"Meninas de Guarus"
16/06/2012 | 10h20
A imagem abaixo, um óleo sobre linho, do pintor espanhol catalão Ramon Casas, denunciava a violação de meninas-moças. Na virada do século XIX, corria a crença de que a  sífilis poderia ser completamente curada através da relação sexual com moças virgens. A pintura simboliza o drama da agressão na menina nua deitada no chão, cercada por rosas cujas pétalas (assim como ela) foram rasgadas. Poderia também simbolizar o criminoso caso ocorrido, cerca de três anos, em Campos, conhecido como o das "Meninas de Guarus". Um pesado manto negro foi jogado em cima do crime, ainda sem solução. [caption id="attachment_4095" align="aligncenter" width="500" caption="Ramon Casas, Flores sem pétalas, 1894. "][/caption]

 

Comentar
Compartilhe