Polícia Civil identifica suspeito de estupro e tentativa de homicídio de menor grávida
Camilla Silva - Atualizado em 12/06/2019 17:37
A Polícia Civil identificou um adolescente de 17 anos como suspeito do estupro e tentativa de homicídio de uma adolescente grávida, também de 17 anos, na madrugada dessa terça-feira (11), em Rio das Ostras. Segundo o delegado da Polícia Civil, Carmelo Santalucia, a vítima, que segue internada em um hospital da região, apresenta sinais de estrangulamento e afirmou que teria sido enterrada viva na areia da praia do Bosque, mas conseguiu sair e pedir socorro. Nessa terça, outra adolescente, de 17 anos, que seria amiga e teria envolvimento no crime, já prestou depoimento e afirmou que teria participado da ação porque sentia “ciúmes” da vítima.
— O suspeito foi identificado com base nos depoimentos da própria vítima e da outra menor envolvida no caso. Buscas foram realizadas, mas ele não foi encontrado até o momento — relatou o delegado.
Na noite de segunda, a vítima teria sido convidada pela amiga, que foi apreendida após o crime, para ir a uma festa no Centro da cidade e chegando ao local encontraram o suspeito. Após a festa, vítima e agressor teriam ido à praia, onde os crimes ocorreram. No local, a Polícia Civil encontrou peças de roupa da vítima e um cabo de madeira sujos de sangue, além de uma buraco fundo na areia. “Se ela não foi enterrada no local, provavelmente seria”, explicou o delegado.
— Ela (amiga da vítima) deu vários depoimentos, primeiro negando, com várias contradições. Em um depoimento bem longo, no final, ela admitiu a participação. Admitiu que sabia de tudo que iria ocorrer e disse que fez isso porque tinha ciúmes dela, mas não especificou o motivo — relatou o delegado Carmelo Santalucia
De acordo com a 128ª Delegacia de Polícia (Rio das Ostras), o caso foi registrado e as investigações estão avançadas. “Uma menor envolvida no estupro está apreendida e será apresentada ao Juiz. Informações preliminares indicam a participação de outras duas pessoas. A adolescente está viva e recebe atendimento”, informou em nota.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS