Campos planeja novo estádio em área maior
Aldir Sales - Atualizado em 08/11/2019 21:49
A direção do Campos Atlético Associação confirmou que começou a conversar com o Grupo Barcelos (SuperBom) para tratar sobre uma possível permuta para a construção de novo estádio e sede social. De acordo com nota oficial do clube, as tratativas, ainda iniciais, não cogitam a compra e a venda do atual patrimônio do Roxinho, no Parque Leopoldina, mas uma troca por área três vezes maior.
Segundo o documento, assinado pelo presidente Márcio Reinaldo, “o que existe é uma conversa rudimentar de construção de um estádio, com um centro de treinamento anexo, comportando um campo de treinamentos para base e futebol profissional, campo de grama sintética, quadra de areia para prática de vôlei e futevôlei e uma sede social de extensão territorial pelo menos três vezes maior, com piscinas, área de lazer, salão de festas, alojamento, academia e amplo estacionamento com espaço para eventos”.
Márcio Reinaldo destacou, ainda, que a intenção do clube é que a área destinada ao clube seja o mais próxima possível da atual localização. “Ter uma estrutura física digna e completa é fundamental para descoberta de novos jogadores, bem como a manutenção de jogadores no clube. Serve ainda para valorização do clube e, consequentemente, atrair jogadores de alto nível técnico. E é ainda essencial para o treinamento adequado e recuperação de atletas lesionados”, diz o presidente.
O comandante do Roxinho segue a declaração afirmando que não há negócio fechado ainda. “Insta salientar que não há negócio fechado com a empresa Barcelos & Cia, não há venda do estádio e sequer foi discutido condições de eventual negócio jurídico. Cabe informar que todo e qualquer negócio jurídico do clube tem normas especificas esculpidas no seu estatuto social que devem ser seguidas com transparência”, completou Márcio Reinaldo, esclarecendo, ainda, que qualquer eventual negócio precisa passar por assembleia geral dos associados.
A equipe de reportagem entrou em contato com o Grupo Barcelos, mas não houve resposta até o fechamento desta edição.
O Roxinho atualmente disputa a Série B1 do Campeonato Estadual e passou por sérias dificuldades financeiras, com atraso de salários e impossibilidade de atuar no seu estádio, o Ângelo de Carvalho, por falta de laudos de segurança. 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS