Cristiano Ronaldo é o melhor do mundo
03/01/2017 10:10

Na cerimônia de gala da Bola de Ouro, realizada nesta segunda, em Zurique, o mundo viu Cristiano Ronaldo ser agraciado com o título de melhor jogador do planeta em 2013. Pelé recebeu o Prêmio de Honra, Nadine Angerer desbancou a brasileira Marta e ganhou o prêmio de Jogadora do Ano da entidade, e Zlatan Ibrahimovic foi agraciado com o Prêmio Puskás – o gol mais bonito.

A Seleção Mundial da FIFA/FIFPro 2013 foi escalada com Manuel Neuer no gol, acompanhado por Dani Alves, Thiago Silva, Sergio Ramos e Philipp Lahm na defesa. Na sequência, Xavi Hernández, Andrés Iniesta e Franck Ribéry formam o meio-campo. Messi, Zlatan Ibrahimovic e Cristiano Ronaldo completam o time no ataque.

Os técnicos do ano foram Jupp Heynckes e Silvia Neid, e o Afeganistão foi condecorado com o Prêmio Fair Play da FIFA 2013.

Mesmo sem ter levado nenhum título pelo Real Madrid em 2013, Cristiano Ronaldo voltou a ser considerado o melhor jogador do mundo. Mas os 69 gols que marcou no ano, além das atuações memoráveis tanto pelo clube, quanto pela seleção portuguesa, foram suficientes para convencer os eleitores pelo mundo.

Esta é a segunda Bola de Ouro que Cristiano Ronaldo leva. O português venceu também em 2008, quando ainda era do Manchester United, e comandou o clube inglês à conquista da Liga dos Campeões naquela temporada. De 2009 para cá, Messi levou todas. Muito emocionado, recebeu o prêmio das mãos de Pelé e levou o seu filho para o palco.

— Obrigado aos meus companheiros do Real Madrid, da seleção. É um orgulho enorme, todos sabem como difícil foi, agradeço a todos. Também em nome do Eusébio e Madiba (Nelson Mandela). Minha mãe, o meu filho que estão aqui. E peço desculpas, mas foi muito emocionante para mim, não consigo falar.

Pelé — Em homenagem aos feitos e à brilhante carreira, Pelé subiu ao palco do Kongresshaus de Zurique para receber o Prêmio de Honra da Bola de Ouro e, claro, foi ovacionado pelo público presente à premiação.

Pelé é, até hoje, o único jogador a conquistar três Copas do Mundo da FIFA (1958, 1962 e 1970), marcou mais de 1.200 gols em duas décadas nos gramados e é o maior artilheiro da história da Seleção Brasileira, com 77 gols em 92 partidas oficiais.

— Tinha prometido à toda minha família que não ia chorar, mas estou muito emocionado. Compartilho este prêmio com toda a minha família, todos aqueles que jogaram comigo e que me apoiaram. Obrigado a todos. Depois de tantos anos, recebi uma Bola de Ouro. Nunca joguei na Europa e tinha alguma inveja dos que a venceram. Agora, também sou Bola de Ouro.

Possesso — O ex-atacante Amarildo, 74 anos, virou um inesperado protagonista na cerimônia. Convidado a subir no palco da sede da Fifa para uma homenagem à Seleção, o campista - que foi revelado no Goytacaz e campeão pelo Brasil em 1962 - fez um “monólogo” ao responder a uma pergunta da apresentadora Fernanda Lima e gerou risos no evento.

BLOGS - MAIS LIDAS

Esporte
Bezamart estreia com vitória no Futsal

Bezamart é o atual campeão campista

Em Pinheiral, Vasco inicia preparação

Delegação seguiu nesta terça-feira (22) para Pinheiral, no Sul Fluminense