DO CANAVIAL AO PORTO
01/09/2014 | 05h32
   
Comentar
Compartilhe
Aniversário
05/04/2014 | 01h35
Em dia de aniversário da que vos escreve, deixo um presente a você leitor que todos os dias me acena com leitura e comentários. Mais um ano se passa ou eu passo por mais um ano e, a cada um percorrido me certifico que pouco quero além da troca de afeto com a família, da estreita convivência com os amigos e da sensibilidade para as coisas bonitas que a natureza e o ser humano me proporcionam.  Se poder tivesse extirparia o mal e o mau da Terra, seríamos assim mais dignos e irmanados. Como nada sou, procuro fazer a minha minúscula parte nessa grande confusão que é a sociedade que soubemos erigir.  Curtam a fotografia perfeita do campista Dudu Linhares e a pequenina poesia do também campista Artur Gomes. [caption id="attachment_7805" align="alignright" width="465" caption="Ft. Dudu Linhares"][/caption] Poética para Dudu Linhares pássaro pluma voa leve pluma voa sobre o barco/pássaro flutuando na lagoa Artur Gomes  
Comentar
Compartilhe
Nos Tempos da Foto Novela
30/03/2014 | 10h04
Aula de teatro (expressão corporal, atuação, fotografia, filmagem, redação, roteiro e produção). O curso abordará os conceitos básicos da técnica fotográfica e audiovisuais, de utilização da câmera, discussão sobre fotógrafos renomados, conceitos básicos sobre a fotonovela e sua narrativa específica e as ferramentas para a criação de uma fotonovela. . Produção e edição de uma fotonovela. . Entrega de um DVD editado para cada aluno da turma. • Data: Abril a Junho – uma vez por semana (toda quinta-feira) – 3 horas por dia (15h às 18h). . Carga horária: 39 horas • Local: Espaço Multimídia/Sesc. • Público: Terceira Idade e Jovens – capacidade da turma = 45 participantes Inscrições abertas no Sesc Av Alberto Torres, 397 – Centro (22) 2725-1210
Comentar
Compartilhe
A MULA E OS INTERESSES
23/03/2014 | 01h34
Há dois dias, abro os comentários do blog e me deparo com este do poeta, produtor e militante cultural, Artur Gomes. Fiquei surpresa por constatar que um post de oito meses passados, ainda hoje é lido e suscita interesse. Como continua atual, seguem o comentário do Artur, a quem agradeço a gentileza das palavras e o post que o originou. Um bom domingo a todos...e que venham, afinal, as águas para por fim à cobiça. Maravilhoso texto e reflexão Luciana. o verão da família é uma trilha estendida no asfalto revólver carregado na cara da garotinha bala atravessando o farol do trio elétrico e esse povo patético ainda bate palmas pra rosinha metáfora da mula pra eles é pouco Luciana beijos Artur Gomes Para lerem o post original, venham aqui.
Comentar
Compartilhe
"Um cheiro podre no AR"
01/03/2013 | 01h10

Um pouco da poética do campista Artur Gomes no Blog.

 

Aqui, redes em pânico pescam esqueletos no mar esquadras – descobrimento espinhas de peixe convento cabrálias esperas relento escamas secas no prato e um cheiro podre no AR caranguejos explodem mangues em pólvora Ovo de Colombo quebrado areia branca inferno livre Rimbaud - África virgem – carne na cruz dos escombros trapos balançam varais telhados bóiam nas ondas tijolos afundando náufragos último suspiro da bomba na boca incerta da barra esgoto fétido do mundo grafando lentes na marra imagens daqui saqueadas Jerusalém pagã visitada Atafona.Pontal.Grussaí as crianças são testemunhas: Jesus Cristo não passou por aqui Miles Davis fisgou na agulha Oscar no foco de palha cobra de vidro sangue na fagulha carne de peixe maracangalha que mar eu bebo na telha que a minha língua não tralha? penúltima dose de pólvora palmeira subindo a maralha punhal trincheira na trilha cortando o pano a navalha fatal daqui Pernambuco Atafona.Pontal.Grussaí as crianças são testemunhas: Mallarmè passou por aqui bebo teu fato em fogo punhal na ova do bar palhoças ao sol fevereiro aluga-se teu brejo no mar o preço nem Deus nem sabre sementes de bagre no porto a porca no sujo quintal plástico de lixo nos mangues que mar eu bebo afinal? Artur Gomes Publicado na Antologia Internacional - Eco Arte Para Re-Encantamento do Mundo, organizada pela Bióloga Michelle Sato e editada pela Universidade Federal do Mato Grosso – 2011 – Publicado na Antologia Poesia do Brasil Vol. 15 – 2012 – Proyecto Cultural Sur Brasil – Editora Grafiti - Faixa do CD Fulinaíma Rock Blues Poesia – a sair [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=UkQUxkLh9TA&feature=player_detailpage&list=UU3d8xoVqrdTDFZ2dKIfRanQ[/youtube]
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Luciana Portinho

[email protected]