
Comentar
Compartilhe
Inadimplência avança
14/02/2017 | 09h52
De acordo com a estimativa elaborada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), o Sudeste concentra o maior número absoluto de inadimplentes em janeiro: são 24,2 milhões de consumidores negativados, o que representa 37,3% da população adulta entre 18 e 95 anos na região.
A segunda região com maior número absoluto de devedores é o Nordeste, que conta com 15,8 milhões de negativados (39,9% da população). Em seguida, aparece o Sul, com 8,0 milhões de inadimplentes (36,0%); o Norte, com 5,3 milhões de devedores (46,6%) e o Centro-Oeste, por sua vez, aparece com um total de 5,0 milhões de inadimplentes, ou 43,80% da população.
Fonte: Ascom - CDL
Comentar
Compartilhe
TV Câmara Campos transmite ao vivo abertura do ano legislativo
13/02/2017 | 12h21
Marcão Gomes (Rede) anuncia que a TV Câmara Campos transmitirá ao vivo a abertura do ano legislativo, que acontecerá na quarta-feira, dia 15, a partir das 17h. 
Presidente da Câmara, Marcão informa que a TV Câmara continua em sinal fechado nos canais 152 da VerTv, 2 da Blue TV e em canal aberto no digital 19.2 para antenas UHF.nas UHF.
Comentar
Compartilhe
Um delator forte
13/02/2017 | 09h29
O ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado, Jonas Lopes de Carvalho Júnior, segundo matéria publicada hoje no Globo, é considerado, potencialmente, um delator forte, ele que, junto com o filho, Jonas Neto, está em pleno processo de delação premiada.
Além de presidir o TCE de 2011 a 2016, pegando o auge das obras que prepararam o Rio para a Copa do Mundo de Futebol e para os Jogos Olímpicos, Jonas também conduzia o processo de fiscalização das contas das prefeituras fluminenses (à exceção da capital) e das autarquias estaduais.
Uma das linhas de investigação explorava os contratos do escritório de Jonas Neto, filho do conselheiro e suspeito de operar a propina, com empreiteiras que prestam serviços aos municípios fluminenses.
Os blogueiros Aluysio Abreu Barbosa e Esdras publicaram matérias sobre o assunto.
Comentar
Compartilhe
Incitando o calote!
10/02/2017 | 16h29
Ano - 1996.
O radialista Ricardo Silva recebe um texto para gravar uma propaganda do candidato Rockfeller de Lima destinada aos carros de som, comum nas ruas de Campos em época de campanha eleitoral.
O texto finaliza com uma frase de efeito, forte: “Eleitor, Campos não pode parar!!!”.
Na pressa, Ricardo grava: “Eleitor, Campos não pode pagar!!!”.
Rockfeller é levado à Rádio Difusora para ouvir a gravação e, ao perceber o equívoco, dispara:
— Espera aí! Providenciem outra gravação. Esse rapaz está incitando o calote!
Fonte: A Imprensa de Campos pelo avesso - 400 gafes e pérolas
Comentar
Compartilhe
Delegacia não reduz violência em Campos
09/02/2017 | 17h19
O deputado Bruno Dauaire (PR) está assustado com a quantidade de homicídios em Campos. Todo mundo está. É que os números não dão trégua. Bruno acha que a saída é dotar o município de uma delegacia especializada em homicídios. Como peça de convencimento, Bruno pode usar a estatística junto ao governador Pezão. Mas, a nível prático, é improvável que uma delegacia de homicídio reduza a violência. A bandidagem está matando nas barbas da polícia.
Comentar
Compartilhe
Carla Machado pede retomada da obra da ponte
08/02/2017 | 21h33
A prefeita de São João da Barra, Carla Machado, reuniu-se, no Rio, com o secretário estadual de Obras, José Iram, quando solicitou a retomada da construção da ponte que liga o município a São Francisco de Itabapoana. Na mesma audiência, Carla pediu a renovação do convênio que trata da estrada que liga o Bairro de Fátima à entrada da sede de SJB.
Comentar
Compartilhe
Polícias Civil e Militar ganham reajuste de Pezão
08/02/2017 | 18h42
Após reunião com a cúpula de Segurança, no Palácio Guanabara, o governador Luiz Fernando Pezão anunciou o reajuste de até 10,22% nos salários dos policiais militares e civis, bombeiros, agentes penitenciários e demais funcionários das secretarias de Segurança e Administração Penitenciária. Os servidores ativos da Educação também terão reajuste. Os vencimentos serão pagos na próxima terça-feira.
Fonte: Extra
Comentar
Compartilhe
Dirigente diz que o PRB é controlado pelo povo
08/02/2017 | 16h53
A propósito de uma postagem citando que o PRB é controlado pelo bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus, o 1º secretário da executiva municipal, Junior Cruz, enviou ao blog um esclarecimento dando conta que quem controla o partido é o povo.
O teor da nota:
O PRB Campos através de sua executiva Municipal, vem esclarecer que quem controla o Partido é o Povo, representado pelos seus dirigentes, que quem nacionalmente responde é o Senador Eduardo Lopes, que é o Presidente Nacional em Exercício, já que Marcos Pereira, Ministro da Industria, Desenvolvimento e Comércio exteriores, se licenciou do cargo para ocupar o ministério.O Senador também é o Presidente Estadual no Rio de Janeiro. Em Campos e Região quem responde pelo Partido é o Presidente Municipal e Coordenador Regional, Henrique Monfortes. Portanto, é um equívoco dizer que o Partido é controlado por qualquer tipo de líder religioso que seja.
Em tempo o PRB reafirma que não mistura política com religião, e que ter candidatos, e políticos eleitos que sejam líderes evangélicos é normal, e de igual forma tem em outros partidos. O PRB é diversidade, o PRB não tem nenhum preconceito de crédulo religioso, opção sexual, raça. etc. O PRB é para todos.
Atenciosamente, Junior Cruz, 1º Secretário.
Comentar
Compartilhe
Jonas Lopes vai relatar contas de prefeito do PR
08/02/2017 | 10h17
O Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) já sorteou e decidiu quais serão os conselheiros-relatores das contas de 2017 dos prefeitos que tomaram posse e decretaram calamidade financeira. Todos vão ter que explicar os seus atos. Caberá a Jonas Lopes de Carvalho Júnior relatar as contas de Rogério Lisboa, prefeito de Nova Iguaçu. O detalhe é que Rogério é do PR, partido de Anthony Garotinho, que foi quem colocou Jonas no TCE.
Comentar
Compartilhe
A bola da vez da Igreja Universal na Câmara de Vereadores
06/02/2017 | 17h30
A cada eleição a Igreja Universal do Reino de Deus apresenta e elege um vereador em Campos. A bola da vez é o Pastor Vanderly Mello, do PRB, partido controlado pelo bispo Edir Macedo. Natural de Cantagalo (RJ), Vanderly foi para a Câmara Municipal como o segundo nome mais votado. Recebeu 5.257 votos. Em 2008, foi candidato a vereador em Petrópolis. Não se elegeu.
Comentar
Compartilhe
O jogo Americano e Goytacaz começa e narrador conta estrelas
05/02/2017 | 11h41
Radialista e advogado, Moacir Fonseca tinha o dom da loquacidade. A sua verbalidade era exuberante.
Nos anos 1960, em um jogo entre Americano e Goitacaz, com o Estádio Ary de Oliveira e Souza lotado, Moacir, diante dos microfones da Campos Difusora, destilou o seu entusiasmo:
— Senhoras e senhores, a noite está propícia à prática do esporte bretão. Uma beleza! O vento nordeste sopra no gramado verde do clube alvi-anil, refrigerando tudo. As arquibancadas e todas as dependências do estádio estão repletas de aficcionados, prevendo-se um recorde de renda. Na abóboda celeste, as estrelas cintilam. Daqui as vejo, com seu brilho dourado. Poderia até contá-las. Vejam só: uma estrela, duas estrelas, três estrelas, quatro estrelas, cinco...
A contagem das estrelas é interrompida pelo repórter de campo Pessanha Filho.
— Moaça, o jogo já começou...
De outra feita, Moacir Fonseca, no jeito conhecido de escrever e falar termos empolados, foi fundo no título de uma matéria de um jogo entre Rio Branco e Americano, pelo antigo Campeonato Campista, em que alguns jogadores brigaram. Ele, que também era jornalista, botou na página de esportes de A Notícia:
“Acontecências exdrúxulas obnubilaram o brilho do prélio”.
Fonte: A Imprensa de Campos pelo avesso — 400 gafes e pérolas
Comentar
Compartilhe
Ela sabe das coisas...
03/02/2017 | 20h56
A ex-primeira dama do Estado do Rio de Janeiro Adriana Ancelmo, também presa em Bangu 8, se fizer delação premiada detonará o Judiciário. Segundo a colunista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, a mulher de Sérgio Cabral acompanhou indicações de magistrados. Ela sabe das coisas...
Comentar
Compartilhe
Mania de campista
02/02/2017 | 16h34
Da série “Mania de Campista”: cumprimentar o conterrâneo quando está em outra cidade, mesmo não o fazendo em Campos por falta de intimidade.
Comentar
Compartilhe
Uma divertida história envolvendo Afonso Muniz (Rão)
01/02/2017 | 20h28
Muitos leitores do blog têm solicitado a publicação de histórias divertidas envolvendo campistas. Segue mais uma:
Afonso Muniz (Rão), hoje morando em Niterói, trabalhou nos anos 1970/1980 em Campos, no Banco Real. Foi uma época de libações alcoólicas intensas.
Num determinado dia 08 de julho, Afonso estava no banco quando chegou uma turma capitaneada por Ângela Bastos e Déo Braga.
Afonso, numa tremenda ressaca, levantou-se e foi atendê-los, disposto a ajudar em alguma coisa. A resposta que obteve é que o grupo tinha ido ali só para vê-lo. Afonso estranhou, mas ficou na dele.
Só muito tempo depois Afonso foi saber que, na véspera do tal dia em que os amigos, liderados por Ângela e Deo estiveram no banco, havia convidado a turma para almoçar com ele na casa de Dona Teresa e seu Morgado, porque era o seu aniversário.
O almoço não aconteceu porque Afonso não lembrou do convite que fizera aos amigos. A amnésia alcoólica o havia atacado mais uma vez.
Comentar
Compartilhe
Chico D`Ângelo quer regras sobre remédio de uso contínuo
01/02/2017 | 08h55
Está em análise na Câmara dos Deputados proposta de Chico D´Ângelo (PT-RJ) que estabelece critérios para que os laboratórios possam suspender a fabricação de medicamentos de uso continuado. Pelo texto, o laboratório deverá respeitar um prazo de 12 meses e a suspensão só será autorizada pelo governo se houver a comprovação de que um outro laboratório possa assumir a fabricação desse medicamento.
 
Chico D'Ângelo explicou que, muitas vezes, quando esses medicamentos não apresentam uma margem de lucro interessante para os laboratórios, eles suspendem sua produção, prejudicando os pacientes. “Hoje não existe uma legislação específica sobre esse tema. Se alguém faz uso do medicamento contínuo e o laboratório, por algum motivo mercadológico ou administrativo, resolve suspender a produção desse medicamento, a pessoa fica desprotegida, desguarnecida. Então, é essa a finalidade do projeto".
 
A proposta já foi aprovada na Comissão de Seguridade Social e Família.
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Saulo Pessanha

[email protected]