Olho vivo Uenf!
02/02/2016 | 05h47
A Uenf precisa vigiar melhor as suas prestadoras de serviço, afinal, como contratante, é co-responsável em demandas trabalhistas. Trabalhadores que ficam 12 horas de pé, sem carteira assinada e entrando no terceiro mês sem receber salários podem configurar um pepino de bom tamanho no Ministério Público do Trabalho.
Comentar
Compartilhe