Um alento para o transitar do campista
19/08/2014 | 11h58

Enfim, saiu no papel o novo traçado que afastará a BR101 da malha viária urbana de Campos. Sexta-feira (15/08), em primeira mão o Blog Ponto de Vista do Crhistiano Abreu Barbosa anunciou aqui e ontem novamente, aqui.

Hoje (19/08), o blog do colega Nino Bellieny, sediado na cidade vizinha de Itaperuna, também levou a notícia à região noroeste, ver aqui.

Agora é esperar que  se cumpra o prazo - três anos- anunciado para conclusão do novo traçado, mas, é um alento e um indicador da irreversibilidade do boom em Campos.

 

Comentar
Compartilhe
A quantificação da vida
21/02/2014 | 04h20
A quantificação da vida BR101 É inaceitável como as autoridades brasileiras “cuidam” dos nossos destinos. Há que se por um fim à política do descaso com a vida humana em nosso país. Os recentes acidentes que envolveram os campistas calaram fundo. É grande a nossa indignação. A cidade inteira ficou espremida frente ao sofrimento dos familiares. Somos obrigados a cruzar a BR101, invariavelmente com o coração na mão. Não é necessário ser um especialista em trafego para saber que a cada ano, desde que a privatização foi feita, as obras essenciais se arrastam. Hoje, ao iniciar a viagem é imprevisível deduzir o tempo da chegada. Chegar já é sucesso. Uma armadilha que nos é imposta por falta de planejamento, gestão e respeito ao cidadão. Sarcasticamente ainda nos exigem pagamento. Até quando?!

--------------------

Mamografia Tão absurda quanto a situação da BR101 que no estado atravessa as nossas vidas, é a portaria nº 1.253, baixada pelo Ministério da Saúde que suprime, pelo SUS, a mamografia bilateral para as mulheres abaixo de 50 anos. Por esta canetada, essa parcela feminina só pode investigar uma das mamas. Qual a motivação da medida que porá em risco a saúde de mulheres de até 49 anos? Má gestão do dinheiro público. Ela e só. Ao proibir a mamografia das duas mamas, “economiza-se” 50%.  Nenhuma outra razão plausível. Sabe-se que cerca de 20% dos casos de câncer de mama atingem mulheres abaixo dessa faixa etária. Ou seja, é deixar de fazer diagnóstico precoce em mulheres jovens, quando o câncer é menos agressivo. O Conselho Federal de Medicina já ingressou na Justiça contra a portaria. Makhoul Moussallem    
Médico e Conselheiro do Conselho Regional e Federal de Medicina
Comentar
Compartilhe
UMA VERGONHA!
26/12/2012 | 07h12
É matéria surrada de tão repetida. Ontem, no final da tarde mais um acidente fatal na BR 101. Ao total, segundo os dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) - na área de cobertura do posto da PRF de Campos, que vai até Macaé - divulgados no final da manhã de hoje, foram duas mortes, 30 feridos em 25 acidentes, nas duas rodovias federais que dão acesso a Campos, BRs 101 e 356, no feriadão do Natal. Passei pela estrada mais cedo, vindo do Rio de Janeiro. Movimentada, mas, nada de anormal a não ser a ausência da PRF. Nos 280 km, não vi um só. Cheguei a comentar minha estranheza face ao anunciado reforço da ‘Operação Natal’.  Basta ver a moto que fotografei em pleno dia; sem placa, sem capacete. Quem trafegava no momento do acidente ficou retido por mais de 2h e 30m, esperando ser liberada a via. Hoje uma gerente de agência bancária em Campos, me disse ter demorado 8h para vir do Rio até Campos. E observem que no Natal as festividades são mais pacatas. [caption id="attachment_5468" align="aligncenter" width="600" caption="Ft.Luciana Portinho"][/caption]

 

É um acinte o modo com que a concessionária Auto Pista Fluminense responsável pela manutenção da rodovia federal administra o andamento da obra de duplicação. Olho, olho e pouco vejo em um ano de movimentação de terra e de pista duplicada. É feito a passo de cágado. Não creiam no calendário anunciado. Pelo ritmo atual, demoraremos ao menos 5 anos para que sejam duplicados os 280km que ligam Campos à capital. Serão mais 5 anos de vidas ceifadas, acidentes, prejuízos materiais e transtornos na vida do usuário que BEM PAGA pelo serviço de péssima qualidade. UMA VERGONHA!  
Comentar
Compartilhe
Na BR 101, manhã com mortes
13/11/2012 | 01h40
No primeiro acidente da manhã, três pessoas morreram  no Km  131 da BR 101.  A concessionária que administra a rodovia, informou que a colisão envolveu dois carros deixou três pessoas mortas e uma ferida, próximo a Carapebus. O sobrevivente foi levado ao Hospital Público de Macaé.
A colisão envolveu um gol prata e uma Mercedes e aconteceu por volta das 7h. As três vítimas fatais, dois homens e uma mulher, estavam no Gol. O condutor da Mercedes, Marcelino Carlos Alves, 30 anos, ficou ferido. Pelo dados do hospital, seu estado é considerado estável.

O acidente causou um engarrafamento de 3km no sentido Espírito Santo e 2km no sentido Niterói. * Fontes: Fotografias enviadas por Karla Bernardes e informações do Folha Online.
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Luciana Portinho

[email protected]