Chinês pode ficar fora do carnaval sanjoanense em 2018
17/07/2017 09:26 - Atualizado em 17/07/2017 18:21
O tradicional Grêmio Recreativo Escola de Samba O Chinês, de São João da Barra, começa a decidir nesta segunda-feira (17), às 16h, no Cine Teatro São João, se vai entrar na Avenida do Samba no ano que vem. Em comunicado divulgado nas redes sociais nesse domingo (16), convidando os membros da escola, o conselho deliberativo destaca o carnaval como sua maior manifestação cultural, mas que “mediante às dificuldades que este segmento vem enfrentando nos últimos anos com relação a parte estrutural, jurídica e financeira”, a participação nos desfiles de domingo e terça-feira fica sob risco:
“Discutiremos a possibilidade da participação ou não da Escola de Samba no carnaval 2018, já que esta decisão dependerá única e exclusivamente das resoluções tomadas pelos representantes da administração pública, frente às situações que serão expostas”, diz trecho do comunicado.
A reunião contará também com representantes do poder público municipal, do Conselho Municipal de Cultura e convidados da Escola de Samba Congos — rivais há quase um século durante na festa de Momo: “Destacamos a importância dessa instituição, com 85 anos de existência em nossa cidade, e ressaltamos, mais uma vez, o desejo de elevar a cultura carnavalesca sanjoanense, em conjunto com o poder público”, finaliza o comunicado.
O Chinês está sem presidente desde o fim de maio, quando quem ocupava o cargo renunciou. Há expectativa que o conselho deliberativo convoque novas eleições.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS