Em breve o WhatsApp deixará de funcionar em smartphones antigos
30/09/2019 | 11h37

Em 1º de Fevereiro de 2020 app deixará de funcionar em aparelhos com Android 2.3.3 ou iOS 8

Se você não larga do WhatsApp e tem um smartphone antigo, rodando o iOS 8 ou o Android 2.3, preste atenção: em breve seu aparelho não será mais capaz de rodar o app.
Segundo a página de suporte do WhatsApp, o aplicativo agora exige o iOS 9 ou superior. Quem tem aparelhos com o iOS 8 ainda consegue usar o app, mas não será capaz de criar novas contas ou verificar contas já existentes. Entretanto, em 1º de Fevereiro de 2020 o app deixará de funcionar completamente nesta versão do sistema.
 
 
Já entre os Android, quem tem um aparelho com o Android 2.3.3 a 2.3.7 está na mesma situação: já não pode criar novas contas ou verificar contas antigas, e em 1º de Fevereiro de 2020 perderá acesso ao app.
 
 
A sugestão do WhatsApp para quem tem um aparelho com estas versões do sistema é trocar para um modelo mais novo. E antes que alguém reclame que isso é “injusto”, vale notar que o Android 2.3.3 é de 2011, o iOS 8 de 2014, e ambos os sistemas já foram abandonados há muito tempo até por seus criadores. Quem fizer um upgrade, mesmo que opte pelos smartphones mais básicos atualmente no mercado, só tem a ganhar.
Comentar
Compartilhe
Mensagens 3D escritas no céu no Rock in Rio, novidade!
27/09/2019 | 13h05

Mapa 3D da Cidade do Rock e mensagens escritas no céu poderão ser vistos durante os sete dias de Rock in Rio

A Snap se uniu ao Rock in Rio para a criação de uma nova experiência de realidade aumentada. Serão no total três filtros de RA para diferentes momentos do evento. O filtro do pré-evento, que já está disponível, permite que os usuários do Snapchat naveguem e brinquem com um mapa 3D da Cidade do Rock.
Para acessar o primeiro filtro, basta abrir o aplicativo do Snapchat, ler o QRCode aqui e, então, encontrar um cartaz com o logo do Rock In Rio e apontar a câmera para ele. Você pode scanear o próprio logo do link acima ou na foto:
Além disso, durante e após o evento mais dois filtros de RA serão lançados. Segundo comunicado do Snapchat, usuários poderão ver mensagens escritas no céu a partir da câmera do aplicativo. Para utilizá-lo não é necessário estar presente na Cidade do Rock.
 
Tem surpresa no Snapchat para o #RockinRio! Faltam 10 dias para o festival e preparamos coisas super legais por lá. Entre no Snapchat, escaneie este snapcode, abra o filtro do Rock in Rio e aponte para a logo do festival. pic.twitter.com/4nzIE3JCgO
 
— Rock in Rio (@rockinrio) September 17, 2019
Esses escritos mudarão depois dos sete dias de shows para revelar "nos céus uma mensagem especial do Rock in Rio, criada especialmente para cada usuário que faz parte da história do festival", comentou a empresa.
Segundo Max Rivera, líder de parcerias globais da Snap.Inc para Europa e América Latina, "ao aproveitar a tecnologia de Realidade Aumentada do Snap, podemos oferecer um pedacinho do Rock in Rio a todos, onde quer que estejam no mundo, levando esse icônico evento global a mais gente do que nunca".
 
A Snap não é a única empresa de tecnologia que está realizando ações em parceria com o Rock in Rio. O Tinder anunciou que você poderá encontrar os "melhores matchs" no evento, o Facebook disse que terá filtros e máscaras especiais e, com o Spotify, você poderá salvar as playlists do evento no seu celular. Portanto, talvez seja interessante carregar muito bem seu celular antes de ir curtir os shows no festival.
Comentar
Compartilhe
Guerra nuclear Rússia x USA pode deixar 34 milhões de mortos em poucas horas
26/09/2019 | 12h07

Vídeo produzido pela Universidade de Princeton prevê as consequências catastróficas de um conflito nuclear entre EUA e Rússia

 Um vídeo divulgado pela Universidade de Princeton, em Nova Jersey, mostra a devastação que uma guerra nuclear entre EUA e Rússia causaria. A conclusão da simulação é impressionante: 34 milhões de mortos em algumas horas. 
Para os pesquisadores, informações sobre as consequências de um eventual conflito nuclear pode servir para evitar que isso se torne realidade.
 
 
 
 
Com isso em mente, um grupo de especialistas em segurança e armas nucelares da Universidade de Princeton criou uma simulação chamada "Plano A". As previsões são apavorantes. Além de 34 milhões de mortes em poucas horas, a simulação também concluiu que haveria mais de 57 milhões de feridos.
 
 
"O risco de uma guerra nuclear aumentou dramaticamente depois que Estados Unidos e Rússia abandonaram o tratado de controle de armas nucleares", destacam os especialistas da Universidade.
 
 
"(Esses países) começaram a desenvolver novos tipos de armas nucleares e ampliaram as circunstâncias nas quais seria possível usar essas armas", advertem.
Nesse cenário de potencial conflito, os criadores da simulação afirmam que o objetivo é chamar a atenção sobre as "consequências potencialmente catastróficas de uma guerra nuclear entre EUA e Rússia".
 
 
No vídeo, você confere os detalhes dos desdobramentos de um eventual conflito desse tipo entre duas potências mundiais..
Via: Terra e Princeton
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Gustavo Abreu

[email protected]

Um blog sobre curiosidades, imagens, vídeos interessantes, dicas de filmes, séries, ilustrações, viagens e tudo que está bombando na net.