Depredaram a Uenf no fim de ano - Marginais dominam o campus sem lei
02/01/2017 | 11h53
[caption id="attachment_6282" align="aligncenter" width="850"]uenf-depedra-X-2 Carros e documentos depedrados[/caption]

Sem contar com serviços de vigilância patrimonial, suspensos por falta de pagamento do Governo do Estado, que não repassa recursos à Uenf desde 2015, nesse fim de ano a Universidade Estadual do Norte Fluminense foi vítima de vândalos que invadiram o campus daquela universidade e depredaram a Pró-Reitoria de Extensão, local de guarda de documentos, quebraram vidros de veículos oficiais e, entre outros atos de vandalismo da pior qualidade, arrombaram o ônibus da universidade. A extensão dos danos ainda está sendo avaliada.

[caption id="attachment_6283" align="aligncenter" width="850"]uenf-depedra-x Arrombaram salas e o ônibus da Universidade[/caption] [caption id="attachment_6284" align="aligncenter" width="850"]uenf-depedra-x-6 Os prejuízos foram enormes e agravam a situação financeira da Uenf[/caption] [caption id="attachment_6285" align="aligncenter" width="851"]uenf-depedra-x-7 Vestiário vandalizado e grades arrombadas[/caption] RELATO DE UMA ESTUDANTE - HOJE NA UENF: Muito cuidado aos que precisam ir na UENF por agora! Sou aluna de agronomia e estou na escala da casa de vegetação. Hoje fui acompanhada de uma colega de laboratório e da irmã dela para verificar como estavam as plantas, pois ficamos sabendo de uma suposta depredação que teria ocorrido lá. Ao chegarmos, conversando com funcionários que estavam lá , os mesmos não sabiam da depredação, mas alertaram que haviam pessoas em atitude suspeita rondando a universidade. Pois bem, o carro da polícia passou e não deu 2 min saiu um rapaz do mato (onde deveria ser um 'lago') de jeans, boné, sem camisa e de mochila e vem andando em direção à casa de vegetação que estávamos. Só não nos abordou pois percebeu que a irmã da minha colega estava trancada dentro do carro dela e seguiu caminho. Entramos no carro e demos mais uma volta pois percebemos que outra pessoa estava numa casa de vegetação mais para trás e não estava sabendo de nada  , nisso encontramos o carro de polícia saindo e avisamos como era a pessoa. Os policiais foram ate o encontro dele e revistaram o rapaz, que até onde vimos estava com vários 'saquinhos' não sei de que não sei de que dentro da mochila. Isso tudo pq tinha vários funcionários da limpeza, as pessoas que guardam as chaves e um  zelador. Isso tudo aconteceu atrás do prédio 4, na casa de vegetação de frente pra rua asfaltada. Moral da história: se precisarem ir , não vão sozinhos.
Comentar
Compartilhe