Exposição celebrará história de Campos
Jhonattan Reis 19/03/2018 18:04 - Atualizado em 23/03/2018 13:16
O Museu Histórico de Campos está na fase final dos preparativos para a abertura da exposição “Na Trilha da História” na próxima terça-feira (27). A mostra se resume em um jogo de tabuleiro interativo que visa contar a trajetória histórica do município de forma lúdica. O objetivo também é celebrar o aniversário de 183 anos de elevação de Campos à categoria de cidade, comemorado no próximo dia 28. O museu — localizado na rua Paul Percy Harris, 40, em frente à praça do Santíssimo Salvador, no Centro — funciona de terça a sexta-feira, das 10h às 17h, e aos sábados e domingos, das 9h às 14h.
A abertura de “Na Trilha da História” havia sido pensada, inicialmente, para esta terça-feira (20), mas foi necessário mais tempo de preparação para abrir a mostra.
— Isso porque estamos nos preparando para fazer algo muito bem feito. Preferimos adiar em mais uma semana e fazer algo mais bem preparado. A estrutura está muito legal e os nossos funcionários já estão se preparando para isso — comentou.
Museu Histórico de Campos
Museu Histórico de Campos / Divulgação
Para agendar uma visita à exposição, os interessados devem entrar em contato por meio do telefone (22) 98175-0616 ou através do e-mail [email protected] Podem se inscrever tanto representantes de escolas que queiram levar seus alunos quanto demais pessoas interessadas em participar. No entanto, de acordo com a gerente do museu, Graziela Escocard, já estão cheias as vagas de visitações para os dois primeiros dias de mostra, 27 e 28.
— Qualquer pessoa pode participar da mostra, mas o primeiro dia, 27, foi direcionado às escolas, principalmente as municipais. Assim acabou sendo, também, com o segundo, 28, que já está com agenda cheia. Vamos receber quatro escolas por data, sendo duas no turno da manhã e duas no da tarde. Oito escolas se inscreveram para os dois primeiros dias da exposição, mas os próximos ainda estão com agenda livre — disse Escocard.
A gerente do Museu Histórico explicou como será realizada a “Na Trilha da História”.
— Será um jogo de tabuleiro em que cada pessoa do público será um pino. A cada pergunta feita sobre a história de Campos, quem acertar andará uma casa, até terminar o jogo. Pretendemos abordar desde os primeiros habitantes, a questão dos índios Goitacá, passando pelo povoado, a ocupação dos portugueses aqui, seguindo pelo desenvolvimento, quando se torna a Vila de São Salvador, até, posteriormente, chegar à categoria de cidade.
Ela falou, ainda, que a exposição também visa mostrar que a história de Campos não tem somente 183 anos.
— Esse tempo é apenas da elevação da antiga Vila de São Salvador à categoria da cidade, ocorrida em 1835. Muitas pessoas confundem e pensam que a história de Campos tem 183 anos, o que não é verdade. Mostraremos que temos muito tempo de existência. A história da colonização é muito mais antiga, com 341 anos. Pretendemos desmistificar algumas questões. Também falaremos sobre a nossa cultura, nossas lendas e outras coisas. O museu está focado na questão educacional, porque sabemos que através da educação patrimonial a gente pode conscientizar a população sobre sua história, sua cultura — relatou.
Ainda segundo Graziela Escocard, a mostra estará no museu até o final de abril. Depois, o jogo ficará disponível para uso em escolas.
— Se tornará uma exposição itinerante. Representantes de escolas poderão procurar o museu, pegar o material e manual do jogo emprestado e aplicá-lo em suas unidades escolares. Será necessário preencher uma pequena ficha e o jogo poderá ficar na escola por uma semana — falou.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS