Cooperativa tem eleição suspensa pela justiça
29/04/2010 | 21h38

Anda bem confuso o processo eleitoral na Cooplanta (Cooperativa dos Plantadores de Cana do Norte Fluminense). Deveria ter ocorrido, no último dia 20, a eleição que definiria o seu novo quadro diretivo, elegendo os cargos de presidente, tesoureiro e conselheiros.

Sem concordar com as regras do processo eleitoral interno, a chapa opositora, então impedida de concorrer, entrou com uma ação de tutela antecipada na justiça, para suspender as eleições. A tutela foi concedida pelo juiz Cláudio Cardoso França, da 5ª Vara Cível, no próprio dia 20/04, impedindo a realização das eleições.

Em jogo, um milionário orçamento do Fundecana, através de repasses da Prefeitura de Campos, gerido pela Cooplanta.

Comentar
Compartilhe
Fla vence e Vasco se complica
28/04/2010 | 23h57

Jogando no Maracanã, o Flamengo se impôs ao Corinthians e venceu por 1x0, na partida de ida das oitavas-de-final da Libertadores. O gol da vitória foi marcado por Adriano, em pênalti claro cometido sobre Juan. O time rubro-negro superou a expulsão boba de Michael e jogou com muita raça, principalmente no 2º tempo.

O placar acabou sendo pouco para as chances criadas pelo Flamengo, que poderia ter feito até o 2x0 que o faria colocar a mão na vaga. O goleiro corintiano salvou gol certo em cabeçada de Adriano, em boa jogada de Williams, propiciada por uma dividida na raça de Vágner Love.

Um gol do Flamengo no Pacaembu obrigará agora o Corinthians a fazer três. E o rubro-negro poderá jogar no contra-ataque, esquema em que mais rende. O time paulista apresentou muito pouco para quem tinha a mellhor campanha. Ronaldo não jogou nada e foi engolido por Adriano.

A vitória mostra a força do Flamengo no Maracanã. Este ano só perdeu ali 2 vezes, ambas para o Botafogo de Joel. O Fla tem uma boa vantagem, mas isto não garante nada. Em 2008, o São Paulo venceu o Flu por 1x0 no Morumbi e foi eliminado nas quartas-de-final na Libertadores na volta, com um 3x1.

Se passar, o Fla tem boas chances de chegar de novo à tão sonhada final de Libertadores.  O time deu sorte e caiu no lado mais  fraco nos cruzamentos seguintes. Apesar de sempre decidir fora, jogará primeiro no Maracanã, onde pode fazer vantagem no confronto. Nos outros jogos, o São Paulo levou a decisão para SP e o irregular Inter se complicou.

Já na Copa do Brasil, o Vasco se complicou demais, ao perder por 2x0 para o Vitória, no Barradão. Este é o pior resultado para ser virado em jogos de mata-mata com gol qualificado. Agora o time terá que vencer por 3 gols de diferença para ir às semi-finais. Ficou muito difícil.

No outro jogo, o Atlético/MG/ quase repetiu o Inter de Milão, que decidiu o confronto ao vencer em casa o badalado Barcelona por 3x1, no jogo de ida. O galo mineiro vencia o festejado Santos por 3x1, com show de Diego Tardeli, e tomou um gol no final, fechando em 3x2. Agora, vitória por 1x0 classifica o alvinegro praiano.

Comentar
Compartilhe
Papinha diz que não azedou
28/04/2010 | 23h10

Em pronunciamento na Câmara, hoje, o vereador Papinha disse que não azedou, respondendo a nota publicada aqui ou, "em um blog", como ele falou. E complementou, dizendo que continua ao lado da prefeita Rosinha.

Pouco tempo depois, o vereador foi aconselhar Abud Neme, que andaria desgostoso com a política, e acabou ouvindo poucas e boas. Papinha, que é boa-praça, acabou ficando vermelho e se desculpou. A fase não é boa mesmo.

Comentar
Compartilhe
Dia branco
26/04/2010 | 20h50

Foto feita pelo repórter fotográfico Antônio Cruz, de um enigmático pássaro, que parece estar escalando o poste, em céu branco.

Comentar
Compartilhe
Eu penso que
26/04/2010 | 20h25

Depois de alguns dias sem atualização, voltou à ativa, para alívio dos leitores e desespero dos políticos, o ótimo blog Eu Penso Que, de Ricardo André. Em apenas dois dias, ele já deu uma ótima pincelada na política local, nacional e em temas polêmicos, como as denúncias absurdas e contínuas de trabalho escravo nas usinas campistas.

Comentar
Compartilhe
Bombou
26/04/2010 | 14h00

O furo sobre a decisão de penhora das contas do Cruzeiro, no processo em que o Goytacaz ganhou, em valores atuais, R$ 6 milhões, rendeu a este espaço o seu recorde de visitantes únicos em um dia: 1.527.

Além dos nossos leitores habituais e dos eventuais que foram despertados pela notícia do popular clube campista, o fato de envolver um clube da grandeza do Cruzeiro levou a notícia a ganhar repercussão muito maior, turbinada pelo atento repórter Thiago de Castro, do Lance!, que viu a matéria aqui e publicou no site do jornal esportivo (leia aqui).

A notícia foi publicada aqui em 21/04/2010, às 12h32, com bom índice de leitura no dia. O Lance! publicou a matéria, citando a fonte, no dia 22/04/2010, às 13h06.  Nas duas horas seguintes o blog bombou, com várias participações de cruzeirenses e atleticanos. Veja o gráfico hora a hora abaixo (clique para ampliar):

Do Lance!, a notícia se espalhou Brasil e mundo afora, sendo republicada por Espn, Uol, Globo Esporte, vários outros sites e blogs, tendo sido divulgada até no jornal português Record. A imensa maioria deu o crédito à Folha da Manhã. O fato foi repercutido também em blogs e sites locais, alguns sem o devido crédito. Coisa feia.

Comentar
Compartilhe
Gato noturno
24/04/2010 | 10h37

Veja abaixo a foto, enviada por um leitor, do gato feito pelo Dangy Park, instalado na Avenida 28 de Março. O miau é feito no poste, somente à noite, horário de pico de movimento do parque.

O gato encarece a luz dos clientes que pagam por ela e é um perigo para quem transita por ali e para os clientes do parquinho à moda antiga.

Atualização às 15h09 de 26/04/2010: Após a publicação da denúncia acima, sumiram com qualquer vestígio do gato no final de semana, pelo menos por enquanto. É igual ao trecho da música "Onde está o dinheiro?", de Gal Costa: "... o gato comeu, o gato comeu, e ninguém o viu, o gato fugiu, o gato fugiu, e o seu paradeiro está no estrangeiro..."

Comentar
Compartilhe
Papinha azedou
23/04/2010 | 12h37

[caption id="attachment_5785" align="alignleft" width="200" caption="O vereador Papinha (PP) está sem motivos para sorrir"][/caption]

O vereador Antonio Marcos da Silva, o Papinha, anda muito ressentido com o tratamento recebido do governo municipal, do qual faz parte da bancada de apoio na Câmara de Vereadores.

Recentemente ele foi ao Rio para ter uma conversa com Garotinho sobre o assunto. Chegou a sentar na sala vizinha à do ex-governador, mas não foi recebido.

Indignado, Papinha armou uma estratégia para abordar Garotinho na sua festa de aniversário em Campos. A turma do deixa disso o convenceu de que não era um bom momento e que estaria cometendo uma grande falta de educação.

O vereador do PP está um poço de mágoas.

Comentar
Compartilhe
Flu, Fla e Vasco classificados, no sufoco
22/04/2010 | 23h53

O Fluminense venceu por 3x2 a Portuguesa, no Maracanã, e se classificou para as quartas-de-final da Copa do Brasil. Como no ano passado, quando enfrentou o campeão Corinthians, pegará logo um adversário duríssimo, o Grêmio, decidindo fora de casa.

Hoje o Flu abriu 3x0, com 3 gols de Fred. Jogando bem, com os alas Mariano e Julio Cesar apoiando, parecia que iria golear a Portuguesa. No 2º tempo, como já aconteceu no Estadual contra Flamengo e Botafogo, o time caiu muito de produção. Aí, só a Portuguesa jogou.

O (no máximo mediano) time paulista fez 2 gols e deu sufoco em busca do 4x3 que lhe classificaria. Parece claramente problema de preparo físico, pois todo 2º tempo o Flu despenca. E, para piorar, perdeu Conca, expulso, que fará muita falta semana que vem, contra o Grêmio, no Maracanã.

O Fluminense terminou o jogo sob vaias. Antes do jogo a torcida já tinha mandado o péssimo presidente Horcades para aquele lugar e feito homenagens a Cuca.

O que parecia muito difícil aconteceu. O Flamengo, mesmo jogando mal ontem e não fazendo o placar que precisava contra o fraco time misto do Caracas, conseguiu a classificação, como 16º e último classificado. Enfrentará já na quarta-feira o Corinthians, dono da melhor campanha da 1ª fase, no Maracanã.

Será um confronto duríssimo e agora tudo é zerado. A defesa do Fla, que tomou um golaço de fim de pelada do Caracas e 9 gols na 1ª fase, terá que melhor muito para enfrentar o Corinthians. E Ronaldo, de quebra, enfrentará finalmente o Fla no Maracanã.

A classificação que caiu dos céus evitou um novo fracasso do rubro-negro na Libertadores, evitando igualar  as más campanhas de 1983 e 2002, quando caiu logo na 1ª fase. Se passar pelo Corinthians, o Flamengo superará uma escrita recente na competição: a de não passar das oitavas-de-final. O Fla caiu em 2007, contra o Defensor, do Uruguai, e em 2008, para o América, do México.

Resta ver como se comportará a torcida rubro-negra, após a lua de mel com o time ter acabado. Ontem, o Flamengo terminou sob vaias e chamado de time sem-vergonha. A torcida não é burra e, depois de 10 anos, vaiou o ídolo Adriano, que não se dedica ao clube. Aplausos somente para Pet. E resta saber quem será o técnico, após a injusta demissão de Andrade.

Ontem, o Vasco despachou o Corinthians/PR/ também em jogo tranquilo que se transformou em difícil no final. O time venceu por 2x1, com um golaço de Carlos Alberto. Beneficiado pelos cruzamentos, o Vasco pega o Vitória, repetindo o confronto do ano passado, quando matou a disputa ao golear por 4x0 no jogo de ida, em São Januário.

Desta vez, o jogo de volta será no Rio. Se passar, o Vasco deverá enfrentar nas semi-finais o Palmeiras, o mais fraco grande paulista.  É um bom caminho para o time cruzmaltino chegar às finais da Copa do Brasil, como em 2006. Na outra chave, Fluminense, Grêmio, Atlético/MG/ e o ótimo e badalado Santos vão se matar para ir à final.

Comentar
Compartilhe
Lançamento do Boulevard Campos
22/04/2010 | 20h03

Será lançado oficialmente, na próxima terça-feira, o Boulevard Shopping Campos. O evento será no Centro de Convenções da Uenf, às 19h00. Leia mais sobre o novo shopping aqui.

Comentar
Compartilhe
Goytacaz penhora R$ 900 mil do Cruzeiro
21/04/2010 | 12h32

Por decisão da justiça, através do mecanismo de penhora online, o Cruzeiro teve todas as suas contas bloqueadas para penhora de valores da execução de ação ganha pelo Goytacaz, referente ao caso Jussiê. O despacho da penhora foi do juiz Sebastião Bolelli, da 2ª Vara Cível de Campos.

Jussiê foi revelado pelo Goytacaz. Em 30/05/2000 ele foi inscrito pelo time campista na Ferj, para defender o clube. Após trabalhar normalmente pelo Goyta, o atleta voltou à sua terra natal no Espírito Santo, dizendo que ia abandonar o futebol. Pouco tempo depois, Jussiê apareceria atuando pelo Cruzeiro.

O atacante defendeu o Cruzeiro de 2001 a 2005, tendo passado uma temporada, em 2003, no futebol japonês, no Kashima Reysol. Em 2005 Jussiê teve 80% do seu passe vendido ao Lens, da França, por 3,35 milhões de euros (R$ 12 milhões na época). Ele ficou no Lens até 2007, quando foi negociado ao Bordeaux, onde permanece até hoje.

O Goytacaz, indignado com a volta que levou do time mineiro, entrou com uma ação, em 06/06/2003 contra o Cruzeiro, pedindo danos materias e morais. A ação foi julgada improcedente na 1ª instância, em Campos, em 05/05/2006.

Após recurso, o Goyta, defendido por Francisco de Assis Pessanha, hoje desembargador, venceu na 2ª instância, no Rio. O TJ-RJ decidiu, em 04/09/2007,  condenar o Cruzeiro a pagar R$ 1,8 milhão por danos materiais e R$ 100 mil por danos morais ao Goytacaz.

Depois de derrotas em todos os recursos e usar de várias medidas protelatórias, o time mineiro finalmente terá de pagar ao alvi-anil campista. A dívida corrigida estaria hoje em R$ 6 milhões. O despacho de Bolelli, para cumprir a sentença de execução, buscou este valor em todas as contas bancárias do Cruzeiro.

Foram achados somente R$ 900 mil, mas todos os valores que entrarem na conta do Cruzeiro serão bloqueados até perfazer os R$ 6 milhões. Advogados do clube mineiro estiveram em Campos nos últimos dias tentando substituir a penhora da conta por passes de jogadores, sem sucesso. Alegam que o bloqueio de valores quebrará o clube.

Resta saber o que o agora milionário Goytacaz fará com o dinheiro.

Atualização às 15h32 de 22/04/2010: O assunto, dado em primeira mão aqui, bombou hoje na Internet. O site do jornal Lance! repercutiu a notícia às 13h06 (leia aqui), citando como fonte a Folha da Manhã. Do Lance!, a notícia ganhou as páginas de vários sites mineiros e Brasil afora (leia aqui e aqui).

Comentar
Compartilhe
Inauguração da Fiat em Campos
20/04/2010 | 15h47

Será inaugurada hoje, às 20h00, a Podium, nova concessionária da Fiat em Campos. Sua localização é na Avenida do Contorno, local de instalação de praticamente todas as novas concessionárias da cidade.

Já estão naquela região: Honda (Planeta H), Toyota (Kurumá), Chevrolet (Super), Ford (Bracom), Volkswagen (Recreio) e Hyundai (Tai Motors).

A loja está muito bem montada e chega com a missão de mudar um histórico recente de atendimentos sem excelênica ao clientes Fiat.

Comentar
Compartilhe
Bruno Mazzeo pede desculpas ao Goyta
20/04/2010 | 15h20

Bruno Mazzeo, ator e agora colunista esportivo de O Globo, se desculpou hoje em sua coluna pela infeliz declaração da semana passada (leia aqui). O filho de Chico Anysio hoje mencionou a corrente de e-mails recebidos pelos torcedores do Goyta, após a repercussão da coluna aqui e em vários blogs locais.

Agora, Mazzeo provoca (de fato, constata uma verdade) a torcida do Americano. Veja trecho da coluna abaixo:

Comentar
Compartilhe
A queda
20/04/2010 | 13h57

A queda de Cuca no Fluminense, no meu ponto de vista, foi mais um dos inúmeros erros da incompetente direção tricolor.  Em que pese não ter chegado sequer a uma final de turno no Estadual, apesar de ter um dos melhores elencos do Rio, ao lado do Flamengo, Cuca tinha ótimo retrospecto.

Foram 28 vitórias, 12 empates e apenas 6 derrotas, um aproveitamento de 70% dos pontos. Talvez tenha pesado o mau desempenho nos clássicos regionais. Das 6 derrotas, 2 foram para o Fla, 1 para Vasco e 1 para o Botafogo. As outras 2 foram para a LDU na altitude e para o Grêmio no Sul.

Ele comandou a mais heróica salvação do rebaixamento de um clube no Campeonato Brasileiro e ainda levou o time a mais uma final sul-americana, perdendo (como na Libertadores), para a altitude da LDU.

Cuca tinha o elenco nas mãos e seria um bom técnico para um campeonato longo como o Brasileiro, sem contar que o time vinha bem com ele na Copa do Brasil. Muricy é um ótimo técnico, mas é caro e precisa de estrutura, coisa que nenhum time do Rio tem.

Comentar
Compartilhe
Botafogo vence o Fla e é campeão do Rio
18/04/2010 | 21h30

Com dois gols de pênalti, o Botafogo venceu o Flamengo, por 2x1, hoje, no Maracanã, conquistando a Taça Rio. Por ter conquistado também a Taça Guanabara, ao vencer o Vasco por 2x0, o alvinegro se sagrou Campeão Carioca por antecipação, sem necessidade de final.

Tal fato não ocorria desde 1998, quando o Vasco, no mais brilhante centenário dos clubes cariocas, conquistou o Carioca vencendo os dois turnos. O time cruzmaltino ganharia ainda a Libertadores naquele ano. Dois anos antes,  em 1996, foi a vez do Flamengo, então de Joel, ganhar o estadual direto.

A conquista do Botafogo foi amplamente merecida. Superou todos os rivais, vencendo Flamengo e Vasco em decisões e eliminando o Fluminense na semi-final da Taça Rio. O campeão carioca eliminou ainda o Flamengo, na semi-final da Taça GB.

No confronto específico com o Flamengo, que já vem ocorrendo há 4 anos, finalmente o Botafogo superou o rival, desta vez de forma contundente, com duas vitórias em jogos decisivos e um empate na fase classificatória. A conquista botafoguense reequilibra o clássico confronto. Em 4 decisões, uma vitória nos 90 minutos para cada lado. Nas outras duas decisões, empates e Bruno garantiu para o Fla nos pênaltis.

Foi o confronto de um time humilde, obediente, guerreiro e com alguns jogadores de qualidade, comandados, com árduo trabalho, por Joel. Do outro lado, o atual Fla tinha soberba, desobediência, descompromisso e falta de humildade e de fibra.

Para o bem coletivo, uma vez que o futebol serve de espelho na sociedade para gerações de torcedores, ganhou o time que escolheu o caminho do trabalho e da dedicação, ensinando que esta é a trilha do sucesso.

Não vi o 1º tempo. Nos melhores momentos, que são sempre uma edição da realidade, foi possível ver um equilíbrio, com o Botafogo saindo na frente com Herrera, de pênalti, e o Fla empatando com Vágner Love, que é um oásis de dedicação no rubro-negro.

Os pênaltis, sempre um aliado rubro-negro nas conquistas recentes, decidiram o jogo. De pênalti e com rara coragem e categoria, a la Zidane, o iluminado uruguaio Loco Abreu fez o gol do título, deixando Bruno sem ação.

Os dois gols do Botafogo, para variar, se originaram em jogadas aéreas. O medo da insegura zaga rubro-negra era tão grande que eles agarravam os botafoguenses pelo braço, pelo pescoço, pela camisa, de tudo quanto é jeito, ocasionando os pênaltis.

Depois do gol e da expulsão de Maldonado pelo segundo amarelo, o Botafogo ficou com o jogo à sua feição. Porém, a zaga botafoguense cometeu o mesmo erro do rival, fazendo um pênalti bobo. Sem jogar e sem treinar há tempos, Adriano partiu para a cobrança.

Como numa providência divina dos justos, o goleiro Jefferson fez bela defesa, deixando o Imperador como o vilão rubro-negro. Se o Fla empatasse, o jogo poderia ter outro destino, já que Herrera foi expulso ao ter um destempero injustificável na correta marcação do pênalti.

O jogo era muito bom e emocionante. O Botafogo perdeu uma chance cristalina, com o talismã Caio, para fechar o caixão rubro-negro. Mas, o dia não era de heróis individuais. O brilho coletivo do time é que imperava. Até o pouco habilidoso Somália jogou belíssima partida, anulando Léo Moura e salvando, quase em cima da linha, o empate rubro-negro.

A 19ª conquista do Botafogo interrompe um jejum de 4 anos sem títulos e leva o clube a encostar no Vasco no número de campeonatos. Joel Santana, que jamais perdeu uma final de turno, garantiu a sua 12ª conquista, se consagrando como o Rei do Rio.

Já o Flamengo continua sem conquistar o tetra carioca, conquista que somente Botafogo e Fluminense têm, e pode mergulhar em uma crise ainda maior. O time não vem jogando bem e nem a altura do investimento feito pelo clube. Já teve quatro derrotas neste ano, duas para o Botafogo e duas no Chile, e vai mal na Libertadores, competição mais importante no ano.

Se não vencer o Caracas quarta-feira, o caldeirão da Gávea, que deve ferver amanhã, irá explodir. Resta saber como reagirá o badalado e caro Império do Amor, que foi derrotado pelo ataque Mercosul, dos hermanos Herrera e Loco Abreu, autores dos gols hoje.

Comentar
Compartilhe
Vitória da humildade e do trabalho
18/04/2010 | 18h30

Baixe aqui, na Globo Esporte.Com, o papel de parede do campeão carioca de 2010.

Comentar
Compartilhe
Força da torcida
18/04/2010 | 17h01

Achando que o jogo era às 17h00, despertei do erro com vários gritos em prédios, casas e ruas, seguidos de fogos. Estava claro que o Flamengo tinha feito um gol. Ao ligar a tv e pegar ainda o replay do gol de Vágner Love, descobri que o 1º tempo estava em seu fim e o jogo estava 1x1.

O resultado é melhor para o Flamengo, que tem Bruno, que já pegou 21 pênaltis e deus dois títulos estaduais contra o mesmo rival, o que lhe dá grande vantagem numa disputa do título da Taça Rio nos pênaltis, em que pese a sorte do goleiro botafoguense nos pênaltis recentes contra o time.

Comentar
Compartilhe
Ponto de Vista no Twitter
18/04/2010 | 13h25

Desde sexta-feira o blog Ponto de Vista está disponível também no Twitter, de maneira experimental. A limitação de escrever em apenas 140 caracteres é um dos maiores dificultadores, mas, ao mesmo tempo, transmite de maneira muito sucinta as informações, vindo de encontro a cada vez maior falta de tempo do mundo atual.

É difícil não apanhar no começo com a nova e, no meu ponto de vista, não tão intuitiva interface. Twitter é aquilo que todo mundo já ouviu falar, mas muito pouca gente tem e sabe usar. O desafio é não ser mais um daqueles que começa com gás no Twitter e depois fica pelo caminho.

Acesse aqui, em https://twitter.com/pontodevista_. O _ foi necessário pois já existia um outro pontodevista lá. Para se ter uma idéia das dificulades, esta nota teve 783 caracteres.

Comentar
Compartilhe
Fotos do show de Ivete Sangalo
17/04/2010 | 17h06

O site Ego, da Globo.Com, publicou hoje nota sobre o show de Ivete Sangalo em Campos, com fotos sobre o evento. A cantora, ainda fora de seu esplendor físico, estava vestida no show com um corpete branco, meia arrastão e tênis. Veja aqui.

Comentar
Compartilhe
Gol com passagens a R$ 89,00
17/04/2010 | 14h33

A Gol está com uma grande promoção neste final de semana, oferecendo passagens a partir de R$ 89,00. Os vôos promocionais têm que ser realizados até 30/06/2010. Trechos como Rio-Porto Alegre, saem a partir de R$ 139,00. Rio-Foz do Iguaçu a partir de R$ 179,00. Confira aqui.

Comentar
Compartilhe
50 anos de Garotinho
17/04/2010 | 13h18

Anthony Garotinho, político campista de maior projeção da história recente, completa amanhã 50 anos. Ontem, em Campos, no Espaço Mais que Perfeito, no bairro do Jóquei, houve um jantar em comemoração antecipada do aniversário do ex-governador.

A adesão ao jantar custou R$ 40,00 por pessoa, valor que não precisou ser pago por um grupo de seletos convidados, que recebeu cortesia. Para evitar penetras, o convite era um cartão magnético, que tinha, em uma face, a estampa de Garotinho e do PR, nas cores do partido. A outra face era branca, com código de barras.

A prefeita Rosinha desceu de uma bela escada com tapete vermelho e cantou para o seu marido, em um dos momentos mais emocionantes da festa. Leia mais sobre o evento aqui, no site Campos 24 Horas, e aqui, no blog de Roberto Barbosa.

Comentar
Compartilhe
Cerveja premiada
16/04/2010 | 15h31

O Seu Evaldo, ótimo botequim pé-limpo localizado numa esquina da rua Voluntários da Pátria (olha ela aí de novo), foi o 1º estabelecimento da cidade a receber um importante certificado da Ambev, atribuído à qualidade da cerveja comercializada, conquistando o 3º lugar no estado do Rio.

Boa notícia para os cervejeiros de Campos, que têm ainda vários outros lugares onde podem encontrar cerveja no ponto, entre bares, botequins e os bons e legítimos pés-sujos da cidade.

Leia mais informações sobre o assunto na fonte na notícia, aqui, no blog Opiniões, de Aluysio Abreu.

Comentar
Compartilhe
Baleiro bombou
16/04/2010 | 11h35

O show de Zeca Baleiro, que aconterá hoje no auditório do Sesi, em Campos, já é sucesso antes mesmo de começar. Os ingressos tiveram vendas abertas na segunda-feira e, infelizmente, esgotaram no mesmo dia.

O mesmo ocorreu na apresentação realizada em Macaé, ontem. Em Itaperuna, onde ele se apresenta amanhã, os ingressos acabaram em apenas uma hora. O motivo do esgotamento dos ingressos é fácil, pois é o verdadeiro bom, bonito e barato.

Resta agora ter atenção para ver se não têm cambistas descobrindo este filão.

Comentar
Compartilhe
Americanas assina contrato e abrirá duas lojas
15/04/2010 | 21h07

Foi assinado hoje o contrato das Lojas Americanas para o seu primeiro ponto em Campos. A loja, em versão full (completa), será localizada na rua Voluntários da Pátria, no Edifício Maximus, conjunto de duas  modernas torres residenciais que deve ser entregue em dezembro.

A negociação havia sido anunciada aqui, em fevereiro deste ano. A rua Voluntários da Pátria se consagra cada vez mais como o novo eixo comercial da cidade. Em paralelo, a Aliansce já anunciou as Lojas Americanas como uma das âncoras do novo Shopping Boulevard Campos.

Os campistas, que não tinham nenhuma Lojas Americanas na cidade, terão agora duas à sua disposição, uma na região da Pelinca e outra na Estrada do Contorno, região que também cresce a passos largos.

Comentar
Compartilhe
A(s) boa(s) do fim de semana
15/04/2010 | 07h53

O final de semana será repleto de boas atrações em Campos. Amanhã, na sempre boa atração do Sesi, se apresentará na cidade Zeca Baleiro. Ótima atração, preços populares e em auditório, refrigerado, de pequeno porte que dá tom intimista e proximidade com o palco. Melhor impossível.

No mesmo dia se apresentará Ivete Sangalo na Estrelato. A estrela do axé baiano, que flerta com a MPB, deverá levar uma multidão à nova casa de shows.

Na sexta e no sábado será a vez da peça Boom, dirigida por Jorge Fernando, no Teatro Trianon. A comédia está há 11 anos em cartaz, com sucesso absoluto, e aborda com bom humor temas como morte e reencarnação.

Comentar
Compartilhe
Flu e Vasco vencem, Fla perde e se complica
14/04/2010 | 23h51

A quarta-feira começou bem para o futebol carioca. Jogando em São Paulo, o Fluminense venceu por 1x0 a Portuguesa, pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil. O gol da vitória foi marcado por Fred, sempre ele,  com bela finalização após passe de Mariano. Foi o 32º gol de Fred em 50 partidas pelo Flu.

O jogo foi relativamente tranquilo e a vitória merecida. O Flu dominou o jogo e poderia ter ganho com maior diferença, se Marquinhos não tivesse sido expulso na metade do 2º tempo. Depois da expulsão a Portuguesa partiu, sem organização, para um abafa, sem resultado.

O tricolor não vencia a Portuguesa em São Paulo desde 1991. O resultado dá gás ao técnico Cuca, que balançava no cargo. Especula-se que Muricy Ramalho teria acertado com o patrocinador por R$ 500 mil mensais. E depois não sabem porque o futebol carioca está quebrado. Se passar pela Portuguesa, o Fluminense tem cruzamentos indigestos, podendo ter Grêmio e depois Santos pela frente.

O Flamengo mais uma vez decepcionou frente a um time chileno. Jogando pela 2ª vez em Santiago, a Fla sofreu a 2ª derrota no Chile, desta vez para o Universidad Católica, por 2x0. O resultado tirou do time qualquer chance de ser o 1º do grupo e o colocou em situação delicada para a classificação.

Agora, o rubro-negro terá de vencer o fraco Caracas, em casa, para ser um dos melhores 2º colocados. Se empatar, estará fora da Libertadores. Somente 6 dos oito 8 segundos colocados se classificam. Hoje o Fla é o sétimo 2º colocado e estaria fora das oitavas-de-final.

Ainda que se classifique, o que é o mais provável, o Flamengo, que pegou um grupo relativamente fácil, será dono de uma das piores campanhas e terá de decidir sempre fora de casa nos mata-matas.

O time foi dominado por todo o 1º tempo e somente no 2º tempo conseguiu levar perigo. A zaga teve desempenho sofrível, levando dois gols em lances de jogadas aéreas, preocupante para quem vai enfrentar o Botafogo e seu eficiente estilo de bola aérea.

Jogando fora de casa contra o Corinthians/PR/ (ex-Malutrom e ex-J. Malucelli), o Vasco fez o dever de casa e venceu por 1x0 o time paranaense. O belo gol vascaíno foi marcado por Léo Gago, de falta. Mais uma vez a arbitragem prejudicou o time, anulando um gol legítimo de Elton.

A classificação do Vasco ficou bem encaminhada. O cruzamento da chaves é favorável e um adversário de grande tradição só estará no caminho dos vascaínos nas semi-finais, dando mais chances do clube conquistar um título inédito.

Comentar
Compartilhe
Eleições na Acic
14/04/2010 | 16h05

Serão realizadas, em julho, as eleições na Acic. O atual presidente, Amaro Ribeiro Gomes, concorrerá à reeleição. Seu provável concorrente será o ex-presidente Adão Faria.

As eleições na ACIC ocorrem a cada 2 anos e é permitida uma única reeleição.

Comentar
Compartilhe
Colunista do Rio diz que Goyta não existe mais
13/04/2010 | 18h59

Tudo bem que o Goytacaz, dono de torcida numerosa e apaixonada, ano após ano decepcione os seus torcedores com times ruins e péssimos planejamentos de sua diretoria. O desempenho no campeonato deste ano não anda nada animador.

Mas daí a dizer que o clube não existe mais, vai uma grande diferença. O ator Bruno Mazzeo, que faz o ótimo programa Cilada, no canal Multishow (já exibido também em quadro do Fantástico), estreou hoje,  no novo caderno de esportes de O Globo.

Em sua estréia, ele escreveu que o irmão dele não sofre mais com futebol, pois ele é Goytacaz e o time não existe mais. Veja abaixo:

Comentar
Compartilhe
Lindinho
12/04/2010 | 06h48

A presença de Lindberg Farias ontem, em Campos, na Feijoada da Folha, causou boa impressão na maioria dos presentes ao evento. Simpático, articulado, cumprimentando a todos e contando com um carisma impressionante, o ex-prefeito de Nova Iguaçu sai da cidade com algumas intenções de voto na conta para sua candidatura ao Senado.

Com um bom espaço na TV para a campanha, apoio de Sérgio Cabral e de Lula e um trabalho de corpo a corpo intenso, com este carisma, dificilmente Lindberg deixará de se eleger senador.

Comentar
Compartilhe
Flamengo X Botafogo - 4ª parte
12/04/2010 | 06h29

Entre a lógica e a intuição, deu o que sempre prevalece na maioria dos casos, a lógica. A história recente dos estaduais indicava, nos jogos decisivos, a supremacia do Botafogo sobre o Fluminense e a do Flamengo sobre o Vasco. Botafogo e Flamengo tinham melhores aproveitamentos nos clássicos neste ano. Ambos venceram e foram à final.

Vi somente os melhores momentos do jogo de ontem. O jogo pareceu ser bem equilibrado, com dois lances, com interferência da arbitragem, decidindo o jogo.

O pênalti para o Fla me pareceu polêmico. Léo Moura não é calçado por baixo por Márcio Careca. A dúvida é se a mão do jogador vascaíno tem força ou não para derrubar o lateral rubro-negro. Assim como no Fla 1x0 Vasco, acho mais que Léo Moura usou a experiência e cavou um pênalti, convertido por Vágner Love, que já havia feito o primeiro gol.

No final do jogo, o juiz não marcou um pênalti claro para o Vasco, quando Williams estendeu a mão e desviou a bola cabeceada por Thiago Martinelli, após a batida de um córner. O zagueiro vascaíno já havia marcado um gol no jogo e também já havia marcado contra o Flu, sempre de cabeça em cobrança de escanteio.

Não se sabe se o pênalti seria convertido, pois Bruno é ótimo pegador de pênaltis e o Vasco já havia perdido dois pênaltis no jogo anterior (com Dodô, que não estava mais em campo) contra o Fla. De toda maneira, foram dois lances capitais e a torcida vascaína tem todo o direito de reclamar.

Veja abaixo os melhores momentos e tire as suas próprias conclusões:

Botafoguenses em peso torceram pelo Vasco ontem. Mas, não teve jeito, terão o Flamengo de novo pela frente, pelo 4º ano seguido. O roteiro parece ser idêntico ao ano passado, com uma diferença que pode fazer a diferença: Joel Santana.

Certamente virá um inédito tetra. O primeiro tetracampeonato do Flamengo, se igualando a Botafogo e Fluminense, que já foram tetras, ou o tetra-vice do Botafogo.

Comentar
Compartilhe
A tragédia se repete
11/04/2010 | 11h29

Poucos povos no mundo são tão sofridos quanto os poloneses, dominados durante séculos. Ontem, o avião que levava o presidente da Polônia e a cúpula dos comandos civil, militar e econômico do país caiu na Rússia, matando todos os seus 97 ocupantes.

Leia aqui e aqui, no Globo Online, e no blog Da Rússia, maiores detalhes e veja abaixo um vídeo postado no YouTube sobre o pouco que restou ao avião presidencial polonês, que mostra claramente porque é praticamente impossível alguém sobreviver a um desastre aéreo.

 

A cúpula polonesa viajava para Smolensk, na Rússia, para participar da cerimônia em homenagem ao massacre de Katyn, ocorrido há 70 anos atrás. Foi ali, nas florestas de Katyn, nos arredores de Smolensk, que a polícia secreta russa, a comando de Stalin, executou a sangue frio milhares de soldados poloneses, em 1940, durante a II Guerra Mundial.

O fato somente veio a tona após o rompimento da aliança entre Alemanha e URSS, durante a guerra. Os nazistas, para mostrar que os russos eram cruéis, denunciaram o massacre e abriram as valas comuns onde jaziam os corpos dos executados poloneses. O Ocidente, então aliado da URSS contra Hitler, se calou durante anos sobre Katyn.

Em 2007, foi feito, na Polônia, um excelente filme sobre o massacre de Katyn. Veja abaixo o trailer, em português, e acesse aqui o site oficial do filme, que concorreu ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2008.

O filme pode ser visto no YouTube, em partes e com legendas em inglês. A 1ª parte pode ser assistida aqui. Este ano tinha sido a primeira vez que um líder russo convidou líderes da Polônia para as cerimônias fúnebres de Katyn. Após 70 anos, os poloneses continuam chorando os seus mortos em Katyn, lugar de trágicas coincidências para o país.

Comentar
Compartilhe
Caderno de esportes
11/04/2010 | 09h03

O jornal O Globo estreou hoje um novo caderno de esportes, que passará a ser diário. Anteriormente o caderno só era publicado às segundas-feiras ou em ocasiões de grandes eventos esportivos, como Copa do Mundo e Olimpíadas.

A mudança pretende dar um maior destaque aos demais esportes, sempre preteridos pela cobertura futebolística. O caderno visa também os eventos que se aproximam no Rio e no Brasil, como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas em 2016.

Daria nota 7 para a estréia hoje. O projeto gráfico é interessante. A entrevista de Romário, fora os desne-cessários palavrões publicados, está muito boa. Porém, há alguns erros de avaliação, no meu ponto de vista.

Com 12 páginas para esportes, a cobertura do bom jogo Botafogo 3x2 Fluminense está tímida. Há matérias especiais demais, em que pese ser domingo um dia de leitura mais contemplativa. Deveria ter sido aberto mais espaço para o noticiário. Os campeonatos nacionais de basquete e vôlei estão pegando fogo.

Além disto, há, no próprio site da GloboEsporte.Com, colunistas-blogueiros que são melhores do que os colunistas escolhidos para reforçar o time que já contava com Fernando Calazans e Renato Maurício Prado.

Comentar
Compartilhe
Botafogo vira-vira e está na final
10/04/2010 | 21h18

Palpite feito, palpite errado. Em um bom jogo, com duas viradas, o Botafogo manteve a escrita, pelo quarto jogo decisivo seguido, e eliminou o Fluminense, vencendo por 3x2. Na hora decisiva, além da escrita, valeu a estrela de Joel Santana, do garoto Caio e do já famoso jogo aéreo alvinegro.

Logo no início o Botafogo fez 1x0, em gol de cabeça de Loco Abreu, após cobrança de falta. Pouco depois, o juiz marcou um polêmico pênalti para o Flu, em uma jogada em que não houve intenção de Leandro Guerreiro de colocar a mão na bola, apesar de estar com o braço fora de seu corpo. Fred bateu e perdeu.

Dominando completamente o 1º tempo, o Flu empatou, com Fred, após boa jogada de Diguinho, e virou com Fred, após cruzamento de Alan, em jogada iniciada por Diguinho. O artilheiro tricolor se redimia. O Botafogo nada fez, somente deu chutões de qualquer lugar para a área, em busca da jogada aérea.

Joel mexeu no intervalo e lançou Edno e Caio, tirando o seu time da retranca. Com isto, o Botafogo equilibrou o jogo e passou a levar mais perigo no 2º tempo, sob o olhar espectador de Cuca. O Flu recuou e passou a fazer muitas faltas, dando chance a jogada aérea do Botafogo.

Alan perdeu a chance de fazer 3x1, em passe de Fred. Em cobrança de falta para o alvinegro, houve um bate rebate e a bola sobrou para Fahel, que bateu fraco. Rafael, como diria o Fantástico, foi com mão de maionese na bola e ela entrou.

O jogo ficou aberto e qualquer coisa poderia acontecer. Em cobrança de escanteio, a zaga tricolor rebateu e a bola caiu na meia-lua da grande área nos pés do talismã Caio, que chutou a meia-força. Herrera, em impedimento, abriu as pernas, deixando a bola passar e enganando o goleiro tricolor. O gol irregular decretava a virada do Botafogo, com 3 gols originados em bolas paradas alçadas para a área.

Cuca aí mexeu no time, acabando por desarruma-lo por completo, e o Flu tentou empatar no abafa. Com a expulsão do zagueiro tricolor Cássio e o time desarrumado, o Botafogo teve ainda duas chances para fazer o quarto gol, mas bola nos pés não é o forte de Loco Abreu. Brilhou a estrela de Joel, maior campeão estadual, que fez a trifeta, vencendo neste ano Fla, Vasco e Flu em jogos decisivos.

Várias coincidências marcam o resultado. Fahel mais uma vez fez um gol decisivo em uma semi-final contra o Flu. Em 2009, ele marcou na vitória por 1x0 na semi-final da Taça GB (leia aqui). Em outro jogo decisivo, um centroavante tricolor perde um pênalti contra o Botafogo. Washington havia perdido em 2008, na final da Taça Rio (leia aqui).

Além disto, o Botafogo, como em 2009, vai à final da Taça Rio, podendo ser campeão estadual direto, algo que não acontece desde 1998, com a conquista do Vasco no ano de seu centenário. Mas também pode ter o Flamengo de novo na decisão e amargar um bi-vice na Taça Rio e um inédito tetra-vice estadual.

Comentar
Compartilhe
Finalistas
10/04/2010 | 18h29

Daqui a alguns instantes começa de verdade o 2º turno do Campeonato Estadual. As semi-finais entre Fluminense X Botafogo, hoje, e Flamengo X Vasco, amanhã, definem os finalistas da Taça Rio. Como já foi escrito aqui, tudo pode acontecer, pois o equilíbrio é total.

Quem quiser escolher um favorito, deve procurar algum critério para isto. Se for procurar o histórico recente, dos últimos duelos entre os times, vai definir Botafogo X Flamengo como finalistas, uma vez que o Botafogo venceu os últimos 3 duelos decisivos no Estadual contra o Flu e o Fla venceu todos os últimos embates decisivos com o Vasco.

Já se for procurar o retrospecto do atual campeonato, nenhum time grande convenceu de fato. Nos clássicos, o desempenho foi: Flamengo 58% (venceu Flu e Vasco, em jogos duros, perdeu uma e empatou outra com o Botafogo), Botafogo 47% (venceu uma e empatou outra com o Fla, venceu uma e perdeu outra para o Vasco, e perdeu para o Flu), Vasco 47% (venceu uma e empatou outra com o Flu, venceu uma e perdeu outra para o Botafogo, e perdeu para o Fla), Fluminense 33% (venceu o Botafogo, perdeu uma e empatou outra com o Vasco, e perdeu para o Vasco).

Pelo % de aproveitamento, a final seria Flamengo X Botafogo, de novo. Quem procurar pela qualidade dos elencos, define que os finalistas seriam Flamengo e Fluminense, que tem os melhores talentos individuais, repetindo a final da Taça Rio de 2005.

Porém, tudo isto se esvai quando se trata de clássicos. O meu palpite, mero palpite diante de tantas possibilidades, com probabilidade de acerto de 16,67%, é que a final será entre Fluminense e Vasco, mudando o quadro de finalistas dos estaduais recentes. A conferir.

Comentar
Compartilhe
Como o IPVA do Rio ficou tão caro
08/04/2010 | 11h08

A recente polêmica sobre a evasão fiscal do IPVA praticada pela grande maioria dos campistas e residentes em municípios desta região, próxima a divisa com o Espírito Santo, ao emplacar os seus veículos no estado vizinho, reacendeu o debate sobre as alíquotas cobradas por este imposto no estado do Rio.

O IPVA foi instituído em 1985, pelo governador Leonel Brizola (veja aqui a lei), com alíquota de 5% para carros importados, 3% para carros de passeio e utilitários, de 2% para veículos a álcool e de 1% para motos. Estas alíquotas são aplicadas na tabela de veículos da Secretaria de Fazenda, que tem valores reajustados anualmente, de acordo com os preços de mercado.

Em 1997, no governo Marcelo Alencar, foi retirada a diferenciação que cobrava uma alíquota maior para os veículos importados (aqui), já que com o desenvolvimento do mercado automobilístico brasileiro o importado não era mais um artigo de luxo.

A segunda grande mudança ocorreu em 29 de dezembro de 1999, no final do 1º ano do governo de Anthony Garotinho, 14 anos depois de instituído o imposto. O IPVA foi elevado para sua maior alíquota: 4% para carros de passeio e caminhonetes, 3% para utilitários, 2% para veículos a álcool, motos e ônibus e 1% para veículos a gás.

Leia aqui a lei na íntegra e veja abaixo um trecho dela:

Garotinho, assim, aumentou o imposto e a arrecadação. Caminhonetes  e carros de passeio aumentaram a alíquota de 3% para 4%, ônibus e motos de 1% para 2%. O único ponto pró-contribuinte foi o estímulo dado para veículos a gás, com a baixa alíquota de 1%.

Grande parte da base de contribuintes foi atingida com o aumento, cobrado a partir do ano de 2000. Os proprietários de veículos passaram a buscar soluções para estar com o imposto em dia. As alíquotas de 2% do estado vizinho do Espírito Santo, que baixavam o imposto à metade, passaram a ser atrativas.

Lentamente foi acontecendo em Campos, Itaperuna, Bom Jesus e vários outros municípios próximos à divisa uma grande migração de veículos do estado do Rio para o Espírito Santo, chegando ao estágio atual.

Comentar
Compartilhe
Boa intervenção
07/04/2010 | 19h12

Foi feita pela Prefeitura de Campos uma boa intervenção, na ótica do melhor fluxo de veículos, na rua Saldanha Marinho, no quarteirão que passa ao lado da Praça da República.

Foi eliminada por completo ali a possibilidade de estacionamento no lado direito da rua, ao lado da praça, criando, na prática, uma 3ª faixa de rolamento, dando mais fluidez ao trânsito naquele complicado trecho. A mudança ainda facilita o acesso à Beira-Valão, para quem vai em direção ao Centro.

É claro que tem também os seus efeitos colaterais, com a diminuição do já reduzido número de vagas na área central da cidade. Para o bem coletivo, porém, o meu ponto de vista é que a mudança é boa e benéfica, sendo um exemplo de como simples medidas podem melhorar o trânsito.

Comentar
Compartilhe
Falta de juízes
07/04/2010 | 15h00

A falta de juízes, já alertada neste espaço por duas vezes, em 29/09/2009 (aqui) e em 13/02/2010 (aqui), foi tema de um completo e aprofundado post no blog Opiniões, de Aluysio Abreu (leia aqui), que faz um raio-X completo na questão e no quadro atual de juízes da Comarca de Campos.

O assunto também foi repercutido hoje na edição impressa da Folha da Manhã. A OAB finalmente agora parte para uma maior mobilização que chame a atenção para o problema, além dos procedimentos burocráticos, necessários, já realizados junto ao TJ-RJ.

Comentar
Compartilhe
Porque Gabeira não quer César Maia
06/04/2010 | 18h22

A edição do jornal O Globo de hoje mostrou o porquê de Fernando Gabeira, candidato ao governo do estado do Rio pelo PV, não querer César Maia, candidato a senador pelo DEM, em sua chapa. Veja ao lado a nota do Panorama Político, publicada na nobre página 2 de O Globo.

Um membro da cúpula do PV fluminense me confidenciou ontem que o partido tinha uma pesquisa no qual 20% dos atuais eleitores de Gabeira mudariam o seu voto se ele estivesse aliado a César Maia, o que bate com a informação ao lado.

É um argumento mais do que respeitável, mas que deve ser contrabalançado com o tempo de TV que a aliança com o DEM-PSDB traria. Este fator também deveria ter sido analisado por Gabeira antes de firmar aliança com César Maia, pois o rompimento agora é pior do que se a aliança nunca tivesse existido.

Além disto, mostra que Fernando Gabeira precisa mostrar mais firmeza em seus posicionamentos, sendo menos volúvel e mais coerente com a sua bela biografia escrita até hoje.

Comentar
Compartilhe
Mal de saúde
05/04/2010 | 13h29

Se agravou ainda mais a situação financeira de um hospital em Campos. Parece não haver outro caminho que não seja a recuperação judicial, que deve ser anunciada em breve. A recuperação judical é a nova roupagem da Lei de Falências para a concordata.

Comentar
Compartilhe
Americano se livra do rebaixamento
04/04/2010 | 20h34

Silésio Corrêa - Folha da ManhãA vitória de 2x0 sobre o Resende, hoje, em Campos, coroou uma espetacular reação que levou o Americano a ganhar 10 pontos dos últimos 12 em disputa, incluindo uma vitória épica sobre o Vasco no Rio, e escapar do rebaixamento na última rodada, contra todos os prognósticos.

Parabéns ao técnico Toninho Andrade, aos jogadores e a torcida alvinegra. Quantos aos dirigentes, não fizeram mais do que sua obrigação. Que tenham aprendido a lição e planejem melhor a próxima temporada. Veja aqui a matéria da Folha Online sobre o jogo.

Silésio Corrêa - Folha da ManhãEm um estranho regulamento, Resende, Duque de Caxias e Friburguense disputarão um triangular para ver quem se juntará ao Tigres na queda para a Segunda Divisão, aonde o rival do Americano, o Goytacaz, deverá os esperar. Pelos critérios normais, o segundo rebaixado seria o Resende.

Nos outros jogos, tudo como previsto, apesar dos sustos que o Vasco causou em sua torcida, no jogo em que ganhou de 4x3 do Duque de Caxias. O time da Baixada Fluminense é a nova casa do clã Eurico Miranda. Imagine o que o ex-presidente vascaíno iria aprontar se eliminasse o time dirigido pelo seu desafeto Roberto Dinamite.

Como previsto aqui no sábado retrasado, o Vasco reagiu e se classificou. E, como escrito aqui no domingo passado, as semi-finais serão Botafogo x Fluminense e Flamengo x Vasco. O jogo do domingo deverá ser Fla x Vasco, por serem as maiores torcidas. Favoritos? Ninguém. O equilíbrio é total.

Comentar
Compartilhe
Somos todos católicos?
04/04/2010 | 09h11

Reza a tradição católica que na Sexta-feira Santa, dia da Paixão de Cristo, não se pode comer carne vermelha. Em virtude disto, o peixe se transforma no prato do dia e os seus preços normalmente vão as alturas. É a velha lei da oferta e procura.

Uma rápida circulada pela cidade na sexta-feira, porém, mostrou que esta tradição já teve mais força. Restaurantes tradicionais de carne vermelha, como o Aquarius (no meu ponto de vista a melhor carne de Campos) e Quartel do Chopp, estavam bem cheios e servindo picanhas à vontade.

Os restaurantes de fast-food também tinham bom movimento, especialmente à noite, já que o almoço em família na Sexta-Feira Santa é uma tradição quase que ecumênica. Os hambúrgueres de carne foram consumidos à vontade, chegando a acabar o estoque no fim de noite. Os produtos alternativos à carne vermelha, que tiveram estoque reforçado, não tiveram tanta saída.

Comentar
Compartilhe
Exclusividade
03/04/2010 | 09h15

Itaú PersonnalitéEstão a pleno vapor as obras da antiga agência do Unibanco, localizada na esquina das ruas Alvarenga Filho (prolongamento da Saldanha Marinho) e Voluntários da Pátria, próximo ao Shopping Pelinca Square, na região da Pelinca.

Funcionará ali a primeira agência do Itaú Personnalité em Campos. Os clientes daquela agência do Unibanco que forem pessoa física e especiais Uniclass se transformarão em clientes Itaú Personnalité. Os demais clientes, incluindo todas as pessoas jurídicas, foram transferidos para o Itaú da Avenida Pelinca.

As mudanças já fazem parte da integração causada com a fusão Itaú-Unibanco. É o segmento exclusivíssimo chegando a Campos, prova irrefutável que aqui circula muito dinheiro.

Comentar
Compartilhe
O Dia - do auge à decadência
02/04/2010 | 21h03

O Dia pertenceu durante décadas ao ex-governador Chagas Freitas. Era um jornal extremamente popular, com muito sangue na capa. Vendia, nesta época, em torno de 180.000 exemplares diários. Sua grande transformação começou com a venda para Ary Carvalho, em 1983.

Em 1987, Ary fez uma grande reforma gráfica e editorial em O Dia, investindo pesadamente em bons profissionais, qualificando sua redação, trazendo um visual moderno, com muitas cores para suas páginas, e muitas promoções. A resposta dos consumidores foi imediata, levando o jornal a inimagináveis 900.000 leitores no domingo.

Junto com a circulação, veio o faturamento. E junto do crescimento, veio o incômodo ao gigante O Globo. A concorrência levou O Globo a se mexer, mudando o seu visual e investindo em equipamentos e melhorias gráficas, levando mais cores para as suas páginas.

ExtraPorém, o tiro certeiro da Infoglobo, que edita o jornal O Globo, veio 11 anos depois, em abril de 1998, com o lançamento do Extra. O novo jornal popular, voltado para a classe C e com muitas promoções, foi criado exatamente para brigar com O Dia e tirar O Globo desta briga, colocando-o num patamar de jornal mais qualificado.

Já em seu lançamento O Extra alcançou a tiragem de 110.000 exemplares. Pouco a pouco foi conquistando leitores de O Dia, até ultrapassa-lo como jornal de maior circulação do estado, alcançando depois o título de jornal com mais leitores no país.

Em dezembro de 1998, O Globo inaugurou o maior parque gráfico da América Latina, dando capacidade industrial folgada para todos os seus projetos de crescimento.

Com o falecimeto em 2003 de Ary Carvalho, as três herdeiras Gigi, Eliane e Ariane iniciaram um disputa pelo controle do grupo. Ariane assumiu a direção, mas depois perdeu o posto no ano seguinte para um suposto e ilógico rodízio entre elas. Gigi assumiu o posto.

Meia-HoraPara combater o Extra, O Dia lançou o jornal popular Meia-Hora, em outubro de 2005. A idéia era posicionar o Meia-Hora para brigar com o Extra, deixando caminho aberto para O Dia brigar com O Globo. O Meia-Hora foi um sucesso de circulação, conquistando grande números de leitores.

Tiro certeiro? Não, tiro no pé. O Meia-Hora tirou leitores do Extra, mas tirou muito mais leitores de O Dia, canibalizando o mercado e levando o Grupo O Dia a perda de publicidade.

ExpressoEm março de 2006, a Infoglobo lança o Expresso, para combater o Meia-Hora. A idéia foi posicionar o Expresso para brigar com o Meia-Hora nas classes C e D, o Extra para brigar com O Dia nas classes B e C (maioria), deixando O Globo sem concorrentes nas classes A e B.

A Infoglobo teve sucesso em sua estratégia. O Extra e O Globo, voltados para classes distintas, continuaram na disputa pela liderança no estado, seguidos em distância segura pelo Meia-Hora, enquanto O Dia iniciou uma queda sem fim de circulação e faturamento.

ExtraExpressoO Globo

 

O DiaSem rumo, O Dia ainda fez uma desastrada mudança de formato, saindo do standard e migrando para o berliner, tamanho similar ao tablóide, e lançou o jornal O Campeão, em outubro de 2009, fracasso de vendas. Já sem alternativa, Gigi deixou a direção em janeiro deste ano, preparando o terreno para a venda anunciada ontem.

A missão do grupo português, novo dono de O Dia, é reverter o quadro desfavorável. O IVC de fevereiro mostrava, no estado do Rio: Extra em 1º (3º no país) com 272 mil exemplares, O Globo em 2º (4º no país) com 251 mil, Meia-Hora em 3º (8º no país) com 144 mil, O Dia em 4º (18º no país) com 56 mil.

Para se ter uma idéia da crise atual, o jornal Meia-Hora perdeu 75 mil leitores em 1 ano, enquanto O Dia decresceu 36 mil.

Comentar
Compartilhe
Venda do jornal O Dia
02/04/2010 | 12h43

O DiaFoi anunciado ontem, oficialmente, a venda dos jornais do Grupo O Dia para a Ejesa, que edita o jornal Brasil Econômico em São Paulo. A transação gira em torno de US$ 75 milhões e inclui os títulos O Dia, Meia-Hora, O Campeão, O Dia Online, a gráfica, a empresa de distribuição e os imóveis. Ficou de fora, por enquanto, apenas a rádio FM O Dia. 

EjesaA Ejesa tem composição societária de 30% do grupo português Ongoing Strategy Investments e 70% da brasileira Maria Alexandra Mascarenhas de Moraes, casada com o português que é dono da Ongoing. Claramente o grupo português é dono de toda a Ejesa e a presença de Maria Alexandra se justifica somente para cumprir a lei, que não permite que estrangeiros tenham mais de 30% do capital de um grupo de mídia.

Pelos dados do IVC de 2010, o jornais do Grupo O Dia tiveram este ano o seguinte número médio de leitores: Meia Hora - 150.660, O Dia - 56.443, O Campeão - 12.391. Os principais jornais do grupo, Meia Hora e O Dia, tiveram queda em 2009 bem acima da média do mercado. O Meia Hora caiu 19,8%, enquanto O Dia 31,7%. Diante de quedas sem fim na circulação e no faturamento, não foi surpresa para quem é do mercado, a notícia da venda. 

Fontes: O Globo, IVC

Comentar
Compartilhe
Mar de gente
01/04/2010 | 19h27

As férias escolares do verão representam um período no qual muitas famílias saem de férias, sendo algumas em injustificáveis dois meses, deixando a cidade, que já não conta com os universitários de fora nesta época, mais vazia.

Ainda que ano a ano este fenômeno esteja diminuindo, devido, entre outros fatores, a maior dificuldade de se ganhar dinheiro e a maior concorrência, quem depende do fluxo de pessoas para o seu negócio sente a mudança.

Passadas as férias e a semana do carnaval, o ano finalmente começa para a maioria, com o movimento voltando ao normal em março, para muitos, e em abril, para outros, já que muitas famílias passam março penduradas com as dívidas das férias, carnaval, matrícula, material escolar e impostos como IPVA e IPTU.

CABQuem consegue medir o seu fluxo de clientes vê claramente esta situação, que é facilmente detectada também para quem está com o umbigo debaixo do balcão de vendas. Um bom exemplo é o Shopping Avenida 28. Ainda que ano a ano a queda de clientes no verão seja menos acentuada, ela acontece.

Passado o verão, o fluxo vem com força, com média acima do normal. Em março quem frequentou o shopping viu o bom fluxo, principalmente aos sábados, quando um mar de gente invade os corredores em busca de compras, entretenimento e lazer.

Veja a quantidade de clientes aos sábados no Shopping Avenida 28, medida por seu sistema de contagem de fluxo:

06/03 - 11.077 13/03 - 10.364 20/03 - 10.830 27/03 - 11.188

Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Christiano Abreu Barbosa

[email protected]