MÃOS AO ALTO
29/03/2015 | 01h42
Na imagem compartilhada pela fotojornalista Nadia Abu Shaban no Twitter, uma pequena síria de quatro anos levanta as mãos para o alto. A menina se "rende", como se estivesse com uma arma apontada para si. Era uma câmera fotográfica. [caption id="attachment_8825" align="aligncenter" width="601"]menina Menina síria ergueu as mãos ao confundir câmera fotográfica como arma (Foto: Reprodução/Twitter/Nadia AbuShaban )[/caption]   Na legenda da foto, Nadia diz que a criança pensou que o fotógrafo estava com uma arma quando apontou a câmera para clicá-la. Compartilhada no Imgur (site de hospedagem de fotos), a imagem foi visualizada por mais de 1,8 milhão de pessoas. Guerra civil A guerra na Síria completou neste mês quatro anos e sem uma perspectiva de fim, com um balanço humanitário dramático. Segundo a ONG Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), o conflito provocou mais de 215 mil mortes. Quase quatro milhões de pessoas fugiram da Síria, incluindo um milhão que buscara refúgio no vizinho Líbano. No país, mais de sete milhões de sírios abandonaram suas casas e quase 60% da população vive na pobreza. Ver matéria no G1, aqui
Comentar
Compartilhe
Para quem duvidou....
26/06/2014 | 05h24
Vejam o que trago da rede social Facebook, copiei da página do amigo Luis Adriano Silva para todos. Dá bem uma ideia da movimentação internacional para o evento da Copa 2014. Para aqueles que torceram contra, fica o fato: o Brasil sedia um dos maiores eventos esportivos mundiais, todos os olhos se viram para nós. Vamos lá Brasil!! Fluxo de check-ins via Facebook na copa do mundo !!!
Comentar
Compartilhe
Complexo de Vira-lata
21/06/2014 | 04h34
Sou das que criticam os atrasos e abusos que são cometidos contra a população brasileira e em particular contra o campista, afinal aqui vivo. Estive fora, a passeio com minha irmã e minha mãe. Dias de reabastecer o ânimo e de observação aguda dos modos de pensar - consequentemente de viver - e do se relacionar das gentes de outras culturas, na esfera pública e privada. Fiz alguns registros pessoais, aos poucos, os trarei para partilha. Este abaixo, foi na volta, em um dos maiores aeroportos do planeta, o Charles de Gaulle, em Paris, França. Depois de termos feito o check-in via internet com 24h de antecedência, de termos impressos os tickets de bagagem, ou seja, de termos cumprido à risca a cartilha da suposta agilização nos procedimentos de embarque, nos fizeram ficar 50 minutos em pé em uma fila burra, desnecessária, já que só nos restavam despachar as malas. Mas não. O setor responsável da Air France se encontrava fechado, sem nenhuma explicação aos passageiros que tiveram que mofar na fila dos que ainda não haviam feito o check-in eletrônico, por sinal não obrigatório. O bom humor dos funcionários da companhia aérea não era dos melhores. Ao chegar na nossa vez falei com o atendente (por sinal um brasileiro super simpático), "Se fosse no Brasil, vocês seriam vaiados" ao que ele me respondeu, "Não, aqui isto não existe".  O fato aconteceu na noite de quarta-feira, 18/06.

Comentar
Compartilhe
ESCOLHA A SUA PRIVADA
20/06/2014 | 06h57
Flagrantes nos banheiros femininos dos aeroportos Charles de Gaulle - embarque, terminal E2 - e Tom Jobim - desembarque, terminal 1, na noite de quarta (19/06) e amanhecer da quinta (20/06). No primeiro faltava água no segundo sobrava limpeza.

De volta.    
Comentar
Compartilhe
Aniversário
05/04/2014 | 01h35
Em dia de aniversário da que vos escreve, deixo um presente a você leitor que todos os dias me acena com leitura e comentários. Mais um ano se passa ou eu passo por mais um ano e, a cada um percorrido me certifico que pouco quero além da troca de afeto com a família, da estreita convivência com os amigos e da sensibilidade para as coisas bonitas que a natureza e o ser humano me proporcionam.  Se poder tivesse extirparia o mal e o mau da Terra, seríamos assim mais dignos e irmanados. Como nada sou, procuro fazer a minha minúscula parte nessa grande confusão que é a sociedade que soubemos erigir.  Curtam a fotografia perfeita do campista Dudu Linhares e a pequenina poesia do também campista Artur Gomes. [caption id="attachment_7805" align="alignright" width="465" caption="Ft. Dudu Linhares"][/caption] Poética para Dudu Linhares pássaro pluma voa leve pluma voa sobre o barco/pássaro flutuando na lagoa Artur Gomes  
Comentar
Compartilhe
"No caminho, com Maiakóvski"
20/03/2014 | 03h25
Fuçando aqui e acolá, lendo e escrevendo, reencontro esta maravilha que sendo universal é atemporal. Dias confusos de uma sociedade cansada, de matanças reais e imaginárias, de muito calar. De indignações sérias, de marchas surradas ensaiadas, de tramas a inventar. "[...]                                 Nos dias que correm a ninguém é dado repousar a cabeça alheia ao terror. Os humildes baixam a cerviz: e nós, que não temos pacto algum com os senhores do mundo, por temor nos calamos. No silêncio de meu quarto a ousadia me afogueia as faces e eu fantasio um levante; mas amanhã, diante do juiz, talvez meus lábios calem a verdade como um foco de germes capaz de me destruir. [...]" EDUARDO ALVES DA COSTA Niterói, RJ, 1936
Comentar
Compartilhe
E no Rio é Carnaval
23/02/2014 | 09h08
A cidade do Rio de Janeiro, sob uma solina daquelas de rachar os miolos, praias cheias, transito arrastado, povo nas ruas, turistas nos quatro cantos, se entrega ao rei momo....aderiu ao Carnaval. Que venha a brincadeira, o fazer de conta, que daqui a alguns dias tudo se acaba.

Fotografias Luciana Portinho

 

   
Comentar
Compartilhe
Sem margem à especulação
23/02/2014 | 09h38

Com um discurso claro, sem margem às idas e vindas alardeadas pelos adversários e pela grande mídia o senador Lindberg Farias, teve sua pré-candidatura homologada por unanimidade dos delegados ao Encontro Estadual do Partido dos Trabalhadores (PT), realizado ontem (sábado, 22/02, na quadra lotada do Salgueiro, zona norte do Rio de Janeiro). Na presença de toda a bancada federal, estadual, do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro e do presidente nacional da legenda Ruy Falcão, unidade foi o tom do encontro estadual. Representado, pelo presidente do diretório local, Makhoul Moussallem, pelo vereador Marcão, pelo suplente de vereador Alexandre Lourenço e pela ex-vereadora Odisséia Carvalho unidade foi o clima que envolveu a delegação campista presente.

Para Ruy Falcão, o encontro unanimemente consagra Lindberg. “Basta de muita fofoca, intriga e pressões para a retirada da candidatura. Fim ao “Complexo de 1988”; queremos o Rio de Janeiro para todos os habitantes do Rio de Janeiro, o povo quer mudança”, afirmou ele. Entre citações ao legado de Leonel Brizola, o deputado estadual Brizola Neto falou em nome de uma dissidência no brizolismo. Anunciou apoio e identificação à pré-candidatura de Lindberg, “Lamento que o PDT não tenha optado por um governo popular”, disse Brizola Neto. Aliás, Brizola também inspirou o discurso de Lindberg, ao sinalizar a Educação como prioridade no plano de governo. Comprometeu-se a recuperar os 503 Cieps do Rio de Janeiro, implantar a escola de tempo integral. “Faremos uma campanha equilibrada, reconhecemos os avanços, mas, reconhecemos o que está sendo feito de forma errada. Minha candidatura não é um capricho, tem uma causa. Esqueceram-se do povo, elegeram prioridades que não são da vida do povo; a Saúde acabada, o transporte um caos. O Maracanã que era um estádio para ricos e pobres depois de uma reforma onde foram gastos R$1,2 bilhão de reais, agora o povo não entra mais. Quero cuidar da vida das pessoas”, discursou o pré-candidato ao governo do Rio.

Temas como reforma política, reforma do judiciário, reforma urbana, reforma policial, black blocs, monopólio da Globo, UPPs, segurança e distribuição mais democrática dos recursos públicos pelo estado, não ficaram de fora. “Temos que radicalizar a democracia, o momento é mais um passo na reforma democrática. Vou dividir o estado em regiões e pensar um orçamento para cada território”, disse.

Quem também teve sua pré-candidatura a deputado federal homologada no encontro foi Makhoul Moussallem. “O encontro foi motivador pela quantidade de pessoas, por serem todos militantes e pela definição inequívoca do Rui, presidente nacional do partido ao focar Lindberg como o real palanque de Dilma e Lula no estado. Também o foi pela reafirmação do nosso nome, como sendo o porta voz na região norte na dobradinha Makhoul/Lindberg”, falou Makhoul. Fotografias Luciana Portinho
Comentar
Compartilhe
Fotografias são fotografias
30/01/2014 | 03h31

Terça, 28/01, final da tarde e o carro da PMCG estaciona na garagem do jornal O Diário, no centro de Campos. Haveria algum mal? Não me pareceu, mas, como colaboração de leitor é de ouro, publico as fotos recebidas. Cada um pense por si.

Comentar
Compartilhe
Ele está certo ou errado?
24/01/2014 | 09h35
Circula nas redes sociais uma polêmica surgida a partir de críticas feitas por um estadudinense ao Brasil. As li e reconheço: apesar de chato ser alvo de impressões negativas feitas por estrangeiro, concordo com a maioria delas. E você o quê pensa delas?

20 motivos que levaram norte-americano a odiar o Brasil causa polêmica na web; Confira

Postado em Curiosidades 
Muita gente anda compartilhando no Facebook as impressões de um norte-americano sobre o Brasil. O nome do estrangeiro não foi divulgado. Confira a lista e faça e responda nos comentários “Concorda ou não com o que foi escrito?” 1. Os brasileiros não têm consideração com as pessoas fora do seu círculo de amizades e muitas vezes são simplesmente rudes. Por exemplo, um vizinho que toca música alta durante toda a noite… E mesmo se você vá pedir-lhe educadamente para abaixar o volume, ele diz-lhe para você “ir se fud**”. E educação básica? Um simples “desculpe-me “, quando alguém esbarra com tudo em você na rua simplesmente não existe. 2. Os brasileiros são agressivos e oportunistas, e, geralmente, à custa de outras pessoas. É como um “instinto de sobrevivência” em alta velocidade, o tempo todo. O melhor exemplo é o transporte público. Se eles vêem uma maneira de passar por você e furar a fila, eles o farão, mesmo que isso signifique quase matá-lo, e mesmo se eles não estiverem com pressa. Então, por que eles fazem isso? É só porque eles podem, porque eles vêem a oportunidade, por que eles querem ganhar vantagem em tudo. Eles sentem que precisam sempre de tomar tudo o que podem, sempre que possível, independentemente de quem é prejudicado como resultado. 3. Os brasileiros não têm respeito por seu ambiente. Eles despejam grandes cargas de lixo em qualquer lugar e em todos os lugares, e o lixo é inacreditável. As ruas são muito sujas. Os recursos naturais abundantes, como são, estão sendo desperdiçados em uma velocidade surpreendente, com pouco ou nenhum recurso. 4. Brasileiros toleram uma quantidade incrível de corrupção nos negócios e governo. Enquanto todos os governos têm funcionários corruptos, é mais comum e desenfreado no Brasil do que na maioria dos outros países, e ainda assim a população continua a reeleger as mesmas pessoas. 5. As mulheres brasileiras são excessivamente obcecadas com seus corpos e são muito críticas (e competitivas com) as outras. 6. Os brasileiros, principalmente os homens, são altamente propensos a casos extraconjugais. A menos que o homem nunca saia de casa, as chances de que ele tenha uma amante são enormes. 7. Os brasileiros são muito expressivos de suas opiniões negativas a respeito de outras pessoas, com total desrespeito sobre a possibilidade de ferir os sentimentos de alguém. 8. Brasileiros, especialmente as pessoas que realizam serviços, são geralmente malandras, preguiçosas e quase sempre atrasadas. 9. Os brasileiros têm um sistema de classes muito proeminente. Os ricos têm um senso de direito que está além do imaginável. Eles acham que as regras não se aplicam a eles, que eles estão acima do sistema, e são muito arrogantes e insensíveis, especialmente com o próximo. 10. Brasileiros constantemente interrompem o outro para poder falar. Tentar ter uma conversa é como uma competição para ser ouvido, uma competição de gritos. 11. A polícia brasileira é essencialmente inexistente quando se trata de fazer cumprir as leis para proteger a população, como fazer cumprir as leis de trânsito, encontrar e prender os ladrões, etc. Existem Leis, mas ninguém as aplica, o sistema judicial é uma piada e não há normalmente nenhum recurso para o cidadão que é roubado, enganado ou prejudicado. As pessoas vivem com medo e constroem muros em torno de suas casas ou pagam taxas elevadas para viver em comunidades fechadas. 12. Os brasileiros fazem tudo inconveniente e difícil. Nada é simplificado ou concebido com a conveniência do cliente em mente, e os brasileiros têm uma alta tolerância para níveis surpreendentes de burocracia desnecessária e redundante. 13. Brasileiros pagam impostos altos e taxas de importação que fazem tudo, especialmente produtos para o lar, eletrônicos e carros, incrivelmente caros. E para os empresários, seguindo as regras e pagando todos os seus impostos faz com que seja quase impossível de ser rentável. Como resultado, a corrupção e subornos em empresas e governo são comuns. 14. Está quente como o inferno durante nove meses do ano, e ar condicionado nas casas não existe aqui, porque as casas não são construídas para ser herméticamente isoladas ou incluir dutos de ar. 15. A comida pode ser mais fresca, menos processada e, geralmente, mais saudável do que o alimento americano ou europeu, mas é sem graça, repetitivo e muito inconveniente. Alimentos processados, congelados ou prontos no supermercado são poucos, caros e geralmente terríveis. 16. Os brasileiros são super sociais e raramente passam algum tempo sozinho, especialmente nas refeições e fins de semana. Isso não é necessariamente uma má qualidade, mas, pessoalmente, eu odeio isso porque eu gosto do meu espaço e privacidade, mas a expectativa cultural é que você vai assistir (ou pior, convidar amigos e família) para cada refeição e você é criticado por não se comportar “normalmente” se você optar por ficar sozinho. 17. Brasileiros ficam muito perto, emocionalmente e geograficamente, de suas famílias de origem durante toda a vida. Como no #16, isso não é necessariamente uma má qualidade, mas pessoalmente eu odeio porque me deixa desconfortável e afeta meu casamento. Adultos brasileiros nunca “cortam o cordão” emocional e sua família de origem (especialmente as mães) continuam a se envolvido em suas vidas diariamente, nos problemas, decisões, atividades, etc. Como você pode imaginar, este é um item difícil para o cônjuge de outra cultura onde geralmente vivemos em famílias nucleares e temos uma dinâmica diferente com as nossas famílias de origem. 18. Eletricidade e serviços de internet são absurdamente caros e ruins. 19. A qualidade da água é questionável. Os brasileiros bebem, mas não morrem, com certeza, mas com base na total falta de aplicação de leis e a abundância de corrupção, eu não confio no governo que diz que é totalmente seguro e não vai te fazer mal a longo prazo. 20. E, finalmente, os brasileiros só tem um tipo de cerveja (aguada) e realmente é uma porcaria, e claro, cervejas importadas são extremamente caras.
Comentar
Compartilhe
Próximo >
Sobre o autor

Luciana Portinho

[email protected]