Chuvas diminuem e Rio volta ao estágio de mobilização
13/01/2020 11:57 - Atualizado em 13/01/2020 12:01
A cidade do Rio de Janeiro, que estava em estágio de atenção desde as 5h50 desta segunda-feira (13), voltou ao estágio de mobilização às 10h. De acordo com o Centro de Operações (COR) da Prefeitura, houve redução dos acumulados de chuva e o encerramento da maioria das ocorrências registradas durante a manhã.
Segundo o COR, a chuva forte provocou 24 bolsões d'água, 21 deles já acabaram. Foi registrada ainda a queda de uma árvore.
O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) divulgou um aviso meteorológico de atenção para chuvas intensas e acumulado de chuva em quase todo o estado do Rio de Janeiro nesta segunda-feira.
Previsão
O estágio de mobilização é o segundo nível em uma escala de cinco e significa que há riscos de ocorrências de alto impacto na cidade. Segundo o Alerta Rio, “permanece a previsão de chuva fraca a moderada a qualquer momento do dia, podendo ser forte de forma isolada e em curtos intervalos de tempo. Devido à passagem de uma frente fria pelo oceano, o tempo fica instável na cidade do Rio ao longo desta segunda-feira”, informou o Alerta.
Os bairros da Rocinha, Vidigal e Jardim Botânico foram os que receberam maior quantidade de chuva. Em apenas uma hora, a Rocinha registrou 54 mm de precipitação. No Jardim Botânico, foram 40 mm e no Vidigal, 38,2 mm. A Rocinha acusou também a maior quantidade em apenas 15 minutos de chuva: 20,4 mm. Nos outros dois bairros, a marca ficou perto de 15 milímetros. A chuva provocou muitas interrupções no trânsito em bairros das zonas sul e oeste, além do centro da cidade. Em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, também foram vários os locais de alagamento.
Fonte: Agência Brasil

ÚLTIMAS NOTÍCIAS