PORTO DO AÇU EM AUDIÊNCIA
06/11/2013 | 09h44
Nova reunião da Comissão Especial do Porto do Açu da Alerj acontece nesta quarta-feira

Acontece nesta quarta-feira (06/11) às 10 horas a segunda audiência pública da Comissão Especial para acompanhar a real situação dos investimentos no Complexo Logístico Portuário do Açu e a situação dos trabalhadores e colaboradores envolvidos no empreendimento da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), presidida pelo deputado estadual Roberto Henriques. Foram convidados novamente os representantes da LLX, empresa responsável pela implantação do Superporto do Açu e representantes da EIG, grupo americano que assumiu o controle da LLX.  Para a audiência que acontecerá na sala 311 do Palácio Tiradentes, sede do Poder Legislativo do estado do Rio de Janeiro, também foram chamados os prefeitos e presidentes da Câmara dos Vereadores dos municípios de Campos dos Goytacazes, São João da Barra e São Francisco de Itabapoana, além de representantes dasInstituições como o IFF, Uenf, Faetec, Cetep, além de outros representantes da sociedade civil organizada. O deputado estadual Roberto Henriques espera que os representantes das empresas envolvidas desta vez compareçam. “Espero que na reunião de quarta-feira os representantes das empresas LLX e da EIG compareçam. A sociedade precisa de explicações, precisa saber as novas decisões que serão tomadas sob a nova administração. A sociedade está insegura. Espero que com a reunião possamos entender os novos rumos do Superporto do Açu,  importante para o Norte fluminense e para todo o estado do Rio de Janeiro”, afirmou Henriques. Na primeira reunião que aconteceu no dia 11 de outubro, a LLX, empresa do grupo EBX responsável pela implantação do Superporto do Açu, enviou correspondência à comissão no final da tarde do dia 10 de outubro informando da impossibilidade de comparecimento do empresário Eike Batista. A justificativa da ausência foi o fato de Batista ser o interveniente do acordo de investimento com a EIG Holdings. No documento a LLX solicitou o adiamento da reunião por 20 dias e o pedido foi negado pelo presidente da comissão, o deputado estadual Roberto Henriques, que optou por convidá-los novamente para a audiência desta quarta-feira. Assessora de imprensa do deputado estadual Roberto Henriques – Rio de Janeiro Recebido via Cadê Marcas - Moisés Batista
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Luciana Portinho

[email protected]