Decisão sobre vaga de Magal fica para agosto
19/07/2017 12:37 - Atualizado em 19/07/2017 19:53
Somente após o fim do recesso parlamentar é que a Câmara de Campos irá definir sobre a vaga do vereador Jorge Magal, afastado das funções públicas após ser condenado em segunda instância no caso Chequinho.
Ele  saiu da Câmara em maio e, em seu lugar, deveria assumir Thiago Godoy. Porém Godoy pediu um prazo além dos 15 dias previstos em casos como esses.
Em julho, o PR - partido de Godoy - enviou ofício à Câmara requisitando a vaga, caso Godoy não assuma, para a próxima suplente, Roberta Moura.
Roberta, aliás, enviou esta semana ao Legislativo pedido de informações sobre o assunto. 
De acordo com o presidente Marcão  ( Rede , seguindo entendimento da Procuradoria, com o recesso os prazos ficam suspensos, só voltando a correr após o fim do recesso parlamentar que é em 1 de agosto. 
Atualização nas informações e foto.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS