História sobre anjos
30/03/2017 | 15h39
Por Equipe Maratona do Rio 12/02/2016
Se alguém duvida ser capaz de concluir uma maratona, leia a minha história:
Em 2011, em julho, após sofrer um AIT (Ataque Isquêmico Transitório), com 41 anos, ouvi do médico: “minha filha, você é fumante, sedentária, está com sobrepeso, colesterol descontrolado, está com tudo para sofrer um AVC ou um Infarto fulminante!”. Isso realmente me abalou e senti muito medo de morrer, muito mesmo. Morava em Campos dos Goytacazes-RJ nessa época, sozinha, longe dos meus irmãos e minha mãe, além de muitos dos meus amigos. Pensei…pensei…e resolvi tentar correr, não porque amava, mas por achar que seria a atividade física mais “fácil”, ledo engano..rsrs…Procurei uma assessoria e conheci meus primeiros anjos em 28.08. 2011, a Jullyana Ribeiro e o Marcos Almeida, ele prescreveu minhas planilhas e ela me acompanhou presencialmente dia após dia, acompanhando minha evolução que, confesso, demorou um pouquinho por causa do fumo.
 
Comecei bem devagar, achei que não conseguiria mas a Ju foi incansável,muito paciente, e em 6.11.2011 estava eu prestes a fazer a minha primeira corrida de muitas, com um percurso de 3 kms, e foi muito emocionante quando cheguei, acho que fui a última, mas nem liguei, aliás, nem me preocupei com isso e não me preocupo até hoje. Prometi para mim que se completasse a corrida sem andar, eu pararia de fumar em definitivo, e promessa feita, promessa cumprida, parei em 06.11.2011, e nasci novamente…foram 28 anos de tabagismo…ahhhh se arrependimento matasse..rsrs, como fui burra 28 anos…enfim, dali em diante, fui crescendo progressivamente, tive uma lesão séria e outro anjo entrou na minha vida, meu eterno fisioterapeuta, o Anderson Monteiro da Silva, me dediquei ao tratamento, com disciplina e logo voltei as pistas.
 
Em 2012 fiz varias corridas de 5 km, e em janeiro de 2013, arrisquei meus primeiros 10 kms, mas no km 6 comecei a andar, e mais uma vez, Deus colocou mais anjos no meu caminho, o Guilherme Silva e a Bárbara Ferreira, que me acolheram ao seu lado e me incentivaram até o fim, mas não arrisquei mais, achei que não passaria de 5 km. Voltei para Niterói em definitivo, em fevereiro de 2013, ficando desanimada e sem treinador, aí, tchan tchan tchan tchan…rsrs…meu mestre, meu treinador mais que anjo, o Carlos Martins da CMx, entrou na minha vida, em outubro de 2013. Me lembro bem dele perguntando meu objetivo(eu mal mal tava correndo 5 km mais)….rs…e eu respondi: “quero fazer a meia maratona de Praga em abril de 2014”, e ele nem hesitou em responder: “Ok! Vai precisar de dedicação e disciplina, mas vai conseguir”.
 
Começamos a treinar, e em novembro aconteceu um pequeno problema pessoal que inviabilizou a ida para a Maratona de Praga, e eu como sou muito metida..rs, comuniquei a ele que perderíamos um mês de treinamento, pq eu iria para a Meia de NY…e ainda assim ele não desistiu de mim…foi difícil, chorava, reclamava, nossa, coitado…sofreu na minha mão. Acho que só ele e mais alguns poucos amigos acreditavam que eu iria conseguir, mas fui lá e fiz, lindamente a corrida da minha vida, com 6º negativos…a partir daí, descobri que o céu era o limite pra mim…e decidi que faria ela, a mais linda de todas as corridas do mundo: A MARATONA DO RIO 2015!!!!
 
Meu treinamento foi árduo, mas deliciosamente compensador, trabalhei todos os meus medos , treinei em locais que não gostava, treinei sozinha a maior parte do tempo, e não houve sofrimento, só determinação e garra. No dia 26 de julho de 2015, estava eu lá na largada, e não demonstrei a ninguém, nem a meu treinador que ficou junto o tempo todo, mas tive medo, muito medo de decepcionar meus amigos e parentes que estariam na chegada me esperando, minhas pernas tremiam, eu suava frio, e senti os pés travados no chão, pensei em desistir antes de começar…fiz uma oração rápida e pensei no meu amigo Cláudio Maurício, que estaria no km 32 me esperando para os 10 últimos kms, em tudo que me dizia(não posso reproduzir aqui, porque ele fala muita coisa indecente…kkkkkkkkk), e o quanto iria me encher o saco, por ter feito ele ir me acompanhar mesmo lesionado…kkkkk….respirei e fui!!!!! E sabem qual foi o resultado de tudo isso??? Estou treinando para a Maratona do Rio 2016!! Cheguei tão feliz, fui lá e fiz, no meu tempo 5:30(alto pra caramba né??? Que nada, foi o tempo que usei pra curtir meu feito. Eu sou uma vencedora, sou uma maratonista, e me aguardem que logo logo serei ultra maratonista, duvidam???? Me acompanhem então e venham para o meu mundo!!!!#vempromeumundo #laranjateam #gratidão #CMx
 
Lógico que não citei todos os meus anjos, mas alguns merecem a lembrança: Mônica Carvalho, Vanda Castellani, Vera Beatriz Lannes, Jorge dos Santos e muitos outros, meu muitoooooo obrigada a todos que de alguma forma e em algum momento fizeram a diferença.
Comentar
Compartilhe
Resultados do Itaoca Trail Run
28/03/2017 | 19h52
Por aqui os resultados gerais nas mais diversas categorias do Itaoca Trail Run que aconteceu no último domingo (26/03). Bons treinos! 
 
Comentar
Compartilhe
Vencedores do Futevôlei 100 + categoria mista
25/03/2017 | 19h35
Hoje (25/03), no Sítio Bela Vista, foi disputado o exclusivo Desafio Super 100 mais a categoria mista. Com jogos de alto nível e um público muito participativo, e com a presença dos craques Altair e Cláudio Adão, os campeões seguem abaixo.
DCIM117GOPRO
Super 100
1º- Cláudio Adão - João Luiz
2º- Marcelinho - Coronel
3º- Aldair - Manelzão
Misto
1º- Douglas - Mauricio
2º- Aldair - João Luiz
3º- Marcelo Perfil - Rafael
Parabéns a todos. Bons treinos! 
 
Comentar
Compartilhe
Super 100 com à presença de Cláudio Adão e Aldair
23/03/2017 | 19h16
Próximo sábado, com início às 09h - presença dos craques @claudioadao_oficial e #aldair - a 2ª edição do futevôlei100. Organização da Liga Campista de Futevôlei  & #msmarcosalmeida
Divulgação
Comentar
Compartilhe
Programação do Itaoca Trail Run
22/03/2017 | 18h59
Abaixo a programação do Itoca Trail Run que vai acontecer no dia 26 de março, próximo domingo, no morro do Itaoca e seu entorno. Bons treinos! 
Correção de data feita às 20:59, após contato do organizador. 
Divulgação
Comentar
Compartilhe
Corredor morre durante prova de obstáculos em Vila Velha
19/03/2017 | 08h39
Uma corrida acabou em tragédia em Vila Velha, no Espírito Santo, na manhã deste sábado. O músico Wagner Carneiro Leão, de 39 anos, morreu após ser atingido por um coqueiro durante a competição King’s Race. Segundo relatos de testemunhas, a árvore apoiava um dos obstáculos da prova e caiu em cima da vítima. Morador de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, ele chegou a ser socorrido e levado para um hospital local, mas não resistiu.
Ex-mulher do corredor, Amanda Tinoco contou que Wagner viajou na madrugada deste sábado apenas para o evento. Ela disse que ficou sabendo da morte por meio de amigos corredores. "Um rapaz que estava do lado dele na prova viu a cena e entrou em contato com o irmão de Wagner. Depois, os outros amigos ligaram para a gente", lembrou Amanda, que também costuma participar de maratonas.
Mesmo divorciados, ela destacou que os dois ainda eram muito amigos e iam assistir ao filme "A Bela e a Fera" nesta noite. "Comprei para a última sessão para dar tempo de ele chegar de viagem e ir ao cinema comigo. Éramos como irmãos. Ele era excepcional, alegre, animado. Não tinha ninguém igual ao Wagner no mundo", elogiou Amanda. Os dois chegaram a ter um filho, que morreu há 19 anos.
O irmão do músico foi ao Espírito Santo para liberar o corpo. A previsão é que o enterro ocorra neste domingo. Amanda lamentou a morte do ex-marido e disse que o acidente precisa ser investigado. "Não é possível que um dos obstáculos da prova estivesse amarrado em uma árvore. Achamos isso totalmente irresponsável", enfatizou.
Antes de voltar a São João de Meriti há mais de um ano, o corredor também morou em Niterói. Atualmente, ele trabalhava na Escola de Música Arte Musical. Não deixou filhos. Segundo a ex-mulher, Wagner estava se preparando para uma maratona que vai ocorrer no meio deste ano. "Eu corria 10 km e o esperava no fim da prova. Éramos muito amigos", completou.
Amigos lamentam a morta na Web
Além de Amanda, que publicou uma foto ao lado de seu ex-marido, os amigos e parentes lamentaram a morte de Wagner por meio das redes sociais neste sábado. "Descanse em paz", disse um deles. "Ainda não estou acreditando nisso. Que Deus conforte o coração da família", pediu outra internauta. "Lembrarei sempre de sua alegria", afirmou mais um.
Em nota, os organizadores da King's Race afirmou que está prestando toda assistência à família do corredor. Ao todo, eram 15 obstáculos durante o percurso. Segundo os integrantes, todos foram testados nos dias anteriores ao evento, sendo o último nesta sexta-feira.
Leia a íntegra da nota
"King's Race lamenta morte de participante de corrida de obstáculos realizada neste sábado em VVA empresa King's Race, organizadora da corrida com obstáculos realizada neste sábado (18) no Rancho Forte, em Morada da Barra, Vila Velha, vem a público lamentar o acidente com o corredor Wagner Carneiro Leão, do Rio de Janeiro. A morte do participante abalou profundamente a equipe organizadora do evento. A empresa informa que está prestando toda a assistência necessária à família de Wagner. Ele morreu após ser atingido por um coqueiro que caiu durante a corrida.
A corrida, da qual participaram cerca de 300 pessoas, possuía em seu trajeto 15 obstáculos. Todos eles foram testados nos dias anteriores ao evento por organizadores e por atletas. Os últimos testes foram realizados ontem (sexta-feira, 17). A King's Race entrou em contato com o Corpo de Bombeiros sobre a necessidade de liberação dos obstáculos, mas foi informada de que somente obstáculos superiores a cinco metros de altura necessitavam de testes, o que não era o caso.
O incidente com Wagner ocorreu por volta das 10h30 deste sábado, quando ele passava pelo quinto obstáculo, que consistia em uma rede afixada entre dois coqueiros, aparentemente íntegros, sobre a qual os corredores tinham que passar. Mais de 50 pessoas já haviam ultrapassado o obstáculo, quando Wagner se aproximou e foi atingido pelo coqueiro em queda. Após o acidente e a prestação de socorro ao corredor, o obstáculo foi interditado, e a corrida continuou, sem registro de outras ocorrências.
Wagner foi imediatamente socorrido pela ambulância que estava no local à disposição dos corredores e levado com vida para o Hospital São Lucas, em Vitória, mas faleceu antes de receber atendimento médico. A King's Race comunicou a família sobre o acidente e está prestando toda a assistência necessária, custeando a vinda de familiares ao Estado para os procedimentos de liberação e transporte do corpo para o Rio de Janeiro.
Foi a primeira vez que Wagner participou de uma corrida de obstáculos no Espírito Santo, mas ele era adepto do esporte, de acordo com informações repassadas por conhecidos. Segundo informações fornecidas pela família de Wagner a King's Race, ele tinha 39 anos, era músico e não deixa filhos.
A King's Race destaca que promoveu, no ano passado, corridas de obstáculos em Pedra Azul e em Matilde e nunca havia registrado nenhum acidente. A empresa reafirma que lamenta profundamente o ocorrido e reforça o compromisso com a família do corredor."
Fonte: O Dia
Comentar
Compartilhe
1/2 maratona em pista de F1
16/03/2017 | 18h25
Track and Field
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Teste realizado pela Nike (no Projeto chamado Breaking2), em 1/2 maratona, que foi realizado no circuito de Monza (altitude 183m, temperatura em torno de 12 graus, céu nublado, minimizando a carga de calor e as correntes de ar numa única direção). 
Eliud Kipchoge (QUE), Lelisa Desisa (ETI) e Zersenay Tadese (ERI) foram os abonados e conseguiram tempos que ainda podem melhorar. O objetivo principal é o tão sonhado sub 2 horas nos 42km que pretendem alcançar ainda este ano. 
Kipchoge completou a simulação com59min18s. Tadese fez 59min41s. Desisa 1h02min55s. A estimativa da Nike era que o trio encerrasse com um sub 60 minutos (o recorde mundial, de 58min23s, pertence a Tadese.
Bons treinos!
Comentar
Compartilhe
Desafio Futevôlei 100
15/03/2017 | 16h09
No próximo dia 25 de março, no Bela Vista, vai acontecer o segundo Desafio Futevôlei 100, com a presença de grandes craques do meio. Em breve mais detalhes. Bons treinos!
Comentar
Compartilhe
A melhor meia por estas bandas
14/03/2017 | 14h21
Antes, na época da Golden For Run, esta era a melhor meia por estas bandas. Agora, com a ASICS Golden Run - com 8 provas em 4 países (Brasil, Argentina, Peru e Chile) - vamos ver se mantém o padrão. Tomara. Bons treinos!
Comentar
Compartilhe
Novo tênis para quebrar o recorde na Maratona
12/03/2017 | 20h50
O tênis Nike usado por medalhistas nas Olimpíadas, que será vendido em junho por 250 dólares, é chamado de Zoom Vaporfly. O sapato vai  ser usado para o projeto Breaking2, como Nike chama seu esforço para quebrar a marca de duas horas na Maratona, é uma versão personalizada chamada Zoom Vaporfly Elite, que a empresa se refere como um modelo de carro-conceito.
Três corredores de Maratona da África Oriental patrocinados pela Nike, incluindo o campeão olímpico de 2016, Eliud Kipchoge, do Quênia, tentarão quebrar duas horas em uma pista de Fórmula 1 fora de Monza, na Itália. A Nike disse que a tentativa não cumprirá todos os requisitos necessários para um registro certificável.
Nike Zoom Vaporfly Elite
Alguns críticos acusaram Nike de encenar uma campanha publicitária, ou uma campanha de marketing, em vez de um evento esportivo credível.
Os corredores vão usar sapatos que foram individualmente afinados, como se fossem violinos. A questão é saber se o modelo de calçado utilizado nas Olimpíadas e nas Maratonas de grandes cidades, juntamente com a nova versão, está em conformidade com os padrões de calçado da I.A.A.F., que são imprecisos.
Os sapatos pesam cerca de 6,5 onças (por volta de 180 gramas) e apresentam uma entressola espessa, mas leve que é dito para retornar 13 por cento mais energia do que midsola em espuma mais convencional. Alguns corredores disseram que os sapatos reduzem a fadiga em suas pernas.
Incorporado no comprimento da sola é uma fina, rígida placa de fibra de carbono que é scooped como uma colher.
Imaginado de outra maneira, é um tanto curvado como uma lâmina. A placa é projetada para reduzir a quantidade de oxigênio necessária para executar em um ritmo rápido. Ele armazena e libera energia com cada passo e destina-se a agir como uma espécie de estilingue, ou catapulta, para impulsionar os corredores para a frente.
A nike diz que a placa de fibra de carbono economiza 4 por cento da energia necessária para executar a uma determinada velocidade quando comparado com outro dos seus sapatos de corrida popular.
Agora nos resta esperar para conferir. Bons treinos!
Fonte: nytimes.com 
Comentar
Compartilhe
Jejum intermitente é seguro?
07/03/2017 | 20h45
Matéria bem interessante que saiu na Folha de São Paulo hoje (6/3), e que discorre sobre à nova modinha da hora. Será que funciona? Somente para ilustrar, e sem querer fechar a questão, até porque não sou nutricionista, presenciei por estes dias um desmaio, durante a atividade física, por conta desta novidade. Leia abaixo na íntegra, ou por aqui, sobre o assunto. Bons treinos!
Folha de São Paulo
/ Folha de São Paulo
 
 
Folha de São Paulo
/ Folha de São Paulo
Folha de São Paulo
/ Folha de São Paulo
Folha de São Paulo
/ Folha de São Paulo
Comentar
Compartilhe
Xc Run Búzios 2017 - primeiras informações
02/03/2017 | 18h06
Data da prova: 21 de outubro de 2017* (* Data sujeita a alterações até a abertura das inscrições)
Local: Búzios - RJ
 
Manual do atleta: em breve
Modalidades:
Solo - 42km
Dupla - 2 x 21km
Quarteto: 4 x 10.5km
Kids (1 a 12 anos - 50m a 1km)
* O transporte para as áreas de transição, largada/chegada é de responsabilidade dos atletas, inclusive nas categorias de revezamento.
* O tempo limite para conclusão de prova (42km) é de 8 horas, com corte a cada 2 horas nas transições (T1 - 9h / T2 - 11h / T3 - 13h)
Cronograma:
20 de outubro (6ª feira)
15h às 23h -> Retirada de kits (Hotel Perola Buzios - Buzios)
20h -> Congresso técnico (Hotel Perola Buzios - Buzios)
21 de outubro (sábado)
07h -> Largada (Rua das Pedras - em frente ao Chez Michou)
15h -> Encerramento da prova (tempo limite para conclusão de prova)
15h30 -> XC Run Kids
16h30 -> Premiação (Chez Michou - Rua das Pedras)
Bons treinos!
XC Run Búzios
/ XC Run Búzios
Comentar
Compartilhe
A 8ª e 16ª melhores marcas da história
01/03/2017 | 10h41
Após Wilson Kipsang, que fez o recorde da prova, com a 8ª melhor marca da distância, chegaram Gideon Kipketer e Dickson Chumba em segundo e terceiro lugar respectivamente, todos quenianos.
No feminino, Sarah Chepchirchir, queniana, venceu a prova feminina com tempo de 2:19:47, a 16ª melhor da história. A seguir, vieram a etíope Birhane Dibaba e em terceira, a corredora da também da Etiópia, Amane Gobena. Bons treinos!
Gaúcha blogs
Sarah Chepchirchir / Gaúcha blogs
Comentar
Compartilhe
2h03min58seg
01/03/2017 | 10h27
O tempo acima foi o que Wilson Kipsang fez em Tóquio, domingo (26), nos 42km, ficando com o primeiro lugar na prova e não batendo o recorde mundial, como prometido aqui. Bons treinos!
Globoesporte.com
Kipsang / Globoesporte.com
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Marcos Almeida

[email protected]

Marcos Almeida é assessor esportivo, especialista em Ciência da Musculação e mestre em Ciência da Motricidade Humana.