DENISE
31/10/2011 | 12h48
[caption id="attachment_3058" align="aligncenter" width="350" caption="Ft. Luciana Portinho"][/caption]

 

No cotidiano do asfalto assim ela me respondeu. Denise é o seu nome. Mulher brasileira, 50 anos, catadora de lixo pela cidade inteira. Lá vai ela vagarosa, equilibrando seu ganha pão de todo dia. Moradora do Jardim Aeroporto, do outro lado do rio. Vejo-a  na Avenida 28 de Março. Denise também me vê, vou de máquina em punho, peço licença para fotografá-la, ela me acena que sim e para e chora.  Chora... No abraço de um dia gravo a simplicidade dessa mulher brasileira comovida e comovente.

luciana portinho

[caption id="attachment_3054" align="aligncenter" width="400" caption="Ft. Luciana Portinho"][/caption]

 

 
Comentar
Compartilhe
MINAS DE OURO
31/10/2011 | 08h30
Cortar o tempo Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias, a que se deu o nome de ano, foi um indivíduo genial. Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no limite da exaustão. Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e entregar os pontos. Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra diante vai ser diferente. Carlos Drummond de Andrade
Comentar
Compartilhe
Considerações sobre o Humor
30/10/2011 | 20h18
[caption id="" align="alignright" width="300" caption="unisinos.br"][/caption] Monsenhor Urbano Zilles "O  humor parte de uma abertura da pessoa em relação às coisas sensíveis, de uma entrega ao claro-escuro dos sentimentos, de uma percepção perspicaz da ambiguidade da existência. Exige distanciamento e reações imediatas". “O humor dá as razões ao ambíguo e questionável da existência. Transforma o mundo a partir das coisas pequenas, cotidianas e rotineiras.” “A Antiguidade experimentava o trágico e a ironia da existência. Caía em risadas na comédia. O humor de Sócrates é ironia. Os bobos de Shakespeare pertencem ao gênero da ironia.” “O humor não é um privilégio da juventude. É uma força da maturidade. O humor é um processo de amadurecimento. A provação faz parte da vida. No processo de amadurecimento na vida, a pessoa deve levar-se a sério a si mesma mas não se considerar por demais importante. O amadurecimento acontece através de riscos e decisões nem sempre fáceis” Trechos extraídos da revista FAMECOS • Porto Alegre • nº 22 • dezembro 2003 •    
Comentar
Compartilhe
Irreverência na rede
30/10/2011 | 10h52

Como sempre irreverente agora é por toda a rede social que o brasileiro se esbalda. Essa aqui tirei do Facebook e se chama:

Campanha! Lula faça o tratamento pelo SUS!!!

[caption id="" align="aligncenter" width="300" caption="foto retirada do Facebook"][/caption]

Comentar
Compartilhe
Dias melhores
28/10/2011 | 21h19
"Vivemos esperando os dias em que seremos melhores"

Um belo sábado queridos leitores! LP

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=fyp-j_gvwNw[/youtube]
Comentar
Compartilhe
Noni Nybellie já de avesso no Avesso
28/10/2011 | 08h11
Sérgio Mendes
"Deixa que digam, que pensem, que falem, deixa isso prá lá, vem prá cá, o que que tem?
Eu não tô fazendo nada, nem você também, faz mal bater um papo assim gostoso com alguém?
Jair Rodrigues na sua sabedoria já prenunciava as coisas boas da vida. Amigos, boa conversa, aprendizado permanente. E é com este espírito que vamos conversar no programa O Avesso do Avesso, que estréia hoje(28), às 19 horas, no canal 15 da ViaCabo, UNITV, com o multimídia Nino Bellieny, que incorpora várias línguas, entre elas: arte visual, música, poesia falada e interpretação.
Quer entender melhor? É só assistir o programa que será apresentado por Sergio Mendes, e com participações de Cristina Lima e Robson Cândido. Até lá!
Horários alternativos: sábado e domingo às 14 horas, segunda às 9 horas, terça e quarta às 15 horas e quinta às 19 horas. Na sexta que vem estaremos conversando com a Professora - esta tem que grafar com P maiúsculo - de história Marluce Guimarães Silva.
Comentar
Compartilhe
Pau de Arara
27/10/2011 | 22h27
[caption id="" align="alignright" width="300" caption="Imagem de sinapsescronicas.blogspot.com"][/caption] Pau de Arara luciana portinho Doeu receber a revista Época dessa semana. Capa vermelha, símbolo da foice e martelo no tradicional amarelo e em branco as inicias do PC do Bolso?!! Tortura constatar que até as mais tradicionais marcas como a do Partido Comunista do Brasil se deixam levar para o ralo da história presente. Vão me questionar: e a história tem ralo, Luciana? Não é um raciocínio mecanicista o seu, Luciana? Sim e não. Como tudo se movimenta, altera e se transforma este um modo triste de modificação. Na política, como em alguns ramos da vida em sociedade, constato que é bem mais difícil sair do que entrar. Há casos em que a decretação da extinção, falência ou morte é solução mais digna, do que se deixar rolar para os sumidouros e ser sugado como um dejeto qualquer. Afinal, concordando ou não, são nossas referências históricas. Ficamos meio sem face quando nos retiram um a um os nossos espelhos. Há uma nova identidade sendo modelada. Esta é a minha sensação e arrisco dizer, de expressiva parte da sociedade brasileira. Este o perigo que nos ronda a cada dia de modo mais próximo. A cama vem sendo meticulosamente preparada de modo irresponsável e soberbo para algum ator deitar. Falando claro, o dia em que alguns malucos quiserem pela força dar um golpe, mais uma vez a potente classe média, exausta com a barafunda tenderá a apoiar. Só não mais existe o fantasma do vermelho. Mas sempre haverá um inimigo imaginário passível de ser criado como comedor de criancinhas. Meu consolo, é terem me ensinado que “a história não se repete e quando se repete é farsa”. Sendo assim, tem pernas curtas.    
Comentar
Compartilhe
Lenha na fogueira dos royalties
27/10/2011 | 00h13
Abaixo, leitor opina sobre a mudança na partilha dos royalties. LP
_______________________________________________________________________________
Eu só queria entender o seguinte, nesta questão dos royalties: Embora o que está em pauta, diga-se de passagem, à toque de caixa seja o PLS 448/2011, com o insidioso relator, Senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) e a nova redistribuição dos royalties, há antes o PEC 406/2009, do Deputado Alfredo Kaefer (PSDB-PR) que estabelece o aumento de 25% para 30% da participação dos municípios no ICMS e de 21,5% para 24,5% de recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Ora, em 2010, segundo a Confederação Nacional de Municípios, o repasse do FPM foi de 53,3 bilhões, e este ano já andamos perto de 65 bilhões! Pouca gente sabe que só o Estado do Rio entrega 110 bilhões pra União, e fica com menos de 8%, isto ANTES da tal redistribuição dos Royalties! Pergunto: Onde está a Justiça Fiscal neste negócio?  O "X" da questão, é o "aleijão" juridico, com a cobrança do ICMS! SÓ O PETRÓLEO TEM O ICMS NO DESTINO, AO INVÉS DA ORIGEM! Todos os demais produtos são taxados na origem, MENOS o Petróleo! Se o ICMS fosse taxado nas fontes produtoras aqui de toda a nossa região, poderia ser dado sem problema, TODO O ROYALTY, para ser distribuído, e ainda teríamos uma arrecadação DUAS VEZES MAIOR!!! Resumindo, são dois problemas: Não acertam a questão da PEC 406/2009, e o absurdo fiscal da taxação no DESTINO do ICMS! Só mais duas coisas: Primeiro, que desde o Governo Lula que a fome do Executivo em ter recursos imensos nas mãos, é gritante! Aí, o então Presidente Lula deu uma de bonzinho e "perdoou" a dívida de um monte de países que deviam e devem ao Brasil, como se fosse dele o dinheiro! E a Dilma vai pelo mesmo caminho, aumentando cada vez mais a sua política de assistencialismo! Segundo: Acho estranho o fato de os deputados não baterem na questão da PEC 406/2009, e mais estranho ainda é esta acomodação em relação ao "aleijão  fiscal" que taxa o ICMS do petróleo no DESTINO! E, de quebra, ainda há a questão da "DRU", criada desde 1994, da qual a Dilma também não deseja abrir mão! Com esta "manobra" a arrecadação da União vai ultrapassar fácil a casa de UM TRILHÃO DE REAIS! Logo, tudo passa pela fome do Governo que só quer aumentar a arrecadação já milionária, e danem-se os Estados do Rio e Espírito Santo. Porque os nossos ilustríssimos Deputados Federais não abrem a boca sobre isto? Porque ninguém fala nisso? Nem os do nosso Estado, nem os do Espírito Santo e também toda a Imprensa? Não seria mais fácil do que brigar pelos royalties? Ou isso é só mais uma prova de incompetência de nossos políticos? Um grande abraço, Sávio Gomes
Comentar
Compartilhe
Nas páginas da vida:Nino Bellieny
25/10/2011 | 04h28
Reproduzo post do blog de Christiano Abreu Barbosa. É um especial convite ao leitor, te aguardo lá. LP
_____________________________________________________________________________________________
 

Arte digital com Nino Bellieny

Por Christiano, em 24-10-2011 - 11h46
Nino Bellieny apresentará a exposição Calibre 16, no Sesi, no dia 04 de novembro, abrindo, com destaque, as comemorações pelo Dia Nacional da Cultura. Na abertura da exposição, no dia 04, às 20h00, o Sesi fará um vernissage, onde o poeta receberá amigos e apreciadores da arte. Calibre 16 é um evento multimídia que incorpora várias linguagens, entre elas: arte visual, música, poesia falada e interpretação. Tudo isso online. Poeta da palavra escrita e falada, Nino decidiu desta vez enveredar pelo caminho das imagens, com o mesmo padrão de qualidade. A exposição fica em cartaz até o dia 25 de novembro, das 11h00 às 20h00, de terça a sábado. Programe-se e vá conferir. Ficha técnica: Arte Digital, Textos e Poesias: NINO BELLIENY Ator: YVE CARVALHO Música: DALTON FREIRE Produção e Curadoria: LUCIANA PORTINHO Produção Executiva: SIDNEY NAVARRO
 
Comentar
Compartilhe
CAMPOS NA FITA
24/10/2011 | 12h23
luciana portinho Dias atrás fizemos  essa matéria sobre a Maratona na Selva, http://www.folha1.com.br/_midias/wp/blogs/lucianaportinho/2011/10/08/maratona-na-selva/. Pois para nossa alegria o resultado final na categoria dos 100km pertence ao maratonista destacado aqui, Gustavo Teixeira,  que como eu escolheu Campos para viver, formar família e amar. [caption id="" align="aligncenter" width="400" caption="Foto cedida pelo atleta"][/caption]

 

Nesta versão de 2011,  50 foram os atletas no total. Destes, 7 brasileiros (5 homens e 2 mulheres). Na modalidade dos 100km, 14 na largada e só 8 completaram a prova. Tirando o apoio destacado do Exército Brasileiro e do Grupamento de Bombeiros, imbatíveis quando foi necessário o incentivo aos corredores, toda estrutura da prova foi inglesa, inclusive seus 22 médicos e paramédicos. O estado de exaustão- física e mental-  a que são submetidos é o maior adversário que enfrentam. Houve o caso do austríaco; sofreu uma convulsão , sendo removido imediatamente para uma UTI em Santarém. [caption id="" align="aligncenter" width="400" caption="Foto cedida pelo atleta"][/caption]

 

Tivemos o prazer de conversar na volta com Gustavo. Visível sua vibração pela vitória e ainda pela conclusão de mais um desafio. Para ele e seu irmão, também inscrito na prova, a aventura logo teve início no avião com o extravio de uma das duas mochilas: foi parar em Dubai (sic). Tiveram que refazer nova estratégia de provimentos! Dias na mata fechada, percorrendo igarapés, atravessando pântanos, pulando por cima de gigantescos troncos caídos. Com os pés em pandarecos, as costas cobertas por esparadrapo, para minimizar o atrito da mochila na pele. Gustavo relata que se recompunha percorrendo as inúmeras praias de areia branca, às margens do rio Tapajós. Ficou mesmo surpreendido com a intensidade do transporte fluvial, a água modela a vida da região. Nos disse ele que o primeiro dia foi de todos o mais estafante: caía nos ocos de palmeira, escorregava em buraco de tatu, tropeçava nas raízes, entrava e saia em água, encharcado o tempo todo - pelo suor, pela água - para continuar correndo num chão de folha e raízes. [caption id="" align="aligncenter" width="400" caption="Foto cedida pelo atleta"][/caption]

 

Pergunto a esse homem o quê o faz se submeter à tanta adversidade. Com a felicidade estampada na face nos fala em superação, auto-confiança, foco  e concentração. Integralmente ligado no presente o ultra maratonista sabe que o sofrimento e dor são passageiros e que a vitória carregará para sempre. Com o lema de " DESISTIR JAMAIS: um pé à frente do outro", tomam contato com a natureza, aprendem a solidariedade ao estranho, desenvolvem sensibilidade, vencem seus desafios!

[caption id="" align="aligncenter" width="400" caption="Foto cedida pelo atleta"][/caption]

 

E próximos planos Gustavo?  "Ah...em 2012, 90 km em Bilbao e quem sabe se com algum patrocínio ATACAMA, no Chile! "

E lá vamos nós...PARABÉNS CAMPEÃO! [caption id="" align="aligncenter" width="400" caption="Foto cedida pelo atleta"][/caption]

 

     
Comentar
Compartilhe
Dica do dia
23/10/2011 | 13h27
ASSIM É. [caption id="attachment_2992" align="aligncenter" width="200" caption="Autor desconhecido"][/caption]
Comentar
Compartilhe
Chamada forte
23/10/2011 | 10h30
Faço minha a mensagem abaixo. Assim somos Humanos: na prática da solidariedade ao amigo e ao desconhecido. O show vai ser bonito, só músico de primeira, emoção bela no ar. Para começar a semana com tudo....Nos vemos lá! LP _________________________________________________________________________ Queridos amigos e colegas Convidamos vocês a participarem de um show em solidariedade ao músico RUY ROMÃO que necessita de uma cirurgia renal o mais rápido possível. Seus amigos e músicos de nossa região irão realizar este evento para viabilizar esta cirurgia e teremos com certeza uma noite muito especial e prazerosa. Músicos como: EROS, CARECA, GILSINHO,RONALDO, ROGÉRIO,FORMIGÃO, TETECO, PINGO S...TAR, NIA MAIA, ROQUINHO, LÔLO,LUIZ(baixista), entre outros estarão nos proporcionando com certeza boa música num ambiente super agradável. O show será no AUTOMOVEL CLUB FLUMINENSE, dia 31/10(segunda-feira) à partir das 18 horas. O entrada sairá por apenas 10,00, adquirida no próprio local. Compartilhe com seus amigos e vamos nos encontrar numa noite mto especial. Contamos com vocês! (mensagem recebida na rede social Facebook)
Comentar
Compartilhe
FATOR X
22/10/2011 | 00h44

Apesar de estar com seu blog novo http://nuvensnuvensestacionadas.blogspot.com/, o nosso não abre mão da presença questionadora do Poeta Nino Bellieny. Aliás, junto aqui as palavras de Martha Medeiros quando afirma que "escolher não amar é suicídio simbólico". LP

______________________________________________________

FATOR X             

NINO BELLIENY
NÃO TEMA DIZ O POEMA
NEM PELO ACASO NEM PELA CRASE QUASE É TUDO PARA QUEM AMA DESEQUILIBRE-SE NA FRASE ARRISQUE-SE NO PROBLEMA. QUEM SOU VOCÊ? VOCÊ QUEM SOU? AMOR NÃO TEM SISTEMA.
 
Comentar
Compartilhe
Coisas da estrada
21/10/2011 | 20h34

Pelas estradas o brasileiro revela seus valores. É a rede móvel dos caminhoneiros.

[caption id="attachment_2966" align="aligncenter" width="400" caption="Ft. Vigilantes Urbanos & Rurais"][/caption] [caption id="attachment_2967" align="aligncenter" width="400" caption="Ft. Vigilantes Urbanos & Rurais"][/caption]

"TODOS CAWBOY É HOMEM MAS NEM TODOS OS HOMEM É CAWBOY"

 

Comentar
Compartilhe
HUMOR NA NUVEM
21/10/2011 | 10h35
[caption id="attachment_2961" align="aligncenter" width="350" caption="Imagem Google"][/caption]  

Steve Jobs chegou no céu... olhou, olhou... viu o céu azulzinho,umas nuvens lindas e espaçadas, e pensou:

“Ferrou, tô no Windows!”

 

Comentar
Compartilhe
O Avesso tudo ilumina
21/10/2011 | 09h39
"Felicidade é uma cidade pequenina, é uma casinha, é uma colina, qualquer lugar que se ilumina, quando a gente quer amar...". Nada melhor numa sexta(21) para relaxar, do que jogar conversa fora, no bom sentido é claro. É com esse espírito descontraído, que bateremos um papo com a professora de Yoga, Regina Cardoso de Melo, que veio do Rio de Janeiro,  revolucionou os costumes da época, tomou água do Paraíba, e nunca mais voltou.  O Programa O Avesso do Avesso estreará hoje, às 19 horas, no canal 15 da ViaCabo, UNITV, com apresentação de Sergio Mendes, e participações de Cristina Lima e Robson Cândido. Quer ficar Zen? Então assista. Até lá!  Horários alternativos: sábado e domingo às 14 horas, segunda às 9 horas, terça e quarta às 15 horas e finalmente quinta às 19 horas. Na sexta que vem conversaremos com Nino Bellieny. Sérgio Mendes
Comentar
Compartilhe
TRABALHO GERA RIQUEZA SOCIAL
20/10/2011 | 11h49
 
    Deixo abaixo comentário que recebemos de um leitor. Expressa opinião de uma parte relevante da sociedade de Campos. Em que pesem todos os preconceitos: passam-se os séculos e ainda não descobriram outra formulação diferente da de Marx: aquilo que gera riqueza na sociedade é o trabalho, tudo deriva dele.  Só com ele acumulamos excedente materiais e intelectuais. Talvez tenhamos vividos décadas na ilusão da opulência aparente. Voltemos à realidade das leis econômicas então. Chega de prosopopéia. luciana portinho _________________________________________________________________________________________________ Luciana: Acompanhei todos os debates sobre o fatídico PLS 448/2011, sobre a questão dos Royalties. Só pela condução dos debates de ontem, mesmo sabendo que as discussões presseguiriam no dia seguinte, fui dormir com o coração pesado. E qual é o meu sentimento em relação a isto tudo? O Senador Vital do Rêgo (PMDB-PB)relator do substitutivo, estava muito bem preparado! Não estou dizendo que os dados por ele apresentados estavam corretos, e provavelmente não estão. De um lado, os senadores interessados, pelo fato natural de que seus estados não tinham participação nos royalties. Em todos os momentos, os líderes e representantes do Governo já votavam antecipadamente o NÃO! Estaria omitindo e sendo desonesto, se não destacasse o enorme esforço feito pelo Senador Lindberg. Este sim, com dados atualizados e respaldados por estudos da própria Petrobrás, que apontavam uma divergência gritante entre os 79 bilhões inventados pelo Senador Vital do Rêgo e os 59 bilhões que a planilha da Petrobrás demonstrava, a meu ver, o único confiável. Ou seja, os Senadores aprovaram e venceram, com prejuízo violento contra o Estado do Rio e Estado do Espírito Santo. Também lutaram com veemência contra este “furto qualificado” contra os dois estados, o veterano Senador Francisco Dornelles, Senador Crivella, Senador Ricardo Ferraço, e Senador Wagner Malta. Todos eles, tomando por base os relatórios do Senador Lindbegh e do Dornelles, sendo que ambos, apresentaram propostas mais justas, factíveis, mas que foram todas elas rejeitadas pela maioria. Apenas 6 ou 7 Senadores, contra todo o resto! Agora, vai para a Câmara dos Deputados. Uma nova luta, mas já podemos prever os resultados, por razões óbvias. Muitos deles se reelegerão, tanto quanto os senadores “Salvadores da Pátria” de seus Estados. Em resumo: Se tivéssemos lideranças políticas que se comportassem com menos estardalhaços, se tivéssemos representantes que se portassem com mais dignidade e elegância, onde não pairasse dúvidas sobre suas idoneidades, talvez tivéssemos melhores chances. Depois da votação da Câmara, sabemos, volta ao Senado, para a consolidação do PLS 448/2011. No exato momento em que a nossa região começa a tomar fôlego e coloca um pé dentro de um progresso real, temos toda esta “tsunami” contra o primeiro indício real de um desenvolvimento verdadeiro para a nossa região! Sim, resta como “último suspiro”, as demandas que surgirão através do STF. Mas, o rolo compressor já veio, através do Senado Federal e prosseguirá através da Câmara dos Deputados. O STF não está imune à pressão, e nem sempre o que prega a Constituição é tão “pétrea” como afirmam. Posso estar enganado, mas acho que já perdemos “o bonde da história”. A minha esperança, é que mesmo assim, o nosso município recupere gradativamente a receita perdida. Através dos empreendimentos que já surgem na região, através dos investimentos no Porto do Açu, tanto para São João da Barra quanto para Campos. Talvez seja por aí, que vejamos surgir um novo tipo de político, que tenha como meta o desenvolvimento, o crescimento, o comprometimento com a causa pública, não para oferecer migalhas! Quem sabe, o “mote” do novo político, seja o de não oferecer assistencialismos, ao contrário, mas de oferecer empregos e oportunidades de crescimento para o trabalhador, garantindo a este o progresso pessoal e de toda a sua família. Quando isso ocorrer, não haverá mais espaço para os políticos oportunistas de má-fé, os falastrões, e não haverá espaço para a corrupção e o mau uso do dinheiro público. É a minha esperança! Sávio Gomes
Comentar
Compartilhe
Aos nossos tempos
19/10/2011 | 09h04
[caption id="attachment_2936" align="aligncenter" width="300" caption="Circula na Web"][/caption]

 

Comentar
Compartilhe
SEM PALAVRAS
18/10/2011 | 22h22
luciana portinho Há exato um mês fiz uma postagem questionando a falta de polidez política do atual Secretário de Governo o Sr. Pudim, ver aqui  http://www.folha1.com.br/_midias/wp/blogs/lucianaportinho/2011/09/19/bravata-e-jactancia/. Hoje, tomamos conhecimento de uma parte do discurso da atual Prefeita, no encontro realizado ontem em praça pública, no Rio de Janeiro. Para azar nosso, circula a  galope por toda web. Nele, a quebra de decoro pela autoridade máxima da família que governa Campos é chocante. É de  uma zona próxima a um linguajar de 'zona'. Nem vamos  transcrevê-lo. Melhor que fechem os olhos e escutem na voz da dela. Cada qual conclua com sua inteligência e sensibilidade. [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=Pw3XwSOCU5k[/youtube]
Comentar
Compartilhe
CAMPOS NO ISOLAMENTO
17/10/2011 | 19h28
luciana portinho De tanto que fizeram, enfim conseguiram isolar Campos. Inacreditável que qualquer governante no domínio de sua maturidade racional se esforce para enfiar uma cunha entre a sua população e todas as demais. Costurar o seu próprio isolamento ponto a ponto?!  Vocês verão amanhã, 18/10, na capa da Folha da Manhã, a matéria sobre o ato de hoje no Rio de Janeiro. Observem bem a foto do palanque. Não tem viva alma além da família que hoje domina a ferro e fogo a PMCG. Nada contra as pessoas. Tudo contra a forma populista e autoritária de fazer política. Um palanque inexpressivo. Nenhuma figura de expressão da política nacional, nenhum outro município da região do norte fluminense quis participar da manifestação, nenhum representante do governo do estado do Rio de Janeiro. Deu no que deu. Só, nós os campistas representados por governantes que lutam pelo seu umbigo.  O sítio oficial da PMCG fala em dez mil pessoas (sic). Vocês também analisarão a foto aérea do público; apesar de todo o cuidado do exímio fotógrafo Antonio Cruz, se por ali passou 2000 mil pessoas, foi muito. Não há mágica nem foto shop capaz de multiplicar os presentes. Preocupante, ameaçam de novo voltar; desta vez ao Palácio Guanabara e, passo seguinte... Brasília. Quem vai pagar de novo pela caravana de prestadores de serviço e terceirizados que por mais duas vezes serão sutilmente convidados a encherem os ônibus fretados? Quem? Mais dois pontos facultativos a caminho.  
Comentar
Compartilhe
Uma pergunta que não quer calar
17/10/2011 | 13h13
Sérgio Mendes
Tenho sido um defensor intransigente dos royalties para os Municípios e Estados produtores de petróleo.
Tenho divergências com relação a essa manifestação no RJ, porque acho de que o efeito prático que se quer atingir, é muito mais de promoção dos inhos do que a mudança de opinião dos congressistas.
Mas também estou curioso para saber quem está pagando esses 230 ônibus prometidos na Cinelândia.
Fazendo uma conta rápida, na razão de um pelo outro - levando em consideração que alguns ônibus sairão de mais perto - em torno de R$ 2.000, vai dar um total de R$ 460.000.
Será se Lade Kate entrou no rachacha...?
Comentar
Compartilhe
Novas tecnologias
17/10/2011 | 10h36
Seminários InfoGEO & InfoGNSS
Soluções em Imagens da Terra para Uso Corporativo  -  Conheça os novos sensores em satélites, aviões e VANTs e as aplicações das imagens óticas, laser e radar
Qual o sensor ideal?  Sensores em satélites vigiando o dia-a-dia na área rural  Imagens de satélites mostrando em tempo quase real o que muda no espaço urbano  Novas aplicações do mapeamento 3D a partir de imagens laser e radar  Resultados obtidos a partir de câmeras de pequeno e médio formato  A invasão dos VANTs promete revolucionar o mercado
27 de outubro de 2011  -   Centro de Convenções Frei Caneca, São Paulo - SP
Faça sua inscrição antecipada. Vagas limitadas!  -  seminario@mundogeo.com | (41) 3338-7789 | (11) 4063-8848  -  www.mundogeo.com/seminarios
[caption id="" align="alignleft" width="500" caption="Recebido via email da REVISTA VISÃO SÓCIO AMBIENTAL"]Realização: MundoGEO  -  Patrocínio: Santiago e Cintra Consultoria, AMS Kepler, Esteio e GlobalGeo  -  Apoio: Embrapa Monitoramento por Satélite, ABEC-SP, IGD, UOL, Oficina de Textos, Instituto Ambiente em Foco e Revista Visão Socioambiental[/caption]
 
Comentar
Compartilhe
STEVE JOBS EM STANFORD
16/10/2011 | 10h42
Esse é o cara. Isso é para nós. Exato!   [youtube]http://www.youtube.com/watch?v=JdmJEwO5qiE[/youtube]
Comentar
Compartilhe
AO MESTRE COM CARINHO
15/10/2011 | 09h55
Ninguém com mais propriedade para saudar os nossos mestres do que uma própria. A todos os professores deste nosso Brasil que encaram a labuta como uma missão;  dos rincões mais castigados às luxuosas escolas urbanas o nosso reconhecimento a profissionais tão vitais. LP __________________________________________________________________________ [caption id="" align="alignright" width="300" caption="Ft. Google"][/caption] LOUCOS???? Maria Amélia Lopes Ribeiro Gomes Certo dia me deparei pensando… Se tivesse que escolher novamente uma profissão em minha vida,com certeza seria novamente PROFESSOR.Sei que muitos dirão que sou louca e com certeza estarão corretos. Sou louca pelo sorriso de uma criança. Sou louca pela mãozinha segurando um lápis. Sou louca pelos olhinhos que brilham ao juntarem as primeiras sílabas. Sou louca pela ansiedade em saber o final de cada história contada. Sou louca pelas interpretações que fazem. Sou louca pelas apresentações que promovem. Sou louca pela felicidade que transbordam quando ultrapassam cada grau de ensino. Sou louca pela busca incessante da profissão. Sou louca pela euforia ao passar no vestibular.Sou louca por saber que cada profissão escolhida,qualquer que seja,passa sempre pelas mãos de um PROFESSOR. SOU LOUCA PELA EDUCAÇÃO! Amélia Uma singela homenagem pelo dia do PROFESSOR.  
Comentar
Compartilhe
Almy Junior no O Avesso do Avesso
14/10/2011 | 19h16
Almy Junior no Programa O Avesso do Avesso  
Sexta-feira, 14. Uiiii!!! foi por pouco. Mas não tem esta não, contra o mau olhado nós carregamos o nosso patuá e uma conversa pra cima, descontraída, sem medo de ser feliz.
Temos a certeza de que quando duas ou mais pessoas se reúnem para falar do Avesso do Avesso, não há mandinga que resista.
Acredita não. Então experimente ligar hoje(14),  a sua TV, no canal 15, da ViaCabo, UNITV, `as 19 horas, para assistir uma entrevista com o Ex-Reitor da UENF, atual Presidente da Fenorte, professor Almy Junior.
Uma viagem pelo Espírito Santo, suas origens, Minas Gerais, influência direta pelos limites geográficos de nascimento.
Enfim: Campos dos Goytacazes, e porque não dizer o mundo. Sim, porque quem sonha alto, sonha universal.
Apresentação de Sergio Mendes e participações de Cristina Lima e Robson Cândido. 
Quer saber mais. Assista. Até lá!
Horários alternativos:  sábado e domingo às 14 horas, segunda às 9 horas, terça e quarta às 15 horas e finalmente quinta às 19 horas. Na sexta que vem, faremos entrevista Zen com a professora de Yoga Regina Cardoso de Melo. Sérgio Mendes
Comentar
Compartilhe
Economia em Campos
14/10/2011 | 18h07
[caption id="attachment_2885" align="aligncenter" width="350" caption="cartaz de divulgação"][/caption]  

Recebi via Professor Alcimar Ribeiro Chagas da UENF.

 

 

Comentar
Compartilhe
Loucura Total
14/10/2011 | 10h53
Extraído do blog, http://www.odiariodamanha.blogspot.com/. De tão ÁCIDO cura gastrites políticas !  

O louco é, em sua loucura, o próprio momento da verdade. (Foucault)

Comentar
Compartilhe
Poder de Multiplicação
14/10/2011 | 09h49
[caption id="" align="alignright" width="350" caption="Ft. Google"][/caption] Poema bonito do campista Artur Gomes. Militante na cultura, poeta, ator, professor, blogueiro, agitador, crítico social, pai de Alice e tantos outros atributos no campo da criação. Por bons anos, fomos colegas, dividimos a mesma sala. Cada qual seguiu seu curso, enfrentou suas batalhas. Nos reencontramos na alegria da amizade, no acompanhar da admiração. luciana portinho     jura secreta 16 fosse esta menina Monalisa ou se não fosse apenas brisa diante da menina dos meus olhos com esse mar azul nos olhos teus não sei se MichelÂngelo Da Vinci Dalí ou Portinari te anteviram no instante maior da criação pintura de um arquiteto grego quem sabe até filha de Zeus e eu Narciso amante dos espelhos procuro um espelho em minha face para ver se os teus olhos já estão dentro dos meus artur gomes    
Comentar
Compartilhe
Campista pede socorro
13/10/2011 | 19h51
Através da amiga  Jane Nunes , jornalista e blogueira de primeira hora (http://www.estouprocurandooquefazer.com), recebi o email desesperado de um filho na luta pela sobrevivência de seu pai. Assina e inclusive divulga seu telefone. Não é possível ser indiferente a casos, que como este abaixo,  se repetem com alguma frequência no drama da vida dos campistas. É muito descaso. E então: o que  falam nossas autoridades da saúde pública?! LP
____________________________________________________________________________
PEDIDO URGENTE À PREFEITA DE CAMPOS
(Por e-mail)
eu estou lhe escrevendo para pedir a sua ajuda.
Meu pai se encontra muito doente com câncer e precisa de fazer um exame chamado PET CT(PET de corpo inteiro ´) tratamento fora do de domicilio. A mais de três meses que não faço outra coisa a não ser ir todos os dias na secretaria municipal de saúde de Campos e até hoje não temos nenhuma resposta, cheguei á abrir processo e nada resolve, o numero do processo aberto 2011.0191851-MM em nome de Carlos Roberto da Silva é um absurdo eles tem dinheiro para fazer show e mais shows, só não tem dinheiro para tratamento de saúde, aonde anda o dinheiro dos royalties? um cidade com um orçamento de dois bilhões e não tem condição de pagar um exame?
Por favor, me ajude, pois estou desesperado sem saber a quem recorrer.
Charlés dos Santos Silva. Telefone de contato: 99189469
Comentar
Compartilhe
O caminhar do Poeta
11/10/2011 | 22h08
Conhecido nosso, o popular poeta campista Nino Bellieny, estreou dias atrás seu novo blog http://nuvensnuvensestacionadas.blogspot.com/. Um espaço corajoso e bacana por onde circulam suas tantas frases, poesias e crônicas. Um pouco do tudo ou de tudo um pouco o que sua mente inquieta e privilegiada é capaz de nos surpreender. Curiosa, fui conferir; de lá trago mais um belo texto que desconhecia.LP
Pakissa
NINO BELLIENY
A pele clara resultante da mistura rara entre Brasil e Bolívia, montanhas e planícies, rios e vales, florestas e altiplanos dos dois países estão em Pakissa, a doce força da natureza latina no corpo de mulher e menina, ela é tudo e muito mais.
O sorriso meio-a-meio, mistério e encanto sério de quem vai dominar o mundo. Pakissa, de algum dialeto direto das montanhas bolivianas, dileta filha das águas, condor nas alturas, riacho que desce cantando em busca de outro até formar um grande rio e chegar ao Pacífico.
Seus olhos rasgados em elipse, soltam chispas e incendeiam sem fazer força. Tudo nela brilha e só não percebem os que estão cegos pelo egoísmo e a pressa de conquistar apenas corpos e satisfazer desejos. Pakissa é muito mais do que só uma linda mulher. O rosto bonito é fantástico por exatamente transmitir o que a alma exala e o espírito anuncia.
Nem ela sabe direito que é assim, delicada nos defeitos, imperfeita nas qualidades, dona de tanta energia acumulada e uma certa tristeza indisfarçável, porém compreensível e possível de ser vencida.
Nem ela sabe a força que tem, o encanto que possui o bem que espalha ao redor. Não é preciso muito tempo para perceber quem ela é. Mas é necessário uma eternidade para usufruir tanta beleza que dela nasce.
A vida passa, Pakissa não.
Comentar
Compartilhe
LICEISTAS DE CAMPOS:UNI-VOS I
11/10/2011 | 20h52
Desde ontem quando saiu publicado a carta/manifesto RIQUEZA HISTÓRICA DESPROTEGIDA em defesa Liceu de Humanidades de Campos, patrimônio histórico estadual e patrimônio afetivo dos campistas, inúmeros têm sido os acessos ao blog. Entre os comentários recebidos, trago agora à primeira página, o da senhora Vera Passos. Nele, ela  assume a autoria sobre o manifesto e conclama aos que de algum modo se dispõem  a cerrar fileiras em torno da preservação do Solar. Continua o blog aberto ao movimento de defesa de nossa memória; percebe-se que é um interesse coletivo, apartidário permanecerá genuíno. LP _____________________________________________________________________________ Cara Luciana. Como liceísta, aflita com as graves condições em que se acha o prédio do Liceu, produzi o texto incluído em seu blog. AGRADEÇO seu acolhimento à causa, que não é somente de liceístas de hoje e de ontem. O prédio do Liceu é patrimônio histórico de Campos. Esperamos de todo campista participação no empenho, que vai ganhando corpo, de vê-lo urgentemente restaurado quanto ao que o afeta. Salvo engano meu, a última grande reforma por que passou o prédio do Liceu foi inaugurada no ano 2000. Quanto à utilização do Salão Nobre, participei de alguns acontecimentos ali, como o jantar de aniversário do Liceu em 2005 e o lançamento do livro da prof.a Maria Thereza Venâncio sobre a FAFIC, em 2006. Digo mais, em todos os outros momentos em que visitei o Liceu, inclusive para pesquisas no arquivo histórico, o espaço do Salão esteve sempre aberto e bem cuidado (mais de uma vez, nessas ocasiões referidas, o fotografei, registrando sua grande beleza). Está em gestação o plano de uma grande concentração diante do Liceu, para clamar pelas obras que se impõem.Peço que prováveis adeptos se manifestem,em termos de presença. Deixo, para tanto, meu endereço: [email protected]. Afirmo-lhe, Luciana, toda minha consideração e admiração. Também exponho meu apreço a todos os que já se manifestaram em seu blog a respeito de nosso Liceu. O Liceu de Campos. Véra Passos
Comentar
Compartilhe
Aos Sonhadores
11/10/2011 | 11h13
De ontem, de hoje, de sempre....IMAGINE ! [caption id="" align="aligncenter" width="400" caption="Ft. retirada do Facebook"][/caption]  

*No último domingo, 9 de outubro, John Lennon teria completado 71 anos.

Comentar
Compartilhe
Um bem-querer
10/10/2011 | 17h03
[caption id="attachment_2817" align="aligncenter" width="400" caption="Ft. Luciana Portinho"][/caption]   O carioca é um povo que sempre se orgulhou de sua cidade. Às vezes passa um tempo meio perplexo, aí reclama genericamente da vida, do trânsito ou da carestia. Nada o assusta mais do que a violência e isso em qualquer classe social. São o que dizem as pesquisas. Mas nada abala a relação de amor que o carioca tem com o seu Rio de Janeiro. Tirei essas fotos, lá na Rua Souza Lima, posto 6, zona sul. Virou hábito da população; uma moda de apurado bom gosto. Cada um deixa sua contribuição na árvore mais próxima. Todos ganham! Excelente iniciativa, um exemplo para todas as demais cidades.LP [caption id="attachment_2818" align="aligncenter" width="400" caption="Ft. Luciana Portinho"][/caption] [caption id="attachment_2819" align="aligncenter" width="400" caption="Ft. Luciana Portinho"][/caption]

 

Comentar
Compartilhe
LICEISTAS DE CAMPOS: UNI-VOS
10/10/2011 | 15h02
Abaixo, segue para divulgação, carta que recebi via email de um leitor do blog. Sinceramente... espanto me causou. Não teria sido o Liceu de Humanidades de Campos restaurado há mais ou menos uns cinco anos?! De todo modo, nos comprometemos em trazer o debate à tona. Os responsáveis que se expliquem; a carta veio em forma de manifesto, sem assinatura. LP ________________________________________________________________________ RIQUEZA HISTÓRICA DESPROTEGIDA                                                      *IMAGEM DO GOOGLE SALÃO NOBRE DO LICEU DE HUMANIDADES DE CAMPOS O Salão Nobre do solar do Liceu de Humanidades de Campos está em vias de desabar sobre o saguão de entrada do prédio (um palacete inaugurado em 1867 para residência do Barão da Lagoa Dourada). O piso desse Salão estala ameaçadoramente ao peso de uma única pessoa que sobre ele caminhe. Grave infiltração no teto do edifício, responsável por esse efeito, já fez ruir sobre o mesmo piso o belo e antigo lustre do Salão. O Liceu de Humanidades de Campos (LHC) é uma escola pública oficial desde sua criação, em 1880. Para que fosse instalada e começasse a funcionar em 1884, o presidente da província do Rio de Janeiro exigiu, em 1883, que o município de Campos, por aquisição ou construção, dispusesse de um prédio para a respectiva sede e paralelamente nomeou uma comissão composta de ilustres homens da cidade de Campos para promover arrecadação de donativos em dinheiro para consecução do fim declarado. O trabalho da comissão se estendeu por todas as freguesias do município de Campos, com resultados favoráveis, mas, de justiça, coube à comissão o título de maior contribuinte, à vista do arrecadado entre seus próprios membros. O Solar do falecido Barão da Lagoa Dourada foi adquirido para sede do LHC em dezembro de 1883 por 25: 000$000 (vinte e cinco contos de réis) e, mediante escritura, doado pela comissão compradora à Câmara Municipal de Campos, que à época tinha feição de órgão executivo. O compromisso da Província, depois do Estado do Rio de Janeiro, para uso de edifício não próprio cedido para fins de ensino público, era, no caso do prédio do Liceu de Humanidades de Campos, o de prover a manutenção do imóvel e garantir ao mesmo reformas necessárias. Só que não demorou muito para que um presidente do Estado do Rio de Janeiro, talvez por ignorar fundamentos históricos, viesse a declarar em relatório apresentado à Assembleia Legislativa Fluminense que o prédio do LHC era próprio estadual. Daí para frente foi sendo construído o esquecimento sobre a verdadeira propriedade do Solar. O que importa agora, no entanto, não é apontar quem seja o dono do prédio. Importa o dever do Estado, e isso que não admite contestação. Cumpre ao governo estadual fluminense assumir sua responsabilidade diante da ruína que se abate sobre o palacete que abriga o LHC. O que parece entravar ação de autoridade competente, como sempre, é a política partidária. O interesse da cultura, da educação, da história, submetido aos humores e simpatias de governantes. O LHC conta 131 anos de fundação. Em 127 anos de serviços educacionais, vem oferecendo à terra goitacá, ao estado fluminese e à nação brasileira sua parcela de contribuição para o preparo de homens e mulheres que dignificam/dignificaram a profissão escolhida. Incontáveis liceístas, tomados de amor e saudade por sua casa de ensino, sofrem na antevisão do destino dela. Se já assim unidos, unam-se também em vozes de protesto.  Fortaleçam-se para exigir, sem esmorecer. Organizados, passeiem cobrança. Promovam coletivas com profissionais de rádio, jornal e televisão. Seu clamor chegue à ALERJ, ao Congresso Nacional, a instâncias maiores do poder público no Brasil. Boca no mundo talvez seja a única forma de salvação de um solar do século XIX, de pé em Campos dos Goytacazes há 144 anos. É Casa de escola, com rica tradição. Escola com missão cumprida e ainda a cumprir.  
Comentar
Compartilhe
Ensinamentos
09/10/2011 | 09h20
De tão pertinente, trago até você leitor essa mensagem. Me chegou por email de um amigo. Divido-a...LP
Perguntaram numa ocasião a Mahatma Gandhi quais são os factores que destroem o ser humano, ele respondeu assim:
"A Política sem Princípios, o Prazer sem Responsabilidade, a Riqueza sem Trabalho, a Sabedoria sem Carácter, os Negócios sem Moral, a Ciência sem Humanidade e a Oração sem Caridade. A vida tem ensinado a mim, que as pessoas são amáveis, se eu sou amável; que as pessoas estão tristes, se estou triste; que todos me querem bem, se eu quero bem a eles; que todos são maus, se eu os odeio; que há rostos sorridentes, se eu sorrio para eles; que há rostos amargurados, se estou amargurado; que o mundo é feliz, se eu sou feliz; que as pessoas tem nojo, se eu sinto nojo; que as pessoas são gratas, se eu tenho gratidão. A vida é como um espelho: Se sorrio, o espelho me devolve o sorriso. A atitude que tomo na vida, é a mesma que a vida tomará ante mim."
"Quem quiser ser amado, que ame".
[caption id="" align="aligncenter" width="400" caption="Imagem recebida por email, desconheço autoria."][/caption]
"A única razão porque és feliz, é porque tu decides ser feliz"
Comentar
Compartilhe
MARATONA NA SELVA
08/10/2011 | 12h50
MARATONA NA SELVA luciana portinho Jungle Marathon é o nome da competição internacional que começa amanhã (9/10)  e termina em 15/10. Em sua 7ª. edição são 17 países inscritos o que corresponde à cerca de 120 atletas, destes, 80% são estrangeiros. É uma corrida solo de alta subsistência e duas modalidades, 100 ou 220km, esta última em 7 estágios. Traduzindo; nesses dias os atletas, estarão embrenhados no meio da selva amazônica, em trilhas ao meio da floresta úmida, na companhia dos bichos da mata fechada, cada um por si, carregando suas mochilas com o mínimo necessário para chegar até o fim da prova, vivos. Todos sabem que só atingirão seu objetivo na base do sofrimento individual. Entre sua carga particular carregada nas costas estão uma bússola, luva de ciclista, esparadrapo, pomadas para os pés, muda de roupa diária, uma rede, um mosquiteiro, barras de carboidrato, necessárias à combustão do organismo do maratonista, proteína desidratada para preservação da musculatura e ÁGUA. No corre corre das nossas vidas, buscamos saídas de ‘fuga prazerosa’, medida necessária para manutenção da nossa identidade emocional e integridade mental. Isso é o que explica homens e mulheres se envolverem em competições de resistência máxima e risco. Se auto impor desafios, dispor-se a superar limites e a experimentar o novo; no esporte como na arte o ser humano encontra sua transcendência. É outra faceta do mundo que se abre ao tomar contato com os detalhes dessa maratona e ouvir a paixão nos olhos Gustavo Teixeira, atleta que representa Campos na prova. Partilhar um pouquinho que seja com ele da aventura que começa amanhã é a proposta que o blog faz a você leitor. Quem quiser é só entrar no site  http://www.junglemarathon.com/ e poderá até enviar mensagem de estímulo aos atletas. Vamos ficar na torcida! [caption id="attachment_2794" align="aligncenter" width="400" caption="Ft.cedida por Gustavo Teixeira"][/caption]

 

Gustavo Teixeira, uma figura amiga. Pai de duas belas criaturas, Eduardo e Luis Fernando, natural do Rio de Janeiro, reside em Campos dos Goytacazes, inscrito na faixa etária de 40/44 anos, na modalidade de 220 kilometros. Em 2009, participou da maratona internacional (ilustrada na foto acima) do Vale da Morte em Las Vegas, EUA. Neste ano tomou parte nos 217km da BR 135, na Serra da Mantiqueira e na Night Run, na região montanhosa da Ilha Bela, SP.      
Comentar
Compartilhe
OS ERROS DA JUVENTUDE
08/10/2011 | 11h27
  OS ERROS DA JUVENTUDE Maurício Nani Os jovens de hoje se levam a sério demais.Tenho observado isso através dos meus filhos, dos amigos deles, dos sobrinhos(as), dos sobrinhos(as) emprestados, e mesmo aqui, com alguns facefriendes que ainda não passaram dos 20. O acesso fácil a uma quantidade absurda de informação (boa e lixo), tem os tornado  cada vez mais maduros antes do tempo, e com isso acabam queimando etapas importantes da vida, até porque boa parte dessa informação  é descartada  a uma velocidade de alguns "Tera-Bites".Estamos criando uma geração de jovens adultos, que lida, mais do que nunca, com a expectativa sempre do sucesso e da perfeição, e não sabe que a juventude, assim como a vida, é feita também de muitos erros e fracassos.Ahhh, como tenho saudade dos meus erros da juventude, das porradas que dei na parede, das minhas conquistas fracassadas, das frustrações,e da minha incompreensão diante de muitos fatos da vida.Tudo isso fez com que eu crescesse como pessoa, pouco a pouco, sem queimar etapas e que fosse entendendo que viver é sim, cometer erros e aprender com eles.Hoje os jovens vivem cercados de erros e equívocos , mas não conseguem enxerga-los. Nos relacionamentos amorosos, por exemplo, os jovens estão cada vez mais adultos.Começam um namoro e em pouco tempo, estão tendo um relacionamento de marido e mulher.Passam o tempo todo juntos, muitas vezes um dormindo na casa do outro, acordam juntos, escovam os dentes juntos, e só saem juntos.Vida de marido e mulher, sem a maturidade que exige uma vida a 2. Acabaram-se os namoros escondidos(que delicia), aquele beijo roubado na varanda, os toques da descoberta, e aquela expectativa que era criada para o próximo encontro. Acabou-se a saudade, um ingrediente tão importante na descoberta do verdadeiro amor e das tórridas paixões.E quando algo entre eles não dá certo, os erros chegam carregados de culpa, como se erro e culpa fossem a mesma coisa. Não sabem que errar faz parte da essencia do ser humano e que esta é uma etapa da vida deles em que é preciso errar para aprender. Fase de viver as inconsequências,de experimentar, de descobrir o sabor do Proibido, de viver o compromisso do descompromisso e de cometer erros e aprender com eles, sem jamais persistir neles, porque isso se chama Burrice.Pra finalizar, lembro aqui um dos poemas mais sensacionais do Mário Quintana que diz: "Existe somente uma idade para a gente ser feliz.Somente uma época na vida de cada pessoa em que é possível sonhar e fazer planos e ter energia bastante para realizá-los, a despeito de todas as dificuldade e obstáculos. Uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente e desfrutar tudo com toda intensidade sem medo nem culpa de sentir prazer. Fase dourada em que a gente pode criar e recriar a vida à nossa própria imagem e semelhança e vestir-se com todas as cores e experimentar todos os sabores. Tempo de entusiasmo e coragem em que todo desafio é mais um convite à luta que a gente enfrenta com toda disposição de tentar algo novo, de novo e de novo, e quantas vezes for preciso. Essa idade tão fugaz na vida da gente chama-se PRESENTE e tem a duração do instante que passa." Por isso meus jovens, vivam intensamente cada momentos de suas vidas, porque essa fase da juventude, não voltatá jamais.  
Comentar
Compartilhe
NA NUVEM
07/10/2011 | 14h41
[caption id="" align="aligncenter" width="650" caption="Extraído do FACEBOOK"][/caption]

https://www.facebook.com/pages/Um-S%C3%A1bado-Qualquer/213055635378322

Comentar
Compartilhe
Murilo Dieguez pelo Avesso
07/10/2011 | 14h30
Sérgio Mendes Reminiscências: "Vamos falar de amor, somente de amor". Perdi a conta de quantas vezes ouvi esta música no doce vozeirão de Tim Maia. E é com este espírito, leve, livre e solto, que faremos a entrevista com o ex-presidente da CODEMCA, Murilo Dieguez. Amante da música popular brasileira, contador de causos, e defensor ferrenho da teoria de chutar areia.
Chutar areia sim. Ficou curioso?
Então assista hoje(7), O Programa O Avesso do Avesso, às 19 horas, no canal 15 da ViaCabo, na UNITV. Apresentação de Sergio Mendes, e participações de Cristina Lima e Robson Cândido. Até lá!
Horários alternativos: sábado e domingo às 14 horas, segunda às 9 horas, terça e quarta às 15 horas, e quinta às 19 horas. Sexta que vem, entrevistaremos Almy Junior, presidente da Fenorte. Aguardem.
*Ft. Google
Comentar
Compartilhe
Propositalmente abandonado
06/10/2011 | 06h59

O INVISIVEL PARQUE ALBERTO SAMPAIO

O parque Alberto Sampaio foi concebido, na década de 80, do século passado, para dar novo perfil ao antigo Jardim de Alá e modernizar a região fronteira ao velho mercado municipal.
O projeto arquitetônico escolhido, na época, seguia a tendência dos urbanistas que defendiam o equilíbrio nas cidades de espaços densamente ocupados e áreas verdes, como o central park, em Nova Iorque, o aterro do Flamengo, no Rio.
O parque, na verdade, era uma sucessão de praças: a praça do amor, da contemplação, da convivência, da leitura, todas circundando uma arena para espetáculos populares e lagos artificiais.
À despeito, do equívoco do manilhamento do trecho do canal Campos-Macaé, o parque, durante bom tempo, cumpriu sua função numa cidade que já dava sinais de desenvolvimento desordenado.
Hoje, o parque Alberto Sampaio é um gueto, território desgovernado, no coração da “melhor cidade da América do Sul”.
E o símbolo de sua decadência é essa moradia improvisada pela miséria, exposta aos olhos da cidade, menos aos do governo municipal que não consegue enxergar além de seu umbigo de ouro.
[caption id="" align="aligncenter" width="400" caption="Ft. Fernando Leite & Outros Quintais"][/caption]

Matéria extraída do http://blogfernandoleite.blogspot.com/

Comentar
Compartilhe
Se for para valer
06/10/2011 | 06h41
 

Nova fábrica de sucos vai estimular fruticultura no Norte do Estado

 
A fábrica de sucos Bela Joana, instalada no limite entre os municípios de Campos do Goytacazes e São Fidélis, no Norte Fluminense, vai voltar a funcionar em breve. A informação foi divulgada após reunião entre o diretor presidente do Grupo Arbor, Mozart da Silva Rodrigues e o secretário estadual de Agricultura, Christino Áureo, na última semana. Há 40 anos no mercado de bebidas, a empresa arrendou a planta industrial do Grupo MPE, onde pretende produzir mensalmente quatro milhões de litros de sucos naturais, refrigerantes, energéticos e outros produtos. A expectativa de processamento no auge de sua capacidade instalada é de 17 mil toneladas de frutas (coco, abacaxi, manga e outras) ao ano.
Segundo Christino Áureo, a empresa irá incentivar a produção da fruticultura na região. A experiência do grupo com sólidos canais de distribuição e logística, aliada a gama variada de produtos como sucos naturais, água de coco, chás, refresco, cervejas e vinho, é a garantia para que o empreendimento se firme no mercado com sucesso. Num primeiro momento, o grupo, dono de mais três plantas industriais em Teresópolis, na Região Serrana, Flores da Cunha, no Rio Grande do Sul e Petrolina, em Pernambuco, deverá utilizar frutas de outros estados, mas a expectativa é absorver a produção da Região Norte fluminense.
- Estamos satisfeitos com vinda desta nova indústria, que possui larga experiência na produção e posição consolidada em distribuição e logística. Um dos produtos de destaque do Grupo Arbor, a cerveja Therezópolis, está entre as premiuns mais apreciadas no país. Esse know how nos faz acreditar no sucesso deste novo empreendimento que chega ao Norte Fluminense. Eles ainda têm produtos populares como o Suco D`casa,, entre outros. Com essa gama de bebidas, ganham escala na distribuição, tornando o negócio mais eficiente. Acreditamos que será um novo momento para a fruticultura no estado – afirmou o secretário.
A expectativa do diretor presidente do Grupo Arbor, Mozart é positiva devido à vocação da região para a fruticultura. Ele ressaltou que a parceria com a secretaria de Agricultura para a identificação de produtores para fornecimento de frutas será importante para a consolidação do projeto.
- Como somos uma empresa genuinamente fluminense, será um grande prazer para alavancar o norte do estado que precisa ganhar dinâmica econômica e revitalização. Estamos entrando na condição de arrendatários, pelo prazo de até um ano e meio, mas temos a opção de compra da unidade no fim deste período. A previsão de investimento na fábrica é de R$ 15 milhões – explicou.
 
Comentar
Compartilhe
SALDANHA DA GAMA
05/10/2011 | 16h42

Segue para divulgação a animada e vasta Programação Comemorativa dos 105 Anos do tradicional Clube de Regatas Saldanha da Gama.

Comentar
Compartilhe
CONFUSÃO GENERALIZADA
04/10/2011 | 22h51
Constatação: vivemos um surto de confusão no município. Um leitor me abordou para saber se era certo aquela barraca lá na Praça São Salvador. [caption id="attachment_2744" align="aligncenter" width="420" caption="Ft. Vigilantes Urbanos & Rurais"][/caption] Fui lá e pasmem tem mesmo uma tenda armada de frente ao Monumento do Soldado Desconhecido. De dentro sai uma cantoria sem fim. É... Sangue de Jesus, foi o que mais ouvi sendo repetido. [caption id="attachment_2745" align="aligncenter" width="420" caption="Ft. Vigilantes Urbanos & Rurais"][/caption]

Incrível. Andamos de costas a passos largos. Cada dia uma novidade velha. Esta de agora: em plena praça principal de Campos a PMCG permite a instalação desse barracão de louvor evangélico.

[caption id="attachment_2746" align="aligncenter" width="400" caption="Ft. Vigilantes Urbanos & Rurais"][/caption] Mas que confusão entre o que é público e o que é privado. Já imaginaram se cada uma das religiões e seitas resolverem se instalar em tendas por toda área central?! Já não basta na semana passada a prefeita, cassada que foi pela segunda vez, se rebelar num faniquito típico de madame e ter se aboletado no pátio da prefeitura?! Francamente, onde está o código de postura dessa cidade?! [caption id="attachment_2747" align="aligncenter" width="400" caption="Ft. Vigilantes Urbanos & Rurais"][/caption]

 

 

Comentar
Compartilhe
UM LEITOR INDIGNADO
04/10/2011 | 10h56
Aqui, somos todos testemunhas da batalha semanal travada pelo leitor João Carlos inconformado com a falta de paridade das autoridades do trânsito de nossa cidade. Aos amigos e compadres, o privilégio. Para o cidadão comum,  a multa e o reboque. LP ___________________________________________________________________________ Luciana, socorro!!! Domingo, dia 1º de outubro, às 20:00h, novamente lá estava eu em frente à Igreja Assembléia de Deus Central (agora virou um problema pessoal). Como acontece todos os domingos, terças e quintas-feiras, após as 19:30h, o caos estava instalado ali. Carros e motos sobre a calçada, pedestres tendo que trafegar na rua. Agora, acredite! Liguei para a igreja pedindo que avisassem os motoristas para retirar o veículo do local, pois estavam infringindo à lei e prejudicando pessoas que passavam no local. Às gargalhadas, meu interlocutor, ironicamente, respondeu: “Procura a Guarda, o reboque, até o Papa, se quiser! Você deve ser um beato da Igreja do Saco!” Luciana, fiquei tão indignado, que desliguei o telefone na cara do cidadão (não identificado). Liguei para a Guarda Municipal, fui atendido por uma tal de NARA, pedi providências e a mesma solicitou que eu aguardasse no local, pois estaria enviando uma viatura. Esperei 25 minutos e nada. Retornei a ligação para a tal NARA, perguntando se demoraria o envio da viatura. Provavelmente, após consultar algumas pessoas, disse que não poderia enviar viatura alguma, pois todos estavam em eventos. Meu Deus, Luciana, quantas viaturas tem a Guarda Municipal? No desfile cívico de 7 de Setembro, o comandante F. Mello nos exibiu dezenas de viaturas (motos, carros, quadriciclos) e centenas de guardas, onde estão eles? Há uma explicação para isso. Pelo que soube, há um pastor da igreja (sei até o nome) que também é guarda municipal, e já determinou aos plantonistas para não enviarem viatura alguma naquele local, já que são “irmãos” assim como a nossa prefeita. Luciana, socorro, socorro, socorro! Preciso de uma matéria da Folha,com urgência, naquele local, já que o direito de ir e vir das pessoas está sendo violado e o Poder Público Municipal está sendo cúmplice. Hoje, a partir das 19:30h, se alguém quiser conferir o fato que aqui exponho, basta passar no local para ver. Atenção: se você tomou multa por estacionar sobre a calçada ou em local proibido, em qualquer canto de nosso Município, entre com recurso na EMUT baseado no caso da Assembléia de Deus Central, já que ali não é passível de multa cometer tal infração. Direitos iguais, não? Luciana, me ajude! João Carlos
Comentar
Compartilhe
Vale Posse
04/10/2011 | 03h01
Comentar
Compartilhe
'QUAL É O TEU NEGÓCIO?'
03/10/2011 | 14h23
....o nome do teu sócio.....pra gente ficar assim.... (Cazuza) [caption id="" align="aligncenter" width="400" caption="Imagem extraída do Facebook"][/caption]
Comentar
Compartilhe
Ao completar um ano do blog
02/10/2011 | 18h59
Saio um pouco do lodo que se tornou essa cidade de coração adotada como minha. E me afasto como tática de sobrevivência. Afinal, os últimos episódios da política local nos situa a todos como boçais, chefiados que somos por um doente mental. Inimputável, portanto, perante a lei. Esta crônica lindíssima trago aqui como que numa tentativa de nos manter a todos humanos e sãos. Se a realidade desta nossa planície se tornou ilegalmente insana, a literatura haverá de nos abrigar. Agradeço a todos vocês que nesses 365 dias estiveram batendo ponto virtual comigo. Não citarei nomes; cada qual  sabe  o quanto de troca estabeleceu-se aqui nesse espaço. Reafirmo, com você leitor, meu compromisso com a diversidade, a transparência, a amizade e a independência. Passado 1 ano, sou grata a Folha da Manhã pela franquia dessa plataforma. Luciana Portinho

___________________________________________

A Última Crônica do Ano  
Fernando Sabino
A caminho de casa, entro num botequim da Gávea para tomar um café junto ao balcão. Na realidade estou adiando o momento de escrever. A perspectiva me assusta. Gostaria de estar inspirado, de coroar com êxito mais um ano nesta busca do pitoresco ou do irrisório no cotidiano de cada um. Eu pretendia apenas recolher da vida diária algo de seu disperso conteúdo humano, fruto da convivência, que a faz mais digna de ser vivida. Visava ao circunstancial, ao episódico. Nesta perseguição do acidental, quer num flagrante de esquina, quer nas palavras de uma criança ou num acidente doméstico, torno-me simples espectador e perco a noção do essencial. Sem mais nada para contar, curvo a cabeça e tomo meu café, enquanto o verso do poeta se repete na lembrança: "assim eu quereria o meu último poema". Não sou poeta e estou sem assunto. Lanço então um último olhar fora de mim, onde vivem os assuntos que merecem uma crônica.
Ao fundo do botequim um casal de pretos acaba de sentar-se, numa das últimas mesas de mármore ao longo da parede de espelhos. A compostura da humildade, na contenção de gestos e palavras, deixa-se acrescentar pela presença de uma negrinha de seus três anos, laço na cabeça, toda arrumadinha no vestido pobre, que se instalou também à mesa: mal ousa balançar as perninhas curtas ou correr os olhos grandes de curiosidade ao redor. Três seres esquivos que compõem em torno à mesa a instituição tradicional da família, célula da sociedade. Vejo, porém, que se preparam para algo mais que matar a fome. Passo a observá-los. O pai, depois de contar o dinheiro que discretamente retirou do bolso, aborda o garçom, inclinando-se para trás na cadeira, e aponta no balcão um pedaço de bolo sob a redoma. A mãe limita-se a ficar olhando imóvel, vagamente ansiosa, como se aguardasse a aprovação do garçom. Este ouve, concentrado, o pedido do homem e depois se afasta para atendê-lo. A mulher suspira, olhando para os lados, a reassegurar-se da naturalidade de sua presença ali. A meu lado o garçom encaminha a ordem do freguês. O homem atrás do balcão apanha a porção do bolo com a mão, larga-o no pratinho - um bolo simples, amarelo-escuro, apenas uma pequena fatia triangular. A negrinha, contida na sua expectativa, olha a garrafa de Coca-Cola e o pratinho que o garçom deixou à sua frente. Por que não começa a comer? Vejo que os três, pai, mãe e filha, obedecem em torno à mesa um discreto ritual. A mãe remexe na bolsa de plástico preto e brilhante, retira qualquer coisa. O pai se mune de uma caixa de fósforos, e espera. A filha aguarda também, atenta como um animalzinho. Ninguém mais os observa além de mim. São três velinhas brancas, minúsculas, que a mãe espeta caprichosamente na fatia do bolo. E enquanto ela serve a Coca-Cola, o pai risca o fósforo e acende as velas. Como a um gesto ensaiado, a menininha repousa o queixo no mármore e sopra com força, apagando as chamas. Imediatamente põe-se a bater palmas, muito compenetrada, cantando num balbucio, a que os pais se juntam, discretos: "Parabéns pra você, parabéns pra você..." Depois a mãe recolhe as velas, torna a guardá-las na bolsa. A negrinha agarra finalmente o bolo com as duas mãos sôfregas e põe-se a comê-lo. A mulher está olhando para ela com ternura - ajeita-lhe a fitinha no cabelo crespo, limpa o farelo de bolo que lhe cai ao colo. O pai corre os olhos pelo botequim, satisfeito, como a se convencer intimamente do sucesso da celebração. Dá comigo de súbito, a observá-lo, nossos olhos se encontram, ele se perturba, constrangido - vacila, ameaça abaixar a cabeça, mas acaba sustentando o olhar e enfim se abre num sorriso. Assim eu quereria minha última crônica: que fosse pura como esse sorriso.    
 
Comentar
Compartilhe
NEROTINHO BOTOU FOGO NA CIDADE
01/10/2011 | 21h46
[caption id="" align="aligncenter" width="400" caption="Do Blog Walter Charges"][/caption]

http://waltercharges.blogspot.com/

Comentar
Compartilhe
OCEANOS
01/10/2011 | 10h13
[caption id="" align="aligncenter" width="450" caption="Imagem extraída do Facebook"][/caption] Um só oceano, 97% da água da Terra.    
Comentar
Compartilhe