Câmara de volta ao velho horário
Arnaldo Neto 18/10/2016 09:49
Folha da Manhã
Câmara Municipal de Campos/Folha da Manhã
Após a campanha eleitoral, a Câmara de Campos vai voltar a ter suas sessões no tradicional horário das 17h. No início deste ano, para atender ao pedido da maioria dos parlamentares que almejavam disputar um cargo eletivo, a sessão passou para as 8h30. Dias depois, as reuniões passaram a ser realizadas às 10h30, para adequar o horário. De acordo com o presidente da Câmara de Campos, Edson Batista (PTB), não há nada que impeça o retorno ao horário de costume.
— Com poucas exceções, a maioria dos vereadores era candidato neste ano. A mudança de horário foi um pedido dos próprios vereadores. Agora as sessões voltam para o horário tradicional da Câmara — afirmou Batista, que não foi candidato no pleito deste ano.
A poucos meses do fim da atual legislatura, Edson afirmou que a principal matéria a ser discutida pela Casa é a Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício de 2017.
Na próxima terça-feira, a Câmara realiza uma audiência pública, a partir das 10h, com a finalidade de discutir a Lei Orçamentária. Segundo o aviso publicado em Diário Oficial, estão convocados todos os vereadores, a sociedade civil organizada e associações de bairros, entre outras instituições. O orçamento para o próximo ano deve girar em torno de R$ 1,6 bilhão. “Nessas discussões a bancada do prefeito eleito (Rafael Diniz, PPS) pode encaminhar sugestões”, comentou Edson Batista.
A resolução que altera o horário das sessões foi publicada no DO da última sexta-feira.
Polêmicas — As mudanças de horário nas sessões causaram algumas polêmicas. Por falta de quórum em reuniões seguidas agendadas para as 8h30, as sessões passaram para as 10h30. “Dizer que 8h30 é cedo para ter sessão é, no mínimo, um deboche com o trabalhador que, muitas vezes, acorda de madrugada, pega transporte lotado e no fim do mês ganha salário mínimo”, protestou, à época, o vereador Tadeu Tô Contigo (PRB).

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    BLOGS - MAIS LIDAS