Motoristas, corredores e ciclistas em tempos de cólera
28/07/2019 | 22h45
A intolerância que tem marcado os tempos atuais também se manifesta no trânsito, envolvendo motoristas, corredores e ciclistas. Ficou célebre, há pouco tempo, o caso de um triatleta que, ao treinar para uma competição (Ironman) em Florianópolis, foi atropelado pelo condutor de uma caminhonete (aqui). O curioso é que o motorista atropelador também participaria da mesma competição para a qual se preparava o triatleta/corredor vítima do atropelamento.
Nas estradas, nas ruas e nas ciclovias, diariamente, automóveis, corredores e ciclistas se digladiam na busca pelo domínio do espaço público. Acidentes e atropelamentos se multiplicam. Isso está a exigir a reflexão de todos, para que a prática esportiva em via pública não se transforme em fomentador das estatísticas de violência no trânsito. Aqui vão, então, algumas dicas.
Corredores só devem correr no leito das ruas e estradas em último caso, quando for inviável transitar pelas calçadas (que nem sempre existem, aliás...), e, ainda assim, sempre em sentido contrário ao do tráfego e de preferência sem fones de ouvido, para permitir a pronta reação de defesa, se necessária, e para não prejudicar a atenção. Além disso, os corredores devem, nas ciclovias, transitar pela direita e evitar o bloqueio da pista, respeitando o tráfego das bicicletas. Por outro lado, cientes de que cada vez mais corredores e ciclistas treinam nas vias públicas, os condutores de automóveis devem estar atentos e manter distância lateral de segurança, evitando aguçar os riscos de acidentes e respeitando a maior vulnerabilidade dos corredores e ciclistas.
Enfim, em tempos de pouca tolerância, essas são apenas algumas condutas defensivas simples que podem servir para diminuir os riscos de acidentes e atropelamentos. Bons treinos!
Comentar
Compartilhe
Currículos dos feras presentes no 1º Triathlon Master Bike Shop
25/07/2019 | 15h46
Breve currículo dos convidados que estarão discorrendo sobre o esporte no 1º Triathlon Master Bike Shop.
Herikson Barbosa
Comecei a pedalar em 2012 de Mountain Bike, com intuito de perder peso e dar exemplo ao meu filho.
Fui gostando do esporte e cheguei a participar de algumas provas valendo pelo ranking estadual e brasileiro, conseguindo ficar em alguns pódios em minha categoria.
Depois comecei a participar de algumas corridas a pé para acompanhar a esposa. Também me surpreendendo e fazendo bons tempos. Cheguei a conseguir um tempo de 18:43 em 5km, 40:52 em 10km e 1:28 em minha primeira meia maratona em Buenos Aires.
Comprei uma bike de speed e comecei a treinar para prova de São Salvador, onde na minha primeira participação fui campeão na categoria iniciante, no ano seguinte, participei novamente e fui campeão na categoria Open. E venho participando todos os anos.
Minha estreia no Triathlon veio com o convite do amigo Vítor Rocha, para fazer um revezamento, onde fiz a parte do ciclismo. Conseguimos um 2 lugar. E a minha esposa também participou fazendo a parte do ciclismo no revezamento,ficando o trio dela em 4 lugar.
Daí comecei a praticar o Triathlon e minha família também.
Participei da prova Tritanium, que tem as mesmas distâncias do 70.3, em Vitória.
Participei de um X terra em Mangaratiba.
Sou federado no Triathlon no Espírito Santo, e venho participando de várias provas pelo campeonato Brasileiro. Já fui a Manaus, Salvador, Florianópolis, Palmas... Já fui classificado para participar de dois Campeonatos Mundiais.
Renata Portelli
2012- comecei com corrida de rua, várias meias maratonas de asfalto, depois fui para o trail run.
Em 2015 fiz uma maratona
Fevereiro/2018 - comecei fazer a modalidade Aquathlon (pódio 1°lugar categoria) e treinando para iniciar o triathlon.
Primeira prova de triathlon mesmo foi em junho 2018 (5° categoria- capixaba). 
Fiz algumas etapas do campeonato capixaba com 1° e 2° lugar categoria.
Resolvi fazer o Iron man 70.3 por influência da minha irmã, que disse que eu já estava treinada pra isso. (E realmente estava! Terminei a prova inteira, 4 meses de treino intenso. Essa era a prova alvo deste ano. PENSANDO no Iron ano que vem também. 
Ainda pretendo terminar as etapas do capixaba procurando evoluir cada vez mais. Apaixonada por esse mundo!
Thiago Motha
15 anos ciclismo de competição Estrada e Contra  Relógio
Finisher Triathlon Meio Iron Es e Rj
GP extreme SP
Panamericano Tri Short
Pós graduado Treinamento desportivo UCB
Pós graduado Musculação e treinamento de força Gama Filho
Pós graduado Fisiologia e Nutrição Esportiva S.J.Itaperuna
Black card Spinning Br Oficial
Bikefit Módulos Mtb Tri e Road escola Marcelo Rocha Brasília
Rômulo Silva
Medalhista Bronze 25/29 anos Campeonato Mundial de Triathlon 2016 - Cozumel/ MÉX
Medalhista Prata 25/29 anos Campeonato Mundial de Aquathlon 2017- Penticton/ CAN 
Atual Vice Líder do Ranking Brasileiro de Aquathlon Elite
Outras 7 participações mundiais de aquathlon 25/29 anos (6x Top 10)
1 participação em mundial de aquathlon Elite
Outras 4 participações em mundial de triathlon 25/29 anos (1x Top 10)
3 participações em Copas Continentais de Triathlon - Elite
 Bacharel em Ed. Fisica - Universo
 Treinador Nivel I - CBTRI
Treinador Nivel I - CAMTRI/ITU(International Triathlon Union)
Treinador Nivel II CAMTRI/ITU - graduando
Capacitação em Periodização do treinamento em esportes de resistência- ACSM (American College of Sports Medicine)- EUA
Capacitação em Periodização no Triathlon, Meio Iron e Iron Man - Instituto Deporte y Vida - ESP
Coordenador e professor Escolinha de Triathlon FME Campos
Jorge Renato
Comecei a correr em 1991 com 33 anos, treinei 3 meses e meio e corri a Maratona de Nova York (3hs26').
Segunda Maratona, Blumenau 94 (2hs 58').
Nova York 94 (Seletiva para Boston): 3hs 14'.
Boston 96 (100 anos. Primeira Maratona a usar chip): 3hs 6'.
Maratona de Paris 2013: 3hs 45'.
Iniciei o Triatlhon em 95 indo até 2002.
-Primeiro colocado na faixa etária 35/39 etapa do Troféu Brasil de Triatlhon.
-Primeiro colocado na faixa etária 35/39 no Triatlhon noturno do Rio de Janeiro.
-Terceiro colocado na faixa etária 35/39 no Triatlhon Olimpico internacional do Rio de Janeiro.
-Campeao brasileiro de Duatlhon na faixa etária 35/39
-Consegui vaga para o Power Man em Zolfinguen (Suíça).
-Participacao no Iron Man da Alemanha em 98.
-Primeiro brasileiro no Quelle Chalenge Roth(Alemanha), com distâncias de Iron Man.
Christiano Abreu Barbosa
PRINCIPAIS RESULTADOS
TRIATLHON
- SPRINT RIO TRIATHLON 3ª ETAPA (OUT-16) – 01h12’10”
* PÓDIO - 5º NA CATEGORIA
- SPRINT RIO TRIATHLON 1ª ETAPA (MAR-19) – 01h08’05”
* PÓDIO – VICE-CAMPEÃO DA CATEGORIA
- OLÍMPICO CAMPEONATO BRASILEIRO (NOV-18) – 02h15’22”
- CHALLENGE CERRADO (ABR-2018) – 04h56’26”
* PRIMEIRO SUB 05h00 NO MEIO IRON
- IRONMAN 70.3 FLORIPA (ABR-2019) – 04h45’26”
* RECORDE PESSOAL NA MEIA MARATONA – 01h35’30”
* 8º NA CATEGORIA
- IRONMAN 70.3 FORTALEZA (JUN-2019) – 04h55’39”
* MEIA MARATONA – 01h35’48” – MELHOR DA CATEGORIA
* PÓDIO - 4º NA CATEGORIA
* VAGA PRO MUNDIAL DE 70.3 2019, EM NICE (FRANÇA)
- LÍDER DO RANKING IRONMAN 70.3 BRASIL CATEGORIA (JUL-19)
- 4 SPRINTS, 3 OLÍMPICOS E 5 MEIOSIRONMAN
CORRIDA
- MEIA MARATONA BUENOS AIRES (SET-13) – 01h37’26”
- MEIA MARATONA RIO (JUN-18) – 01h36’49”
* RECORDE PESSOAL EM MEIA ISOLADA
- 5 MEIAS MARATONAS
- 2 VOLTAS À ILHA; 1 SÃO SILVESTRE
NATAÇÃO
- REI DO MAR 10 ANOS - 1ª ETAPA SPRINT 1KM (MAI-19) – 14’08”
* PÓDIO – 3º NA CATEGORIA / RECORDE PESSOAL1KM
- REI DO MAR 10 ANOS - 1ª ETAPA CLASSIC 2KM (MAI-19) – 29’52”
* 6º NA CATEGORIA / RECORDE PESSOAL 2KM
- 10 REI E RAINHA DO MAR
- TRAVESSIA ILHAS TIJUCAS – 4KM
CICLISMO
- LETAPE BRASIL - 111KM MONTANHA (SET-18) – 04h39’29”
- GRAMPER - 120KM MONTANHA (JUN-19) – 03h34’23”
- 2 LETAPE BRASIL (2016, 2018), 1 GNFY BRASIL (2017)
- 2 AUDAX 200KM (2015, 2016)
MONTANHISMO
- MONTE RORAIMA (OUT-17)
- 4X PICO DA BANDEIRA
Vai ser bem legal. Bons treinos!
 
 
Comentar
Compartilhe
Atletas Fashion
23/07/2019 | 20h23
Atletas Fashion
A revista Sports Illustrated publicou recentemente o ranking dos 50 atletas mais fashion do mundo em 2019 (aqui). Encabeça a lista a tenista Serena Willians, seguida por Odell Beckham Jr. (futebol americano). Ainda estão na lista a tenista Maria Sharapova, os futebolistas Cristiano Ronaldo e Neymar Jr., além de Lebron James (basquete) e Lewis Hamilton (Fórmula 1), entre outros. Detalhe: nenhum ciclista ou nadador compõe o seleto rol dos que se vestem com mais estilo. Quanto aos corredores, apenas a velocista britânica Dina Asher-Smith foi reconhecida como uma das top-50 fashionable, na modalidade rising stars. Conclusão: com ou sem glamour, o mais importante para o bom desempenho no esporte é treinar com planejamento, racionalidade e disciplina. Isso sim é ser estiloso. Bons treinos!
Comentar
Compartilhe
Celebrando a vida
23/07/2019 | 06h22
Transplantados brasileiros se reúnem para competir nos Jogos Mundiais para Transplantados em Newcastle/Gateshead na Inglaterra e celebrar a vida.
Sobre os Jogos
De 17 a 24 de Agosto de 2019, acontecerão os Jogos Mundiais para Transplantados (World Transplant Games).
A competição, que se repete a cada 2 anos com sede em países diferentes, existe desde 1978, com participantes de 4 a 80 anos transplantados de coração, fígado, pulmão, rim, pâncreas, medula óssea e doadores.
Os Jogos atraem cerca de 1.500 atletas de mais de 69 países que alem de representar o seu pais de origem no Arco e flecha, Atletismo e Corrida, Badminton, Basquete 3x3, Boliche, Ciclismo, Dardos, Futebol, Golfe, Natação, Petanca, Tênis de Mesa, Tênis, Triatlo, Squash e Volei, também estimulam a celebração a vida com varios eventos sociais e culturais alem da competição.
Sobre a participação do Brasil em 2019
O Brasil chega aos Jogos Mundiais para transplantados com 22 atletas sendo 19 transplantados e 3 doadores (2 doadores de medula e 1 doador de rim). Marca inédita de numero de atletas superando os 6 atletas que participaram da competição em 2017 que aconteceu em Malaga na Espanha.
Dos atletas transplantados, teremos 9 transplantados de rim, 5 de medula óssea, 2 de pulmão, 2 de coração e 1 de fígado vindos de diversas partes do pais sendo Brasilia/DF, Campo Grande/MS, Florianópolis/SC, Fortaleza/CE, Palmas/TO, Porto Alegre/RS, Rio de Janeiro (Macaé e Capital), Sao Sebastião do Cai/RS, Teresina/PI e Sao Paulo (Campinas, Sao Caetano do Sul, Sao Jose dos Campos, Sorocaba e Capital).
Os atletas doadores terão o prazer de desfrutar do esporte ao lado daqueles a quem tiveram a oportunidade de doar vida: uma irmã que doou a medula para o irmão, um marido que doou o rim para a esposa e uma mae que doou a medula para a filha ajudarão a contar essa linda historia de superação.
Teremos representantes nas provas de Atletismo, Boliche, Ciclismo, Natação, Tênis, Squash e Triatlo.
Alem disso, o Time se organizou para colocar o Brasil na piscina e na pista de atletismo nas provas de Revezamento.
Sendo assim, o Time Brasil Atletas Transplantados se prepara para levar para a Inglaterra a sua marca registrada: a da Alegria!
Conheça os nossos atletas
Divulgação
ContatoABTX – Associação Brasileira de Transplantados https://www.abtx.com.br/ [email protected] @abtxtrasnplante
Comentar
Compartilhe
Inscrições do 1º Fórum Triathlon Master Bike Shop
22/07/2019 | 06h16
As inscrições para o 1º Fórum Triathlon Master Bike Shop, que será na sexta (26), encontram-se na loja da Master Bike Shop em horário de expediente, de hoje (segunda, 22) até quinta (25) ou até o limite técnico de 50 inscritos. Bons treinos!
Atualizado às 12h42 com correção de concordância verbal alertado por um triatleta famoso.
Comentar
Compartilhe
Atualizando presenças no Fórum Master Bike de Triathlon
21/07/2019 | 20h38
Relação atualizada dos convidados que vão estar no 1º Fórum Triathlon Master Bike Shop, na próxima sexta (26/7), na Master Bike Shop. Bons treinos!
1- Rômulo Santos
2- Renata Portelli
3- Jorge Renato Monteiro
4- Christiano Abreu Barbosa
5- Herikson Pereira Barbosa
 
Divulgação
Comentar
Compartilhe
Convidados que vão estar no 1º Fórum Triathlon Master Bike Shop
19/07/2019 | 21h04
Relação dos ilustres convidados que irão discorrer sobre a modalidade no 1º Fórum Triathlon Master Bike Shop, na próxima sexta, 26/7, às 18h30. na Master Bike Shop. Bons treinos!
1- Renata Portelli
2- Jorge Renato Monteiro
3- Christiano Abreu Barbosa
4- Herikson Pereira Barbosa
Divulgação
Comentar
Compartilhe
In vino veritas
18/07/2019 | 22h13
Que tal correr uma maratona degustando taças de vinho? Trata-se de unir o útil (e agradável) ao agradável (e útil)... Essa é a proposta da maratona Medoc, que acontecerá em setembro, na França. Eis o link para as inscrições: https://www.marathondumedoc.com/. Bons treinos, saúde e tim tim!
Comentar
Compartilhe
Armadura para o mundial de triathlon
18/07/2019 | 16h13
 
 
Esta é a roupa - conhecido como macaquinho - que Christiano Abreu Barbosa irá utilizar no mundial de 70.3, em setembro, na França.
 
Bons treinos!
Comentar
Compartilhe
Fórum de Triathlon
17/07/2019 | 21h19
Vem aí, o Fórum de Triathlon da Master Bike Shop (26/7), tendo a presença de convidados com ótimas vivências no esporte. Em breve, mais informações. Bons treinos!
 
 
Comentar
Compartilhe
Deputado que largou bebida e mergulhou nos exercícios
16/07/2019 | 06h23
A coluna do Ancelmo Gois, no Jornal O Globo de hoje (16), dá uma nota sobre o deputado que presidiu a comissão especial da reforma, o amazonense Marcelo Ramos, que é triatleta e corredor e que está escrevendo um livro sobre maratonas e ironman. Seu site, o Corroatoa, pode ser acessado aqui.
Parte de um dos textos, que são bem legais: "...A ansiedade desde arrumar a mala para não esquecer nada. Para não correr riscos decidi fazer a arrumação por modalidade. Natação: touca, óculos, tapa ouvido, bermuda; Ciclismo: sapatilha, capacete, camisa, óculos, garrafas para água e a bicicleta, é claro; Corrida: tênis, meia, camisa, viseira. Comidas e suplementos são necessários, mas deixei para comprar já em Fortaleza.

A viagem para um Iron Man tem um clima especial. Um pouco de alegria, uma pouco de medo, um pouco de receio, um muito de expectativa e muito de sonhos e um quê de renovar esperanças e forças para seguir no esporte e na vida.

Já viajei para corridas e nas viagens para corridas, salvo se você viajar com um grupo grande que chame a atenção, são passageiros como quaisquer outros. No triathlon não. A chegada ao aeroporto com os imensos malabikes (malas em que são levadas as bicicletas) mostra que há algo diferente ali, que há gente diferente ali.

Cheguei em Fortaleza. Era uma manhã de muito calor. Haveria um reconhecimento da natação. Estava um pouco cansado e na dúvida se deveria ir, já que nunca tinha tido a experiência de nadar em mar aberto. Fui. Cai na água e, sem ter muita noção da distância, decidi nadar até a primeira boia. Uma grande roubada. Foram 1500m de natação num mar agitado, quando já deveria estar cuidando de descansar.

No dia seguinte, antevéspera da prova, a saída para um treino de ciclismo. E esse foi o segundo momento crucial da minha preparação. Quando subi na bicicleta voltou o sentimento de medo que achei ter abandonado naquele último treino longo em Manaus. O vento seria uma barreira muito dura, muito mesmo. Nunca havia pedalado com tanto vento e calor. Pedalei 5km e imaginei o que seria pedalar 180km sob aquelas condições, nos meus planos 6 horas e meia, com aquele vento e no calor do final da manhã e início da tarde. O desespero e o medo só aumentaram.

Voltei do treino de ciclismo tomado pelo receio, cheio de dúvidas se seria capaz de vencer aquele desafio tão duro. A sensação de que poderia fracassar era desesperadora.

Foi então que pensei na decisão dos meus amigos que rasparam a cabeça para que aquela prova fosse mais que um desafio pessoal, fosse também por uma causa, uma bela causa, a causa das crianças com câncer, crianças que todos os dias superam um desafio muito maior do que aquele que nos esperava".
Bons treinos!
Comentar
Compartilhe
Fórum Master Bike de Triathlon
12/07/2019 | 22h07
Objetivando divulgar ainda mais o Triathlon na cidade, além de democratizar conhecimentos acerca dos detalhes que cercam este fascinante esporte, a Master Bike vai estar promovendo - data a ser confirmada, em breve - Fórum do Triathlon com atletas que vivenciam no dia a dia esta modalidade que não para de evoluir. Em breve, por aqui, mais informações. Bons treinos!
Comentar
Compartilhe
Quer ficar mais inteligente?
09/07/2019 | 20h42
Fazer exercícios físicos pode não apenas evitar doenças, como o Alzheimer, como também pode te deixar mais inteligente— é o que diz um estudo realizado por neurocientistas da Universidade de Saúde e Ciência de Oregon ( OHSU), dos Estados Unidos. Os pesquisadores descobriram que fazer uma atividade física (mesmo que de curta duração) auxilia as conexões entre neurônios do hipocampo, região cerebral associada ao aprendizado e à memória.

"Quase todos os estudos anteriores se focaram em realizar exercícios de modo prolongado", afirmou Gary Westbrook, cientista da OHSU. "Como neurocientistas, queríamos entender o benefício específico do cérebro". Para determinar os impactos da atividade física de curta duração, os cientistas fizeram testes com ratos sedentários, que tiveram de realizar exercícios em rodas de correr. Após o teste, os cientistas analisaram os genes que foram ressaltados em neurônios ativados durante o exercício.

Os pesquisadores notaram que durante atividades rápidas e intensas, que equivalem a disputar uma partida semanal de basquete ou realizar uma caminhada de 4 mil passos, houve aumento nas sinapses do hipocampo, regiões que transmitem o impulso nervoso de um neurônio para outro.

No estudo, o gene Mtss1L ganhou destaque, pois foi descoberto que ele é ativado por exercícios curtos e intensos. Ao ser ativado, o gene promove um pequeno crescimento onde ficam os dendritos de um neurônio, que atuam na recepção de estímulos nervosos. Agora, o próximo passo que os pesquisadores planejam tomar é comparar a prática de atividade física com tarefas de aprendizado.
Comentar
Compartilhe
Triatleta campista conquista vaga para o mundial na França
03/07/2019 | 19h50
O triatleta campista, Christiano Abreu Barbosa, conquistou vaga para o mundial de IronMan 70.3 junto a um seleto grupo de atletas.
A prova terá 1.900m de natação, 90 quilômetros de ciclismo e mais 21 quilômetros de corrida. Sua participação foi conquistada em Fortaleza, num ótimo resultado, com o 4º lugar na prova.
O palco para participar deste sonho, entre atletas amadores e profissionais, vai ser em Nice, na França, no próximo mês de setembro.
Para os que não sabem, ainda, o triatleta em questão é muito talentoso, extremamente disciplinado e com uma mente bem privilegiada.  
Todos por aqui na torcida. Bons treinos!
 
 
 
 
 
Comentar
Compartilhe
Blog
01/07/2019 | 22h35
Por aqui, blog do Joe Friel, cientista do esporte e criador da bacana (e difícil) ferramenta Training Peaks, dos livros The Triathlete's Training Bible, The Cyclist's Training Bible, dentre outros. Vale a leitura, em especial para treinadores e amantes dos esportes de endurance. Bons treinos!
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Marcos Almeida

[email protected]

Marcos Almeida é assessor esportivo, especialista em Ciência da Musculação e mestre em Ciência da Motricidade Humana.