Caroço de manga
17/12/2015 | 12h06
Há meses acompanhamos os capítulos da cruzada nacional contra o deputado federal Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara. Transformou-se no inimigo número um do brasileiro. Encarnou todas as mazelas inscritas na imagem que a população faz do político dos dias de hoje. É típico da nossa cultura personificar o mal. Passo seguinte: odiá-lo. Parece que assim exorcizamos das nossas vidas tudo aquilo que sabemos ser trabalhoso corrigir. É aquele toque de varinha mágica que no fundo desejaríamos real. Agora, esta novela se aproxima do fim e, na vida real outros surgirão para nos atazanar. [caption id="attachment_9509" align="aligncenter" width="534"]FullSizeRender(30) Charge, publicada no dia 11 de dezembro de 2015, na Folha de São Paulo[/caption]    
Comentar
Compartilhe
Mais um rebaixamento, o que diz o brasileiro
16/12/2015 | 03h11

Com reprovação de 70% da população brasileira, segundo pesquisa do Ibope divulgada ontem (15), o Governo Dilma recebe o segundo rebaixamento nesta quarta-feira (16). A agência de classificação de risco Fitch rebaixou a nota do Brasil, tirou o grau de investimento do país.

Pelos dados levantados da pesquisa Ibope são estes os percentuais de avaliação dos eleitores ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT):
- Ótimo/bom: 9% - Regular: 20% - Ruim/péssimo: 70% - Não sabe: 1% O Ibope também ouviu a opinião dos eleitores por área de atuação do governo. São essas as respostas: Combate à fome e à pobreza Aprovam: 27% Desaprovam: 71% Não souberam/Não responderam: 2% Educação Aprovam: 22% Desaprovam: 76% Não souberam/Não responderam: 2% Meio Ambiente Aprovam: 21% Desaprovam: 74% Não souberam/Não responderam:  5% Saúde Aprovam: 14% Desaprovam: 85% Não souberam/Não responderam:  1% Segurança Pública Aprovam: 13% Desaprovam: 85% Não souberam/Não responderam: 2% Combate à inflação Aprovam: 12% Desaprovam: 85% Não souberam/Não responderam: 3% Combate ao desemprego Aprovam: 12% Desaprovam: 87% Não souberam/Não responderam: 1% Taxa de juros Aprovam: 7% Desaprovam: 91% Não souberam/Não responderam: 2% Impostos Aprovam: 7% Desaprovam: 91% Não souberam/Não responderam: 2% [caption id="" align="aligncenter" width="542"] Charge do Laerte, publicada ontem (15), no jornal Folha de São Paulo[/caption]
Comentar
Compartilhe
Cassado mais um
31/07/2013 | 09h01
TRE-RJ afasta prefeito de Engenheiro Paulo de Frontin Por unanimidade, o TRE-RJ determinou o imediato afastamento do prefeito de Engenheiro Paulo de Frontin, Marco Aurélio Sá Pinto Salgado (PMN), e da vice, Maria Clara Motta Schimidt (PMDB). Na sessão desta segunda-feira, dia 29, eles tiveram a cassação confirmada pela prática de compra de votos e abuso do poder político e econômico durante a campanha eleitoral de 2012. O Tribunal expediu ofício para que a Câmara de Vereadores dê posse ao segundo colocado no pleito, João Carlos do Rego Pereira (PDT). O prefeito cassado, Marco Aurélio Salgado, e a vice Maria Clara Schimidt também ficaram inelegíveis por oito anos. Eles ainda podem recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília. No dia 3 de outubro, às vésperas da votação do primeiro turno das eleições 2012, uma denúncia anônima levou policiais militares do 10º BPM a flagrar a entrega de tijolos, pagos pela Prefeitura, ao pastor Dirceu Vasco Cinelli, na sede da Igreja Evangélica Mundial. Sacos de cimento também haviam sido distribuídos a moradores dos distritos de Morro Azul e Sacra Família do Tinguá, em troca de voto. O esquema envolvia a loja Eron Materiais de Construção Ltda e o comitê eleitoral da chapa liderada por Marco Aurélio Salgado, que renunciara ao cargo de vice-prefeito de Engenheiro Paulo de Frontin para se candidatar à Prefeitura do município. Ascom TRE-RJ
Comentar
Compartilhe
Senado devolve mandato a Prestes
18/04/2013 | 06h11
O Senado aprovou por unanimidade, na terça-feira (16), o projeto de autoria do senador Inácio Arruda (PCdoB-CE) que declara nula a Resolução da Mesa do Senado Federal que extinguiu o mandato do senador Luiz Carlos Prestes (desenho) e do seu suplente, Abel Chermont, adotada em 9 de janeiro de 1948. O Senado fará um ato para fazer a entrega simbólica do mandato aos familiares de Prestes e seu suplente.

A proposta recebeu parecer favorável do relator, senador Antonio Carlos Valadares, e foi aclamada pelos líderes de todos os partidos presentes na Casa, que se revezaram em apartes exaltando a figura e a luta do senador comunista que integrou a Assembleia Constituinte de 1946.  “Estamos realizando um reparo histórico de uma injustiça, de um ato arbitrário perpetrado contra a democracia no passado. Estamos tirando uma mácula desta Casa”, afirmou o senador Inácio Arruda, que leu carta da viúva de Prestes, dona Maria, agradecendo aos senadores pela decisão tomada. “O Senado Federal, ao anular a cassação de Prestes, realiza um ato de justiça histórica. O Cavaleiro da Esperança não foi cassado por ser corrupto ou por ter realizado ações contra os interesses públicos nacionais. Ele foi arrancado do Senado Federal por sua ideologia, sua luta pelo socialismo que tinha como bandeira a entrega dos meios de produção aos trabalhadores e as terras para quem nela trabalha. Neste momento, não posso deixar de lembrar os nomes de alguns deputados cassados naquele ano: João Amazonas, Jorge Amado, Carlos Marighella, Gregório Bezerra, entre tantos outros. Será que não chegou a hora de anular todas as cassações dos comunistas em 1947? Inclusive, nas Assembleias Legislativas e Câmaras Municipais de todo o Brasil?”, escreveu dona Maria Prestes (foto). do sítio www.vermelho.org.br

 
Comentar
Compartilhe
BOCADA BOA- TRÊS TIGRES
30/09/2012 | 11h37
E deu no que deu, viramos besteirol nacional das redes sociais e blogosfera. Trago lá do FACEBOOK. Ao menos, rir faz bem para a saúde. Divirtam-se. [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=-udBGGUC7tI[/youtube]
Comentar
Compartilhe
Aos nossos tempos
19/10/2011 | 09h04
[caption id="attachment_2936" align="aligncenter" width="300" caption="Circula na Web"][/caption]

 

Comentar
Compartilhe
SEM PALAVRAS
18/10/2011 | 10h22
luciana portinho Há exato um mês fiz uma postagem questionando a falta de polidez política do atual Secretário de Governo o Sr. Pudim, ver aqui  http://www.folha1.com.br/_midias/wp/blogs/lucianaportinho/2011/09/19/bravata-e-jactancia/. Hoje, tomamos conhecimento de uma parte do discurso da atual Prefeita, no encontro realizado ontem em praça pública, no Rio de Janeiro. Para azar nosso, circula a  galope por toda web. Nele, a quebra de decoro pela autoridade máxima da família que governa Campos é chocante. É de  uma zona próxima a um linguajar de 'zona'. Nem vamos  transcrevê-lo. Melhor que fechem os olhos e escutem na voz da dela. Cada qual conclua com sua inteligência e sensibilidade. [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Pw3XwSOCU5k[/youtube]
Comentar
Compartilhe
CAMPOS NO ISOLAMENTO
17/10/2011 | 07h28
luciana portinho De tanto que fizeram, enfim conseguiram isolar Campos. Inacreditável que qualquer governante no domínio de sua maturidade racional se esforce para enfiar uma cunha entre a sua população e todas as demais. Costurar o seu próprio isolamento ponto a ponto?!  Vocês verão amanhã, 18/10, na capa da Folha da Manhã, a matéria sobre o ato de hoje no Rio de Janeiro. Observem bem a foto do palanque. Não tem viva alma além da família que hoje domina a ferro e fogo a PMCG. Nada contra as pessoas. Tudo contra a forma populista e autoritária de fazer política. Um palanque inexpressivo. Nenhuma figura de expressão da política nacional, nenhum outro município da região do norte fluminense quis participar da manifestação, nenhum representante do governo do estado do Rio de Janeiro. Deu no que deu. Só, nós os campistas representados por governantes que lutam pelo seu umbigo.  O sítio oficial da PMCG fala em dez mil pessoas (sic). Vocês também analisarão a foto aérea do público; apesar de todo o cuidado do exímio fotógrafo Antonio Cruz, se por ali passou 2000 mil pessoas, foi muito. Não há mágica nem foto shop capaz de multiplicar os presentes. Preocupante, ameaçam de novo voltar; desta vez ao Palácio Guanabara e, passo seguinte... Brasília. Quem vai pagar de novo pela caravana de prestadores de serviço e terceirizados que por mais duas vezes serão sutilmente convidados a encherem os ônibus fretados? Quem? Mais dois pontos facultativos a caminho.  
Comentar
Compartilhe
Uma pergunta que não quer calar
17/10/2011 | 01h13
Sérgio Mendes
Tenho sido um defensor intransigente dos royalties para os Municípios e Estados produtores de petróleo.
Tenho divergências com relação a essa manifestação no RJ, porque acho de que o efeito prático que se quer atingir, é muito mais de promoção dos inhos do que a mudança de opinião dos congressistas.
Mas também estou curioso para saber quem está pagando esses 230 ônibus prometidos na Cinelândia.
Fazendo uma conta rápida, na razão de um pelo outro - levando em consideração que alguns ônibus sairão de mais perto - em torno de R$ 2.000, vai dar um total de R$ 460.000.
Será se Lade Kate entrou no rachacha...?
Comentar
Compartilhe
Loucura Total
14/10/2011 | 10h53
Extraído do blog, http://www.odiariodamanha.blogspot.com/. De tão ÁCIDO cura gastrites políticas !  

O louco é, em sua loucura, o próprio momento da verdade. (Foucault)

Comentar
Compartilhe
Próximo >