Filas no primeiro dia de recadastramento do Cheque Cidadão
Jhonattan Reis 11/10/2016 16:40
O recadastramento do programa Cheque Cidadão para pessoas que tiveram cadastros aceitos durante o período eleitoral começou nesta terça-feira (11), na sede da Fundação Municipal de Esportes, na rua dos Goitacazes, no Centro de Campos. A secretaria municipal de Desenvolvimento Humano e Social esperava cerca de 1.700 pessoas durante todo o dia. Pela manhã, que registrou grandes filas, foram feitos cerca de 500 recadastros. Nesta terça, passaram pelo procedimento quem tem nomes iniciados com letra A. Na fila, beneficiários relataram não terem tido problemas. Segundo o secretário interino da pasta, Henrique Oliveira, quem não compareceu à secretaria ontem pode perder o benefício. Nesta quarta (12), feriado, não tem recadastramento, que acontece de segunda a sábado até o dia 24.
— Vai continuar sendo feito nesses dias, de 8h às 17h, e cada dia uma letra diferente, sempre no mesmo local. São esperadas, no período, cerca de 18 mil pessoas — disse  Oliveira, que falou a documentação necessária. “Estamos pegando todos esses documentos, que são: cartão, comprovante de residência, identificação da pessoa e certidão de nascimento dos filhos, além de o beneficiário assinar um termo de declaração se declarando pobre, com 1/3 do salário mínimo de renda familiar, e se enquadrando no programa, estando ciente, perante a lei, que caso não sejam verdadeiras essas informações eles podem responder por crime. Depois vou encaminhar toda essa documentação para os Centros de Referência da Assistência Social (Cras)”, explicou.
Michelle Richa
Recadastramento do Cheque Cidadão/Michelle Richa
O secretário interino de Desenvolvimento Humano e Social ressaltou, ainda, que o procedimento é apenas para pessoas já cadastradas. “É só para quem tem o Cheque e que teoricamente teriam tido os nomes liberados no período eleitoral. Quem não tem não adianta vir. Hoje (terça), pela manhã, foram pelo menos 20 pessoas que estiveram na Fundação buscando se cadastrar no cheque, o que atrapalha no procedimento das pessoas que estão esperando para recadastrar”, acrescentou.
Tranquilidade nas filas — Grandes filas foram registradas pela manhã. Por volta das 9h30 havia cerca de 450 pessoas, sendo aproximadamente 350 delas do lado de fora da Fundação. No entanto, os relatos eram de tranquilidade. “Ocorreu tudo certo, graças a Deus. Cheguei às 6h e tô indo embora agora (por volta das 9h30). Ainda bem que trouxe todos os documentos certinhos”, disse a dona de casa Andreia dos Santos, 37 anos, que é moradora do Parque Santa Rosa e tem quatro filhos, de 13, 8, 6 e 4 anos.
A empregada doméstica Aldineia de Souza, 50 anos, também fez recadastramento nesta terça de manhã. “Cheguei 6h30 e está tudo desenvolvendo direitinho. Quando cheguei já tinha umas 200 pessoas na minha frente. Quando entrei na Fundação andou mais rápido. Hoje (terça) mesmo já saio com tudo certinho”, relatou.
A aposentada Antônia Machado da Silva, 75 anos, saiu da fundação por volta das 9h30. “Foi rápido. Estão atendendo direitinho”, comentou ela, que é moradora do Parque Presidente Vargas.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

    BLOGS - MAIS LIDAS