Feira de Artesanato acontece às sextas
- Atualizado em 02/11/2019 10:29
Em Goitacazes, os produtos das profissionais ficam expostos
Em Goitacazes, os produtos das profissionais ficam expostos
Chaveiros, bolsas, tapetes, toalhas e laços foram alguns dos inúmeros produtos expostos na Feira de Artesanato da Economia Solidária da Baixada Campista, realizada sexta-feira (1º) na praça de São Benedito, em Goitacazes. Fruto de parceria entre a Casa de Cultura José Cândido de Carvalho e a Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf), a feira acontece toda sexta, das 10h às 16h, reunindo artesãs locais e dos cursos da Casa de Cultura, com produtos feitos à mão em técnicas como crochê, ponto russo, bordado e pintura em tecido.
Segundo a presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL), Cristina Lima, valorizar os artesãos da região é a melhor forma de incentivá-los.
— Essa parceria é uma forma de enriquecer e estimular ainda mais os campistas a conhecerem e valorizarem o artesanato da nossa terra — comentou.
A gerente da Casa de Cultura, Margarida Terra, ressaltou que a parceria rende aos artesãos oportunidades no município, recebendo apoio em seus trabalhos. “Além disso, nosso espaço é uma forma de promover a economia local solidária, pois aqui todas apoiam umas às outras e criam laços”, comentou.
Aproximadamente 25 artesãs comercializaram seus produtos na última sexta. Algumas trabalham no ramo há anos e foram se especializando em várias técnicas. Outras foram alunas dos cursos oferecidos pela Casa de Cultura, e hoje são professoras voluntárias da instituição. Para a artesã e professora de ponto russo, Josane Souza, poder retribuir o que aprendeu na Casa de Cultura é um prazer. “Aqui é a minha segunda casa”, afirmou a profissional. (A.N.)

ÚLTIMAS NOTÍCIAS