Leitor elogia polícia
21/03/2017 | 08h43
O leitor Jean Paul R. Haddad enviou um relato hoje, através do Facebook, elogiando a atuação da polícia, que recuperou após mais de 1 ano a moto de sua tia Priscila, furtada em outubro de 2015. Confira:
Olá Christiano!
Em 13 de outubro de 2015 relatei a você por aqui o furto dá moto dá minha tia Priscila em frente ao Shopping 28, pois bem, ontem, após todo esse tempo a moto foi apreendida em são Francisco e trazida para o Pátio Norte em Campos.
Quero te dizer isso para dar parabéns aos policiais que fizeram essa operação, a nossa policia muitas vezes é criticada com razão em alguns momentos, mas eles deram show e merecem os parabéns!
Como seu blog traz notícias boas, decidi te relatar.
Comentar
Compartilhe
Exemplo e cobrança
09/03/2017 | 12h08
O condomínio do Edifício São Januário, localizado no final da Rua Primeiro de Maio, ao lado da Praça Primeiro de Maio, em uma simpática ação de cidadania, tem cedido diariamente um funcionário seu para realizar atividades básicas de manutenção da praça, como varrer o chão e regar o jardim.
Ações como esta já foram comuns nos tempos em que a Prefeitura não tinha fartos recursos vindos dos royalties do petróleo, hoje mais escassos. Com a fartura, a Prefeitura passou a ser a mãe de todos os problemas da cidade e os próprios habitantes se acomodaram com a dependência do poder público.
Como nem tudo são flores, alguma insegurança roda a movimentada praça, que liga a Rua Primeiro de Maio à Rua Voluntários da Pátria. Os moradores do condomínio e da região em geral clamam por presença do poder público para a segurança, seja através da Polícia Militar ou da própria Guarda Municipal.
Comentar
Compartilhe
Central de boatos e fofocas
10/02/2017 | 02h27
A onda de falsas notícias e mentiras virarem "verdades", ainda que momentâneas, através das redes sociais, o que ajudou decisivamente e infelizmente a eleger Donald Trump presidente dos EUA, chegou com tudo a Campos.
Ontem, durante todo o dia, falsas informações e falsas imagens dando como certa uma paralisação da PM circularam pelas redes sociais, espalhadas pelos próprios campistas, gerando medo e pânico entre pessoas menos ou mal informadas.
Com a facilidade de comunicação proporcionada pelas redes sociais, hoje todo mundo quer ser repórter por um dia. Na ânsia de ser o primeiro a dar uma notícia em seu grupo de WhatsApp, usuários repassam qualquer conteúdo e informação recebida, sem nenhuma verificação ou fonte fidedigna.
O resultado são milhares de falsas notícias sendo espalhadas por aí, transformando as redes sociais em centrais de boatos e fofocas, aumentando a já extensa propagação de informação inútil característica desse meio.
Vale sempre a regra, duvide sempre do que chega através de rede social, salvo se a fonte for de sua confiança e autora da informação. Verifique através do meio de comunicação no qual você confia. E não repasse o que não sabe se é verídico.
Comentar
Compartilhe