Presidente da Câmara de São João da Barra no Folha no Ar
10/01/2020 08:14 - Atualizado em 10/01/2020 20:06
Presidente da Câmara de São João da Barra, Aluizio Siqueira (PP) fez um balanço das atividades do Legislativo no ano passado e projeções para as próximas eleições municipais durante entrevista, nesta sexta-feira (10), ao Folha no Ar, da Folha FM 98,3. Aliado da prefeita Carla Machado (PP), pontuou avanços no município em diversas áreas, como saúde, educação, transporte público e assistência social. Aluizio, que preside a Casa desde 2013, também comentou sobre a reprovação das contas da gestão do ex-prefeito José Amaro Martins de Souza, o Neco (MDB), afirmando que o parlamento somente seguiu o parecer do Tribunal de Contas do Estado (TCE).
— Se a gente seguiu o parecer favorável para aprovar as contas de Neco de 2013, 2014 e 2015, assim como seguimos o parecer do TCE para reprovar a de 2016. Essa é a lógica. Está aí a prova de que não houve um julgamento político. Com a maioria que temos na Casa, poderíamos ter reprovado todas as contas, revertendo o parecer do TCE. Mas não foi o que fizemos, seguimos o julgamento técnico — explicou Aluizio.
Sobre o atual mandato de Carla, o presidente da Câmara destacou programas sociais que foram retomados, falou sobre folhas de pagamento em atraso herdados da gestão anterior e as medidas para colocar os salários em dia e regularizar a situação do servidor, entre outras ações. “Existem investimentos muito fortes na área da saúde. Os problemas são recorrentes em todo país, mas SJB tem uma situação um pouco melhor. Investimentos maciços também na área da educação e segurança pública”, destacou.
A prisão do vereador afastado Gersinho Crispim (SD), em outubro, acusado de participar de um suposto esquema de “rachadinha” também foi abordada com o presidente da Câmara. Segundo Aluizio, até o momento, todas as investigações se concentram no gabinete de Gersinho. “A Casa vem acompanhando com a cautela que tem de ter, até porque o processo corre em segredo de Justiça, as investigações continuam. Estamos aguardando o que a Justiça vai determinar, o que o MP vai apurar para poder ver como as coisas vão transcorrer”, afirmou.
Para 2020, em SJB, Aluizio aposta na reeleição da prefeita Carla Machado, caso ela possa ser candidata. Ela, assim como Neco, o vice-prefeito Alexandre Rosa (PRB) e o vereador Alex Firme (PP), foram condenados a oito anos de inelegibilidade, a contar de 2012, em duas instâncias, na operação Machadada. No entanto, aguardam um recurso ainda não julgado no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ainda segundo o presidente da Câmara, o grupo político não debate alternativas caso Carla não esteja na disputa e toda decisão passaria por ela. Sobre a eleição proporcional, para vereador, Aluizio acredita ser um desafio montar as nominatas neste ano, em que coligações não são permitidas.
Confira a entrevista:

ÚLTIMAS NOTÍCIAS