Confusão com ficha técnica tira título da Mocidade Independente de Padre Miguel
20/03/2017 20:40 - Atualizado em 21/03/2017 18:27
Carnaval
Uma confusão com o livro "abre-alas" da Mocidade Independente de Padre Miguel acabou tirando o título da agremiação no carnaval 2017. O jurado Valmir Aleixo, que julgou o quesito Enredo no módulo 2, tirou um décimo da agremiação alegando que apesar do "enredo fantástico e de grande densidade cultural, não apresentou o destaque de chão, O Esplendor dos Sete Mares, que executa função narrativa dentro do enredo, comprometendo assim sua leitura". O destaque a que se refere Aleixo, segundo a Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa), só existiu na primeira versão do livro "abre-alas", que registra todas as fantasias, destaques e alegorias da agremiação.
A polêmica veio à tona na tarde desta segunda-feira, quando as justificativas das notas dos julgadores foram divulgadas pela Liesa. Segundo o jornalista Leonardo Bruno, do Blog Roda de Samba, do Extra, a confusão aconteceu por existirem dois livros abre-alas.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    BLOGS - MAIS LIDAS