Festa Literária Internacional de Paraty é adiada para novembro
- Atualizado em 24/03/2020 15:28
Adiamento da Flip se deve à pandemia do novo coronavírus
Adiamento da Flip se deve à pandemia do novo coronavírus / Divulgação/Flip
O agravamento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e a necessidade de distanciamento social, com duração ainda incerta, levaram a organização da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) a adiar para novembro, sem data definida, a realização do evento, com a finalidade de tomar as medidas cabíveis para preservar a saúde e a segurança de todos. O adiamento foi anunciado nessa segunda-feira (23).
Em nota, a organização da Flip informou que está trabalhando remotamente para manter a estrutura, a missão e os ideais da Flip em dia para a sua realização em novembro de 2020.
— Agradecemos o vital apoio do nosso público, das instituições, patrocinadores, apoiadores, parceiros e colaboradores. Que o espírito coletivo e o senso de comunidade que sempre marcaram a Flip nos ajude a todos a atravessar, estes tempos desafiadores — afirmou a organização, em nota.
A autora homenageada pela Flip 2020 é a escritora norte-americana Elizabeth Bishop (1911-1979). A escolha da organização, entretanto, levou a intensos debates e críticas nas redes sociais. Elizabeth morou no Rio de Janeiro por quase 20 anos. Reconhecida como uma das maiores poetas do século 20, foi uma das grandes responsáveis pela divulgação da literatura brasileira em terras estrangeiras.
De acordo com a organização, a autora foi escolhida por sua relevância para o Brasil e para a literatura: “No mais, entendemos que ambiguidades e contradições são constitutivas, fazem parte da condição humana e devem ser debatidas e criticadas na medida de sua relevância para a compreensão das obras de arte”.
Em nota, a organização da festa literária informou que a escolha da autora ou do autor a merecer a homenagem em cada edição nunca é uma unanimidade, pois a lista de merecedores é vasta. “A boa polêmica faz parte do espírito da festa. No entanto, a campanha lançada contra a poeta nas redes sociais logo após o anúncio foi bastante expressiva e chamou nossa atenção e escuta. Estamos ouvindo as manifestações de todos e pensando em seu significado com a serenidade que essa questão merece”, explicou.
Fonte: Douglas Corrêa, repórter da Agência Brasil.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS