Músicos da Orquestrando a Vida gravam trilha sonora de divulgação do Criança Esperança
Matheus Berriel 10/08/2021 20:43 - Atualizado em 11/08/2021 09:36
Músicos da Orquestrando a Vida com o maestro Roberto Tibiriçá, da Orquestra Sinfônica Brasileira
Músicos da Orquestrando a Vida com o maestro Roberto Tibiriçá, da Orquestra Sinfônica Brasileira / Foto: Globo/Paulo Belote
Os músicos Hodyllon Martins, Brian Fleming, Wirlon Ribeiro, Milla Freire e Carolina Silva, da ONG campista Orquestrando a Vida, farão parte da 36ª edição do Criança Esperança. Há duas semanas, eles estiveram no Rio de Janeiro para participar da gravação de “Enquanto Houver Sol”, música famosa com a banda Titãs e que foi interpretada por Luan Santana, com arranjo instrumentado pela Orquestra Sinfônica Brasileira. A apresentação aconteceu na sala Cecília Meireles, na Lapa, e vai ao ar nos intervalos da programação dos canais Globo, como trilha sonora de divulgação do programa-show marcado para o próximo dia 23, com apresentação das cantoras Iza e Ivete Sangalo, da jornalista Maju Coutinho e do apresentador Luciano Huck. Em Campos e região, será possível assisti-lo na Inter TV Planície, afiliada TV Globo e integrante do Grupo Folha de Comunicação.
Uma das mais longevas campanhas de mobilização social do Brasil, em parceria da Rede Globo com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), o Criança Esperança acontece neste ano com o conceito “Educação é a nossa esperança. A gravação de “Enquanto Houver Sol” representou uma nova roupagem para os filmes de divulgação da campanha de doações pelo telefone, uma das formas de arrecadação dos recursos a serem destinados para mais de 100 instituições que tenham a educação como foco principal. Além dos cinco músicos da Orquestrando a Vida de forma presencial, participaram remotamente 20 jovens estudantes de música atendidos pelo projeto social da Fundação Orquestra Sinfônica Brasileira.
Esta será a terceira participação no Criança Esperança da Orquestrando a Vida, que passou a fazer parte da campanha em 2018.
— Me sinto honrado e feliz por estar participando da gravação de mais um lançamento do Criança Esperança. Quando fomos agraciados, foi um ano maravilhoso para a Orquestrando a Vida, onde todos pudemos realizar muitos sonhos. Foi muito importante para a gente, e imagino que para todas as organizações que são agraciadas — disse o presidente da ONG de Campos, maestro Jony William.
— É a terceira vez que a gente participa do Criança Esperança, e junto à Sinfônica Brasileira, com músicos já consagrados a níveis nacional e internacional. Então, para os nossos músicos, é muito importante. Um dia muito feliz, não só para aqueles que gravaram, como para toda a instituição, que comemora a participação da Orquestrando a Vida. Muito obrigado a todos os amigos da Rede Globo, a toda a produção que nos assistiu na participação, mais uma vez, dessa gravação tão importante para tantos que precisam de apoio e ajuda para continuar servindo ao próximo — complementou Jony William.
Fundada em 1996, a Orquestrando a Vida ensina música gratuitamente a crianças e jovens da planície goitacá.
Criança Esperança 2021 — Além das doações por telefone, onde o público poderá colaborar com R$ 7, R$ 20 ou R$ 40, outros canais seguirão abertos durante todo o ano para doações ao Criança Esperança: o site www.criancaesperanca.com.br e, agora, também o Pix [email protected] A 36ª edição da campanha, que conta com várias fases, começou no dia 3 de julho, no programa “Caldeirão do Huck”. Nomes como Fátima Bernardes, Manoel Soares, Tati Machado, Cauã Reymond, Tony Ramos, Thelma Assis, Patricia Poeta, Camilla de Lucas, Babu Santana, entre outros, estão nos filmes de divulgação. Também há pílulas com histórias de pessoas que tiveram as vidas transformadas pelo Criança Esperança.
O show marcado para o próximo dia 23 tem direção artística de Antonia Prado, direção executiva de Rafael Dragaud e direção de gênero de Mariano Boni. Além de Iza, Ivete Sangalo, Maju Coutinho e Luciano Hulk, envolvidos na apresentação, haverá vários números musicais e um time de talentos engajados em mesões da esperança nos dias 21, 22 e 23. Também estão previstas ativações digitais através dos perfis da TV Globo, de influenciadores e talentos.
Gravação aconteceu na sala Cecília Meireles, no Rio
Gravação aconteceu na sala Cecília Meireles, no Rio / Foto: Globo/Paulo Belote

ÚLTIMAS NOTÍCIAS