Witzel divulga vídeo de conversa com Mourão e recebe críticas
27/01/2020 14:02 - Atualizado em 27/01/2020 21:25
Reprodução Vídeo G1
Um vídeo divulgado pelo governador Wilson Witzel (PSC) em Porciúncula, onde acompanha os trabalhos da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros em meio a enchente que atinge o Noroeste Fluminense, gerou polêmica e foi criticado pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e pelo vice Hamilton Mourão (PRTB). Nas imagens, Witzel aparece conversando pelo telefone com Mourão (que estava no exercício da presidência) e pede auxílio do governo federal, porém, ele não informou ao vice-presidente que a ligação estava no viva-voz e sendo gravada.
Bolsonaro chegou nesta segunda-feira da Índia, onde estava em viagem oficial nos últimos dias. Ainda no país asiático, o presidente criticou a atitude de Witzel. “Não é usual alguém fazer isso. Não gostaria que fizessem comigo”.
Mourão também rebateu. “Ele diz que foi fuzileiro naval. Eu acredito que ele esqueceu a ética e a moral, que caracterizam as Forças Armadas, quando saiu do Corpo de Fuzileiros Navais”.
No vídeo, o governador está em um carro em movimento e liga para Mourão enquanto um assessor grava a conversa. O governador começa falando que está na região de Porciúncula e Itaperuna e pede auxílio, principalmente para o envio de água aos atingidos. Mourão diz que está ciente da situação e completa: “Vou falar com o ministro Fernando (Azevedo, da Defesa) para intensificar isso aí. O ministro (Gustavo) Canuto (Desenvolvimento Regional) está lá em Minas Gerais e no Espírito Santo. Aí, qualquer coisa a gente apoia mais alguma coisa aí no Rio de Janeiro, governador. Fica tranquilo”.
Em nota, a assessoria de imprensa do governo do Estado informou que “o vídeo divulgado nas redes sociais do governador Wilson Witzel tem somente a intenção de tranquilizar os moradores de cidades do noroeste do estado, fortemente atingidas pelas chuvas e, em função disso, sem item básico neste momento que é água para consumo. A informação de que os governos estadual e federal estarão juntos para atender demandas básicas da população da região não tem qualquer outra conotação que não demonstrar união num momento de necessidade do povo. Por isso é importante e de interesse público”.
A nota esclarece, ainda, que “a disposição de auxiliar a região demonstrada pelo presidente em exercício, Hamilton Mourão, é prova do compromisso com as vítimas dessa calamidade que trouxe grandes prejuízos a várias cidades fluminenses. Ressalte-se que o telefonema carateriza uma conversa de trabalho, buscando uma solução para um problema específico. E a sensibilidade demonstrada pelo presidente em exercício evitará o sofrimento de milhares de pessoas”.
 
 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS