Novo golpe no WhatsApp promete um ano de plano de saúde gratuito; entenda
30/01/2018 | 10h54
Um golpe prometendo plano de saúde gratuito circula no WhatsApp nos últimos dias. A falsa promoção, distribuída em nome da Unimed, usa um método conhecido para enganar os usuários do aplicativo: um questionário disfarçado de pesquisa seguido por um pedido por compartilhamento com amigos. O objetivo dos criminosos seria ganhar dinheiro com tráfego e instalações de apps ilegítimos.
Denunciado pelo pesquisador de segurança sênior da Kaspersky Fabio Assolini, o golpe tem origem em três sites enganosos, que solicitam o envio de notificações via navegador. Em seguida, é emitido um alerta de que o usuário seria o ganhador de um ano de plano de saúde gratuito. O banner leva a uma página com três perguntas sobre hábitos do internauta, em um método muito similar o visto com o golpe do Make B. de O Boticário.
Na última etapa do golpe, a falsa página da Unimed exigia o compartilhamento da promoção com amigos e grupos no WhatsApp. De acordo com a Kaspersky, o objetivo é o mesmo observado em outros ataques: monetizar tráfego para sites cheios de propagandas, lucrar com a instalação de aplicativos ilegítimos, alugar base de notificações para algum criminoso ou obter pagamentos através da assinatura de serviços premium.
Se você receber alguma mensagem suspeita de algum contato ou grupo do WhatsApp, a recomendação é jamais clicar em qualquer link anexado e tampouco fornecer dados pessoais. Na dúvida, acesse o site oficial da empresa em questão e veja se há alguma referência à suposta promoção. Por fim, use um testador de link para verificar se a página é segura.
Ainda não se sabe a extensão do número de pessoas atingidas por este golpe no WhatsApp. No entanto, a campanha maliciosa foi retirada do ar após a denúncia de Fabio Assolini no Twitter.
Gustavo Abreu
Comentar
Compartilhe
Golpe no WhatsApp promete Spotify grátis e sem anúncios; veja como evitar
24/01/2018 | 13h10
Fique de olho no que você recebe e compartilha pelo WhatsApp. O aplicativo tem sido veículo de mais um dos golpes que visam enganar sua enorme base de usuários a fim de infectar aparelhos ou roubar dados privativos. A bola da vez é a promessa de contas premium grátis do Spotify.
A corrente em questão vem com um link falso para o site do Spotify, que não citaremos aqui para não levar mais visitantes à página. A URL, porém, traz o nome da empresa escrito errado e ainda por cima usa um domínio “.net” em vez do “.com” usado pelo serviço real.
Esse tipo de golpe já é clássico. Usuários são atraídos com a promessa de cupons de descontos ou produtos grátis, mas ao acessar a página, que imita o site verdadeiro, a vítima é orientada a fornecer informações pessoais e às vezes até mesmo dados de cartão de crédito. Além disso, para o golpe se espalhar, o site também determina que a vítima deve enviar a mensagem para um número específico de grupos ou contatos para ter acesso ao suposto benefício.
Neste caso específico, o site exibe algumas perguntas inofensivas antes de pedir que a vítima compartilhe a página com seus contatos. A tacada final vem em seguida, quando o usuário pressiona o botão “Ativar conta”. Para completar, a página replica uma seção de comentários do Facebook com várias pessoas comentando positivamente sobre a promoção, quando na verdade é algo que apenas parece com o recurso do Facebook, sem ser, de fato, uma área de comentários funcional.
A empresa de segurança digital ESET comentou que esse tipo ataque tem se popularizado. “O Whatsapp tem se tornado uma popular ferramenta para tentativas de phishing (ataques geralmente enviados por meio de aplicativos de mensagens e disfarçados em forma de produtos grátis ou cupons promocionais que, para serem acessados, exigem o preenchimento de cadastro com dados como número do cartão de crédito, senhas e outros). Para atrair ainda mais a atenção das possíveis vítimas, os fraudadores escolhem empresas renomadas como o Spotify, o Burger King, Netflix, entre outras, para disfarçar o golpe. A ESET orienta os usuários a desconfiar de mensagens que ofereçam promoções que pareçam muito boas para ser verdade, e nunca preencher dados pessoais, números de documentos e cartões em links suspeitos fornecidos fora dos sites oficiais das empresas. Em caso de dúvidas, consulte os sites oficiais da empresa”, diz o comunicado.
Gustavo Abreu.
Comentar
Compartilhe
Globocop cai em praia do Recife e duas pessoas morrem
23/01/2018 | 10h01
Um helicóptero que fazia imagens para a Globo na Praia do Pina, zona sul do Recife, caiu na manhã desta terça-feira (23). A notícia foi confirmada no "Bom Dia Brasil". Segundo informações da repórter Bianka Carvalho, a aeronave havia acabado de fazer imagens para a abertura do "Bom Dia Pernambuco" quando sofreu o acidente. Pelo menos duas pessoas morreram. "O comandante da aeronave, Daniel Galvão, morreu. Uma mulher ainda não identificada chegou a ser socorrida, mas morreu também", disse a jornalista. O operador de transmissão, Miguel Brendo, que estava na aeronave, foi socorrido em estado grave e foi encaminhado ao Hospital Restauração. Não há informações sobre seu estado de saúde.
O helicóptero pertencia à Helisae, empresa que presta serviços para a TV Globo há quinze anos. De acordo com a emissora, a aeronave havia passado por inspeção, revisões e estava legalizado para voo. "As pessoas viram que ele rodopiou, um clarão e que ele caiu", disse a jornalista do "Bom Dia Brasil".
Equipe de resgate tenta encontrar vestígios de helicóptero que caiu em praia do Recife
Equipe de resgate tenta encontrar vestígios de helicóptero que caiu em praia do Recife / Imagem: Reprodução/Globo
A causa do acidente ainda foi informada.
Comentar
Compartilhe
Vai cair, nesta terça-feira, o preço do diesel e da gasolina!!!
22/01/2018 | 10h59
Os reajustes fazem parte da nova sistemática de formação de preços da companhia e começam a valer a partir de terça-feira
A Petrobras reduzirá os preços do diesel em 0,2 por cento e os da gasolina em 1,4 por cento a partir de terça-feira (23), informou nesta segunda-feira a petroleira em comunicado no seu site.
Os reajustes fazem parte da nova sistemática de formação de preços da companhia, em vigor desde julho do ano passado e que prevê alterações quase que diárias para as cotações dos combustíveis.
Mais informações em instantes
Gustavo Abreu Carvalho
Comentar
Compartilhe
WhatsApp Business para empresas começa a ser liberado
18/01/2018 | 16h19
O WhatsApp Business enfim foi lançado. A partir de hoje, 18, alguns países do mundo já podem baixar a versão do aplicativo voltada para empresas. O Brasil deve receber o serviço nas próximas semanas.
 A versão corporativa do aplicativo foi anunciada há alguns meses e estava em fase de testes, mas agora já está disponível para usuários dos Estados Unidos, Itália, Indonésia, Reino Unido e México.
O aplicativo especial foi desenvolvido para ser usado por empresas. Ele permite a criação de um perfil empresarial com informações sobre o negócio, além de ferramentas para facilitar a comunicação com clientes. É possível, por exemplo, criar respostas rápidas para perguntas frequentes, ou então mensagens de saudação ou de ausência para quando não for possível responder imediatamente. 
Ele ainda conta com estatísticas de mensagens para avaliação da eficiência do serviço, como o número de mensagens que foram lidas pelos usuários para dar uma ideia de como as coisas estão se saindo.
Para usuários comuns, não é necessário fazer nenhum download especial, já que as mensagens são enviadas para o app convencional do WhatsApp.
O WhatsApp promete o lançamento da ferramenta para o público brasileiro dentro das próximas semanas. Por enquanto, o serviço só está disponível para usuários do Android.
Comentar
Compartilhe
Novo cabo submarino de internet do Google vai ligar América do Sul à do Norte
16/01/2018 | 15h05
O Google anunciou nesta semana o começo da produção do seu primeiro cabo de internet submarino totalmente privado. Batizado de Curie, o cabo vai ligar o Chile à costa oeste dos Estados Unidos a partir do ano que vem.
 A empresa já tem instalados outros oito cabos submarinos pelo mundo, mas o Curie é o primeiro 100% privado, utilizado apenas pela companhia, sem dividir com outras. O Google é também a primeira empresa de fora do setor de telecomunicações a investir num cabo particular.
Comentar
Compartilhe
Vem aí pilha AA 'eterna' que se recarrega pelo ar
12/01/2018 | 12h10
O sonho da eletricidade sem fios já vem da era do físico Nikola Tesla, mas ninguém até hoje conseguiu uma forma viável e segura de colocar esse sonho na prática. Durante a CES 2018, uma empresa Ossia demonstrou uma nova abordagem dessa proposta ao revelar pilhas que conseguem se carregar a partir do ar para funcionar, em teoria, eternamente.
A Ossia é uma empresa que produz uma tecnologia de recarga sem fio chamada Cota, que consiste em duas partes: um transmissor de radiofrequência e um receptor acoplado a algum dispositivo, que transforma esse sinal em energia para recarga de baterias. O Gizmodo nota que deve demorar um pouco para vermos isso aplicado a algum produto do nosso cotidiano, justamente porque os celulares e tablets que usamos rotineiramente precisariam ter a antena da Ossia embutida, e isso não deve acontecer tão cedo. Uma outra opção seria o uso de uma capinha específica, que é excessivamente volumosa e pouco prática.
O que a empresa tem de interessante e pronto para uso no mundo real são as pilhas Cota Forever Battery. São pilhas no formato AA que parecem comuns, mas que possuem a antena da Ossia embutidas, de forma que conseguem ser carregadas por meio do transmissor da companhia. Isso significa que, na teoria, você poderia deixar o equipamento conectado a uma tomada no canto da sala e nunca mais se preocupar em trocar as pilhas de quaisquer produtos que você tenha na sua casa.
Isso pode incluir, por exemplo, o seu mouse sem fio, um controle de Xbox One, o controle remoto da sua TV e outros equipamentos que você venha a usar na sua casa que venham a depender de uma fonte de energia interna. Uma outra vantagem é que o formato de pilhas AA é conhecido por qualquer pessoa, mesmo sem qualquer conhecimento de tecnologia, então sua adoção seria bastante simples.
No entanto, a tendência é que essa realidade ainda esteja longe de se concretizar, porque a Ossia ainda não vende os transmissores, que hoje são pequenos o bastante para ficarem no teto de forma discreta, para o consumidor final. A tendência é que as pilhas eternas possam levar a empresa a acelerar a adesão da eletricidade sem fio, mas só o tempo vai dizer.
Comentar
Compartilhe
Petrobras eleva em 1% preço do diesel e 1,4% o da gasolina
10/01/2018 | 12h44
A Petrobras anunciou nesta quarta-feira aumento de 1% no preço do diesel e de 1,4% no valor da gasolina comercializados nas refinarias. Os reajustes serão válidos partir de amanhã, dia 11 de janeiro. 
Ontem, a estatal divulgou corte de 0,2% no preço do diesel e aumento de 0,7% no preço da gasolina comercializados nas refinarias. Os reajustes eram válidos a partir de hoje (10). 
A Petrobras adota novo formato na política de ajuste de preços desde 3 de julho. Pela método, os reajustes acontecem com maior frequência, inclusive diariamente.
Desde o início do modelo, a gasolina acumula alta de 28,05% e o diesel, valorização de 24,36%.
Gustavo Abreu Carvalho
@gustavocarvalhok
Comentar
Compartilhe
Novo teste do Instagram permite postar Stories diretamente no WhatsApp
05/01/2018 | 15h55
De acordo com informações, alguns poucos usuários brasileiros do Instagram estão vendo um novo recurso no app da rede social de imagens. Ao postar um novo Storie no Instagram, algumas pessoas agora conseguem compartilhar o mesmo conteúdo no Status do WhatsApp através de uma nova opção.
Um menu de compartilhamento aparece quando a pessoa toca em “Compartilhar”, e ela pode escolher enviar as imagens para o Facebook— algo que já era conhecido — e agora também para o WhatsApp. O curioso, contudo, é que, ao tocar no botão do mensageiro, o usuário é levado para o WhatsApp e tem que confirmar novamente a postagem. Em outras palavras, a republicação é um tanto trabalhosa.
Seja como for, é interessante notar que os Stories feitos com o Instagram aparecem no WhatsApp com um ícone da rede social de imagens no canto inferior direito. Não temos informação, entretanto, sobre a possibilidade de ir ao perfil do usuário no Instagram ao clicar no ícone em questão.
É curioso apontar que os primeiros testes da integração entre os Stories do Instagram e do Facebook apareceram em Portugal, em setembro do ano passado, e, agora, um recurso similar é avistado no Brasil, dois países que falam a mesma língua e que usam os três principais apps do Facebook de forma intensa.
De acordo com a empresa, os Stories do Instagram já possuem mais de 300 milhões de usuários ativos diariamente, mais que todo o app do qual o recurso foi clonado, o Snapchat. O Status da WhatsApp também teria essa mesma quantidade de atividade.
A intenção do Facebook com tudo isso é clara. A empresa quer incentivar os usuários de seus apps a utilizarem suas outras ofertas com frequência também. Isso porque os Stories do Instagram são bastante populares no Brasil, enquanto poucas pessoas apelam para a função similar embutida diretamente no app do próprio Facebook e também no WhatsApp.
Gustavo Abreu Carvalho
Comentar
Compartilhe
Sobre o autor

Gustavo Abreu

[email protected]

Um blog sobre curiosidades, imagens, vídeos interessantes, dicas de filmes, séries, ilustrações, viagens e tudo que está bombando na net.