Pezão: Cassação não impede acordo
11/02/2017 11:00 - Atualizado em 12/02/2017 13:24
O governador Luiz Fernando Pezão confia que a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), que cassou seu mandato, não vai atrapalhar a negociação para o ajuste fiscal que ocorre entre o governo do Rio e o Planalto. O ministro Henrique Meirelles confirma o pensamento do governador. A decisão do TRE saiu na quarta-feira. A chapa de Pezão em 2014 foi condenada por abuso de poder econômico. Cabe recurso ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
No dia seguinte, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que o acordo da União com o Rio de Janeiro para reequilibrar as contas do estado não deve ser afetado pela decisão.
— O governador tem direito de fazer um recurso. No curto prazo, não há grande alteração. Vamos esperar as decisões dos tribunais superiores — disse Meirelles.
O ministro acrescentou que o acordo é “superior às pessoas”. “É um acordo entre a União e o Estado do Rio de Janeiro”, destacou Meirelles.
Na próxima segunda-feira (13), haverá uma audiência de conciliação com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux para decidir sobre o pedido feito pelo governo do Rio para acelerar o acordo assinado com a União e receber ajuda financeira. Meirelles disse que a decisão de antecipar o acordo cabe ao tribunal.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    BLOGS - MAIS LIDAS