Onda de colorir chega às cuecas
25/07/2015 | 03h36
Cueca da Trave Underwear: aposta para o dia dos pais Foto: Reprodução/Facebook Febre do mercado editorial brasileiro depois do livro "Jardim Secreto", da ilustradora britânica Johanna Basford, a sugestão de colorir cuecas é lançada pela marca de underwear friburgense "Trave Underwear". A nova coqueluche nacional de colorir livros, criticada por alguns intelectuais como Zuenir Ventura, "Ainda vamos sentir saudades dos edificantes compêndios de autoajuda, por sua profundidade", é mesmo um filão comercial. Segundo o 3º Painel das Vendas de Livros do Brasil, divulgado no mês de junho pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel) e pelo Instituto de Pesquisa Nielsen, o mercado editorial foi salvo pela onda dos livros para colorir, um dos maiores sucessos dos últimos tempos. Sozinhos, eles renderam mais de R$ 25 milhões entre janeiro e maio. A febre das “cores” garantiu um salto de 8,83% no volume de faturamento total.
Agora, no rastro da tal febre dos livros para colorir a Trave Underwear, de Nova Friburgo, região serrana do Rio de Janeiro, investe na "cueca para colorir" como presente para o dia dos pais.
A peça de algodão, nos tamanhos adulto e infantil,  pode ser personalizada com canetas especiais para tecido. Já lançada nas redes sociais da marca, chegará às lojas na próxima semana. O preço será R$ 25.
— A ideia veio do próprio diretor da empresa, que estava colorindo um livro para desestressar. Fizemos um floral bem parecido com o do livro "Jardim Secreto", inserindo outros elementos, e também criamos uma outra estampa, geométrica — conta a estilista da Trave, Paloma Loretti.
Para a estilista, o lançamento não corre o risco de sofrer com o saturamento de produtos para colorir que continua em alta desde o lançamento do livro "Jardim Secreto", da ilustradora britânica Johanna Basford.
— (A moda) pode ser demais dependendo do público. Para o infantil nunca é demais. A ideia é que a criança brinque, personalize a sua cueca e possa dar a outra de presente para o pai — sugere a estilista.
Fonte G1
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Luciana Portinho

[email protected]